Não são vacas leiteiras como qualquer outra. São vacas pioneiras, uma vez que contam com tecnologia 5G antes de qualquer um de nós. São vacas que dão risada da Apple, que luta para lançar um iPhone com essa conectividade de rede em 2020.

Essas vacas estão a serviço da Cisco Systems para testes em três estações rurais do sul do Reino Unido. São 50 vacas felizardas que usam colares inteligentes que controlam o sistema de ordenha robotizado.

O 5G promete revolucionar as nossas vidas, se fazendo presente em todos os tipos de produtos, indo de carros autônomos até óculos de realidade aumentada. Ah, sim, e você pode fazer o download de filmes em segundos com essa tecnologia.

Na prática, o 5G só entra em cobertura nacional na China, Japão ou Estados Unidos em 2023. O que dá uma boa ideia do quanto vai demorar para tal cenário chegar ao Brasil (espere dormindo). Até lá, as vacas já testam tal tecnologia.

 

 

Quando a vaca sente que está pronta para ser ordenhada, ela se aproxima da máquina, que por sua vez vai abrir os portões para proceder a ordenha. A máquina faz o reconhecimento de cada vaca para efetuar a ordenha com maior precisão. Como recompensa, a vaca é bem alimentada com uma boa refeição.

Os colares não machucam os animais, e permite que os seus tratadores sejam avisados em caso de sinais de sofrimento. Explorando com força o potencial do 5G bem antes da tecnologia de rede se tornar global.

Vale a pena reforçar que, no Brasil, a brincadeira do 5G ainda vai demorar um bocado para começar. As operadoras não estão com a menor pressa para implantar a nova rede por aqui, e o 4G brasileiro não funciona direito. Logo, nem precisa pensar no 5G nesse momento.

Mas eu fico feliz pelas vacas conectadas.

 

Via Reuters