Arquivo para a tag: snapchat

Spectacles, o Google Glass do Snapchat, é oficial

by

spectacles-snapchat

O Snapchat estreou no mundo do hardware com o Spetacles, um óculos inteligente que chega ao mercado no próximo trimestre, com preço sugerido de US$ 129,99.

É um produto que bebe da mesma fonte do conceito base do Google Glass, sendo um óculos inteligente com formato diferente e especificações mais modestas. A própria diferença de preço entre os dois produtos deixa isso muito claro (o Google Glass custou US$ 1.500).

O Spetacles permite a gravação de vídeos de até dez segundos de duração, a partir de um simples toque no botão localizado perto da área de dobradiça do óculos. A cada toque, um novo vídeo é gravado.

Ou seja, é uma funcionalidade bem limitada, mas é interessante por mostrar a forma como o usuário vê o mundo, imortalizando momentos concretos em vídeos curtos, sem precisar recorrer ao smartphone o tempo todo.

Uma ideia interessante, mas que dificilmente vai revolucionar o setor wearable. Por pura diversão (e na tentativa de suplantar o Instagram), pode até ser. Mas nada que seja revolucionário no nosso mundo.

Vídeo de demonstração do Spetacles a seguir.

 

 

Via Neowin

Snapchat é processado por exibir conteúdo sexual explícito

by

Snapchat Teaser

Um garoto de 14 anos de idade e sua mãe fizeram uma denúncia na corte da  Califórnia, depois que o adolescente foi pego com várias imagens inapropriadas na seção Discover do Snaptchat.

Os documentos citam os nomes de alguns dos artigos promovidos pelo Snapchat, entre os quais se encontra um do BuzzFeed sobre práticas sexuais onde utilizavam filmes da Disney. Um porta-voz da plataforma defende esses conteúdos, indicando que os sócios do serviço na seção Disvover contam com independência editoral para publicarem o que quiserem, algo que a empresa apoia, mas lamenta se as pessoas se sentiram ofendidas.

Porém, fontes do The Verge informam que o Snapchat vai supervisionar as publicações voltadas ao segmento Discover. Hoje, o aplicativo conta com classificação no iTunes de 12+, o que significa que o aplicativo pode fazer referências ao consumo de álcool, tabaco ou drogas, usar palavras de baixo calão ou mostrar conteúdos para adultos, sexuais ou com nudez “de forma pouco frequente ou ocasional”.

Já na Google Play, o Snapchat tem classifcação de conteúdo dentro do Control Parental. Sem falar que os termos de uso do aplicativo já avisa que nenhum menor de 13 anos de idade tem permissão de criar uma conta ou usar os serviços.

Na queixa, é solicitado que o Snapchat reveja seus termos, exercendo um maior controle (dos pais) sobre os menores, com alertas no aplicativo na hora de exibir conteúdos inadequados.

Via The VergeThe WrapHollywood Reporter

 

 

Como Bob Marley está ajudando o Snapchat a virar tendência

by

snapchat-filtro-bob-marley

Alguns filtros de aplicativos de fotos podem se transformar em verdadeira febre entre os usuários. Nesse momento, o filtro de Bob Marley para o Snapchat não só está virando tendência, mas fonte de muita controvérsia.

Esse filtro adapta o rosto do usuário para um biotipo mais próximo da raça negra, reconhecendo os olhos e a boca da pessoa na foto para aplicar tal efeito, além de adicionar um gorro, uma trilha sonora e o escurecimento da pele. Vale lembrar que hoje, 20 de abril, é considerado “o dia da marijuana”, por conta de uma relação com o número 420. A crença mais popular sobre esse dia é que o termo teria sido inventado por um grupo de adolescentes da San Rafael High School em San Rafael, California, Estados Unidos em 1971, que se reuniram às 4:20 PM para fumar maconha.

Enfim, fato é que o Snapchat quis capitalizar em cima disso, e lançou o filtro hoje, alcançando uma grande notoriedade nas redes sociais. Mas isso não quer dizer que todos os comentários foram positivos.

snapchat-marley

O aplicativo foi acusado por muitos usuários de se racista por aplicar um escurecimento da pele na foto. Além disso, os filtros faciais (ou lenses) normalmente deformam a foto na tentativa de adaptar-se ao rosto do usuário, fazendo com que a suposta homenagem se transforme em algo ainda mais desconfortante.

A equipe do Snaptchat teve que emitir um esclarecimento sobre o tema, já que alguns veículos de imprensa se somaram aos protestos dos usuários contra a aparente mostra de racismo. A rede social se defende, dizendo que o filtro é um lançamento em colabração com a Bob Marley Estate, e que não teve nenhum outro propósito que homenagear o cantor.

E você? O que acha de tudo isso?

Via Mashable

Snapchat recebe stickers, notas de voz e vídeo

by

snapchat-logo

A última atualização do Snapchat traz interessantes novidades para os usuários. O Chat 2.0 adiciona funcionalidades que potencializam a conversa entre os usuários, adicionando funções de envio de stickers e envio de notas de voz e vídeo.

Se o uso do Snapchat não era bastante dinâmico, agora a coisa muda um pouco de figura. As histórias seguem sendo exibidas automaticamente, como se fosse um modo de vídeo contínuo que podemos deixar fluir ou parar quando queremos. No melhor estilo de inicialização automática de episódios das séries do Netflix, mas aplicado às histórias do Snapchat.

Também nos deparamos com uma melhoria interessante nos chats. Agora, podemos iniciar chamadas de áudio e vídeo com nossos contatos, ainda que tal recurso não esteja disponível nesse momento, a comunicação entre usuários volta a ser um processo mais simples. Também teremos a opção de enviar notas de vídeo e voz, como se fossem GIFs ‘vitaminados’.

Por fim, chegaram os stickers. São pelo menos 200 stickers disponíveis para os chats, com a grande variedade e expressividade que já temos em outros serviços. Uma imagem vale mais do que mil palavras (vídeo no final do post). Outro elemento do Snapchat que melhora a experiência de uso é o envio de fotos para nossos contatos. Agora, podemos realizar envios múltiplos, com envio durante uma chamada.

Como vemos, o Chat 2.o trouxe um bom pacote de novidades, e essa nova versão do Snapchat estará disponível em todos os dispositivos compatíveis com o aplicativo, independentemente do dispositivo que você possua. De uma hora para outra, a atualização vai permitir fazer tudo o que foi descrito nesse post.

 

Via Snapchat

Instagram está bloqueando links do Telegram e Snapchat

by

instagram-teaser

Falar do Instagram é o mesmo que falar do Facebook, que é dona desse aplicativo e do WhatsApp… e este último por sua vez tem no Telegram um dos seus maiores rivais. O caso é que a rede social de fotos tomou uma medida muito questionável: bloquear os links nos perfis dos usuários.

Um porta voz do Instagram tenta justificar a decisão, garantindo que a mesma vai de encontro com a forma que eles consideram que deve ser utilizada essa plataforma, mas que permitem outros tipos de links. É claro que a resposta não faz muito sentido, já que links de sites como Twitter, LinkedIn e Facebook (obviamente) seguem funcionando sem problemas, um detalhe que deixa claro a intenção de bloquear a concorrência.

Nesse sentido, este é o único objetivo sensato que justifica o movimento do Instagram, e nos questionamos o que eles ganham bloqueando links do Telegram e do Snapchat nos perfis dos usuários.

instagram-bloqueio-links

Por sua parte, o Telegram não teve dúvidas em criticar essa mudança, como vemos na mensagem publicada por sua conta oficial do Twitter, onde eles afirmam que “outro tentáculo do Facebook impede agora de compartilhar links do Telegram no perfil do usuário #hipocrisia”.

Via Engadget

Loja de filtros do Snapchat fecha as portas com apenas dois meses de vida

by

snapchat

O Snapchat, um dos aplicativos mais utilizados do planeta, sofre do mesmo problema do WhatsApp, seu principal concorrente dentro do segmento de mensagens instantâneas: buscar maneiras de rentabilizar em cima dos usuários. A tentativa de obter lucros com a loja de filtros fracassou, a ponto da mesma fechar as suas portas na próxima sexta-feira (8), depois de apenas dois meses de vida.

A loja de filtos foi lançada no meio do mês de novembro de 2015, e parecia uma via clara de rentabilização para o Snapchat. Os usuários contavam com uma série de filtros para as suas fotos, que custavam US$ 0,99. O formato parecia funcionar bem: de acordo com os dados do Business Insider, o Snapchat lucrava US$ 300 mil por mês com a venda das “lenses”, mas mesmo assim, eles vão abrir mão desses lucros, mantendo apenas os filtros patrocinados (gratuitos para o usuário), tal como ofereceu a Beats no passado.

O único motivo para essa decisão do Snapchat é que eles querem se centrar no mercado publicitário. Ao que parecem um dos problemas do aplicativo para a oferta do serviço para anunciantes em potencial é o pouco conhecimento sobre os usuários, algo básico para que uma marca pague para se promover.

O aplicativo já conta com anunciantes de peso, como por exemplo GE, Verizon, Coca-Cola e McDonald’s. 90% dos seus anunciantes voltariam a investir no Snapchat. Mas para seguir com eles, os usuários perderão uma opção de customização. Quem comprou pelos filtros vai ficar com eles, mesmo com o fechamento da Lenses Store, em 8 de janeiro.

Via Business Insider

Visualizações do Snapchat triplicaram em seis meses

by

snapchat-foto

O que começou como uma moda entre os adolescentes é considerado hoje uma das redes sociais do momoento, algo que fica explícito no vertiginoso crescimento que o Snapchat está experimentando.

O Financial Times informa que o Snapchat confirmou ter triplicado o número de visualizações nos últimos seis meses, com 6 bilhões de reproduções por dia. A empresa não explica em detalhes seu crescimento, mas a incorporação da Live Stories, ou o uso da função Discover ajudaram no aumento da popularidade do serviço.

Apenas para colocar em perspectiva: o Facebook registra uma média de 8 bilhões de vídeos vistos por dia, e sua base de usuários é muito maior do que a do Snapchat (que só pode ser utilizado pelos smartphones). Ou seja…  6 bilhões no caso do Snapchat é muita coisa.

A plataforma de vídeo passou de um meio de envio de mensagens privadas entre amigos para ser uma poderosa ferramenta de comunicação. E algo me diz que o caminho de crescimento é longo e será em uma velocidade constante.

Via Financial Times

Reino Unido pode proibir WhatsApp, iMessage e Snapchat

by

david-cameron

Quando falamos de proibir o WhatsApp ou outros aplicativos de mensagens instantâneas, sempre vem na nossa cabeça países com regimes autoritários, falsas democracias, ou juízes brasileiros que não compreendem como a tecnologia funciona. Mas dessa vez, a polêmica decisão está em um projeto de lei do Reino Unido.

O primeiro ministro britânico David Cameron é um conservador com clara moral dúbia e cinismo na hora de violar direitos fundamentais. Porém, essas características lhe renderam uma triste popularidade, e infelizmente, ele não gosta da codificação das mensagens que aplicativos como WhatsApp, Snapchat e iMessage utilizam.

A última ‘pérola’ proferida por Cameron para justificar o novo projeto de lei foi: “Queremos permitir que se mantenha em nosso país um meio de comunicação que não poderemos ler? Minha resposta à isso é um ‘não, não devemos permitir isso'”.

É um absurdo em todos os sentidos, uma vez que ele se ampara no medo como justificativa de uma limitação de direitos fundamentais.

Esperamos que essa lei absurda não seja aprovada, e que os britânicos tomem consciência dos objetivos ‘pontuais’ de Cameron, para que nas próximas eleições ele receba o ‘prêmio’ por mais esse serviço prestado. E que os demais países tomem esse caso como um exemplo a NÃO ser seguido.

Via Softpedia