Arquivo para a tag: Satoru Iwata

A emocionante homenagem a Satoru Iwata na GDC 2016

by

satoru-iwata

Todos recebemos com tristeza a notícia da morte do carismático CEO da Nintendo, Satoru Iwata. Desde então, foram muitas as homenagens ao executivo. Porém, o vídeo exibido ontem (16) durante a cerimônia da Game Developers Choice Awards (que aconteceu durante a Game Developers Conference), é especial.

Na animação, podemos revisar alguns dos grandes momentos de Iwata relacionados com a criação do Nintendo DS ou do Wii Remote, entre outros produtos. Não resta dúvidas que, ainda que ele não mais esteja entre nós, o legado desse programador de videogames tão querido permanecerá entre nós para sempre.

Vídeo a seguir.

Faleceu Satoru Iwata, presidente da Nintendo, aos 55 anos de idade

by

satoru-iwata

A Nintendo informa em comunicado que o seu presidente, Satoru Iwata, faleceu aos 55 anos de idade.

Desde o ano passado, já era sabido que o presidente da Nintendo se encontrava com problemas de saúde. Iwata era um dos responsáveis pela tentativa de recuperação da empresa no mercado de videogames, além de ser um dos influentes no desenvolvimento do novo console, o Nintendo DX.

Diz o comunicado:

A Nintendo Co., Ltd. lamenta profundamente em anunciar que o presidente Satoru Iwata faleceu em 11 de juho de 2015, por conta de uma inflamação nas vias biliares. Iwata se viu obrigado a cancelar a sua participação na E3 2014 por conta do seu estado de saúde, e pouco depois se submeteu à cirurgia para remover o tumor do conduto biliar.

Satoru Iwata foi o quarto presidente da Nintendo, sucedendo Hiroshi Yamaguchi em 2002. Entrou na empresa em 1983 como coordenador de software, e entre os jogos de sua autoria se destacam os clássicos Balloon Fight e EarthBound, além dos jogos da série Kirby.

No ano 2000 se transformou em diretor da empresa, e apenas dois anos depois, alcançou a presidência. No seu comando, se destacam grandes momentos da Nintendo, como o lançamento do Wii e do Nintendo DS, além de alguns projetos não bem sucedidos, como o GameCube e o Wii U.

A Nintendo informa que a empresa temporariamente ficará sob o comando de Genyo Takeda e Shigeru Miyamoto.

Via Nintendo (PDF)

Não teremos o Nintendo NX na E3 2015

by

iwata-guantes

Ainda que já era sabido disso, Satoru Iwata quis eliminar todas as dúvidas. A Nintendo não vai apresentar um novo hardware na E3 2015, ou pelo menos nenhum na próxima geração que responda pelo nome de NX.

A Nintendo revelou em um evento recente qual será o nome do seu próximo console. Porém, até agora a ausência de detalhes levanta uma cortina de mistério e fumaça sobre o produto. As esperanças para mais notícias sobre o NX estavam na próxima E3, em uma apresentação onde a empresa mostraria ao mundo o seu novo console, colocando fim aos rumores e anunciando o seu salto para a próxima geração.

Mas isso não vai acontecer.

O presidente da Nintendo esclareceu em uma reunião com investidores que a eles não vão apresentar o NX até 2016, e isso significa que nenhum detalhe será revelado ao longo de 2015. Algo que foi revelado é que o futuro console trará um conceito completamente diferente, e não será um sucessor direto do Wii U ou do 3DS, o que nos leva a outro exercício de imaginação, algo que a Nintendo já nos acostumou a fazer de tempos em tempos.

19361979

Nintendo Wii U

Via Destructoid

Nintendo prepara novos serviços para consoles e smartphones, voltados para os mercados emergentes

by

mariokart800

Depois da confirmação que o Wii U é um verdadeiro desastre comercial para a empresa, a Nintendo já planeja a recuperação da empresa dentro do seu segmento. E a aposta da vez é ampliar os seus mercados.

A ideia da Big N é lançar consoles especificamente desenvolvidos para os mercados emergentes. Criados do zero e pensado nas necessidades e preços desses mercados, mas sem perder assinatura da Nintendo, que é mais do que clara, independentemente das capacidades técnicas e do produto em questão.

Palavras de Satoru Iwata, chefe máximo da Nintendo:

Queremos criar produtos novos, melhor do que pensar em criar versões mais baratas do que já temos.

A data de lançamento dos consoles – isso mesmo, no plural – estaria prevista para o começo de 2015, e ao longo de 2016, de modo que em breve deve aparecer mais detalhes sobre os novos produtos. A estratégia comercial da Nintendo foi revelada pelos canais da Bloomberg e da Reuters na internet.

marios

Já que estamos falando de mudanças… a Nintendo também terá como novidade um aplicativo para smartphones, que será lançado com o novo jogo do Mario Kart. Na verdade, o app é uma espécie de atalho para o portal mobile da empresa, e vai permitir que o jogador visualize todas as informações relacionadas a um determinado jogo, mostrando o ranking dos seus amigos, vídeos, entre outros itens.

Para acessar o serviço, não será necessário o Nintendo Network ID, exceto se você quiser registrar os seus progressos e enviar vídeos. Por enquanto, não há uma data oficial de lançamento dessa nova plataforma, de modo que vamos ter que esperar por mais informações para a E3 2014.

Via Reuters, Bloomberg, Nintendo

Nintendo pode finalmente chegar nos dispositivos móveis, com mini jogos (ATUALIZADO: Nintendo desmente)

by

650_1000_NewSuperMarioBrosWiiArt21

Segundo informa o site Nikkei (essa fonte raramente se equivoca quando fala da empresa), a Nintendo estaria preparando a sua chegada “de forma progressiva” para as plataformas móveis, gerando conteúdo para tablets e smartphones.

Não seria o simples ato de portar jogos inteiros para as pequenas telas, mas sim lançar mini jogos ou sequências que apresentariam novos protagonistas das histórias dos jogos da empresa. Ao que parece, esses jogos seriam gratuitos, pelo menos durante um tempo, para atrair usuários.

A Nikkei ainda afirma que a Nintendo renunciaria (por enquanto) a compra do mini jogo a partir do dispositivo, em uma clara tentativa de convencer o usuário a comprar a versão completa do jogo no console. Em resumo: eles querem fazer com que o usuário mobile volte a jogar no console.

O rumor tem o seu fundo de verdade. O próprio Satoru Iwata já deu pistas afirmando que “teria que aproveitar a existência dos smartphones”, e agora, temos uma ideia do que ele queria dizer.

Por fim, a Nikkei afirma que os primeiros mini jogos da Nintendo seriam apresentados oficialmente ainda nesta semana. Vamos aguardar.

ATUALIZADO em 28/01/2014 @ 16h03: a Nintendo emitiu um comunicado oficial, negando a possibilidade de lançar mini jogos para plataformas móveis.

O artigo da Nikkei contém informações que o senhor Iwata já havia comentado em eventos de imprensa anteriores, incluindo assuntos relacionados com a intensão da Nintendo em utilizar dispositivos inteligentes para promover nossos produtos. (…) Podemos confirmar que não há planos para oferecer mini jogos para smartphones.

Via Nikkei

Sabe quem fez o unboxing do Nintendo Wii U? Ele mesmo: Satoru Iwata!

by

Nada melhor do que colocar aquele que manda para mostrar as maravilhas de desempacotar o produto que está vendendo, não é mesmo? Nesse aspecto, a Nintendo é o melhor exemplo que podemos ilustrar dentro da sentença anterior. Na impossibilidade de estar presente nos Estados Unidos para o lançamento do Nintendo Wii U no país, o presidente da Nintendo, Satoru Iwata, decidiu fazer o unboxing oficial do produto, na versão Deluxe Set, que custa lá fora US$ 349.

Iwata realizou o unboxing através de um webcast via uStream, apresentando todos os itens que estarão disponíveis para o usuário assim que o console chegar em sua casa. Alguns itens extras da versão (o cradle de recarga do GamePad, 32 GB de armazenamento interno e uma cópia do jogo Nintendo Land, entre outros) já foram detalhados em outras oportunidades. Mas um detalhe chama a atenção: reparem que Iwata levou o unboxing muito a sério, a ponto de usar luvas para gravar o vídeo. O objetivo? Não deixar marcas de dedos na carcaça do produto, que está em black piano.

Outro detalhe interessante está no design do produto. Até parece que a Nintendo não fabricou um videogame, e sim, um dispositivo eletrônico de entretenimento. Talvez isso aconteça porque a nossa vista está acostumada com os consoles maiores, como o Xbox 360 e o PlayStation 3. A sua embalagem lembra bastante a caixa do Nintendo Wii, mas logo de cara é possível ver as primeiras mudanças, principalmente na fonte de alimentação, que vem em um tamanho maior que o esperado.

Uma novidade que só foi descoberta com o unboxing de Iwata é que o Wii U vai suportar até 12 perfis individuais, cada um com suas preferências e ajustes, incluindo o histórico e os favoritos do navegador de internet. O executivo também revelou dados sobre o microfone que chegará como acessório, que além de poder ser integrado ao GamePad, é compatível com o novo serviço de Karaokê, que vai oferecer mais de 90 mil canções, a um preço de US$ 25/trimestral.

De qualquer forma, o Nintendo Wii U é o primeiro console a contar com uma tela touchscreen de 6.2 polegadas, conectividade NFC e controle remoto para a TV. É também o primeiro de uma nova geração de consoles de games, e a Nintendo espera vender aproximadamente 5.5 milhões de unidades do novo videogame, além de 24 milhões de jogos até o final do primeiro semestre de 2013. Um indício que eles podem ser otimistas com as suas vendas é que a pré-venda do Wii U já está esgotada.

Vídeo abaixo.

Nintendo torna oficial o 3DS XL, com tela de 4.88 polegadas

by

A Nintendo fez de novo. Seguindo a sua política de atualizações para os seus consoles portáteis, a fabricante japonesa lançou uma versão renovada do seu popular console com tela 3D sem óculos, através do Nintendo 3DS XL (ou 3DS LL, no Japão), que possui uma tela 90% maior do que o modelo original.

Esse é mais um ciclo de mudança da Nintendo entre várias registradas nos últimos 15 anos. Se antes eles pensavam em consoles portáteis com tamanhos avantajados, e passaram para modelos com dimensões “Lite” ou “Pocket”, a tendência se inverteu novamente. Dispositivos com telas enormes, destacando o aspecto visual.

Com uma tela 3D sem óculos como a do seu predecessor, mas com 4.88 polegadas de diagonal e uma tela touch inferior de 4.18 polegadas, o novo Nintendo 3DS XL possui (virtualmente) o dobro do tamanho do original, e esse novo tamanho permitiu que a Nintendo adicionasse algumas melhorias interessantes para o usuário.

Para começar, o 3DS XL terá uma autonomia de bateria superior a aquela que encontramos no 3DS original, passando de 3 a 5 horas de uso médio para 3.5 a 6.5 horas de jogos no console. Esse aumento é marcado pelo maior espaço para alojar uma bateria com maior tamanho. Por outro lado, se utilizamos jogos do “antigo” Nintendo DS, vamos obter duas horas a mais de autonomia de bateria, passando de 5 a 8 horas do modelo anterior para 6 a 10 horas do modelo atual.

Outra das novidades planejadas para atrair o consumidor é que a Nintendo vai incluir no pack da nova versão do portátil um cartão SD de 4 GB para salvar partidas ou jogos baixados na eShop, contra o SD de 2 GB que inclui o modelo atual. E algo exclusivo para aqueles que vivem na parte ocidental do planeta: ainda que os usuários japoneses vão receber o console sem adaptador para energia elétrica (para cortar os custos no valor final; o carregador pode ser adquirido em separado ou pode utilizar o carregador do 3DS original), nos Estados Unidos, o Nintendo 3DS XL será vendido com o seu respectivo adaptador AC.

A má notícia? A Nintendo decidiu não incorporar o segundo stick analógico nessa nova versão do portátil, o que significa que provavelmente eles vão lançar uma versão atualizada do seu Circle Pad, que é capaz de se adaptar ao chassi de maior tamanho da versão XL.

O Nintendo 3DS XL chega ao mercado no dia 28 de julho, no Japão e na Europa, com três opções de cores (Branco, Vermelho e Preto e Prata e Preto). Nos Estados Unidos, o console portátil estará disponível no dia 19 de agosto, em versões nas cores Preto, Preto e Azul e Preto e Vermelho. Seu preço sugerido é de US$ 199,99.

Via Gizmologia

Nintendo considerou descartar a tela secundária do Wii U por causa do seu preço

by

Ainda que as duas telas do Wii U (a TV e a do GamePad) nos pareçam interessantes e uma parte fundamental do conceito do console, a Nintendo esteve a ponto de descartar esta ideia aparentemente tão básica.

O presidente da empresa, Satoru Iwata, comentou ao jornal The Telegraph que “quase desistimos da ideia de uma tela adicional” durante as discussões finais sobre o console, devido “a nossa preocupação pelo elevado custo de desenvolvimento e fabricação”.

Agora que já estamos acostumados ao conceito da tela dual do Wii U, é até curioso tomar conhecimento dessa preocupação só agora. E por causa dessa informação, concluímos que a Nintendo conseguiu desenvolver uma tecnologia econômica o suficiente para vender o console a um preço “razoável” (apesar do seu preço não ter sido revelado).

Via Joystiq e The Telegraph

Atualização do Nintendo 3DS vai incorporar pastas ao firmware do console portátil

by

A notícia surgiu durante o evento Nintendo Direct. No palco estava Satoru Iwata, que revelou que os usuários do Nintendo 3DS finalmente poderá organizar os seus ícones em pastas e, além disso, não terão que esperar muito por essa funcionalidade. Isso será possível com uma atualização do firmware do console, que será distribuído no dia 25 de abril. Desse modo, os proprietários do 3DS poderão organizar os seus jogos da forma que melhor convir, e reunir até 60 jogos por pasta. Iwata também revelou o lançamento de novos jogos, como New Super Mario Bros 2, ou Tobidasse Doubutsu para o 3DS, além de uma compilação do Kirby para o Wii.

Via Joystiq

Novas da Nintendo: Nintendo Network é oficial, e o controle do Wii U contará com NFC

by

Algumas notícias da Nintendo. A primeira é o lançamento da Nintendo Network. Segundo Satoru Iwata, CEO da Nintendo, a nova rede vai oferecer “a competição e a comunicação entre os usuários, assim como a venda de conteúdo digital”, e no caso do Wii U, chegará com contas pessoais. Iwata afirmou também que a rede permitirá não apenas o download de conteúdo adicional, como também de jogos completos.

“Foi um produto que começamos a concebê-lo com o design do Nintendo 3DS, mas agora, temos a infraestrutura suficiente para disponibilizá-lo. Preparamos a mesma infraestrutura para o Wii U, mas não sabemos quando a lançaremos para o console”, completa Iwata. Para mais detalhes do projeto, clique aqui.

A segunda notícia está diretamente ligada ao Wii U. Satoru Iwata acrescentou novas informações sobre o console, e a grande novidade é que os controles do novo console contará com o recurso NFC. Com esta tecnologia, o produto será capaz de “ler e gravar dados via NFC sem a necessidade de contato, expandindo assim um novo formato no mundo dos videogames”. A melhor parte é que o recurso estará habilitado para jogos e pequenos pagamentos.

Via Joystiq e Nintendo

Nintendo Wii U será lançado no final de 2012

by

Uma notícia rápida, mas relevante. Se você era um daqueles que estavam impacientes pelo lançamento do Wii U, é bom começar a preparar a sua carteira ou cartão de crédito, além de arranjar uma boa dose de paciência. Satoru Iwata, CEO da Nintendo, acaba de confirmar que o seu novo console não chegará oficialmente na Europa, EUA, Austrália e Japão antes do final de 2012, aproveitando assim a época das vendas de Natal. Bom, como quem disse foi o chefão, começa a guardar o dinheiro desde já.

Via ABC

Vitaly Sensor para Nintendo Wii medirá em breve o seu estado de saúde

by

Você se lembra do Vitaly Sensor que a Nintendo apresentou faz tempo? Depois de muitos Power Points do produto e rumores sobre seu lançamento que nunca se concretizaram, Satoru Iwata, presidente da Nintendo explicou em uma reunião financeira da empresa que os atrasos no lançamento do acessório se devem “às diferenças na informação biológica nos humanos”, mas confirmou o lançamento do produto tão logo eles consigam fazer com que ele funcione em 99% da população. Ou seja, seguimos sem datas previstas para o seu lançamento.

via Joystiq

[games] Fotografaram um cartucho do Nintendo 3DS, e já se fala de se usar o console como leitor de e-books

by

A E3 2010 acabou, mas isso não quer dizer que as notícias relacionadas aos lançamentos da semana passada desapareceram. Além do 3DS, a Nintendo também exibiu na feira um cartucho para o seu novo console portátil. Pelo o que podemos ver, ele é muito parecido com o cartucho do Nintendo DS atual, contando com uma pequena extensão na parte superior (lembrando que os cartuchos do DS funcionam no 3DS sem problemas). Além disso, as caixas dos cartuchos são menores.

Além disso, Satoru Iwata, CEO da Nintendo, disse em uma entrevista à Nikkei que a conexão sem fio do 3DS tornará possível o download automático de jornais, revistas e até livros. Isso faz com que o videogame portátil entre de cabeça no mundo dos leitores de e-books, tornando seu mercado mais amplo.

Fonte

[notícias] Satoru Iwata garante que não há a necessidade de renovar o Nintendo Wii

by

A Nintendo sempre atrai uma porção de rumores para o mundo dos games. E na E3, isso não foi diferente. Muito se falou de um modelo de alta definição, mas nada foi apresentado. Se bem que, no mundo, enquanto há vida, há esperança, mas pelas palavras de Satoru Iwata, mudanças não virão tão cedo.

O presidente da Nintendo confirmou que não há planos de mudar o Nintendo Wii por enquanto: “a necessidade vai chegar, mas não de forma imediata”, declarou Iwata. É evidente que um console que não oferece gráficos HD, e ainda assim tem uma ótima cota de mercado, não precisa de mudanças. Mas todo geek sonha com maiores possibilidades deste console.

Fonte

[notícias] Nintendo elege a Apple como seu inimigo número um

by

A Nintendo está mudando de opinião, e agora está bem esperta com a concorrência que a rodeia. Ainda mais quando esta concorrência é a Apple, a mesma que é a dona do sistema operacional iPhone OS, que a Nintendo dizia que não era uma plataforma boa para games… mas que, não obstante, o seu chefão (a.k.a. Satoru Iwata) já traz um discurso de tom bem diferente.

As palavras do presidente da Nintendo ao Times Online foram de que ele (Satoru) vê a Apple como “inimigo número um” da Nintendo na concorrência. Comenta também que a Sony e seu PSP já são uma batalha vencida, e que o passo seguinte está muito além do sofá e do controle dos jogos. Não há dúvidas de que a Apple está tentando ser bem sucedida neste mercado com a sua plataforma móvel, mas é bem difícil de se pensar que eles vão dar um salto para o mundo dos games em larga escala. Se bem que “é bom não dar ideias” para a Apple, não é mesmo?

Fonte