Arquivo para a tag: xbox

Microsoft: queda nos lucros com mau desempenho dos PCs e Xbox

by

Microsoft

A Microsoft publicou os seus resultados financeiros do primeiro trimestre de 2015, que revelam uma forte queda nos lucros líquidos da empresa. Por conta da debilidade do mercado de consumo, a valorização do dólar e outros fatores envolvendo as suas diferentes divisões, a queda nos lucros da gigante de Redmond foi de 12%. Por outro lado, o nível de ingressos superou as expectativas dos analistas, com um aumento de 6.5%.

O grande culpado é o mercado de PCs, que caiu 6.7% no primeiro trimestre de 2015. A consequência é que gigantes do setor como Intel e AMD sofreram quedas nas vendas de processadores, e agora, a Microsoft sente o mesmo efeito nas vendas de softwares.

A venda de licenças do Windows e Office no mercado de consumo sofreram uma queda de mais de 20%. As licenças comerciais focadas nas empresas também registraram quedas de 3%.

xbox-one-logo

Outro fator que contribuiu para a queda de lucros trimestrais da Microsoft foi a divisão de hardware e jogos. Falando especificamente dos games, os consoles Xbox 360 e Xbox One registraram um volume de vendas 24% menor em comparação com o terceiro trimestre fiscal de 2014 (quarto trimestre do ano passado).

A divisão de computadores e dispositivos gerou US$ 1.8 bilhão de ingressos, uma queda de 4% em relação ao mesmo período do ano passado. A diminuição nas vendas dos consoles foi acentuada, com 1.6 milhão de unidades acumuladas (Xbox 360 e Xbox One) durante o primeiro trimestre de 2015. No mesmo período do ano passado, foram 2 milhões de unidades comercializadas. Um dos motivos para um volume menor de dinheiro entrando foi a redução do preço do Xbox One.

Nem a divisão mobile escapou, com uma queda de 9% em comparação com o ano passado, apesar de um número maior de unidades vendidas na linha Lumia. Na parte de hardware, a boa notícia vem do tablet Surface Pro 3, que registrou um aumento de vendas de 44%.

Para alcançar ingressos de US$ 21.7 bilhões e superar as estimativas dos analistas, outras divisões precisaram se destacar. As vendas de produtos baseados na computação em nuvem (Azure, Office 365, etc) cresceram mais de 50%. As vendas de softwares para servidor também (Windows Server, System Center Server e SQL Server, Exchange, SharePoint) também registraram forte aumento.

Vale ressaltar que a variação do dólar impactou nos resultados. A moeda ficou mais forte no mundo todo (valorização de mais de 20% nos últimos seis meses), e isso impactou no preço da tecnologia, afetando as gigantes norte-americanas do setor.

Os resultados mostram a tendência que a Microsoft já segue a algum tempo: mais empresa, mais nuvem, menos Windows e menos consumo. Se isso vai contribuir para a queda generalizada das vendas dos PCs, ou por conta da crise econômica ou pelo aumento do dólar, ou até por uma mudança profunda empresarial, veremos nos próximos anos como a Microsoft vai se comportar.

Halo 5: Guardians será lançado em 27 de outubro

by

halo5-1

A Microsoft anunciou através da conta do Xbox no Twitter que o jogo ‘Halo 5: Guardians’ será lançado no dia 27 de outubro.

Até então, a única informação sobre o assunto era a promessa que o jogo seria lançado no final de 2015, mas os fãs esperavam por uma data exata para sair correndo para as lojas. E esperamos que essa notícia (e os trailers abaixo) faça com que os próximos sete meses passem de forma menos torturante.

 

Via

Surface, Xbox e 10 milhões de Lumias confirmam a aposta da Microsoft no hardware

by

650_1000_microsoft

Aos poucos, a Microsoft está conseguindo estabelecer sua estratégia no hardware. Começa a vender mais dispositivos Surface, e igualou a briga com a Sony no segmento de videogames.

No total, a Microsoft informa ingressos de US$ 26.5 bilhões, com ações avaliadas em US$ 0.71, quando as expectativas eram de US$ 26.3 bilhões, e US$ 0.71 por ação. Onde os grandes protagonistas foram os seus serviços na nuvem, o Lumia e o Surface.

A venda de equipamentos Lumia representou para a Microsoft vendas de US$ 2.3 bilhões, com 10.5 milhões de dispositivos vendidos em todo o planeta. Já o Office 365 nas versões personal e para o lar conta com um pouco mais de 9 milhões de assinantes, sendo que o maior crescimento aconteceu em relação ao terceiro trimestre de 2014, ganhando 30% nos últimos três meses do ano.

Por um lado, os ingressos na linha de Dispostivos e Consumo aumentaram em 8% no úlitmo trimestre de 2014, graças em partes ao Surface e ao Xbox. Não foram especificadas as unidades vendidas do surface, mas indicam um aumento de 24% nas vendas dos tablets em relação ao ano passado, graças em parte ao lançamento do Surface Pro 3.

A Microsoft também informa que eles venderam 6.6 milhões de unidades dos sistemas Xbox durante o Natal, mas sem especificar modelos. Apesar da queda de preço do Xbox One e a renovação dos catálogos de jogos serem fatores que ajudaram, é complicado saber com exatidão quantas dessas vendas foram do console da nova geração. A Sony, por sua parte, já informou que vendeu 4.1 milhões de unidades do PS4 durante o Natal.

O Bing aumentou 23% os seus ganhos com publicidade, com uma cota de mercado nos Estados Unidos que aumentou em 150 pontos, ficando com 19.7%. No setor de serviços empresariais, a nuvem rende bons ingressos para a Microsoft, com um aumento de 5% (ou US$ 13.3 bilhões), com a ajuda de serviços como Office 365, Azure e Dynamic CRM Online, que cresceram 114%, com ingressos de US$ 5.5 bilhões.

Já em nível global, as coisas mudam para a Microsoft. A empresa registrou perdas operacionais de US$ 243 milhões, que podem se justificar com o plano de reestruturação em massa e a integração da antiga equipe móvel da Nokia. Os ingressos com as licenças Windows seguem caindo (-13%) ano após ano com a queda de vendas dos desktops e a incorporação de licenças já instaladas em equipes menores, apesar dos resultados ficarem maquiados com o trabalho na nuvem do Bing e do Azure.

Em resumo: a Microsoft segue buscando esta fórmula que a faça crescer, apesar de ainda ficar muito longe das históricas vendas que a colocavam como a dominante em vendas. Pode ser que o Windows 10 seja a peça que falte no quebra cabeça, mas tudo indica que será uma peça bem pequena dentro dessa grande estratégia.

Via Microsoft

Especial | Windows 10: assim é o novo sistema operacional da Microsoft

by

windows_10_full

O ano de 2015 mal começou, e a Microsoft já teve uma das suas semanas mais importantes. Eles apresentaram novidades importantes para o Windows 10 e outros produtos que o cerca de alguma forma. Na verdade, chegou a hora da verdade para a gigante de Redmond, que informou que até o momento mais de três milhões de usuários instalaram o preview do novo sistema, com mais de 800 mil mensagens de feedback.

Esse post faz uma geral de tudo o que foi anunciado pela Microsoft nessa semana.

 

Atualização gratuita para aqueles que atualizarem no primeiro ano

Uma das perguntas que estavam sem resposta até agora era sobre o preço do Windows 10. Pois bem, para quem possui uma licença do Windows 7, do Windows 8.1 ou um smartphone com Windows 8.1, a atualização do Windows 10 será gratuita, desde que seja realizada durante o primeiro ano de vida do novo sistema. Uma vez atualizado, o dispositivo seguirá rodando o Windows 10 pelo resto de sua vida útil.

É uma aposta de risco? Sim. Porém, é uma estratégia interessante e inteligente. Com tal medida, a Microsoft incentiva os usuários a atualizarem os seus dispositivos, evitando que muita gente fique agarrado no Windows 7, tal como aconteceu com o Windows 8. De acordo com os números da NetMarketShare de dezembro de 2014, o Windows 7 segue sendo a versão mais utilizada do Windwos, com 53.71. de cota de mercado. O Windows 8.1 vai tão mal nesse aspecto, que está atrás inclusive do Windows XP.

Ou seja, a ideia da Microsoft é: ou atualiza, ou atualiza. E nada mais atraente do que oferecer o produto de graça por um tempo limitado, para potencializar essas atualizações.

 

Menu iniciar  central de notificações

650_1000_windows-menu-iniciar

O debate e a polêmica gerada pela eliminação do menu iniciar no Windows 8 e sua ‘volta’ no Windows 8.1 resultaram na volta em definitivo desse item no Windows 10. Porém, sem abandonar completamente a proposta apresentada pela interface Metro. Por isso, a Microsoft decidiu combinar os dois mundos na nova versão do sistema operacional.

Do lado esquerdo, teremos o menu iniciar tradicional. Do lado direito, temos as tiles que estrearam no Windows 8. E se tudo ficar muito pequeno para o usuário, é possível exibir as tiles em um modo de tela cheia.

Do lado direito da área de trabalho temos a central de notificações, onde são exibidas as últimas mensagens recebidas e os alertas dos programas que utilizamos. Na parte inferior existem várias caixas de ação rápida, ou uma espécie de Action Center, onde é possível ativar o WiFi, conectar à uma VPN, ativar o modo tablet, o modo avião… ou sejam uma alternativa muito parecida com o que temos no Windows Phone 8.

 

Cortana chega ao PC

1000_1000_cortana-oficial

Outra novidade muito especulada era a chegada do Cortana ao desktop, e isso foi confirmado pela Microsoft, que lembra que o Cortana é um assistente pessoal digital que aprende coisas sobre o usuário, conforme o mesmo vai utilizando o seu dispositivo.

Na opção ‘Libreta’, o usuário pode adicionar informações pessoais para serem consideradas, ou eliminar aquelas que não são relevantes. Uma vez iniciado o assistente, ele vai mostrar apenas as notificações consideradas relevantes, em uma experiência que eles chamam de ‘homepage’.

Por exemplo, o Cortana recompila os eventos próximos do usuário ou informações que pode interessar em função do que o assistente sabe sobre ele. Na essência, o Cortana para PC é um Cortana para smartphones ‘vitaminado’, por conta das diversas possibilidades que um computador naturalmente oferece.

Se o usuário solicitar a exibição dos arquivos em PowerPoint de uma determinada pasta, o Cortana mostra uma lista de arquivos armazenados no computador com tal característica. Se pede para exibir as fotos tiradas em dezembro, o assistente mostra as fotos armazenadas no PC com esse mês. Faz o controle total da reprodução musical… e outras atividades.

É preciso ainda ver o recurso em ação, mas o fato é que, pelo menos na apresentação, estamos diante de um assistente muito completo e poderoso.

 

Modo Continuum

windows_10_continuum

A Microsoft quer que o usuário tenha a mesma comodidade de uso do Windows 10 usando o Surface no modo desktop e no modo tablet. Para isso, eles criaram o Continuum, um recurso que vai adaptar a interface do sistema operacional ao equipamento em que ele é utilizado, para que o usuário não sinta o impacto da experiência quando o teclado magnético do dispositivo é retirado.

A experiência de uso se mantém intacta, já que os aplicativos passarão do modo janela para o modo de tela completa, com uma interface mais adequada para os dedos. Ao recolocar o teclado, a visualização em modo janela volta a ser acionada, e termos um desktop mais próprio de um equipamento desktop.

 

Project Spartan, o substituto do Internet Explorer

650_1000_win10_windows_spartan_web-3

Aqui, poucas surpresas. Sobre o Project Spartan, o que sabemos é que o novo navegador da Microsoft é oficial, e que a empresa está trabalhando nele, mas não veremos resultados práticos em até ‘três, quatro ou cinco meses’. De fato, foi mostrado um primeiro preview, onde três funcionalidades foram destacadas. Por um lado, temos a capacidade de realizar anotações de forma nativa e colaborativa, no próprio navegador, podendo compartilhar seu conteúdo com outros usuários.

O segundo item é a utilização do ‘modo leitura’ para conteúdos, adaptando uma página web como se ela fosse uma página de um livro, com a informação centrada, e sem distrações para as laterais. O resultado é simples, que pode ser personalizado. Também está incluída uma lista de leituras que pode ser sincronizada entre dispositivos, onde o usuário pode enviar conteúdos para ler mais tarde.

Além disos, o Cortana está completamente integrado ao novo navegador, oferecendo endereços e mais informações sobre um determinado tema, ou se a busca está relacionada aos estabelecimentos comerciais, temos as indicações de reviews, telefones e endereço do mesmo. Os resultados são exibidos de forma instantânea na barra de endereços, caso você faça uma busca relacionada ao tempo.

 

Hologramas!

microsoft-hololens

A grande surpresa da Microsoft foi o HoloLens, um ambicioso projeto de realidade aumentada baseado em hologramas.

Com a ajuda de um cristal e um chip de processamento holográfico, os óculos são capazes de projetar objetos ao nosso redor, onde é possível obter resultados muito surpreendentes (pelo menos na teoria). Tudo isso é possível com a ajuda da plataforma Windows Holographic, uma ferramenta que os desenvolvedores deverão explorar para tirar ao máximo proveito dos óculos.

De acordo com a Microsoft, veremos essa funcionalidade ‘em algum momento dentro do período de vida útil do Windows 10’, de modo que vamos ter que esperar um bom tempo (e esperar de forma indeterminada).

 

Conquistar os gamers com o app Xbox

xbox-gaming-win10

Se você é proprietário de um Xbox One, a Microsoft criou uma espécie de rede social, mas orientada aos jogos do seu universo. A partir do aplicativo Xbox para Windows 10, será possível visualizar o perfil do jogador, os progressos em todos os jogos, um feed de atividades dos seus amigos, o chat do Xbox Live e uma lista do que é jogado naquele momento (independentemente se você está no console, no PC ou no smartphone).

Outra grande novidade é que se o usuário tem qualquer jogo do Xbox One (incluindo jogos exclusivos que não estão disponíveis em outras plataformas), ele poderá jogar esse jogo a partir de qualquer outro dispositivo Windows da sua casa, por conta da nova função de streaming. Ou seja, você pode (por exemplo) começar um jogo no Surface, sem estar diante do console, e terminar no Xbox One. Você pode inclusive desligar o console remotamente, tornando o recurso bem prático.

 

Windows 10: disponibilidade

windows_10_all

Não foram reveladas datas de lançamento, e ao longo do evento, a Microsoft insistiu em várias oportunidades que tudo o que eles mostraram não são as versões definitivas, mas sim as versões que eles estão trabalhando nesse momento.

Na semana que vem, teremos acesso à uma nova build do Windows 10 para desktops, que estará disponível em 25 idiomas. Para os smartphones, a espera vai ser maior: o primeiro preview só estará disponível ao público em fevereiro.

windows-10-novidades windows_10_smartphone

Xbox e PC, mais unidos do que nunca com o Windows 10

by

windows-10-pc-xbox-microsoft

Com o objetivo de unificar de vez as suas plataformas, além de apresentar as novidades para o Windows 10, a Microsoft mostrou como o novo sistema operacional ficará mais próximo de suas plataformas de games.

Um aplicativo que virá pré-instalado no Windows 10 promete criar um ecossistema único entre todos os produtos da Microsoft, reproduzindo a proposta já presente no mundo da telefonia para os videogames.

Apesar da Microsoft confirmar que no futuro o Windows 10 chegará ao Xbox One, a realidade é que, pelo menos em curto prazo, o Windows 10 se contentará com um app integrado ‘Xbox’, que vai permitir adicionar algumas funcionalidades do console no PC.

O aplicativo Xbox vai herdar parte do que conhecemos do aplicativo existente para o Windows Phone, adicionando algumas funcionalidades diferentes. Ele vai servir de ponte entre o Windows 10 e o Xbox One, permitindo por exemplo conectar com nossos contatos a partir do Windows 10 de forma simples e rápida.

A rede social do Xbox será transportada para o sistema para desktops. Poderemos assim ver a atividade de nossos contatos, adicionar comentários para os seus jogos e outras atividades.

Mas talvez o mais interessante disso tudo é que o Xbox não está fechado ao console da Microsoft, permitindo o compartilhamento de conteúdos a partir do PC com o Windows 10, a partir de algum jogo do Steam ou Origin. Tao simples como pressionar as teclas Windows + G, e o sistema gravará os próximos 30 segundos dos jogos, que podem ser enviados como um novo item em nossa atividade.

Por fim, e não menos importante: a partir do aplicativo Xbox também será possível jogar via ‘streaming’ os jogos que você possui no Xbox One. O recurso lembra o Remote Play do PS4, e é algo que muitos usuários pediram. Na demonstração realizada no evento, foi possível ver como uma partida do Forza Horizon 2 funcionava em um equipamento com Windows 10, mas sem mostrar como exatamente a troca entre as plataformas é realizada.

Antes que eu me esqueça: o Windows 10 vai usar como API de jogos o DirectX 12, algo bem lógico e esperado. Não há muitas melhoras além daquelas prometidas no seu lançamento, garantindo um ganho de qualidade nos gráficos.

 

Microsoft FINALMENTE conseguiu vender mais consoles que a Sony em um mês

by

650_1000_xboxone

Crianças, aconteceu! A Microsoft confirmou ao IGN que eles lideraram as vendas de consoles no mês de novembro nos EUA e Reino Unido, acabando com o reinado do PS4 da Sony.

A redução de preço, os packs e as ofertas da Black Friday influenciaram na decisão de compra dos usuários, apesar de no momento da produção desse post, a mesma Microsoft não oferece dados concretos sobre a quantidade de unidades distribuídas do Xbox One nos mencionados mercados.

O NPD, por sua vez, informa que as vendas do Xbox One e PS4 comparados com os 13 primeiros meses do Xbox 360 e do PS3 registrou um aumento de 80%, demonstrando que o interesse pelas plataformas segue muito vivo.

Também temos informações sobre a parte de software (aka jogos). Call of Duty: Advanced Warfare foi o jogo mais vendido em novembro, seguido por Grand Theft Auto V e Super Smash Bros. Sobre esse último, a Nintendo revela em comunicado que as vendas totais de software do Nintendo 3DS em novembro aumentou mais de 40% em relação ao mesmo mês em 2013, enquanto que as unidades do Wii U aumentaram em 10%. A semana de 23 de novembro foi a melhor da história do Wii U desde o seu lançamento, em 2012.

Via IGNJoystiq

 

Você já pode assistir ao documentário ‘Atari: Game Over’

by

et-atari-warshaw-fullbleed

O esperado documentário produzido pela Microsoft já chegou ao Xbox Vídeo. ‘Atari: Game Over’ mostra a história da empresa de videogames que se viu obrigada a enterrar centenas de jogos em um deserto do Novo México depois de sua queda vertiginosa do setor. Uma decisão que se transformou em lenda urbana, que a Microsoft decidiu revelar.

O resultado? Milhares de jogos debaixo da terra, e entre aqueles que mais se destacavam é o mítico ET: The Extraterrestrial, um jogo que fracassou rapidamente por conta do seu nefasto funcionamento.

O documentário está disponível de forma gratuita através do Xbox One e Xbox 360, assim como na página web do serviço. Ou seja, não perca mais tempo e clique aqui para assistir esse maravilhoso documentário, que vai revelar muitas das incógnitas pendentes da Atari.

Plex chega ao Xbox 360 e Xbox One

by

plex-xbox-one

Os consoles Xbox 360 e Xbox One receberão em breve os serviços de streaming de vídeos do Plex. A novidade chega primeiro nos Estados Unidos, e estará disponível para todos que contam com uma conta Plex Pass (em um momento posterior, os usuários poderão pagar um valor mensal, ainda a ser anunciado).

O Plex para o Xbox vai permitir o controle dos conteúdos da biblioteca com gestos e comandos de voz via Kinect, podendo pausar a reprodução com o gesto de uma mão, ou buscar um filme falando o seu nome, oferecendo a mesma interface encontrada nos menus do console.

A confirmação da presença do Flex no Xbox foi feita pelo blog oficial do serviço de streaming.

vgc-img-alt-33f4da3f4a8ef83fc347e0f2eb764a89

Via Flex

Depois de 14 anos de veto aos consoles, o Xbox One chega na China em 29 de setembro

by

china-xbox

Antes tarde do que nunca. Depois de adiar o lançamento previsto para hoje (23), a Microsoft confirma que o Xbox One será lançado na China no dia 29 de setembro. Esse será o primeiro console de uma empresa estrangeira a chegar ao país, depois de 14 anos de proibição aos consoles.

A notícia foi confirmada por Enwei Xie, diretor geral do Xbox na China, afirmando que o console foi aprovado pelo governo local para a primeira leva de jogos (10 jogos), com a promessa de expansão da oferta. Os jogos disponíveis na China são: Forza Motorsport 5, Kinect Sports Rivals, Powerstar Golf, Zoo Tycoon, Max: The Curse of Brotherhood, Dance Central Spotlight, Neverwinter Online, Rayman Legends Trials Fusion e Naughty Kitties.

Chegar antes da Sony em um mercado tão grande como o da China pode ser um passo decisivo para a Microsoft em sua tentativa de reduzir a distância nas vendas em relação ao PS4. Veremos o que vai acontecer quando a Sony chegar ao país com o seu console.

Via Kotaku

Dicas de Compras | Xbox 360 250GB + Kinect + 10 Jogos + 1 mês de LIVE Gold, por R$ 1.199

by

120573428_1GG

Console Xbox 360 250GB + Kinect Sensor + 10 Jogos + Controle Sem Fio – Oficial Microsoft + 1 Mês de Live

Lista de jogos:
– Kinect Adventures
– Dance Central 3
– Forza Horizon (Download via Xbox Live):
– The Elder Scrolls V: Skyrim
– Assassin’s Creed IV: Black Flag Signature Edition + DLC Black Island (Versão Em Português)
– Dragon Age: Origins – Ultimate Edition
– Dragon Age: Origins – Pack Awakening Expansion
– Pro Evolution Soccer 2014
– Batman: Arkham Asylum
– Metal Gear Rising: Revengeance
– Gears of War: Judgment

Por: R$ 1.333,22
10x de R$ 133,32 sem juros
R$ 1.199,90 (10% de desconto) no boleto bancário, bankline ou 1x no cartão.

Valores podem ser alterados sem aviso prévio.

19361979

Microsoft compra a Mojang, criadora do Minercraft, por US$ 2.5 bilhões

by

p3oivfhmjsaruy1b2utj

Agora é pra valer. O que vinha sendo especulado nos últimos dias, aconteceu: a Microsoft acaba de confirmar a compra da Mojang, estúdio criador do jogo Minercraft, pelo valor de US$ 2.5 bilhões.

A Mojang foi fundada em 2009, por Markus “Notch” Persson, e é uma das maiores compras da Microsoft no universo dos videogames. O valor final da compra foi maior que os US$ 2 bilhões previamente especulados. O negócio já foi confirmado por Satya Nadella, CEO da Microsoft, em sua conta no Twitter.

nadella-mojang-twitter

Em comunicado, a Mojang confirmou que Markus não seguirá envolvido na empresa depois dessa aquisição, alegando que o mesmo não quer a responsabilidade de seguir como dono de uma empresa com essa importância global, preferindo trabalhar em projetos menores e evitando assim receber uma pressão maior por resultados. Confirma que “Notch” vai seguir desenvolvendo coisas interessantes para a comunidade.

O próprio Persson ainda não se pronunciou sobre a venda, mas deve fazê-lo em um momento posterior.

Via Xbox

Em breve, poderemos rodar jogos do Xbox nos navegadores web. Fim dos consoles?

by

650_1000_xboxone

Já faz um tempo que a Microsoft está focada em utilizar a nuvem (ou melhor, no Azure) para os videogames. É esperado por um serviço para potencializar os jogos online, agora temos uma nova opção para o futuro: rodar os jogos do Xbox a partir do navegador de internet.

Tal experiência de jogos do Xbox no navegador do PC é, segundo dizem, mais que decente, com taxas de 60 FPS. Com isso, elimina-se a necessidade de comprar um console para rodar esses jogos, e isso pode ter implicações enormes para a atual divisão do Xbox na Microsoft.

 

Dificuldades pelo caminho

650_1000_titanfallazure

Algumas barreiras importantes precisam ser vencidas, mas parece que a Microsoft está superando todos os obstáculos técnicos. O lag, que é um grande inimigo dos videogames em um serviço na nuvem parece ter minimizado de forma notável nos últimos avanços da Microsoft, mostrando todo o potencial de sua estrutura na nuvem em jogos como Titanfall.

Outro problema? As licenças.

A Microsoft teria que chegar a acordos com desenvolvedores e distribuidoras de jogos para convencê-las do novo formato, que pode canibalizar as vendas desses mesmos jogos nas versões para PCs. Por outro lado, a adoção desse modelo pode significar o fim da divisão do Xbox na Microsoft. Afinal de contas… pra quê o console, não é?

A pergunta é óbvia, e fica mais interessante quando fontes próximas da Microsoft informam que eles estão testando esse formato de jogos online em todos os tipos de navegadores (incluindo o quase onipresente Chrome), e não apenas no Internet Explorer.

 

Alternativas e futuro

650_1000_onlive1

A OnLive já oferece um serviço desse tipo. Nos últimos dias eles anunciaram parcerias com a Philips, enquanto que a Sony trabalha para apresentar algo similar com a tecnologia da Gaikai, mas sem entrar em maiores detalhes.

Obviamente, essa opção abre uma nova porta para o segmento dos videogames, e se uma empresa como a Microsoft investe nesse formato, é sinal que o conceito está muito maduro. Fontes anônimas indicam que o projeto da gigante de Redmond já superou a fase de testes do conceito, mas anúncios oficiais ainda devem demorar a acontecer.

Outras iniciativas da Microsoft parecem apoiar esse tipo de projeto. Seus esforços por agrupar as suas plataformas são evidentes, e a futura convergência do Windows entre diversos dispositivos parece ser algo muito próximo de acontecer. O Xbox entraria nessa equação, e pode ser que essa plataforma seja desconstruída para se transformar em um serviço na nuvem, permitindo rodar os jogos no navegador, mas oferecendo a mesma experiência que temos agora no console.

Um conceito promissor, que vamos acompanhar bem de perto.

Via Microsoft