Arquivo para a tag: wearables

A camiseta Hexoskin está pronta para quantificar os seus exercícios

by

hexoskinlead

A ideia não é nova (Intel e Ralph Lauren já fizeram o mesmo), porém, é a primeira vez que vemos um produto 100% operacional no mercado. A Hexoskin é uma startup canadense que colocou no mercado a sua primeira camiseta inteligente, destinada aos esportistas e cheio de sensores capazes de mostrar informações detalhadas sobre os exercícios do usuário (frequência cardíaca, recuperação, ritmo cardíaco, respiratório, cadência, passos, velocidade, etc).

Os monitores podem coletar dados sobre sua atividade diária (mesmo que você não faça exercícios) ou até enquanto você está dormindo, sincronizando as informações via Bluetooth com o smartphone (iOS ou Android) ou PC, com um aplicativo próprio.

A camiseta Hexoskin conta com detalhes refletores, para ser visível durante à noite, pode ser lavada na máquina e possui uma tela transpirável, que promete uma secagem rápida. Será vendida em seis tamanhos diferentes, em versões para homens e mulheres.

Infelizmente, a camiseta é exclusiva para o mercado norte-americano, e seu preço sugerido é de salgados US$ 399.

Via Hexoskin

 

Philips PulseRelief, mais um wearable para cuidar da sua saúde

by

Philips_-PulseRelief

O Philips PulseRelief é capaz de enviar pulsos elétricos em diferentes intensidades e frequências, para acalmar as dores musculares através da estimulação dos nervos. O dispositivo pode ser controlado por um aplicativo para iOS.

Philips_PulseRelief_destacada

A Philips alerta que essa dispositivo não vai substituir um médico, mas certamente vai melhorar a qualidade de vida das pessoas. A Philips aqui está aproveitando as tendências tecnológicas (como os wearables e a internet das coisas) para aplicar as novas tecnologias no objetivo de melhorar de forma efetiva as nossas vidas.

 

Via Philips

BlackBerry pensa em colocar o BBM no seu pulso

by

IMG_9778

John Sims, presidente de serviços empresarias da BlackBerry, afirmou que gostaria de ver o BBM rodando em um dispositivo vestível. Ele afirma inclusive que a empresa já faz testes com isso, e apesar de não haver nenhum plano de lançamento, que já alcançam resultados notórios.

A afirmação mostra uma direção contrária ao que John Chen (foto acima), CEO da BlackBerry, afirmou em fevereiro, quando disse que a empresa canadense não ia entrar na corrida dos wearables, preferindo se centrar em um único mercado, pensando na recuperação da marca no segmento de smartphones.

Ou seja, o discurso parece ter mudado. Sims ainda revela que não só há testes com wearables, mas também que esses equipamentos sincronizariam com o smartphone, podendo ser controlado por voz.

São discursos muito diferentes. O tempo vai dizer qual deles prevaleceu.

Via PCMag

 

Intel e Fossil fecham parceria para desenvolver wearables bonitos

by

fossil-1

A Intel que entrar de cabeça no mundo dos wearables, e para isso eles precisam de alguns aliados que ajudem a dar forma ao projeto. Um deles é a Fossil, companhia de acessórios de Santa Clara, Califórnia. As duas empresas anunciaram em nota de imprensa a parceria para desenvolvimento de futuros wearables.

Não há maiores informações sobre o assunto, já que as duas empresas se limitaram a dizer que desenvolverão produtos emergentes e tecnologias dirigidas orientadas ao consumidor de moda. Vale lembrar que a Fossil foi uma das marcas citadas no lançamento do Android Wear, de modo que já temos algo encaminhado nesse aspecto.

Essa não é a primeira parceria da Intel pensada no mundo dos wearables. Em 2013, eles investiram um bom dinheiro na Thalmic Labs, fabricante de uma pulseira que traduz o movimento de nossos músculos em ordens, e em março de 2014, eles compraram a Basis, empresa de pulseiras esportivas.

No mês passado, conhecemos o BioSport, fones de ouvido com sensores de ritmo cardíaco desenvolvidos em colaboração com a SMS Audio. Ou seja, não resta dúvidas sobre quais são os planos de negócio da Intel para os próximos anos.

Via CNET, Intel

 

Baidu Eye, a resposta chinesa ao Google Glass não tem tela

by

650_1000_3035196-inline-s-1-baidu-eye-google-glass-without-glass

Em abril de 2013, a Baidu anunciou que estava desenvolvendo óculos inteligentes, no estilo do Google Glass. A empresa trabalhava em um projeto que era mais experimental, sem tantas aspirações para ser um produto final. Pois bem, o tempo passou, e pudemos constatar que eles mudaram de ideia, apresentando o Baidu Eye.

A gigante chinesa de buscas decidiu dar um foco diferente ao projeto, já que o Baidu Eye é um óculos que não tem tela integrada. Ele é um acessório que se apóia na cabeça, da mesma forma que faríamos com os óculos, mas que é capaz de reconhecer vozes e gestos através de sua câmera (instalada na perna direita) e microfone integrado. Por exemplo, se desenhamos um círculo com nossos dedos sobre um objeto, ele será reconhecido pelo Baidu Eye.

650_1000_3035196-inline-s-2-baidu-eye-google-glass-without-glass

Para que o produto funcione, ele precisa trabalhar em conjunto com smartphone, que fornece a conectividade e acesso às consultas na nuvem. A tecnologia aplicada na câmera é capaz de reconhecer objetos – plantas, roupas, alimentos, etc -, além de registrar fotos e vídeos.

Fazer um dispositivo sem tela é mais simples, mas barato e com maior autonomia de uso. As respostas às nossas ações chegariam através dos fones de ouvido, ou da tela do nosso smartphone.

Sem ter uma data oficial para ser comercializado, tudo indica que ele será um produto que só vai aparecer ao mercado em 2015, sendo altamente orientado para o setor do comércio, para identificação de objetos nas compras. O vídeo abaixo mostra o produto em funcionamento.

IFA 2014 | Sony Smartwatch 3, com Android Gear, é oficial

by

650_1000_smartwatch_2

A Sony também apresentou na IFA 2014 o SmartWatch 3, a mais recente geração de relógios inteligentes da empresa. Esse é o primeiro modelo especificamente projetado para receber o sistema operacional Android Wear, do Google

O modelo é capaz de gerenciar informações de contatos, sugere o que o usuário necessita e mostra o recurso antes mesmo de ser solicitado. É possível receber mensagens de amigos, notificações e atualizações meteorológicas rapidamente, além de informações de voo, dicas baseadas em interesses ou mensagens de todos os tipos, além de permitir uma interação por voz.

O SmartWatch 3 é um acessório que possui funcionalidades independentes. Conta com microfone integrado, tecnologias de acelerômetro, bússola, giroscópio e GPS, tela de 1.6 polegadas (320 x 320 pixels) TFT LCD, com a promessa de boa visibilidade sob luz solar intensa, dentro de um painel de aço inoxidável. O modelo possui certificação IP681, e sua recarga de bateria é feita através da porta microUSB. Sua autonomia de uso prometida é de até dois dias de funcionamento.

O relógio inteligente possui 4GB de armazenamento, possui compatibilidade com fones Bluetooth, e é compatível com o recurso Lifelog, para monitorar suas atividades esportivas.

O Sony Smartwatch 3 está previsto para chegar ao mercado internacional em outubro, com preço sugerido entre 249 e 269 euros.

650_1000_smartwatch_11

Via assessoria de imprensa (Sony Brasil)

Rumor: iWatch não chega ao mercado antes de 2015. E sim… será um produto caro

by

apple-iwatch-filing-2013-07-01-03

Enquanto você passou o final de semana descansando (de forma merecida), o mundo dos rumores seguiu em pleno funcionamento, e gerou algumas especulações envolvendo a Apple e o seu (talvez) iminente iWatch. As duas notícias não são tão boas assim, já que estão relacionadas a dois itens que muito interessam ao consumidor: a data de lançamento e o preço.

Segundo o site Re/Code, a Apple vai manter a sua filosofia de oferecer produtos top de linha, e fontes próximas da empresa afirmam que o produto pode chegar ao mercado com um preço de US$ 400, com a possível adição de modelos um pouco mais baratos ao longo do tempo.

No ano passado, Tim Cook afirmou no evento ‘D: All Things Digital’ que “existe um monte de gadgets nesse segmento nesse momento, mas não há nada que realmente se destaque. (…) Acredito que teremos muitas empresas participando desse segmento”, e isso parecia indicar o próprio interesse da Apple nos wearables, o que ficou mais evidente com o anúncio de soluções como o HealthKit no iOS 8.

As mesmas fontes afirmam que a apresentação do smartwatch da Apple não quer dizer que o mesmo pode chegar ao mercado de forma imediata. Aliás, nem mesmo para o natal de 2014. A suposta disponibilidade do iWatch seria para o começo de 2015.

No dia 9 de setembro, vamos ver a Apple confirmando ou desmentindo esses rumores, e esperamos ver essa proposta de relógio inteligente apresentada.

Via Re/Code (link 1 e link 2)

LG G Watch R: o smartwatch circular da LG é oficial

by

lg-g-watch-r-1-1

A LG não quis esperar o início da IFA 2014, e decidiu apresentar oficialmente o seu novo relógio, o G Watch R. O modelo circular é um smartwatch com Andoid Wear, tela P-OLED (Plastic OLED) de 1.3 polegadas (320 x 320 pixels), e altamente inspirado no Motorola Moto 360.

No seu interior, temos um processador Qualcomm Snapdragon 400 com 512 MB de RAM e 4 GB de memória interna. Sua bateria é de 410 mAh, o que deve resultar em uma autonomia de uso de apenas um dia (uma pena). Nas laterais, um botão físico de liga/desliga é outra novidade em relação ao modelo anterior, além de permitir a troca de pulseiras com uma espessura de 22 mm. De quebra, o relógio possui certificação IP67, sendo assim resistente à água e poeira, e possui monitor cardíaco integrado.

lg-g-watch-r-2-1

Curiosamente, a tela do G Watch R não possui a barra inferior na cor negra, presente no Moto 360. De acordo com a Motorola, essa área era utilizada para insrerir o sensor de luz ambiente e de outros drivers da tela. Isso pode significar que: ou o relógio da LG não possui os mesmos sensores, ou os engenheiros coreanos integraram esses sensores em outro local no relógio.

O novo LG G Watch R com Android Wear estará disponível no quarto trimstre de 2014, aproveitando o período de vendas de natal. Não chega para ser um substituto do LG G Watch, mas sim uma opção a mais dentro do catálogo de wearables. Seu preço não foi anunciado.

lg-g-watch-r-3-1 lg-g-watch-r-03-1 lg-g-watch-r-02-1 lg-g-watch-r-01-1

Via Engadget

Samsung: smartphone circular na IFA 2014 e nova tecnologia de leitor de digitais

by

samsung-smartwatch-circular-1

Já que precisamos ganhar tempo nessa vida, um post com dois rumores interessantes envolvendo a Samsung.

O primeiro deles envolve um novo smartwatch da Samsung, dessa vez, com linhas arredondadas. O site SamMobile, os coreanos também deve apostar nos relógios curvos, depois de ver a LG e (principalmente) a Motorola fazer barulho com os seus modelos nesse formato.

Em julho, representantes da Samsung apresentaram diferentes designs e formatos de smartwatches. Agora, o SamMobile garante que o novo relógio vai chegar junto com o Galaxy Note 4 e com outro smartwatch autônomo (o Gear Solo), que contaria com slot SIM, para dispensar a conectividade com o smartphone.

galaxy-note-321

O segundo rumor – também oferecido pelo SamMobile – revela detalhes sobre o sensor de digitais que pode ser utilizado no Galaxy Note 4. Esse novo sensor contará com novos recursos, como por exemplo configurar atalhos, permitindo que você use um dedo em particular para desbloquear o dispsitivo, ou até mesmo iniciar qualquer aplicativo que você configurar para ser acionado com esse sistema.

A verdade sobre esses dois rumores? Só na próxima Samsung UNPACKED, que acontce na semana que vem.

Via SamMobile (smartwatch e sensor no Galaxy Note 4)

Estudos mostram que dispositivos wearables contam com forte distribuição de mercado

by

mwc-mwc-gear-fit-0012-1

Um recente estudo da Canalys revela que a distribuição de dispositivos wearables aumentou em quase 700% em relação ao volume obtido em 2013, mostrando que o mercado ao menos está produzindo muito, e que aparentemente o comércio como um todo se interessa por esses produtos.

De forma mais concreta, foram 6 milhões de smartwatches e pulseiras quantificadoras distribuídas no primeiro semestre de 2014, sendo que a maioria dos produtos são relógios da Samsung, acompanhado de produtos da Pebble e Sony. Sobre as pulseiras inteligentes, Fitbit e Jawbone são as líderes de mercado.

Mesmo assim, o caminho a ser percorrido pelos wearables é longo. Apenas para colocar em perspectiva, os fabricantes de dispositivos móveis enviaram mais de 300 milhões de unidades de smartphones apenas no segundo trimestre de 2014. Além disso, é sempre bom lembrar que distribuição de unidades não significa vendas de produtos, ou seja, não podemos estimar qual é o sucesso dos wearables junto ao consumidor final.

Será que o mercado de wearables só vai engrenar de vez quando empresas como Apple e Microsoft apresentarem seus produtos? E será que o seu próximo presente de natal será um desses gadgets que muitos já levam no pulso?

Via Canalys

Samsung também quer smartwatches redondos em seu catálogo

by

samsung-smartwatch-circular-1

Os últimos pedidos de patentes da Samsung mostram que eles aprenderam direitinho com a Motorola. Um trio de relógios inteligentes foram registrados pelos coreanos, com um design circular até então desconhecido do grande público.

As linhas lembram de forma inevitável o Moto 360, claramente focadas no design clássico de um relógio, e os projetos podem ser adotados pela Samsung nos próximos modelos. Cada um dos modelos conta com pequenas diferenças de design, mas mantendo a proposta arredondada. Um deles deve contar com uma pulseira mais avançada, que pode integrar câmera e conexão para recarga de bateria.

As propostas parecem oferecer uma grande mudança em relação aos atuais modelos Gear. Vamos ver quais as surpresas esses modelos podem nos oferecer quando (e se) forem anunciados. Vale destacar que essas patentes foram registradas no mês de março, e que não sabemos se esse é um projeto a curto, médio e longo prazo. Ou se algum dia eles verão o mercado.

samsung-smartwatch-circular-2

Via Android Central

O suposto relógio da Microsoft seria na verdade uma pulseira quantificadora

by

650_1000_captura_de_pantalla_2014-07-03_a_la(s)_8.23.07

Nas últimas semanas, o rumor do suposto relógio inteligente da Microsoft ganhou força. O dispositivo chegaria para brigar pelo mercado de dispositivos wearables, mas também no segmento de quantificação, mantendo o seu aspecto de ser o companheiro inseparável do seu smartphone.

É o que garante Paul Thurrott, que recebeu informações sobre a existência de diversos sensores de fitness e uma compatibilidade com os sistemas Android, iOS e Windows Phone. Se isso parece pouco, alguns pedidos recentes de registro de patentes da Microsoft mostram alguns esboços do que poderia ser a pulseira do produto (fotos desse post), onde também é possível encontrar imagens da interface e um dock de carga que ajudaria a facilitar a tarefa de recarga da bateria do produto.

Por enquanto, isso é tudo o que se sabe sobre o assunto. Não há previsão para lançamento ou valores definidos. Logo… paciência, meus amigos.

microsoft-wearable-patent

Via The Verge, WinSuperSite

ASUS pode fabricar o relógio com Android Wear mais barato do mercado

by

android-wear-lg

Se a primeira leva de smartwatches apresentada por LG, Samsung e Motorola não se ajustar ao seu orçamento, pode ser que a ASUS entregue o que você está procurando. O site TechCrunch informa que o fabricante taiwanês está desenvolvendo um modelo de relógio com Android Wear com a ajuda da Google, cujo preço de venda se posicionaria entre US$ 99 e US$ 149.

Ou seja, poderemos encontrar no mercado um relógio com Android Wear que custa US$ 50 a menos que o LG G Watch e o Samsung Gear Live, representando um duro golpe para a concorrência.

A ASUS também insinua que poderá implementar um controle por gestos, além dos clássicos toques na tela e comandos por voz, mas por enquanto, isso é um rumor. Tudo indica que esse relógio será apresentado em setembro (talvez na IFA), de modo que não deve demorar muito para que as dúvidas restantes sejam respondidas.

Via TechCrunch

Rumor: iWatch com mais de um design, e mais de 10 sensores

by

650_1000_iwatch-concept-nike

Começou a leva de rumores mais intensos sobre o suposto smartwatch da Apple, o iWatch. Depois da notícia publicada pela Reuters que a produção do dispositivo já estaria em estágio avançado, com um possível lançamento para o mês de outubro, com projeção de vendas estimadas em (assustadores) 50 milhões de unidades em um ano, o Wall Street Journal apresentam novos e interessantes rumores sobre esse novo produto da Apple.

Segundo o WSJ, o iWatch não teria apenas um design. Eles apostam em um relógio com diferentes tamanhos de tela, talvez seguindo a tendência do Samsung Gear e suas diferentes “linhas”. Particularmente, acho que a Apple vai lançar apenas um modelo do iWatch. Mas como a fonte desse post é o WSJ, nunca se sabe.

Mas a maior possibilidade de acerto está nos sensores. Especula-se na presença de até dez sensores, incluindo o de monitoramento cardíaco. O que é bem lógico, levando em conta as novas apostas da Apple nos cuidados de saúde do usuário. Também existe a possibilidade da Nike estar especialmente envolvida no desenvolvimento do produto.

Também se acredita que a Apple está procurando desenvolver um relógio que seja muito menos dependente do smartphone, sendo capaz de registrar todos os parâmetros e dados do usuário sem precisar recorrer ao iPhone. Vale lembrar que já existia o rumor que a gigante de Cupertino estaria procurando novas formas de recarga do dispositivo, dispensando a necessidade de usar a tomada ou um cabo USB (recarga solar, por movimento, etc).

Por fim, as estimativas de vendas publicadas pelo Wall Street Journal giram em torno de 15 milhões de unidades em 2014.

Com tudo isso, já dá pra dizer que o iWatch (que começou a ser especulado no meio do ano passado), finalmente está mais próximo da nossa realidade.

Via WSJ