Arquivo para a tag: recursos

Como tornar a tela de início do Windows 8 algo realmente útil?

by

xxoc6vsiqyyuhzklfivj

A tela inicial do Windows 8 (estilo Metro) não é perfeita, mas com alguns poucos ajustes e alguns downloads ela pode ser bem útil. Nesse post, temos algumas maneiras de tornar essa tão polêmica tela algo mais funcional e interessante.

Adicionar widgets e acessos diretos, com o Start Screen Unlimited

n9y0ovmegerohrgtedqf

Os widgets do desktop desapareceram no Windows 8, mas existem alguns itens básicos que podemos trazer de volta, com a ajuda de software de terceiros. O Start Screen Unlimited adiciona widgets que mostram o status da bateria, informações sobre o WiFi, atalhos para desligar o computador, um pequeno calendário, entre outros.

O aplicativo é altamente personalizável. No menu de acesso direto, por exemplo, é possível desligar, reiniciar ou hibernar o computador com um simples botão. Até a atualização para o Windows 8.1, essas opções estavam bem escondidas dentro dos menus. Outro item que voltou a ser bem mais acessível é o Painel de Controle.

Colocar as tarefas em primeiro plano, com o To-Do Prime

ygflb05x9xjkcvtbui8o

No Windows 8.1, já é possível mudar o tamanho dos blocos da interface. Isso é particularmente útil para os aplicativos de gerenciamento de tarefas. Até que serviços tão populares como o Wunderlist ou Google Keep não contem com aplicativos específicos para o Windows 8, o To-Do Prime é uma boa alternativa. Ele permite a criação de blocos com uma lista determinada de tarefas, para que você conte com esses apps sempre ao seu alcance.

Adicione o seu calendário da Google em um bloco, com o Gmail Calendar

sbybuqhs3vfhkl186gae

O aplicativo de calendário nativo da Microsoft funciona bem, se você utiliza os serviços do ecossistema Windows. Para quem depende dos serviços da Google – e, por tabela, do Gmail Calendar -, podem integrar esse calendário manualmente no Windows 8, mas é mais simples utilizar esse aplicativo, que funciona bem melhor. =

Monitore o nível de bateria, com o Battery Level

Nem todos os equipamentos contam com um bom sistema para informar quanto tempo de bateria ainda está disponível. O Battery level é um útil widget, que mostra a porcentagem restante, em tempo real. O aplicativo é compatível com Windows 8.1, e seu tamanho pode ser ajustado, para que não ocupe muito espaço na tela.

Dê uma chance para a interface Metro

h3tgdss6vkahe5spn2vp

O Windows 8 melhorou muito, e realmente vale a pena estudar a fundo os benefícios que a interface Metro tem para oferecer. As janelas de calendário e e-mails, por exemplo, são bem úteis. Minha última recomendação é que você dedique algum tempo para estudar a interface do Windows 8 em detalhes. Não é para todo mundo, mas certamente o sistema esconde surpresas muito agradáveis.

Duas novidades do iOS 8 que a Apple não mencionou na WWDC 2014

by

ios-8-health

O iOS 8 chega com uma grande quantidade de novas funções que vão tornar a vida dos usuários algo muito mais agradável. Porém, duas das novidades mais interessantes e úteis da nova versão passaram completamente desapercebidas na apresentação de ontem (02) na WWDC 2014. E esse post mostra essas novidades para você.

uso-bateria-ios8

Uso da bateria por aplicativo

Esse é um recurso que existe no Android há tempos. É uma lista que mostra quais aplicativos estão consumindo maior quantidade de bateria em nosso dispositivo. Alguns desenvolvedores garantem que fechar os aplicativos que não estão em uso não só não interfere no consumo de bateria, mas também que é algo prejudicial para o funcionamento do sistema, mas isso não quer dizer que esta nova função não seja muito útil para detectar os softwares que são os campeões de consumo.

Exposição e foco separado na câmera

Até agora, quando tocávamos em uma parte de tela no aplicativo de câmera, o dispositivo ajustava o foco em função desse ponto, mas também ajustava a exposição. Não havia forma simples de separar os dois valores com o aplicativo nativo. O iOS 8 agora separa esses valores, através de um cômodo scroll, onde podemos ajustar a exposição à vontade depois de focar a imagem a ser captada.

Certamente o iOS 8 tem muitas outras funções a serem descobertas – e muitos problemas que não foram resolvidos -, e com o passar do tempo, vamos revelando todos esses segredos ocultos.

Via Thorin Klosowski

Samsung Galaxy S5 vs Samsung Galaxy S4: o que mudou?

by

galaxy-s5-vs-galaxy-s4

O Samsung Galaxy S5 acaba de ser lançado, mas antes de qualquer tipo de comparação com os seus concorrentes diretos, precisamos eliminar uma dúvida que está na cabeça de muitos: o que eu faço se eu tenho um Galaxy S4? Vou além: quem tem um Galaxy S4, precisa sair correndo para comprar o Galaxy S5?

Esse post oferece uma breve tabela comparativa, onde muitos poderão encontrar algumas respostas.

Como você mesmo poderá constatar, as características técnicas dos dois dispositivos estão muito próximas. O novo Galaxy S5 é um pouco mais espesso e pesado, mas é o preço que o usuário terá que pagar pelas especificações IP67, que protegem o telefone da água e da poeira. A maior diferença está na câmera, que é muito mais rápida, além dos novos sensores (digital e de pulsação).

Além disso, o Galaxy S5 possui uma bateria melhor, e supostamente é capaz de gerenciar melhor essa bateria (pelo processador e pelo novo software).

De qualquer forma, só os testes diretos e práticos entre os modelos poderão eliminar todas as dúvidas. Por enquanto, fiquem com a tabela a seguir.

 

 Galaxy S5Galaxy S4
Peso145 g130 g
Tela5,1 polegadas5 polegadas
Resolução1.920 x 1.080 (432 ppi)1.920 x 1.080 (441 ppi)
Tipo de telaSuper AMOLEDSuper AMOLED
Bateria2.800 mAh (removível)2.600 mAh (removível)
Armazenamento16 / 32 GB16 / 32 GB
Armazenamento externomicroSDmicroSD
Câmera traseira16 MP, flash LED, OIS13 MP, flash LED, OIS
Câmera frontal2 MP2 MP
Gravação de vídeos4K1080p
NFCSimSim
Bluetoothv4.0v4.0
SoCQualcomm Snapdragon quad-core de 2,5 GHz* e Exynos Octa de 2,1 GHzQualcomm Snapdragon quad-core de 1.9 GHz, e Exynos Octa, de 1.6 GHz
GPUAdreno 330 (no Snapdragon, GPU Exynos a confirmar)IT SGX544MP3 na versão octa-core, e Adreno 320, na versão quad-core
RAM2 GB2 GB
WiFi802.11 a/ac/b/g/n, dual-band802.11 a/ac/b/g/n
Sistema OpercionalAndroid 4.4Android 4.4
Opções adicionaisLeitor de digitais, sensor cardíaco, modo Ultra Power Saving, certificação IP67

Gmail agora aceita arquivos do Google Drive, de forma direta

by

O Google anunciou um novo e interessante recurso para o Gmail, que certamente vai facilitar o uso daqueles que precisam anexar arquivos nos seus e-mails de forma constante. A partir de agora, é possível inserir arquivos do Drive diretamente na mensagem que você está redigindo, sem a necessidade de sair do Gmail ou até mesmo fazer o download desse arquivo em seu computador, para que o mesmo seja anexado na mensagem.

Com essa novidade, o usuário pode agora inserir arquivos de mais de 10 GB, ampliando assim em 400 vezes o espaço de inserção de arquivos, se comparado ao anexo tradicional. Outra vantagem do processo é que, como você está buscando um arquivo que já está na nuvem, todos os destinatários escolhidos por você para acessarem esse arquivo vão receber a mesma versão do arquivo, e sempre a mais recente, em caso de alteração do arquivo por um dos usuários envolvidos nesse envio.

O Gmail também será capaz de identificar se todos os destinatários possuem acesos aos arquivos que você está enviando. Se você enviar um arquivo do Drive que não está compartilhado com todo mundo, o assistente inteligente do Gmail vai solicitar ao remetente que altere as configurações do arquivo compartilhado, sem precisar sair do corpo da mensagem redigida. A regra também vale para um link do Drive que é adicionado no corpo da mensagem.

O principal beneficiado com essa novidade é o usuário comum, que não possui profundo conhecimento do funcionamento do Gmail e principalmente, do Drive. Antes, você tinha um esquema relativamente complexo (para os leigos) na hora de compartilhar arquivos do Drive. Agora, tudo é feito como se fosse escolher um arquivo armazenado do nosso computador, e melhor: em caso de esquecimento desse compartilhamento, é possível a alteração das configurações de permissão antes mesmo do e-mail ser enviado.

Para começar esse compartilhamento, basta o usuário clicar no ícone do Drive enquanto uma mensagem é redigida. O recurso estará disponível para todos os usuários nos próximos dias, e só é compatível com o novo formato de criação de mensagens do Gmail.

Via Google Brasil Blog

Veja as novidades escondidas no SDK do Windows Phone 8

by

O SDK do Windows Phone 8 vazou na web na semana passada, e aos poucos as últimas novidades adicionadas pela Microsoft na nova versão do sistema operacional começam a ser reveladas. Vale lembrar que, durante o Windows Phone Summit, a empresa de Redmond advertiu que tudo aquilo que foi mostrado no evento era apenas parte do avenço que estava por vir, pois a versão final teria outras novidades…

…que podem ser estas que você vai ver a seguir.

Controle, suporte, personalização e outros:

– o usuário poderá escolher os aplicativos que mostrarão notificações na tela de bloqueio.
– também será possível a sincronização na nuvem com os favoritos do Internet Explorer, além do suporte com carga automática de imagens, vídeos, mensagens de texto, etc, com diferentes aplicativos além do SkyDrive.
– o Data Sense mostra o consumo de dados, permitindo a adição de limites de navegação.
– informação de armazenamento interno e externo (cartões microSD).
– maior quantidade de temas.
– o aplicativo de fotos se renova, podendo selecionar imagens em lote para compartilhar, apagar ou marcar as imagens como favoritas.
– editor de imagens completo (falta ainda uma confirmação oficial), mas ao que parece, esse editor também permite a inserção de filtros, bem no estilo Instagram, por meio de uma opção de “lentes”, tal como pensa em fazer a RIM como o BlackBerry 10.
– Internet Explorer agregando opções de configuração para a barra de navegação e abas.
– Music + Video substituindo em definitivo o Zune.

Estes são apenas detalhes que melhoram os aplicativos e funcionalidades atuais. Algo que chama a atenção é o suporte do produto. A Microsoft está adicionando opções para suportar quase a qualquer tipo de arquivo (incluindo vídeos) na nuvem, e manter sincronizado tudo, desde marcadores do Internet Explorer até aplicativos. Tudo isso tem como objetivo aproveitar aplicativos de terceiros, como o Dropbox ou o Box.

Abaixo, mais fotos e vídeo demonstrativo.

Via The Verge