TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Tecnologias e dispositivos que morreram em 2022 | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Especial | Tecnologias e dispositivos que morreram em 2022

Tecnologias e dispositivos que morreram em 2022

Compartilhe

A tecnologia está em constante evolução e, como tal, alguns dispositivos e tecnologias acabam ficando obsoletos e perdendo espaço para novas inovações.

Ao longo de 2022, testemunhamos o desaparecimento de alguns produtos e recursos tecnológicos que, em alguns casos, prometeram muito, mas nunca chegaram a cumprir ou entregar todo o seu potencial.

Algumas tecnologias não estavam amadurecidas. Já outras foram atrapalhadas pelos seus criadores ou idealizadores. Em todos os casos, encontramos produtos que gora se tornam parte do passado. Quem sabe eles podem voltar renovados ou com os seus conceitos reformulados.

A partir de agora, vamos conhecer as sete tecnologias e dispositivos que morreram em 2022.

 

Google Stadia prometeu muito, mas não entregou

O Google Stadia foi um serviço de jogos em nuvem que foi lançado em 2019 com o objetivo de revolucionar a forma como os jogos são jogados. Em vez de possuir um console de jogos ou um computador potente, os jogadores poderiam simplesmente acessar os jogos através de um navegador de internet ou de um dispositivo móvel compatível. No entanto, após apenas alguns anos de existência, o Google anunciou que irá encerrar o Stadia até o final de 2022.

O Google Stadia enfrentou diversos problemas desde o seu lançamento, incluindo a falta de títulos exclusivos, a dependência de uma conexão de internet de alta velocidade e o fato de que muitos jogos não eram compatíveis com o serviço. Além disso, o Stadia enfrentou a concorrência de outros serviços de jogos em nuvem, como o PlayStation Now e o Xbox Game Pass, que ofereciam uma seleção mais ampla de títulos e um preço mais acessível.

Apesar de ter sido um fracasso, o Google Stadia ainda pode ser considerado uma experiência importante no mundo dos jogos. A ideia de jogar jogos sem a necessidade de um console ou de um computador potente é atraente, e é provável que outras empresas continuem a explorar essa ideia no futuro. No entanto, é evidente que ainda há muitos desafios a serem superados antes que essa tecnologia possa se tornar viável e amplamente adotada pelos jogadores.

É importante lembrar que a tecnologia de jogos em nuvem ainda está em sua infância, e pode ter um futuro brilhante. No entanto, é preciso que as empresas envolvidas trabalhem para superar os desafios atuais e oferecer um serviço que atenda às necessidades e expectativas dos jogadores.

 

 

O iPod finalmente descansou em paz

O iPod foi um dos dispositivos mais populares e inovadores da história da tecnologia da música. Lançado pela Apple em 2001, o iPod rapidamente se tornou um ícone da cultura pop e um símbolo da revolução digital que estava ocorrendo na época. No entanto, após mais de 20 anos de existência, a Apple anunciou o fim do iPod em 10 de maio de 2022.

O iPod foi o primeiro dispositivo de música portátil a permitir que os usuários armazenassem e reproduzissem suas músicas de forma fácil e conveniente. Antes do iPod, as pessoas tinham que carregar uma coleção de CDs ou usar walkmans para ouvir música em trânsito. O iPod mudou tudo isso, permitindo que as pessoas armazenassem centenas de músicas em um dispositivo pequeno e fácil de usar.

Além de mudar a forma como as pessoas ouviam música, o iPod também foi um dos primeiros dispositivos a introduzir o conceito de “ecossistema” em que o usuário poderia comprar músicas, filmes e outros conteúdos diretamente do dispositivo. Isso se tornaria um modelo de negócios bem-sucedido para a Apple e outras empresas de tecnologia.

No entanto, o iPod enfrentou uma série de desafios ao longo dos anos. A popularidade dos smartphones cresceu rapidamente, tornando os dispositivos de música portáteis menos necessários. Além disso, a popularidade das plataformas de streaming de música, como o Spotify e o Apple Music, também contribuiu para o declínio do iPod.

O iPod foi um marco na história da tecnologia e ajudou a moldar a forma como as pessoas ouvem música até hoje. Sua influência ainda será sentida por muito tempo.

 

O fracasso do Facebook com o Meta Portal

O Facebook é uma das redes sociais mais populares do mundo, mas também tem sido alvo de críticas constantes por suas práticas de privacidade. A rede social foi acusada por diversas vezes de compartilhar dados privados de usuários com outras empresas e de extrair dados privados sem permissão, mesmo de usuários que não eram da rede social.

Essas revelações vieram à tona quando o Facebook anunciou seus planos de lançar o Meta Portal, um dispositivo de vigilância para ser colocado em casa que incluía um microfone e uma câmera. O objetivo era permitir que o Facebook monitorasse ainda mais a vida dos usuários, colocando dispositivos de vigilância na sala, na cozinha e no quarto.

Claro que essa ideia foi recebida com grande resistência e críticas dos usuários e da mídia. Muitos argumentaram que o Meta Portal violaria a privacidade dos usuários e que o Facebook não tinha o direito de monitorar ainda mais a vida das pessoas. Devido à pressão, o Facebook decidiu cancelar o lançamento do Meta Portal e anunciou que a divisão responsável pelo dispositivo não estaria mais disponível para compra.

O fracasso do Meta Portal é uma lição importante sobre a importância da privacidade e do consentimento. As empresas de tecnologia têm um grande poder e responsabilidade quando se trata de coletar e usar os dados dos usuários, e é crucial que respeitem os direitos e a privacidade das pessoas. O fracasso do Meta Portal foi um lembrete de que as empresas precisam ser transparentes e éticas em suas práticas de privacidade, e que os usuários têm o direito de controlar como seus dados são usados.

 

 

Intel Optane era muito promissora, mas não vingou

A Intel Optane foi uma tecnologia de memória endereçada a bits que foi anunciada pela primeira vez pela Intel em 2015. A tecnologia foi promovida como a convergência entre a memória RAM (DRAM) e o armazenamento de estado sólido, usando tecnologia de mudança de fase para armazenar dados em vez de capturar elétrons como a tecnologia NAND.

Infelizmente, apesar de ter sido promovida como uma tecnologia revolucionária, o Intel Optane não conseguiu atrair muitos usuários devido ao seu alto preço e à melhoria da RAM DDR5 e às enormes velocidades dos novos SSDs. Em 2022, a Intel anunciou que encerraria o projeto 3D XPoint, marcando o desaparecimento da Intel Optane.

A tecnologia de memória endereçada a bits foi uma ideia inovadora que quase não teve adoção entre os usuários, mas ainda assim teve um impacto significativo na indústria da tecnologia. É provável que vejamos novas tecnologias e ideias similares surgirem no futuro.

 

 

O sistema operacional BlackBerry durou demais

O sistema operacional BlackBerry foi um dos primeiros sistemas operacionais móveis a ser desenvolvido e foi amplamente utilizado em dispositivos móveis como smartphones e tablets. Lançado pela primeira vez em 1999, o BlackBerry rapidamente se tornou um ícone da tecnologia móvel e um símbolo da revolução digital que estava ocorrendo na época.

No entanto, após mais de 20 anos de existência, a empresa responsável pelo BlackBerry anunciou em 2022 que o sistema operacional seria encerrado. O fim do BlackBerry se deveu a uma série de fatores, incluindo a popularidade crescente de outros sistemas operacionais móveis, como o Android e o iOS, e a mudança dos usuários para smartphones com tela sensível ao toque.

Seu impacto na indústria da tecnologia móvel é mais que evidente. O BlackBerry foi um dos primeiros dispositivos móveis a oferecer serviços de e-mail e mensagens de texto, e ajudou a moldar a forma como as pessoas usam seus dispositivos móveis até hoje.

 

Amazon Drive morreu “de repente”

O Amazon Drive foi um dos serviços de armazenamento em nuvem mais populares disponíveis no mercado. Lançado pela Amazon em 2011, permitia aos usuários armazenar arquivos, fotos e outros tipos de conteúdo na nuvem e acessá-los de qualquer lugar com uma conexão com a internet.

No entanto, em 2022, a Amazon anunciou que o Amazon Drive seria encerrado. O fim do serviço se deveu a uma série de fatores, incluindo a crescente popularidade de outros serviços de armazenamento em nuvem, como o Google Drive e o iCloud, e a mudança dos usuários para opções de armazenamento local, como dispositivos de armazenamento externos e discos rígidos externos.

A boa notícia é que existem muitas outras alternativas de armazenamento em nuvem disponíveis no mercado. Além dos serviços mencionados acima, existem também outras opções, como o Microsoft OneDrive e o Dropbox, que oferecem recursos semelhantes e permitem que os usuários armazenem e acessem arquivos na nuvem.

 

Internet Explorer FINALMENTE morreu, e não volta nunca mais

O Internet Explorer finalmente morreu em 2022, e isso é um marco importante na história da tecnologia da internet.

O Internet Explorer foi um dos primeiros navegadores web a ser desenvolvido e foi amplamente utilizado durante a primeira década da internet. No entanto, ao longo dos anos, ele foi superado por outros navegadores, como o Google Chrome, o Mozilla Firefox e o Safari, que ofereciam uma experiência de navegação mais rápida e segura.

O fim do Internet Explorer é uma lembrança de que a tecnologia está sempre evoluindo e que as empresas precisam se adaptar para se manterem relevantes. A Microsoft reconheceu isso e lançou o Microsoft Edge, um navegador moderno e poderoso que oferece uma experiência de navegação muito superior e alinhada com tudo o que oferece a internet neste momento.


Compartilhe