Arquivo para a tag: webos

LG e Esporte Interativo fecham parceria, com conteúdos 4K

by

lg-esporte-interativo

A LG Electronics do Brasil e o Esporte Interativo, canal de esportes da Turner, se uniram para entregar o melhor conteúdo por meio da melhor plataforma. Durante um ano, os usuários das SMART TVs LG, com modelos fabricados a partir de 2013, terão o aplicativo do EI Plus disponível gratuitamente. Além disso, a LG e o Esporte Interativo vão disponibilizar a final do maior campeonato europeu, em resolução Ultra HD 4K.

Os usuários das Smart TVs LG contarão, com exclusividade para a plataforma de TV, com toda gama de conteúdo que o Esporte Interativo oferece, incluindo simultaneidade dos jogos do maior campeonato de futebol europeu e do Nordeste do Brasil, tendo a oportunidade de escolher o jogo que quer assistir sem depender da programação linear da TV.

Cerca de 85% do portfólio das TVs LG em 2016 serão Smart, sendo que 70% delas possui a plataforma webOS. O sistema foi criado para oferecer uma experiência intuitiva ao usuário e um uso mais simples das funcionalidades da TV. Desde seu lançamento, em 2014, já foram vendidas mais 5 milhões de TVs com o sistema webOS, que tem sido reconhecido como uma das plataformas de Smart TV mais versáteis pela maioria dos principais especialistas e publicações do setor. Um dos destaques da plataforma é o controle Smart Magic que funciona como mouse na tela e tem reconhecimento de voz.

A promoção será válida para qualquer SMART TV lançada a partir de 2013 com plataforma webOS (já disponível) ou netcast (disponível a partir de fevereiro) durante doze meses, contados da data de ativação do cadastro. Após este período, será cobrada do usuário uma mensalidade de R$ 14,90/mês.

Para maiores informações sobre a promoção: lgesportes.com.br.

LG garante update das smart TVs com webOS 1.0

by

lg-webos-2

Os proprietários de Smart TVs com webOS 1.0 da LG Electronics do Brasil receberão um pacote de update grátis com quatro importantes funcionalidades da mais recente plataforma webOS 2.0 e melhoria de performance até o final de setembro.

As TVs que fizerem o update para a nova versão da webOS receberão as funcionalidades Meus Canais, Configurações Rápidas, Selecionador de Entrada e Menu ao Vivo (My Channels, Quick Setting, Input Picker e Live Menu, respectivamente), que melhoram a experiência do usuário oferecendo um layout mais intuitivo, atalhos mais práticos, tempo de inicialização e resposta mais rápida na troca de aplicativos em até 35%.

A funcionalidade Meus Canais permite que os usuários salvem seus canais preferidos, direto da TV no launcher para acessá-los de forma mais prática. A funcionalidade Configurações Rápidas permite que os espectadores ajustem suas TVs com webOS sem interromper o programa que estão assistindo, enquanto a opção Input Picker permite que os dispositivos conectados sejam reconhecidos instantaneamente, como conteúdos via USB e HDMI para uso imediato. O update também melhora a IU (Interface de Usuário) do Menu ao Vivo, tornando a busca de conteúdo mais fácil e intuitiva.

A LG está empenhada em estabelecer um novo padrão de propriedade de Smart TVs. O update da webOS terá início em 21 de setembro. Os proprietários de TVs com webOS 1.0 que tiverem habilitado ao opção de atualização automática receberão o update automaticamente. Caso a opção de atualização automática não esteja habilitada, os usuários receberão uma mensagem pop-up na tela para guiá-los passo a passo no processo de update, que é bem simples.

Segunda edição do Fórum webOS debateu o consumo de conteúdo nas Smart TVs

by

2015-08-21 12.14.35

A LG realizou ontem (21) em São Paulo a segunda edição do Fórum webOS, um debate que reuniu alguns representantes do setor de imagem que visa apresentar ideias e avanços para que as tecnologias inteligentes estejam mais e mais presentes nas TVs dos brasileiros.

A LG aproveitou a oportunidade para apresentar as novidades do webOS 2.0, sistema utilizado em suas Smart TVs. Os compradores de uma Smart TV com webOS de 2014 receberão a nova versão de forma gradativa, e gratuita, com atualização do software pela internet.

O debate foi mediado pela jornalista e apresentadora Lorena Calabria, e participaram da discussão Renato Almeida, Gerente de Produto do segmento de TVs da LG Electronics do Brasil, Vinicius Losaco, vice-presidente de Marketing para a América Latina da Netflix, Leo Xavier, CEO e fundador da Pontomobi, e Cassiano Froes, Gerente de Tecnologia da Globosat.

Entre os temas abordados, muito foi dito sobre o novo papel da TV no consumo de entretenimento com a ajuda das TVs inteligentes, a produção de conteúdos em 4K e o aumento do consumo on demand. Não só apresentar as soluções adotadas por cada um desses grupos de mídia, mas principalmente em como a TV se reinventou ao longo desse processo, no lugar de ser substituída por outras ferramentas.

Durante o debate, alguns pontos muito interessantes foram discutidos. Um deles foi sobre a qualidade da internet brasileira, onde apesar da proposta do 4K ser uma das mais ofertadas pelos produtores de conteúdo (ou, nesse caso, pela Netflix), o Brasil ainda tem uma média de conexão muito abaixo daquela proposta como mínima para a reprodução dos conteúdos nesse formato (média do Brasil é de 3 Mbps, e velocidade mínima exigida pela Netflix para o 4K é de 25 Mbps).

Outro ponto abordado foi sobre a distribuição desses conteúdos nas plataformas inteligentes. A Globosat já se posiciona, afirmando que os seus conteúdos só estarão disponíveis nos formatos on demand para os assinantes da TV tradicional, sem uma oferta individual para quem só quer assistir aos seus canais.

LG_Tela_webOs

 

Para falar sobre a liderança em oferecer conteúdo 4K aos seus consumidores ao redor do mundo, o Vice-Presidente de Marketing da Netflix para América Latina, Vinicius Lossaco, mostrou a crescente demanda no consumo de séries e filmes em plataformas como a Smart TV e o pioneirismo em disponibilizar conteúdos em 4K.

A Globosat trouxe Cassiano Froes, Gerente de Tecnologia da empresa, que destacou os desafios do setor de TV por assinatura e como a indústria está se preparando para esse crescente aumento de conteúdo on demand e em alta resolução. Froes ressaltou os novos investimentos do setor e do novo aplicativo da empresa na plataforma smart webOS da LG.

A Pontomobi completou a mesa redonda com Leo Xavier, CEO e fundador da empresa, que destacou as novas oportunidades de negócios e os serviços que podem ser disponíveis. Leo também mostrou o quanto é fácil desenvolver aplicativos para Smart TVs e colocou essa plataforma como uma mídia a ser explorada por desenvolvedores.

Renato Almeida, gerente de produto-TV da LG Electronics do Brasil, foi a ponte dessas grandes empresas, destacando a importância do fabricante como educador neste cenário e a disseminação de uma plataforma como a webOS da LG, que está ainda mais rápida e fácil na versão 2.0, permitindo de maneira intuitiva a alternância entre a programação convencional de TV, aplicativos e navegação na internet.

Para finalizar, o gerente apresentou ao mercado o concurso “webOS Contest” que a LG está promovendo para desenvolvedores e programadores de aplicações. O objetivo é fomentar a criação de novos aplicativos e conteúdos para smart TVs, além de demonstrar a facilidade de trabalhar com essa plataforma.  As inscrições vão até o dia 13 de setembro.

Os interessados podem candidatar seus projetos para as Smart TVs webOS da LG no site www.concursowebosapp.com.br.  Um júri especializado vai escolher as 15 melhores ideias para serem desenvolvidas até o dia 30 de novembro com o suporte do time de R&D (Research & Development) da LG. Dos projetos desenvolvidos serão escolhidos três vencedores.

Os ganhadores do concurso serão anunciados em 15 de dezembro e terão seus aplicativos publicados nas Smart TVs da LG com webOS em 2016, além de ganhar mais de R$ 60 mil em prêmios. O primeiro colocado leva R$ 30 mil e uma TV com tecnologia orgânica OLED, o segundo R$10 mil e uma TV Super UHD 4K e o terceiro lugar, R$ 5 mil e uma TV LED Full HD.

Eduardo Moreira viajou para São Paulo a convite da LG do Brasil

LG apresenta a sua nova geração de TVs OLED com tecnologia orgânica

by

OLED EG9600

Em evento realizado hoje (15) em São Paulo, a LG Electronics do Brasil apresentou a chegada ao mercado nacional dos seus novos modelos de Smart TV com tecnologia orgânica.

A ideia da LG é fazer com que o consumidor brasileiro compreenda que o OLED é uma tecnologia diferente da LED, e não uma evolução, como normalmente se confunde. Para isso, eles assumem a denominação ‘Organic LED’ para melhor definir essa nova linha de Smart TVs.

2015-07-15 12.48.28

A tecnologia da LG compreende na técnica onde cada pixel emite uma luz própria e se apaga completamente nas cenas escuras, alcançando um tom de preto considerado puro. O seu contraste se torna mais elevado e as cores são mais vivas. Combinando essa tecnologia com a resolução Ultra HD 4K, as novas OLED TVs prometem uma experiência mais enriquecedora na visualização de conteúdos.

2015-07-15 12.50.03

Outro destaque dessas novas OLED TVs da LG estão na baixa espessura, sendo consideradas as mais finas do mercado, com apenas 5.9 mm de espessura. Ou seja, consegue ser mais fina que um smartphone (na comparação deles, o LG G4), e estarão disponíveis nas versões com 65 e 55 polegadas de tela.

2015-07-15 12.59.29

Para comprovar essa alta qualidade de imagem, uma pesquisa inédita realizada pelo engenheiro e professor da Escola Politécnica da USP, Marcelo Zuffo, compara a TV OLED K4 com uma LED com nano tecnologia e uma LED convencional. Todos os modelos funcionaram durante 60 dias, e os resultados mostram um desempenho superior da Organic LED, que obteve resultados melhores do que as demais em sete dos oito parâmetros analisados (gama, fidelidade de cor, contraste, reflexo à luz ambiente, etc).

2015-07-15 12.58.49

Os novos modelos de OLED TVs da LG contam também com uma película especial, que reduz a reflexão da luz ambiente, além de permitir a sua fixação na parede, realçando ainda mais um design minimalista e ultrafino. Também contam com certificação Greengard de baixo uso de componentes tóxicos no processo de fabricação e emissão de CO2.

As novas TVs OLED 4K da LG também contam com a tecnologia de som desenvolvida em parceria com a Harman/Kardon, oferecendo assim um som mais puro e de alta qualidade. Todas as novas TVs contam com o sistema webOS, plataforma para as Smart TVs da casa, reforçando uma experiência simples, fácil e intuitiva, com uma interface moderna e recursos interativos.

2015-07-15 12.59.01

Os novos modelos já disponíveis no mercado são 55EC9300 e 55EG9600, com Ultra HD 4K. E o modelo de 65 polegadas (65EG9600) está previsto para chegar ao mercado no último trimestre do ano. A LG também oferece instalação das TVs gratuitamente, facilitando o manuseio para os seus consumidores.

2015-07-15 12.59.14 2015-07-15 12.59.34 2015-07-15 12.59.38

 

Conceito Orgânico

A LG quer entregar ao consumidor a ideia da natureza orgânica dos componentes da tecnologia OLED através da palavra chave ‘Orgânico’. Com isso, a marca explica de forma mais intuitiva o que é OLED, e diferencia essa tecnologia das propostas convencionais.

Além disso, a LG fechou uma parceria com a Pandora, e na compra de uma TV OLED, o consumidor recebe um bracelete da marca. A promoção é válida até o dia 2 de agosto.

Preço sugerido
• OLED 55EC9300 – R$ 9.999,00
• OLED 55EG9600 – R$ 15.999,00
• OLED 65EG9600 – Sob Consulta

 

Eduardo Moreira representou o TargetHD no evento, e viajou para São Paulo a convite da LG Electronics do Brasil. 

Estas são as plataformas de Smart TV que teremos em 2015

by

smart-tv-2015

Além de espetaculares modelos curvados, ultrafinos e com nanocristais, a CES 2015 deixou uma revolução nas TVs e em suas interfaces, já que as quatro principais fabricantes decidiram mudar de plataforma nas Smart TVs, com o objetivo de conquistar usuários. Tanto LG, Panasonic, Samsung e Sony apresentaram novos e renovados sistemas operacionais, que permitem explorar ainda mais da TV, seja consumindo via internet ou conectando a outros dispositivos da casa.

Quer saber quais são as opções de compra daqui a alguns meses? É só ler esse post, e começar a se decidir.

 

LG e o novo webOS 2.0

A LG é quem menos mudou nesse aspecto, apesar de uma atualização era tão necessária, que tem ares de mudança radical. A última geração de TVs apresentou a interface baseada no webOS, que surpreendeu a muitos, porém, os modelos que chegaram nas lojas apresentaram um funcionamento muito lento, o que frustrou a experiência.

Sabendo desse problema, a LG se esforçou em melhorar em 60% a velocidade dos menus e do arranque, de modo a oferecer uma Smart TV a altura das suas novas TVs.

 
 

O resultado é o webOS 2.0, uma versão que tem a mesma estética da geração anterior, mas é mais rápida e intuitiva. Alguns acessos diretos melhoraram, como no caso dos ajustes rápidos, que não ocupam tanto espaço de tela e permite realizar mudanças enquanto os resultados aparecem imediatamente. O mesmo ocorre com a seleção de fontes e os acessos diretos aos aplicativos instalados.

 

Panasonic e o Firefox OS

A Panasonic se esforçou em oferecer uma Smart TV completa e funcional, porém, se compararmos com os seus competidores, a interface que oferecia a Smart Viera estava bem longe de ser uma solução atraente para os usuários. A solução aqui responde pelo nome de Firefox OS.

O sistema oferece uma interface minimalista e muito bem cuidada, com funções interessantes como o envio de conteúdos a partir de dispositivos via navegador Firefox, a possibilidade de instalar aplicativos, ou receber alertas e notificações de outros dispositivos (ou eletrdomésticos) via Firefox OS.

 

O futuro ecossistema parece se comportar muito bem, ainda que para isso é preciso apostar muito forte no sistema operacional. Resta saber até que ponto a Panasonic e outros fabricantes vão incluir o Firefox OS em suas TVs.

 

Samsung e a sua aposta no Tizen

O movimento da Samsung é bem interessante. Hoje, a plataforma dos coreanos é a mais atraente e completa do mercado, com uma navegação que incluía controle por gestos e seções diferenciadas por conteúdos, mas ao que parece, eles captaram os planos de seus competidores.

O Tizen vai oferecer uma navegação mais rápida e leve, e sua interface será mais simples e minimalista, oferecendo um design que lembra (de forma inevitável) o que foi proposto pela LG com o webOS.

 

A plataforma se reforça com a incorporação do PlayStation Now, que permite a execução de jogos do PlayStation diretamente na TV, acessando ao serviço de jogos na nuvem da Sony.

 

Sony e o Android TV

A Sony foi quem mais surpreendeu nesse aspecto, deixando de lado sua One-Flick Entertainment para integrar o Android TV como sistema operacional principal. Essa mudança permitirá o abarcamento de muitas outras funções, como a do Google Cast, que vai replicar a imagem de dispositivos móveis sem a necessidade de conectar um Chromecast.

 

Também podemos executar comandos de voz, acessar a Google Play para alugar filmes, músicas e até instalar jogos que podem ser controlados com um controle sem fio, além de compartilhar fotos entre os familiares e amigos (até 10 dispositivos por vez).

CES 2015 | Um smartwatch da Audi com a LG rodando WebOS

by

webos

A Audi e a LG anunciaram uma parceria que parecia ser interessante, mas ninguém imaginava onde a dupla poderia chegar. O pessoal do Android Central encontrou um representante da montadora alemã nos corredores da CES 2015 usando um misterioso relógio, e qual não foi a surpresa que o tal relógio era gerenciado pelo WebOS no lugar do Android Wear.

Tal como mostra o vídeo no final do post, o design guarda similaridades com o LG G Watch R, mas com detalhes diferenciados, como a construção em aço inoxidável e a incorporação de vários botões, dando assim um ar mais tradicional ao produto.

Não há maiores informações sobre o relógio, além do vídeo mostrando algumas de suas telas e revisando algumas das seções do sistema. Será que veremos esse produto na Mobile World Congress 2015? Espero que sim.

 

Via Android Central

CES 2015 | LG prepara smartwatch com webOS para 2016

by

lg_g_watch_r_review_en_xataka_portada

Segundo o Wall Street Journal, a LG está planejando lançar no mercado um smartwatch com o sistema operacional webOS. Esse produto chegaria ao mercado no começo de 2016.

A fonte informa que a LG acredita que seria possível dessa forma construir o seu próprio ecossistema de aplicativos, mesmo que em um ritmo mais lento. Sua aposta seria em campos menos expostos, como é o caso dos smartphones e televisores.

Ainda segundo o WSJ, diretores da LG teriam afirmado que a empresa busca oferecer um relógio avançado, que possa funcionar sem precisar estar associado o tempo todo ao smartphone. Mas não entra em detalhes sobre qual sistema operacional seria utilizado para esse hipotético modelo.

Com isso, a LG parte para a briga contra o Android Wear, que ao lado do sistema da Apple, deve monopolizar o mercado de relógios inteligentes. É pouco provável que o webOS domine nesse segmento, mas a essa altura do campeonato, ter um plano B não parece ser uma má ideia.

Via WSJ

As novas TVs da LG com webOS 2.0 serão mais rápidas

by

LG+webOS+2.0_hi+res+(1)

A LG segue deixando pistas sobre os seus lançamentos para a CES 2015, e se já vemos as suas aspirações com o 4K, agora o fabricante fala sobre a sua plataforma de Smart TVs baseada no webOS.

A atual versão do sistema precisa de melhorias, e a LG está trabalhando nisso. A nova versão do webOS 2.0 para as suas Smart TVs será 60% mais rápida na inicialização, e 70% mais eficiente na hora de mudar entre as seções. Mas essas mudanças podem estar presentes apenas na nova geração de televisores, e os modelos antigos podem ficar sem atualização (infelizmente).

Além disso, uma nova seção chamada ‘meus canais’ será adicionada, onde o usuário poderá colocar os seus canais favoritos no menu da TV, enquanto que os ajustes de imagem já não aparecerão apenas em uma janela independente, para que possamos configurar a imagem sem perder de vista a transmissão.

Teremos que seguir esperando por novas informações do fabricante para conhecer exatamente quais modelos chegarão às lojas e os seus tamanhos. Provavelmente tais informações só serão reveladas na CES 2015.

Via LG

LG lança no Brasil TV Ultra HD curva de 105 polegadas. Preço? R$ 299 mil!

by

105UC9_1

A LG do Brasil anuncia a chegada ao mercado nacional da TV Ultra HD curva de 105 polegadas. O modelo 105UC9 oferece uma experiência de visualização de mais de 11 milhões de pixels (5120 x 2160 pixels de resolução), em um formato de imagem 21:9, e um preço que é para poucos: R$ 299 mil!

Com uma definição cinco vezes maior que uma TV Full HD, a TV LG 105UC9 oferece qualidade de imagem por meio do True 4k Engine Pro que elimina erros visuais e melhora a resolução de outros conteúdos. Outra função que ajuda na qualidade de imagem é o exclusivo painel IPS que proporciona contraste consistente, cores vivas e um amplo ângulo de visão, sem distorção de cores.

Além disso, a TV conta com um áudio potente e um sistema de som com 7.2 canais de 150 watts, que foi projetado em parceria com a fabricante de produtos Premium Harmankardon. O sistema complementa a tela Cinema Scope de 21:9 da TV, com uma performance sonora digna de uma sala de cinema.

Outro destaque da TV é o sistema webOS que completa a experiência do consumidor com sua fácil e intuitiva navegação. Desde a configuração inicial até o fornecimento de conteúdo, a plataforma disponibiliza uma barra de ferramentas, o Launcher, que permite ao usuário mudar de conteúdo – seja um programa de TV, conteúdo da Smart TV ou mídia armazenada em dispositivos externos – de um jeito tão fácil quanto mudar de canal.

O 4K 3D+ já considerado o mais confortável do mundo, tem resolução quatro vezes maior e complementa a experiência, proporcionando mais realismo nas imagens. O espectador recebe imagens 3D de alta qualidade que são mais brilhantes do que outras TVs 3D. Além disso, o telespectador pode transformar qualquer conteúdo 2D para 3D com um sistema de conversão de imagem.

Com a mesma proporção e aspecto de filme hollywoodiano, a curvatura da tela foi cuidadosamente calibrada para maximizar a imersão do ambiente. Além disso, ao assistir programas com o formato 16:9, o espaço não utilizado nas laterais da tela pode exibir informações e detalhes adicionais da programação, melhorando ainda mais a experiência na hora de assistir TV. Ou é possível ainda, simplesmente estender o conteúdo para visualizar em tela cheia.

O modelo estará disponível no mercado brasileiro exclusivamente nas lojas da rede Fast Shop (inicialmente).

Via assessoria de imprensa

Próximo smartwatch da LG contará com o sistema webOS

by

OS_SmartWatch_White

Depois das TVs, a LG quer seguir mostrando que o webOS segue vivo. Eles parecem interessado em dar uso ao sistema operacional em vários segmentos, e o próximo dispositivo que deve receber o software será um smartwatch.

A página para desenvolvedores da empresa publicou por alguns minutos algumas imagens que faziam o convite para o download de um novo SDK para smartwatches com webOS, um pacote onde os desenvolvedores poderiam começar a trabalhar nos aplicativos para a plataforma, visando um futuro lançamento.

banner_webOSSmartWatchSDK2_beta1.0_b

A página já saiu do ar, e por enquanto, não há maiores detalhes sobre o dispositivo ou sistema, de modo que temos que esperar por novas informações, ou um anúncio oficial. O que está claro é que já temos pelo menos dois fabricantes (LG e Samsung) que optaram por uma alternativa ao Android Wear, algo que com certeza a Google não deve estar gostando.

Esperamos ao menos que esses lançamentos estimulem o pessoal de Mountain View a investir um pouco mais no seu sistema operacional. Até porque o Apple Watch é uma realidade, e promete ser um duro concorrente.

banner_webOSSmartWatchSDK_purple01

Via The Verge

LuneOS quer levar o webOS para o Nexus 4 e HP TouchPad

by

luneos-1

Para os saudosistas do webOS, uma boa notícia. O mais recente projeto do Open webOS, o LuneOS, já está disponível para modelos da linha Nexus e para o HP TouchPad, trazendo de volta a interface do sistema operacional para esses dispositivos.

As opções desse sistema operacional móvel ainda estão muito limitadas ou distantes de outros projetos (como o Android e o iOS), mas sua interface com a famosa característica de “cartões”, que foram adotadas por outros sistemas operacionais móveis seguem presentes.

Os interessados que não contam com dispositivos compatíveis com o sistema podem esperar que o software seja portado para outros smartphones, como é o caso do OnePlus One (modelo que aparece na foto abaixo). Porém, muita calma nessa hora, pois o LuneOS está bem longe de estar no mesmo nível dos sistemas operacionais mais maduros. A promessa é que o software receba atualizações mensais, o que sempre é uma boa notícia.

luneos-screenshot

Via PivotCE

Especial | LG do Brasil mostra como funciona (e bem) o webOS nas suas Smart TVs

by

2014-08-06 09.15.03

Ontem (06), eu participei em São Paulo do Fórum webOS, promovido pela LG do Brasil, que teve como principal objetivo apresentar de forma efetiva a sua proposta de Smart TVs com o software da Palm (que depois foi comprado pela HP, e depois, comprado pela LG). No evento mediado pela jornalista e apresentadora Astrid Fontenelle, executivos da LG e de diferentes parceiros da empresa nessa empreitada debateram temas como oferta de conteúdo em TVs inteligentes, tecnologias que viabilizam essa oferta, formatos de produto, entre outros assuntos relacionados.

2014-08-06 10.07.22

O evento também teve como objetivo apresentar as novas opções de Smart TVs do portfólio da LG para o mercado brasileiro. Alguns dos modelos chegam de imediato no mercado, enquanto que outros serão lançados ao longo dos próximos meses. Entre os modelos apresentados, além do tamanho de tela (algo evidente), alguns pequenos diferenciais nas especificações técnicas podem ser detectadas, como portas disponíveis e especificações dos alto-falantes.

2014-08-06 10.55.25

Durante o evento, muitos temas foram abordados, e muitos números foram apresentados. Toda essa informação converge em um único dado: o comportamento do telespectador mudou. Radicalmente. E não só por conta da internet, que oferece outras alternativas de consumo de informação e entretenimento (e por conta disso, executivos do Spotify, do YouTube, da GVT e do UOL estavam presentes no evento), mas também por causa das novas tecnologias na própria televisão, como alta definição, portas HDMI (para receptores de TV por assinatura), recursos de gravação e replay em tempo real, entre outras.

Hoje, temos uma nova ‘geração C’, que não tem uma idade definida, mas tem em mente o consumo e produção de conteúdo, utilizando as tecnologias disponíveis hoje. Para essa geração, é mais do que normal e aceitável mandar fotos em tempo real, ouvir músicas pela TV via streaming, ver suas séries em serviços online, conversar nas redes sociais enquanto assiste um filme, entre outras atividades conectadas e multitarefa.

2014-08-06 10.29.39

A ideia da LG é combinar essas tecnologias, conteúdos e recursos de tal forma, que a TV voltará a ser o centro das atenções da sala de sua casa. Essa nova ‘geração C’ já ouve mais músicas pela TV, assiste vídeos por streaming, monta a sua grade de programação, e quer obter o conteúdo que quer na tela de TV, na hora que desejar. A única coisa que realmente complica é que, para a maioria dos consumidores, a Smart TV ainda é algo muito complicado.

O webOS promete mudar isso.

2014-08-06 12.01.34

A adaptação do webOS realizada pela LG merece ser elogiada principalmente pelo conceito principal proposto pelo fabricante coreano: ser algo rápido e, principalmente, simples. Ser um software acessível para qualquer tipo de pessoa, da criança ao idoso, com uma interface intuitiva, que não faça o usuário esperar por muito tempo pelo acesso ao conteúdo selecionado.

Além disso, alguns pontos do software concentram parte dessa oferta de conteúdo em uma única tela, como é o caso da LG Store, que não é uma loja de conteúdos de vídeo, mas combina os resultados da busca a partir de diferentes fontes, mostrando ao consumidor como uma interface única, o que facilita não só a localização mas o reconhecimento desse conteúdo para o usuário, em uma proposta mais intuitiva e objetiva.

2014-08-06 12.13.51

Na degustação realizada no local do evento, as unidades das Smart TVs contavam com links de internet da GVT e um sinal de TV digital aberto. Mas tais fatores não interferiram nas boas impressões sobre o sistema como um todo. Na qualidade de imagem, não há o que comentar: é algo impecável, quase perfeito. Logo, vamos nos focar no sistema da Smart TV de forma um pouco mais aprofundada.

2014-08-06 12.23.34

Toda a interface principal se resume às essas tarjas, que você pode navegar, adicionar, remover ou organizar a seu gosto, com simples comandos do controle remoto inteligente. O que mais chama a atenção é que, para um produto que (teoricamente) está na sua primeira versão final e definitiva, possui uma precisão muito boa. Se você utilizar o controle  com a sua mão “boa” (no meu caso, a direita), você não terá muitos problemas na hora de inserir informações ou acessar os elementos na interface.

2014-08-06 12.14.54-2

O controle remoto é bem compacto, e conta com recursos específicos para as funcionalidades em 3D, para os recursos de Smart TV e até comandos de voz. De fato, a LG adicionou boa parte dos seus recursos já apresentados nas versões anteriores de suas TVs inteligentes, e combinou essas funcionalidades na nova TV com webOS. Ou seja, para quem já conhece como uma Smart da LG funciona, vai se familiarizar com esses recursos. O grande “desafio” (se é que ele existe) é aprender como a interface webOS funciona.

2014-08-06 12.24.58

O navegador web também funciona muito bem, como vocês podem perceber. Abriu a página do TargetHD sem maiores problemas ou imperfeições (sem falar no bom gosto na escolha do site a ser exibido).

Algumas questões técnicas foram levantadas durante o evento. Por exemplo, quando questionados sobre a velocidade mínima necessária para o acesso do conteúdo online, a resposta do representante da LG no debate foi “nenhuma”. Mas isso, “com grandes aspas” (pois o mesmo contava com uma conexão de 50 Mbps em sua casa). Subentende-se que, como provedores como Netflix e YouTube exigem o mínimo de 2 Mbps de velocidade de conexão para uma experiência razoável, já podemos dizer que uma conexão inferior à essa torna a experiência algo impraticável.

Porem, convenhamos: quem compra uma TV como essas não tem uma internet com apenas 2 Mbps. Com certeza possui velocidades ainda maiores.

2014-08-06 12.25.14

Os modelos também foram preparados tecnicamente para oferecerem uma performance otimizada com o seu hardware. Modelos de TVs com dual-core e 8 GB de armazenamento (não disponíveis para o usuário, que pode utilizar pendrives e/ou HDs) foram capazes de realizar de forma plena as principais atividades propostas. Não foram observados arrastos, travamentos ou lags durante a degustação. Porém, entendo que são necessários testes mais intensos com o produto (esperamos que isso possa acontecer em breve).

2014-08-06 12.16.43

Antes de encerrar, os preços. São três novas séries (UB8500, UB9500 e UB9800), com preços sugeridos de R$ 5.999 (UB8500, de 49 polegadas), R$ 8.999 (UB8500, de 55 polegadas), R$ 13.499 (UB9500 de 65 polegadas), R$ 34.799 (UB9800, de 79 polegadas), e R$ 44.999 (UB9800, de 84 polegadas).

A seguir, uma breve demonstração em vídeo do webOS em ação.

 

Agradeço à assessoria da LG do Brasil pelo convite para mais um evento.

LG Digital Experience 2014 | As novidades na linha de TVs (OLED, 4K, Curvada)

by

UB9800

A LG apesentou na Digital Experience 2014 o seu novo portfólio de TVs, com todas as novas tecnologias trabalhadas pelo fabricante nos últimos anos. Em 2012, a empresa apostou no Ultra HD (4K), expandindo essa aposta em 2013. Para 2014, serão até 10 novos modelos com essa resolução de tela, com tamanhos que variam entre 49 e 98 polegadas.

Os lançamentos contam com recursos avançados e tecnologia embarcada para oferecer a melhor experiência de imagem. Por exemplo a presença do controle Smart Magic, que funciona como uma espécie de mouse na tela, sendo também capaz de reconhecer voz e gestos. Outra assinatura dessas novas TVs da LG é a presença da plataforma WebOS, que foi adaptada para as TVs, oferecendo uma forma mais simples de interagir com a Smart TV da LG, com uma navegação direta aos conteúdos.

Os novos modelos Ultra HD 4K da LG – UB8500 (49”/55”), UB9500 (65”) UB9800 (79”/84”/98”) oferecem a exclusiva tecnologia Nano Full LED, combinando os pontos de iluminação por toda a tela, otimizando a luminosidade e oferecendo um contraste de maior qualidade. Pelo seu tamanho de tela, a qualidade final da imagem fica realçada, e é aí que a resolução 4K se torna efetiva e perceptível ao telespectador.

Previsão de lançamento:  UB8500 (49”/55”) – Maio de 2014
Previsão de lançamento:  UB9500 (65”) – 2º semestre de 2014
Previsão de lançamento:  UB9800 (79”/84”/98” ) – 2º semestre de 2014

77EC9800

Também foram apresentadas duas novas TVs curvadas – EA9800 (55”) e EC9800 (77”), sendo estas pioneiras no segmento de design ergonômico de tela, e oferecendo uma experiência mais imersiva na visualização de conteúdos na TV. Contam com tecnologia OLED, dispensando assim a iluminação traseira, e oferecendo telas com menor espessura.

As telas OLED da LG possui um diferencial, que é a tecnologia proprietária WRGB, que adiciona um subpixel branco à combinação RGB (vermelho, verde e azul). Com uma base transparente e a parte traseira feita de fibra de carbono, os modelos curvados da LG são mais resistentes na sua construção, e sua estética resulta em uma leveza visual ao ambiente onde será instalada. Por fim, esses modelos são 3D, e contam com todos os recursos presentes nas Smart TVs da LG.

Previsão de lançamento: EA9800 (55”) – disponível no mercado
Preço médio sugerido: R$16.999,00
Previsão de lançamento: EC9800 (77”) – 2º semestre de 2014

55EA8800

Por fim, dos anúncios da LG na Digital Experience 2014, o modelo EA8800 de 55 polegadas é o único que está disponível no Brasil. A TV conta com uma moldura em forma de quadro, e em modo stand-by possui o Modo Gallery, que exibe imagens de pinturas clássicas armazenadas na TV em modo looping. O modelo conta ainda com um sistema de som com dois alto-falantes e dois woofers, oferecendo uma potência de 100W. A tela é OLED, ressaltando o tom preto nas imagens, e é mais um modelo 3D com os recursos de uma Smart TV.

Preço sugerido: R$ 16.999.

A seguir, mais fotos das TVs apresentadas durante o evento.

2014-03-25 11.50.29 2014-03-25 11.50.43 2014-03-25 11.51.16 2014-03-25 11.51.18 2014-03-25 11.51.21 2014-03-25 11.51.40 2014-03-25 11.51.44 2014-03-25 11.51.47

Nota: Eduardo Moreira viajou para São Paulo (SP) a convite da LG do Brasil

CES 2014 | Como funciona o webOS nas novas Smart TVs da LG?

by

lg-webos-smart-tv

Para muitos usuários, um dos principais problemas das Smart TVs atuais está nas interfaces de usuário confusas e de difícil uso. A LG quer mudar isso, oferecendo modelos de fácil conexão, conversão e navegação. Para isso, eles apostam no webOS, adaptando o sistema operacional da Palm para ser utilizado nas suas Smart TVs. Elogios ao software abandonado pela HP não faltam. Agora, resta saber como elas vão funcionar nas TVs da LG. E esse post serve para isso.

A interface do webOS para as Smart TVs se caracteriza pelos seus cartões de aplicativos. Quando você inicializa a TV, a primeira coisa que você vê é o aplicativo mais recente, seguida por outro software e canais que foram instalados na TV. A LG confirmou hoje o acordo com diferentes serviços de streaming que estarão presentes nessa nova fase de suas TVs inteligentes, entre os quais se encontram Netflix, Amazon, Pandora, YouTube e Hulu.

Também estarão presentes aplicativos que poderão aproveitar ao máximo o hardware das novas Smart TVs da LG, como por exemplo softwares de mídia e comunicações, acesso de dados na nuvem, entre outros. Uma loja de aplicativos estará disponível para download e compra de novos programas.

lgwebostv

O usuário vai controlar a Smart TV com webOS utilizando um controle de movimento, que permite mover o cursor pela tela. A primeira experiência com as novas TVs será orientada pelo Bean Bird, um divertido assistente virtual, que vai guiar o consumidor através das funções da nova TV. A LG define isso como uma “experiência cinematográfica de uso”.

lgsmarttvwebos

O design do webOS para as Smart TVs da LG pode ser um dos seus pontos de maior sucesso, pois acaba (na teoria) com as complicações e sobrecarga de itens desnecessários que outras TVs inteligentes possuem, além de criar uma interface simples, amigável e até divertida, oferecendo um acesso rápido aos serviços de streaming e aplicativos. Porém, só o tempo vai dizer se a teoria terá efeito na prática.

CES 2014 | LG avisa: o webOS estará em 70% dos seus televisores, e confirma a existência da pulseira Life Band Touch

by

lg-ces-2014

A LG veio com tudo para a CES 2014, e mesmo sem apresentar todas as suas novidades, eles já adiantam algumas delas. Uma dessas notícias é uma grata surpresa: o webOS não será algo passageiro, inusitado e temporário no catálogo de TVs da casa, e estará presente em pelo menos 70% das Smart TVs lançadas pelos sul-coreanos em 2014.

Um vazamento da suposta interface do sistema operacional criado pela Palm já adaptado para as TVs da LG foi visto na web na semana passada, mas até agora não há maiores informações sobre como esse software vai atuar nos novos equipamentos. A LG só adianta que as novas TVs contarão com suporte para comandos de voz e gestos, de modo similar com o que já vimos em outras TVs da empresa, além do muito esperado gerenciamento multitarefa.

Mas as novidades não terminam por aqui. A LG confirmou que vai apresentar na CES 2014 a Life Band Touch, uma pulseira de atividades muito parecida com a Nike Fuel Band, que vai se conectar aos dispositivos Android e iOS via Bluetooth 4.0. A pulseira contará com controles sensíveis ao toque para a reprodução de músicas e gerenciamento das chamadas e mensagens de texto.

E tudo indica que as novidades da LG não são apenas essas. Muita coisa deve ser anunciada ao longo do dia de hoje. Fiquem ligados!

Via LG

A Smart TV com webOS da LG vaza na web dias antes do seu anúncio oficial

by

webos

Já era de se imaginar que veríamos a tão especulada TV com webOS da LG na CES 2014, mas é sempre melhor quando temos um amigo como o @evleaks vazando esses anúncios antes do tempo. A fonte antecipadora de produtos de tecnologia mais uma vez oferece um preview do que os coreanos pretendem mostrar em Las Vegas, com uma completa renovação na interface de usuário da Smart TV.

Aqueles que algum dia em um passado não muito distante utilizaram o mítico Palm Pro ou similares terá uma espécie de “deja vu” ao se deparar com a interface de usuário, mas que exibe algumas importantes alterações na estética e nas funcionalidades. A LG aposta no desenvolvimento da interface de código aberto Enyo, que foi adquirida pelos coreanos para ser parte fundamental do projeto do novo webOS para as novas TVs.

A ideia aqui é fomentar o desenvolvimento de aplicativos de terceiros para essa nova família de TVs. Confirmados pelo vazamento, temos os seguintes apps: YouTube, Facebook, Twitter e Skype. Um bom começo para um ecossistema que tem como principal objetivo crescer.

Infelizmente, isso é tudo o que temos. Ou melhor, tudo o que o @evleaks contou para todos. Mais infos sobre o assunto (muito provavelmente) na semana que vem, durante a CES 2014.

Via @evleaks

LG vai apresentar a sua primeira TV com webOS na CES 2014

by

tv-lg-web-os

Nem só de atraentes curvas e proporções de impacto vivem os televisores da LG. Eles contam com uma interessante carta na manga para a próxima CES 2014, relacionado com o webOS (para a alegria de muitos fãs saudosistas do sistema).

A compra da plataforma por parte dos coreanos caiu no esquecimento da maioria, mas aqueles que ainda se lembram que o webOS pertence agora à LG não se surpreenderam com a notícia que a primeira TV com o citado sistema operacional estará em exibição na feira de Las Vegas. Quem confirma a informação é Hong Sung-pyo, engenheiro da LG, em um evento sobre semicondutores, realizado em Seul (Coreia do Sul).

A única informação antecipada por Hong é que o televisor contará com um processador dual-core de 2.2 GHz, além de 1.5 GB de RAM. O engenheiro também informou que a LG tem a intensão de retomar o desenvolvimento do Enyo, uma framework da JavaScript de código aberto para aplicativos multiplataforma complementar ao sistema operacional.

Para aqueles que certamente ficarão impacientes com tal novidade, vale a pena lembrar que a CES 2014 começa nos primeiros dias do próximo ano. Logo, não vai demorar muito para que esse assunto volte a receber a nossa atenção.

Via The Verge