Arquivo para a tag: surface pro 3

Surface Pro 3 recebe um forte desconto (Surface Pro 4 a caminho?)

by

SurfacePro4

A Microsoft começou a oferecer um forte desconto no tablet Surface Pro 3, com o objetivo claro de eliminar o estoque restante. Tal movimento aumenta os rumores sobre o lançamento do Surface Pro 4, no evento que a Microsoft vai realizar no dia 6 de outubro.

Uma vez superada a aventura fracassada do Surface RT, a Microsoft acertou em cheio com o Surface Pro 3. Temos aqui um tablet premium, com ótimo acabamento, com potência através dos processadores Intel Haswell (até Core i7), com boa tela e suporte para stylus, além de compatibilidade com o amplo catálogo de aplicativos x86. Ele é preparado para substituir notebooks e tablets, sendo um único dispositivo que inclui as duas propostas, incluindo acessórios como um teclado completo, cômodo e bem fabricado.

A prova do acerto da Microsoft com o Surface Pro 3 são as suas vendas, a expansão de sua distribuição através da Dell e da HP, e o lançamento de um iPad Pro, que tem o mesmo formato 2 em 1, que busca obter sucesso no mercado profissional e de consumo premium.

iPad Pro vs Surface Pro 3: concorrentes ou muito diferentes?

by

ipad-pro-1200-1

A Apple apresentou ontem (09) o seu iPad Pro, tablet de grande formato pensado para os profissionais. Especulado por anos, tudo indica que foi Steve Jobs que freou o seu desenvolvimento, por não gostar de um tablet muito grande e de canetas stylus, além de temer uma canibalização do iPad e dos seus portáteis MacBook Air.

Mas tudo muda nesse mundo, e cinco anos depois do lançamento do iPad original, temos esse novo tablet, que chega para cobrir uma lacuna que a Apple não tinha nada para oferecer ao se negar a lançar MacBooks com telas touch. Com o iPad Pro, eles pretendem competir com o segmento onde os PCs com Windows, tablets premium e conversíveis 2 em 1 dominam a preferência.

Nesse segmento, o Surface Pro 3 é um bom representante. Superado o fiasco do Windows RT (algo que teria resultado a saída de Steve Ballmer como CEO da Microsoft), eles conseguiram encontrar o ajuste fino no dispositivo que quer ser ‘o substituto dos computadores portáteis’, com um híbrido potente, versátil, atraente, bem conectado, compatível com os aplicativos x86 e com uma tela que equilibra produtividade e mobilidade.

Sem falar que, na mesma semana que o iPad Pro chega ao mundo, o Surface terá o suporte de gigantes do setor, como Dell e HP, abrindo as portas para a chegada de um Surface Pro 4, com o mesmo conceito, mas com a evolução dos processadores Intel Skylake e Windows 10.

Microsoft-Surface-Pro-3-11

Então, vem a pergunta: o iPad Pro é alternativa ao Surface Pro 3, ou eles realmente são muito diferentes, apesar do mesmo foco, design e objetivos?

Vamos tentar responder a esta e outras perguntas a seguir.

 

Tela e resolução

O iPad Pro tem uma tela levemente maior no tamanho ou resolução, com 12.9 polegadas (contra 12 do Surface Pro 3) e 2742 x 2048 pixels (contra 2160 x 1440 pixels). São telas excelentes para qualquer usuário.

 

Chipset

Aqui começam as grandes diferenças e a dificuldade de avaliar as duas opções, já que elas utilizam arquiteturas diferentes. A Apple aposta no ARM do novo SoC A9X de 64 bits e co-processador de movimento M9, prometendo grandes avanços no desempenho e gráficos, mas sempre comparado com os iPads já lançados. Já a Microsoft oferece chips Intel Haswell Core i3, i5 e i7.

 

Chassi e autonomia

Os dois tablets utilizam materiais premium. A Apple aposta no alumínio, e a Microsoft usa o magnésio. O iPad Pro é mais fino e leve que o Surface, com 0,69 cm de espessura e 713 gramas de peso. Também possui maior autonomia declarada (10 horas). Será menos que isso no uso real, mas é o aspecto onde a Apple tem a maior vantagem em relação à Microsoft, que precisa melhorar o Surface nesses pontos.

 

RAM

A Adobe chegou a anunciar que o iPad Pro tem 4 GB de RAM mas a Apple não confirma e nem revela a quantidade exata, enquanto que o Surface Pro 3 oferece 4 GB ou 8 GB de RAM. A Apple otimiza o sistema para trabalhar com o seu hardware, prometendo avanços no multitarefa com a tela dupla. Mas aqui é inegável que o potencial do Surface Pro é infinitamente maior.

 

Armazenamento

O iPad Pro está disponível apenas nas versões com 32 GB ou 128 GB, enquanto que o Surface Pro pode ser encontrado nas versões com 64, 128, 256 ou 512 GB em SSD.

 

Conectividade

A Apple oferece uma única porta Lightning, contra uma porta USB 3.0, outra mini DisplayPort e slot microSD do Surface. Os dois incluem WiFi 802.11 ac e Bluetooth 4.0 de série, além de banda larga LTE opcional.

 

Câmeras

O iPad Pro oferece uma câmera frontal (720p) e câmera traseira de 8 megapixels, enquanto que o Surface Pro integra dois sensores de 5 megapixels. Um aspecto pouco importante para as fotos, sendo mais útil para videochamadas.

 

Acessórios

Apesar das críticas de Jobs, um tablet focado na criação e produtividade precisa de um conjunto de acessórios. Para isso, o iPad Pro tem a Apple Pencil, uma caneta stylus que custa US$ 99, enquanto que a Microsoft inclui uma caneta no kit padrão do Surface Pro. Também temos a smart keyboard, base com teclado da Apple que custa US$ 169, mais cara que a Type Cover da Microsoft.

iPadPro_Smart_Keyboard

 

Sistema operacional e Aplicativos

O mesmo dito no item dos processadores serve para o sistema operacional. O iOS funciona perfeitamente nos dispositivos da Apple, mas é um sistema operacional móvel. Conta agora com o Microsoft Office e os apps da Adobe, além dos aplicativos empresariais da IBM, facilitando assim a sua entrada em empresas.

Já o Surface Pro 3 pode utilizar o Windows 10, e explorar todo o seu potencial com o grande leque de aplicativos na plataforma x86. O suporte multitouch limitado no Windows 7 foi muito melhorado no Windows 8, e está pleno no Windows 10.

 

Preço

iPad Pro e Surface Pro 3 custam o mesmo nas suas versões básicas: US$ 799. A partir daí, o modelo da Apple recebe um adicional do teclado e da caneta, enquanto que a Microsoft só cobra um a mais pelo teclado.

Nos EUA, o modelo top de linha do iPad Pro com 128 GB de armazenamento e LTE + Apple Pencil + Smart Keyboard custa no total US$ 1.347. Por esse preço, você pode comprar um Surface Pro 3 LTE Core i5, com 8 GB de RAM e 236 GB de SSD. Ou seja, a Microsoft oferece uma melhor relação custo-benefício, sempre levando em conta todos os aspectos que já mencionamos nesse post.

 

Conclusões

Os dois produtos são muito atraentes, mas é impossível indicar um vencedor claro. As diferenças na arquitetura de hardware, sistema operacional e aplicativos são grandes.

Os usuários da Apple que buscam algo mais do que o iPad Air oferecem vão escolher o iPad Pro, e os usuários adeptos do Windows vão apostar no Surface Pro 3 ou outras alternativas (Lenovo Yoga Pro, HP ElitePad), até mesmo o Samsung Galaxy Note Pro com Android, para quem busca um tablet premium e não tanto profissional.

A Apple cobre com o iPad Pro um espaço aberto pelo iPad Air e MacBook Air, mas ainda há muito mercado para o ecossistema Windows, ainda mais com um Surface Pro 4 a caminho. Talvez o novo tablet canibalize parte das vendas do Air, que já era utilizado nas empresas.

Mas ainda é tudo muito especulativo. Só o tempo vai dizer o que vai acontecer.

Microsoft Surface Pro 3 é o tablet mais rápido, seguido do iPad Air 2

by

microsoft-surface-pro-3

Um comparativo de desempenho mostrou algo que já estava meio claro: o Surface Pro 3 é o tablet mais potente da atualidade (na sua versão com processador Core i5 dual-core).

Ao ser avaliado pelo Geekbench, o tablet da Microsoft obteve um resultado de 5.069 pontos, enquanto que o iPad Air 2 da Apple (que utiliza um SoC A8X com CPU trilpe core) ficou com 4.046 pontos, 20% a menos que o Surface Pro 3. Na terceira posição, ficou o Nexus 9 do Google, e na lanterna ficou o iPad Mini 3, algo compreensível.

É preciso deixar claro que o Surface Pro 3 é uma solução orientada para um setor totalmente diferente daquele que o iPad Air 2 tem como alvo, de modo que fazer um comparativo direto entre os dois vale apenas como curiosidade mesmo.

comparativo-tablets-geekbench

Para um profissional que precisa de um desempenho e possibilidades de um nootebook com as vantagens de um tablet, o Surface Pro 3 é a melhor opção, enquanto que para aqueles que buscam simplesmente um tablet potente e rápido, o iPad Air 2 é a sua escolha.

Via PhoneArena

Tablet Surface Pro 3 da Microsoft aparece em e-commerce brasileiro… por R$ 8.7 mil!

by

surface-pro-3-walmart

Eu quero acreditar que há algum erro do estagiário do Walmart, ou alguma pegadinha de mau gosto, ou simplesmente um erro (que pode talvez antecipar um futuro lançamento da Microsoft Devices no Brasil). Seja lá o que for, fato é que o Surface Pro 3 da Microsoft – que até o momento que esse post foi produzido não foi lançado oficialmente no mercado brasileiro -, apareceu no site do Walmart, como um produto em estoque, e pelo “sugestivo” preço de R$ 8.718!

De acordo com o anúncio, o produto é fornecido por FAB Informática, e está disponível em estoque para compra (só que com um frete para a minha região – interior de São Paulo – de R$ 138, com prazo de entrega para 20 dias úteis). O modelo oferecido pelo Walmart possui as especificações técnicas listadas abaixo:

– Processador Intel Core i7 de 4a geração, 8 GB de RAM, 512 GB de SSD, tela de 12 polegadas touch ClearType Full HD Plus (2160 x 1440 pixels) com vidro resistente a riscos, slot para cartões microSD, porta USB 3.0 (1), porta Mini DisplayPort, conector de 3.5 mm, duas câmeras de 5 MP (frontal e traseira) conectividades Bluetooth 4.0 e WiFi 802.11 ac dual band, sistema operacional Windows 8.1 Pro, bateria com autonomia de até 9 horas de uso e sensores de luz ambiente, acelerômetro, giroscópio, bússola digital e magnetômetro.

Clique na imagem para ampliar

Clique na imagem para ampliar

Aparentemente, é um produto oficial, já que suas especificações são corretas. Porém, é muito difícil de acreditar que o produto no Brasil venha a custar esse preço vindo por fontes oficiais. Muito provavelmente estamos diante de um erro do Walmart (tal como já aconteceu com outros lançamentos, em outros e-commerces nacionais), que pode muito bem antecipar um anúncio que está por vir.

Outra hipótese é que esse modelo faz parte de uma remessa de importação, mas por esse preço, é difícil de acreditar que o Walmart cometeria tal loucura.

Vamos aguardar a assessoria de imprensa da Microsoft Devices se pronunciar sobre o assunto.

Via Walmart (esse link pode sair do ar a qualquer momento)