Arquivo para a tag: UHD

Toshiba L74, televisores 2K para matar a ansiedade pelas TVs 4K

by

650_1000_toshiba_l7

A Toshiba apresenta as suas novas TVs L74, que promete melhorar a qualidade da imagem de uma tela 2K, na espera que os conteúdos em 4K/UHD sejam mais reais, e com um menor preço.

A empresa acredita que com os 700 nits de brilho (contra os 350 nits atuais) serão determinantes para uma melhor qualidade de imagem (75% melhor, para ser mais exato), melhorando também a crominância em 14%. Essa nova tela recebe a denominação de WCG, e inclui um controle dinâmico da iluminação de seis zonas, além de uma nova tecnologia LED (ProLED 700), tudo isso gerenciado por um processador CEVO de dois núcleos.

650_1000_toshibal74seriesgal1

Na parte de som, essa nova TV da Toshiba inclui um sistema com dois alto-falantes de 15 W cada, capazes de reproduzir as baixas frequências a partir de 100 Hz. Conta com 4 portas HDMI e porta USB, além do Intel Wireless Display e MHL.

As novas Toshiba L74 chegarão ao mercado no mês de junho, com telas de 42, 47 e 55 polegadas, com preços sugeridos de 800, 1.00 e 1.200 euros, respectivamente.

Via Toshiba

ASUS PB287Q: um monitor 4K de 28 polegadas, por 699 euros

by

ASUS-PB287Q

Se você pensa em comprar um monitor 4K, a ASUS apresentou lá fora um novo modelo que pode te chamar a atenção. O ASUS PB287Q possui uma tela de 28 polegadas (19:6), que oferece a citada resolução UHD, oferecendo um briho de 330 cd/m2, e um contraste dinâmico que alcança os 100.000.000:1.

O tamanho da tela oferece uma densidade de 157 pixels por polegada, e por conta da saída DisplayPort, pode alcançar frequências de atualização de 60 Hz (30 Hz, se usamos a HDMI).

O monitor ainda inclui um sensor de luz, que permite a calibração automática do brilho, de acordo com as condições da sala, e tecnologias como a ASUS VivivPixel e QuickFit se encarregarão de melhorar a imagem sem afetar o ruído, aumentando automaticamente o tamanho das fotos no tamanho real, dispensando a impressão.

O novo monitor ASUS PB287Q já está disponível na Europa, por 699 euros.

Via ASUS

Samsung BD-H6500, um Blu-ray 3D Smart perfeito para a sua nova TV UHD

by

BD-H6500

Ter o último da tecnologia às vezes tem o seu preço. No caso das TVs UHD, o problema é esperar esse formato de imagem se consolidar no mercado. Mesmo muito populares, ainda sofrem pela falta de conteúdos. Logo, o lançamento de produtos como esse novo Blu-ray player Samsung BD-H6500 é uma boa notícia, em vários aspectos.

O novo BD-H6500 é um Blu-ray 3D Smart, ou seja, além de reproduzir discos de Blu-ray em Full HD e 3D, pode fazer o upscalling de vídeos para o formato 4K. Não é uma solução ideal ou definitiva para conteúdos nesse formato, mas é o que temos para hoje.

Por outro lado, esse Blu-ray player da Samsung possui uma solução de Smart TV bem completa, incluindo todos os serviços proprietários da Samsung (Samsung Apps, Samsung Link, navegador web, etc) e de terceiros/parceiros. Inclui ainda WiFi integrado de duas bandas, compatível com o WiFi Direct.

O Samsung BD-H6500 não tem preço ou data de lançamento anunciada. Esperamos por mais detalhes.

Via Gizmologia

NEC EA244UHD, outro monitor 4K de 24 polegadas

by

nec-4k1

Não só vamos ver um grande volume de televisores com grandes telas e resolução 4K ao longo desse ano. De forma tímida, os fabricantes começam a lançar telas com formatos menores, dirigindo os seus esforços para a criação de monitores com essa resolução, mas sem elevar muito o preço.

A NEC Display Solutions anunciou oficialmente o lançamento desse monitor com tela 4K de 24 polegadas, destinado aos usuários mais exigentes e especialmente úteis para os profissionais de design e fãs de videogames. O NEC EA244UHD (3.840 x 2.160 pixels) possui tecnologias proprietárias, como o ControlSync e o Green Vision, além de uma baia de portas onde encontraremos a DisplayPort, DVI, HDMI, USB e MHL.

Sobre preços e distribuição, teremos que esperar até o mês de junho, que é quando o produto chegará ao mercado. Seu preço não foi anunciado.

Via Gizmologia

Xiaomi Mi TV 2, uma espetacular TV 4K que custa apenas 469 euros

by

xiaomi-mi-tv-01

A Xiaomi volta a apostar no mundo das Smart TVs, e apresentou um modelo de 49 polegadas com resolução 4K que certamente vai surpreender alguns com suas especificações.

Para começar, a Xiaomi Mi TV 2 conta com um design muito atraente, com uma borda de alumínio de 6.2 mm de largura, e sua tela possui uma espessura de apenas 15. 5 mm de profundidade. Na sua estética, o modelo conta com um belo acabamento, com acabamento polido com diamante, utilizando a mesma técnica adotada pela Apple para o seu iPhone 5.

A Mi TV 2 também oferece interessantes especificações técnicas, como um processador Mstar de quatro núcleos a 1.45 GHz e gráficos Mali-450 MP4, que em conjunto com o seu sistema operacional MUI, oferecem a possibilidade de reprodução de conteúdos multimídia e seus jogos salvos na memória, através de um controle sem fio (vendido separadamente) e a conexão Bluetooth de baixo consumo.

xiaomi-mi-tv-05

A TV também conta com uma barra de som 8.1 com subwoofer sem fio, que lembra na sua estética o modelo de válvulas da Samsung, oferecendo conexões SPDIF, entrada analógica e Bluetooth, para envio de conteúdos armazenados em smartphones e tablets.

A melhor parte do Xiaomi Mi TV 2 é, sem medo de errar, o seu preço. Essa TV custa apenas US$ 469 (valor já convertido para o euro), para uma TV com resolução 4K de 49 polegadas. Porém, do mesmo modo que aconteceu com o modelo anterior da marca, provavelmente ele não será distribuído internacionalmente, não se livrando das fronteiras da China, onde será lançado no dia 27 de maio.

Quem sabe quando a Xiaomi expandir as suas operações com os smartphones… vai que eles se convencem que vale a pena investir nos eletroeletrônicos de outros mercados?

xiaomi-mi-tv-02 xiaomi-mi-tv-03 xiaomi-mi-tv-04

Via Mi

Sony vai abandonar desenvolvimento de telas OLED em favor do LCD 4K

by

sony-oled

Segundo conta o periódico Nikkei, a Sony decidiu não mais se dedicar ao desenvolvimento de telas OLED, tecnologia mais cara e menos midiática para os japoneses, e vão focar os seus esforços nos televisores 4K/UHD de LED.

A decisão é considerado um passo lógico, ainda mais depois de abandonar a parceria com a Panasonic para desenvolver a tecnologia OLED de forma conjunta, ao ver que não era algo tão econômico fabricar esse tipo de televisores. A tecnologia sucumbiu diante das telas 4K/UHD, com maior visibilidade  e mais baratas. A CES 2014 foi a prova definitiva da aposta da Sony, já que essas telas são mais rentáveis para a empresa, e com maior potencial de interesse para os consumidores.

De fato, as telas 4K já representam quase a metade do catálogo principal de produtos da Sony (telas de grande tamanho), diante da pouca acolhida dos seus equipamentos OLED, os televisores UHD geram algum dinheiro para os japoneses, já deixando alguma margem de lucro, em um segmento de não para de crescer, representando 20% da cota mundial de TVs.

Agora, a tarefa mais complicada é resignar postos de trabalho e ajustar o seu negócio com uma redução de 20% nos funcionários de sua divisão de eletrônicos de consumo.

Via Nikkei

Sony FMP-X5, streamer 4K para as suas antigas TVs

by

sony-FMP-X5

Não ter uma TV com o novo codec HEVC – que torna viável a reprodução de conteúdos 4K por streaming – já não é mais um problema. A Sony anuncia o lançamento do FMP-X5, um streamer que é compatível com todos os tipos de conteúdos da Netflix, incluindo o já citado codec, para você desfrutar desses conteúdos em suas TVs um pouco mais antigas.

O custo dessa brincadeira é de US$ 399, algo bem mais caro do que custa a maioria dos equipamentos similares. Em troca, voc~e tem um dispositivo que não tem portas para adicionar um armazenamento externo, e que não possui um armazenamento interno. Ou seja, ele só faz o streaming do Netflix, e ainda está em estudo se eles farão o mesmo com os conteúdos do YouTube.

Talvez a Sony deva pensar em algo semelhante par ao PS4. Afinal de contas, os dois produtos custam exatamente a mesma coisa. Mas só o tempo vai dizer se algo vai aparecer nesse sentido.

Via Gizmologia

Toshiba adiciona a resolução UHD ao seu novo notebook Satellite P55t de 15 polegadas

by

toshiba-satellite-p55t-uhd-1

A Toshiba apresentou (lá fora) o seu novo notebook Satellite P55t, que tem como principal característica a presença de uma tela de 15 polegadas com resolução UHD (ou 4K), de 3840 x 2160 pixels (282 ppp).

Sua tela conta com um sistema de certificação e software para calibração de cores, e a Toshiba decidiu incluir o sistema Lightroom 5 pré-instalado no sistema. O produto será oferecido com várias configurações, mas o fabricante não menciona nenhuma delas. É citada a presença dos processadores Intel Core i7 quad-core, até 16 GB de RAM DDR3L, gráficos AMD R9 M265X e disco rígido de 1 TB.

toshiba-satellite-p55t-uhd-2

Diferente do que se imagina, o seu preço não é abusivo, e está dentro de uma certa zona de realidade. O Toshiba Satellite P55t custará US$ 1.500 nos Estados Unidos, e começa a ser vendido no dia 22 de abril. É mais do que custaria um equipamento com essas características técnicas, mas levando em conta a tela UHD, “não é tão caro assim”.

toshiba-satellite-p55t-uhd-3

+info Toshiba

ASUS Zenbook NX500 mostra a sua impressionante tela 4K (em vídeo)

by

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O ASUS Zenbook NX500 vazou na internet no começo do mês passado, revelando tanto o seu atraente design como a sua principal característica: uma generosa tela de 15.6 polegadas, com resolução Ultra HD (4K). Agora, o notebook foi exibido na Semana de Design de Milão (Itália), confirmando toda a sua beleza e desempenho.

O equipamento é o resultado do cruzamento das famílias Zenbook e N Series da ASUS, com um chassi em alumínio prateado e especificações que convidam ao consumo desmedido de conteúdos multimídia. O portátil integra alto-falantes ICEpower da Bang & Olufsen, com tecnologia SonicMaster, processador Intel Haswell (até Core i7), até 4 GB de RAM e várias opções de armazenamento, incluindo um disco SSD.

Não há datas concretas para a comercialização do produto, nem preço anunciado. O pessoal do site Notebook Italia informa que o equipamento só deve chegar ao mercado para o período de vendas do Natal de 2014. Até lá, fique com o vídeo do produto em ação a seguir.

 

Via Engadget

SanDisk Extreme Pro SDHC/SDXC UHS-II: um cartão de memória pronto para os vídeos em 4K

by

sandisk-extreme-pro-64gb

A SanDisk anunciou um novo cartão de memória SD, que está preparado para trabalhar com os conteúdos em 4K/UHD. O SanDisk Extreme Pro SDHC/SDXC UHS-II é um cartão de memória com especificações UHSSpeed Class 3 (U3), trabalhando com velocidades de 280 MB/s e de 250 MB/s para leitura e gravação de dados, respectivamente.

Talvez o principal problema é encontrar equipamentos compatíveis com o novo cartão, uma vez que o mercado de câmeras domésticas/amadoras/semi-profissionais ainda é muito novo. Em compensação, você já tem onde armazenar os seus vídeos em 4K.

As capacidades de armazenamento disponíveis nesse novo cartão da SanDisk são de 16, 32 e 64 GB, com preços que oscilam entre US$ 120 e US$ 300. Os novos cartões chegam ao mercado internacional em abril.

Via Sandisk.

Uma nova tecnologia de codificação dotaria o Blu-ray com milhares de milhões de cores

by

blu-ray-technology

Uma empresa chamada Folded Space desenvolveu alguns algoritmos, que permitirão codificar vídeos a 12 bits com milhares de milhões de cores, sem que o volume de dados aumente de forma exagerada, permitindo assim o armazenamento desses dados em um disco de Blu-ray. O mais curioso desse novo método é que ele não para por aí, já que conta com o bônus de ser retro-compatível com os players atuais. 

Naturalmente, para que este novo sistema triunfe, será necessário que tanto as produtoras como os fabricantes resolvam apostar no processo. Para já ir preparando o terreno, a Folded Space começou a oferecer a tecnologia de forma gratuita aos criadores de conteúdo.

Em resumo: se você necessitava de mais um argumento para colocar uma TV maior na sala de sua casa, ou até mesmo uma TV 4K, já tem mais um item para pesar na balança.

Via prweb

Opinião | Ultra HD: o 4K chegou para ficar

by

Panasonic-TX-L65WT600E-angle-4K

É surpreendente como as coisas mudaram nos últimos meses. Um único evento foi o suficiente para mudar a opinião pública sobre uma tecnologia que já estava presente desde o começo do ano passado, e que finalmente parece estar amadurecida o suficiente para entrar de vez nas nossas vidas. Estou falando obviamente das TVs em Ultra HD, ou 4K.

A CES 2014 nos mostrou quais são as tendências definitivas para o futuro tecnológico imediato. Os produtos com tecnologia vestível apareceram em grandes quantidades e variedades, e quase todos os fabricantes tiveram algo para mostrar. Mas a grande estrela da feira de Las Vegas foi, sem medo de errar, as telas 4K.

Um padrão que todos seguiram

A maioria dos fabricantes de televisores e monitores tiveram que apresentar na CES 2014 pelo menos uma tela com a nova resolução. O resultado disso? Uma verdadeira invasão de telas 4K por todos os lados. E fazia muito tempo que a indústria não entrava em tamanha concordância para a adoção de uma tecnologia.

Já faz algum tempo que as telas com resolução 1080p estão presentes na maioria das casas, e com o passar do tempo, essas telas se tornaram muito acessíveis. Logo, os fabricantes estão buscando argumentos para convencer os compradores em potencial que está na hora de trocar os seus produtos para a próxima geração.

Tal estratégia não é uma novidade, e os fabricantes estão tentando a algum tempo convencer você que a troca é necessária. A primeira tentativa foi com as Smart TVs, ideia que convenceu muita gente, mas ficou estagnada tão logo os usuários perceberam que poderiam obter os mesmos resultados adquirindo uma central multimídia para a sua “velha” TV Full HD. Depois, tentaram com as telas 3D, mas tiveram que mudar de ideia quando os consumidores se depararam com preços ridículos e ângulos de visão quase absurdos.

A mais recente tentativa de um salto de geração veio da LG e da Samsung, com as telas OLED. De certo modo, eles estão com a razão, pois essas telas podem mesmo ser o futuro do mercado de televisores. O problema é que, nesse momento, o custo dessas telas é elevado demais para o mercado de consumo, ao ponto de apenas os coreanos (líderes da indústria de TVs) fabricarem as primeiras TVs com OLED.

E quando tudo indicava que não haviam novas soluções para os fabricantes, as telas 4K chegaram para salvá-los. Essas telas se transformaram no padrão que todos estão seguindo, além de representar uma verdadeira e efetiva melhora na forma em que consumimos os conteúdos. Logo, há uma concordância geral que o formato 4K não é algo passageiro, mas sim, o próximo futuro imediato.

É melhor comprar amanhã, e não hoje

netflix-4k

Mas se você já se pergunta se vale a pena comprar uma TV 4K nesse momento, a minha resposta é “ainda não”.

Alguns afirmam que comprar uma TV Full HD hoje não é uma boa ideia. Eu até concordo com isso, levando em consideração que você pode ficar dois ou três anos com essa nova Full HD, e depois, querer trocar pela 4K, que estará com um preço mais acessível (assim espero). Mas o fato é que, nesse momento, comprar uma TV Ultra HD é um negócio ainda pior, pelo simples fato de não existir mídias adequadas para extrair o melhor proveito possível desses produtos.

Não existem jogos de videogames compatíveis com a tecnologia, e apesar da Netflix já estar trabalhando na oferta de conteúdos em 4K, a realidade é que nem todo mundo conta com uma banda de internet veloz o suficiente para a transmissão de vídeos nesse formato.

Do mesmo modo, não existem formatos físicos que permitem carregar o impressionante volume de dados que exigem o armazenamento 4K, e parece que chegamos em uma espécie de “ponto morto” na compressão de vídeo.

Para resumir: o 4K é uma realidade que vamos ter que ir aceitando com o passar do tempo, pois nos próximos anos veremos toda a indústria explorando essa tecnologia ao máximo. Não apenas nas telas de TV, mas também nos conteúdos produzidos para essa tecnologia.

Porém, nossa recomendação é: segure a onda. Nesse momento, não vale muito a pena você ter uma tela gigante, com uma resolução fantástica, mas que você não poderá tirar todo o seu potencial.

O mais correto é apostar que no final de 2014, começo de 2015, veremos essa proposta amadurecida, com maior quantidade de conteúdos e preços mais próximos da realidade dos consumidores.

CES 2014 | Toshiba Tecra W50 e Satellite P55t, os primeiros notebooks com tela 4K

by

portatiles-toshiba-4k

A Toshiba apresentou na CES 2014 os primeiros portáteis com tela 4K do mercado. Ou seja, a partir de agora, não vamos falar apenas de TVs 4K com preços exorbitantes. Agora temos que falar de notebooks com preços elevados, por causa de suas telas com UHD. E tudo indica que outros fabricantes farão o mesmo.

São dois notebooks com Windows 8.1 e um monitor Ultra HD 4K de 15.6 polegadas, que estarão disponíveis no mercado a partir da metade de 2014, para aqueles que querem pagar por isso, e aproveitar dos benefícios de uma resolução de tela de outro patamar. O primeiro portátil é o Tecra W50, pensado nas pessoas que usam aplicativos gráficos para trabalhar, já que além da resolução 4K conta com gráficos NVIDIA Quadro K2100 com 2 GB de memória exclusiva, integrados em um laptop muito fino.

Além disso, o modelo contará com um processador Intel Core de quarta geração, até 32 GB de RAM e a possibilidade da utilização de um HD comum, um disco híbrido e/ou uma SSD. A sua tela Ultra HD (3840 x 2160 pixels) possui 282 ppp e sistema de calibração de cores.

O segundo portátil é o Satellite P55t, que é pensado para o uso pessoal, contando com a mesma tela do modelo anterior, mas com especificações de hardware mais discretas, para que ele possa ser mais econômico.

A Toshiba não anunciou os preços dos dois produtos, e eles podem mesmo custar muito mais do que o seu bolso pode aceitar. Mas a pergunta que fica é: será que realmente é necessário contar com uma resolução tão boa em uma tela tão pequena? Imagino que essa não seja uma necessidade da maioria dos usuários, muito menos que tal escolha faça sentido. Porém, sempre existe mercado para tais inovações.

Via Gizmologia

CES 2014 | Sony apresenta novas UHDTVs, com tamanhos entre 49″ e 85″

by

sony-4k-0005-1

As TVs 4K deixaram de ser um item distante e futurista para ser um produto muito mais próximo dos consumidores (apesar que o nosso bolso ainda não pode pagar por uma TV dessas… mesmo assim…). A maior prova disso está no fato dos fabricantes oferecerem produtos com propostas mais acessíveis (Polaroid, Seiki e Haier, principalmente). Sem falar que o mercado está com um considerável aumento de modelos ofertados. Na CES 2014, só a Sony apresentou 9 novos modelos de UHDTV.

O modelo de destaque da nova linha 4K da Sony é o XBR-X950B, que estará disponível nas versões de 85 e 95 polegadas. Sua ficha técnica se completa com o uso de uma tela Triluminos, tecnologia de iluminação direta LED X-tended Dynamic Range PRO, áudio envolvente com subwoofer sem fio opcional, Motion Flow XR960 (para suavizar o movimento de imagens), conectores HDMI 2.0, replicação de tela com dispositivos portáteis via NFC e MHL 3.0, WiFi e, obviamente, compatibilidade com os conteúdos em 3D.

sony-4k-0013-1

Se esse modelo não chamou a sua atenção, também estão disponíveis os modelos XBR-900B, de 55, 65 e 79 polegadas, e até mesmo os modelos considerados “de acesso”, da linha XBR-X850B, com telas de 49, 55, 65 e 70 polegadas. Com a exceção dos dois últimos modelos menos sofisticados (que não possuem o sistema X-tended Dynamic Range PRO), todas as demais TVs compartilham as especificações dos modelos X950B, apesar das especificações técnicas definitivas não estarem disponíveis.

Também não podemos falar de preços desses modelos, uma vez que os mesmos não foram revelados. A Sony só informa que o lançamento dessas novas TVs chegarão ao mercado na primavera do hemisfério norte (a partir de abril de 2014).

sony-4k-0004-1 sony-4k-0014-1 sony-4k-0010-1 sony-4k-0012-1 sony-4k-0009-1 sony-4k-0007-1 sony-4k-0006-1 sony-4k-0011-1

Via Engadget

CES 2014 | Samsung apresenta suas TVs 4K curvas de 78 e 85 polegadas

by

samsunguhdtv

Começamos o segundo dia de CES 2014 mostrando algumas das várias TVs 4K com telas curvas que a Samsung apresentou ontem (06). Primeiro, esse modelo de 78 polegadas, que chega para acompanhar os modelos de 55 e 65 polegadas apresentadas na IFA 2013.

O novo integrante da série U9000 tem 3 cm a mais de espessura, e no seu interior, conta com um novo processador de quatro núcleos, encarregado de dar uma maior potência na inicialização do sistema, e controlar com comodidade a função Multi-Link. Esta mudança de processador permitiu que o menu da Smart TV se inicialize em apenas 1.8 segundos, um tempo muito mais rápido do que nos modelos anteriores. O sistema de cores também foi melhorado, com a possibilidade de troca de canal e ajuste de volume com um dedo.

A Samsung não entra em detalhes sobre o preço ou a disponibilidade desta UHDTV, de modo que provavelmente teremos que esperar o seu lançamento na Coreia do Sul para eliminar tais dúvidas.

samsung85

O segundo modelo precisa de uma consideração na sua explicação. Essa UHDTV de 85 polegadas não é apenas uma TV curva. É uma TV “que se curva”. E essa pequena diferença se transforma em algo enorme para impressionar o consumidor (ou pelo menos tentar).

Este modelo 4K de 85 polegadas é, portanto, côncavo e plano, de forma que se a rigidez das linhas tradicionais te incomoda, e se você quer aproveitar uma agem mais envolvente, tudo o que você precisa fazer é apertar o botão, que a TV pode ficar ainda mais curvada.

As especificações técnicas ainda não foram confirmadas, assim como o seu lançamento, uma vez que estamos diante de um protótipo.