Arquivo para a tag: videogame retrô

Retro Freak, o videogame retrô definitivo

by

Retro Freak

O Retro Freak é um projeto de um impressionante console capaz de suportar até 12 formatos de cartuchos de videogames do passado, que só estava disponível no mercado asiático. O modelo despertou a paixão dos colecionadores, já que oferecia o paraíso para os mais nostálgicos.

Porém, a Cyber Gadget aproveitou a Computex 2016 para relançar o console com novos componentes, acessórios e o mesmo ar retrô que move milhões de dólares ao redor do mudo. O Retro Freak é um console equipado com slots compatíveis para cartuchos de NES, Famicom, SNES (Pal e NTSC), Super Famicom, Sega Genesis, Megadrive (PAL e NTSC), PC Engine, TurboGrafx-16, PC Engine Super Grafx, Game Boy, Game Boy Advance y Game Boy Color.

O produto conta com conexão HDMI e upscalling de imagens a 720p, através de um filtro suavizado para as bordas de pixels, oferecendo uma melhor qualidade de imagem, mas sem abandonar a aparência retrô. É compatível com todos os controles dos consoles citados por meio de um adaptador, ou é possível utilizar um controle USB.

Retro Freak-07

O Retro Freak chega com um sistema operacional proprietário e uma interface similar ao que temos no Wii, onde podemos ajustar os controles e gerenciar os jogos e partidas salvas na microSD, inclusive podendo realizar cópias completas dos jogos, dispensando o uso de cartuchos em cada ocasião.

Nas configurações, o produto permite o ajuste de resolução de tela, o suavizado dos pixels e a frequência entre 60 e 120 Hz, para que os mais puristas possam jogar as versões originais dos jogos sem maiores problemas, ou experimentando uma pequena melhora nos gráficos.

A má notícia é que ainda não há planos para que o Retro Freak seja vendido fora do Japão. No país asiático, o produto está disponível com um controle por US$ 200, e a outra versão com adaptador para controles retrô custa US$ 230.

O Retro Freak é uma excelente opção para os nostálgicos, oferecendo boas alternativas e características. Agora só resta esperar que o produto chegue a outros mercados.

Retro Freak-02 Retro Freak-03 Retro Freak-04 Retro Freak-05 Retro Freak-06 Retro Freak-08

Via CNET

Coleco Chameleon: o console retrô definitivo pode ser uma mentira

by

coleco_chameleon_hero-ed

O Coleco Chameleon é um console desenvolvido pela Retro Video Game Systems, que promete oferecer o que muitos usuários sonhavam há muito tempo: emular diferentes plataformas em uma mesma máquina, obtendo o mesmo desempenho do console original. Para isso, ele conta com um chip FPGA que pode ser reconfigurado de acordo com a plataforma que terá que emular. E é justamente por isso que o videogame é considerado um ‘camaleão’.

O projeto chegou ao Kickstarter no dia 26 de fevereiro, prometendo emular ColecoVision, Intellivision e até o SNES. Mas a surpresa veio quando a empresa anunciou que a campanha teria que esperar, alegando que eles preferiam terminar o protótipo e trabalhar mais com os desenvolvedores para ter um melhor conteúdo. Era um cenário nebuloso, mas o melhor ainda estava por vir.

Seus criadores aproveitaram a celebração de um evento de videogames em Nova Iorque para apresentar o projeto antes do seu lançamento no Kickstarter, e foi lá onde alguns usuários perceberam o que estava acontecendo. Ao que parece, o console exposto na vitrine do stand parecia ser uma carcaça do Atari Jaguar com uma placa em seu anterior que parecia muito com a de um SNES Jr. Foi esclarecido que o design da carcaça se dava ao uso de moldes do design original do Jaguar, e sobre os componentes internos, os responsáveis garantiram dar maiores detalhes quando a campanha de crowdfunding fosse lançada.

Porém… adivinha? A campanha atrasou, e eles lançaram um comunicado através do Facebook para esclarecer que eles preferiram centrar-se em finalizar o projeto e trabalhar com os desenvolvedores.

Junto ao texto, eles colocaram algumas imagens do console para acalmar os interessados. As fotos mostravam um modelo transparente, mostrando as suas entranhas. Um dos usuários do fórum AtariAge descobriu que o chip exibido na foto era correspondente a um fabricado pela Techwell, empresa de semicondutores que fabricou placas capturadoras entre os anos de 1997 e 2010.

Uma rápida busca no Google mostra uma venda de placas PCI no eBay que mostra modelos idênticos na aparência à placa que o Coleco Chamaleon escondia no post do Facebook. Para ser mais exato, a placa Hicap50B CCTV DVR.

Depois dessa descoberta, a Retro Video Games retirou exatamente a foto que era possível ver o interior do console. E, assim, eles cavaram a sua própria sepultura.

Como você já pode imaginar, o trabalho de investigação dos usuários do fórum AtariAge se estendeu como pólvora, e os danos colaterais não demoraram a aparecer. A Colecovision, empresa proprietária da marca Coleco – que cedeu os direitos de uso da marca para a Retro Video Game Systems para a comercialização do console -, lançou um comunicado informando que realizará as investigações necessárias para esclarecer “as preocupações” geradas entre os usuários.

Para isso, uma equipe de engenheiros independentes vai revisar o protótipo durante um período de sete dias, avaliando se o trabalho da Retro Video Game Systems dá margem para as especulações dos últimos dias. Se isso acontecer, a marca vai abandonar o projeto, e o console simplesmente morreria sem sequer chegar a publicar a sua campanha no Kickstarter.

Em teoria, nesse momento, o Coleco Chamaleon segue melhorando o seu protótipo, mas teremos que esperar pelos resultados da auditoria independente para saber o que vai acontecer com a marca. Sobre o uso de velhas placas, é óbvio que esta não é a melhor forma de vender o produto, já que deixam muito claro que eles buscavam apenas chamar a atenção dos usuários, arrecadando o máximo de dinheiro possível no Kickstarter. Se eles querem começar o projeto logo, tudo bem. Mas que esta não é a melhor forma de fazer, isso não resta a menor dúvida.

Moral da história: nunca brinque com os sonhos de um gamer retrô.

Via RetroVGS (Facebook)