Arquivo para a tag: pulseiras quantificadoras

Fossil apresenta quatro novos wearables com Android Wear

by

fossil-wearables-01

A Fossil apresentou quatro novos dispositivos wearables que atendem a todos os gostos, tanto no formato como nas funções.

Os dois modelos mais simples são o Q Reveler e o Dreamer. São duas pulseiras quantificadoras que medem passos, distância percorrida em metros e outros parâmetros. O que chama a atenção nas duas é o design, que pouco lembra um dispositivo de tecnologia. A diferença entre os dois modelos está no design, já que as funções dos dois são as mesmas. O preço sugerido é de US$ 125, e ambos chegam ao mercado no dia 25 de outubro.

Depois, temos o Q Grant, que lembra o conceito do Runtastic Moment, com funções de quantificações escondidas dentro de um relógio analógico. O produto pode configurar mais notificações e alertas através do LED de cores ou vibração. Seu preço sugerido será entre US$ 175 e US$ 195, onde o preço pode variar de acordo com a pulseira que carrega, mas a largura da mesma é universal.

 

fossil-wearables-02

O Q Founder é o dispositivo mais completo de todos. Temos aqui um relógio com Android Wear, esfera circular com botão central na borda, e um design que definitivamente o aproxima de um relógio tradicional. O relógio não pode ser muito personalizado nas watchfaces, mas dá-se a entender que podemos utilizar a pulseira que quisermos. Seu preço sugerido é de US$ 275.

Estudos mostram que dispositivos wearables contam com forte distribuição de mercado

by

mwc-mwc-gear-fit-0012-1

Um recente estudo da Canalys revela que a distribuição de dispositivos wearables aumentou em quase 700% em relação ao volume obtido em 2013, mostrando que o mercado ao menos está produzindo muito, e que aparentemente o comércio como um todo se interessa por esses produtos.

De forma mais concreta, foram 6 milhões de smartwatches e pulseiras quantificadoras distribuídas no primeiro semestre de 2014, sendo que a maioria dos produtos são relógios da Samsung, acompanhado de produtos da Pebble e Sony. Sobre as pulseiras inteligentes, Fitbit e Jawbone são as líderes de mercado.

Mesmo assim, o caminho a ser percorrido pelos wearables é longo. Apenas para colocar em perspectiva, os fabricantes de dispositivos móveis enviaram mais de 300 milhões de unidades de smartphones apenas no segundo trimestre de 2014. Além disso, é sempre bom lembrar que distribuição de unidades não significa vendas de produtos, ou seja, não podemos estimar qual é o sucesso dos wearables junto ao consumidor final.

Será que o mercado de wearables só vai engrenar de vez quando empresas como Apple e Microsoft apresentarem seus produtos? E será que o seu próximo presente de natal será um desses gadgets que muitos já levam no pulso?

Via Canalys