Arquivo para a tag: ReinoUnido

Seu vício por gadgets não é bem visto nesse parque nacional

by

Tech_Creche_family_

O parque nacional de New Forest, em Hampshire (Reino Unido) criou a Tech Creche, um serviço que faz com que todos aqueles que visitam o parque deixem os seus gadgets em consignação, de modo que efetivamente entrem e aproveitem as belezas que o local tem a oferecer.

A desconexão chega a tal ponto, que eles até pedem as chaves do carro ao entrar no parque, sugerindo ao visitante que use os ônibus disponíveis para passeio, ou que faça uma caminhada pelo local, ajudando assim a reduzir o impacto ambiental. O objetivo é oferecer a chance de aproveitar a natureza, sem qualquer tipo de distração.

A iniciativa levanta a questão: sabemos realmente nos desconectar da tecnologia? E principalmente: estamos dispostos a fazer isso?

 

Via The Verge

O OwnPhone é o primeiro telefone em braile a chegar no mercado

by

ownfone

Colocando as coisas nos seus devidos lugares: o OwnPhone não é o primeiro telefone em braile, mas sim o primeiro telefone em braile a chegar ao mercado. Bom, é isso que os seus criadores também garantiram, quando anunciaram o telefone da foto acima.

O produto começa a ser vendido no mercado britânico, e conta com a ajuda de uma impressora 3D para customizar os nomes impressos nos seus grandes botões. O usuário poderá entrar em contato com até quatro contatos mais usados, bastando apenas ler o nome impresso e pressionar aquele que lhe interessa para realizar a chamada naquele momento.

Por enquanto, o OwnPhone é um produto exclusivo para o Reino Unido, e o seu preço sugerido é de aproximadamente 74 euros. Esperamos que seus criadores se interessem no lançamento do produto em outros países. Seria um produto bem útil para muita gente. Ainda mais em tempos onde a maioria dos smartphones usam uma tela sensível ao toque, com sistemas operacionais não tão amigáveis para os deficientes visuais.

Via OwnPhone

Espionagem britânica teria acessado milhões de imagens de webcams de usuários do Yahoo

by

yahoo-desperate

Segundo informa o diário britânico The Guardian, o Quartel General de Comunicações do Governo do Reino Unido (GCHQ) teria armazenado milhões de imagens capturadas pelas câmeras dos usuários do Yahoo. Posteriormente, estas imagens eram revisadas por um software de reconhecimento facial, para descobrir as pessoas de interesse do governo, associando os rostos com nomes de usuários armazenados em uma base de dados.

A informação foi revelada por ninguém menos que Edward Snowden para o jornal, que também revela que a GCHQ interceptou imagens de videoconferências do Yahoo de forma massiva, inclusive as conversas realizadas via Yahoo Messenger. O programa, batizado com o nome de código “Optic Nerve”, capturou em seis meses imagens de mais de 1.8 milhão de usuários do Yahoo em todo o planeta, cujas características foram cruzadas com os registros internos da GCHQ, em busca de possíveis objetivos.

Segundo Snowden, “infelizmente (…) parece que um número surpreendente pessoas usam as conversas por webcam para mostrar as partes íntimas do seu corpo para outra pessoa”, e tal informação estão nos documentos internos da GCHQ. O carnaval de perversão pela web era tão grande, que a agência introduziu uma série de medidas para proteger esses usuários na medida do possível de eventuais aparições de imagens explícitas.

Mais uma vez, a Yahoo (que a algum tempo anunciou que iria reforçar as medidas de segurança, para proteger os seus usuários), declarou que não tem conhecimento desse programa, enquanto que a GCHQ não comenta o assunto. Os dados internos publicados pelo The Guardian indicam que a Optic Nerve esteve em atividade durante o ano de 2008, mas sem informações mais recentes, e com as autoridades mantendo uma política de silêncio oficial, é impossível dizer se o projeto segue ativo.

Via The Guardian

Xbox One entra na vibe “bling bling”, com uma edição chapeada a ouro

by

xboxone_gold_

Por mais que, inicialmente, essa não seja mais do que uma mera curiosidade, que mais um produto recebe esse adorno de luxo, o fato é que aparentemente temos um mercado para os gadgets com produtos em tom dourado. Que estão se tornando cada vez mais comuns. A última empresa a apostar nesse segmento exclusivo é ninguém mais, ninguém menos que a Microsoft, que contando com a famosa joalheria londrina Harrods, lançou o exclusivo Xbox One chapeado a ouro 24 quilates. Com um acabamento como esse, o seu preço não é nada barato: nada menos que 6 mil libras (ou 7.110 euros, ou US$ 9.799). É para poucos.

Via Joystiq

Microsoft e Telefónica fecham parceria para impulsionar o Windows Phone na Europa e América Latina

by

Windows-Phone-8-800x510.jpg

O dia de hoje não é marcado apenas pelo jogo Brasil vs Uruguai, válido pela semi-final da Copa das Confederações FIFA 2013. Hoje (26) acontece a BUILD 2013, evento da Microsoft dedicado aos desenvolvedores para as plataformas Windows 8 e Windows Phone 8. e novidades interessantes devem ser anunciadas de hoje até a próxima sexta-feira (28). Uma dessas novidades envolve a expansão do Windows Phone no Brasil, de forma direta.

A operadora espanhola Telefónica (no Brasil, Telefonica/Vivo) anunciou que fechou uma parceria com a Microsoft, que tem como principal objetivo impulsionar as vendas dos smartphones com Windows Phone na Europa e América Latina. Para ser mais específicos, a operadora cita os mercados da Espanha Reino Unido e Alemanha na Europa, e México, Chlie e Brasil, na América Latina, como principais alvos das duas empresas.

O comunicado é conjunto, e ainda informa que a Telefónica vai oferecer nesses países smartphones com os serviços integrados da Microsoft, como o Office 365, SkyDrive e Xbox Live. E como bem sabemos, a única plataforma que apresenta esses serviços de forma combinada ainda é a do Windows Phone. O objetivo da dupla é claro: romper o “dupólio” (nem sabia que essa palavra existia) atual do Android e do iOS.

Na prática, não sabemos exatamente o que muda para o consumidor final. Será que teremos um volume maior de produtos com Windows Phone nas lojas da Telefonica/Vivo? Nem Telefónica, nem Microsoft entram em maiores detalhes sobre o assunto.

Via Telefónica, Engadget

Apple vai ter que reescrever a sua mensagem em seu site que afirma que a Samsung não copiou o iPad (ATUALIZADO)

by

Parece que o pedido de desculpas da Apple para a Samsung, afirmando que os coreanos não copiaram o iPad em seu site no Reino Unido não foi algo que podemos chamar de “sincero”, e um tribunal britânico decidiu que pensa da mesma forma nesse quesito. Tanto, que a empresa de Tim Cook vai ter que reescrever esse pedido de desculpas, de forma que ele seja menos cínico e sarcástico. Ou algo minimamente respeitoso. Enfim…

Para quem não se lembra mais sobre o que aconteceu no Reino Unido, um juiz britânico decidiu que a Samsung não copiou o iPad por considerar que o Galaxy Tab 10.1 “não é tão legal para isso”, e obrigou a Apple a publicar uma mensagem em seu site oficial no país e em outros veículos de imprensa, afirmando que a empresa coreana não copiou o seu design ou o produto em questão. Muito bem, a Apple cumpriu com a decisão, publicando a mensagem em seu site britânico, mas com um texto que mais exprime revolta e sarcasmo em suas declarações, do que um pedido de desculpas objetivo, atacando a Samsung e inferiorizando o Galaxy Tab, enaltecendo o iPad.

A justiça britânica não gostou nada disso, e tomou providências. O site do The Guardian informa que o tribunal de apelações, chefiado pelo juiz Robin Jacob, se manifestou contrária ao conteúdo da mensagem redigida, e notificou a Apple, exigindo que a empresa altere o conteúdo da carta publicada, não só no seu conteúdo, mas também no seu formato, colocando uma fonte “com tamanho mínimo de 11 pontos”, para que qualquer pessoa dita normal consiga ler de forma clara o seu conteúdo.

A Apple tem 48 horas para modificar a carta, que precisa permanecer online em seu site até o dia 14 de dezembro. Como era de se esperar, a empresa criadora do iPad protestou, argumentando que eles precisam de, pelo menos, duas semanas para publicar um novo comunicado. Isso é até compreensível, levando em conta que dessa vez eles precisam ter um maior cuidado com as palavras, para não cair em novas armadilhas jurídicas. Mas os juízes britânicos não querem nem saber, e agora, a Apple corre contra o tempo para resolver o assunto. E lá vai a equipe de advogados de Tim Cook, trabalhando em pleno final de semana.

Esse é um dos contornos ridículos que a “guerra de patentes” oferece ao público como consequência. De novo, as empresas investem mais dinheiro nas confusões dos tribunais do que no desenvolvimento de produtos interessantes para o consumidor. O resultado? As situações patéticas que vemos de tempos em tempos. De qualquer forma, o comunicado (que pode já estar alterado, dependendo da data que você está lendo esse post), pode ser encontrado no seu original na página da Apple no Reino Unido.

ATUALIZADO em 02/11, 12h54: o novo “pedido de desculpas” da Apple (entre aspas, pois é apenas uma declaração formal da decisão do juizado britânico) já foi publicado nos principais veículos do Reino Unido. Abaixo, você vê a foto publicada por Simon Wells em sua conta no Twitter, do comunicado publicado hoje (02) no jornal The Guardian.

Via

ZTE Grand X, o Android avançado com preço acessível chega ao mercado europeu

by

Não resta dúvidas que a ZTE está fazendo direitinho a lição de casa para ser uma das fabricantes que mais vendem celulares no mundo. E o próximo passo deles é conquistar o mercado europeu, com o ZTE Grand X.

O smartphone se apresenta como um dos modelos mais ambiciosos da empresa, como um dos smartphones para jogos mais completos do momento, mas eles não perdem o foco de oferecer um smartphone potente, mas com preço competitivo. Suas especificações não mudam muito daquelas apresentadas pelo T82 com LTE que conhecemos a algumas semanas: tela LCD de 4.3 polegadas (resolução qHD), processador Tegra 2 de dois núcleos de 1 GHz, 4 GB de memória interna (expansível via slot para cartões microSD), 512 MB de RAM, câmera traseira (5 MP) e frontal (VGA) e Android 4.0 em estado puro, sem customizações.

Seu preço no Reino Unido é de 190 libras (ou US$ 298). Um valor bem honesto para esse conjunto de hardware e software.

Via Engadget

Reino Unido obriga a Apple a reconhecer publicamente que a Samsung não copiou o iPad

by

A tumultuada relação entre Apple e Samsung continua rompendo fronteiras ao redor do mundo, e tomando um viés cada vez mais surreal. Dessa vez, temos mais uma decisão judicial que, honestamente, é difícil de avaliar o nível de bizarrice da sentença.

A justiça britânica está plenamente convencida que o Samsung Galaxy Tab 10.1 não copia o design do iPad, e vocês já sabem o motivo (só pra lembrar: o juiz do caso disse que “o Galaxy Tab 10.1 não é tão legal assim para copiar o iPad”). Porém, Colin Briss, o juiz que analisa a disputa das duas empresas no país, decidiu levar a sua decisão um pouco mais além, obrigando a Apple a anunciar, pública e claramente, que a Samsung não copiou o design do iPad. E tal pronunciamento deve acontecer tanto na página da empresa de Cupertino, como também em diversos veículos de comunicação, como jornais e revistas britânicos. Isso tudo é para ajudar a desmistificar a má imagem que se criou em torno do tablet da empresa sul-coreana por causa desse tema. Ao que parece, a mensagem online deve permanecer no portal da Apple durante um período de, pelo menos, seis meses.

Olha, a medida é patética. Todos sabem o quanto eu sou contra a “Guerra das Patentes”, e o quanto eu acho ridícula a postura dos fabricantes que usam de tal expediente para retirar o produto do rival do mercado, para dominar o mesmo mercado como “dono absoluto”, sem nenhum tipo de concorrência. Por outro lado, as decisões judiciais sobre a questão reforçam o quão ridícula essa disputa é.

Com todo respeito, mas é mais fácil porcos voarem do que a Apple aceitar tal condição. Mais capítulos dessa novela em breve.

Via Business Insider

Lenovo IdeaPad Yoga faz mais uma aparição na Inglaterra

by

Certamente você se lembra bem do IdeaPad Yoga. Esse tablet-ultrabook com Windows 8 foi visto na CES 2012, contando com um teclado que pode ser movido para a parte traseira, de acordo com a necessidade do usuário. Pois bem, agora o dispositivo aparece no Reino Unido, permitindo saber que já é possível ser encontrado na sua configuração mais básica nas estantes britânicas por um preço de US$ 1.897 (ou 1.199 libras), enquanto que a versão com o processador Core i7 alcança a expressiva marca de US$ 2.380 (ou 1.500 libras).

O curioso Yoga não chega sozinho. Além dele, novos modelos de produtos que também foram anunciados na CES 2012, como os notebooks U310 e U410, além do computador All in One A720, com preços iniciais de US$ 949 e US$ 2.055, respectivamente. Não há informações de sua distribuição em outros países.

Via Engadget

Usuários do iPhone se conectam em dobro nas redes Wi-Fi do que os do Android

by

Um curioso estudo feito nos Estados Unidos e Reino Unido revela que os usuários do iPhone são mais propensos a se conectarem nas redes Wi-Fi com os seus dispositivos do que o Android. Segundo os dados da ComScore, nos Estados Unidos 32% dos usuários do Android se conectam nas redes Wi-Fi, enquanto que 71% dos usuários do iPhone adotam isso como prática habitual.

No Reino Unido, os números se repetem, mas com uma diferença menor: 87% dos usuários do iPhone se conectam à internet via Wi-Fi, enquanto 57% dos usuários Android fazem o mesmo.

Mas… qual seria o motivo para tamanha diferença? O estudo não mostra isso, mas tudo indica que o menor número de ofertas de tarifas do plano de dados no Reino Unido (diante de uma maior oferta nos Estados Unidos) podem explicar o uso maior do Wi-Fi na terra da Rainha. Outra pergunta que não quer calar é: por que usar a conexão móvel, quando você tem um Wi-Fi ao seu dispor? Aqui, podemos especular que alguns usuários vão preferir usar as redes LTE “se as condições forem boas”.

Outro argumento é que a conexão do iPhone em uma rede Wi-Fi é mais simples que o Android e, por fim, se especula que todo esse cenário pode ser uma consequência da ampla cota de mercado do Android. Ou seja, mais usuários, mais gente menos habilidosa no manejo dos dispositivos. E, nesse caso, a conexão mais simples e direta é a do plano de dados.

Via Mashable

ZTE Light Tab 2 (V9A) é lançado na Europa

by

A ZTE não se destaca por oferecer tablets “top”, mas para aqueles que buscam soluções mais baratas, ela é uma marca a se considerar. Por isso, destacamos o lançamento na Europa do Light Tab 2 (V9A), um modelo de 7 polegadas, que lembra muito o Light Pro, mas que conta com algumas melhorias em sua tabela de especificações, como a inclusão de um processador de 1.4 GHz, e o sistema operacional Android Gingerbread. Além disso, o tablet conta com conectividades WiFi e 3G, câmera de 3 e 0.3 MP (traseira e frontal, respectivamente) 4 GB de armazenamento, slot para cartões SD e uma bateria com autonomia de uso prometida de até 5 horas e meia de reprodução de vídeos.

O produto foi lançado inicialmente no Reino Unido, e deve ser apresentado de forma mais formal durante a MWC 2012.

Via Engadget

Samsung Galaxy Tab 10.1 se disfarça de guia turístico no London Eye

by

Como se as visitas ao London Eye não fosse um dos programas mais legais para turismo na capital britânica, a Samsung ainda dá uma força para todo geek se interessar pelo local, com a ajuda do Galaxy Tab 10.1. Tal como você leu no título, a fabricante sul-coreana se aliou com a organização do local para distribuir nada menos que 192 unidades dos seu tablet entre as 32 capsulas que compõem a atração.

O tablet vai exercer a função de guia turístico, para que os passageiros possam interagir com o local, ver imagens de setores diferentes, em diferentes horas do dia, ou acessar informações detalhadas sobre os principais monumentos da cidade. Fica a pergunta: quantos dos visitantes terão que repetir a viagem por causa do entusiasmo em usar o tablet e, por tabela, se esquecer de desfrutar o cenário maravilhoso do rio Tâmisa?

Via SlashGear

ZTE Tania, com Windows Phone, é lançado no Reino Unido

by

Seu primeiro objetivo foi conquistar o continente asiático, e agora, o smartphone com Windows Phone econômico da ZTE quer fazer o mesmo na Europa, começando pelo Reino Unido. O ZTE Tania foi lançado na terra da Rainha, e chega com as mesmas linhas arredondadas e Windows Phone mango que podem fazer sucesso por lá, principalmente junto ao público que quer contar com um telefone com um contrato mensal variando entre 10 e 20 libras.

O telefone possui tela de 4,3 polegadas, com resolução WVGA (800 x 480), processador mononúcleo de 1 GHz, 512 MB de RAM, 4 GB de armazenamento interno e uma câmera traseira de 5 MP. Uma boa opção para o uso diário. Será que algum dia ele chega no Brasil?

Via Engadget

Orange Tahiti é um tablet que quer conquistar o mercado britânico

by

A Orange não quer ficar para trás no universo dos tablets, e se uniu com a Huawei para lançar o seu próprio dispositivo. O tablet Orange Tahiti tem tela de 7 polegadas, e lembra o MediaPad, que foi lançado em Cingapura no ano passado.

O dispositivo possui um processador Qualcomm dual core 8260 de 1.2 GHz, 512 MB de RAM, 8 GB de armazenamento interno, sistema operacional Android Honeycomb e um slot para cartões microSD. Tudo isso, em um produto com espessura total de 11 mm, e peso de 390 gramas.

O modelo já estreia cheio de conexões, como WiFi n, Bluetooth 2.1 e 3G, além de portas mini HDMI e porta micro USB. Até segunda ordem, o Tahiti será oferecido na divisão britânica da operadora, com diferentes planos de preços, a partir de 70 libras, com um contrato de 25 libras mensais.

Via RegHardware

Galaxy Nexus na cor branca chega ao mercado em fevereiro

by

Se você anda suspirando por um Galaxy Nexus, fique sabendo que alguns lugares do planeta contam com a sorte de, além de poder comprá-lo, poder escolher qual a cor que vai utilizar. Os usuários do Reino Unido poderão escolher a versão na cor branca do smartphone a partir do próximo dia 6 de fevereiro, na rede de lojas Clove Technologies, que já aceita pedidos do modelo com 16 GB de armazenamento, com preço de 498 libras (ou US$ 770). A boa notícia é que a loja aceita pedidos de todo o planeta.

Via Android Central

Notebook Acer TravelMate 8481 chega ao Reino Unido

by

A Acer anunciou oficialmente o lançamento do notebook TravelMate 8481, que foi visto pela primeira vez no mês de maio, na Computex. O produto sofreu um pequeno atraso no seu lançamento (estava previsto para o meio do mês de junho), mas agora ele se torna oficial, com suas primeiras unidades chegando aos distribuidores britânicos até o final do mês de agosto, com preço inicial de 699 libras (ou 800 euros).

Relembrando as especificações do TravelMate8481: ele tem processador Sandy Bridge (Intel Core i7 com Turbo Boost), placa gráfica Intel HD 300 ou GeForce GT520M, tecnologias Optimus e WiDi, 8 GB de RAM, até 320 GB de HD, USB 3.0, Bluetooth 3.), leitor de digitais e autonomia máxima de bateria de até 13 horas.

via Acer

Acer Predator G5910 chega ao Reino Unido, com até 8 TB de armazenamento

by

A toda poderosa família de desktops Predator da Acer tem um novo membro, o G5910. O modelo chega ao Reino Unido com opções de processadores quad-core Core i5 e i7, até 16 GB de memória RAM, 10 portas USB 2.0, um leitor de cartões, duas baias de discos rígidos intercambiáveis e até 8 TB de armazenamento, repartidos em quatro unidades SATA.

Sobre sua parte gráfica, a Acer só informa que o desktop será compatível com placas gráficas NVIDIA GeForce, AMD Radeon e NVIDIA 3D Vision. Além disso, ele é compatível com o sistema de overclock Extreme Tuning Utility, da Intel. Preço de 600 libras, com disponibilidade prevista para o meio de julho.

via Acer

Um telefone chamado Barcelona aparece na loja Orange do Reino Unido

by

Com um ar de BlackBerry um novo smartphone com nome Barcelona foi visto na loja da Orange no Reino Unido. Esse telefone, com teclado QWERTY físico chegará com Android 2.2 (Froyo), conectividade HSDPA, GPS, Orange Maps, sintonizador de rádio FM e câmera de 3.2 MP. Sua tela touch TFT mede 2,6 polegadas, e o telefone tem apenas 9,9 mm. Interessou? Pois é, por enquanto é exclusivo da Orange.

via Unwired View

Xperia Play de cor branca: por enquanto, exclusivo para a O2 do Reino Unido

by

Desde o seu lançamento, a Sony Ericsson sinalizava que o esperado PlayStation Phone também estaria disponível na cor branca (e o modelo até foi visto nas mãos de alguns executivos da empresa durante a MWC). Agora, temos a confirmação que a operadora britânica O2 vai comercializar, de forma exclusiva (por enquanto) o Xperia Play na cor branca. Mais detalhes não foram informados, mas esperamos que este modelo chegue em breve para cá (ou, pelo menos, em algum momento futuro).

via Engadget

George, um robô de 60 anos que nos transporta para outra época

by

Vamos apresentar para vocês o George, um robô magro, de 1m80 de altura, e fabricado na década de 50, com os restos de um bombardeiro. Nosso amigo aqui é controlado à distância, e é obra de Tony Sale (sim, amigos… quase Tony Stark), que decidiu reativar o velho amigo, que estava parado há 45 anos. Um pouco de óleo aqui, uma troca de baterias ali, alguns poucos ajustes, e tudo pronto para que o nosso amigo robô voltasse à vida de forma plena. Agora, George terá uma nova casa: o National Museum of Computing, em Buckinghamshire, Reino Unido. Abaixo, vídeo de Tony e George, criador e criatura. Tecnologia para você se emocionar no final do ano.

Fonte