The Spheres

Depois de sete anos de planejamento, foi inaugurada em Seattle o The Spheres, ambicioso projeto de Jeffe Bezos que oferece aos funcionários da Amazon um espaço para um maior contato com a natureza.

Estamos falando de uma pequena selva amazônica dentro de três esferas que servirão de escritórios, sob uma temperatura de aproximadamente 22 graus e 60% de umidade do ar. Pode não ser muito atraente para alguns, mas apenas pelo conceito de manter funcionando já é algo espetacular.

As esferas da Amazon estão no centro de Seatte, bem ao lado da nova loja Amazon Go, o que mostra claramente que Jeff Bezos quer transformar essa cidade em seu pequeno campo de provas. Dentro das esferas, vamos encontrar pouco mais de 40 mil espécies de plantas vindas de 30 países.

 

 

As plantas estão alojadas ao longo das três esferas, que por sua vez estão conectadas entre si, onde a maioria delas tem 28 metros de altura por 40 metros de largura. Também conta com paredes verdes ou jardins verticais, que servem para armazenar mais de 2.500 tipos de plantas em uma malha de 1.200 metros.

As esferas são de vidro e aço, onde o mais complicado do projeto foi transportar a majestosa árvore Rubi, de quase 17 metros de altura, vinda do sul da Califórnia. É a atração principal e elemento central do escritório.

Além das plantas, as esferas contam com habitações instaladas embaixo de árvores, salas de reuniões, áreas de trabalho, de descanso e até de relaxamento, onde também existem microclimas para quem busca algo mais quente ou frio, ou com maior ou menor umidade. Inclusive há um sistema de ventilação que imita a brisa da selva.

Obviamente, há WiFi em todas as esferas, cozinha, loja e até um centro para visitantes, onde qualquer pessoa pode conhecer a The Sphers sem ser um funcionário da Amazon.

 

 

Por outro lado, a Amazon sabe que a The Spheres podem ser atraente para seus funcionários, mas vai controlar o tempo que cada pessoa passa nas esferas através de sua credencial de identidade, já que a empresa não quer que todos vão trabalhar nas esferas. Ninguém poderá passar um dia inteiro nesse local, e haverá uma cota mensal de horas, de acordo com a carga de trabalho e objetivos cumpridos.

 


 

Via Bloomberg