Arquivo para a tag: trendforce

Samsung teria vendido quase o dobro de smartphones que a Apple

by

GalaxyS7Teaser2016

A Apple comunicou os seus resultados financeiros ontem (26), e informou a primeira queda nas vendas de iPhones de sua história. Paralelo à isso, a agência de análise de mercado TrendForce indica que a Samsung teria vendido quase o dobro de smartphones que a gigante de Cupertino.

Essa conclusão chega depois de colher dados de cota de mercado das duas empresas, indicando que os coreanos ficam com 27.8% da cota global, enquanto que a Apple fica com quase a metade disso, com 14.4%. Na hora de falar de números distribuídos, a Samsung teria alcançado 81 milhões de unidades durante o primeiro trimestre de 2016. Agora, sabemos que a Apple enviou 51.2 milhões de iPhones. Em terceiro lugar ficaria a Huawei, com 9.3% de cota.

O estudo revela mais dados interessantes. Por exemplo, que a Samsung seria a única das três grandes do ranking que aumentou sua cota no trimestre. Vale a pena lembrar que o mercado de telefonia como um todo caiu, com uma distribuição total de 290 milhões de unidades, contra 360 milhões no mesmo período em 2015.

Diante desse cenário, é evidente que quem está no topo sente mais, e tem mais dificuldades em se manter no topo. E isso porque a TrendForce não falou na canibalização promovida pelos fabricantes chineses. Ou seja, o cenário tende a ser ainda mais complexo para os gigantes do setor, que vão precisar invariavelmente oferecer diferenciais relevantes para justificar a compra de um novo smartphone junto ao consumidor.

Além disso, estamos diante de um mercado relativamente saturado, com o usuário levando mais tempo para trocar o seu dispositivo.

Via TrendForce

Envio de smartphones cai durante o primeiro trimestre de 2016

by

smartphones

Parece que 2016 não será um bom ano para o mercado de smartphones. Pela primeira vez na história é esperado que o aumento em porcentagem não alcance os dois dígitos no final do ano, algo que começa a se confirmar já nesse primeiro trimestre.

O TrendForce compara os dados obtidos durante o primeiro trimestre de 2016 com os dados do mesmo período de 2015. Foram enviados 292 milhões de unidades, uma redução de 1.3% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, e 18% em comparação com os dados do último trimestre de 2015. Possivelmente o dado mais importante está relacionado com a Apple, cujos envios do iPhone reduziram pela primeira vez se comparados com o mesmo trimestre desde 2007.

Durante o primeiro trimestre de 2016, foram enviados ao mercado 42 milhões de iPhones, uma queda de 43,3% em relação ao mesmo período de 2015. A previsão é que serão enviados ao mercado menos de 15 milhões de unidades do iPhone SE.

Sobre a Samsung, no ano passado a empresa enviou 316 milhões de dispositivos, e as previsões apontam para um número similar para 2016. Os sul-coreanos enviaram 81 milhões de smartphones durante o primeiro trimestre desse ano, um aumento de 2.5%, mas uma queda de 20% em relação ao último trimestre de 2015.

A Huawei fica com a terceira posição (atrás de Samsung e Apple, respectivamente), com 27 milhões de dispositivos enviados no primeiro trimestre de 2016. A Lenovo (com os números da Motorola) fica na quarta posição, ocm 17 milhões de unidades e queda de 5.6% em relação ao último trimestre de 2015. A Xiaomi fica com a quinta posição, com 16 milhões de dispositivos.

Depois de anos com crescimentos espetaculares, é normal que o mercado de smartphones alcançasse a sua saturação, ainda mais sabendo que há mais dispositivos no mercado do que pessoas. Isso mostra o sucesso desse tipo de dispositivo em todo o planeta, uma vez que soube se adaptar a consumidores de todos os tipos.

Via PhoneArena

Cota de mercado de smartphones da Samsung abaixo dos 25%, segundo a TrendForce

by

samsung-galaxy-s6-edge

Segundo a TrendForce, a Samsung terá pela primeira vez em anos uma cota de mercado trimestral de smartphones abaixo dos 25%.

O momento da Samsung é complicado. Avaliando a sua linha mais alta, ela foi renovada de forma contundente, com quatro modelos novos em poucos meses (Galaxy S6, Galaxy S6 Edge, Galaxy S6 Edge+ e Galaxy Note 5). Tem variedade, boa aparência, mas não podem competir em vendas com o onipresente iPhone.

vendas-samsung-q3-trendforce-01

Olhando para os dados da TrendForce, a Samsung segue líder do mercado, mas com queda na cota de mercado se comparado com o segundo trimestre de 2015, ficando com 24,6%. A Apple também registrou queda de praticamente 2%, ficando com 13,7%.

Nas estimativas do estudo, o Galaxy S6 deve vender mais de 50 milhões de unidades antes do final de 2015, número que foi atualizado para menos (aproximadamente 40 milhões). Parte da culpa dessa queda seria da própria Samsung, que divide as suas vendas entre os vários modelos Galaxy.

No caso da Apple, a coisa parece ser por conta do período do ano. Com os novos iPhone 6s e iPhone 6S Plus no mercado, é uma questão de tempo para essa cota aumentar (ou pelo menos para as vendas melhorarem).

Por outro lado, Huawei e Lenovo/Motorola melhoraram seu desempenho, por conta do mercado chinês. Aliás, a Huawei é a primeira a vender 100 milhões de smartphones em um país em um ano.

vendas-samsung-q3-trendforce-02

Via TrendForce

TrendForce: Huawei em alta, e Samsung abre vantagem no mercado de smartphones

by

galaxy-s6-02

A TrendForce apresentou o seu relatório do primeiro trimestre de vendas para o mercado de smartphones. Nesse relatório, ainda não entram os números de vendas dos novos smartphones da Samsung, mas podemos ver outros detalhes interessantes, como o crescimento de alguns fabricantes chineses.

O estudo da TrendForce já mostra uma recuperação da Samsung, mesmo sem computar os números dos novos Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge. O reflexo aqui pode ser pelas vendas dos lançamentos de modelos com materiais mais nobres, inseridos no mercado ao longo do segundo semestre de 2014.

Por esse relatório, a Samsung sai dos 24.7% de market share no quarto trimestre de 2014 para 27.8% do primeiro trimestre de 2015. Praticamente recuperou o que perdeu para a Apple no período, já que como era de se esperara, o número de vendas dos iPhones caiu no primeiro trimestre desse ano.

650_1200

O TrendForce coloca a Huawei na terceira posição, ultrapassando a Lenovo, que segue no top 5. Também é interessante ver o crescimento da LG, que avançou uma posição nas vendas.

Voltando a falar da Samsung, é lógico pensar que o segundo trimestre de 2015 será muito proveitoso para eles, uma vez que os novos Galaxys estão no mercado, atraindo muito interesse dos consumidores. Sobre o volume de vendas em geral, foram estimadas 291 milhões de unidades vendidas, ou 9.2% a menos que no trimestre anterior. Algo que também é normal, pelo mesmo motivo de queda das vendas de iPhones.

 

Menos vendas na China

O TrendForce também revela uma queda de vendas na China, país que apresenta um cenário muito interessante, com Huawei, Lenovo e Xiaomi dominando o mercado. Huawei e Lenovo também trocaram de posição no começo desse ano.

650_1200 (1)

Esperamos os dados oficiais dos fabricantes, assim como os relatórios do IDC, Canalys e Gartner. Mas uma coisa fica bem clara: as cotas de mercado estão muito condicionadas ao lançamento de smartphones importantes, e pela proximidade das vendas natalinas, além do bom funcionamento do mercado chinês (um terço das vendas acontece nesse país).

Via TrendForce

LG vendeu 60 milhões de smartphones em 2014, segundo a Digitimes

by

650_1000_lg-g3-vs-lg-g

Não são números divulgados pela própria LG, mas são relatórios que chegam a partir dos analistas da Digitimes e TrendForce, que são bastante confiáveis. A divisão mobile dos coreanos teria colocado no mercado 59.6 milhões de smartphones ao longo de 2014.

O mais chamativo desse número não é a quantidade, mas sim o crescimento em relação ao ano de 2013, quando eles venderam 47.6 milhões de unidades. O crescimento foi de 25.2%, e levando em conta o quão competitivo é esse mercado, esses resultados são muito positivos.

Com esses números a LG pode pelo menos ameaçar o terceiro lugar no mercado global. Apple e Samsung continuam distantes, mas marcas como Xiaomi, Huawei ou Lenovo são perfeitamente alcançáveis.

De acordo com o TrendForce, a LG estaria na quarta posição, com 6% de cota de mercado, em um ranking que teria essa ordem: Samsung (28%), Apple (16.4%), Lenovo (7.9%), LG (6%), Huawei (5.9%) e Xiaomi (5.2%).

A LG está consolidando sua posição de mercado, apagando a má imagem obtida com os seus primeiros smartphones Android. Os responsáveis por isso são modelos como LG G2, G Flex e LG G3. Para o começo de 2015, já temos o LG G Flex 2 e quem sabe um já esperado LG G4.

Via Digitimes