Arquivo para a tag: TV Por Assinatura

Oi lança planos Oi Total com internet, TV e telefones fixo e móvel

by

oi-logo-2016-01

A Oi apresentou hoje (28) a sua nova marca e o seu novo formato de planos conjugados, o Oi Total.

A aposta da operadora é na convergência de serviços de TV por assinatura, banda larga, celular e telefonia fixa. Agora o assinante pode contratar um plano com os serviços de sua preferência, sem ser obrigado a ter outros serviços que não vai utilizar. O novo Oi Total substitui o até agora vigente Oi Conta Total.

O novo Oi Total conta com três planos essenciais:

– Oi Total Conectado: celular, fixo ilimitado e banda larga de 10 Mb/s
– Oi Total Residencial: TV por assinatura, fixo ilimitado e banda larga de 10 Mb/s
– Oi Total Solução Completa: TV por assinatura, celular, fixo ilimitado e banda larga de 10 Mb/s

Em todas as categorias temos quatro subdivisões com variáveis de pacotes de TV por assinatura e celular: básico, intermediário, avançado e top. O modelo básico de TV conta com 118 canais (20 em HD), 250 minutos de chamadas no celular e 3 GB de dados, enquanto que a opção top oferece TV com 199 canais (65 em HD), 3 mil minutos de chamadas no celular e 10 GB de dados. A velocidade da banda larga é de livre escolha dentro dos planos, com valores adicionais de R$ 10 para 20 Mb/s, R$ 20 para 25 Mb/s e R$ 30 para 35 Mb/s.

planos-oi-total

Todas as opções contam com acesso ilimitado ao serviço Oi WiFi, e é possível compartilhar o plano de celular com dependentes (R$ 21 por linha extra), com R$ 40 a mais por 10 GB de dados para o titular.

Os planos avançado e top da TV contam com decodificador com recurso de gravação (DVR), mas os pontos adicionais custam R$ 24,90 por decodificador adicional em todos os planos. Esse receptor passa a ser conectado na internet, permitindo o acesso ao Oi Play sem a necessidade de um computador, tablet ou smartphone.

oi-logo-2016-02A identidade visual da Oi foi reformulada, deixando de lado o tom amarelo e passando a adotar os tons gradientes em suas 70 variações de logotipo.

Os novos logotipos foram desenvolvidos para se adequarem ao mundo digital, oferecendo assim uma marca mais orgânica e fluída. A ideia é que o consumidor perceba que a Oi é agora um “multiplicador de conexões”, e não apenas uma operadora de telecomunicações.

oi-logo-2016-03

Via Tecnoblog

As vantagens do COMBO MULTI

by

NET_COMBO_MULTI

Hoje em dia, é comum a gente ver as principais operadoras de telecomunicações oferecerem serviços combinados para clientes residenciais e empresas. Por normalmente contarem com serviços de internet banda larga fixa, TV por assinatura, telefonia fixa e internet/telefonia móvel, todos esses serviços passam por uma mesma infraestrutura. Por isso, é mais do que lógico que esses serviços sejam oferecidos ao cliente em pacotes combinados, ou combos.

É claro que ninguém é obrigado a contratar os serviços combinados, de nenhuma operadora. E nenhuma prestadora de serviço obriga o cliente a contratar os seus serviços exclusivamente de forma combinada (ou limita a disponibilidade de um determinado serviço a contratação de um outro serviço). Porém, para muitos usuários, o combo é altamente recomendado.

Não somente pela comodidade oferecida em ter todos os serviços em uma única conta, com um único valor – o que também resulta em uma maior praticidade na hora de pagar por esses serviços, além de um maior controle no valor final da conta -, como também pelas vantagens que o combo oferece em relação aos contratos individuais dos serviços. Como o combo se encaixa em uma modalidade diferente de contratação, a operadora pode oferecer descontos muito interessantes, ou serviços adicionais para os assinantes desse combo.

O COMBO MULTI da NET é uma das opções disponíveis no mercado brasileiro, e oferece vantagens substanciais para o assinante em relação a uma contratação individual. Somando aos benefícios já ofertados a todos os assinantes, é possível obter uma relação custo-benefício muito boa em determinados serviços.

COMBO-MULTI1

De início, os assinantes do COMBO MULTI (internet banda larga fixa + TV por assinatura + telefone fixo + internet/telefone móvel da Claro) contam com o dobro de minutos contratados no NET FONE e na franquia de voz e dados do celular. Seguindo com a tendência de que as pessoas hoje estão mais e mais conectadas, os assinantes dessa modalidade também acabam recebendo o dobro da velocidade de internet do NET VIRTUA, atendendo assim o anseio de uma geração de usuários que querem fazer mais e melhor na internet.

Outras vantagens estão presentes aos assinantes de outras modalidades e combinações, como por exemplo o modem Wi-Fi residencial gratuito e o Wi-Fi fora de casa, onde o assinante NET pode acessar uma rede de internet sem fio exclusiva da operadora em determinados estabelecimentos (casas de espetáculos, aeroportos, etc). Já o NET antivírus é um benefício que pode ser contratado em separado pelos demais assinantes, mas no COMBO MULTI, o assinante recebe gratuitamente.

Para os usuários de telefonia Claro, vale a pena revisar alguns dos benefícios recebidos: acesso às principais redes sociais (Twitter, Facebook e WhatsApp) sem desconto na franquia de dados, envio de mensagens SMS ilimitado para todas as operadoras, e chamadas de voz entre telefones Claro de graça.

Por fim, para o serviço de TV por assinatura, são mais de 200 canais com uma grande variedade de gêneros de programação, sendo vários deles em HD, além do NET NOW, com uma programação diferenciada, atuando como uma locadora virtual direto na TV do assinante, com alguns dos principais lançamentos do cinema estreando na plataforma em tempo recorde.

O COMBO MULTI da NET pode representar não apenas uma considerável economia no bolso do assinante, mas também uma maior diversidade de conteúdo e serviços conectados.

SKY apresenta novos pacotes, com novos nomes e diferentes opções de preços

by

sky-logo

A operadora de TV por assinatura SKY reformulou de forma profunda os seus pacotes de programação, oferecendo novas opções de preços de disposições de canais.

O objetivo da operadora é oferecer alternativas mais atraentes para os seus assinantes, além de facilitar a identificação desses pacotes para o consumidor. A ideia é aproximar o cliente da empresa em uma proposta que torne os seus produtos mais acessíveis e atraentes. A nova nomenclatura de pacotes também pode ajudar o cliente a identificar melhor o tipo de programação que deseja adquirir, o que eventualmente pode aumentar o índice de satisfação com o produto adquirido.

sky-novos-pacotes-2016

As mudanças alcançam os pacotes pré pago e pós pago da SKY, onde os clientes do primeiro grupo saem beneficiados, pois recebem mais opções de pacotes com preços mais flexíveis.

Nos planos pré pago, temos agora três grupos de empacotamentos, alguns deles com diferentes opções de pacotes. Lembrando que em todos os casos o equipamento é do cliente:

– SKY Pré Pago Pop (12 meses, 1 ponto SD): R$ 35,90/mês
– SKY Pré Pago Smart (12 meses, 1 ponto SD): R$ 49,90/mês
– SKY Pré Pago Smart (6 meses, 1 ponto SD): R$ 59,90/mês
– SKY Pré Pago Smart (6 meses, 1 ponto HD): R$ 79,90/mês
– SKY Pré Pago Smart (6 meses, 2 pontos SD): R$ 79,90/mês
– SKY Pré Pago Master (12 meses, 1 ponto SD): R$ 69,90/mês
– SKY Pré Pago Master (6 meses, 1 ponto SD): R$ 79,90/mês
– SKY Pré Pago Master (6 meses, 2 pontos SD): R$ 99,90/mês

sky-novos-pacotes-2016-02

No caso dos planos pós pago, todos eles contam com equipamentos em HD, inclusive nos combos:

– SKY Pós Pago Smart HD, por R$ 79,90/mês
– SKY Pós Pago Master HD (com 1 equipamento), por R$ 99,90/mês
– SKY Pós Pago Master HD (com 2 equipamentos), por R$ 109,90/mês
– SKY Pós Pago Advanced HD (com 1 equipamento), por R$ 114,90/mês
– SKY Pós Pago Advanced HD (com 2 equipamentos), por R$ 124,90/mês
– SKY Pós Pago Combo Master HD HBO Max (com 2 equipamentos), por R$ 149,90/mês
– SKY Pós Pago Combo Master HD Telecine (com 2 equipamentos), por R$ 159,90/mês
– SKY Pós Pago Combo Master HD Cinema (com 2 equipamentos), por R$ 189,90/mês
– SKY Pós Pago Combo Master HD Futebol (com 2 equipamentos), por R$ 209,90/mês
– SKY Pós Pago Combo Plus HD (com 2 equipamentos), por R$ 159,90/mês
– SKY Pós Pago Combo Plus HD HBO Max (com 2 equipamentos), por R$ 189,90/mês
– SKY Pós Pago Combo Plus HD Telecine (com 2 equipamentos), por R$ 199,90/mês
– SKY Pós Pago Combo Plus HD Cinema (com 2 equipamentos), por R$ 229,90/mês
– SKY Pós Pago Combo Plus HD Futebol (com 2 equipamentos), por R$ 244,90/mês
– SKY Pós Pago Combo Top HD (com 3 equipamentos), por R$ 345,90/mês

Para mais informações sobre os pacotes, acesse: assine.sky.com.br

Análise dos planos de TV da NET (em fevereiro de 2015)

by

net-logo-2013

A NET foi a operadora multiplay que mais cresceu ao longo de 2014, oferecendo propostas agressivas e serviços que, no combo, podem ser muito competitivos. A operadora conta com ampla infraestrutura para oferecer aos seus clientes uma das maiores ofertas de canais em HD do mercado, oferecendo (na teoria) canais em alta definição em todos os seus pacotes. Mas… será que os preços estão tão vantajosos assim?

Nesse post, faremos uma breve análise sobre o atual cenário de pacotes de TV disponíveis na NET. Mais uma vez, é fundamental lembrar que todas as ofertas hoje disponíveis no site são válidas apenas para as novas assinaturas – e que o preço para os usuários antigos muda consideravelmente -, e que todos os valores contam com desconto nos primeiros meses (vamos procurar inserir os valores no ato da aquisição do plano e após o período promocional).

Também é preciso levar em consideração que os valores a seguir são aqueles adotados fora do combo com os serviços de internet e telefone. A aquisição desses planos no combo também podem resultar em uma variação de valores (normalmente os preços reduzidos são adotados nos serviços de internet, mas em alguns casos os planos de TV por assinatura também podem ser afetados).

 

NET Fácil

O NET Fácil é o plano de entrada da NET, ou aquele que eu chamo de ‘apenas para constar’. Oferece os canais abertos disponíveis na região do assinante, acrescidos de apenas sete canais pagos (além dos canais de cortesia). É um pacote para quem assiste pouca TV, ou só faz questão mesmo de ter alguns canais abertos em alta definição (que também pode variar a quantidade de canais de acordo com a região).

Honestamente, é um pacote que não vale muito a relação custo/benefício. A não ser que você realmente não tenha outra opção disponível (o que é difícil, já que a SKY, que pega em todo o país, oferece um pacote semelhante no serviço SKY Livre por um valor menor), a adesão à esse pacote não é uma boa ideia. Até porque a própria NET tem (ou pelo menos tinha) a opção de ofertar um ponto apenas com os canais abertos de forma gratuita. Tente conversar com a área de fidelização da operadora para mais informações.

 

NET Essencial

Aqui temos um pequeno erro de descrição do site da NET. Quando você vê ali em cima ‘4 canais’, você rapidamente pensa ‘esses caras estão loucos’. Mas não é isso o que acontece. De fato, aqui estão disponíveis uma grande parcela de canais pagos (ou aqueles que são considerados os principais) no formato SD, além dos canais abertos do pacote NET Fácil (incluindo os canais abertos em HD). É altamente recomendado que a NET modifique a descrição desse pacote, para não induzir o consumidor ao erro, ou espantar possíveis interessados.

É um pacote recomendado para quem não se importa muito com a qualidade de imagem, mas que podem aproveitar pelo fato do equipamento contar com uma saída HDMI, o que já ajuda um bocado na hora de enviar o sinal de TV para a TV de LED que você tem em casa. Também é recomendado para quem ainda tem uma TV de tubo em casa (acredite, conheço muita gente ainda nesse grupo), como os nossos avós. Acredite, eles ficarão satisfeitos com essa opção.

Não está com um preço tão fora da realidade, porém, pode ser pouco competitivo em relação aos novos pacotes da SKY, onde o pacote mais completo da operadora em SD (com dois pontos, sendo um desses em HD com alguns canais pagos) custa apenas R$ 10 a mais do que a oferta da NET.

 

NET Mais

Aqui as coisas começam a ficar interessantes para aqueles que se preocupam em ter um plano com canais em HD. O NET Mais conta com alguns dos principais canais (no entendimento deles) no formato de alta definição, além de permitir a adição de outros considerados relevantes (como por exemplo o pacote de esportes avulso, por R$ 14.90/mês).

Para os clientes novos, essa é uma das melhores relações custo/benefício do mercado, uma vez que o valor promocional de R$ 59,90/mês é um valor bem agressivo. Lembrando: esse valor é possível no combo com outros serviços. Depois disso, esse pacote vai ficar em torno de R$ 110/mês (valor médio cobrado para os assinantes veteranos), o que ainda pode ser uma alternativa interessante, pois é um valor próximo ou menor do que os seus principais concorrentes que possuem planos similares.

É o pacote recomendado para quem quer ter de tudo um pouco, ou para quem sabe que não assiste tudo, mas quer ter todos os canais do seu principal interesse em alta definição (esportes e séries, por exemplo). Também pode ser uma forma de economizar algum dinheiro na inclusão de pacotes adicionais (Telecine, HBO, Combate, Premiere, etc).

 

NET Top HD

O plano para quem quer ter tudo, sem limites, sem miséria. Todos os canais disponíveis na base, menos os planos adicionais (Telecine, HBO, Combate, Premiere, etc), todos os canais em HD, e o fim das preocupações quando um novo canal é adicionado na operadora.

Altamente recomendado para quem tem tempo para ver TV o dia inteiro, ou para quem trabalha com isso (meu caso… ou você se esqueceu que eu tenho o SpinOff.com.br?), ou para quem pode pagar por isso. Possui uma relação custo/benefício muito interessante se comparado com os seus concorrentes, por conta da elevada quantidade de canais em alta definição, e pela qualidade de imagem ofertada.

 

NET Top HD Max

É o mesmo pacote NET Top HD, com a mesma quantidade de canais, mais com o sistema de gravação em um dos receptores e o recurso NET Now, que permite a visualização de conteúdos por streaming na TV, tablet e smartphone.

Talvez por R$ 20/mês a mais compense pegar esse pacote, principalmente se você gosta mesmo de assistir TV e não quer perder aquele seu programa preferido ou evento esportivo (meu caso). Os mesmos critérios adotados para a escolha do NET Top HD se aplicam para a escolha do HD Max.

Comparado com os seus concorrentes, pode ser um grande negócio. Apesar de contar com um equipamento com um software que ainda está defasado (a NET prometeu a atualização para 2015, com uma nova interface e uma série de melhorias, mas até o momento da produção desse post, o update ainda não aconteceu) e de qualidade inferior aos seus concorrentes diretos, o preço desse pacote com DVR é inferior à concorrência. E a relação custo/benefício acaba pesando na hora da escolha.

 

Conclusão

Os pacotes atuais da NET passam a atender bem a partir do momento em que a ênfase está nos canais pagos em alta definição (a partir do NET Mais HD). Mais uma vez é importante lembrar que os preços se tornam mais competitivos quando conjugados com os outros serviços da operadora (principalmente com o serviço de internet), e tal estratégia torna a NET uma das operadoras que mais crescem no país.

No meu caso, eu prefiro ficar com os combos. Até porque trabalho muito com internet e com a TV por assinatura. Hoje, eu pago pelos três serviços (TV + internet + telefone) o mesmo que eu pagaria apenas pela TV (com o gravador de programação) da minha antiga operadora de TV por assinatura. Tal relação de valores foi decisiva para optar pelo serviço.

Mas no final das contas, o que manda é o seu bolso. Sempre.

Para mais informações sobre os planos de TV da NET, clique aqui.

NET lidera crescimento em TV por Assinatura, Banda Larga fixa e Telefonia

by

net-logo-2013

Segundo dados de mercado revelados recentemente pela Anatel, a NET encerrou 2014 com recorde histórico de participação no crescimento do mercado.

A NET ampliou sua liderança em TV por Assinatura e Banda Larga, conquistando aproximadamente metade do crescimento total dos mercados de TV e Banda Larga. A cada dois novos clientes que passaram a consumir estes serviços em 2014, um escolheu a NET.

Em TV por Assinatura, a empresa adicionou 728 mil novos clientes à sua base, totalizando 6,8 milhões de conexões, uma alta de 12% em relação a 2013. Em banda larga, a NET encerrou 2014 com 7,3 milhões de clientes, um crescimento de 14% em comparação com o ano passado. Foram 908 mil novos clientes conquistados no ano, mais que o dobro da segunda operadora que mais cresceu.

Em telefonia fixa, a NET registrou 6,43 milhões de linhas em serviço, alta de 13,1% em relação a 2013. A empresa continua liderando a relação de portabilidade numérica da telefonia fixa.

O crescimento obtido em 2014 é suportado pela estratégia de oferta integrada de serviços e também pelos investimentos significativos realizados em expansão de cobertura.

Via assessoria de imprensa

Uma análise dos novos pacotes da SKY (em janeiro de 2015)

by

Logo-Sky-Prata

Entramos em um novo ano, e vamos retomar uma série de posts que fez muito sucesso no passado. Voltaremos a analisar de tempos em tempos os pacotes das principais operadoras de TV por assinatura, como uma forma de auxiliar o assinante na escolha do seu primeiro serviço, ou na troca do atual por uma melhor relação custo/benefício. E começamos logo pela SKY.

A SKY começou o ano de 2015 apresentando novos pacotes, mostrando uma reformulação de proposta de oferta de produto, se ajustando aos novos tempos (onde a concorrência é pesada) e buscando recuperar terreno no segmento. Agora, a operadora trabalha com quatro ofertas sólidas de pacotes. A saber:

pacotes-sky-2015-01

Aqui está (talvez) a maior mudança dos pacotes da SKY. O pacote FIT simplesmente não existe mais, e fica relegado ao plano pré-pago da operadora (Sky Pré-Pago). Mais tarde falamos mais sobre essa mudança.

O novo pacote de entrada do pós-pago é o Light II (R$ 79,90/mês), que tem uma variante com 12 canais em HD (R$ 89,90). O combo HD Light Futebol (R$ 139,90/mês) se tornou o mais acessível para quem deseja ter os canais do pacote Premiere. Todos os pacotes com dois equipamentos, mas apenas um com HD.

Não são ofertas tão atraentes como os da concorrência, mas com relação custo/benefício razoavelmente interessante, dentro do objetivo principal de cada assinante. Falta aqui um pacote para os fãs de cinema, que gostariam de pagar menos para ver os filmes do Telecine ou HBO (apesar do fato da SKY permitir a contratação avulsa desses pacotes).

pacotes-sky-2015-02

Aqui, mais mudanças. O pacote SKY Mix (que antes fazia parte dos pacotes de entrada da operadora) agora tem um grupo próprio, com um volume maior de canais em HD. O SKY Mix HD (R$ 109.90/mês) traz 167 canais (naquelas, pois tem aquele monte de canais de áudio e rádios, que não são canais de TV), e aqui temos os primeiros pacotes que recebem os canais de filmes dos grupos Telecine e HBO.

O SKY Mix HD + HBOMAX HD (R$ 149,90/mês) e o SKY Mix HD + Telecine HD (R$ 164,9o/mês) são pacotes que não são tão díspares no quesito preço em relação aos concorrentes. Até mesmo o combo do SKY Mix HD + Cinema HD (R$ 189,90/mês) não foge muito do que a concorrência cobra. O problema aqui é que nenhum pacote desse grupo oferece um combo com o pacote Premiere, que tem que ser comprado à parte (saindo mais caro).

Ou seja, aqui já concluímos que a SKY entende que fãs de cinema e de futebol são grupos diferentes, e se o usuário quiser os dois mundos combinados, terá que colocar a mão no bolso, sem muito medo de ser feliz.

Todos os pacotes oferecem dois equipamentos em HD.

pacotes-sky-2015-03

Aqui temos os primeiros pacotes com a disponibilidade de gravador digital. É o pacote SKY Mix, com todos os canais disponíveis em HD, com o recurso de gravação, cada um atendendo a necessidade e aspirações do assinante. E mais uma vez, a SKY mostra que, para ela, a pessoa que gosta de cinema e futebol tem que pagar a mais por isso.

A diferença entre os dois pacotes é de R$ 89 (R$ 209,90/mês para o Combo HD Plus + Cinema HD, e R$ 289,90/mês para o Conbo HD Plus + Cinema HD + Futebol HD). Em outras operadoras, o Premiere FC contratado em separado custa um pouco menos que isso.

Mas o grande problema é que a SKY não oferece um combo com gravador apenas com o futebol. Aqui, se você quer contratar o Premiere FC e ter um gravador digital, você é obrigado a receber o pacote Cinema. Não tem outra escolha. Ou alugar um receptor com gravador integrado em qualquer outro pacote, o que fará a conta ser muito mais cara.

Nesse pacote, o cliente recebe um receptor HD com gravação e outro receptor HD.

pacotes-sky-2015-04

Por último, mas não menos importante, temos os pacotes mais completos da SKY. Nesse caso, o HD Full (na teoria) inclui todos os canais da base da operadora (exceto os pay-per-views), com todos os canais em HD, e com os pacotes temáticos de cinema (ou dos grupos HBO e Telecine) e futebol (Premiere FC).

Outro diferencial importante desse pacote é a presença de um segundo receptor HD extra (como ponto adicional), o que pode ser mais vantajoso para aquele assinante que precisa de três pontos em casa, já que a relação custo/benefício é mais satisfatória.

Aqui, a SKY abriu um pouco mais o leque de opções para quem pode pagar a mais por isso. É uma estratégia válida, levando em conta o público-alvo que a operadora busca: quem pode pagar a mais, pague e receba a mais. Além de ter um receptor HD com gravação e dois receptores HD.

 

E o pacote SKY FIT? Virou o único do Sky Pré-Pago (???)

sky-pre-pago-2015

O SKY Pré-Pago ficou um troço tão absurdo, que nem sei por onde começar a descrever o quão errado está isso aqui.

Para começar, o preço do equipamento foi supervalorizado. Antes, custava R$ 399. Depois, passou para R$ 429. Agora, custam patéticos R$ 598… divididos em 12 vezes de R$ 49,90. Tudo bem que esses 12 meses são devolvidos para você em programação do pacote FIT.

Mas a piada começa a perder a graça depois desses 12 meses. Após o período, você fica com três meses de canais abertos, e depois disso…. puft. Nenhum canal.

Ou seja, como eu disse lá atrás, o conceito de ‘parabólica aberta da SKY’ acabou, e faz tempo. A Oi Livre agradece.

Para piorar ainda mais a situação (como se fosse possível), os clientes do SKY Pré-Pago não contam mais com a opção de contratar pacotes que vão além do FIT. Na cabeça da SKY, quem pode pagar a mais para ter mais canais é obrigado a se fidelizar no contrato da empresa, em um plano pós-pago. O cliente pré, que não quer compromisso com nada, paga R$ 50 por mês para ter meia dúzia de canais fechados, alguns canais abertos, e um monte de canais de música/rádios.

 

Conclusão

Particularmente, não me agrada muito as ofertas da SKY nos seus pacotes, mas ao menos temos opções um pouco mais flexíveis do que aquelas ofertadas no passado. O SKY Pré-Pago morreu de vez, e virou uma opção apenas para aqueles que não querem se comprometer com a operadora (ou não sabem o que estão fazendo).

Levando em conta a recém inclusão de novos canais e o fato da SKY chegar em locais onde outras operadoras não chegam, o serviço ainda pode ser vantajoso em alguns pacotes pontuais, para assinantes com objetivos específicos de programação. Mas é importante lembrar que a concorrência está pesada dentro do segmento DTH, e ainda acho que a SKY pode melhorar mais um pouco sua relação custo/benefício.

Para mais informações sobre os novos pacotes da SKY, clique aqui.

Para mais informações sobre o novo SKY Pré-Pago, clique aqui.

Sky Pré-Pago passa a cobrar pela oferta dos canais abertos no serviço

by

pacote-sky-canais-abertos

Acabou a ideia de ‘parabólica digital da Sky’. O serviço Sky Pré-Pago passa a contar com um plano de entrada, chamado ‘Sky Digital’, obrigando assim aos seus clientes a pagar pelos canais abertos transmitidos pelo serviço.

O novo pacote tem custo de R$ 19,90 para três meses de programação, e inclui 41 anais, onde 28 deles são canais de vídeo (em algumas praças, a Rede Globo e o SBT não estão disponíveis). O pacote é apresentado em conjunto com as demais opções de recarga, na página oficial do serviço Sky Pré-Pago.

A mudança até não surpreende aos mais atentos. A mudança de nome do serviço (de Sky Livre para Sky Pré-Pago) pode ser considerado uma espécie de ‘preparação’ para o que estaria por vir. O que resta saber é se a Sky conta com a aprovação dos órgãos reguladores do setor (Anatel e Ancine) para realizar tal cobrança. Afinal de contas, a operadora está cobrando por um conteúdo que pode ser consumido gratuitamente por outras plataformas.

A Sky pode usar de algumas variantes para justificar a nova cobrança. Uma das desculpas pode ser o uso da tecnologia da Sky, porém, subentende-se que esses custos são pagos pelo cliente no ato da aquisição do equipamento – diferente do formato pós-pago, onde o equipamento é cedido em comodato ao cliente. Outra justificativa da Sky pode estar nos acordos feitos com os provedores de conteúdo. Porém, canais de vídeo e rádios cobrando apenas da Sky, que por sua vez repassa essa cobrança para clientes com contratos já vigentes? É no mínimo estranho.

De qualquer forma, quem deve estar comemorando a decisão da Sky é a concorrência. A Oi TV mantém a sua opção pré-paga com canais abertos favoritos, assim como a NET, que também oferece os canais abertos de forma gratuita via cabo. Não podemos dizer que o mercado de parabólicas convencionais pode ‘respirar aliviado’ com essa decisão. Mas podemos afirmar que a Sky, com tal medida, ‘mata’ uma de suas boas ideias.

+info

iON inicia a venda dos pacotes da nova TV por assinatura

by

ion-logo

Hoje, 01 de outubro, tem início a operação comercial da iON, a mais nova TV por assinatura do Brasil, uma iniciativa da Unotel em parceria com operadores regionais de telecom de todo o Brasil para levar aos lares uma alternativa às tradicionais operações de TV.

A iON foi criada para ampliar o pacote de serviços dos operadores regionais de telecom, que começam a oferecer pacotes variados de TV + Internet + Telefonia com o melhor produto do mercado aos assinantes, incluindo programação abrangente em HD já nos pacotes básicos. A nova operadora de TV por assinatura é a única no Brasil a oferecer equipamento digital que faz quatro gravações simultâneas de programas, dois da TV aberta digital e dois de TV paga.

O próximo objetivo é angariar parceiros para a expansão do projeto. Hoje, são mais de 180 ORTs que integram os planos da iON, e a ideia é que mais 100 acabem aderindo até o final de 2014. A nova operação de TV é uma alternativa para o assinante de muitas regiões onde os maiores operadores de TV não tinham alcance ou não tinham interesse em chegar, com serviços inovadores”.

Para mais informações, acesse: iontv.com.br

Via assessoria de imprensa

Continue sorrindo no final do mês

by

Two women in living room watching television eating chocolates a

Você já parou para pensar se tudo funcionasse exatamente do jeito que deveria? Se o celular nunca perdesse o sinal na hora em que você espera aquela ligação, se o carro nunca enguiçasse e te deixasse na mão no meio da rua logo quando você está atrasado, se a banda larga não caísse na hora de entregar aquele trabalho ou a imagem não congelasse nos minutos finais daquele filme que te prende a atenção há horas? Talvez as pessoas sorrissem com mais facilidade, dessem “bom dia” com mais sinceridade, tivessem mais força no aperto de mãos. Haveria menos estresse, menos desânimo, menos irritação. E talvez, só talvez, o mundo fosse um lugar um pouco melhor.

A NET faz tudo para que esses pequenos problemas que têm um impacto tão grande no humor do dia a dia não aconteçam mais. Com o NET Combo você combina os serviços de acordo com o seu gosto ou necessidade e ainda conta com a melhor tecnologia. Você pode escolher entre várias opções de banda larga + telefone + TV HD e em alguns pacotes ainda ganha um ponto totalmente grátis.

Tudo isso com velocidade e segurança na banda larga a partir de 10 Mega, telefone fixo sem assinatura nem franquia e imagens HD garantidas por um decodificador de alta definição. E além da qualidade dos serviços, o NET Combo também cuida da saúde do seu bolso, com preços que fazem você continuar sorrindo no final do mês.

Mude para a NET. Converse com um dos nossos agentes de relacionamento e dê o primeiro passo para mudar a sua vida, mesmo que seja devagarinho. Afinal, você tem que começar por algum lugar. Então comece com a gente, converse com a gente, e conheças as ofertas da NET.

Venha para o mundo dos NETs e comece a deixar o mundo do estresse para trás.

banner-publi-targethd.jpg

Furto de sinal de TV por assinatura chega a 4,2 milhões de lares no Brasil

by

tv

A prática de furto de sinal de TV por assinatura já alcança cerca de 4,2 milhões de lares brasileiros. Essa grupo representa 18% do total de domicílios com acesso a canais fechados, baseado nos 18.5 milhões de assinantes (relatório da Anatel publicado em maio de 2014). Uma pesquisa divulgada ontem (06) na ABTA 2014 que acontece em São Paulo informa que 22.7 milhões de pontos estão conectados a programas da TV paga, o que pode tornar o alcance da pirataria ainda maior.

O estudo foi realizado pela realizado pela H2R Pesquisas Avançadas, a pedido da Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA). Foram entrevistadas 1750 pessoas em 16 cidades brasileiras, de seis estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

De acordo com o levantamento, 58% dos usuários que praticam o furto de sinal estão em cidades do interior e os demais 42% nas regiões metropolitanas. As entrevistas apontaram também que o uso irregular ocorre em todas as classes sociais. A pesquisa levou em consideração não apenas aqueles que admitem praticar o furto de sinal, mas também os que não assumem a clandestinidade, mas sinalizaram em suas respostas que assistem a programas da TV paga sem assinar pacotes das operadoras. O estudo apontou ainda que, para 38% dos que estão conectados irregularmente, possuir uma TV clandestina não parece ser uma contravenção.

Segundo Oscar Simões, presidente da ABTA, os impactos quantitativos do furto de sinal são a perda de receita das empresas do setor, a redução do recolhimento de tributos e, consequentemente, menor geração de empregos formais.

Recentemente, ações conjuntas da Polícia Civil e do Ministério Público têm apreendido centenas de receptores clandestinos em pontos de vendas de produtos eletrônicos de diversos estados, como a região da Santa Ifigênia, em São Paulo. As apreensões são feitas com base na lei que proíbe atividades clandestinas de telecomunicações, mas um novo projeto de lei está em tramitação no Congresso Nacional, classificando como crime especificamente o furto de sinal de TV paga.

Via assessoria de imprensa (ABTA)

NET apresenta a sua nova interface para os equipamentos em alta definição

by

net-destaque

Em evento realizado hoje (25) em São Paulo, a operadora de TV por assinatura NET apresentou (finalmente) a sua maior atualização de software dos seus equipamentos. Uma nova interface de usuário, mais plana no design, com maior destaque ao conteúdo e, principalmente, mais rápida e com mais recursos.

A nova interface estará disponível apenas para os assinantes dos pacotes em HD. Segundo a operadora, esse grupo representa aproximadamente a metade de sua base de assinantes. Uma fase inicial de testes será realizado pela operadora a partir do mês de maio na cidade de Piracicaba (SP), e se tudo der certo, os clientes dos pacotes em alta definição passam a receber o novo software “em até seis meses” (prazo estimado pela operadora), sem entrar em detalhes sobre o cronograma a ser implantado.

Os executivos da NET presentes no evento também confirmaram que a mudança também acontece em função da Copa do Mundo, o que nos leva a crer que as principais praças da operadora devem receber o novo software até o mês de junho. Um motivo para isso existe: a oferta do serviço on-demand Now, que vai contar com jogos da Copa do Mundo.

Além disso, a NET também confirmou que novos set-top boxes com recursos avançados estão em desenvolvimento, permitindo o uso da reprodução multiroom (o conteúdo gravado na sala pode ser assistido no quarto ou escritório), além de um gravador na nuvem.

net-now-01

A nova interface prioriza o vídeo. O guia de programação agora está em formato de grade, permitindo os filtros por gênero, enquanto que o miniguia também exibe o logo do canal e a programação para as próximas 24 horas. Tudo em uma interface plana e visualmente mais atraente.

A atualização será simples, bastando o assinante reiniciar o aparelho através do botão de liga/desliga do controle remoto. Não está detalhado como o assinante ficará sabendo que o seu equipamento está apto a receber o novo software, mas ao que tudo indica, o mesmo deve receber algum tipo de notificação, solicitando a atualização.

Para os assinantes dos pacotes NET TOP HD Max, as gravações dos programas ficarão organizados em pastas, facilitando a localização de eventos com gravações recorrentes (como as séries de TV). Esperamos que o novo software corrija um problema sério do atual software: quando programada uma gravação de série, todos os episódios são gravados, não importando se é uma primeira exibição ou uma reprise.

net-guia-em-grade

Repetindo: a nova interface vale para os assinantes com os planos em HD. Os assinantes dos pacotes digitais (NET Digital), não receberão o novo software. Aqui, a estratégia se explica como um “incentivo” para os antigos assinantes atualizarem os seus pacotes para aqueles com equipamentos em alta definição. Além disso, a própria NET não mais oferece pacotes em digital (todos os seus pacotes já contam com planos em HD, mesmo que ofereçam apenas os canais abertos em alta definição).

net-gravador-programacao

 

 

Via ZTOP, Tecnoblog

SKY Online é lançado no Xbox One do Brasil

by

Sky-Online

Com o Xbox One devidamente estreado no mercado brasileiro, os serviços que devem ampliar as suas possibilidades de uso começam a chegar. Um desses serviços é o SKY Online, sistema de TV Over The Top (OTT), que está disponível em forma de aplicativo para os assinantes da operadora e proprietários do console, em forma de aplicativo.

O app está disponível para download gratuita na Xbox Live, e está disponível para os assinantes de uma conta Xbox Live Gold. Através do aplicativo, o usuário pode assistir os conteúdos disponíveis no serviço SKY Online (através de sua conta no Clube SKY Online). São mais de 2 mil títulos disponíveis, entre filmes, séries, programas de TV e outros eventos.

O serviço SKY Online já estava disponível para o Xbox 360, computadores (PCs e Macs), iPhone, iPad e iPod touch. O serviço também oferece ao assinante a possibilidade de aquisição de programas de TV, filmes e séries por um aluguel de um período determinado de tempo (até 72 horas), ou o acesso ilimitado ao conteúdo disponível, através de uma assinatura mensal. Também é possível comprar os programas, para que eles possam ser vistos nesses dispositivos, quantas vezes o assinante quiser.

Além disso, o SKY Online oferece acesso ao serviço de “TV Everywhere”, onde é possível assistir eventos programas do SPORTS+, Telecine Play, HBO GO, Watch ESPN e PremiereFC.com (disponível para os assinantes dos respectivos canais).

Para mais informações sobre o SKY Online no Xbox One, clique aqui.

Número de lares com telefone fixo no Brasil segue caindo

by

telefoneantigo

O telefone fixo está cada vez mais em processo de extinção no Brasil, pelo menos nos lares dos brasileiros. Segundo a última pesquisa da Kantar Worldpanel, a penetração do telefone fixo nas casas dos brasileiros passou de 47.5% em 2010 para 34.8% em 2013, representando uma queda de 22.3%.

Os dados são fornecidos pelo Estudo Comtech Kantar Worldpanel, que acompanha os dados isolados da indústria de telefonia, incluindo fabricantes, usuários e operadoras. O volume de aquisição e posse de linhas e aparelhos são analisados, tanto para a telefonia fixa como móvel, e mapeia o mercado com base nas áreas da Anatel.

Por conta desses dados, foi possível concluir que, enquanto o serviço de telefonia fixa registrou queda de participação nas residências dos brasileiros, todos os demais serviços que envolvem as telecomunicações (internet banda larga, internet móvel, TV por assinatura, etc) registraram um aumento de participação. O estudo também analisa a taxa de crescimento desses serviços, assim como o índice de utilização de smartphones e tablets.

Comtech Kantar Worlpanel | Penetração

  20102013Crescimento em pontos percentuais
140 milhões de indivíduosSmartphone4,5%12,6%

185,3%

INDIVÍDUOS POSSUIDORES

 

140 milhões de indivíduosTouchscreen4,8%

 

19,8%

 

318,5%

 

 

INDIVÍDUOS POSSUIDORES

 

140 milhões de indivíduosTablet0,1%

 

1,1%

 

689,3%

INDIVÍDUOS POSSUIDORES

 

48

Milhões de Domicílios

 

TV por

Assinatura

 

22%

 

36,8%

 

74,9%

DOMICÍLIOS

POSSUIDORES

 

48

Milhões de Domicílios

 

Internet

Banda Larga

 

37,1%

 

50,2%

 

41,7%

DOMICÍLIOS

POSSUIDORES

 

Serviço SKY Online chega ao Xbox 360

by

sky-online-xbox-360

A operadora de TV por assinatura SKY anuncia a disponibilidade do aplicativo do seu serviço Over The Top (OTT) SKY Online para o console de videogames da Microsoft, Xbox 360. O aplicativo já está disponível para download gratuito no próprio console, através da Xbox Live, e é exclusivo para os assinantes da conta Xbox Live Gold.

Com esse aplicativo, os assinantes SKY e do Clube SKY Online poderão assistir aos conteúdos do SKY Online no conforto da TV, através do videogame. São mais de 2 mil títulos entre filmes, séries e programas de TV, além de lançamentos do cinema previamente alugados pelo site do SKY Online.

O Xbox 360 é mais uma opção de consumo dos vídeos do SKY Online, que já está disponível para os computadores (PCs e Macs), iPad, iPhone e iPod Touch. O acesso aos vídeos é ilimitado, mediante uma assinatura mensal. Também é possível alugar os filmes da categoria “lançamentos” por até 48 horas após a primeira execução, e se o usuário preferir, pode comprar esses filmes para ver quantas vezes quiser, sem limitações.

O usuário também pode contar com o serviço “TV Everywhere”, para assistir em qualquer lugar os conteúdos dos canais SPORTS+, Telecine Play, HBO GO, Watch ESPN e PremiereFC.com. Todos esses conteúdos tem a sua disponibilidade condicionada com a modalidade de assinatura do cliente.

Para mais informações sobre o SKY Online, clique aqui.

Operadora de TV paga Dish já está em testes no Brasil, e quer estrear antes da Copa do Mundo de 2014

by

DishTV

A operadora norte-americana de TV por assinatura Dish está cada vez mais próxima de estrear no Brasil. A Hughes, braço de operações de satélites do grupo Echostar, confirmou na última sexta-feira (06) que o satélite a ser utilizado pela operadora no Brasil já está em testes.

O satélite EchoStar VX, que era utilizado pela Dish nos Estados Unidos, agora cobre todo o território brasileiro, com uma potência menor na região Sul. O satélite foi lançado em 2010, e possui 32 transpônderes na banda Ku, o que representa uma grande capacidade para canais. porém, o satélite não possui a banda Ka, utilizada para conexões em banda larga.

Já existem 10 canais em testes nesse satélite, segundo informa o vice-presidente da Hughes Satellite Systems no Brasil, Rafael Guimarães, e a Dish espera definir a sua estratégia de oferta de TV por assinatura via DTH nos próximos dois meses. Sem entrar em detalhes sobre qual será a estratégia de lançamento do serviço no Brasil (se será um lançamento independente, ou em parceria com alguma outra empresa), o executivo informa que a empresa iniciar as suas operações no país “antes da Copa do Mundo de 2014”.

Todas as negociações são conduzidas a partir da Dish dos Estados Unidos, deixando a Hughes do Brasil responsável pelo apoio operacional local, para que a operadora possa funcionar no país.

Via Teletime

[Publi] Por que assinar uma TV por assinatura

by

CLARO-TV

O crescimento do mercado de TV por assinatura no Brasil somou 772.036 novos assinantes no primeiro semestre deste ano. Este crescimento está relacionado ao grande aumento de oferta no mercado e com valores muito mais acessíveis.

Muitas são as vantagens de se obter uma TV por assinatura, apenas com ela você tem canais específicos para determinados públicos com uma programação muito mais completa com filmes, séries, esporte, desenhos e muita coisa boa para entreter sua família.

Hoje é muito fácil assinar uma TV com preços baixos e sem complicação. Os melhores preços no mercado você encontra na Claro TV, que de acordo com CVA Solutions oferece o melhor custo benefício, ou seja, pacotes com maior número de canais e com o melhor preço de contratação. Outro benefício oferecido pela TV por assinatura da Claro é sua transmissão via satélite que oferece uma maior estabilidade que as TVs a cabo.

A Claro oferece uma variedade de pacotes e você pode escolher o que mais se adequa à sua necessidade:

Pacote Fácil:

Um pacote simples, mas completo. Para quem gosta de filmes e séries, o pacote oferece canais como FOX, TNT, Universal, MegaPix, entre outros. Para os fanáticos em esportes o canal SporTV2 oferece 24 horas de transmissões esportivas e para a criançada você tem os melhores canais infantis como Cartoon Network e Discovery Kids.

Pacote Essencial:

O pacote mais vendido da Claro. Por um pouquinho a mais você leva uma imensa variedade de canais para sua TV. São 12 canais de filmes e séries, 8 esportivos, 6 infantis sem contar canais de notícias, entretenimento, música, religiosos, documentários e muito mais. Vale a penas conferir!

Pacote Família

São canais para toda a família, muita diversão para as crianças com Nikelodeon, Gloob, Disney Jr. com um total de 12 canais infantis. Para os que não vivem sem emoção, canais como ESPN, Fox Sports e OFF fazem um cobertura completa do mundo dos esportes. Finalizando com um incontável número de canais de variedades com: música, culinária, arte, entretenimento e muito mais. É pra ninguém ficar insatisfeito!

Além destes, os pacotes em alta definição (HDTV) da Claro TV oferecem ótima qualidade de som e imagem à partir de R$ 79,90.

banner-publi-targethd.jpg

Sério, Paulo Bernardo, que você quer tributar serviços como o Netflix por “medinho” das operadoras de TV paga?

by

size_590_paulo-bernardo

Esse senhor da foto acima é Paulo Bernardo, ministro das Comunicações. Esse senhor, durante o seu discurso na ABTA 2013, maior congresso de TV por assinatura da América Latina, afirmou que está nos planos do governo tributar os serviços de distribuição de conteúdo over-the-top (OTT) – ou de streaming de conteúdo de vídeos – como o Netflix, a Google Play Movies e o Totalmovie. Tudo em nome da isonomia. Detalhe: as operadoras de TV por assinatura fazem eco com esse discurso.

Tem presidente de operadora de TV paga (NET) que classifica como “concorrência quase desleal” que empresas que não tem sede no Brasil, não pagam impostos e que não traduzem os seus sites para o português acabem ganhando muito dinheiro. Dinheiro esse que poderia muito bem estar indo para as gordas faturas cobradas pelas operadoras (no entendimento deles, é claro). Alguns executivos mais revoltados/empolgados acabam pregando o discurso do “acabou a internet livre”, e que esse é um negócio de bilhões (que eles estão perdendo), e que é desleal que um site distribua o mesmo conteúdo que eles, mas por um preço bem menor.

Para Paulo Bernardo, as operadoras de TV paga (que pagam altos impostos para o Governo Federal – impostos esses que são repassados para o assinante na fatura) estão com a razão. Para o ministro, as empresas prestam o serviço sem ter que pagar os ônus com cotas de conteúdos nacionais e impostos. Para o ministro, o dinheiro vai todo para a empresa, sendo o Brasil um “paraíso fiscal”.

Em resumo: para Paulo Bernardo, se a empresa presta o serviço para o Brasil, ela tem que pagar imposto. Ponto e acabou. A ideia inicial é adaptar a regulamentação já existente para as operadoras de DTH, que pagam tributos por contarem com um representante local para operar os seus serviços. Resta saber como eles vão adaptar esse aspecto ao texto do Marco Civil da internet, uma vez que essa não é uma seara da Anatel. Só após uma decisão do texto do Marco Civil é que a Anatel pode discutir o assunto e tomar as medidas cabíveis, criando uma lei específica para os sites de streaming de vídeos.

Minha opinião sobre o assunto? Pois não. 

Não discuto o fato do Governo Federal em querer recolher impostos de empresas que estão oferecendo produtos e serviços no Brasil. É direito do Governo fazer isso. O que questiono é: será que esses impostos serão mesmo aplicados para a melhoria das comunicações do Brasil? Eu acho que não.

A TV digital brasileira engatinha, a internet banda larga móvel é uma piada, a expansão do 4G será a passos de lesma, e a qualidade dos serviços prestados é patética. Vai cobrar imposto? Beleza. Mas quero o melhor, e não isso que é entregue ao consumidor. Cobrar impostos de serviços como o Netflix, Netmovies e Google Play Movies não é o problema. Acho que é importante ter uma legislação específica para esses serviços. O problema é que tal recolhimento de tributos CERTAMENTE não será revertido para o desenvolvimento dos serviços de comunicações no Brasil.

Além disso, a pressão feita pelas operadoras de TV paga é clara e flagrante. E não, executivos de operadoras de TV por assinatura… não vai dar certo. O plano de fazer com que os preços de serviços por streaming suba a ponto do serviço ficar inviável no Brasil, ou para que os usuários deixem de assinar os tais serviços online não só é uma estratégia burra, como de poucos resultados práticos.

Mesmo três serviços online combinados são mais baratos e práticos do que um bom pacote de TV por assinatura. Quem não depende de TV paga para ver séries e filmes pode muito bem viver sem ela hoje. E entendo que boa parte dos usuários mais esclarecidos vão entender qual é a manobra aqui. Não vai colar.

Além disso, no lugar de pressionar o Governo Federal, e ficar de #mimimi, reclamando que a Netflix está roubando a audiência da TV paga, por que essas operadoras não entregam um serviço decente, que justifique as elevadas mensalidades? Tem operadora que tenta dar olé na Anatel na hora de incluir canais obrigatórios, outras que não conseguem cobrir todo o território nacional, algumas que fazem cobranças indevidas absurdas, e a Anatel não fala nada…

E tudo isso, com o assinante pagando MUITO CARO! 

Será mesmo que são os serviços de streaming de vídeos que estão fazendo do Brasil um “paraíso fiscal”? Ou as operadoras de TV paga, que prestam um serviço abaixo do esperado, cobrando uma mensalidade cara para os padrões do assinante brasileiro, que estava nadando de braçada na grana, mas agora, tem uma ameaça real de perda de lucros?

“Acabou a internet livre”? Só para você, José Felix (presidente da NET Serviços). Para o restante do mundo, a internet é bem livre. Só você que não está vendo isso.

Via EXAME

Claro anuncia planos de banda larga fixa e telefone fixo na ABTA 2013

by

Logo-Claro

Durante o evento ABTA 2013, a operadora de TV por assinatura DTH Claro TV anunciou o lançamento do Claro Combo, que é um pacote que engloba a oferta de serviços de telefonia fixa e banda larga 3G/4G em conjunto com o pacote de TV por assinatura da operadora. Com isso, a Claro entra na briga das operadoras que contam com os pacotes de serviços “triple play”.

O serviço funciona através de um roteador conectado à rede de celular da Claro, que viabiliza os serviços de telefonia fixa, ao mesmo tempo que cria uma rede de Wi-Fi doméstica, que entrega o sinal de internet pela rede móvel. Tal como acontece com outros serviços fixos que utilizam a infraestrutura móvel para oferecer os serviços de telefonia e internet (como são os casos do TIM Fixo e do Vivo Fixo), o modelo da Claro prevê uma mobilidade restrita, uma vez que o dispositivo da operadora está vinculado à uma ERB específica.

A limitação acontece por uma imposição regulatória, para que as operadoras que oferecem um serviço de telefonia fixa e internet banda larga fixa “real” não encontrem uma desvantagem desleal em relação aos concorrentes vindos de operadoras móveis. Afinal de contas, sem a restrição, nada impediria (na teoria) de um usuário que assina a internet fixa utilizar o serviço como internet móvel.

A Claro TV (ou Embratel, que é do mesmo grupo) informa que a oferta combinada prevê pacotes triple-play a partir de R$ 97, com franquias de uso que vão de 1 GB até 40 GB. A rede 3G da Claro está disponível de imediato em aproximadamente 1.2 mil cidades, e esse número deve subir para até 3 mil até o final de 2013.

O serviço Claro Combo começa a ser oferecido aos clientes (em modo experimental) a partir de setembro, nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande. Depois, o serviço será oferecido em outras cidades (não divulgadas), através dos seus parceiros instaladores ou postos oficiais de venda da Claro.

Via EXAME

NET lança novas velocidades de banda larga, além do novo Combo Multi, na ABTA 2013

by

net-logo-2013

A operadora de TV por assinatura, internet e telefone NET anunciou o seu novo portfólio de banda larga, atualizando a sua oferta de velocidades. Agora, os assinantes da operadora contam com as novas velocidades de 30, 60 e 120 Mega para internet.

Os planos de internet popular (512 Kbps e 1 Mbps) continuam a ser comercializados pela operadora, que já trabalha com os governos estaduais para aumentar as velocidades dessas conexões. O plano com 10 Mbps também não sofreu alterações no seu preço, porém, os novos assinantes deixam de receber o benefício do modem com Wi-Fi gratuito, que passa a ser ofertado nos planos a partir de 30 Mbps.

Os novos planos anunciados hoje (06) pela NET na ABTA 2013 são:

120 Mega: R$ 319,90*
60 Mega: R$ 119,90*
30 Mega: R$ 89,90*
10 Mega: R$ 59,90*
1 Mega: R$ 39,90 / R$ 29,80**

*Valores válidos para banda larga nos combos com TV por assinatura e  fixo
**Apenas nos estados que oferecem o Programa de internet popular

Os novos planos de velocidade de internet começam a ser ofertados para os clientes a partir do mês de setembro, e sua implantação será gradativa, para garantir a qualidade. Os novos planos só serão ofertados em uma cidade quando a estrutura da rede daquela cidade for capaz de suportar a demanda gerada. Inicialmente, todas as capitais terão o serviço disponível desde o primeiro dia de seu funcionamento.

Os assinantes da NET também contam com acesso à rede NET Virtua Wi-Fi, que está disponível nas principais cidades brasileiras. O serviço oferece ao usuário uma conexão de internet em locais públicos e pontos estratégicos das principais cidades brasileiras, como shopping centers, aeroportos, bares, hospitais, parques, etc.

Para usar o serviço, o cliente NET precisa fazer um cadastro no site da operadora, e utilizar o login e senha de sua conta.

NET Vírtua Wi-Fi também está disponível nos principais aeroportos brasileiros, como Congonhas e Guarulhos (São Paulo), Galeão e Santos Dumont (), Viracopos (Campinas), Pampulha e Confins (Belo Horizonte), Salgado Filho (Porto Alegre), Afonso Pena (Curitiba), Guararapes (Recife), Juscelino Kubitschek (Brasília), Pinto Martins (Fortaleza), Augusto Severo (Natal) e Eduardo Gomes (Manaus).

Além do acesso exclusivo para seus clientes, a NET também oferece acesso gratuito para todos os usuários do aeroporto, nas áreas de embarque. Neste caso, basta cadastrar os dados do viajante e do cartão de embarque.

Novo Combo Multi

A NET também anunciou na ABTA 2013 o lançamento do novo Combo Multi, que funciona como um “quadruple play” de TV por assinatura HD, banda larga residencial, telefonia fixa e telefonia móvel. O serviço também oferece um pacote de vantagens para os clientes nos mais diferentes segmentos.

A partir de agora, o cliente Combo Multi passa a contar com o benefício de chamadas gratuitas entre telefones fixo e celular. O Combo Multi agora oferece ligações ilimitadas entre telefones fixo (do NET Fone para qualquer fixo), entre telefones móveis (de Claro para Claro), entre NET fone e celulares Claro, e entre celulares Claro e NET Fone.

São dois planos para a telefonia móvel – Multi 100 e Multi 600 – que podem ser combinados com um plano NET Fone Multi, de telefonia fixa. A oferta é considerada inédita entre as operadoras nacionais. Além disso, os celulares da Claro cadastrados no Combo Multi contam com envios de SMS ilimitado para qualquer operadora nacional, e plano de dados 4G Max ou 3G Max no valor do pacote.

As franquias de dados dos dois planos Multi são de 2 Giga ou 5 Giga, para os planos Multi 100 e Multi 600, respectivamente (planos válidos para clientes que optarem pela portabilidade). Para os não-portados, estão disponíveis os planos de 500 MB e 2 Giga, respectivamente. Além disso, o Combo Multi oferece a cobrança de todos os serviços em um única conta.

Outras vantagens do novo NET Combo Multi são a conta única, que reúne todos os serviços em uma só fatura e o atendimento integrado, que será também unificado. Em caso de dúvidas sobre qualquer produto do Combo Multi, o cliente poderá entrar em contato com a Central de Relacionamento da NET, pelo  106 21.

Pacotes 

Os pacotes de telefonia do Combo Multi podem ser combinados com qualquer oferta de TV e banda larga da NET. Confira as vantagens:

NET Fone Multi + Multi 100
Preço: R$ 149,80*

Telefonia fixa:

– Fale à vontade com qualquer telefone fixo em todo o Brasil**.
– Fale à vontade com qualquer celular da Claro em todo o Brasil**.
Telefonia móvel:
– Fale à vontade com qualquer celular da Claro em todo o Brasil**.
– Fale à vontade com qualquer NET Fone em todo o Brasil¹.
– 100 minutos/mês para chamadas locais para outras operadoras, seja fixo ou celular.
– SMS Ilimitado para qualquer operadora móvel do Brasil.
– Pacote de dados para navegar no smartphone em 3G Max (conforme disponibilidade), com franquia de 500 MB ou em 4G Max na franquia 2GB (clientes com portabilidade).

NET Fone Multi + Multi 600
Preço: R$ 329,80*

Telefonia fixa:
– Fale à vontade com qualquer telefone fixo em todo o Brasil**.
– Fale à vontade com qualquer celular da Claro em todo o Brasil**.

Telefonia móvel:
– Fale à vontade com qualquer celular da Claro em todo o Brasil**.
– Fale à vontade com qualquer NET Fone em todo o Brasil¹.
– 600 minutos/mês para chamadas locais para outras operadoras, seja fixo ou celular.
– SMS ilimitado para qualquer operadora móvel do Brasil.
– Pacote de dados para navegar no smartphone em 4G Max ou 3G Max (conforme disponibilidade), com franquia de 5GB (clientes com portabilidade) ou 2 GB.

SKY Brasil começa a oferecer os seus serviços de internet banda larga

by

sky-antena

A operadora de TV por assinatura via DTH SKY Brasil lançou ontem (05) os seus serviços de internet banda larga no estado de São Paulo. A conexão vai se dar por modo TD-LTE, e vai complementar a oferta de internet fixa via 4G (frequência de 2.5 GHz), que a operadora já oferecia na cidade de Brasília desde 2011.

A primeira cidade a receber o serviço de internet LTE da SKY é Franca, no interior do estado. Através de um comunicado de sua assessoria de imprensa, a operadora informa que escolheu o município por ser um polo de desenvolvimento industrial (Franca é, hoje, um dos principais centros calçadistas do Brasil).

A SKY Brasil está oferecendo planos nas velocidades de 2 Mbps e 4 Mbps, com sua conexão sendo feita através de um modem 4G, que distribui o sinal pela residência para aparelhos via Wi-Fi ou com cabo Ethernet. O serviço pode ser contratado em forma de um combo com o pacote de TV por assinatura, ou de forma avulsa.

Os preços aplicados para o serviço de internet banda larga para Franca são os mesmos adotados em Brasília: pagando apenas pelo serviço de internet, o valor da conexão de 2 Mbps é de R$ 79,90/mês, enquanto que a conexão de 4 Mbps custa R$ 99,90/mês.

Ainda não temos informações sobre a expansão da oferta dos serviços de internet banda larga LTE da SKY Brasil para outras cidades dentro do estado de São Paulo. A única informação que a operadora adiantou (no mês de julho) é que eles pretendem cobrir até 665 cidades brasileiras com o novo serviço até o final de 2013, incluindo 15 capitais, principalmente nas regiões Norte e Nordeste.

A estratégia da SKY Brasil é focada nos locais onde a conexão de internet é cara e precária, além de ser as regiões do país onde o seu serviço de TV por assinatura possui grande participação. Para muitos, uma conexão LTE a R$ 79,90/mês pode parecer pouco vantajosa financeiramente falando. Mas em algumas regiões, onde os usuários pagam isso ou até mais para não receber uma velocidade próxima à essas que a SKY está oferecendo, pode ser um bom negócio.