Arquivo para a tag: ZTE

ZTE Axon 7 Mini é apresentado na IFA 2016

by

ZTE Axon 7 Mini

 

A ZTE apresentou a IFA 2016 o ZTE Axon 7 Mini, versão simplificada do bem sucedido Axon 7. ]

ZTE Axon 7 Mini: principais características

O modelo possui tela de 5.2 polgeadas (Full HD, 424 pixels por polegada), mantendo o corpo com design de alumínio do modelo original. Além disso, os alto-falantes frontais também estão mantidos, mas estão mais potentes.

O ZTE Axon 7 Mini conta com uma câmera traseira de 1 6 MP (f/1.9) com flash single tone. O sensor frontal possui 8 MP.

Sua bateria possui 2.707 mAh, e faz uso do Quick Charge 2.0, prometendo uma recarga de até 46% de sua autonomia de bateria em apenas 30 minutos.

Seu processador é um Qualcomm Snapdragon 617, trabalhando com 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento. Recebeu também um leitor de digitais e suporte para dual SIM card.

É o típico smartphone que tem como prioridade oferecer uma boa relação custo-benefício. Levando em conta seus componentes e os materiais empregados no seu acabamento, esta é uma opção mais do que razoável.

O ZTE Axon 7 Mini em preço sugerido de 299 euros.

ZTE Blade A512, novo smartphone de entrada para o verão europeu

by

ZTE Blade A512

A ZTE apresentou oficialmente o ZTE Blade A512, um smartphone de entrada que promete um funcionamento suave e sem contratempos.

O smartphone possui uma tela de 5 polegadas (HD, 294 pixels por polegada), processador Qualcomm Snapdragon 425 quad-core (Cortex A53 de 28 nanômetros) a 1.4 GHz, gráficos OpenGL ES 3.1, 4G LTE Cat 4 e sistema de recarga rápida Quick Charge 2.0.

O modelo ainda conta com 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 32 GB), câmeras de 13 MP e 5 MP e bateria de 2.540 mAh.

ZTE Blade A512 02

O ZTE Blade A512 é um modelo exclusivo da Vodafone na Europa, e custa 150 euros, sem planos de dados vinculados.

ZTE ZMax Pro, um phablet de 6 polegadas com preço de smartophone de entrada

by

ZTE ZMax Pro

A ZTE apresentou oficialmente o ZTE ZMax Pro, um phablet de 6 polegadas de tela, mas com um preço muito ajustado e sem renunciar aos componentes de qualidade.

 

Tela grande, preço pequeno

Muitos modelos mais acessíveis apostam em telas de grandes dimensões, mas com uma resolução de tela muito muito baixa, limitando a experiência de uso. Isso não acontece com o ZTE ZMax Pro.

ZTE ZMax Pro 01

Sua tela é uma IPS de 6 polegadas (Full HD, 367 pixels por polegada), processador Snapdragon 617 octa-core com arquitetura de 64 bits, trabalhando com uma GPU Adreno 405, 2 GB de RAM, 32 GB de armazenamento, câmera traseira de 13 MP com foco por detecção de fase, gravação de vídeos Full HD e flash LED, e câmera frontal de 5 MP.

Na parte de conexões, o ZTE ZNMax Pro possui suporte para dual SIM, porta USB Type-C, sensor de digitais na parte traseira e bateria de 3.400 mAh, com autonomia prometida de até 25 horas de conversação, ou 400 horas em standby.

O ZTE ZMax Pro não tem lançamento previsto para outros países, mas sabemos que ele deve custar apenas US$ 99 livres de contrato. Agora, resta torcer para que o dispositivo seja lançado em outros mercados globais.

ZTE anuncia cinco lançamentos de smartphones para a Eletrolar 2016

by

ZTE-Logotype-Vector

A ZTE anunciou cinco novos smartphones para o mercado brasileiro, que serão apresentados na 11ª edição da Eletrolar, maior feira de eletrônicos, eletrodomésticos, celulares, utilidades domésticas e TI da América Latina.

Será a primeira vez que a marca vai participar da Eletrolar, e os smartphones apresentados cobrem todas as categorias de produto, com preços que variam entre R$ 429 e R$ 999.

 

Os produtos que serão apresentados pela ZTE na Eletrolar 2016

ZTE L5

ztel5

O ZTE L5 conta com conectividade 3G, dual chip, tela de 5 polegadas, câmeras de 8 MP e 2 MP, processador dual-core de 1.3 GHz, sistema operacional Android 5.1 Lollipop, 8 GB de armazenamento (expansíveis via microSD)m, 1 GB de RAM, rádio FM, MP3 player e autonomia de bateria de até 500 horas em standby, ou 240 horas de conversação. O modelo já está no mercado nacional, e tem preço sugerido de R$ 599.

 

ZTE L110

zte-l110

O ZTE L110 é um modelo de entrada, com conectividade 3G, processador quad-core de 1.3 GHz, tela de 4 polegadas, câmeras de 5 MP e 2 MP, 4 GB de armazenamento interno e 512 MB de RAM. Seu preço sugerido é de R$ 429, e sua chegada ao mercado brasileiro está prevista para setembro de 2016.

 

ZTE A110

zte-a110

O ZTE A110 tem tela de 4 polegadas, sistema operacional Android 5.1 Lollipop, processador quad-core de 1.0 GHz, 8 GB de armazenamento, 1 GB de RAM e câmeras de 8 MP e 5 MP. Seu preço sugerido é de R$ 549, e seu lançamento está previsto para o mês de setembro.

 

ZTE A510

zte-a510-1

O ZTE A5210 é um modelo com redes 4G LTE, sistema operacional Android 5.1 Lollipop, câmeras de 13 MP e 8 MP, tela de 5 polegadas (HD), processador quad-core de 1 GHz, 8 GB de armazenamento e 1 GB de RAM. Seu preço sugerido é de R$ 799, e seu lançamento está previsto para o mês de setembro.

 

ZTE A610

zte-a610

O ZTE A610 é o mais completo de todos. O modelo possui tela de 5 polegadas (IPS), processador qua-core de 1.3 GHz, 16 GB de armazenamento, 2 GB de RAM, câmeras de 13 MP e 8 MP e conectividade 4G. Seu preço sugerido é de R$ 999, e tem lançamento previsto para o mês de setembro.

Nubia N1, um intermediário bem completo, com bateria de 5.000 mAh

by

Nubia N1 07

A Nubia, segunda marca da ZTE, apresentou oficialmente o Nubia N1, modelo de linha média que se destaca pela sua bateria de 5.000 mAh.

A ideia aqui é resolver de uma vez por todas o problema da autonomia de bateria, mas ao mesmo tempo entregar um modelo de linha média competente para as principais atividades da maioria dos usuários.

Nubia N1 02

Não é todo dia que vemos uma bateria de 5.000 mAh em um smartphone, e a ZTE garante que o Nubia N1 pode alcançar os três dias de autonomia de uso moderado, o dobro do que encontramos em outros smartphones. Seu chassi de alumínio possui bordas e cantos arredondados, nas cores outro e prata. Dimensões e peso não foram revelados.

Sabemos que sua tela mede 5.5 polegadas (Full HD, 401 pixels por polegada), sua câmera frontal possui 13 MP de resolução, assim como a câmera traseira, que possui estabilizador ótico, lente f/2.2 e foco por detecção de fase. Na parte traseira também temos um sensor de digitais que é capaz de desbloquear o Nubia N1 em apenas 0.2 segundos.

 

Nubia N1: especificações técnicas

Nubia N1

Além da bateria, o Nubia N1 abriga um processador MediaTek Helio P10 octa-core (Cortex A53), GPU Mali T860, 3 GB de RAM, 64 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 128 GB), suporte ao dual SIM (Nano SIM) e sistema operacional Android 6.0 Marshmallow com a interface Nubia UI 4.0.

O Nubia N1 foi apresentado na China, e não há indícios de que vai cruzar outras fronteiras, mas nunca descartamos os importadores ou sites que vendem produtos do mercado asiático com longos prazos de entrega. Seu preço sugerido é de 228 euros.

Nubia N1 09 Nubia N1 03 Nubia N1 04 Nubia N1 05 Nubia N1 06 Nubia N1 08

Via Nubia

ZTE Nubia Z11, um autêntico smartphone top de linha

by

ZTE Nubia Z11

A ZTE apresentou oficialmente o novo smartphone ZTE Nubia Z11, um novo modelo top de linha, com design de qualidade e preço mais acessível que a concorrência.

O ZTE Nubia Z11 se destaca por sua tela sem bordas laterais, além de um conjunto de especificações muito completo, com 6 GB de RAM, processador Snapdragon 820 e câmera de 16 MP com foco automático por detecção de fase, além de outras especificações.

 

Um design metálico e sem bordas

ZTE Nubia Z11 02

O design é um dos pontos fortes do Nubia Z11, especialmente pela sua quase imperceptível borda que limita as laterais da tela. A ideia da ZTE foi oferecer o máximo de área de interação possível.

O ZTE Nubia Z11 opta por uma construção de alumínio resistente e em quatro cores (dourado, ouro rosa, cinza e prata). Sua tela de 5.5 polegadas ocupa quase toda a parte frontal, que convive com a tecla de início com o clássico círculo vermelho do logotipo da Nubia. Além da câmera, a parte traseira recebe um sensor de digitais.

A resolução da tela é Full HD (1920 x 1080 pixels), o que é mais que o suficiente para oferecer a nitidez para qualquer tipo de interação, exceto para a realidade virtual. Essa tela é revestida pelo cristal Gorilla Glass 3 2.5D, que suaviza a junta com o chassi e reforça o efeito sem bordas.

ZTE Nubia Z11 03

 

Nas câmeras, o ZTE Nubia Z11 conta com um sensor traseiro de 16 MP (f/2.0) com foco por detecção de fase e estabilizador ótico. A câmera frontal recebe um sensor de 8 MP com BSI (f/2.4) e o modo de embelezamento para selfies.

 

ZTE Nubia Z11: especificações técnicas

O Nubia Z11 aposta no processador Snapdragon 820, acompanhado de 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento no modelo básico, e 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento no modelo avançado. Nos dois casos, o armazenamento é expansível via microSD de até 200 GB.

A ZTE também garante que o Nubia Z11 oferece mais qualidade nas chamadas, e uma conexão LTE mais rápida com um menor consumo de bateria. Seu WiFi é dual-band, o Bluetooth 4.1 está presente e a porta USB Type-C também. O modelo recebe o sistema operacional Android 6.0 Marshmallow, revestido pela interface Nubia UI 4.0.

ZTE Nubia Z11 04

 

O ZTE Nubia Z11 tem preços sugeridos de 340 e 475 euros (para as versões com 4 GB de RAM/64 GB de armazenamento e 6 GB de RAM/128 GB de armazenamento, respectivamente). Os valores podem aumentar quando esses modelos chegarem a outros mercados globais.

 

Via Nubia

ZTE Nubia Z11 Max: 6 polegadas e 2 dias de autonomia por 300 euros

by

682016104512AM_635_zte_nubia_z11_max

A ZTE apresentou oficialmente o ZTE Nubia Z11 Max, um phablet pensado no mercado chinês, mas que pode chegar em outros mercados, por conta de sua tela de 6 polegadas e elevada autonomia de bateria.

Nada nesse dispositivo é pequeno. Começamos com uma tela de 6 polegadas, que por contar com resolução Full HD já larga na frente nessa elevada autonomia de bateria. A ZTE optou por uma tela Super AMOLED de 6 polegadas com Gorilla Glass 3 e 367 pixels por polegada.

O ZTE Nubia Z11 Max conta com um processador Snapdragon 652 octa-core de 1.86 GHz, com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento (expansíveis via microSD). Nas câmeras, temos um sensor traseiro da Sony (IMX298) com 16 MP de resolução (f/2.0), com foco por detecção de fase e flash LED. Na parte frontal, um sensor de 8 MP para selfies com pixels de 1.4 mícrons.

id176316_1

O ZTE Nubia Z11 Max conta também com slot dual SIM LTE, corpo metálico de 7.4 milímetros de espessura, bateria de 4000 mAh compatível com o modo Quick Charge 3.0 e sistema operacional Android 5.1.1 Lollipop, com a interface Nubia UI 3.9.9.

É preciso também destacar, além do design, o uso de materiais desse smartphone. A excelente relação entre o tamanho do dispositivo e sua tela deixa bordas muito estreitas e pouco espaço nas partes superior e inferior, com quase 84% da parte frontal ocupada pela tela. É um dispositivo com 6 polegadas que não deve ficar tão grande na mão, com uma construção sólida e resistente.

A ZTE implantou recursos exclusivos no ZTE Nubia Z11 Max, como sua tecnologia NeoPower 2.0, que promete até 114 horas de reprodução de música, 8,33 horas de navegação na internet e até 13 horas de uso de aplicativos de redes sociais, que se traduz em dois dias de uso sem maiores problemas. Já o software de câmera Neovision 5.9 oferece estabilização de imagem por software, redução de ruído nas fotos, tecnologia de isolamento de pixels DTI e LTM e uma série de filtros que podem ser aplicados em tempo real na foto.

ZTE Nubia Z11 Max-03

Por enquanto, o ZTE Nubia Z11 Max será lançado exclusivamente na China, mas é de se esperar que outros mercados recebam o modelo. Disponível em três cores (preto, cinza e branco), chega ao mercado no dia 16 de junho. Contará com uma edição especial serigrafada e inspirada no jogador de futebol do Real Madrid, Cristiano Ronaldo.

O modelo base custa na China 270 euros (já convertidos), mas somando o transporte o valor pode chegar a 300 euros. Para a versão especial de Cristiano Ronaldo, o valor sobe para 320 euros.

 ZTE Nubia Z11 Max-02

Via Gizmochina

ZTE anuncia o seu próprio kit de realidade virtual

by

VR-ZTE

A ZTE apresentou em conjunto com o seu smartphone Axon 7 um kit de realidade virtual que, em essência, é uma adaptação do conceito já visto no Gear VR da Samsung, que recorre ao uso de um smartphone para oferecer uma experiência de realidade virtual completa.

É preciso deixar claro que o fato de serem parecidos não quer dizer que eles são iguais, uma vez que o kit da ZTE é superior ao da Samsung, já que conta com os seus próprios sensores, e não recorre aos sensores do smrtphone. Por isso, as latências são consideravelmente menores, chegando a 16.7 milissegundos (em teoria), garantindo uma experiência fluída e imersiva.

A ZTE foi muito escassa nos detalhes, mas imaginamos que os mesmos serão esclarecidos nos próximos dias. Por enquanto, tudo indica que ele será compatível com a plataforma DayDream, mas o kit não está baseado nos padrões dados pela Google para a mesma.

zte-axon-7-2

Não há detalhes sobre o seu preço, mas em teoria ele não deve ser muito caro. Salvo surpresas, tudo indica que ele será compatível exclusivamente com o ZTE Axon 7, um modelo top de linha com processador Qualcomm Snapdragon 820, tela de 5.5 polegadas (QHD), câmeras de 20 MP e 8 MP e configurações de 4 GB de RAM/64 GB de armazenamento, ou 6 GB de RAM/128 GB de armazenamento. Seu preço inicial sugerido é de US$ 450.

Via PhoneArena

ZTE Axon 7, um rival para o OnePlus 3

by

ZTE Axon 7-12

A ZTE apresentou oficialmente o ZTE Axon 7, um smartphone com duas características bem potentes: uma configuração digna de um modelo top de linha e um preço muito competitivo, pelo menos nos Estados Unidos.

O novo ZTE Axon 7 possui uma tela de 5.5 polegadas (AMOLED, QHD, 532 pixels por polegada), algo já visto no Galaxy S7 Edge. Seu processador é um Qualcomm Snapdragon 820, que trabalha com duas versões de especificações de memórias: 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento, e 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Nos dois casos é possível expandir o armazenamento via microSD.

As câmeras do ZTE Axon 7 são muito potentes, com 20 MP (f/1.8) na traseira (com flash dual tone e gravação de vídeos em 4K/30 FPS) e 8 MP (f/2.2) na frontal. O software de câmera conta com modos de embelezamento e melhorias de imagem.

ZTE Axon 7-11

Além do sensor de digitais, na parte traseira temos dois alto-falantes estéreo apoiados por dois chips de áudio dedicados (AK4961 e AK4490) com som Surround. Estamos diante de um smartphone dual SIM LTE Cat 12/13 gerenciado pelo Android 6.0.1 Marshmallow, com porta USB Type-C, medidas de 151.7 x 75 x 7.9 mm e peso de 185 gramas, alimentado por uma bateria (removível) de 3250 mAh com carga rápida Quick Charge 3.0.

Por enquanto, o ZTE Axon 7 será lançado nos Estados Unidos, por um preço de US$ 450 para o modelo com 4 GB de RAM e 32 GB de armazenamento. O dispositivo chegará acompanhado de um óculos de realidade virtual, que supostamente será compatível com o DayDream, sistema anunciado pela Google para o Android N. Os dois modelos chegam ao mercado a partir do dia 2 de junho.

ZTE Axon 7-10 ZTE Axon 7 ZTE Axon 7-08 ZTE Axon 7-09 ZTE Axon 7-07 ZTE Axon 7-06 ZTE Axon 7-05

ZTE ZMax Pro aparece antes do seu anúncio oficial

by

ZTE ZMax Pro

O ZTE ZMax Pro aparece na web antes do seu anúncio oficial, pelas mãos do @evleaks (aka Evan Blass, do VentureBeat). Com a imagem, parte das características técnicas do dispositivo foram reveladas.

O ZTE ZMax Pro contaria com tela de 6 polegadas (1080p), de tamanho equivalente ao Imperial Max (na foto que ilustra o post, à direita), modelo apresentado recentemente nos Estados Unidos. O processador também seria similar, onde no caso do modelo a ser lançado seria o Snapdragon 617 (e não o 615) octa-core a 1.5 GHz, com 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento.

A diferença mais notável entre os dois modelos estaria na parte traseira. O ZTE ZMax Pro contaria com uma câmera traseira de 13 MP, um sensor frontal de 5 MP e um leitor de digitais integrado na parte traseira.

Este é um modelo que pode ser um forte rival para o Xiaomi Mi Max, já que seu preço inicial sugerido de 133 euros é muito baixo. Todos esses dados podem ser confirmados ou desmentidos durante o verão do hemisfério norte.

Bem sabemos que a ZTE tem tímida participação no mercado brasileiro, o que não nos deixa muitas perspectivas positivas para ver este smartphone em nosso mercado. Mas não custa nada torcer um pouco por isso, certo?

Via VentureBeat

ZTE Nubia Z11 Mini, mais um pequeno notável da China

by

zte-nubia-11-mini

 

A ZTE apresentou oficialmente o ZTE Nubia Z11 Mini, um smartphone que tem como objetivo potencializar a expansão internacional da marca, com um dispositivo de alto nível e preço competitivo.

O novo ZTE Nubia Z11 Mini conta com uma tela LCD de 5 polegadas (2.5D) com resolução Full HD (440 ppp), além de abrigar um processador Qualdomm Snapdragon 617, trabalhando em conjunto com 3 GB de RAM LPDDR3. Sua opção única de armazenamento é de 64 GB (não expansível), câmera traseira de 16 MP (sensor Sony IMX298, f/2.0) com foco de alta velocidade, estabilizador ótico e PDAF e sensor frontal de 8 MP (f/2.4) com lente capaz de capturar fotos de até 80 graus.

zte-nubia-z11-mini-03

O Nubia Z11 Mini chegará ao mercado com o sistema operacional Android 5.1 Lollipop com a interface customizada pelo fabricante, além de leitor de digitais na parte traseira e NFC. Sua bateria possui 2.800 mAh, que combinam com o perfil fino e arredondado que o dispositivo oferece. No seu design, temos bordas de metal, uma parte frontal protegida pela Gorilla Glass na tela, e parte traseira reservada ao plástico.

zte-nubia-z11-mini-02

O ZTE Nubia Z11 Mini estará disponível na China nesse mês de abril, mas sem data de lançamento definida. Seu preço sugerido é de 230 euros (já convertidos), com opções de cores branco, dourado e prata, além de uma futura versão com traseira de madeira, que não tem previsão de chegada ao mercado.

Dois modelos do ZTE Nubia X8 aparecem no TENAA

by

zte-nubia-x8-tenaa

Depois do aparecimento do Huawei Honor 5C, o site de certificação chinês TENAA revela imagens dos novos modelos ZTE Nubia X8 e ZTE Nubia X8 Max.

Os modelos são especulados desde o ano passado, e as imagens coincidem com as fotos vazadas em outubro de 2015, e se distanciando das imagens vazadas em maio (um render exagerado). A ZTE é mais uma que aposta em dois smartphones, um mais potente (e provavelmente maior) e um mais básico. Do seu antecessor, o Nubia X8, ele conserva pouco além do seu design, uma vez que os dois smartphones seriam um pouco mais modestos no hardware.

De acordo com as informações do TENAA, o Nubia NX523J seria o modelo com 6 polegadas, e o Nubia NX527J contaria com 5.5 polegadas. Os nomes de código são para os possíveis nomes Nubia X8 e X8 Max, ou Nubia X8 Mini e Nubia X8 Mini e Nubia X8. As possíveis especificações dos dois modelos são as seguintes:

Nubia NX523J

– Tela de 6 polegadas Full HD
– Processador Snapdragon 652 octa-core de 1.8 GHz
– 4 GB de RAM
– 64 GB de armazenamento interno (expansível)
– Câmeras de 16 MP e 8 MP
– Sistema operacional Android 5.1.1 Lollipop
– Leitor de digitais na parte traseira
– Bateria de 4.000 mAh
– Dimensões e peso: 159,15 x 82,25 x 7,4 mm, 138 gramas

 

Nubia NX527J

– Tela de 5.5 polegadas Full HD
– Processador Snapdragon 617 octa-core a 1.5 GHz
– 4 GB de RAM
– 32 GB de armazenamento interno
– Câmeras de 16 MP e 8 MP
– Sistema operacional Android 5.1.1 Lollipop
– Leitor de digitais na parte traseira
– Bateria de 2.900 mAh

Os dois modelos são construídos em metal, com linha similares, com a diferença do posicionamento da câmera, que só conta com certa protuberância do sensor no modelo menor. Além disso, ainda que o processador seja diferente, ambos se mantém em 4 GB de RAM.

Ainda sobre o design, os dois modelos removem as bordas laterais na tela, deixando uma média de 70% de área útil na parte frontal. A má notícia é o fato dos dois modelos ainda manterem versões antigas do Android.

Por enquanto, só temos esses vazamentos, e nada confirmado pela ZTE, mas especula-se que no dia 19 de março teremos a apresentação dos dois smartphones na China. Também não é revelada a disponibilidade de compra online.

zte-nubia-x8-tenaa-01 zte-nubia-x8-tenaa-02 zte-nubia-x8-tenaa-03 zte-nubia-x8-tenaa-04

Via Android Headlines

ZTE Spro Plus, um tablet que esconde um micro projetor

by

ZTE Spro Plus-01

A ZTE apresentou na MWC 2016 um novo tablet, o Spro Plus, que possui um completo projetor integrado no seu corpo.

Temos aqui um curioso dispositivo que pode ser qualificado como um 2 em 1, já que é capaz de funcionar como tablet e projetor, uma vantagem que, ao mesmo tempo, implica em uma desvantagem: medidas e peso consideráveis. Mesmo assim, é uma solução interessante, que vem equipada com uma tela touch Super AMOLED de 8.4 polegadas (2560 x 1440 pixels), processador Snapdragon 801, 3 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, bateria de 12.100 mAh, conectividades WiFi e LTE (opcional), Bluetooth e Android 6.0 Marshmallow.

ZTE Spro Plus-02

Seu projetor laser é de 500 lúmens e tem uma resolução de 1280 x 800 pixels, sendo capaz de simular uma tela de 80 polegadas a 2.4 metros de distância da superfície. Do mais, conta com dois alto-falantes JBL de 4W de potência, completando suas possibilidades multimídia.

O produto chega ao mercado no verão, mas não teve o seu preço anunciado.

ZTE Spro Plus-03

Via SlashGear

Nubia Z11 vai repetir a estratégia da tela sem bordas e baixa espessura

by

nubia-z11-leak

Esperava-se mais da Nubia (uma marca da ZTE) na CES 2016. Eles anunciaram a expansão de suas operações na América Latina e nada mais. O Nubia Z11 não foi anunciado como esperado, mas o smartphone top de linha apareceu de forma não oficial, em imagens muito bem detalhadas, que mostram a sua tela sem bordas.

O Gizchina mostra que o smartphone mantém o seu design frontal sem bordas já visto no seu antecessor, o Nubia Z9. Sobre suas características, a ZTE quis fazer frente aos modelos mais potentes da concorrência, ao incorporar um processador Qualcomm Snapdragon 820 e 4 GB de RAM.

 

Especificações: Nubia Z11

– Tela de 5.2 polegadas (QHD)
– Processador Qualcomm Snapdragon 820
– 4 GB de RAM
– 128 GB de armazenamento
– Câmera traseira de 20.7 MP com flash dual-LED e frontal de 13 MP
– Leitor de digitais na parte traseira
– Construído em metal

Está claro aqui o objetivo do fabricante em oferecer o mais potente modelo possível, algo que eles levam em consideração agora que estão em mais países. Eles conseguiram reduzir ainda mais as bordas superior e inferior, o que nos leva a crer que essa estratégia funcionou no Nubia Z9.

O Nubia Z 11 parece se inspirar naquilo que foi oferecido por outros fabricantes: apostar nas especificações extremas. Também vemos que o dispositivo é aparentemente bem fino (mais fino que o Nubia Z9, a julgar pelas imagens vazadas), algo que pode repercutir no manejo e na ergonomia, questionando a comodidade de uso, já que em determinadas situações a baixa espessura é excessiva.

Com a nova distribuição, a marca abre canais de venda em outros mercados, algo importantes para ajudar no crescimento do fabricante. Resta saber o preço de lançamento do Nubia Z11, uma vez que o modelo antecessor era um top de linha que custava entre US$ 500 e US$ 600. Sua apresentação oficial acontece no dia 18 de janeiro.

Mais imagens a seguir.

nubia-z11-leak-06 nubia-z11-leak-05 nubia-z11-leak-04 nubia-z11-leak-03 nubia-z11-leak-02 nubia-z11-leak-01

 

Via Gizmochina

ZTE Axon Max, um smartphone simplesmente gigante

by

ZTEAXONMax_2

O ZTE Axon Max foi apresentado na China, e se destaca pela descomunal tela de 6 polegadas, a presença de um processador Qualcomm octa-core, bateria acima dos 4.000 mAh e câmera frontal de 13 megapixels. Outros aspectos destacáveis do ZTE Axon Max estão na inclusão da porta USB Type-C, dual SIM card, leitor de digitais e suporte para áudio a 24-bit ADC.

 

Especificações do ZTE Axon Max

– Tela AMOLED de 6 polegadas (Full HD)
– Chipset Qualcomm Snapdragon 617
– 3 GB de RAM
– 32 GB de armazenamento (expansíveis via microSD de até 128 GB)
– Câmeras: 13 MP (frontal) e 16 MP (traseira)
– Conectividades microUSB, WiFin, 3G, microSD, GPS, 4G+
– Dimensões: 160 x 80 x 7,5 mm
– Bateria: 4.140 mAh
– Outros: USB Type C, dual SIM, leitor de digitais, modo de recarga rápida

O ZTE Axon Max recebe o sistema operacional Android 5.1 pré-instalado, revestido pela interface de usuário MiFavor 3.2. Seu preço é de 400 euros (já convertidos), e será comercializado na China. Não há disponibilidade confirmada para outros mercados.

ZTE, Lenovo e Xiaomi estão preparando os seus próprios SoCs

by

ARM1

Mais de uma empresa decidiu apostar na fabricação dos seus próprios SoCs. A Huawei, com os seus conhecidos Kirin, seguiu os passos da Samsung, e agora, ZTE, Lenovo e Xiaomi querem se unir ao clube.

A informação é escassa, mas bem clara. As três gigantes do setor de smartpones já estariam trabalhando para desenvolver seus próprios SoCs baseados em processadores com arquitetura ARM, mas sem relevar qual a GPU que cada um deles vai receber (ou Mali, ou PowerVR).

A ZTE teria recebido US$ 73,8 milhões de um fundo nacional chinês para o projeto, enquanto que a Xiaomi teria se associado com a Leadcore Technology para ter o seu SoC pronto já em 2016. Da Lenovo não temos detalhes, mas dado o tamanho da empresa, eles não devem ter problemas para seguir com seus planos.

A guerra no setor de smartphones chegou a tal ponto que os fabricantes preferem apostar nos seus próprios SoCs como elemento diferenciador. Algo que Apple e Samsung já faz a algum tempo.

Via NextPowerUP!

ZTE Blade S7 vem aí, com carcaças metálicas e muitas cores

by

ZTE Blade S7-01

O ZTE Blade S7 está chegando, e terá especificações muito atraentes e um preço competitivo para o mercado atual.

O modelo pode ser considerado um de linha média-alta com algumas características que o diferencia de outras opções do mercado: 3 GB de RAM, tela Full HD 2.5D de 5 polegadas e câmera traseira de 13 megapixels. O design do modelo que apareceu na web também é de chamar a atenção positivamente.

A má notícia é que o ZTE Blade S7 possui um processador Snapdragon 615 octa-core com GPU Andreno 405, o que é abaixo de alguns dos seus concorrentes diretos. Porém, pode ser o suficiente para a maioria dos usuários, mais ainda em tempos onde o Android está se demonstrando muito fluído com quase qualquer processador. Os 3 GB de RAM devem ajudar na boa experiência de usuário.

ZTE Blade S7-02

Parece que a ZTE quer estimular a sua família de smartphones com carcaças metálicas e chamativas cores. Além disso, teremos conectividade 4G, sensor de digitais no botão Home frontal, 7.2 mm de espessura, bateria de 2.500 mAh e Android 5.1 de fábrica complementam as especificações do dispositivo que deve custar aproximadamente 300 euros.

Via GizChina

ZTE acusa Huawei de basear design do Nexus 6P no do Grand S

by

zte-huawei-nexus-6p

 

A ZTE faz duras críticas ao design do Nexus 6P, alegando que a Huawei baseou o seu desgin no Grand S.

O Nexus 6P não é o primeiro a usar esse detalhe, e provavelmente não será o último. Fato é que tanto ele como o Grand S contam com isso em comum, na mesma posição e na mesma cor, com pequenas diferenças para se adaptar ao design global de cada dispositivo. A imagem acima mostra isso claramente.

Lu Quian Hao, gerente de marketing da ZTE, levantou a questão na rede social chinesa Weibo, de forma indireta e sem citar o Nexus 6P. Mas para bom entendedor…

zte-grand-s

A franja negra do Nexus 6P também divide opiniões entre os usuários. Há quem gosta, há quem não gosta. Para a equipe de design da Huawei, sua implementação é necessária, pois é a parte do smartphone que integra as antenas, o chip NFC e toda a eletrônica da câmera.

A bola agora está nas mãos da Huawei e da Google, mas o mais provável é que eles nem vão responder aos ataques da ZTE. Não é um plágio direto, pois existem diferenças evidentes. Mas existe sim a possibilidade do design do Nexus 6P ser baseado no do Grand S. Porém, isso jamais será reconhecido publicamente.

Via Phone Arena

YotaPhone 3 será fabricado na China, pela ZTE

by

yotaphone-3

Oito meses depois do lançamento do YotaPhone 2, a Yota Devices libera informações sobre a fabricação do próximo modelo da série. Os russos fecharam uma parceria com a ZTE, que ficarão encarregados de construir o YotaPhone 3.

A Yota Devices foi fundada em 2011, e seus escritórios centrais ficam em Moscou. Até então, seus smartphones eram fabricados pela Hi-P, de Cingapura. Com o novo acordo, a ZTE assume a fabricação para o YotaPhone 3, que deve ser lançado no primeiro trimestre de 2016 (um ano depois do YotaPhone 2), com uma primeira remessa que deve alcançar ao menos as 100 mil unidades.

Não foram revelados detalhes sobre o acordo, mas a Yota informa que a mudança vai resultar em uma redução de 30% nos custos de fabricação, algo que deve girar em torno de 541 mil euros (valor estimado no final de 2014). Eles pretendem obter uma nova geração de smartphones YotaPhone, assim como o desenvolvimento e a integração de software e serviços móveis. Além da fabricação, a ZTE também é responsável pela distribuição global, respondendo pela Yota Devices nas negociações com as operadoras de telefonia móvel do mercado ocidental.

yotaphone-3-zte

A ZTE segue crescendo, e mesmo não sendo uma das líderes do mercado mobile, tem o seu lugar entre os emergentes, algo que pode beneficiar a Yota. Já os chineses afirmam que o smartphone russo vai receber os seus novos apps que serão lançados em breve.

O YotaPhone chamou a atenção com sua tela dupla, mas os russos não conseguiram fazer com que o YotaPhone 2 fosse muito além das fronteiras asiáticas e europeias. O acordo da ZTE pode ser o incentivo que faltava para buscar outros mercados.

A Yota Devices conta com escritórios na Rússia, Finlândia, Alemanha e Cingapura, mas querem chegar ao Canadá, China e Estados Unidos. Seus smartphones estão presentes em 20 países da Europa, Oriente Médio e Ásia, e nos próximos meses saberemos se a ZTE vai ajudar a fazer com que o novo YotaPhone ajude na expansão da empresa.

Via Oananews

 

ZTE Axon Mini pode ser o primeiro smartphone com a tecnologia ‘Force Touch’ na tela

by

ZTE Axon Mini-tenaa

Ele começou a ser especulado há um mês, e agora seus rumores são mais frequentes. O ZTE Axon Mini é um dos novos smartphones que a ZTE prepara para a reta final de 2015, onde sua característica de maior destaque seria a inclusão na tela de uma tecnologia similar ao ‘Force Touch’ da Apple.

É quase certo que o ‘Force Touch’ estará presente no iPhone 6S. A tecnologia foi herdada do Apple Watch e do seu último MacBook, permitindo que o sistema determine a pressão exercida sobre a tela, abrindo novas possibilidades para a interface, com novos usos e funcionalidades. Porém, parece que é a ZTE que vai estrear tal recurso.

Certamente o modo de funcionamento não será exatamente o mesmo, já que estamos falando de tecnologias registradas. Mas a ZTE pode ‘copiar’ ou tentar igualar ao máximo. De fato, ela não é a única interessada no ‘Force Touch’, já que a Huawei também pode utilizar essa função em um dos seus futuros smartphones.

ZTE Axon

O ZTE Axon Mini vazou recentemente no TENAA, órgão de certificação chinês, revelando algumas de suas características: tela Super AMOLED de 5.2 polegadas Full HD, processador octa-core de 1.5 GHz (sem revelar o fabricante ou modelo), 3 GB de RAM, 16 GB de armazenamento (expansíveis via microSD), e outros detalhes que mostram um dispositivo de linha média.

Parece que a ZTE vai mesmo se antecipar à Apple na inauguração do ‘Force Touch’. Em 11 de setembro, eles devem apresentar o Axon Mini, e se os rumores estiverem corretos, a Apple só vai apresentar o iPhone 6S em 19 de setembro. Como não temos notícias sobre o que faz a Huawei nesse momento, tudo indica que em setembro teremos  novos smartphones que serão capazes de medir a pressão que o usuário exerce sobre a tela, e esses seriam apenas os primeiros de muitos outros que serão lançados nos próximos meses.

Via Mobi-Picker