TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Tela com brilho automático ou manual: qual consome mais bateria no smartphone? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Tela com brilho automático ou manual: qual consome mais bateria no smartphone?

Tela com brilho automático ou manual: qual consome mais bateria no smartphone?

Compartilhe

O brilho da tela do smartphone e a forma em como cada usuário realiza esse ajuste é um tema de muito debate entre os usuários. Afinal de contas, todos querem economizar o máximo de bateria possível no dispositivo, e as opiniões sobre esse ponto são as mais diversas.

A resposta mais adequada para o seu caso pode variar de acordo com o modelo de smartphone que você usa e os seus hábitos com o dispositivo. Por exemplo, a Apple recomenda o uso de brilho automático, mas essa não é uma regra para todo mundo.

Neste artigo, vamos mostrar quando você deve usar o brilho automático na tela do smartphone, ou quando você deve usar o brilho manual.

 

O brilho automático consome mais, mas com ressalvas

Fato: o brilho automático na tela consome mais energia pelo simples fato de manter ativo o sensor que adapta o brilho de acordo com o ambiente onde o smartphone se encontra.

Porém, esse recurso melhorou bastante com o passar do tempo. O recurso agora se ajusta perfeitamente às condições de luminosidade e, em alguns casos, vale mais a pena deixar o brilho no automático do que recorrer ao ajuste manual.

Eu defendo o uso do brilho automático na tela porque hoje ele se ajusta mais rapidamente de acordo com o ambiente, melhora o conforto visual em cenários com elevada luminosidade e, em alguns casos, consome menos energia do que ter que modificar esse ajuste manualmente o tempo todo.

Sem falar que alguns smartphones conseguem aprender com o padrão de uso, permitindo que o brilho automático entre em ação de forma mais eficiente, o que resulta em um menor consumo de bateria sem abrir mão de uma melhor visibilidade dos conteúdos.

É claro que aqueles dispositivos que ajustam o brilho da tela para um ponto único e sem qualquer tipo de variação vão consumir menos bateria, principalmente quando a interface de usuário conta com o Modo Escuro ativo o tempo todo.

De modo opcional (ou adicional, dependendo do ponto de vista), você também pode configurar o smartphone para funcionar no modo de economia de energia, pois isso combinado com um brilho de tela sempre em baixa porcentagem vai resultar em uma elevada autonomia de bateria para os usuários que querem garantir um telefone funcionando no final do dia.

 

Depende de muitos fatores

Outros fatores precisam ser considerados antes de obter uma resposta definitiva sobre os ajustes do brilho automático ou manual.

O tipo de tela entra nessa equação. Telefones mais baratos com telas de LCD ou LED consomem mais bateria do que as telas com AMOLED ou OLED, que só ativam os pixels necessários para exibir as imagens.

Quando uma tela em AMOLED ou OLED exibem a cor preta, os pixels são desligados de forma individual, o que resulta diretamente em um menor consumo de energia. Desse modo, o brilho estático ou em 50% ou mais é algo desnecessário nesse tipo de tela, e o brilho automático neste caso é algo mais desejado.

Em resumo: não existe uma resposta única para todos os casos. A melhor alternativa é aquela que é a mais cômoda para o seu caso ou as suas necessidades.

 

Descubra como a tela consome energia no seu smartphone

Para descobrir o quanto que a tela do seu smartphone consome nos aspectos energéticos, vá em Ajustes > Bateria e Desempenho de Bateria > Tela, e dê uma olhada nos números que são exibidos nas informações.

E não se surpreenda se a tela do seu telefone consome tanta bateria no dispositivo, pois isso é algo absolutamente normal. Ela fica ligada a maior parte do tempo, consumindo energia. Logo, o seu consumo é naturalmente mais elevado do que outros itens de hardware.


Compartilhe