Arquivo para a tag: vídeo comparativo

Review Comparativo | LG G2 vs LG G Flex

by

DSC09150

Eu tive a chance de testar o LG G2 no final do ano passado, e considerei o modelo um dos melhores de 2013. Já o LG G Flex eu testei em abril desse ano, e considerei um excelente “phablet” (sim, eu sei que tem gente que odeia esse termo…). Na época que ainda estava com o G Flex em testes, eu aproveitei a oportunidade para registrar um breve comparativo dos dois modelos, e nesse post, compartilho com vocês a minha experiência com esses dispositivos.

Apesar de demorar um pouco mais do que o desejado para colocar esse comparativo no ar, entendo que ele ainda é válido, uma vez que as informações ainda não perderam a sua validade. Além disso, a abordagem dada para esse comparativo é bem mais conceitual do que técnico, ou seja, o destaque desse comparativo é na proposta geral dos dois produtos, com o objetivo de oferecer ao leitor uma perspectiva que mostre qual produto é indicado para diferentes perfis de usuários.

DSC09159

No tamanho, a diferença entre o G2 e o G Flex é perceptível. E muito. Quando você pensa que as 5.2 polegadas do LG G2 são elevadas (e acredite: muita gente entende que o G2 é grande demais – não tiro a razão de quem pensa assim), vem o G Flex e suas 6 polegadas, e mostra que tudo pode ser ainda maior. A diferença é notável, não só no bolso do usuário, mas principalmente no seu agarre.

Segurar o LG G2, para mim, é algo bem confortável – até porque minhas mãos são grandes. O G Flex se tornou um pouco incômodo para a sustentação com uma única mão, porém, a curva do design ajuda na ergonomia, o que acaba compensando um bocado, caso a sua utilização seja um pouco mais longa. Se o design do G Flex fosse pensado em uma tela reta, talvez ele não fosse tão prazeroso na utilização diária.

Aliás, é sempre bom lembrar que essas tais 6 polegadas do G Flex é apenas uma polegada menor do que a maioria dos tablets de entrada do mercado (com tela de 7 polegadas). Apenas para tornar essa perspectiva mais explícita para os usuários, registrei algumas fotos do LG G2 com o LG G Flex e com o LG G Pad, que possui uma tela de 8.3 polegadas. Apenas para que seja feita uma ideia mais clara do quão grande o G Flex é.

DSC09181

Em resumo: de pequeno, o LG G Flex não tem nada.

Tá, é possível tornar essa perspectiva ainda mais objetiva. Vamos tirar o LG G2 do comparativo por alguns instantes, e colocar o G Flex e o G Pad lado a lado.

DSC09186

É possível melhorar ainda mais essa perspectiva comparativa.

DSC09194

Logo, se você pensa em gastar um pouco mais de dinheiro para ter um smartphone com dimensões próximas ao tablet, até mesmo para evitar ter dois dispositivos com telas com tamanhos relativamente próximos, o LG G Flex pode ser a sua escolha. Afinal de contas, com um smartphone com uma tela desse tamanho, para quê ter um tablet em casa, não é mesmo?

Trazendo o LG G2 de volta para esse comparativo…

DSC09197

Outra diferença visível entre os dois modelos está na tela. Não no tamanho, algo que já foi exaustivamente abordado, mas sim, na qualidade das duas telas.

Pelas diferenças dos materiais adotados nos dois modelos, é possível perceber claramente como a tela do LG G2 possui uma qualidade melhor, não apenas na resolução (Full HD do LG G2, contra HD do LG G Flex), mas principalmente na coloração das telas. As imagens em branco no LG G2 oferecem um tom mais próximo do ideal, com maior contraste e definição dos tons escuros do que o G Flex.

DSC09205

Para a maioria dos usuários, essa diferença não é algo que chega a incomodar, ou sequer será percebida, e nem mesmo podemos dizer que existe uma grande desvantagem para a tela do G Flex. Porém, para os mais atentos/exigentes, é uma diferença que pode ser algo considerável na hora da compra.

Aqui, temos uma espécie de “Escolha de Sofia”: escolher uma tela menor, com maior resolução e melhor exibição de cores e contraste de imagem (LG G2), ou optar por uma tela maior, com resolução menor, e uma qualidade de imagem levemente inferior (LG G Flex)? Entendo que a resposta ideal vai de acordo com os objetivos de cada um, com cada dispositivo a escolher.

DSC09211

Sobre o sistema operacional e a interface de usuário, não temos grandes mudanças ou diferenças. Os dois modelos recebem o a mesma interface altamente customizada pela LG, o que resulta nas mesmas características para a imensa maioria de ações com os dois modelos. Logo, você usa os dois dispositivos da mesma forma, e as diferenças de funcionalidade são mínimas.

DSC09213

Em termos de desempenho, os dois smartphones trabalham de forma muito próxima. Desde os testes, o LG G2 recebeu algumas atualizações (inclusive para o Android 4.4.2 KitKat), o que fez com que o smartphone ficasse mais ágil e com desempenho mais ajustado ao seu poderoso hardware, melhorando sensivelmente o seu desempenho em relação ao primeiro uso do dispositivo.

Porém, antes desse update, o LG G Flex levava alguma vantagem, por oferecer uma experiência de uso mais limpa. Mas entendo que, com o passar do tempo – e com os updates – essas diferenças de performance passam a ser menores, fazendo com que esse fator não se torne tão relevante assim para a maioria dos usuários.

DSC09221

As câmeras dos dispositivos também apresentam algumas diferenças perceptíveis. Em linhas gerais, a câmera do LG G2 me agradou mais na época dos testes, e com a atualização para o Android 4.4.2 KitKat, ela ficou um pouco melhor. A câmera do G Flex, apesar de contar com um sensor de capacidade próxima ao do G2, apresentou resultados finais de captura de imagem levemente inferiores na maioria dos testes.

Mais uma vez, temos um item onde a decisão final pode variar de usuário para usuário. Se a câmera não for um fator importante, onde o que realmente importa é um maior tamanho de tela – com um formato diferenciado, não será o sensor do LG G Flex que vai impedir a sua compra.

DSC09237

Aliás, outra diferença evidente está no formato dos dois dispositivos. A tela curva do G Flex não só oferece um design diferenciado – o que sempre chama a atenção de muitos potenciais compradores -, mas também uma sensação de maior imersão na hora de visualizar vídeos, mesmo com uma resolução inferior ao do G2.

Além disso, o formato curvo realmente faz a diferença na hora de segurar o smartphone. Pode não fazer tanta diferença na qualidade de áudio das conversas por voz, mas faz todo o sentido na hora de segurar o smartphone para essas chamadas, e até mesmo ao sustentar o aparelho para uso. O produto fica mais confortável nas mãos, compensando um pouco o seu tamanho avantajado, que pode ser um motivo real para afastar alguns usuários de sua proposta.

DSC09225

Fora isso, a última grande diferença entre os dois modelos é a presença do material regenerativo na parte traseira do LG G Flex, o que pode fazer a diferença para aqueles usuários que naturalmente querem ter o seu smartphone devidamente protegido dos pequenos incidentes do dia a dia, ou das possibilidades de riscos e arranhões naturais do cotidiano. Vi esse recurso em ação na LG Digital Experience, e se ele não elimina os arranhões por completo (algo que é um pouco impossível para qualquer smartphone), pelo menos reduz e muito as chances dos riscos se tornarem mais evidentes, desvalorizando o produto que você tem nas mãos.

Para concluir, são dois smartphones com propostas diferentes. Ambos são modelos considerados tops de linha, onde o LG G2 possui uma proposta mais sóbria, e – pelo menos depois de mais de seis meses de lançamento, e o com o LG G3 já anunciado – um preço consideravelmente menor que o LG G Flex.

Para quem é mais geek, e quer ter um smartphone com uma ótima tela, especificações técnicas bem completas e um desempenho de alta qualidade, o LG G2 é uma das melhores escolhas que você pode fazer em 2014. Se você prefere um smartphone com tamanho de tablet, especificações igualmente competentes, mas um design único e inovador, o LG G Flex é a sua alternativa.

Um modelo não desabona o outro, mas é fundamental que cada um saiba qual é a melhor opção para você. Em muitos casos, a relação custo/benefício pode passar pela possibilidade de ficar apenas com um dispositivo para fazer tudo. Já outros querem ter um gadget de cada vez, com necessidades mais específicas, e com uma mobilidade mais “discreta”. A resposta sempre vai variar de usuário para usuário.

 

Vídeo comparativo: Motorola Moto X vs HTC One vs Samsung Galaxy S4

by

moto-x-vs-htc-one-vs-samsung-galaxy-s4

Não tem jeito. Tudo nessa vida é avaliado pelas comparações diretas. Ainda mais no mundo da tecnologia. Então, uma das mais eficientes formas de saber quais são as reais diferenças entre os dispositivos disponíveis é colocando eles frente a frente. Assim como acontece nesse vídeo, que mostra o recém anunciado Motorola Moto X em testes com o HTC One e o Samsung Galaxy S4.

Os três modelos foram lançados em 2013, mas contam com propostas um pouco diferentes entre si. O Galaxy S4 foi anunciado como o “smartphone Android definitivo”, com especificações de hardware poderosas, uma tela de grandes dimensões e recursos que tornavam o seu uso mais intuitivo e atraente para os usuários.

Já o HTC One chegou igualmente potente, mas com um design mais “industrial”, e uma proposta mais “limpa” que o software da Samsung, prometendo uma proposta geral mais próxima daquilo que os geeks mais experientes esperam em um smartphone Android top de linha.

Por fim, o Motorola Moto X chega ao mercado com uma relativa capacidade de customização, um hardware que o posiciona como um produto de linha média/alta (mais para alta, diga-se de passagem), e um preço muito atraente (US$ 199, com contrato de permanência de 2 anos com operadora).

Mas a principal questão é: será que existem tantas diferenças entre os modelos? Ou essas diferenças se convertem em uma grande diferença em termos de desempenho?

Veja o vídeo abaixo e descubra.

 

Via Daily Mobile

[Vídeo Comparativo] Nokia Lumia 1020 vs Lumia 920 vs Lumia 928

by

Lumia-Comarison

A seguir, um breve, porém, oportuno comparativo. Sabemos que o Lumia 1020 é o mais recente lançamento da Nokia com Windows Phone 8, que possui como principal diferencial a sua espetacular câmera de 41 megapixels (PureView), que trabalha em conjunto com um flash Xenon para fotos, e flash LED para vídeos. Porém… o quanto o smartphone é diferente do Lumia 920 e do Lumia 928, no geral?

O vídeo produzido pelo pessoal do site MobileBurn pode ajudar a responder essa questão. Para muitos usuários, as diferenças não são tão grandes no seu funcionamento, o que não justificaria uma eventual troca de produto. Uma simples atualização de software (para a nova versão Amber, por exemplo) pode deixar os usuários menos gastadores mais satisfeitos.

A não ser que você queira uma câmera com elevadíssima capacidade de captação. Aí, a coisa muda de figura completamente. Mas vale a pena você conferir o vídeo abaixo, e tirar as suas conclusões.

 

Via MobileBurn

Vídeo comparativo: novo Nexus 7 (2013) vs iPad Mini

by

nexus-7-ipad-mini

Já era esperado que esse tipo de teste acontecesse mais cedo ou mais tarde. Com o lançamento do novo Nexus 7 da Google, muitos começaram a dissertar sobre as similaridades, diferenças e potenciais do produto em relação ao seu principal adversário direto, o iPad mini da Apple. Logo, o pessoal do site MacMixing decidiu colocar os dois produtos lado a lado, e fazer o comparativo entre os dois modelos.

O vídeo disponível no final desse post não faz um comparativo direto entre as plataformas, mas sim, nas características de desempenho dos dispositivos, como tempo de inicialização, capacidade para execução de jogos e testes de benchmark (via Geekbench).

É importante levar em consideração que o iPad mini é um tablet que foi lançado em outubro de 2012, enquanto que o novo Nexus 7 foi lançado na semana passada. Ou seja, só nesse quesito, é possível ver uma certa discrepância nas exigências para cada modelo, uma vez que o tablet da Google tem ampla vantagem por ser mais novo e mais potente.

Porém, vai ser interessante um comparativo do Nexus 7 2013 com a próxima versão do iPad mini. Estou curioso para saber o quanto a Apple vai melhorar o seu tablet menor, para se aproximar do concorrente direto, que oferece mais vantagens técnicas por um preço menor.

Sem mais delongas, vídeo abaixo.


Via AppAdvice, MacMixing (YouTube)

Vídeo comparativo: HTC One vs HTC One Google Edition

by

HTCOne

Primeiro, a HTC apresentou ao mundo o HTC One, considerado um dos melhores smartphones de 2013, com um acabamento incrível, um hardware excelente, e uma performance impecável. Um Android para hater nenhum botar defeito. Então, a Google gostou do que viu, e decidiu lançar uma versão do smartphone com o Android 4.2 Jelly Bean em estado puro. Então… qual dos dois é o melhor?

O pessoal do site Android Authority decidiu fazer um vídeo comparativo dos dois modelos, que na sua essência, são rigorosamente iguais no seu hardware. A única grande diferença está justamente na presença (ou ausência) da interface HTC Sense em um dos dois modelos. Será que a interface do Android acaba interferindo tanto assim na experiência de uso de um dispositivo Android?

Bem sabemos que isso pode influenciar sim. Quem tem algum smartphone da Samsung sabe bem qual é a diferença de performance de um produto com a interface TouchWiz e sem essa interface. Porém, em alguns casos, quando o hardware é muito destacado, a interface de usuário não faz muita diferença. O vídeo pode esclarecer se o HTC One entra nessa lista.

Além disso, o vídeo também mostra as principais diferenças entre as duas interfaces, e como o smartphone se comporta com os dois softwares diferentes.

Vídeo abaixo.

Vídeo comparativo: Samsung Galaxy S4 octa-core vs Galaxy S4 quad-core

by

Samsung-Galaxy-S45-comparativo

O Samsung Galaxy S4 é um recém estreado no mercado mundial, e os vídeos comparativos não param de chegar. E uma das maiores curiosidades dos consumidores em potencial desse produto é se existe realmente muitas diferenças entre as versões octa-core e quad-core do smartphone. E é isso o que o pessoal do site PocketNow quer descobrir, com esse vídeo comparativo.

J.K. Shin, CEO da Samsung, afirmou recentemente que “não faz muita diferença” a adoção de um processador octa-core ou quad-core em termos de experiência de uso, mas parece que não é todo mundo que concorda com essa afirmação. Em testes de benchmarks anteriores, foi detectado que o processador octa-core Exynos do Galaxy S4 é muito superior aos seus concorrentes, e que o modelo quad-core não foi tão superior assim.

Outros comparativos técnicos mostraram a grande superioridade da versão octa-core sobre a quad-core, mas apenas em números. Até então, ninguém tinha se arriscado a registrar em vídeo esse comparativo de performance entre os dois modelos. E, no final das contas, o que importa é saber se, na prática, os dois modelos são tão diferentes assim no seu desempenho geral. Tal comparativo é tão importante para o consumidor quanto os testes de benchmarks, pois é esse comparativo que pode definir a compra de um ou outro modelo.

Enfim, você pode conferir o vídeo abaixo e tirar as suas próprias conclusões, podendo escolher melhor qual é o modelo que vai melhor atender as suas necessidades.

Vídeo comparativo: Samsung Galaxy S4 vs Samsung Galaxy Note II

by

gs4vgn2

Hoje é o dia que oficialmente começa a pré-venda do Samsung Galaxy S4 no Brasil, que acompanha o lançamento mundial do smartphone. Logo, será mais que natural que muitos vídeos ao redor do mundo com as primeiras análises e comparativos do novo modelo top de linha da Samsung sejam publicados nas próximas horas. Um desses que me chamou a atenção é esse comparativo do Galaxy S4 com o Galaxy Note II.

Na época do seu lançamento, muito se falou sobre o design do Galaxy S4, que seria um “mais do mesmo”, se aproximando mais das linhas do Galaxy Note II. Porém, não podemos nos esquecer que nem tudo se baseia na aparência externa do produto. Suas especificações técnicas são bem diferentes, além de recursos que só estão presentes no modelo que chega ao mercado mundial nesse final de semana.

Mas… o quanto essas diferenças são relevantes? Será que vale a pena pagar R$ 300 pelo Galaxy S4, sendo que ele é quase do mesmo tamanho (um pouco menor) que o Galaxy Note II? E a experiência de uso dos dois dispositivos? Quais as reais diferenças entre eles? Você poderá eliminar parte dessas dúvidas com o vídeo abaixo, produzido pelo pessoal do site MobileBurn.

Vídeo comparativo: Samsung Galaxy Note 8.0 vs Apple iPad mini

by

No mês de maio (se tudo der certo), o Brasil vai receber esses dois modelos de tablets, que despontam como dois dos mais completos do mercado. No caso do Samsung Galaxy Note 8.0, a sua chegada vai acontecer em uma janela previamente anunciada pela fabricante. Já o iPad mini, lançado no final do ano passado, só vai chegar agora ao Brasil, depois da homologação da Anatel para a sua versão 3G. Mas os primeiros comparativos em vídeo começam a aparecer na internet.

O pessoal do PocketNow fez um vídeo comparativo entre os dois tablets, mostrando as suas diferenças, similaridades e características. Lá fora, o Galaxy Note 8.0 tem um preço em média US$ 70 maior que o iPad mini. Aqui, nenhum preço é confirmado, e temos apenas como especulado um valor inicial para o iPad mini (R$ 1.100).

Por outro lado, mesmo com a diferença de preço sendo relevante, é importante uma observação mais ampla sobre as duas propostas. Será que os modelos cumprem o que prometem? Será que o Android 4.1.2 Jelly Bean presente no Note 8.0 possui uma performance e benefícios gerais que justificam a sua escolha? Será que as limitações de hardware do iPad mini desabonam o produto? E quanto aos aplicativos? Rodam bem? Exibem de forma agradável em suas respectivas telas? E a qualidade do produto em sua construção? Qual deles é melhor?

São questões importantes, que podem começar a ser respondidas no vídeo a seguir. Além disso, uma vez que estamos “um pouco atrás” dos demais mercados, podemos de certa forma nos beneficiar com as análises feitas por outros sites, e começar a fazer a nossa escolha.

Vídeo comparativo: HTC One vs Sony Xperia Z

by

htc-one-sony-xperia-z

O HTC One é um dos modelos mais cobiçados do mercado internacional, com especificações técnicas excelentes e um design único. Logo, é natural que ele desperte o interesse de tanta gente. Mesmo aqui no Brasil, onde a HTC não está presente de forma oficial (pelo menos, por enquanto: parece que as coisas estão mudando – fontes próximas informaram que o presidente da HTC está vindo para o Brasil no meio do ano, buscando uma nova representação no país).

Da mesma forma que o Sony Xperia Z, que tem a sua variante lançada no Brasil (Xperia ZQ) já está à venda. A Sony também apostou pesado em um modelo com especificações técnicas avançadas, um design simples, porém, elegante, e com uma interface Android pouco customizada, para oferecer um melhor desempenho, e uma experiência mais próxima daquilo que o Google sempre imaginou para o seu sistema operacional.

Então… por que não colocar os dois para um comparativo direto?

O pessoal do site Mobile Burn resolveu fazer isso, em um dinâmico review comparativo entre dois dos mais avançados e cobiçados smartphoens do mercado internacional. Veja o vídeo abaixo e aproveite não só para comparar o desempenho dos modelos, mas também para conhecê-los melhor.

Vídeo comparativo: LG Optimus G Pro vs Google Nexus 4

by

LG-Optimus-G-Pro-vs-Google-Nexus-4

O mundo da tecnologia vive das comparações. Todo mundo quer saber mais “qual é melhor” no lugar de “qual produto serve para atender bem as minhas necessidades”. Não dá para julgar esse comportamento, uma vez que estamos falando de um investimento a longo prazo. Logo, vale a pena conferir esse vídeo comparativo feito pelo pessoal do PocketNow, que colocou dois gigantes do mundo mobile frente a frente.

Os modelos escolhidos foram o LG Optinus G Pro e o Google Nexus 4 (o segundo modelo, como vocês bem sabem, é fabricado em parceria com o Google). É sempre importante destacar que esse é um comparativo de performance geral e comportamento dos dois dispositivos em certas situações, logo, diferenças de tamanho e outros aspectos físicos não devem ser levados em consideração em uma avaliação final.

Além disso, não deve ser levado em conta as diferenças de especificações técnicas (que existem) e de preços. O importante mesmo é se os dois podem fazer e bem a mesma coisa. A escolha vai ser muito mais uma questão de bolso (e de capacidade financeira) do que de qualidade, já que os dois smartphones são excelentes.

Vídeo abaixo.

Via DailyMobile

Vídeo comparativo: BlackBerry Z10 vs iPhone 5

by

Não existe forma mais eficiente de saber o quão um produto pode ser promissor do que compará-lo com outro produto que já está no mercado. O BlackBerry Z10 não seria exceção dessa regra, e rapidamente foi comparado com o iPhone 5. Quem produziu o vídeo comparativo que você pode ver abaixo foi o pessoal do site MobileBurn, que mostra as principais características técnicas dos dois produtos lado a lado, com o objetivo de mostrar ao usuário qual é aquele smartphone que mais vai se encaixar com suas necessidades e características.

Veja o vídeo comparativo entre o iPhone 5 e o Galaxy S III (mais um)

by

Todos falam nos dois modelos, e o comparativo direto é entre os dois mesmo. O que o iPhone 5 tem, que o Galaxy S III não tem? E vice-versa? Afinal, beleza põe a mesa? E um hardware mais robusto? É mesmo um diferencial relevante? Muito bem, o pessoal do MobileTech Review colocou os dois modelos lado a lado, para comparar os dois smartphones mais badalados do mercado.

Recapitulando as suas principais especificações técnicas:

– o iPhone 5 possui um processador Apple A6 de 1 GHz, 1 GB de RAM, tela com Retina Display de 4 polegadas (326 ppi), câmera traseira de 8 megapixels com gravação de vídeos em 1080p, câmera frontal de 1.2 megapixel com 720p, 1.440 mAh de bateria, conectividade 4G LTE e sistema operacional móvel iOS 6.

– o Galaxy S III conta com um processador Samsung Exynos quad-core de 1.4 GHz, tela de 4.8 polegadas Super AMOLED com reolução HD, 1 GB de RAM, câmera traseira de 8 megapixels, câmera frontal de 1.9 megapixels com gravação de vídeos a 720p e sistema operacional Android 4.0 Ice Cream Sandwich (o Android 4.1 Jelly Bean já começa a ser liberado para o smartphone em mercados selecionados), com a interface TouchWiz Nature UX.

E para você? Qual dos dois é o melhor? Veja o vídeo abaixo, e deixe sua opinião na área de comentários do blog.

Via Daily Mobile

Acredite, se quiser, mas o suposto mockup do iPad Mini já tem até vídeo comparativo com o atual iPad

by

Eu sei que temos que ter dois pés atrás antes de divulgar alguns conteúdos em blogs, mas como já tivemos uma experiência amplamente positiva no caso do iPhone 5 (onde 99% de tudo o que vazou foi confirmado no evento da Apple), não custa repetir a dose. O pessoal do site GizChinacom obteve um mockup (ou maquete) do suposto iPad Mini, e comparou com o atual iPad, em um vídeo de hands-on.

Vale lembrar que, uma vez existindo o iPad Mini, os parceiros da Apple já estão desenvolvendo acessórios e produtos diversos para que sejam lançados junto com o novo tablet. Para isso, esses fabricantes recebem um mockup do modelo em suas dimensões reais, para que os produtos a serem fabricados possam ser testados tal e qual ele será utilizado na versão final do produto. Enquanto o mês de outubro não chega, vamos apreciar mais uma pérola dos vazamentos chineses. Vídeo abaixo.

Via GizChina