Twitter, e a nova interface web: a maior mudança em cinco anos

Compartilhe

O Twitter liberou a sua maior mudança de interface na rede social dos últimos cinco anos, apostando em uma wersão web universal para melhorar o desempenho, oferecendo funcionalidades de apps móveis na versão de escritório.

A nova versão web do Twitter é muito parecida com a versão mobile da plataforma. Na prática, as duas são a mesma página, já que o novo twitter.com adiciona uma série de opções extras que até agora só estavam disponíveis na versão mobile.

O novo site é um progressive web app, pois tem funções típicas de um aplicativo nativo com a flexibilidade e a comodidade de um site. O app tem itens muito maiores e personalizáveis, e a sua barra de navegação agora está em uma lateral. Só volta para a parte superior se a largura da página é muito limitada (como no caso dos smartphones). A distribuição da página é agora em três colunas, com a central para mostrar a timeline nas laterais para navegação, as sugestões, Trending Topics e outros.

 

 

O novo Twitter, em detalhes

 

 

A ideia foi oferecer muitas das funções que até agora só estavam nos apps móveis. O Twitter se centrou muito no feedback recebido por parte dos usuários, especialmente de fora dos Estados Unidos. Em busca de um Twitter mais global, eles querem desenvolver mais a plataforma conhecendo as necessidades de usuários de todo o mundo.

O “explorar” é uma das funções herdadas da versão mobile. Aqui, temos um mix do antigo Momentos com novas seções centradas por categorias. Também vemos os Trending Topics por país ou região, permitindo a troca fácil da localização.

Outra função que chega dos apps móveis é o Bookmarks. Para evitar utilizar likes em posts que nem são tão legais assim (ou para tweets que você quer consultar mais tarde), o Bookmarks permite guardar as postagens na versão web, e essa é um dos recursos que os usuários internacionais na versão web mais utilizam. Outra novidade é que as listas voltam a ganhar relevância na versão web, depois de anos de esquecimento.

Outra importante mudança é a possibilidade em iniciar sessão em múltiplas contas e mudar facilmente entre elas a partir da barra lateral de navegação. Mas não há a opção de mudar de conta enquanto você está compondo a mensagem.

O Twitter também trocou o seu tradutor, e esta é mais uma medida para melhorar a plataforma fora dos Estados Unidos. A plataforma passa a usar o Google Translator no lugar do Bing para traduzir tweets. Por fim, a promessa é que este novo Twitter é mais fluído e leve, especialmente para áreas onde a conexão de internet não é tão boa.

 

 

Maior personalização da interface

 

 

O novo Twitter é muito mais personalizável, como a inclusão do modo escuro, que já existia, mas que permite usar um escuro total ou um azul muito escuro, como é até agora. Além disso, você pode mudar o tamanho do texto e a mudança das cores de destaque de mensagens. Esta última mudança só vai aparecer para o usuário, e não para os seus seguidores ou para quem está vendo o seu perfil público.

O objetivo de todas as mudanças é unificar a experiência do Twitter, independente da plataforma utilizada (web, app móvel, desktop, etc). Além das mudanças que os usuários vão receber, também foi construída a nova versão web para implementar novas funções de forma mais rápida e direta no futuro.

O novo Twitter para web está sendo liberado paulatinamente para todos os usuários e de forma global. Você não precisa fazer nada para ativar a a nova interface, já que ela será atualizada de forma automática. De forma temporária, será permitido aos usuários voltar para a versão antiga da plataforma.

 


Compartilhe