Arquivo para a tag: vazamento de dados

Caso Ashley Madison já gera os primeiros suicídios

by

ashley-madison

O caso Ashley Madison começa a ter tons dramáticos. O chefe da polícia de Toronto (Canadá) informou o suicídio de dois usuários do site, que estão vinculados diretamente com o hack e o vazamento dos seus dados.

Uma lista com dados pessoais de (pelo menos) 32 milhões dos 37 milhões de usuários registrados no portal apareceu primeiro na Deep Web, e depois, um arquivo com 9.7 GB de dados foi compartilhado via torrent. Mas além da moralidade de um site voltado à infidelidade, a informação vazada compromete usuários de todo o planeta, das mais diferentes condições sociais.

Alguns deles foram afetados pelo óbvio: a instabilidade de sua relação conjugal. Já outros pela utilização dos e-mails corporativos nos registros (alguns deles governamentais) e outros por serem personalidades mais ou menos conhecidas pelo grande público.

Não é estranho que campanhas de extorsão (algumas falsas) começaram a pipocar na internet estendendo a propagação de malwares, na tentativa de capitalizar em cima do que já é considerada a pior violação de dados da história da internet.

Depois da coletiva de imprensa do chefe de polícia confirmando a associação do vazamento com os suicídios, o site Ashley Madison e sua matriz anunciaram uma recompensa de 500 mil dólares canadenses para quem facilitar a identificação dos responsáveis pelo ataque. Afinal de contas, os danos para a Ashley Madison são enormes, com diversos processos em curso contra as duas empresas canadenses responsáveis pelo site, a Avid Dating Life e a Avid Media, por não impedir o roubo dos dados pessoais.

A análise dos dados corporativos da Ashley Madison vazada revela que o CTO da empresa poderia ter hackeado um site concorrente (Nerve.com), aproveitando uma vulnerabilidade e acessando a sua base de dados. E o vazamento da Ashley Madison seria assim uma ‘retaliação’ à esse ataque.

Tudo indica que essa polêmica ainda vai longe, com implicações de todos os níveis, incluindo o negócio de outros sites similares e/ou relacionados com a pornografia, levando em conta que mais de 10% do tráfego total da internet vem do entretenimento adulto.

Via New York Times

WikiLeaks publica mais segredos da Sony

by

wikileaks-sony

O WikiLeaks vazou 276.394 documentos, que se somam aos 173.132 e-mails e 30.287 documentos publicados no último mês de abril. O recente vazamento possui uma grande quantidade de documentos internos da Sony, que incluem calendários, planificação de eventos, relatórios sobre gastos e assuntos mais obscuros como uma investigação sobre um suposto caso de suborno.

Os documentos já estavam disponíveis desde novembro de 2014, por conta do grande ataque hacker realizado pelo Guardian of Peace. O que o WikiLeaks fez foi facilitar a busca e acesso aos documentos.

Tudo isso não agradou a Sony, que a algum tempo ameaça em levar o WikiLeaks aos tribunais, depois da frustração que gerou o primeiro vazamento, algo pelo qual eles também ameaçaram o Twitter por ser o meio pelo qual eles fizeram os seus anúncios, sem que a rede social suspendesse sua conta. O possível processo contra o WikiLeaks até tem razão de ser, mas a possibilidade de processo ao Twitter parece mais uma reação irracional por parte da sony, que por outro lado, recebeu um processo coletivo de ex-funcionários, acusando os japoneses de não proteger bem os seus dados.

Como a Sony vai reagir dessa vez? A única coisa que está clara é que o pesadelo derivado do ataque hacker ainda está presente, e deve permanecer vivo por muito tempo.

Via Engadget