Arquivo para a tag: telefonica

Para a Telefônica (Vivo), planos de franquia de banda larga fixa continuam

by

vivo-logo-w782

Em conversa com analistas de mercado, o CEO da Telefônica/Vivo, Amos Genish, dá a entender que vão insistir nos planos de estabelecer franquias de banda larga fixa, apesar da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) proibir qualquer tipo de limitação no consumo de internet por tempo indeterminado.

O executivo elogiou a postura da Anatel em assumir a postura de debate sobre a questão, mas espera que o assunto tenha um desfecho ainda em 2016. Para Genish, a legislação brasileira permite a adoção da franquia na banda larga fixa, mesmo com críticos da medida afirmando o contrário, e alega que as regras poderiam ser mais claras, com os tipos de planos e pacotes que poderão ter limites de dados.

“Por exemplo, para usuários low end, deveria ter limite? São várias questões que o debate vai esclarecer. E tenho certeza que as operadoras serão sensíveis. O consumo de banda está crescendo e as operadoras percebem que seria melhor para todos ter ofertas diferentes conforme o uso”, disse o executivo.

Genish, apesar de ser otimista sobre a discussão inclusive dos impostos cobrados sobre a banda larga e os planos do governo de expandir a internet no Brasil, joga a bola para o governo federal, entendendo que este precisa cumprir o seu plano de universalização da banda larga, alegando que a competição na internet fixa é diferente do que temos na internet móvel. Alega também que a falta de transmissão e backnbones torna alguns setores pouco atraentes, e que o valor pago por um consumidor não compensa aquele pago por outro, onde as franquias de banda poderiam ajudar a equilibrar as coisas nesse aspecto.

De qualquer forma, o que Genish deixa implícito é que a posição da Telefônica/Vivo é que, apesar de todo o barulho feito pelos internautas e especialistas nas áreas de direito digital e tecnologia de informação, a empresa segue com sua filosofia de estabelecer franquias de consumo de internet banda larga fixa, indo na contramão da expansão da internet que o próprio Genish chega a citar em dado momento da conversa.

Ficaremos de olho nos próximos acontecimentos.

Via Telesintese

Telefônica anuncia compra da operadora GVT

by

650_1000_telefonica-brasil

Em comunicado oficial de imprensa, a operadora espanhola Telefônica informa que a compra da GVT (Global Village Telecom) foi aprovada. Toda a base de clientes da operadora, que antes era uma propriedade da empresa francesa Vivendi, passa a incorporar os números da Telefônica, que expande a sua participação no mercado brasileiro.

A GVT oferece serviços de banda larga fixa para mais de 10 milhões de lares em 21 estados brasileiros, com planos que podem ultrapassar os 100 Mbps de velocidade, por conta de sua rede FTTH. Esse fator técnico vai tornar a Telefônica ainda mais forte como uma operadora convergente, com uma maior participação no maior mercado sul-americano.

De acordo com o comunicado, as negociações entre as duas empresas começaram no dia 29 de agosto, e a operação inclui o pagamento efetivo por parte da Telefônica de 4.663 bilhões de euros, mais 12% do capital social da Telefônica Brasil depois da sua integração com a GVT. A Vivendi também aceitou a oferta de aquisição de 1.110 bilhão de euros em ações ordinárias da participação que a Telefônica tem na Telecom Itália, que representam hoje 8.3% do capital (com direito a voto) da empresa italiana, em troca de 4.5% do capital que receberá a Vivendi na sociedade resultante da integração entre Telefônica e GVT. A operação vai gerar uma sinergia de, pelo menos, 4.7 bilhões de euros (ou R$ 22 bilhões).

Hoje, a Telefônica conta com quase 80 milhões de linhas móveis ativas, e mais de 10 milhões de linhas fixas. Segue expandindo sua rede 4G, com 73 cidades cobertas, além de explorar a internet em fibra óptica, que no final de 2013, alcançava 1.4 milhão de lares.

Vale lembrar que a conclusão da operação está sujeita a aprovação das autoridades regulatórias brasileiras.

Via Telefônica

MWC 2014 | Firefox OS e Telefónica prometem mais lançamentos na América Latina

by

firefox_zte

Mozilla e Telefónica (no Brasil, Telefônica/Vivo) apresentaram algumas novidades sobre o Firefox OS na Mobile World Congress 2014. Apesar de uma das “bombas” do dia ser a não disponibilidade do WhatsApp na plataforma, as duas instituições prometem melhorias no sistema, e uma expansão no número de lançamentos de smartphones, com mais fabricantes envolvidos, entre eles ZTE, Huawei, Alcatel e LG.

Os novos dispositivos serão lançados pela operadora Telefónica nos próximos meses. Além disso, novos mercados vão receber os smartphones com o Firefox OS ao longo de 2014. São eles: Alemanha, Costa Rica, Panamá, El Salvador, Guatemala, Nicarágua, Equador, Argentina, Croácia, República Checa, Macedônia e Montenegro.

Diversos acordos com diferentes fabricantes foram anunciados para 2014, com a promessa de smartphones mais potentes e completos. Alguns modelos contarão com processadores de dois núcleos, e resolução de tela maior. Para ser mais preciso, um novo modelo de desenvolvimento com um processador de dois núcleos e tela de 4.5 polegadas foi anunciado.

alcatel_onetouch_fire_s

Outra novidade (para os modelos de entrada) estão nos designs de referência, que permitirão que modelos com Firefox OS alcancem preços iniciais para o consumidor de US$ 25. Seriam modelos com conectividade WCDMA e EDGE, com chipset SC6821.

Também foram anunciadas novidades sobre a nova versão do Firefox OS, A seguir, destacamos algumas delas:

* Mais personalização para operadoras e fabricantes.

* Nova busca universal no dispositivo.

* Multitarefa potenciada de forma similar como a fazemos no navegador.

* Maior possibilidade de compartilhamento de conteúdo de forma direta.

* Suporte para redes LTE e NFC nos dispositivos lançados em 2014.

tela-futuro-firefox

Operadoras perdem o interesse no Tizen, mas Samsung vai mostrar algo com o sistema na MWC 2014

by

tizen_logo

Segundo o Wall Street Journal, a operadora japonesa NTT DoCoMo decidiu adiar o lançamento do seu smartphone com o sistema operacional Tizen, que deveria acontecer em janeiro. Kaoru Kato, presidente da operadora, comentou que o Tizen segue sendo importante para eles, mas considera que não é um produto que, nesse momento, possa competir com o Android e o iOS.

Na Europa, o cenário de descrença no Tizen não é muito diferente. A operadora francesa Orange foi a que mais se movimentou nesse sentido, e também planejava um lançamento com o sistema para o mês de janeiro, mas agora consideram que o Tizen não está suficientemente maduro, e por conta disso, não vão apresentar novidades nesse sentido em curto prazo.

Telefónica e Sprint também não apresentam muito interesse no Tizen. A operadora espanhola está priorizando o Firefox OS, e os norte-americanos entendem que precisam de produtos de impacto para o mercado, e não de “aventuras”.

De qualquer forma, a Samsung promete apresentar um preview da versão final do Tizen na Mobile World Congress 2014, além dela mesma lançar dispositivos com o sistema em breve. Também é esperado que a ZTE faça algum anúncio ao longo de 2014.

Lembrando: a ideia da Samsung com o Tizen é ser independente em relação ao Android e Google – algo que eles também poderiam fazer com uma versão fork do Android – mas com a parceria de 10 anos com a empresa de Mountain View no segmento de patentes, tudo indica que os planos com o Tizen podem mudar consideravelmente.

Via WSJ

Telefônica Vivo premia campuseiros na segunda edição da Campus Party Recife

by

20-07-13 - CP Recife noite (baixa)-58772

Após quatro dias de Campus Party Recife, a Telefônica Vivo, principal patrocinadora do evento, encerrou sua participação no Chevrolet Hall, no último sábado (20/07), com as premiações dos concursos Hackathon Firefox OS (de incentivo aos desenvolvedores com olhar de empreendedores), Site Sustentável (de fotos com o protótipo de antena sustentável no Instagram) e Vivo Recicle Seu Celular (de frases criativas associadas ao descarte de celulares). O objetivo principal dos concursos foi incentivar valores como sustentabilidade, inovação e empreendedorismo.

O Hackathon Firefox OS, concurso já realizado na primeira Campus Party Recife, chegou a esta edição com um diferencial: para concorrer, os aplicativos tinham que explorar o tema “Pernambuco Para Todos” para o Firefox OS, sistema operacional que ainda não foi lançado no Brasil e funciona sobre HTML5. Para desenvolver os aplicativos, os participantes tiveram à sua disposição bases de dados fornecidas pelo governo estadual e prefeitura, como rotas de ônibus, informações sobre investimentos, mídias sociais etc. O comitê do hackathon avaliou mais de 28 projetos e premiou com smartphones as três melhores soluções tecnológicas voltadas para a melhoria da vida do cidadão local.

Em primeiro lugar, ficaram Rodrigo Portilo e Yelken Gonzales, com o aplicativo “Busca Saúde”, ferramenta que informa aos usuário quais são e onde estão os hospitais mais próximos em casos de urgência, marcação de consultas de rotina, exames de prevenção para gestante e outros procedimentos de saúde. Em segundo lugar ficou o aplicativo “Vai Chover”, desenvolvido por Adriel Almeida Café. A ferramenta alerta a população do Recife sobre perigosas mudanças climáticas. O terceiro lugar foi para aplicativo “Paradas”, que encontra as paradas de ônibus mais próximas do local onde o usuário está e foi criado por Rafael Teixeira Mendes de Carvalho e Pedro Henrique Dias da Silva.

20-07-13 - CP Recife noite (baixa)-58666

O concurso Site Sustentável, iniciativa da Telefônica Vivo para disseminar conhecimento sobre o projeto da empresa antena sustentável, teve como vencedores os campuseiros Ami Aran (perfil @amiaran), Lorena de Morais Moura (perfil @loresmoura) e Rostan Ferreira (@rostantankian), que por meio de fotos divertidas na rede social Instagram usando a hashtag #vivosustentavel, tiveram os maiores números de “likes” em suas imagens. Como prêmio-surpresa, a empresa selecionou o campuseiro Philippi Sedir Grilo de Morais, autor da foto mais criativa, que também ganhou um smartphone 4G.

Para incentivar o descarte correto de aparelhos, baterias e acessórios a fim de aumentar a coleta e reciclagem de celulares em desuso, a empresa realizou o concurso cultural Vivo Recicle Seu Celular entre os campuseiros. O autor da melhor frase com as palavras “Campus Party” e “Recicle Seu Celular” foi Arthur Felipe da Silva, de 21 anos, que ganhou um smartphone 4G Samsung Galaxy S4, com a frase: “você recicla plástico, metal, vidro e papel em qualquer lugar, mas só na Campus Party você recicla o seu celular”.

A noite também marcou o final do concurso 4G Plus, que premiou um campuseiro por dia desde o dia 17, para dormir numa barraca especial oferecida pela companhia. Os ganhadores, que participaram de um desafio usando o game Genius no estande da Vivo dentro da Arena, puderam levar até três amigos para passar a noite. No encerramento, os quatro vencedores participaram de um novo desafio, realizado neste sábado, e teve como ganhador o recifense Geovane Lima de Souza, de 21 anos.

Os prêmios foram entregues pelo diretor regional da Telefônica Vivo Nordeste, Marcelo Tanner, que comemorou o sucesso da segunda edição da Campus, no Recife. “A Vivo, como uma internet company, cumpre brilhantemente esse papel, conectando milhares de pessoas que já estão ligadas pela criatividade e vontade de colocar a tecnologia a serviço da população. Estamos com a sensação de dever cumprido, mais uma vez”, comemora o executivo.

Durante a Campus Party Recife 2013, cerca de 60 mil pessoas circularam pela área EXPO e Arena. Ao todo, foram 800 acampados e 2 mil campuseiros. A CPRecife envolveu uma mega estrutura com 15 km de cabos de rede e mais de 30 km de cabos de fibra óptica, 200 horas de palestras e 180 atividades temáticas.

Via Assessoria de Imprensa

Microsoft e Telefônica anunciam acordo de vendas de aplicativos, com múltiplas opções de pagamento

by

ballmer-microsoft-telefonica

Recentemente, a operadora de telefonia móvel espanhola Telefônica (No Brasil, Telefônica/Vivo) anunciou uma parceria com a Microsoft, visando a expansão dos produtos com o sistema operacional Windows Phone. Hoje (05), foi dado mais um passo para a expansão dessa parceria. As duas empresas anunciaram um acordo que permite aos assinantes da operadora comprar aplicativos para o sistema móvel da gigante de Redmond, com pagamento desses apps através da conta telefônica (nas contas em modo pós-pago) ou descontando dos créditos vigentes (nas contas em modo pré-pago).

O modelo de negócio responde pelo nome de “billing direto”, e visa reduzir a eventual burocracia que algumas lojas de aplicativos apresentam, principalmente em relação ao pagamento desses aplicativos através do cartão de crédito. Além disso, oferece ao usuário modos mais seguros e práticos para pagamento desses aplicativos, uma vez que eles sabem que a cobrança dos mesmos será feita em uma modalidade que ele já está familiarizado.

Outro motivo para a adoção do “billing direto” é a possibilidade de ampliar as vendas de aplicativos nos mercados onde o cartão de crédito ainda não é muito popular, ou possui baixa penetração pelas próprias características econômicas. Segundo informou recentemente um diretor da Nokia, a implementação desse formato de pagamento fez com que o volume de downloads de aplicativos pagos da fabricante finlandesa triplicasse.

O anúncio do acordo foi feito na Espanha, mas o serviço deve ser ofertado para os países da América Latina onde a Telefônica oferece os seus serviços.

Porém, o objetivo principal da dupla Microsoft/Telefônica é o mesmo que foi anunciado na semana passada: reduzir o domínio estabelecido entre Android e iOS no mercado mobile. A oferta do billing direto pode ser uma vantagem a médio e longo prazo para os usuários, pela praticidade no formato de pagamento. Pode não significar necessariamente um aumento de participação de mercado do Windows Phone, mas certamente pode ser um atrativo para os novos consumidores de smartphones, que não querem ter nenhum tipo de complicação na hora de comprar os apps de sua preferência.

Via

Microsoft e Telefónica fecham parceria para impulsionar o Windows Phone na Europa e América Latina

by

Windows-Phone-8-800x510.jpg

O dia de hoje não é marcado apenas pelo jogo Brasil vs Uruguai, válido pela semi-final da Copa das Confederações FIFA 2013. Hoje (26) acontece a BUILD 2013, evento da Microsoft dedicado aos desenvolvedores para as plataformas Windows 8 e Windows Phone 8. e novidades interessantes devem ser anunciadas de hoje até a próxima sexta-feira (28). Uma dessas novidades envolve a expansão do Windows Phone no Brasil, de forma direta.

A operadora espanhola Telefónica (no Brasil, Telefonica/Vivo) anunciou que fechou uma parceria com a Microsoft, que tem como principal objetivo impulsionar as vendas dos smartphones com Windows Phone na Europa e América Latina. Para ser mais específicos, a operadora cita os mercados da Espanha Reino Unido e Alemanha na Europa, e México, Chlie e Brasil, na América Latina, como principais alvos das duas empresas.

O comunicado é conjunto, e ainda informa que a Telefónica vai oferecer nesses países smartphones com os serviços integrados da Microsoft, como o Office 365, SkyDrive e Xbox Live. E como bem sabemos, a única plataforma que apresenta esses serviços de forma combinada ainda é a do Windows Phone. O objetivo da dupla é claro: romper o “dupólio” (nem sabia que essa palavra existia) atual do Android e do iOS.

Na prática, não sabemos exatamente o que muda para o consumidor final. Será que teremos um volume maior de produtos com Windows Phone nas lojas da Telefonica/Vivo? Nem Telefónica, nem Microsoft entram em maiores detalhes sobre o assunto.

Via Telefónica, Engadget

Motorola Mobility marca presença na Campus Party Brasil, com smartphones 4G e RAZR i

by

A Motorola Mobility marca presença na Campus Party 2013, em parceria com a Intel e a Telefônica Vivo, para levar aos participantes alguns dos seus melhores dispositivos móveis. Na evento, a empresa vai demonstrar um jogo interativo com o Motorola RAZR i, que possui um processador com Intel Inside, no estande da própria Intel. Já com a Telefônica Vivo, o Motorola RAZR HD, o primeiro smartphone com 4G do País, será o produto usado para a demonstração dos benefícios dessa nova tecnologia de transmissão de dados, que tem previsão de iniciar suas operações no mês de abril.

No estande da Intel, em conjunto com a Motorola, será promovida uma competição interativa, na qual o vencedor levará para casa o Motorola RAZR i com Intel Inside. Será um smartphone por dia, entre 29 de janeiro e 02 de fevereiro, e, para conquistá-lo, o campuseiro terá que fazer o melhor tempo em um test-drive com um carro de corrida virtual. Para participar, é necessário retirar uma senha. Serão cinco rodadas diárias, com 20 participantes por sessão.

No estande da Telefônica Vivo, haverá demonstração de como a rede 4G vai funcionar no Brasil. O aparelho usado será o Motorola RAZR HD, que tem processador dual-core de 1,5 GHz, excelente velocidade de navegação, tela de 4,7 polegadas de alta resolução e bateria de longa duração. Além disso, o produto é protegido por materiais como Corning® Gorilla® Glass e fibra DuPont™ Kevlar.

Via Assessoria de Imprensa

Primeiros smartphones com o Firefox OS são apresentados: desenvolvedores na Campus Party Brasil podem receber esses modelos

by

Das mãos da Geeksphone e da Telefónica da Espanha, aparecem os dois primeiros smartphones com o sistema operacional móvel Firefox OS, mesmo que dedicados aos desenvolvedores. São com esses modelos que a Mozilla pretende dar os primeiros passos efetivos no mundo mobile.

Falamos de um dispositivo designado como “Developer Preview Phone”, terminais que chegarão aos desenvolvedores de forma exclusiva a partir do mês de fevereiro. Os produtos apresentados se caracterizam por oferecer uma total liberdade na hora de programar aplicativos com o sistema operacional da Mozilla.

O primeiro smartphone é o Keon, um dispositivo que conta com uma tela de 3.5 polegadas HVGA, câmera de 3 megapixels, processador Snapdragon S1 de 1 GHz, 512 MB de RAM, 4 GB de memória interna e conectividades 3G e WiFi, com slot para cartões microSD, sensores de proximidade e luz, giroscópio, GPS, conexão micro USB e bateria de 1.580 mAh.

O segundo modelo é o Peak, que é mais completo nas especificações. Possui tela IPS qHD de 4.3 polegadas, câmera traseira de 8 megapixels com Flash, câmera frotnal de 2 MP, processador Snapdragon S4 dual-core de 1.2 GHz e bateria de 1.800 mAh, contando com as mesmas opções de conectividade e os mesmos 512 MB de RAM do Keon. Como curiosidade, se observamos as imagens oficiais dos smartphones, poderemos ver o Here, sistema de mapas da Nokia em um dos ícones de aplicativos, algo que não deve surpreender muito, se levarmos em conta que os finlandeses já anunciaram o seu apoio ao sistema operacional da Mozilla.

São fichas técnicas bem interessantes, mas temos que considerar que o Firefox OS é orientado principalmente aos smartphones de entrada (ou linha baixa). Ou seja, tudo indica que os modelos finais ou destinados ao consumidor terão especificações técnicas mais modestas do que essas apresentadas hoje.

As primeiras unidades desses dois smartphones serão distribuídas entre os desenvolvedores da Campus Party Brasil, que acontece entre os dias 28 de janeiro e 3 de fevereiro, em São Paulo. A partir daí, outros desenvolvedores ao redor do planeta receberão os smartphones. A Mozilla será responsável por distribuir esses modelos, e a Telefónica (Vivo no Brasil) vai ser a primeira operadora a ofertar os dispositivos para os usuários finais.

Via Geeksphone, Engadget

Vivo terá que se explicar ao Ministério da Justiça sobre aplicativo que monitora clientes

by

A Telefônica/Vivo foi notificada pelo Ministério da Justiça por causa de um novo aplicativo que prevê o monitoramento do comportamentos dos seus usuários. O aplicativo em questão é o Smart Steps, que só deve ser implantado entre os clientes a partir do próximo mês, mas já levanta uma certa polêmica pelo fato de ter acesso aos hábitos diários dos usuários em seus dispositivos, mas também aos dados dos clientes.

O Smart Steps, segundo a Vivo, coleta as informações dos hábitos dos consumidores para comercializar esses dados para patrocinadores e anunciantes, que podem gerenciar um marketing mais direcionado para aquele cliente, se focando nos interesses específicos do usuário. O Brasil é um dos primeiros países a testar a ferramenta, e o Ministério da Justiça quer saber mais detalhes sobre o seu funcionamento, buscando esclarecer qual é a profundidade dessa coleta de dados.

A principal preocupação do órgão do governo está na escolha efetiva dos usuários de chips da Vivo terem os seus dados monitorados e coletados pelo aplicativo, e a sua correspondente venda para outras empresas. A Vivo, por sua vez, informa que vai prestar todos os esclarecimentos que o Ministério da Justiça solicitar. A operadora tem dez dias para enviar um relatório detalhado sobre o aplicativo.

A Vivo também informa que o Smart Steps está em estado de desenvolvimento, e só vai utilizar os dados monitorados “mediante prévia e expressa autorização de seus clientes”. É sempre bom lembrar que o rastreamento do comportamento de atividades conectadas é algo considerado comum entre os produtos e serviços ligados ao comércio em geral (Google e Facebook que o diga). O problema é como isso efetivamente será utilizado pela empresa que coleta esses dados, e o mais importante: até que ponto a privacidade dos usuários está ameaçada?

Via

Internet de fibra ótica de 200 Mbps será oferecida pela Telefônica em breve, por R$ 350

by

Antes de qualquer coisa, vale o registro que estamos falando da Telefônica Brasil, que é a empresa que gerencia a Vivo. O nome comercial (para o consumidor) mudou, mas o nome da empresa que gerencia suas atividades continua o mesmo. Dito isso, informamos que a partir da próxima segunda-feira (15), a Telefônica Brasil vai oferecer um serviço de internet via fibra ótica de 200 Mbps. passando esta a maior velocidade entre os seus planos de fibra.

A empresa emitiu uma nota para a imprensa, informando que o seu serviço de internet via fibra ótica está disponível para mais de 1 milhão de domicílios no estado de São Paulo, na capital, no interior, grande São Paulo e litoral paulista. A empresa informa que tem mais de 100 mil clientes finais na sua base de assinantes de internet com fibra ótica, dobrando assim o número de seus assinantes em relação ao final de 2011. Além disso, o seu serviço de IPTV, ou TV via protocolo de internet, está em atividade desde o começo desse mês de outubro, apenas para os usuários da internet via fibra ótica.

Agora, a má notícia: o preço da conexão de internet de 200 Mbps é de R$ 349,90. As demais opções de velocidade disponíveis nessa velocidade são de 15 e 100 Mbps. Bom, se você está com dinheiro de sobra, e precisa de uma velocidade de internet bem acima da média do país… fica a dica!

Via Tecnologia – EXAME

Movistar ebook bq, o e-book reader da Telefónica na Espanha é apresentado oficialmente

by

A Telefónica na Espanha tenta ampliar horizontes com o lançamento do seu e-book reader, feito em colaboração com a empresa Mundo Reader. O Movistar ebook bq é um modelo com tela e-ink touch de 6 polegadas, que diferente do que se possa pensar, não conta com módulo 3G, se limitando a contar com conectividade WiFi nas suas configurações.

Entre outros recursos, ele conta com uma capacidade interna de 2 GB (ampliável via cartão microSD), bateria de 1.530 mAh, que oferece uma autonomia de 8 mil páginas, além de porta micro USB 2.0 e compatibilidade com formatos epub, pdf, html, rtf, txt, jpg, mp3, zip, entre outros.

O Movistar ebook bq foi apresentado hoje na Espanha, mas não chega nas lojas antes do dia 14 de junho, com um preço de 169 eiros.

via BQReaders

TargetHD Podcast | 117 | Telefônica e Speedy: Obrigado Por Nada

by

banner-targethd-podcast

Nesta edição:

– Telefônica e sua incompetência
– Nokia e Microsoft assinam o acordo definitivo de parceria
– Aparelhos com iOS superam os aparelhos Android nos Estados Unidos
– Seagate assume o controle da divisão de discos rígidos da Samsung
– Brasil atrai cada vez mais investimentos extrangeiros no setor de TI
– Alugue países, cidades e províncias pela internet
– Casal dos EUA recupera porco de estimação graças ao Facebook

Links do Episódio:

Lista de reclamações contra a Telefônica no Reclame Aqui
Relato de cliente que mostra o baixo nível de atendimento da Telefônica

Visite Também:

Veja as Dicas de Compras do TargetHD.net

Entre em contato:

Clique aqui e acesse a nossa área de contato
Twiter de Eduardo Moreira: @oEduardoMoreira
Twitter do blog TargetHD.net: @TargetHD
Nossa página do Facebook: facebook.com/TargetHD

Feed do TargetHD Podcast

Feeds: RSS e iTunes

Telefônica é, mais uma vez, campeã no ranking de reclamações de 2010 em São Paulo

by

Para relembrar ao consumidor sobre os seus direitos, temos o Dia Internacional dos Direitos do Consumidor. E, foi justamente nesse dia, que foi divulgada a notícia que pode ser vista como “mais da mesma”, através da divulgação do Cadastro de Reclamações Fundamentais, pela Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, referentes ao ano de 2010. A campeã? Mais uma vez, a Telefônica.

É o segundo ano seguido que a empresa de telefonia aparece na primeira posição. Em segundo lugar, outra empresa que repete o feito de ser vice-campeã, e que também se destaca na sequência inacreditável de erros, incompetência e descaso para com o cliente, o banco Itaú (que agora aparece na lista como Itaú Unibanco). O Top 10 das empresas líderes em reclamações se completa com: Bradesco, Samsung, Claro, Eletropaulo, Sony Ericsson, LG, Santander e NET.

Nessa lista estão os volumes de reclamações de clientes que não tiveram seus problemas solucionados, tendo que então abrir processos administrativos junto aos fornecedores. Das 3.137 reclamações recebidas pela Telefônica em 2010, 862 não foram atendidas. Já o Itaú, outro baluarte da incompetência, teve quase metade das reclamações da Telefônica (1708), mas que, em termos percentuais, foi muito pior, por não solucionar 883 casos, ou seja, nem metade das reclamações efetuadas no Itaú foram resolvidas (apenas 48,3% de soluções), contra 72,5% de sucesso na telefônica.

via AdNews

Ação promocional da Telefônica. Ou pessoas andando com um isopor gigante… #cpbr4

by

A Campus Party 2011 é na maior parte do tempo, diversão. E algumas dessas ações são voltadas para a diversão. Ou para que a gente faça posts como esse, e aí vocês tiram as suas próprias conclusões. Uma dessas ações é a da Telefônica, que colocou essas pessoas alegres e felizes para caminharem pela área de computadores com essas fantasias. A ação é para promover os serviços conectados da empresa.

Coletiva de imprensa da Campus Party Brasil 2011: novidades, novos palestrantes e objetivos #cpbr4

by

Acabou agora a coletiva de imprensa realizada na sede da Telefonica, em São Paulo, anunciando algumas das novidades para a Campus Party Brasil 2011. Abaixo, os principais destaques dessa coletiva.

A Campus Party Brasil foi o primeiro país a ser escolhido para a internacionalização do evento, pelas características do internauta brasileiro. Três novidades entre os palestrantes foram anunciados: o primeiro é Kul Wadhwa, que é Diretor Gerente da Wikimedia Foundation, que chega no momento em que o serviço completa 10 anos, além de Stephen Croker, que é um dos responsáveis pela gestão da internet e pela criação do protocolo Arpanet, para falar sobre segurança da web e perspectivas de futuro com os novos protocolos. Na área de Social Media, haverá uma palestra da então candidata à presidência da República, Marina Silva. O tema, como não podia ser outro, será “Eleições e internet”.

São 6.500 campuseiros e mais de 8.000 pessoas envolvidas no evento, de forma direta e indireta. São mais de 400 atividades, com mais de 500 horas de eventos. Os assuntos que mais chamaram a atenção pela ornagnização: sustentabilidade, geo-localização, mídias sociais, a internet no Brasil, agenda digital, inclusão digital e projetos de empreendedores digitais.

São 77,6% dos participantes variam entre 16 a 29 anos (73% homens e 27% mulheres). São 4 zonas de conhecimento, sendo 37% estão na zona de inovação. No Brasil, uma característica destacada são das caravanas, que é um sintoma quase único no mundo.

Um dos objetivos do governo municipal de São Paulo é inlcuir a Campus Party Brasil no calendário oficial da cidade, uma vez que o evento conta com estrutura e prestígio de grandes eventos, como a São Silvestre e a Fórmula 1. Autoridades do Governo Federal estarão presentes no evento, principalmente membros do Ministério das Comunicações, uma vez que assuntos como inclusão digital e Plano Nacional de Banda Larga estarão em destaque na Campus Party Brasil.

Uma das novidades que a Telefonica traz ao Brasil é o “Iron Geek”, que é uma espécie de Iron Man (ultra maratona) da Campus Party, além do Encontro de Blogueiros da Telefonica, que acontece durante o evento, onde blogueiros se encontram com executivos da empresa para discutir acertos, erros, diretrizes e propostas para a empresa.

Sobre as melhorias, governos do município e do estado estão investindo para que as condições da Campus Party seja melhor. Novidades para a alimentação incluem um novo espaço, prometendo uma maior liberdade para os campuseiros, e com ofertas de serviços em horários fora do convencional. Campuseiros com necessidades especiais de alimentação vão contar com um cardápio específico, podendo ser adquirido antecipadamente. Mario Teza, o organizador da Campus Party, anuncia que para a edição deste ano provavelmente o investimento chegue a R$ 15 milhões, cerca de R$ 2,5 milhões a mais em relação à Campus Party 2010.

Os organizadores reforçam que a Zona Expo, que é gratuita, estará com muitas atrações para os visitantes do evento. E, para os campuseiros que não estarão presentes ao evento, haverá a possibilidade de acompanhar as principais atividades que acontecerem no Centro Imigrantes via internet, pela Campus TV.

TargetHD Podcast | 092 | Mudanças do Mercado de Telecomunicações do Brasil

by

banner-targethd-podcast

Nesta edição, vamos comentar mudanças importantes que estão acontecendo no mercado de telecomunicações no Brasil, tais como a mudança de nome da Telefonica, a união da Embratel, NET e Claro, a chegada da GVT no estado de São Paulo, além de um esboço geral do cenário de vendas de telefones e smartphones no mercado mundial. Muita coisa que pode mexer diretamente com o seu bolso nos próximos meses.

Visite Também:

Veja as Dicas de Compras do TargetHD.net

Entre em contato:

Clique aqui e acesse a nossa área de contato
Twiter de Eduardo Moreira: @oEduardoMoreira
Twitter do blog TargetHD.net: @TargetHD
Nossa página do Facebook: facebook.com/TargetHD

Feed do TargetHD Podcast

Feeds: RSS e iTunes

[periféricos] Já pensou em levar a sua mini parabólica DTH para qualquer lugar? Com a VuQube, é possível

by

As pequenas antenas DTH, ou mini parabólicas, como preferir, se tornaram bem populares no Brasil. Muitos fatores ajudaram para o seu sucesso: elas são relativamente baratas, funcionam em locais onde o cabo não chega, e ofereciam sinal digital na época em que o cabo só transmitia em analógico. Porém, ela tem um pequeno (grande) problema.

Se você tem uma casa de praia (ou uma segunda residência), e queira assistir aos seus programas preferidos da TV por assinatura, tinha que, obrigatoriamente, instalar uma segunda antena DTH no lugar desejado, não importa onde. E passar por toda a burocracia, e funcionários furando paredes da sua casa (e quebrando telhas, o que é de praxe). Logo, seria mais do que providencial que você tivesse uma antena dessas no modo portátil, para que, além de se poupar da dor de cabeça de danos físicos em sua residência, você teria a melhor qualidade de imagem e som (já que ela sempre estaria na melhor posição). Bom, aqui isso ainda não é possível. Mas nos Estados Unidos, já.

A antena portátil VuQube Portable Satellite Dish é o sonho de todo mundo que quer a melhor imagem, sem precisar colocar uma bucha sequer na parede de casa. Ela é compatível com boa parte dos sistemas DTH dos EuA (Dish Network, DirecTV e Bell TV). Em compensação, o seu preço não é tão acessível assim: US$ 1.699. Veja vídeo abaixo dela funcionando na prática.

Fonte

[tablet pc] Dell Streak (Mini 5) chega no Reino Unido pela O2 no começo de junho

by

Não deve ser surpresa para o consumidor europeu, mas vale informar que o Dell Mini 5 (ou Streak) chegará às terras inglesas pelas mãos da operadora O2. A comercialização no país começará no começo do mês de junho, sem preço anunciado. Deste modo, o Reino Unido é a primeira região da Europa a contar com este aparelho Android com tela de 5 polegadas. Sua disponibilidade em outros mercados ainda é um mistério.

A O2 ainda afirma que o produto será oferecido para outras zonas europeias para chegar ainda neste meio do ano nos Estados Unidos. Isso, obviamente, dá uma margem de que até agosto este aparelho pode chegar nas lojas de lá. Além disso, a atualização do aparelho para o Android 2.1 está confirmada pela Dell para setembro de 2010, e para o Android 2.2 e Flash 10.1 no final do ano.

Fonte

[tecnologia] Telefónica (da Espanha) e Ericsson apresentam o projeto de carro conectado com o lar

by

A Telefónica da Espanha, a Ericsson e o GTAG apresentaram o projeto Coche Conectado, que tem como objetivo equipar os carros com as últimas tecnologias, com o objetivo de melhorar a condução do motorista, a segurança de todos no veículo, e o acesso remoto a serviços de entretenimento dentro do veículo.

Uma vez que levar a internet de forma permanente ao automóvel é algo cada vez mais necessário, este projeto trata de incorporar as redes 3G e 4G no cotidiao do motorista. Com isso, o carro estará permanentemente conectdo com nossa casa, e com os serviços de assistência de automóveis, nos orientando e dando acesso ao que necessitamos, enquanto seguimos viagem.

Você vai receber alertas sobre acidentes, engarrafamentos, problemas meteorológicos, obstáculos, entre outros. O próprio veículo ainda poderá enviar informações a um servidor central, de forma que possa ser compartilhada com os demais veículos e condutores. Além disso, o carro conectado está programado para acessar os centros de assistência de forma automática, no caso de batidas, e enviar a informação emitida pelo próprio carro ao serviço de manutenção. Além disso, o software vai permitir que o usuário tenha informações como tempo de condução, velocidade média, fradas bruscas, acelerações, etc, tudo através das informações que o carro envia para um servidor, além de todo o acesso ao conteúdo multimídia desde nossa própria residência, como vídeos, fotos ou músicas armazenadas no computador, e enviadas por streaming para nosso carro.

Fonte