Compartilhe

O Windows 10X, novo sistema operacional da Microsoft especialmente projetado para dispositivos de tela dupla, foi anunciado oficialmente no final de 2019. De lá para cá, poucos foram os detalhes revelados sobre o software, exceto o fato que a Intel afirmou que ele ainda não estaria pronto para o que se propõe a fazer.

Pois bem, isso mudou ontem (11). Enquanto o mundo estava conhecendo os novos smartphones top de linha da Samsung, estava acontecendo o Microsoft 365 Developer Day. Nesse evento, a gigante de Redmond decidiu apresentar mais detalhes sobre o Windows 10X, como as atualizações em menos de 90 segundos e a sua compatibilidade com a maioria dos aplicativos no padrão Win32.

E em conjunto com esses anúncios, a Microsoft apresentou o Microsoft Emulator, um emulador do Windows 10X de toda regra.

 

 

 

Para quem é o Microsoft Emulator, e como utilizá-lo

 

O Microsoft Emulator é uma das ferramentas oferecidas pela Microsoft para que os desenvolvedores possam trabalhar nos seus aplicativos para Windows 10X. Nesse momento, os developers já contam com todas as ferramentas necessárias para o desenvolvimento de software, mas o emulador é importante pois roda uma imagem do Windows 10X que permite a pré-visualização desses aplicativosem desenvolvimento.

Tanto o emulador quanto as ferramentas de desenvolvimento de software estão disponíveis na Microsoft Store. Porém, apenas os Insiders contam com o acesso à elas. Ou seja, se você quer testar o Windows 10X, seja pela mera curiosidade ou porque você pretende trabalhar a sério com essa versão do sistema operacional no futuro, você precisa atender aos requisitos a seguir:

– Inscrever-se no programa Windows 10 Insider.
– Instalar a última versão do Windows 10, ou seja, você precisa ter pelo menos a compilação de 1955 que foi lançada no final de janeiro de 2020 no Fast Ring.
– Você precisa ter um computador com processador Intel com pelo menos quatro núcleos que podem ser dedicados ao emulador.
– Você precisa ter pelo menos 8 GB de RAM, onde 4 GB devem ser usados para o emulador.
– Disponibilizar 15 GB de espaço de armazenamento para o disco rígido virtual, onde recomendamos o uso de um SSD.
– Uma placa gráfica dedicada compatível com o DirectX 11 ou posterior.
– Você deve verificar pela BIOS do seu computador que os seguintes recursos são suportados e ativos: virtualização assistida por hardware, tradução de endereço de segundo nível ou SLAT e Prevenção de Execução de Dados baseada em hardware (DEP).
– Certifique-se que o Hyper-V está ativo a partir do painel de controle na seção Ativar o Windows on/off.

 

 

Uma vez que você verificou se todos os itens estão ativos, presentes e alinhados com os requisitos mínimos para a execução do emulador, você está pronto para realizar os downloads de softwares necessários para tudo funcionar. Clique nesse link, que tem como destino a loja da Microsoft, e faça o download do emulador. Nesse outro link, você pode obter a imagem do Windows 10X, feita especialmente para rodar com o Microsoft Emulator.

Depois de baixar e instalar tudo, abra o Microsoft Emulator, crie um novo dispositivo e utilize a imagem do Windows 10X para rodar o sistema operacional. Não dá para instalar essa versão do Windows em outros tipos de máquinas virtuais ou no seu computador, e o suporte para os processador AMD também não está disponível.

Mas para os excluídos, podemos recomendar um pouco de paciência, pois não deve demorar muito para alguma solução “alternativa” (se é que vocês me entendem) aparecer.

 

 

As principais características do Windows 10X

 

A Microsoft também detalhou recursos gerais e recomendações aos desenvolvedores para a criação de aplicativos. De um modo geral, aplicativos e sites poderão ser exibidos nas duas telas, oferecer conteúdo diferentes em cada tela, usar a segunda tela como teclado, como um painel complementar ou exibir detalhes do conteúdo da primeira tela.

A seguir, listamos os principais destaques:

 

– Todos os dispositivos de tela dupla podem ser dobrados, virados e girados. As duas telas podem ser usadas para exibição ou uma tela pode funcionar como um teclado virtual.

– Os diferentes formatos de dispositivo suportarão uma grande variedade de atividades e permitirão que o usuário adapte o dispositivo à sua situação.

– Embora todos os aplicativos existentes funcionem em dispositivos de tela dupla sem qualquer modificação, espera-se que os desenvolvedores adotem totalmente os recursos de tela dupla ao fazer alterações em seus aplicativos.

– Por padrão, os aplicativos serão abertos em um estado maximizado e ocuparão uma única tela. Rodando na tela dupla, os usuários poderão executar dois aplicativos lado a lado e compartilhar conteúdo de um para o outro.

– Quando o dispositivo está em uma posição de duas telas (dupla vertical ou horizontal), os usuários podem estender um único aplicativo em ambas as telas, permitindo mais espaço para conteúdo.

– Tela única completa. Isso é semelhante ao layout padrão, exceto que a interface do usuário do sistema (barra de tarefas, bandeja de sistema, barra de aplicativos, título do aplicativo) está escondida para criar uma experiência totalmente imersiva, ideal para jogos e reprodução de vídeos.

– O modo estendido é exclusivo para dispositivos de tela dupla. Se você não fizer nenhuma alteração no aplicativo original, ele se comportará como se fosse exibido em uma tela grande.

– Uma variedade de otimizações de design podem ser implementadas para que os aplicativos aproveitem as características únicas dos dispositivos de tela dupla.

 

 

O que você precisa para executar o emulador do Windows 10X

 

Embora a Microsoft só oferecerá esta versão aos fabricantes e não ao público em geral, qualquer usuário já pode testar o sistema operacional com o emulador publicado, e isso requer o seguinte:

 

Baixe e instale visual studio 2019 Preview. (Você tem instruções oficiais de instalação aqui)

Baixe e instale a visualização do Windows 10 SDK Insider

Instale o Microsoft Emulator

Instale a imagem do Emulador do Windows 10X

 

 

O emulador usa Hyper-V com GPU-PV para aceleração de hardware. Além de tê-lo instalado em seu sistema, para usá-lo, o seu PC deve atender aos seguintes requisitos:

 

Windows 10 Pro, Enterprise ou Education 64 bits

Windows Insider Preview build versões 10.0.19555 ou superior

Processador Intel com núcleos quádruplos.

8 GB de RAM ou superior. 4 GB para o emulador

15 GB de espaço em disco gratuito. SSD recomendado

Ativando o BIOS do suporte à virtualização


Compartilhe