Arquivo para a tag: pulseira quantificadora

Microsoft Band: a estreia da Microsoft no mundo das pulseiras quantificadoras

by

650_1000_microsoft-band-1

Depois de vazar na web poucas horas antes do seu anúncio oficial, a Microsoft apresenta o seu primeiro produto no segmento da quantificação pessoal. A Microsoft Band é uma pulseira quantificadora que é compatível com smartphones com Windows (Phone), Android e iOS, além de se associar com o novo serviço criado para essa finalidade: o Microsoft Health.

Como em outros dispositivos do gênero, a Microsoft Band monitoriza os passos, o ritmo cardíaco ou a distância percorrida, ao mesmo tempo que a sua pequena tela mostra alertas de texto, de e-mails recebidos, mensagens nas redes sociais, entre outros.

 

Design e especificações

650_1000_microsoft-band-3

O design da Microsoft Band é muito similar a outros modelos já presentes no mercado. Disponível na cor preta, na parte inferior e interior encontramos um sensor ótico de ritmo cardíaco, que monitora esse dado o tempo todo. A tela TFT de 11 x 33 mm oferece uma diagonal de 1.4 polegada (320 x 106 pixels), que mostra a informação correspondente à essa monitorização da atividade física, além dos recursos vindos de nosso smartphone.

A bateria integrada possui uma capacidade de 200 mAh, dividida em duas baterias de íon-lítio recarregáveis. Segundo a Microsoft, elas se recarregam em uma hora e meia, e oferecem uma autonomia de até 48 horas de uso normal (que pode ser menor se o GPS fica ativo). O modelo conta com vários sensores que quantificam todas as informações: sensor ótico do ritmo cardíaco, acelerômetro/giroscópio de três eixos, sensor GPS, sensor de luz ambiente, sensor de temperatura da pele, sensor UV, sensor de resposta galvânica da pele (para identificar o nível de estresse), microfone, entre outros. De quebra, a pulseira ainda conta com um motor de vibrações hápticas para os alertas recebidos.

650_1000_microsoft-band-2

A Microsoft Band é compatível com smartphones com os sistemas Windows Phone 8.1, iOS 7.1 ou superior e Android 4.3 ou superior, via Bluetooth (4.0 LE). É resistente à poeira e gotas de água, mas não é submergível. Sua tela mostra o ritmo cardíaco das últimas 24 horas, informações sobre nossa corrida (não sabemos se há suporte para passeios de bicicleta ou escadas/altura), o podômetro, distância percorrida, calorias queimadas e monitorização do sono.

Além disso, a pulseira exibe os alertas do smartphone pareado via Bluetooth LE: mensagens SMS, chamadas recebidas, alertas do calendário, e-mails, atualizações do Facebook e Twitter, entre outras opções.

Outro destaque é o suporte ao Cortana. Se a Microsoft Band se comunica com um smartphone com Windows Phone 8.1, podemos tomar notas ou criar lembretes por voz com a ajuda do assistente da Microsoft. Além disso, também é possível pagar as contas realizadas nas lojas Starbucks (nos EUA), associando a conta da rede ao dispositivo, além de poder receber alertas de previsão do tempo ou das variações da Bolsa de Valores.

 

Microsoft Health, parte integral da plataforma

650_1000_microsoft-band-5

A Microsoft Band vem acompanhada da Microsoft Health, a nova plataforma de quantificação pessoal e de saúde da Microsoft. Não é a primeira vez que a gigante de Redmond investe nesse segmento – em 2007, eles lançaram o HealthVault, mais voltado ao gerenciamento do histórico médico do usuário -, mas agora o objetivo é monitorar a nossa atividade física.

A plataforma da Microsoft chega para competir com o Apple HealthKit e o Google Fit, mas diferente desses dois, quer ser compatível com os principais sistemas operacionais móveis, não se limitando ao Windows (Phone). Tal decisão também mostra a intensão da Microsoft em licenciar a sua tecnologia de sensores, permitindo que outros fabricantes façam uso do seu conjunto de hardware e software.

Na apresentação do Microsoft Health, a Microsoft explicou que essa plataforma inclui um serviço na nuvem para os usuários, com uma infraestrutura que permite armazenar e combinar dados sobre a saúde e atividade física ‘para oferecer conclusões potentes’. O chamado ‘motor de inteligência’ da plataforma se alimenta de todos esses dados para gerar conselhos e recomendações baseados nas informações dos usuários.

Com dados preliminares (tempo de recuperação, período de sono, descanso efetivo, etc), o sistema oferece conselhos sobre como render mais no trabalho, ou se devemos fazer exercícios antes ou depois do café da manhã, entre outros.

A plataforma foi desenvolvida de forma que possa colaborar com os serviços mais conhecidos nesse segmento, trabalhando em conjunto com dispositivos como Jawbone UP, MapMyFitness, MyFitnessPal e Runkeeper. A ideia é oferecer mais opções de produtos, e um SDK que vai permitir aproveitar essa informação de forma ainda mais objetiva e eficiente.

 

Preço e disponibilidade

A Microsoft Band chega ao mercado norte-americano hoje (30), com um preço sugerido de US$ 199. A disponibilidade em outros países ainda não foi definida.

 

Via Microsoft

Sony lança joia inteligente assinada por Jack Vartanian

by

unnamed

A Sony anuncia uma parceria exclusiva com o designer Jack Vartanian, e lança a sua primeira joia hi-tech. Uma edição premium limitada de sua pulseira inteligente SmartBand, a “SmartBand por Jack Vartanian”, está disponível no mercado desde o dia 29 de setembro.

A joia será vendida na flagship do joalheiro na rua Bela Cintra e na loja do Shopping Iguatemi em duas versões. Uma em ouro branco 18 quilates, acompanhada de quatro pulseiras de couro nas cores índigo (marinho), preto, vermelho e maresia (nude), por R$ 9.800,00. No botão lateral de comando da pulseira, quatro discretos diamantes fazem o match com a peça. Serão apenas 10 unidades, numeradas em série, com chave disponível para a troca das pulseiras. Da segunda versão serão produzidas pulseiras em prata 925 com banho de ródio negro com as quatro opções de couro, por R$ 3.900,00, perfeita também para o público masculino.

Todas as peças são vendidas em kit com o smartphone Xperia Z2, flagship à prova d’água com câmera de 20.7 megapixels da Sony. Com ele, é possível tirar fotos debaixo da água por 30 minutos a uma profundidade de até 1,5m.

Todas as informações captadas pela pulseira são apresentadas na tela do smartphone Xperia por meio do aplicativo Lifelog. Com conexão Bluetooth e NFC, o aplicativo mostra as atividades em forma de linha do tempo, como um diário de vida eletrônico. A tecnologia de vestir da SmartBand, em conjunto com o smartphone, garante a total entrega de benefícios lifestyle.

O aplicativo permite ao usuário ter um detalhamento de como foi seu dia ou até mesmo a qualidade de suas tarefas. Além de criar seu diário 24×7 com as atividades registradas, com a SmartBand o usuário nunca mais precisará se preocupar em esquecer o smartphone em algum lugar ou perder uma chamada: a pulseira conta com uma série de notificações personalizáveis ​​inteligentes que são entregues diretamente no pulso.

Via assessoria de imprensa (Sony Mobile Communications)

Basis Peak, o novo relógio quantificador (de uma empresa da Intel)

by

lvxy9fbbxjj6wcmh8m58

A Basis, uma empresa de propriedade da Intel, tornou oficial um produto que fica no meio do caminho entre pulseira quantificadora e smartwatch. O Basis Peak (na foto acima, o modelo da esquerda, ao lado da versão anterior, a Basis B1 Band), um dispositivo que será lançado primeiro nos EUA em novembro por US$ 199, e que promete mudar o conceito das pulseiras de atividade física.

Desde o seu design, o Peak é realmente simples. É mais fino que a versão anterior, mais leve, e agora fabricado em alumínio com tela Gorilla Glass. As pulseiras são intercambiáveis e, em geral, possui um estilo bem elegante.

SONY DSC

Além das mudanças estéticas, uma das principais novidades é o sensor cardíaco, que agora é bem maior, sobressaindo um pouco do corpo do relógio, mas aderindo bem na sua pele para medir o ritmo cardíaco durante os exercícios. Também é possível nadar com o relógio, já que é resistente a água, além de carregar a sua bateria sem fio. Outra novidade é que o Basis Peak pode se conectar ao smartphone para enviar e receber notificações do smartphone.

Por fim, uma tentativa de unir o melhor das pulseiras de fitness com o mundo dos smartwatches. Por enquanto, sua disponibilidade internacional não foi confirmada.

 

Via Basis

Garmin VIVOSMART, uma pulseira quantificadora com notificações simples

by

garmin-vivosmart

A Garmin apresenta a sua nova pulseira quantificadora, a Garmin VIVOSMART, que se diferencia das demais pela forma como interage com nosso smartphone. Seu sistema de notificação funciona via Bluetooth com o telefone, e através de uma tela OLED e uma pequena vibração, informa ao usuário sobre as mensagens de texto, e-mails ou chamadas recebidas.

A pulseira conta com vários sensores para medir o esforço físico, como consumo de calorias, passos dados e distância percorrida. Uma vez oferecida a funcionalidade de quantificar o exercício, todo o resto é coletado de forma instantânea, criando metas diárias (através dos softwares de gamificação Garmin Connect e MyFitnessPal) e registrando todas as conquistas obtidas ao longo do tempo, permitindo uma análise dos ganhos ao longo das semanas.

O Garmin VIVOSMART já está disponível na Europa. Preço: 169 euros.

garmin-vivosmart-solo garmin-vivosmart-1

IFA 2014 | Sony Smartband Talk é oficial

by

uklrg3ydf4m2v3xubvuo

Seguindo a leva de apresentações da Sony na IFA 2014, vamos conhecer melhor a SmartBand Talk, uma pulseira quantificadora que se diferencia das demais pela adoção da tela de tinta eletrônica e suporte para comandos de voz, tornando o seu uso mais acessível e interativo.

A SmartBand Talk é uma espécie de diário eletrônico com microfone e alto-falante integrados. O produto chega equipado com uma função de chamada para falar e ouvir o interlocutor – perfeito para quando estiver em movimento ou o telefone estiver fora do alcance.

Com uma abordagem baseada no feedback dos consumidores, a SmartBand Talk possui display e-paper de 1.4 polegada, que fica sempre ligado mostrando as horas, com visibilidade clara e baixo consumo de energia. Os usuários podem monitorar as atividades com o Lifelog e ver rapidamente as notificações do smartphone.

brrwfqtpyxkxhpx0dyfi

O novo acelerômetro embutido e a tecnologia de sensor altímetro registram como e quanto o consumidor se move, para fornecer uma visão precisa da atividade física diária. Também é possível acompanhar os hábitos de comunicação pelas redes sociais, quantidade e qualidade diária de sono e hábitos de leitura, entre outros, sincronizando todas essas informações direto do smartphone e mostrando, onde e quando quiser, em sua tela.

A SmartBand Talk também é prova d’água1 (classificação IP68), e permite monitoramento de atividades e dados direto do pulso, além de se conectar ao aplicativo em seu smartphone Android via Bluetooth e NFC, uma vez que o usuário se conecte à sua conta da Sony Entertainment Network.

A Sony SmartBand Talk está prevista para chegar ao mercado no final de outubro, com um preço que deve variar entre US$ 149 e US$ 169.

xklev8pgtmodevu3v0eu alfx793ialrzdzakh2ye whavjrammgugf6i0kthm

650_1000_smartband_talk_xataka 650_1000_smartband_talk-1

Acer Liquid Jade e Liquid Leap, smartphone e pulseira disponíveis na Europa

by

acer-liquid-jade-leapO smartphone Acer Liquid Jade, apresentado em junho, chega ao mercado europeu, mas não chega sozinho. A pulseira quantificadora Liquid Leap também aterriza no mercado do Velho Continente.

O modelo é considerado “o mais fino da história da Acer”, e conta com uma tela IPS de 5 polegadas, com resolução de 1280 x 720 pixels (Gorilla Glass 3), processador quad-core de 1.3 GHz, 1 GB de RAM, 8 GB de armazenamento (expansíveis), câmera traseira de 8 megapixels (com gravação de vídeos a 1080p), câmera frontal de 2 megapixels, bateria de 2.100 mAh e sistema operacional Android 4.4 KitKat.

O Liquid Leap foi demonstrado na sua apresentação junto com o novo smartphone, e conta com uma tela touch de uma polegada, não possui botões físicos, e uma pulseira de borracha hipoalergênica de 17 mm de espessura.

Liquid_Leap_moonstone_White-portada

O produto se encarrega de monitorar nossa atividade física (passos, calorias queimadas, etc), nosso sono, além de ser resistente à água. A pulseira também controla nossa reprodução musical, recebe nossas notificações, e utiliza conectividade Bluetooth 4.0.

O Acer Liquid Jade estará disponível na Europa em setembro, com preço sugerido de 229 euros. Já o Acer Liquid Leap tem previsão de lançamento para o mês de outubro, e vai custar 99 euros.

Mais imagens dos produtos a seguir.

liquid-jade-essential-white-71-1 liquid-jade-aquamarine-green-7-1 liquid-jade-aquamarine-green-2-1 liquid-jade-suble-pink-3-1 liquid-jade-cerulean-blue-6-1 liquid-leap-vivid-orange-7-1 liquid-leap-fragrant-pink-4-1 liquid-leap-aquamarine-green-3-1 liquid-leap-moonstone-white-7-1 liquid-leap-mineral-black-5-1

Movo Wave é mais uma pulseira quantificadora com um preço irresistível

by

movo-wave

A Movo, uma jovem empresa norte-americana, apresenta a sua pulseira quantificadora, a Wave. O produto é mais um que controla as suas atividades diárias, e possui um preço bem convidativo: US$ 29.99.

A Movo Wave faz o que se espera desse tipo de dispositivo: mede os passos, as distâncias percorridas e calorias queimadas, e sincroniza todos esses dados com um aplicativo compatível com os sistemas Android e iOS. Seu design é bem comum, e o produto é oferecido em cinco tamanhos diferentes, para se adaptar melhor ao seu pulso.

O produto já pode ser reservado, com sua distribuição prevista para o outono (do hemisfério norte). Se você comprar mais de uma unidade, a pulseira sai por US$ 24.99. A seguir, o vídeo promocional do produto.

 

Via TechCrunch, Movo

Review | Smart Bracelet Vidonn (pulseira quantificadora)

by

vidoon-smart-bracelet

Nos últimos 12 meses, o TargetHD decidiu acompanhar uma das tendências de mercado, e passou a publicar notícias sobre os dispositivos wearables, ou gadgets vestíveis. Entendendo que esse segmento é um daqueles que podem se tornar um dos mais populares entre os usuários (mesmo que nesse momento ainda esteja tudo muito “verde” para qualquer tipo de prognóstico aprofundado), por vontade própria – e pelo desejo de começar a utilizar tais produtos -, aumentei a produção de postagens do blog com esse conteúdo.

Um belo dia, um representante do Deal Extreme (sim, aquele famoso site asiático que vende diversos gadgets a preços realmente baixos e com frete grátis para o Brasil) entrou em contato comigo, oferecendo uma parceria de divulgação de conteúdo, onde eles enviam alguns produtos para cá, e eu escrevo sobre esses produtos. Eu aceitei, pois entendi que seria interessante para os leitores conhecerem essas alternativas.

30 dias depois do acordo firmado, o primeiro produto chegou. Entre tantos dispositivos vestíveis, aqueles que visam cuidar de nossa saúde são os mais procurados. Por isso, recebemos a Smart Bracelet Vidonn, que tem como objetivo contar os passos dados, as calorias gastas e a distância percorrida pelo usuário em um determinado período. E esse review tem como objetivo não só apresentar o produto para vocês, mas descobrir se o produto realmente funciona como promete.

 

Características físicas

O produto chegou até aqui em um case de acrílico, que lembra a embalagem de um iPod Touch (bons tempos…), mas sem nenhum item adicional. Apenas o bracelete, e nada mais. Até porque você não precisa mais do que isso para utilizar o produto. Bem, o relógio e um smartphone que sincronize os dados coletados pela pulseira. Mas falarei sobre isso mais adiante.

DSC02523

O design da pulseira agradou. Apesar de não oferecer linhas uniformes, ela é elegante, passando uma elegância necessária nesse tipo de produto. Além disso, é um produto muito leve e confortável no uso, uma vez que a parte mais “pesada” do dispositivo é o quantificador em si. A pulseira é feita de silicone, ou seja, na maior parte do tempo você nem percebe que está utilizando o dispositivo. E é ótimo que seja assim.

DSC02551

O bracelete da Vidonn tem como parte mais importante o seu quantificador, que é destacado da pulseira pela parte inferior, preso em dois pinos, como se fossem parte das presilhas da própria pulseira. Aliás, além de manter o dispositivo no seu pulso, a pulseira de silicone também tem como função proteger o conector USB do quantificador.

Esse conector USB tem como objetivo conectar o dispositivo ao seu computador ou porta USB livre, apenas para carregar a bateria interna do quantificador. O dispositivo não possui funções de softwares com os sistemas operacionais para desktops, apesar do dispositivo ser compatível com o Windows. Todo o gerenciamento é feito através do aplicativo que você vai instalar em seu smartphone (iOS ou Android), e não apenas para sincronismo dos dados, mas também para as configurações gerais do quantificador.

DSC02565

As informações básicas podem ser acessadas por uma pequena tela integrada e monocromática. Nela, o usuário pode acessar o relógio, o número de passos dados e calorias queimadas. Em modo de treinamento cronometrado, é possível verificar o tempo gasto em um percurso, e os metros percorridos durante a atividade. Todos esses itens podem ser acessados através do único botão de comando, que para evitar um acionamento acidental, ele é um pouco mais duro de ser ativado do que o ideal.

DSC02571

Vale lembrar que, de acordo com os dados fornecidos pelo fabricante, essa pulseira possui especificações de resistência no padrão IP67, ou seja, ela é resistente à poeira e água (atenção: resistente, mas não à prova d’água), e que o seu Bluetooth está no padrão 4.0+edr.

 

Configuração

Como já foi mencionado nesse review, a configuração dessa pulseira inteligente da Vidonn é feita com a ajuda do smartphone, através do aplicativo específico do fabricante. O manual de instruções que acompanha o produto não faz nenhuma referência sobre o nome do mesmo, e a única indicação para busca na Google Play é o nome do fabricante. O próprio quantificador não traz consigo o APK do aplicativo armazenado em sua memória, o que poderia facilitar o processo para os usuários menos experientes.

2014-07-28 22.17.31

Para essa primeira configuração, é necessário fazer com que o aplicativo identifique a sua pulseira em específico. Para isso, você deve não só deixar a sua conexão de internet ativa no smartphone (via WiFi, preferencialmente), mas também a conectividade Bluetooth, pois é ela que vai efetivamente transmitir os dados da pulseira para o seu telefone, e vice-versa. Essa configuração é relativamente simples, apesar de só serem concretizadas depois de você sair completamente do aplicativo no smartphone pela primeira vez.

O dispositivo também permite a configuração de alarmes individuais para diferentes atividades, par aqueles que contam com rotinas alternadas de atividades e horários de despertar diferentes para os dias da semana.

 

O produto, na prática

A Smart Bracelet Vidonn tem como objetivo principal monitorar o ritmo de vida do usuário, verificando se o mesmo é uma pessoa ativa ou muito sedentária, e se possível, mostrando de forma simples onde ele deve se empenhar mais para se tornar mais ativo. Para começar, o aplicativo estabelece um objetivo principal, como por exemplo quantos passos você precisa dar por dia para queimar aproximadamente 900 calorias. Não que você vai mesmo queimar essas calorias, mas na teoria, são necessários 10 mil passos por dia para alcançar essa meta.

2014-07-30 19.11.56

O aplicativo do smartphone mostra gráficos sobre o seu desempenho de passos por dia, por semana e por mês. Ele também é capaz de analisar o seu período de sono, identificando a inatividade do seu corpo enquanto você estiver dormindo, e até verificar se você está com um ciclo de sono adequado para o seu biotipo. Itens como idade, peso e sexo são levados em consideração para que essa análise seja algo eficiente.

2014-07-30 19.12.07

Tudo funciona de forma relativamente simples após as primeiras utilizações. A maioria dos usuários não terá muitas dificuldades na configuração dos itens e identificação dos dados. Talvez a parte mais “complicada” está na primeira sincronização, onde você precisa ter o Bluetooth do smartphone acionado, e a tela da pulseira ligada, para que tudo seja identificado corretamente.

Mas a pergunta mais importante desse post é: essa pulseira quantificadora realmente funciona do jeito que deveria?

A resposta é… bom… mais ou menos.

DSC02577

A pulseira quantificadora, de forma efetiva, funciona. Ela possui sensores que identificam quando você está parado, andando, correndo e dormindo (que é diferente de estar parado, e eu explico sobre isso daqui a pouco). Nos diferentes testes feitos, a contagem de passos foi alternada (ou não), conforme o corpo se movimenta (ou não). Porém…

Se essa é uma pulseira quantificadora, a melhor forma de você utilizá-la para monitorar todas as suas atividades é usando o produto o tempo todo com você, 24 horas por dia. Nem considero um grande problema o fato de sua bateria contar com uma autonomia de apenas dois dias de uso (levando em conta que estamos falando de um produto “básico”, e não de um grande fabricante), até porque a sua recarga de bateria é bem rápida (duas horas em uma porta USB 2.0).

DSC02597

O grande problema é que a Smart Bracelet Vidonn não só consegue monitorar os seus passos, mas também qualquer movimento mais brusco que você faz com o braço, e contabiliza esse movimento aleatório… como um passo! Durante os testes, em movimentos cotidianos como o de digitar no computador ou levar o garfo até a boca para comer, se esse movimento for mais amplo ou mais rápido, o sensor “entende” que você deu um passo. E no meu entendimento, não era isso que o dispositivo deveria fazer.

O problema fica mais acentuado quando você utiliza a pulseira no braço que você tem maior atividade diária (para destros ou canhotos). Mesmo assim, quando a pulseira é instalada no seu braço “cego”, a contagem dos movimentos aleatórios como passos persiste, o que torna o cálculo dos passos dados algo impreciso. Não sei se em produtos similares de outros fabricantes essa tendência existe, mas acredito que um produto com suas finalidades deveria ter um comportamento diferente.

Ou todo mundo deveria utilizar essa pulseira no tornozelo, para resultados mais precisos. E, mesmo assim, eles não seriam tão precisos assim.

 

Conclusão

DSC02601

A Smart Bracelet Vidonn pode até ser um produto interessante para quem quer ter uma pulseira quantificadora e não quer gastar muito. Porém, por conta de sua imprecisão nos resultados de monitoramento, não é um produto para aqueles que precisam levar a sério os resultados, como atletas profissionais e os profissionais de saúde e condicionamento físico.

O produto é válido para atletas amadores, esportistas ocasionais e pessoas que fazem caminhadas todos os dias. Mesmo com resultados que podem não refletir a realidade de suas atividades, é um produto que pode sim incentivar as pessoas a se manterem mais ativas, não apenas pelos objetivos propostos de passos dados por dia (que podem eventualmente virar uma competição com seus amigos nas redes sociais), mas também por ilustrar melhor para o usuário como ele é ativo ou não, e dando uma ideia de como ele pode mudar o seu ritmo de vida.

Na concepção geral do produto, ele está aprovado. No meu entender, ele precisa melhorar em pontos cruciais para ser ainda mais útil. Mas podemos dizer que se você quer um produto que “te dá uma mãozinha” para viver mais e melhor, essa pulseira pode ser uma forma interessante (e até divertida) de começar. De forma descompromissada, é claro.

 

Review em Vídeo

Mais fotos do produto

DSC02535 DSC02540 DSC02548 DSC02558 DSC02579 DSC02590

Runtastic Orbit é mais uma aposta no mundo das pulseiras quantificadoras

by

orbit-teaser-sle-01

A Runtastic, que já é conhecida pelos seus aplicativos para os esportistas, é mais uma que se aventura nesse mundo de pulseiras quantificadoras, anunciando o Orbit, sua opção nesse segmento.

Tal como as outras, a pulseira Runtastic Orbit é capaz de registrar nossa atividade física e nosso tempo de descanso. possui uma pequena tela OLED no seu corpo, que é resistente à água (até 100 metros de profundidade). O usuário recebe duas correiras (nas cores preto e azul), mas outras cores podem ser adquiridas em separado.

Com a ajuda do aplicativo Runtastic me, é possível sincronizar a pulseira com o smartphone, acessando os dados coletados ao longo do dia. Com isso, você analisa o seu progresso, e com a função Orbit Connect, a pulseira atua como segunda tela, mostrando dados como velocidade média, tempo gasto no exercício, entre outros.

A Runtastic Orbit chega ao mercado em 11 de agosto, com preço sugerido de 119,99 euros.

 orbit-teaser-sle-05 orbit-teaser-sle-04

Via Runtastic Orbit

Adidas miCoach Fit Smart é o novo relógio esportivo com aspirações quantificadoras

by

fit-smart-09-1

A Adidas anunciou a sua nova versão de relógio com funções quantificadoras. O miCoach Fit Smart tem um perfil mais profisisonal do que pessoal, e é pensado nos atletas de alta performance, com medição de exercícios intensos em períodos de tempo reduzido.

Essa é uma pulseira quantificadora que regista as informações mais típicas, como batimentos cardíacos, consumo de calorias, passos dados e distância percorrida, tudo em tempo real. Os dados são sincronizados com o smartphone através de apps específicos, e podem ser enviados para registros de dados específicos.

O dispositivo monitora o exercício do atleta de forma constante, mas por até 10 horas contínuas, que é o que a sua autonomia de bateria permite. Com isso, fica claro que não é possível utilizar esse relógio como o nosso relógio pessoal. Os dados podem ser sincronizados de modo sem fio com os dispositivos conectados.

O Adidas miCoach Fit Smart chegará aos Estados Unidos em agosto, por US$ 199. Não há previsão de lançamento ou valores para outros mercados.

black-perspleft-cal300green-1 black-front-cal300green-1 white-perspleft-cal300green-1 white-front-cal300green-1

Huawei Talkband B1 é anunciado oficialmente

by

huawei-talkband

Na CES 2014 em janeiro, o Huawei Talkband B1 foi visto pela primeira vez. Desde então, nada mais foi dito sobre o produto. Agora, ele é apresentado oficialmente, revelando todas as suas características técnicas.

A pulseira inteligente conta com uma tela OLED monocromática de 1.4 polegada flexível, que pode ser removida do bracelete para ser instalada em outras pulseiras, de modo que o usuário pode personalizar o seu uso, de acordo com a cor do acessório.

A Huawei Talkband B1 pode ser pareada com smartphones com os sistemas Android 4.0 e/ou iOS 5 ou superiores. Graças a conectividade NFC, o pareamento é simples, e a pulseira se mantém conectada ao smartphone via Bluetooth, recebendo notificações de chamadas ou mensagens recebidas, permitindo a resposta de chamadas diretamente da pulseira.

Uma das funções que pareceu ser das mais interessantes é que a pulseira vai monitorar o sono do usuário, para garantir que o mesmo descanse da forma como deveria.

talkband

Sobre a duração de sua bateria, a Huawei garante que a pulseira consegue funcionar por 6 dias de uso “normal”, com uma pequena célula de 90 mAh. Por fim, o dispositivo conta com a especificação IP57, ou seja, é uma pulseira resistente a água e poeira (mas não a prova de água e poeira).

A Huawei Talkband B1 não tem preço oficial confirmado, mas no começo do ano especulava-se um valor de 99 euros para o produto. A confirmar.

Via Huawei

LG Lifeband será lançada nesse final de semana, por US$ 150

by

lg-lifeband-touch-main

A LG confirmou que sua pulseira quantificadora Lifeband Touch chegará ao mercado norte-americano no próximo domingo (18), com preço sugerido de US$ 150. Nas semanas seguintes, ele deve desembarcar em outros países da Ásia e Europa.

O anúncio confirma algumas características especuladas sobre o produto desde o dia de sua apresentação oficial, na CES 2014. A Lifeband Touch conta com uma tela OLED de 0.9 polegada (128 x 32 pixels) sensível ao toque, permitindo o gerenciamento do conteúdo presente em nosso smartphone, via Bluetooth 4.0. Sua bateria de 90 mAh tem autonomia estimada de 5 dias de uso.

lg-heart-rate

A pulseira quantificadora chega acompanhada do LG Heart Rate, esses fones de ouvido sem fio (BT 3.0), que medem a frequência cardíaca a partir do nosso ouvido, com a ajuda da tecnologia PerformTek. Seu preço sugerido é de US$ 150.

 lg-lifeband-touch-trio

Via LG

Samsung Gear Fit também é desmontado pelo iFixit

by

GearFitIFixit00001

Não faz muito dias que vimos como o Samsung Gear 2 foi construído, e hoje, pelas mesmas mãos do iFixit, vemos o processo de desmontagem do seu modelo esportivo, o Gear Fit. O trabalho que a Samsung teve para integrar todos os componentes em uma estrutura tão pequena – e curvada – é admirável.

Muitas peças – como a bateria, por exemplo -, sofreu leves retoques para se adaptarem ao formato curvo. A placa-mãe foi separada em três segmentos conectados através de um cabo plano. Esta peça integra nada menos que sete chips.

A nota do iFixit sobre a sua capacidade de reparação não é muito alta (6 em 10), mas não tanto por conta de uma má construção, mas apenas porque esse é um dispositivo tão pequeno que é necessário uma certa habilidade para ser desmontado. A boa notícia é que a bateria é de fácil acesso, e pode ser substituída pelo próprio usuário.

Para ver a análise completa da desmontagem do Samsung Gear Fit, acesse o site da iFixit.

 GearFitIFixit00010 GearFitIFixit00009 GearFitIFixit00008 GearFitIFixit00007 GearFitIFixit00006 GearFitIFixit00005 GearFitIFixit00004 GearFitIFixit00003 GearFitIFixit00002

Nymi, uma pulseira que te identificará usando o seu eletrocardiogama

by

nymi

Todos buscam o seu lugar ao sol no mercado dos wearables, mas o fato é que a maioria dos fabricantes está fazendo exatamente o mesmo produto. Tudo o que vemos são pulseiras e relógios que replicam o uso do smartphone, mas em uma tela menor, com menores possibilidades e em muitos casos com uso condicionado ao smartphone. Porém, o Nymi depende de você estar vivo para funcionar.

O Nymi não é um dispositivo para receber notificações, mas sim, é um espécie de “chave”. Quando usamos o produto no pulso, ele tem a função de autenticar de forma segura o usuário, permitindo assim o acesso aos gadgets e serviços – que por sua vez, ficam mais seguros de forma bem simples.

A pulseira funciona através de ondas de eletrocardiograma, um sistema que seus criadores garantem que não é tão seguro quanto a identificação da digital, mas mais confiável que o reconhecimento facial. O que oferece  um nível extra de segurança ao Nymi é que o eletrocardiograma é feito de forma contínua, e no momento exato.

Sobre o seu uso, seus criadores deixam claro que não se trata de um dispositivo médico, e que sua finalidade não é essa.

O preço final do Nymi é de US$ 99, o que pode ser considerado caro por só servir para uma coisa. Além disso, o sue sucesso sempre está condicionado ao fato que os desenvolvedores e empresas de serviços adicionem o suporte para a pulseira, coisa que dificilmente veremos de forma massiva se não for algo acessível para todos.

 

Via Nymi

MWC 2014 | Smartwatch Huawei TalkBand B1 é anunciado oficialmente

by

huawei-talkband-b1-main

Em sua apresentação na Mobile World Congress 2014, a Huawei apresentou oficialmente o TalkBand B1, o seu relógio inteligente, que foi especulado a algumas semanas pelo Wall Street Journal.

O produto na verdade é um “mix” de smartwatch e pulseira quantificadora, combinando tecnologias típicas das duas propostas, permitindo assim a sincronização de dados com o smartphone, além de medir o desempenho do usuário em exercícios físicos. Tudo isso, dentro de uma pequena pulseira, com uma tela touch monocromática.

O Huawei TalkBand B1 possui uma tela OLED flexível de 1.4 polegada, confirmando as expectativas que apontavam que esse tipo de tela estaria em produtos de pequeno formato nesse estágio inicial. Em compensação, a tela desse relógio da Huawei é bem limitada nas suas funções, oferecendo apenas uma linha para exibição das informações.

O produto pode sincronizar as informações com o smartphone via NFC, exibindo assim notificações de chamadas recebidas, mensagens e outros alertas. A comunicação acontece via Bluetooth 4.1, podendo ser assim compatível com os sistemas Android (2.3 ou superior) e iOS (5.0 ou superior).

Além das funções de smartwatch, o Huawei TalkBand B1 também conta com medidor de exercícios físicos, contador de passos, distância percorrida e calorias gastas. Também foi mencionado um monitor de descanso, que ajuda a melhorar a qualidade do nosso sono.

Por fim, o TalkBand B1 possui 14.6 mm de espessura, e peso de apenas 26 gramas. Sua bateria é de 90 mAh, que deve oferecer uma autonomia de até 6 dias de funcionamento.

O Huawei TalkBand B1 tem preço sugerido de 99 euros, e deve chegar ao mercado ao longo do segundo trimestre de 2014.

Via Huawei