Arquivo para a tag: sdk

Apple retira centenas de aplicativos que recompilavam dados pessoais

by

id-apple-stroe

Um erro nas políticas de revisão da App Store permitiu que centenas de aplicativos utilizassem APIs privadas, com o fim de coletar informações dos usuários. Felizmente, a Apple percebeu o problema, eliminando os aplicativos de sua loja, mas sem conseguir evitar sérios “roubos”.

O site SourceDNA inorma que um SDK de terceiros para a plataforma de publicidade chinesa Youmi estava recompilando números de série, listas de aplicativos instalados e e-mails do Apple ID. 256 aplicativos que fazem uso do SDK da Youmi foram baixados por milhões de vezes, com a maioria dos downloads localizada na China.

Não é um número tão grande, mas a facilidade com que tudo foi feito levanta as suspeitas. Podem existir outros aplicativos com truques similares na loja. De qualquer forma, é preciso esclarecer que os desenvolvedores não estão por trás do roubo desses dados, já que é o SDK da Youmi que fez todo o trabalho sujo.

Via 9to5macSourceDNA

 

Aplicativos do Apple TV não poderão superar os 200 MB

by

Captura+de+pantalla+2015-09-09+a+las+23.01.02

 

Muitos desenvolvedores já colocaram as mãos no SDK do novo Apple TV, e para isso, deram uma olhada na nova guia de programação para o tvOS. Tal guia serve para que os mesmo se familiarizem com as APIs que aproveitaram as capacidades do dispositivo multimídia da Apple, mas também informa as regras estabelecidas para a nova seção da loja de aplicativos.

E a primeira surpresa já foi revelada: o tamanho dos aplicativos não poderá superar os 200 MB. Caso contrário, eles terão que usar os recursos sob demanda, utilizando apenas o espaço disponível no iCloud. Tal decisão faria mais sentido em aplicativos como o Netflix ou qualquer serviço de vídeo sob demanda, mas no caso dos jogos, as coisas se complicam um pouco mais.

TV_AppleTV_Remote_MetalMorph-PRINT

É preciso esperar para ver como os programadores vão trabalhar para cumprir com esses requisitos, e como esse processo será transparente para o usuário. Usar o espaço do iCloud para jogos não é a forma que muitos imaginavam que os games funcionaria na Apple TV.

Captura+de+pantalla+2015-09-09+a+las+23.07.34

Via Steve T-SApple Developer

 

O próximo smartwatch da Samsung será redondo

by

samsung-watch-redondo

A Samsung publicou hoje (24) uma nova versão do seu SDK para que os desenvolvedores possam trabalhar já pensando no próximo relógio inteligente da marca. Até aí, tudo bem… se não fosse pela imagem que acompanha o anúncio do SDK, que mostra várias watchfaces circulares, que pouco tem a ver com os designs retangulares dos atuais relógios da empresa.

As faces mostram funções de tempo e aplicativos, como CNN e Yelp, mas sem mais detalhes. Logo, teremos que esperar que os developers explorem o SDK para mais informações sobre o assunto. Como era de se esperar, o lançamento do software não revela nenhum detalhe sobre a apresentação do hardware, de modo que temos que esperar que a Samsung decida revelar alguma coisa.

Até lá, você continua pensando na compra do Moto 360 ou do LG G Watch R, caso a sua escolha seja um relógio redondo.

gear_teaser_web_page-1

Via Android CentralSamsung

 

SDK da Apple indica iPhones e iPads com telas maiores

by

sdk-apple-size-screens

A Apple tornou pública a nova versão de sua suite de ferramentas para desenvolvedores, a XCode 6. Com isso, os programadores do Mac4Ever encontraram novas evidências que modelos maiores do iPhone e do iPad estão a caminho.

Ao selecionar o tamanho da tela do dispositivo sobre o qual se vai trabalhar, o XCode 6 permite a escolha de duas opções novas, denominadas “Resizable iPhone” e “Resizable iPad”. As duas estão pensadas a permitir ao desenvolvedor uma visualização de como os elementos do aplicativo são dispostos em outro formato de tela diferente dos dispositivos atuais.

Exceto o fato que o recurso exista para emular os aplicativos em ambientes virtuais, a nova opção indica que no segundo semestre não só veremos um iPhone maior, mas também um iPad com maior diagonal de tela. E os dois rumores são ventilados na internet há tempos.

Via Mac4Ever, Apple Insider, 9t05Mac

Samsung lançará em julho o SDK do Tizen para Smart TV

by

samsung-smart-tv

A Samsung segue com o seu lento, porém, progressivo plano de adoção do Tizen nos seus dispositivos. Depois do Galaxy Gear original abandonar o Android para adotar o sistema proprietário dos coreanos em sua última atualização, temos hoje a notícia que será lançado em breve o SDK do Tizen especialmente pensado na sua plataforma de Smart TV.

O software vai permitir o controle com gestos e comandos de voz, tal como podemos fazer com a plataforma vigente, além de suporte para opções multi-tela, onde podemos interagir com smartphones, tablets e dispositivos wearables. Por enquanto, não se sabe quando as primeiras Smart TVs com Tizen chegarão ao mercado, mas ao menos sabemos que no mês de julho começa a ser distribuído o SDK, para que os desenvolvedores possam ir trabalhando em seus aplicativos e funcionalidades.

Via The Next Web

Instalaram o Android Wear “launcher” em um smartphone Android

by

android-wear-interface

Nem demorou muito. Poucos dias depois do lançamento do Android Wear, plataforma apresentada pela Google especialmente desenvolvida para smartwatches e gadgets vestíveis, já instalaram o sistema operacional em um smartphone Android, com a ajuda do seu SDK (kit de desenvolvimento), tornando o sistema uma espécie de “laucher” para o smartphone.

O triunfo foi publicado pelo pessoal do site Android Police, onde o milagre foi obtido através de um arquivo APK criado com o SDK, para que o mesmo funcione com diferentes dispositivos Android. Porém, ela não funciona como uma launcher tradicional. Ela está mais para um início de testes do que é possível fazer com o sistema, para avaliar como o sistema gerencia e exibe suas notificações.

A interface permite a navegação através das diferentes notificações com apenas um deslizar do dedo para cima ou para baixo. Ao receber a notificação, você pode utilizar movimentos para ver as diferentes opções disponíveis para aquele item em específico. Por exemplo, ver quem enviou a notificação, responder um e-mail ou até ignorar a notificação, ou apagar a mensagem.

É possível fazer o download dessa APK do Android Wear no próprio site do Android Police, que é quem publicou a novidade. Vale lembrar que, para você instalar a launcher no seu smartphone ou tablet Android, você precisa ativar o modo de instalação de fontes desconhecidas – e faça isso por sua conta e risco.

Uma vez instalado, você pode pressionar o botão Home do seu dispositivo, e o sistema vai perguntar qual launcher você quer usar. Aí, é só escolher o Android Wear.

Via

Google não quer que os smartwatches se distanciem do Android

by

galaxy-gear-mano

A troca do Android pelo Tizen feita pela Samsung na segunda geração dos smartwatches Gear não foi uma notícia muito bem aceita pela Google. Mas eles pensam em solucionar esse problema em algumas semanas. Para isso, eles vão facilitar os desenvolvedores e fabricantes a enriquecerem a experiência do Android nos relógios inteligentes, com o lançamento de um SDK específico para essa categoria de produto.

Quem anunciou a novidade foi o próprio Sundar Pichai, durante a conferência SXSW. Para a Google, uma tarefa importante dentro do ecossistema Android é facilitar a comunicação entre os smartphones e os smartwatches/wearables que concentram seu serviço em sensores que devem enviar a informação de maneira adequada aos equipamentos Android. Assim a Google pretende que não se repita a mesma coisa que aconteceu com a Samsung, que mesmo sendo uma poderosa aliada para o Android, acabou optando pelo Tizen em seus relógios inteligentes.

A Google não quer que isso se repita com outros parceiros do sistema Android.

Via WSJ

Samsung abre os seus relógios Gear e o aplicativo S Health, para que novos apps apareçam

by

samsung-gear-2-neo

A Samsung não vai cometer com os novos smartwatches Gear o mesmo erro do Galaxy Gear original, e decidiu começar do zero com o Tizen. Os coreanos já lançaram o SDK das suas pulseiras e relógios Gear, convidando os desenvolvedores a criar aplicativos, enriquecendo assim o ecossistema dos acessórios.

Outro pilar da estratégia de quantificação e cuidados da saúde dos dispositivos é o S Health, e a Samsung também abriu o aplicativo para que apps de terceiros possam trabalhar com a plataforma. Eles informam que os dados relacionados com a saúde do usuário serão elementos considerados chave no uso do smartphone em um futuro muito próximo, com mais de 30% dos usuários recorrendo aos aplicativos de saúde e exercícios em seus smartphones hoje.

Lembrando: o Samsung Galaxy S5 chega ao mercado em 11 de abril, com o seu SDK disponível, para que os desenvolvedores aproveitem os recursos novos, como o leitor de digitais ou o modo multi-tela.

Via Samsung

SDK do Windows Phone 8.1 revela novos aplicativos, um gestor de bateria e mudanças na multitarefa

by

wp81leaks

O site The Verge revela que um desenvolvedor documentou no Reddit algumas das novidades encontradas no SDK do Windows Phone 8.1.

A primeira delas está nas novas opções nas configurações de aplicativos, como por exemplo, no aplicativo de Mensagens, é agora possível decidir se podemos usar esse como padrão, ou escolher outro app para gerenciar as mensagens em SMS. Além disso, a presença do suporte para VPN, um novo gestor de duração de bateria (o Battery Power Sense) e a óbvia modificação do nome SkyDrive para OneDrive.

O app Música + Videos desapareceu, e agora são aplicativos separados. Um novo app para podcasts também está disponível, mas ainda não sabemos se o mesmos erá distribuído em todos os mercados.

O sistema de multitarefa também mudou. Agora, os aplicativos ficam em segundo plano quando pressionamos o botão Voltar, assim como ocorre no Windows 8. Sobre o especulado assistente de voz Cortana, não foram encontrados rastros do recurso na SDK, tal como o botão de busca ou as funções relacionadas com o Bing, o que indica que a Microsoft pode estar reservando tais mudanças para serem lançadas em um período mais adequado.

Também aparece no SDK o suporte para “aplicativos universais”, onde os desenvolvedores podem usar e desenvolver aplicativos para a Windows Phone Store e a Windows Store que compartilham do mesmo código HTML e JavaScript.

Por enquanto, isso é tudo. Com certeza esse é o começo de uma longa série de vazamentos que teremos até o lançamento do sistema.

Via The Verge

Controle do SDK do PlayStation 4, com tela OLED integrada, vaza na web

by

No próximo dia 20 de fevereiro, a Sony prometeu anunciar “o futuro do PlayStation”, e tudo indica que eles estão falando do próximo console doméstico da empresa, o PlayStation 4. Conforme os dias vão chegando, e a ansiedade aumenta, algumas almas não conseguem guardar muito segredo. Por isso, não é surpresa que uma imagem de um controle do SDK do PS4 vazou na web. Podemos inclusive considerar que esse é um protótipo daquilo que está por vir para a versão final do console.

A imagem foi publicada pelo site Destructoid, e segundo fontes confiáveis do Engadget, a imagem é legítima, ou seja, estamos diante de, pelo menos, do controle real do SDK da Sony para o novo console.

Antes dessa foto entrar nas nossas vidas, fortes rumores indicavam que o Dualshock não seria o controle principal do próximo console da Sony, passando esse conceito para um segundo plano. Algo como aconteceu com a Nintendo com o Wii U, onde o controle com tela chamado “GamePad” é o controle principal, e os demais jogadores podem fazer uso do controle clássico do WiiMote, herdado do Nintendo Wii.

No caso do controle do SDK do PlayStation 4 que vazou na imagem, podemos constatar que ele possui um design muito similar ao Dualshock, mas dessa vez, incorporando uma pequena tela no centro do controle, que ainda não sabemos se é uma tela sensível ao toque ou apenas uma tela de opções e visualização de um menu especial nos jogos. Mas levando em conta a tendência atual de todas as empresas (incluindo a Sony com o PS Vita), podemos dizer com 90% de certeza que se trata de uma tela touch.

Além disso, o novo controle conta com um segmento que pode ser um alto-falantes integrado, ou um microfone integrado, o que seria mais lógico. A boa notícia é que falta muito pouco para saber quais são as novidades da Sony para o novo PlayStation, e todas as dúvidas serão eliminadas. O que podemos afirmar é que estaremos diante de um console que não é apenas muto potente, mas que promete renovar a experiência do jogador de forma drástica. Ou pelo menos vai tentar fazer isso.

BlackBerry Dev Alpha C, um novo dispositivo para desenvolvedores com teclado físico

by

Vindo direto do BlackBerry Jam, que acontece nessa semana em Amsterdã (Holanda), vemos um novo smartphone especialmente criado para os desenvolvedores. Falamos do Dev Alpha C, um telefone que chega acompanhado do novo programa para desenvolvimento de ferramentas e aplicativos, a BlackBerry WebWorks SDK.

O conjunto tem como principal objetivo oferecer facilidades aos desenvolvedores interessados em implementar soluções para uma experiência de uso pensada com os teclados físicos, focados no novo BlackBerry Q10. Desta forma, o sistema oferecerá um suporte completo ao teclado físico, para poder assim criar acessos diretos, tal como estava sendo feito até agora, e conseguir “os mesmos resultados obtidos no teclado virtual do BlackBerry Z10”.

Vale lembrar que essa é uma tarefa bem difícil. Afinal de contas, na demonstração do lançamento do sistema operacional, vimos as sugestões de palavras sendo simplesmente “deslizadas” na linha de edição de textos através do teclado virtual. Seria possível algo que chegue próximo a isso no teclado físico? Vamos aguardar…

Via BlackBerry

Rumor: detalhes do suposto PlayStation 4 são revelados

by

Enquanto você estava aproveitando o feriado de ontem (02), os veículos especializados em games divulgavam alguns supostos novos detalhes técnicos sobre o que seria o novo PlayStation 4 (se é que ele vai se chamar assim). As fontes nesse caso são os desenvolvedores, que já contam com os novos kits de desenvolvimento em suas mãos, e graças a isso, podem conhecer detalhes importantes sobre sua arquitetura.

Ao que parece, o novo kit que recebe o nome de Orbis, vem com a aparência de um PC normal, e está na sua segunda versão. A primeira era composta apenas por uma placa gráfica. Dessa vez, temos um PC modificado, e muitos apostam que a terceira versão desse kit de desenvolvimento, que deve chegar em janeiro de 2013, deve ser muito similar ao produto final, que tem anúncio especulado para o próximo verão do hemisfério norte (junho/julho, muito provavelmente, durante a E3 2013).

Detalhes? Sim. O Orbis é baseado em uma AMD A10 Série APU. APU vem de Unidade de Processamento Acelerado, e é a combinação de uma CPU e uma placa gráfica. O A10 do Orbis é uma variante do A10 já conhecida, e o objetivo final desse hardware é que ele possa rodar jogos a 1080p, em 3D e a 60 FPS.

Outro detalhe importante é que os kits da Orbis contam com 8 ou 16 GB de RAM. Além disso, eles seguem usando o Blu-ray como mídia, e pelo o que se comenta, o seu disco rígido seria de 256 GB como padrão, mas sem saber se na versão final será no formato SSD ou em HD. O hardware está sendo produzido no Japão, e a Sony tem como objetivo oferecer uma máquina competitiva, mas muito acessível no quesito preço, para evitar os problemas obtidos na época do lançamento do PlayStation 3.

Uma das grandes mudanças está na interface do usuário, que foi redesenhada para que seja a mais fluída possível. Além disso, o sistema de atualizações deve ser modificado, permitindo que o jogador faça outras coisas enquanto jogos e outros recursos são atualizados no console. O Orbis está preparado para ficar sempre em modo de suspensão (se assim o usuário desejar), e que o seus sistema possa fazer as atualizações de forma automática, em segundo plano.

Sobre o joystick, não há detalhes confirmados, e informações são esperadas para este mês de novembro.

Veja as novidades escondidas no SDK do Windows Phone 8

by

O SDK do Windows Phone 8 vazou na web na semana passada, e aos poucos as últimas novidades adicionadas pela Microsoft na nova versão do sistema operacional começam a ser reveladas. Vale lembrar que, durante o Windows Phone Summit, a empresa de Redmond advertiu que tudo aquilo que foi mostrado no evento era apenas parte do avenço que estava por vir, pois a versão final teria outras novidades…

…que podem ser estas que você vai ver a seguir.

Controle, suporte, personalização e outros:

– o usuário poderá escolher os aplicativos que mostrarão notificações na tela de bloqueio.
– também será possível a sincronização na nuvem com os favoritos do Internet Explorer, além do suporte com carga automática de imagens, vídeos, mensagens de texto, etc, com diferentes aplicativos além do SkyDrive.
– o Data Sense mostra o consumo de dados, permitindo a adição de limites de navegação.
– informação de armazenamento interno e externo (cartões microSD).
– maior quantidade de temas.
– o aplicativo de fotos se renova, podendo selecionar imagens em lote para compartilhar, apagar ou marcar as imagens como favoritas.
– editor de imagens completo (falta ainda uma confirmação oficial), mas ao que parece, esse editor também permite a inserção de filtros, bem no estilo Instagram, por meio de uma opção de “lentes”, tal como pensa em fazer a RIM como o BlackBerry 10.
– Internet Explorer agregando opções de configuração para a barra de navegação e abas.
– Music + Video substituindo em definitivo o Zune.

Estes são apenas detalhes que melhoram os aplicativos e funcionalidades atuais. Algo que chama a atenção é o suporte do produto. A Microsoft está adicionando opções para suportar quase a qualquer tipo de arquivo (incluindo vídeos) na nuvem, e manter sincronizado tudo, desde marcadores do Internet Explorer até aplicativos. Tudo isso tem como objetivo aproveitar aplicativos de terceiros, como o Dropbox ou o Box.

Abaixo, mais fotos e vídeo demonstrativo.

Via The Verge

Recon Instruments libera o SDK de seus óculos de esqui Android

by

Lá na CES 2012, a Recon Instruments anunciou para alvoroço dos fãs do esqui a publicação do kit de desenvolvimento do seu HUD para os óculos dedicados ao este. Pois bem, seis meses depois, esse SDK se tornou oficial, durante o Google I/O 2012.

A interessante ferramenta permitirá que os desenvolvedores possam dar asas para sua criatividade, acessando o altímetro, o barômetro, o acelerômetro, o giroscópio, o magnetômetro e o termômetro montado na pequena tela da Recon, para criar todo o tipo de aplicativos, com o único propósito de criar uma experiência divertida e enriquecedora para os atletas.

Quer conhecer algumas de suas possibilidades? Vídeo abaixo.

Via Recon

Kinect for Windows começa a ser vendido no Brasil

by

O Kinect for Windows está oficialmente disponível para compra no Brasil. O periférico está a venda no site da Brasoftware, com o preço sugerido de R$ 999,00, e é destinado aos desenvolvedores que desejam criar aplicativos Windows baseados nos recursos de gestos e voz.

O Kinect for Windows oferece ferramentas que tem como principal objetivo transformar a forma como as pessoas interagem com os computadores e dispositivos com os sistemas da Microsoft. Setores como educação, saúde, varejo, transporte, entre outros, podem ser diretamente beneficiados com a nova plataforma. Para criar as soluções para o Kinect for Windows, o desenvolvedor precisa utilizar o SDK do sistema, na versão 1.5.

Entre os recursos e funcionalidades oferecidas por esse SDK, merecem destaque:

– Kinect Studio, uma nova ferramenta que tem a capacidade de gravar e reproduzir dados do Kinect, para testar e avaliar o desempenho de um aplicativo.

– Um conjunto de Human Interface Guidelines (HIG) para orientar os desenvolvedores sobre as melhores práticas para a criação de interfaces naturais do usuário usando o Kinect.

– O monitoramento facial SDK, que prevê uma malha 3D em tempo real de características faciais, acompanhando a posição da cabeça, local de sobrancelhas e forma da boca.

– Oferece a capacidade de monitorar os movimentos da cabeça, pescoço e braços de qualquer usuário sentado ou em pé.

– Novos samples, tanto C ++ e C #, além da série de samples “Basics” cobertura linguística em C ++, C # e Visual Basic.

Vale lembrar que esse Kinect não foi projetado para ser utilizado com os jogos e/ou com o console Xbox 360. Seu uso é destinado para desenvolvedores, dentro do ambiente Windows, e seu uso tem fins comerciais.

Via Microsoft Insiders Brasil

Kinect para Windows recebe a versão v1.5, e agora reconhece o usuário sentado

by

Parece que foi ontem que se falava dos rumores de uma versão do Kinect para Windows, e hoje falamos da versão 1.5 dessa versão. Com essa revisão, o SDK do periférico vai incluir uma boa gama de novidades para todos aqueles que querem aproveitar dos benefícios do sensor de movimento, mas sem conectá-lo a um Xbox 360.

Para começar, a Microsoft confirma que a atualização vai permitir o reconhecimento de até 10 articulações (inclusive quando o usuário está sentado), e sua orientação para para prever de forma muito melhor a maneira que você vai se mover e aumentar a sua precisão.

O lote se completa com quatro idiomas adicionais (espanhol, francês, italiano e japonês) e o Kinect Studio, que vai permitir aos desenvolvedores gravar e reproduzir rotinas para tornar seus aplicativos mais precisos.

Via MSDN.com

Microsoft anuncia o Kinect para Windows em 2012

by

Com um pouco de habilidade, você pode utilizar o Kinect em seus computadores. Porém, em 2012, pode fazer isso de forma oficial. Motivada pelos hackers, a Microsoft anunciou que no ano que vem veremos um Kinect para os computadores (Windows, provavelmente), que poderia capturar objetos a 50 cm de distância (o Kinect do Xbox 360 precisa de mais de 2 metros de distância para funcionar corretamente). Seu hardware seria otimizado para desktops, e vai incluir um cabo USB mais curto, o que nos leva a crer que a aparência do dispositivo será bem diferente. É esperar para ver.

via Blog Microsoft

Microsoft lança o SDK do Kinect para o Windows

by

A Microsoft cumpriu com a sua palavra, liberando o kit de desenvolvimento do Kinect para Windows. Com esse SDK oficial, programadores e profissionais poderão criar aplicativos em C++, C# ou VB para o periférico do Xbox 360, apesar de contar com algumas limitações.

O SDK é um conjunto de bibliotecas para desenvolvedores do Xbox 360, e não precisa do DirectX para funcionar. Com ele, você tem acesso à todas as funções possíveis do periférico, incluindo suas duas câmeras e o microfone, para identificar o máximo de 7 pessoas, ou seguir os movimentos de até duas pessoas ao mesmo tempo. Além disso, as ferramentas de áudio também abre as portas para a redução de eco e até a triangulação de sons.

Para poder seguir os movimentos de todo o corpo, o Kinect precisa estar instalado como se fosse para jogar no console, de modo que você vai precisar de um bom espaço de distância para que os movimentos sejam captados. Mas nada impede que aplicativos sejam feitos apenas para que o Kinect siga os gestos que você faz ao estar sentado no escritório, criando assim aplicativos para detectar os movimentos das mãos para ativar alguns comandos.

via research.Microsoft.com

Xtion Pro está à venda no Japão: o concorrente para o Kinect chegou

by

É evidente que o Xtion Pro não pode competir com o Kinect, mas tenta. O periférico apresentado pela Asus na última CES deveria funcionar de forma parecida com o Kinect, uma vez que os dois sistemas compartilham a tecnologia de PrimeSense. A grande diferença entre os dois é que o Xtion Pro foi lançado no país asiático sem nenhum software de operação, mas sim um SDK, para que os desenvolvedores independentes criem aplicativos compatíveis com o sensor. Preço de aproximadamente US$ 240.

via Engadget

O relógio Bluetooth inPulse se diverte com um pseudo Doom caseiro

by

No passado, o inPulse era um periférico exclusivo do BlackBerry, e inclusive chegou a se pensar que era uma obra da Research In Motion. Porém, esse relógio de pulso Bluetooth se transformou em uma plataforma genérica independente, com o lançamento de sua SDK, por parte da Allerta, que permite o acesso ao seu processador ARM7 de 52 MHz, e seus 2 KB de RAM, para colocar na tela todos os tipos de gráficos, com uma resolução de 96 x 128. Tudo bem, você não consegue jogar Angry Birds, mas pelo menos, você pode fazer um pouco mais do que ler mensagens de SMS. Veja abaixo um vídeo demonstrativo do que estamos falando.

via GetInPulse