Wetten.com Brasil Apostas
Home » Software » Tem algum problema em usar o Windows 10 sem licença?

Tem algum problema em usar o Windows 10 sem licença?

Compartilhe

Antigamente, muitos usuários pirateavam o Windows, sem qualquer tipo de escrúpulos. Afinal de contas, o sistema operacional da Microsoft custava o nosso rim, e você tinha que fazer uma escolha: ou colocava comida na mesa ou usava o software legalizado.

Hoje, isso não é necessário. O Windows 10 é um serviço da Microsoft, e foi distribuído de graça através de diferentes via. Até hoje é possível obter o sistema operacional sem custos, mas o normal é encontrar a licença e o software para venda.

Não são poucos os usuários que estão usando o Windows 10 sem licença ate hoje, e muitos deles se perguntam se isso é válido ou se pode resultar em problemas.

Então… chegou a hora de tranquilizar o coração de muita gente.

 

 

 

É legal, não é imoral e até pode engordar…

Vale a pena repetir isso: neste exato momento, depois de quase cinco anos de seu lançamento, qualquer pessoa pode fazer o download e a instalação do Windows 10 de graça sem precisar incluir uma chave de licença válida. Basta saltar essa parte do processo de instalação.

Por outro lado, para a Microsoft, o usuário está utilizando o Windows 10 sem ativação, e os termos de uso do sistema operacional alertam que só é possível utilizar o software se você tiver uma licença válida cadastrada no mesmo:

“Você está autorizado a usar este software apenas se tiver a licença apropriada e o software tiver sido ativado com êxito com uma chave de produto original ou um método autorizado”.

Mesmo assim, o Windows 10 ainda permite omitir o passo de ativação do sistema operacional para ser utilizado de forma permanente sem a chave de licença. Antes (no Windows XP, por exemplo), você tinha 30 dias para digitar um código de licença válido.

A Microsoft é muito mais permissiva com o Windows 10, permitindo o uso do sistema operacional sem uma licença válida e sem sanções ou punições legais. Você não será processado por pirataria nesse caso, e a economia também acontece ao evitar a contratação de advogados e visitas aos tribunais.

O que vai acontecer na prática é que os usuários sem licença do Windows 10 terão algumas limitações, com funções limitadas e desvantagens, como avisos que informam que o sistema operacional não foi ativado, ausência de personalizações do sistema operacional e a não permissão para uso dos serviços de sincronização da Microsoft.

 

 

 

O que aprendemos aqui?

Que a Microsoft está bem amigona, e quer que todo mundo use o Windows 10, não importa como. É óbvio que a gigante de Redmond quer que as pessoas utilizem o sistema operacional de forma legalizada, mas mais importante que isso é o número de usuários ativos na plataforma.

O Windows 10 deixar de ser um produto para se tornar um serviço resultou em um excelente benefício para os usuários em um sentido amplo. E fez com que muitos usuários não apenas se tornassem usuários legais do sistema operacional, mas também consumidores de outros produtos da empresa.

Eu mesmo aproveitei uma promoção do Office 365 e adquiri CINCO ANOS de assinatura para ter o OneDrive por um preço bem reduzido. Se o Windows 10 custasse mais de R$ 400, jamais teria investido meu dinheiro na nuvem da Microsoft.


Compartilhe