Arquivo para a tag: snapdragon 820

Samsung Galaxy Note 7: Snapdragon 820 vs Exynos 8890

by

Samsung Galaxy Note 7 Snapdragon 820 vs Exynos 8890

O Samsung Galaxy Note 7 conta com duas versões, com processadores diferentes, sendo que uma é exclusiva para o mercado norte americano (com Qualcomm Snapdragon 820) e a outra é destinada para o mercado internacional (Samsung Exynos 8890).

Apesar dos dois chips serem muito potentes eles apresentam diferenças. Esse post tenta ilustrar essas diferenças.

 

Qual dos dois processadores é o mais potente?

Samsung Galaxy Note 7 Snapdragon 820 vs Exynos 8890 02

 

O PhoneArena publicou uma série de testes de desempenho, com resultados diferentes para diferentes benchmarks utilizados. Eles também utilizaram os modelos Galaxy S7 Edge e Galaxy Note 5 no comparativo.

Samsung Galaxy Note 7 Snapdragon 820 vs Exynos 8890 03

 

Nos testes com o AnTuTu e o Vellamo Metal, o Galaxy Note 7 com Snapdragon 820 venceu de forma clara o modelo com Exynos 8890, sendo que no segundo software o Exynos só foi melhor que o seu predecessor.

Com o Vellamo Browser e o JetSteam, a coisa muda de figura: a vitória clara fica com o modelo com Exynos no Vellamo Browser, mas no JetSteam essa diferença é menor.

Samsung Galaxy Note 7 Snapdragon 820 vs Exynos 8890 04

 

No GFXBench T-Rex HD on-screen, há um empate técnico, mas no GFXBench Manhattan o modelo com Snapdragon vence de forma clara.

Com o Basemark OS II, o Exynos fica um pouco na frente, enquanto que com o Geekbench 3 a coisa muda de figura, de acordo com o desempenho de um núcleo ou de vários.

Se pegamos o desempenho single core, o Galaxy Note 7 com Snapdragon 820 fica muito acima, enquanto que no teste multi core o Exynos vence de forma clara.

Vendo os benchmarks, concluímos que o desempenho das duas versões do Samsung Galaxy Note 7 é mais ou menos o mesmo, de modo que qualquer um deles acaba sendo uma boa opção.

Via PhoneArena

Vivo Xplay 5, o primeiro smartphone com 6 GB de RAM

by

Vivo Xplay 5-03

A Vivo é desconhecida dos brasileiros, mas recebe protagonismo no TargetHD pelo anúncio do Vivo Xplay 5, que tem como principal destaque contar com 6 GB de RAM, sendo assim o primeiro do mercado a contar com tal capacidade. Não só isso: essa memória toda trabalha com o processador de maior destaque desse início de temporada, o Snapdragon 820.

O modelo possui tela de 5.43 polegadas (QHD) Super AMOLED, o que é uma surpresa já que basicamente só a Samsung utiliza esse tipo de tela e, mesmo assim, apenas nos seus modelos top de linha. Com construção de metal, possui curvaturas nas laterais da tela, que também lembra os dispositivos Edge dos sul-coreanos. Na parte inferior, temos botões capacitivos, além de um conector USB Type-C e um slot na lateral para os dois SIM cards. Suas dimensões são de 153.5 x 76.2 x 7.59 mm.

 

6 GB de RAM com Snapdragon 820

Vivo Xplay 5-01

O Vivo Xplay 5 parece ter sido pensado em ser um top de linha ao extremo. O Android vai agradecer tanta capacidade de RAM para múltiplos aplicativos, gráficos e texturas diferentes. De quebra, o smarrtphone possui 128 GB de armazenamento.

Um segundo modelo mais ‘moderado’ (o Standard Edition), com 4 GB de RAM e chipset Snapdragon 652 será comercializado, e nos dois modelos teremos uma bateria com 3.600 mAh, com modo de recarga rápida da Qualcomm.

 

Câmera Sony de 16 MP

Vivo Xplay 5-02

O Vivo Xplay 5 conta com uma câmera traseira de 16 MP (f/2.0) da Sony (IMX298), com todas as características já conhecidas, como o foco por detecção de fase ou a estabilização. Já o sensor frontal possui 8 MP (f/2.4).

As diferenças de preços também serão significativas. O modelo básico tem preço inferior a 500 euros, enquanto que o modelo Ultimate Edition (com os tais 6 GB de RAM) deve custar aproximadamente 600 euros. Preços já convertidos. Disponível nas cores branco, rosa e champagne.

Snapdragon 830 seria fabricado a 10 nanômetros e suporte a 8 GB de RAM

by

Snapdragon-830

O Snapdragon 830, processador da Qualcomm que vai substituir o Snapdragon 820, só deve chegar ao mercado em 2017, mas os primeiros rumores indicam que este será um chip fabricado em processo de 10 nanômetros, um salto importante diante dos 14 nanômetros do modelo atual.

Porém, as mudanças na arquitetura do processador não serão grandes, já que manteria a atual Kyro utilizada no Snapdragon 820, de forma que é possível que ele receba um simples aumento de núcleos e/o frequências de relógio com o novo processo de fabricação. Além disso, deve receber também um suporte para até 8 GB de RAM, um avanço importante que poderia facilitar o lançamento de smartphones com mais memória do que boa parte dos computadores disponíveis hoje no mercado.

São informações interessantes e com muito sentido, mas que ainda são rumores. De qualquer forma, é uma evolução crível que nos permite imaginar um enorme potencial que teriam os smartphones que veremos daqui a um ano no mercado.

Via WCCFTech

Samsung encarregada na fabricação do Snapdragon 820 da Qualcomm

by

exynos

A Samsung transformou em um potente fabricante de processadores, e o seu trabalho com os seus Exynos dá resultados mais do que interessantes. Esse bom trabalho fez com que a empresa comece a realizar também o trabalho dos sues concorrentes diretos, chegando ao ponto deles serem agora os responsáveis pelos novos processadores Snapdragon 820 da Qualcomm, utilizando o mesmo processo de fabricação de 14 nanômetros do Exynos.

As estruturas FinFET 3D da Samsung aumenta o desempenho, mas reduzindo o consumo de energia, algo que o torna muito atraente para o mercado de smartphones, de modo que é justo que eles o tenham integrado nessa segunda geração de chips, alcançando um desempenho 15% superior e reduzindo o consumo.

Antes, já vimos modelos da linha Galaxy com processadores Exynos e Snapdragon, mas dessa vez será a primeira vez que veremos a Samsung fabricando os processadores do seu rival. Veremos quais as vantagens ou inconvenientes que essa aliança pode trazer, já que estamos certos de que algumas consequências virão com esse acordo.

Via Samsung, Samsung

Le Max Pro: (este sim) é o primeiro smartphone com o Qualcomm Snapdragon 820

by

Le Max Pro

A chinesa LeTV consegue fazer barulho na CES 2016 ao anunciar o Le Max Pro, que é o primeiro smartphone do mercado a contar com o processador Qualcomm Snapdragon 820, com a tecnologia Sense ID.

O Le Max Pro possui tela de 6.33 polegadas (WQHD, 2560 x 1440 pixels) quase sem bordas, carcaça com acabamento metálico, leitor de digitais na parte traseira, câmera traseira de 21 MP, 32, 64 ou 128 GB de armazenamento, sistema operacional Android 6.0 Marshmallow (com interface personalizada) e bateria de 3.400 mAh. Porém, o principal destaque é mesmo o chipset Snapdragon 820 da Qualcomm, trabalhando em conjunto com uma GPU Adreon 530 e 4 GB de RAM.

Mesmo sendo muito impressionante, fato é que na prática é difícil adivinhar o que essas especificações podem oferecer na prática. Os smartphones chegaram em um nível técnico tão elevado, que é complicado diferenciar um modelo do outro em termos de desempenho. O Le Max Pro aparenta ser muito ágil e fluído, mas não podemos garantir que será muito mais do que qualquer outro top de linha do mercado atual.

Não há datas sobre sua comercialização, mas a ideia da LeTE é entrar no mercado norte-americano primeiro, para depois desembarcar em outros países. Certamente a empresa (e esse modelo) será recebida de braços abertos.

Via Engadget

LeTV Max Pro é o primeiro smartphone com Snapdragon 820

by

LeTV-Max-Pro

Apesar de não ter um anúncio oficial, já temos vários detalhes sobre o LeTV Max Pro, smartphone top de linha que deve ser o primeiro a receber o processador Qualcomm Snapdragon 820.

O modelo terá um design simples, mas com especificações técnicas muito interessantes:

– Tela de 5.5 polegadas (2560 x 1440 pixels)
– SoC Qualcomm Snapdragon 820
– GPU Adreno 530
– 4 GB de RAM
– 64 GB de armazenamento
– Câmeras de 21 MP e 4 MP (frontal com Ultrapixel)
– Bateria de 3.400 mAh
– Android 6.0 Marshmallow

Não há detalhes sobre o seu preço, mas deve rondar entre US$ 400 e US$ 500. Também não tem data oficial de lançamento.

Vale lembrar que o Snapdragon 820 conta com um novo chip quad-core divididos em dois módulos, uma mudança importante que deixa de lado a corrida pelos núcleos, priorizando uma melhor performance e experiência de uso. Já a MediaTek prefere apostar na solução big.LITTLE, com até 10 núcleos, o que para muitos não faz muito sentido.

Via PhoneArena

Qualcomm desmente os problemas de calor no Snapdragon 820

by

snapdragon-840x473

Comentamos recentemente no blog que o chip Snapdragon 820 estaria tendo problemas de excesso de temperatura, ao ponto da Samsung ter que reduzira a temperatura de trabalho chip, manipulando o programa de controle do mesmo. A Qualcomm não gostou nada desses rumores, ainda mais depois de todos os problemas que eles tiveram com o Snapdragon 810, com o mesmo tema de superaquecimento, que afetou inúmeros fabricantes.

Isso fez com que outros fabricantes optassem pelo Snapdragon 808, mas a essa altura, o estrago para a Qualcomm já estava feito. A empresa sempre negou os problemas no Snapdragon 810, mas acabou perdendo credibilidade.

Com esse histórico, a Qualcomm vem de novo a publico dizer que o Snapdragon 820 não apresenta problemas de superaquecimento, e que os rumores são falsos, com o novo chip até superando as expectativas da empresa, sendo fabricado em processo de 14 nanômetros.

Esperamos que seja assim. Um segundo fiasco poderia fazer muito estrago para a Qualcomm, apesar de que não é possível opinar sem testes independentes.

Via PhoneArena

Snapdragon 820 também tem problemas de temperatura

by

snapdragon-840x473

Segundo Business Korea, o processador Qualcomm Snapdragon 820 está apresentando problemas de excesso de temperatura, tal como aconteceu com o Snapdragon 810.

Ao que parece, a Samsung estaria modificando o programa de controle do processador para poder lidar com as altas temperaturas, mas com resultados insatisfatórios, o que obrigaria o uso de um sistema de dissipação específico.

Segundo a fonte, a Samsung utilizaria os Snapdragon 820 de qualquer maneira no seu futuro Galaxy S7 porque eles chegaram a um acordo com a Qualcomm para produzir esses chips, e não colocar os seus chips Exynos no próximo top de linha.

Esperamos que, para o bem dos consumidores da própria Samsung, que eles consigam resolver os problemas de excesso de temperatura de uma forma ou de outra, seja através de ajustes internos no próprio chip, ou mediante a adoção de um sistema de refrigeração específico. Essa última opção foi adotada pela Microsoft no Lumia 950.

Caso contrário, podemos estar diante de um novo desastre similar ao que vimos com alguns fabricantes com o Snapdragon 810, principalmente nos modelos HTC One M9, LG G Flex 2 e Sony Xperia Z3 Plus.

Via Fudzilla

Galaxy S7 pode ter três versões, com três processadores

by

samsung-galaxy-s6

Seguem os rumores sobre o Galaxy S7, próximos smartphone top de linha da Samsung, que pode chegar em três versões diferentes, cada uma delas com um processador diferente.

Uma nova fonte indica que podemos ter o novo smartphone com o processador Exynos 8890, o mais potente dos três, reservado para algumas regiões da Europa, Ásia e Coreia do Sul. Já o Exynos 7422, estaria destinado para a Índia. Por fim, a terceira versão contaria com um SoC Snapdragon 820, dirigida aos mercados da China e Estados Unidos.

Se a informação for confirmada, podemos ver mais uma grande mudança na filosofia da Samsung em relação aos seus smartphones mais completos. Mas vamos tomar essas informações com cautela, já que não contam com confirmação oficial.

Via Sammobile

Samsung Galaxy S7 com Exynos 8890 e Snapdragon 820

by

galaxy-s6-topo

O Samsung Galaxy S7 está a caminho, e se não tivermos surpresas até lá, ele será apresentado entre fevereiro e março de 2016. Os rumores começaram mais cedo esse ano, e chegam carregados de importantes mudanças que afetarão o SoC.

Muitos apostam em dois modelos do Galaxy S7, um com chip Exynos 8890 e outro com Snapdragon 820 MSM8996. Duas grandes plataformas de benchmarks – GeekBench e AnTuTu – servem como fontes dessa informação.

O GeekBench afirma que o nome de desenvolvimento do Galaxy S7 é ‘Project Lucky’ (já comentamos isso no blog) e o modelo inclui o processador Exynos 8890 octa-core, que poderiam ser os esperados Mongoose de 1.4 GHz, acompanhados de 4 GB de RAM com o sistema operacional Android 5.1.1 Lollipop. Obviamente, o modelo está em fase de testes, e é possível que essas informações estejam incompletas ou podem ser alteradas mais adiante.

Já o AnTuTu indica que um usuário da Weibo revelou que o dispositivo Lucky conta com tela de 5.7 polegadas (2K), gerenciado pelo processador Qualcomm Snapdragon 820, com a GPU Adreno 530. Também indicam que terá 4 GB de RAM, 64 GB de armazenamento (nesse modelo) e câmera de 16 megapixels.

Faltam aproximadamente seis meses para o lançamento do Galaxy S7, o que nos deixa muito tempo para receber mais informações. O que é surpreendente é o fato que, mesmo depois do bom trabalho do Exynos 7420, a Samsung queira voltar para a Qualcomm. Isso pode indicar que o Snapdragon 820 é realmente muito bom, a ponto de Samsung e Qualcomm se reaproximarem.

Via GSMArena

Qualcomm de volta aos smartphones top de linha da Samsung

by

Qualcomm-Snapdragon

A estratégia da Samsung em apostar nos seus chips Exynos para os modelos top de linha de 2015 (Galaxy S6, Note 5) foi acertada. Seu bom desempenho, combinado com os problemas de temperatura dos chips Snapdragon 810 pesaram na balança.

Porém, parece que as coisas vão mudar em breve. A Qualcomm já prepara os SoCs Snapdragon 820, e as expectativas nele são muito altas. A ponto da Samsung pensar a voltar a usar chips Qualcomm para os futuros Galaxy S7. Assim afirmam os últimos vazamentos vindos da China.

Já sabemos que o Snapdragon 820 será muito melhor que o 810 em vários aspectos: desempenho, velocidade e capacidade, sem problemas de temperatura, entre outros. Será melhor que o Exynos 7420, e aqui temos uma dúvida a ser respondida: se a Samsung será capaz de lançar um novo Exynos melhor que o Snapdragon 820.

Hoje, não temos detalhes sobre a nova geração de SoCs Exynos. De fato, a Samsung é meio lenta na evolução dos seus chips, se comparado com a Qualcomm que atualiza todos os anos, abraçando todas as linhas. Ainda falta meio ano para a Samsung tomar uma decisão.

Exynos ou Snapdragon? Seja qual for a escolha, é certo que estará entre os melhores.

Via SamMobile

Snapdragon 820 promete dobrar o desempenho e a duração da bateria

by

 

qualcomm-snapdragon-820

A Qualcomm anunciou que o Snapdragon 820 vai dobrar em desempenho e em duração da bateria em relação ao seu antecessor, graças aos novos núcleos Kyro, construídos sob medida.

Os núcleos Kyro vão substituir os núcleos Cortex utilizados pela Qualcomm até agora. São a primeira tecnologia quad-core a 64 bits desenvolvida pela própria Qualcomm, com fabricação em 14 nanômetros e capazes de alcançar velocidades de 2.2 GHz. O Kyro está diretamente integrado com a GPU Adreno 530 e o DSP Hexagon 680.

snapdragon-cpu-tiers

Porém, o Kyro não é a única novidade. A Qualcomm também mostrou o Symphony System Manager, desenvolvido para garantir a máxima eficiência e o mínimo consumo de energia. Tal característica vai tentar reduzir o consumo de bateria através de diferentes comunicações, que são aplicados de forma automática, de acordo com a demanda de recursos.

É esperado que os primeiros dispositivos com o Qualcomm Snapdragon 820 apareçam durante a primeira metade de 2016.

Samsung estaria testando o Snapdragon 820

by

galaxys6-s6edge

A Samsung estaria testando o processador Snapdragon 820 de forma intensa, com o objetivo de descobrir se realmente convém ou não utilizá-lo na sua próxima linha de dispositivos Galaxy S7. E dizemos ‘linha’ porque teremos mais de uma variante desse smartphone, além de (provavelmente) uma nova versão Edge.

A informação tem muito sentido, já que a Samsung não está disposta a utilizar nenhum chip que apresente qualquer tipo de problema de temperatura, algo que já pode ser visto quando descartou a primeira geração de SoCs Snapdragon 810. Dito isso, podemos imaginar que se os testes renderem bons resultados, podemos ver duas versões principais do Galaxy S7, uma com processador Exynos, e outra com o Snapdragon 820.

Salvo surpresas, o Galaxy S7 deve ser apresentado durante o primeiro trimestre de 2016.

Via GSMArena

Os primeiros detalhes do Qualcomm Snapdragon 820, que só chega em 2016

by

snapdragon-820

A Qualcomm revelou detalhes sobre o seu processador Snapdragon 820, além de confirmar que o chip só vai chegar ao mercado em 2016. Ou seja, nada de smartphones com o citado SoC na IFA 2015.

A ideia da Qualcomm era antecipar o lançamento do Snapdragon 820 para o final de 2015, principalmente depois dos problemas de superaquecimento dos chips Snapdragon 810. A empresa informa que as primeiras mostras do chip começam a ser enviadas para os fabricantes nos próximos meses, para que os primeiros produtos finais cheguem ao mercado no primeiro trimestre do ano que vem.

Mas… se o Snapdragon 820 não chega em 2015, o que acontece com o Huawei Nexus, Xiaomi Mi5, LG G4 Pro. Xperia Z5 e outros modelos que supostamente utilizariam esse chip?

Significa que tudo muda para eles. Por exemplo, o Huawei Nexus, que deve ser lançado em setembro ou outubro, ou deve utilizar outro SoC (Snapdragon 810 v2 ou de outro fabricante), ou será adiado até 2016. Assim como acontecerá em outros modelos.

O Snapdragon 820 foi fabricado em processo FinFET de 14 nanômetros, um grande salto em relação aos modelos em 20 nanômetros. Inclui uma CPU ‘Hydra’, baseada na arquitetura ARM v8 de 64 bits, e uma GPU Adreno 530, que promete uma melhoria no desempenho de até 40%, e um consumo de bateria menor que a Adreno 430 presente no Snapdragon 810.

Todas as GPUs da série 500 apoiarão as mesmas APIs, incluindo a OpenGL ES 3.1, com a extensão para o Android introduzida na versão Lollipop e a API Vulkan. Inclui também um novo motor gráfico, com suporte para resoluções 4K a 60 FPS sobre HDMI 2.0.

Com esse adiamento (e espero que seja o último), os primeiros meses de 2016 prometem ser muito quentes nos lançamentos de smartphones. CES (6 a 9 de janeiro de 2016) e MWC (22 a 25 de fevereiro de 2016) podem ter como grande protagonista o Snapdragon 820. Um chip que chega com uma grande dose de desempenho e potência que devem agradar e muito os usuários mais exigentes.

Qualcomm pode recorrer à Samsung para criar o seu Snapdragon 820

by

qualcomm-snapdragon

O site Re/code informa que a Qualcomm poderia escolher as fábricas da Samsung para criar a nova geração dos seus chipsets. Fala-se do Qualcomm Snapdragon 820, que seria produzido nas instalações dos coreanos para alcançar os 14 nanômetros (FinFET) no lugar dos 20 nm que oferece a TSMC.

Tal mudança na fabricação seria necessária para se obter um melhor funcionamento na bateria e temperatura do chip. O Samsung Galaxy S6 deixou de lado o hardware da Qualcomm por conta do polêmico Snapdragon 810, e soa curioso ao ver que concorrentes estão cooperando nesse aspecto.

Por outro lado, não chega a ser uma surpresa. A Samsung quer ganhar dinheiro com todas as suas divisões, e faz muito tempo que eles não se importam em criar hardware para terceiros. Vide a Apple, por exemplo.

Sobre a TSMC, ela está se atualizando para receber os 14 nanômetros, e até estuda para um dia oferecer chips de 10 nanômetros. Além da tecnologia, também é importante a qualidade de fabricação e a quantidade de chips que essas empresas podem produzir, e nesse aspecto, a Samsung larga na frente.

Via Re/code

Qualcomm confirma: o Snapdragon 815 não existe

by

qualcomm-snapdragon

A Qualcomm desmentiu a existência do rumorado processador Snapdragon 815, e confirmou que não tem a intensão de criar um substituto para o Snapdragon 810, que recentemente foi alvo de críticas da Samsung por conta de supostos problemas de superaquecimento.

Quem confirma é Jon Carvill, relações públicas da Qualcomm. Até o lançamento de um Snapdragon 820/808 (que talvez faça a sua estreia no LG G4), o Snapdragon 810  – presente nos modelos Xiaomi Mi Note, Sony Xperia Z4 Tablet e HTC One M9 – será o chip top de linha da empresa. Ao que tudo indica, modelos como o Xperia Z4 ou o OnePlus Two também receberão esse processador.

snapdragon-820

O Snapdragon 820 é o próximo passo da Qualcomm, e chegará ao mercado no segundo semestre de 2015, para estar presente nos dispositivos a serem anunciados para o final do ano. É esperado uma solução de 64 bits com oito núcleos, tecnologia de fabricação de 14 nanômetros, GPU Adreno 530, memória DDR4 e conectividade LTE Cat.10.

Via Fudzilla