Arquivo para a tag: Software

Advogados russos querem proibir o uso do Windows 10 por conta da espionagem

by

windows-10-topo

Um grupo de advogados russos apresentou um processo em Moscou, que tem como objetivo principal proibir o uso do Windows 10. Os motivos que sustentam a petição da demanda estão no fato que o novo sistema operacional da Microsoft recompila informações dos usuários, algo que iria contra as leis do país.

De acordo com os advogados, entre as informações coletadas pelo Windows 10 se encontram senhas, localização, mensagens escritas e histórico de navegação, o que na interpretação deles é identificado como um ato de espionagem. O objetivo e a base do processo são claros, mas a Microsoft não deu até agora uma resposta oficial para a situação, apesar de já ter explicado como e para quê recolhe os dados dos usuários.

De acordo com a Microsoft, todas essas funções de captação de dados podem ser desativadas pelos usuários, o que implica que, na prática, não há nenhum tipo de espionagem, já que é o próprio usuário quem decide sobre isso.

Vamos esperar pelos próximos capítulos. Veremos onde tudo isso vai terminar.

Via Softpedia

Intel libera em código aberto o ACAT, a ‘voz’ de Stephen Hawking

by

stephen-hawking

O ACAT (Assistive Context Aware Toolkit, ou Ferramentas de Asssistência Conscientes do Contexto) é a tecnologia que permite que Stephen Hawking se comunique com o mundo, atuando como a sua ‘voz’. O recurso foi disponibilizado como código aberto pela Intel, para qualquer um que queira explorar essa alternativa.

O ACAT já foi oferecido para centros de pesquisas, mas agora está disponível em GitHub para qualquer usuário, mas principalmente para ser usado por programadores que podem melhorar o seu desenvolvimento, facilitando a vida de mais de 3 milhões de pessoas tetraplégicas ou com patologias motoras de origem neurológica, como a que padece Hawking.

A esclerose lateral amiotrófica (ELA) paralisa as atividades motoras, mas não afeta a sensibilidade ou inteligência. E, por isso, Hawking continua a ser um gênio, e é considerado o físico teórico vivo mais importante da atualidade, além de um divulgador científico, cosmólogo, astrofísico, professor, doutor ‘honoris causa’ e multipremiado na área da ciência em todo o planeta.

O problema – além daqueles gerados pela sua enfermidade – é comunicar essa sabedoria. A Intel segue aperfeiçoando o sistema de comunicações para Stephen Hawking desde que ele conheceu o co-fundador da Intel, Gordon Moore, em uma conferência em 1997.

acat-intel

A última versão do ACAT permite que Hawking escreva com o dobro de velocidade, além de melhorar em um fator de 10 a realização de tarefas frequentes. Assim, o professor pode navegar, editar e gerenciar páginas da internet, documentos e e-mails de forma mais rápida, simples e precisa, ou abrir novos documentos, salvar, editar e alternar entre diferentes tarefas com mais facilidade.

A integração de tecnologias de software linguístico da SwiftKey melhorou muito a capacidade do sistema para aprender a forma de comunicação de Hawking, prevendo os seus próximos caracteres e palavras, de forma que ele só tem que escrever menos de 20% do total dos caracteres comunicados. Esta informação é enviada para o sintetizador da fala que ele já utiliza mediante um sensor instalado, e que é detectado por um comutador infravermelho montado em seus óculos.

Esta é a ferramenta que foi liberada com o objetivo de criar soluções personalizadas para interações e comunicação mediante o toque, mover e piscar de olhos e outros gestos.

Via Intel Open SourceACAT (GitHub)

Blackberry: se os smartphones não derem certo, o jeito é buscar outra estratégia

by

john-chen-blackberry

Em uma entrevista para a Bloomberg, o CEO da Blackberry, John Chen, deixa claro que existe uma possibilidade da Blackberry deixar de fabricar smartphones se os mesmos não forem mais rentáveis.

No último relatório financeiro da empresa, a venda de smartphones resultou em 40% dos lucros da empresa (US$ 658 milhões), enquanto que o restante são lucros motivados pelas vendas de seu software para serviços de outras empresas. Hoje a linha de negócio mais rentável para a Blackberry é a que envolve o software e serviços, onde a empresa está se posicionando como líder no mercado de segurança para dispositivos móveis.

Nas palavras de Chen, são os telefones top de linha como o Passport que podem oferecer lucros para eles, e não os dispositivos baratos e pensados nos mercados emergentes, que precisam enfrentar os competidores chineses e indianos.

Apesar de alguns planos do futuro da Blackberry já serem conhecidos, a porta de saída do mercado de smartphones está aberta, e Chen inclusive propõe algumas alternativas: parcerias com outros fabricantes especializados em segurança, como aquela feita com a Boeing para criar o smartphone Black, ou centrar esforços em software e serviços, deixando que outros fabricantes criem os dispositivos.

Obviamente a decisão ainda não está tomada, e alguns vazamentos recentes indicam que a Blackberry vai se manter no mercado de smartphones ao menos em curto prazo. Mas se em alguns meses ou anos a empresa se voltar exclusivamente para o software e serviços de segurança, já não poderemos afirmar que ficaremos surpresos com essa mudança.

Via Bloomberg

Cinco alternativas ao Windows Media Center no Windows 10

by

windows-media-center

O Windows Media Center não fará parte do Windows 10, nem como parte do sistema, nem como aplicativo independente. Uma morte anunciada, já que a central de entretenimento multimídia para computadores pessoais estreada no Windows XP não era atualizada há anos.

Obviamente, há alternativas melhoradas para substituir o Windows Media Center no Windows 10. Nesse post, recomendamos cinco dessas alternativas.

 

XBMC/Kodi

XBMC_home

A opção mais clara é o Kodi (antigo XBMC) que começou como um hack para o Xbox original, se transformando em uma central multimídia completa de código aberto e gratuito para quase todas as plataformas, incluindo Windows, OS X, Linux, Android, iOS e até Mini PCs com Raspberry. Funciona muito bem, é constantemente atualizado e possui um grande apoio entre a comunidade, com temas que deixam a interface ao gosto de qualquer usuário.

 

Plex

Plex-Browse-Content

O Plex nasceu a partir do XBMC, e é um completo reprodutor de conteúdo multimídia, fazendo as vezes de servidor quando necessário. Fácil de configurar, realiza o streaming de conteúdo a partir de um computador para dispositivos móveis, além de ser compatível com os serviços de armazenamento na nuvem, como Dropbox ou Google Drive.

 

MediaPortal

MediaPortal

Como O XMBC/Kodi, o MediaPortal é de código aberto e livre, e tem um PVR completo no estilo do TiVo, incorporado para a gravação de TV (através de um cartão de TV). Centenas de plug-ins e skins estão disponíveis, e o aplicativo também suporta o streaming e gravação de rádio ao vivo.

 

JRiver MediaCenter

JRiver-Media-Center

Não é grátis, e nem é barato (US$ 49), mas é uma opção premium. Oferece suporte para áudio, vídeo e fotos, assim como suporte de rede para dispositivos DLNA. Seu ponto forte é a reprodução de música a partir de qualquer dispositivo.

 

Emby

emby

Como o Plex, o Emby inclui um reprodutor e servidor de mídia, conectividade simples, transmissão de TV em streaming, suporte DLNA, sincronização móvel na nuvem, controle dos pais e uma atraente interface. Gratuito, está disponível para Windows, Mac ou Linux, contando com aplicativos para as plataformas móveis e dedicados para Android TV, Chromecast, Roku ou Amazon Fire TV.

Os primeiros rumores sobre as atualizações do Apple Watch

by

apple-watch

Os primeiros rumores sobre as novas funções que estarão presentes no Apple Watch depois de suas atualizações começam a pipocar na internet. O site 9to5mac comenta sobre as primeiras pistas, com elementos que mostram detalhes sobre o calendário ou a previsão do tempo, que ao que parecem começarão a aproveitar as vantagens dos aplicativos de terceiros.

Isso não quer dizer que necessariamente teremos watchfaces de terceiros, mas que ao menos receberemos informações extras, como por exemplo menções do Twitter e notificações do Facebook. Também são citados aspectos relacionados com a segurança do dispositivo, através do ‘Find my Watch’, um aplicativo que pode rastrear, bloquear e apagar remotamente o relógio.

Levando em conta que o Apple Watch depende de uma conexão via internet para funcionar, seria preciso conferir como será possível enviar tais detalhes relacionados com sua posição. Talvez estamos diante de uma função relacionado com um novo hardware, que pode ser apresentado em breve.

Os demais rumores falam de um hardware relacionado com a pressão sanguínea, monitor do sono e outros, mas que só devem aparecer nos próximos anos, mas que já contam com muita força. Supostamente, o Apple Watch seria também um elemento muito importante para futuramente controlar o Apple TV. Não será imprescindível, mas vai assumir um papel de destaque no futuro sistema de entretenimento.

Veremos se na WWDC de junho as dúvidas são sanadas.

Via 9to5mac

O próximo smartwatch da Samsung será redondo

by

samsung-watch-redondo

A Samsung publicou hoje (24) uma nova versão do seu SDK para que os desenvolvedores possam trabalhar já pensando no próximo relógio inteligente da marca. Até aí, tudo bem… se não fosse pela imagem que acompanha o anúncio do SDK, que mostra várias watchfaces circulares, que pouco tem a ver com os designs retangulares dos atuais relógios da empresa.

As faces mostram funções de tempo e aplicativos, como CNN e Yelp, mas sem mais detalhes. Logo, teremos que esperar que os developers explorem o SDK para mais informações sobre o assunto. Como era de se esperar, o lançamento do software não revela nenhum detalhe sobre a apresentação do hardware, de modo que temos que esperar que a Samsung decida revelar alguma coisa.

Até lá, você continua pensando na compra do Moto 360 ou do LG G Watch R, caso a sua escolha seja um relógio redondo.

gear_teaser_web_page-1

Via Android CentralSamsung

 

A interface UX 4.0 do LG G4, em mais detalhes

by

lg-g4-couro-marrom

A LG segue revelando detalhes sobre o LG G4, e dessa vez vamos falar do software, mais precisamente da interface UX 4.0, a personalização do Android da empresa.

Um novo vídeo mostra até quatro novas funcionalidades presentes, a maioria delas relacionadas com a câmera. Começamos pela QuickShot, sistema pensado no registro de fotos com o smartphone desligado, que pode ser feito com um duplo toque em um dos botões da parte traseira do dispositivo.

A segunda novidade está relacionada com as selfies, ou pelo menso o assistente que promete melhores resultados na câmera frontal. O Gesture Interval Shot permite realizar quatro fotos diferentes em uma sequência iniciada por gestos.

quick-shot

O próximo recurso é o Ringtone ID, que permite criar e associar toques para cada contato. Nada de muito novo, mas temos que ver se a LG implementou algo para se tornar mais relevante. Por fim, o Quick Memo+, que elimina as informações não necessárias ou irritantes nas páginas, como anúncios ou detalhes que impedem uma visualização mais clara.

O vídeo abaixo mostra todos esses novos recursos do LG G4 com mais detalhes.

 

Vídeo Review | Motorola Moto Maxx, com Android Lollipop: como ficou?

by

android-lollipop-topo

A Motorola do Brasil liberou oficialmente a atualização do Moto Maxx para o Android 5.0.2 Lollipop. Eu atualizei o meu smarpthone no final da semana passada e, desde então, fiz uma série de testes, não só em busca de problemas, mas também com o objetivo de avaliar as novas funcionalidades e o desempenho geral do aparelho.

Esse post relata a minha experiência com o smartphone depois de uma semana de testes. E posso dizer para vocês que valeu a pena fazer a atualização só agora, através de um software oficial da Motorola. Tudo bem, o updade pode ter demorado um pouco mais do que o desejado. Em compensação, o software se apresentou muito mais estável do que aquilo que eu imaginava, ou dos relatos que alguns usuários que instalaram as versões prévias compartilhavam nas redes sociais.

O update conta com aproximadamente 600 MB de dados, que devem ser baixados preferencialmente em uma rede WiFi. Também é recomendado realizar a atualização do Moto Maxx com o dispositivo conectado na rede elétrica, para eliminar as chances do dispositivo ter sua bateria esgotada durante o processo de atualização.

moto-maxx-lollipop

A atualização aconteceu sem maiores problemas. Não foi necessário realizar um hard reset no Moto Maxx, nem mesmo restaurar o dispositivo para a versão de fábrica. As novidades são bem visíveis para os usuários já acostumados com a versão KitKat do Android, como por exemplo a nova aba de notificações e atalhos rápidos para os recursos de rede, o novo formato de arquivos temporários, e outras funções que receberam o novo tratamento visual do Android.

Pelo menos no modelo atualizado por mim, não observei qualquer tipo de problema ou anormalidade nos itens de conectividade (chamadas, rede WiFi, redes 3G/4G, etc), assim como não foi percebido um comportamento anormal no consumo de bateria do Moto Maxx (algo que já aconteceu antes com outros modelos da Motorola após atualizações pontuais).

O consumo de bateria é semelhante ao que encontramos no uso do aparelho com o Android KitKat, e essa é uma excelente notícia para os usuários mais preocupados com o update. Aliás, recomendamos a atualização sem muitos receios para quem quer receber as novidades do Android Lollipop no Moto Maxx (mas procure fazer um backup dos itens do seu smartphone antes de realizar a atualização).

A seguir, um vídeo que relata melhor a minha experiência com o Motorola Moto Maxx após a atualização para o Android Lollipop.

 

Artista desenha figuras usando um software de rastreamento ocular

by

eye-tracking-portraits

O artista Graham Fink é capaz de desenhar retratos usando apenas o movimento dos seus olhos. O sistema de rastreamento ocular, oferecido pela Tobii Technology, usa a luz infravermelha para identificar os movimentos dos olhos do Fink, que são convertidos em linhas, que são desenhadas na tela.

Graham tem perfeito controle de movimentos das mãos e dos braços, mas o registro da existência de tal tecnologia é importante para aqueles que contam com algum tipo de deficiência motora. Se bem implementado, os sistema pode render mais funcionalidades voltadas inclusive para a produtividade e interação com os sistemas.

Veja a seguir alguns dos resultados dos testes produzidos, além de um vídeo demonstrativo do projeto.

eye-tracking-portraits-1 eye-tracking-portraits-2 eye-tracking-portraits-3

+info

Motion Tennis Cast transforma o seu smartphone Android em um Wii portátil

by

motion-tennis-cast

O Motion Tennis Cast já existia para o iOS, e a Rolocule decidiu lançar a versão Android do aplicativo, que transforma o seu smartphone em um videogame com sensor de movimento.

O app roda um jogo de tênis na tela da nossa TV, e com a ajuda do giroscópio e da função que clona a tela do Chromecast, Miracast ou Samsung AllShare Cast, transforma o smartphone em um console portátil. O resultado é uma experiência similar ao que temos com o Wii Sports, com a diferença de ser um sistema 100% portátil.

Eles incluíram no Motion Tennis Cast um novo modo multiplayer, onde podemos jogar com os nossos amigos do Facebook e do Google+. A melhor parte é que os desenvolvedores já pensam em uma versão compatível com o Android Wear.

A seguir, veja o vídeo de apresentação do conceito.

 

Via TechCrunchMotion Tennis Cast

 

Depois do desastre do Superfish, Lenovo que reduzir o volume de softwares pré-instalados

by

650_1000_lenovo-yoga-3-pro

A Lenovo sofreu uma crise de reputação por conta do caso Superfish. Apesar da empresa oferecer a devida atenção ao caso – muito em conta a cobertura de mídia dada ao problema geral de segurança em questão -, oferecer a solução de remoção (manual e automática) do software não é o bastante. Eles querem mudar a filosofia de pré-instalação de softwares em seus dispositivos, para evitar incidentes semelhantes no futuro.

Peter Hortensius, CTO da Lenovo, dá mais detalhes sobre o assunto. Ele explica que a Lenovo começou a instalar o Superfish em setembro de 2014 em alguns portáteis de sua linha de consumo, mas que ‘este software frustrava alguns usuários sem adicionar valor à experiência de uso’, de modo que eles estavam em processo de eliminação do recurso quando o problema veio à tona.

Por enquanto, e além de eliminar os programas pré-instalados dos equipamentos recém fabricados, eles conversaram com a Microsoft, McAfee e Symantec para que seus softwares de segurança detectem e eliminem o Superfish de forma automática nos equipamentos que utilizam suas soluções, tanto aqueles que estão em uso ou que não foram ativados. A Lenovo também explica que o Superfish será eliminado também da cópia de recuperação do sistema operacional, com uma simples varredura do antivírus.

E como evitar que isso volte a acontecer no futuro?

Além de trabalhar com especialistas de segurança e levar em conta a opinião dos seus clientes, a Lenovo explora a possibilidade de reduzir o número de programas pré-instalados nos computadores, criando ‘uma imagem de um PC mais limpo’. A empresa promete dar mais detalhes sobre esse tema no final dessa semana.

Chama a atenção o fato da Lenovo repetir por diversas vezes o pedido de desculpas aos seus usuários ‘pelas preocupações causadas em seus clientes’, mas em nenhum momento pedem desculpas pela falha em si. Lembram que estão trabalhando para solucionar o problema e devolver a fé na Lenovo.

Teremos que esperar para ver se eles conseguem consertar o estrago.

Via Lenovo

Apple pode criar programa de beta público para o iOS

by

ios8-960

Segundo informa o 9to5mac, a Apple está planejando oferecer versões beta do iOS, com o objetivo de identificar os problemas do sistema operacional mais rapidamente.

A ideia é seguir a mesma estratégia da versão para desktop, onde os usuários podem se inscrever como beta testers na página de registro (limitado aos 100 mil primeiros registros) e receber antecipadamente uma versão do sistema operacional, onde será possível relatar eventuais problemas detectados durante os testes.

No meio do mês de março deve isso deve acontecer com o iOS 8.3, e no meio de 2015, com o iOS 9. Vale lembrar que estar no programa de beta testers não garante os testes das versões com antecedência, por conta do limitado número de voluntários e a grande demanda. Ou seja, obter esse privilégio será uma loteria.

Ao menos podemos esperar atualizações menos traumáticas e mais estáveis. Na teoria.

Via 9to5mac

BlackBerry 10 OS é atualizado, com ‘Siri’ e acesso à Amazon Appstore

by

650_1000_bb10-3-1

A BlackBerry anunciou que a nova atualização do BlackBerry 10 OS está disponível para os dispositivos compatíveis. Como novidades, o software traz a loja de aplicativos da Amazon e o BlackBerry Blend, que consolida e-mails, mensagens de texto, BBM, contatos e calendário, sincronizando tudo em diferentes dispositivos, incluindo sistemas operacionais (Windows, OS X, Android e iOS).

A nova versão também marca a estreia do BlackBerry Assistant, que nada mais é do que o assistente de voz do sistema, no estilo Cortana ou Siri. O recurso responde com base na interação do usuário, adicionando novos contextos à experiência de uso (exemplo: se você fala através dos fones Bluetooth, o Assistant entende que você não tem acesso à tela do smartphone naquele momento). Outras melhorias na autonomia de energia ou funções de câmera – com um modo HDR – foram adotadas.

O BlackBerry 10 OS 10.3.1 começa a ser liberado hoje (20) na Europa, Oriente Médio, África e Ásia/Pacífico. O continente americano recebe o software em um momento posterior.

Via EngadgetBlackBerry

Lenovo admite que vários dos seus notebooks contavam com adwares pré-instalados

by

lenovo-logo

A Lenovo admitiu que alguns de seus modelos de última geração de notebooks estão infectados com adwares, tal como apontou muitos usuários nos fóruns oficiais da empresa.

O problema estaria no programa Superfish, software pré-instalado de fábrica nos novos equipamentos, e que o engenheiro do Facebook Mike Shaver detectou e comprovou o problema. O software instala um certificado que permite a terceiros acessar informações relacionadas com as páginas seguras visitadas (páginas bancárias e de cartões de crédito, por exemplo).

A Lenovo admitiu a instalação do Superfish nos seus notebooks (os usuários identificaram nos modelos G40, Y40 e Z50) até o mês passado, mas por conta dos problemas causados, eles o abandonaram até que os seus responsáveis lancem uma atualização para solucionar o problema.

bank-of-america

O problema se torna ainda mais sério quando muitos usuários garantem que os seus softwares de anti-vírus detectam o Superfish como uma ameaça, recebendo inclusive sugestões para removê-lo completamente do sistema.

Um usuário do YouTube publicou um tutorial com os passos necessários para removê-lo completamente do sistema. Vídeo a seguir.

 

Via Adrienne Porter Felt (Twitter)Fóruns da LenovoThe Next Web

 

Nova Google Now Launcher leva (um pouco) do Material Design aos dispositivos sem Lollipop

by

material-design

A última versão do Google Now Launcher inclui uma característica que chamará a atenção dos proprietários de smartphones com Android 4.1 a 4.4. A inclusão do visual Material Design, que estreou no Android 5.0 Lollipop, de modo que todos os dispositivos que ainda não contam com essa versão do sistema podem contar com essa estética.

Não são muitas mudanças, mas ao menos temos uma barra de busca mais minimalista e alguns efeitos de animação chamativos. E sem me alongar muito, você pode fazer o download da nova versão do Google Now Launcher, e da atualização do Google Search na Play Store, nos links a seguir.

Download: Google Now Launcher, Google Search

Via Android Central