TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Troco a bateria do meu iPhone? Ou compro um novo em 2023? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Telefonia | Troco a bateria do meu iPhone? Ou compro um novo em 2023?

Troco a bateria do meu iPhone? Ou compro um novo em 2023?

Compartilhe

Se você ainda não se convenceu de que a Apple é uma madrasta bem carrasca, que faz do seu cartão de crédito o vassalo de seus luxos e prazeres depois do último aumento de preços para a troca de bateria no iPhone, eu só posse entender que você vive em um enorme campo de distorção da realidade.

Para aquelas pessoas que desejam manter o melhor desempenho possível com o smartphone da Apple em função da autonomia de bateria, a vida vai ficar bem mais complicada a partir de 1 de março de 2023.

A partir dessa data, a Apple vai reajustar os valores para a troca de bateria dos seus dispositivos. E chegou a hora dos usuários se perguntarem se vale a pena fazer o reparo do dispositivo em 2023, ou se é melhor comprar um iPhone novo.

Ou se vale mais a pena economizar uma montanha de dinheiro na compra de um telefone novo.

Vou tentar ajudar aos mais indecisos nessa escolha que começa a ficar cada vez mais complexa para quem tem um iPhone com dois anos ou mais de uso.

 

O cenário de momento para a troca de bateria

Para quem não está sabendo, vale a pena apresentar a informação primeiro, até mesmo para contextualizar o cenário em que os usuários da Apple vão ter que encarar a partir de 1 de março de 2023.

A Apple decidiu reajustar os valores dos custos do seu serviço de substituição de baterias nos seus telefones que já estão fora do período de garantia oferecido de fábrica (ou seja, mais de 12 meses de uso). Na prática, para quem tem um smartphone da marca que é anterior ao iPhone 14 vai pagar pelo menos R$ 158 a mais para realizar esse tipo de manutenção.

Se você está neste momento revoltado com a Apple e amaldiçoando a quinta geração do Tim Cook, a boa notícia que pode acalmar o seu coração raivoso é que esse reajuste é global, afetando vários mercados internacionais e proporcional em cada país onde a empresa de Cupertino está presente. Além disso, os modelos afetados pelo reajuste são os mesmos para todos os países.

A única geração do telefone da Apple que não recebeu um reajuste de valores na reparação de bateria foi o iPhone 14. E isso nem poderia acontecer, já que o produto não tem um ano de mercado e o seu valor de troca de bateria já é muito mais alto do que aquele cobrado pelo iPhone 13 em 2021.

Apenas para contextualizar os números, para você trocar a bateria de um telefone da família iPhone 14, o preço sugerido é de nada menos que R$ 739. Para piorar, os modelos da série iPhone 13 ficarão com valores de reparação muito próximos aos telefones de última geração, com preço inicial sugerido de R$ 699.

Eu sei que existe todo um cenário de dinâmica financeira que fará com que vários produtos de tecnologia acabem com os seus preços inflacionados em 2023. O ano só está começando, mas posso dizer desde já que este é um efeito que vai acontecer em todo o segmento, de forma inevitável.

Mesmo assim. O que a Apple faz no Brasil chega a ser constrangedor. Porque, dependendo do modelo do iPhone que você possui e o tempo de uso que esse dispositivo tem em suas mãos, trocar a bateria não vale a pena.

E pensar que quem comprou o iPhone gostaria de ter esse dispositivo funcionando bem por muitos anos. Por outro lado, não quer ser esfolado na troca de bateria para obter o melhor desempenho possível no dispositivo.

E é sempre importante lembrar que a troca de bateria tem uma espécie de ritual de inspeção na Apple. Você envia o telefone para a empresa, que fará uma vistoria para confirmar se é apenas este item que precisa ser trocado no dispositivo. Se os técnicos da gigante de Cupertino encontrar mais problemas no seu telefone, o valor do reparo fatalmente vai subir, pois a empresa só vai realizar o procedimento se reparar TODOS OS PROBLEMAS DETECTADOS nessa inspeção.

 

Trocar a bateria ou comprar outro iPhone: o que é melhor?

Tudo vai depender de alguns fatores que eu já mencionei neste conteúdo. Detalhes como a condição em que o seu atual iPhone se encontra e quanto tempo de uso que o dispositivo tem em suas mãos podem ser determinantes para indicar o investimento na troca de bateria ou na compra de um novo telefone.

Se o seu iPhone tem dois anos ou menos de uso, tente segurar as pontas mais um pouco. Lembre-se que o seu telefone possui especificações técnicas relativamente recentes, e a força bruta do processador combinado com memórias mais rápidas podem fazer que o desempenho sofra um pouco menos, apesar das possíveis limitações estabelecidas pela degradação da bateria.

A não ser que você realmente necessite utilizar o iPhone 12 ou 13 para tarefas muito pesadas e que dependem de um desempenho pleno, ou se a sua autonomia de uso já está ficando seriamente comprometida. Neste caso, trocar a bateria do seu telefone da Apple passa a ser uma necessidade, e o investimento que você vai fazer tem como principal objetivo expandir a autonomia de uso do dispositivo.

Se você tem um iPhone 11, comece a pensar seriamente se vale a pena realizar a troca da bateria. Apesar do dispositivo ainda entregar um desempenho excelente e contar com alguns anos de atualizações garantidas, é sempre importante lembrar que este é um smartphone que já tem alguns anos de vida útil, e é preciso começar a pensar na longevidade de uso do produto daqui para frente.

Outro cenário a se repensar a manutenção é se o seu iPhone 11 possui alguns outros problemas que invariavelmente vão pedir uma manutenção mais aprofundada. Neste caso, avalie se vale a pena gastar tanto em um telefone que não vai funcionar por tanto tempo assim em suas mãos. Esse reparo pode não se pagar.

Por fim, se o seu iPhone é anterior ao iPhone 11, quem sabe não está na hora de comprar um novo smartphone, seja ele da Apple ou de outro fabricante.

Por mais que a Apple faça um trabalho incrível na atualização dos dispositivos e entregando uma longevidade aos produtos que nenhum outro fabricante de smartphones consegue igualar, ter um iPhone com cinco anos de vida ou mais e querer trocar a sua bateria é sinônimo de jogar dinheiro fora.

É melhor investir mais dinheiro em um novo produto, renovando a garantia de fábrica ou aumentando as chances de manter o dispositivo funcionando em bom estado e com boa performance.

O melhor conselho aqui é aprender a desapegar enquanto ainda é possível. Ou lide com o fato que o seu iPhone vai morrer aos poucos em suas mãos.


Compartilhe