Arquivo para a tag: resistência à água

iPhone 7 e garantia: algo que você deve ter em mente

by

iphone-7-e-iphone-7-plus-teaser

Os novos iPhone 7 e iPhone 7 Plus recebem a certificação IP67, oferecendo assim uma resistência à água e poeira. Porém, a própria Apple coloca letras miúdas sobre esse tema, que implicam diretamente na garantia do produto.

Garantia do iPhone 7: sempre leia as letras pequenas

Segundo informa a Apple:

“O iPhone 7 e iPhone 7 Plus são resistentes à gotas de água, imersões, água e poeira. Foram testados em condições controladas de laboratório e alcançaram uma qualificação IP67, de acordo com a norma IEC 60529. Porém, esta resistência não é algo permanente, e pode diminuir como consequência do desgaste normal do uso. Não  tente recarregar um iPhone molhado; consulte o guia do usuário para obter instruções de limpeza e secagem. Os danos causados por líquidos não estão cobertos pela garantia.”

Ou seja a Apple não vai cobrir danos por líquidos na garantia, mesmo com os novos iPhones recebendo certificação IP67. Logo, é mais que recomendado você tratar o seu futuro smartphone com especial cuidado, e evitar que ele receba qualquer banho ou mergulho, apesar de que, em teoria, eles podem resistir sem problemas.

Por outro lado, no site oficial da Apple, também fica claro que o modelo em cor preto bulhante pode sofrer micro arranhões pelo uso normal, recomendando o uso de um case oficial.

Via SlashGear

Samsung Galaxy S7 Active falha no teste de imersão de água

by

Samsung Galaxy S7 Active

O recém apresentado Samsung Galaxy S7 Active foi vendido como um smartphone muito mais resistente à quedas e resistência à água. Resistente à quedas, o dispositivo é, sem sombra de dúvidas. Porém, o Consumer Reports teve uma desagradável surpresa ao testar a imersão na água, uma vez que os modelos utilizados ficaram danificados.

Antes de acusarem a Consumer Reports de parcialidade, é preciso deixar claro que na sua lista de dispositivos recomendados está os modelos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge, e o Samsung Galaxy S7 Active ia entrar nessa lista, até a falha nesse teste.

O vídeo no final do post mostra como o Samsung Galaxy S7 Active é submergido em uma câmera que simula a pressão existente em 1.5 metros de profundidade, ficando lá por 30 minutos, limites indicados pela Samsung nas especificações de resistência à água do dispositivo.

 

O resultado salta aos olhos… negativamente.

Os dois modelos testados ficaram danificados, e não apenas na tela, mas também com restos de água presentes na área das lentes das duas câmeras no segundo modelo, além de resquícios de líquidos no slot SIM.

Diante dos fatos, a Samsung informa que está investigando o ocorrido, e comentou que infelizmente existe a possibilidade de se tratar de duas unidades defeituosas, podendo ser assim um fato isolado.

Mesmo assim…

 

Via SlashGearConsumer Reports

Como seria um iPhone resistente à água?

by

iphone-agua-resistente

Um dos grandes sinais de identidade dos smarphones da Sony é a sua resistência à água. Porém, tal detalhe parece não ser de agrado da Samsung, que retirou essa opção dos seus últimos lançamentos. Para muitos usuários, esse é um fator importante, e pode ser que os futuros iPhones recebam essa mesma proteção.

Uma nova solicitação de patente da Apple descreve uma série de métodos para oferecer essa proteção. Se veremos isso algum dia em um iPhone, não dá pra dizer. Mas a possibilidade se encaixa com a filosofia de Tim Cook e sua equipe.

A patente indica como uma das opções baseadas em aplicar um revestimento de certos componentes internos – como a placa-mãe de um dos chips integrados – como uma capa hidrofóbica, algo que algumas empresas já fazem. A aplicação dessa capa quase não adiciona espessura ao conjunto resultante, o que faria com que o design externo praticamente não fosse afetado.

650_1000_patente-apple-agua

O documento da Apple fica claro que a proteção contra interferências eletromagnéticas (EMI) de seus dispositivos (iPhone, iPad ou MacBook) se mantrá, mas isso não vai impedir que essa proteção à água seja aplicada. Mesmo assim, parece que contar com as duas opções integradas no dispositivo podem apresentar problemas que precisam ser corrigidos.

Um deles é a proteção dos conectores soldados e expostos no circuito, que podem ser isolados graças ao uso de proteções de silicone no ponto em que ele se conecta nas placas. A patente, solicitada pela primeira vez em março de 2014, ainda não recebeu a aprovação da USPTO, mas temos que levar em consideração que essa funcionalidade só estará disponível nos futuros dispositivos da Apple (e em um futuro a longo prazo).

Via TechCrunchUSPTO