Arquivo para a tag: polícia

Polícia de Miami usa o Waze para enganar motoristas infratores

by

waze

Na área metropolitana de Miami (EUA), a polícia está utilizando o Waze de uma forma um tanto quanto ‘suja’. Centenas de agentes baixaram o aplicativo com o objetivo único de introduzir informações falsas para confundir os usuários do mesmo, e que confiam nele como ferramenta para saber em tempo real onde estão acontecendo ações de controle dos agentes.

A polêmica não acaba aqui. Esse tipo de informação que avisa sobre a posição dos agentes é muito perigosa para os próprios agentes, pois oferece detalhes a possíveis delinquentes de sua posição exata e movimentos. Nem todos os agentes concordam com o uso do Waze no seu serviço.

O lado positivo do aplicativo está no fato que o mesmo está nas mãos da Google, além de resultar em uma ajuda para melhorar a segurança e o tráfego, ao ‘obrigar’ os motoristas a circularem com mais cuidado pelas zonas onde são conhecida as presença policial.

Via CNN

A polícia de Nova York pede para que os usuários atualizem os seus iDevices para o iOS 7

by

butvztfceaawxll

Bem sabemos que os produtos da Apple chamam mais a atenção dos que os demais, principalmente para os criminosos. No iOS 7, temos uma nova opção de segurança bem interessante: a Activation Lock. E a polícia de Nova York, sabendo disso, pede aos seus cidadãos que atualizem os seus iDevices, para que os mesmos usufruam dessa novidade.

O Activation Lock querer que o usuário inclua o Apple ID e a senha para ativar um smartphone que foi marcado como perdido no site do iCloud. Logo, a polícia de Nova York decidiu investir nessa campanha de atualização até criando avisos impressos (que você vê na foto acima) nos arredores das lojas da Apple na cidade, incluindo informações sobre os benefícios do sistema de segurança para os consumidores.

Na prática, o usuário não é obrigado a utilizar o Activation Lock, mas se o sistema funcionar de verdade (ou tal como a Apple espera), o número de roubos e furtos de dispositivos com iOS certamente vai cair de forma drástica, uma vez que os dispositivos perderão valor, e não poderão ser vendidos com facilidade.

Agora, some o Activation Lock com o Find My iPhone (sendo mais específico), e temos um conjunto que pode tornar a vida dos ladrões um tanto quanto complicada.

Via All Things D

Empresa de segurança afirma que pode detectar a senha do iPhone em menos de dois minutos

by

De um modo geral, pensamos que ativar a senha em nosso iPhone é algo mais que suficiente para manter os nossos dados a salvo no dispositivo, mas não é bem assim. A empresa de segurança Micro Systemation afirma ter um software que, entre outras coisas, pode burlar de forma muito fácil essa medida de segurança.

O aplicativo em questão é o XRY, e está sendo oferecido aos departamentos de polícia e inteligência de todo o mundo para obter informações ocultas nos telefones de criminosos. O software usa falhas de segurança semelhantes a aqueles que utilizam o jailbreak, além de ser possível realizar uma cópia de toda a informação armazenada no telefone para um computador. Uma forma de evitar que a senha seja descoberta seria ativar o uso de caracteres alfanuméricos na tela de desbloqueio.

Abaixo, você poderá ver um vídeo do software em ação, que ainda inclui o processo de captura de dados de smartphnones Android.

Via BGR

Vídeo: Brigas e intervenção policial no lançamento do iPhone 4S na China

by

Já estamos acostumados a ver grandes filas e algum tumulto no lançamento de produtos da Apple. Porém, o que aconteceu na China, no lançamento do iPhone 4S eleva de forma notável a teoria que “todo fanatismo é algo babaca”. O vídeo abaixo mostra que a Apple Store em Pequim foi o palco de uma grande confusão, após o anúncio que a loja não mais venderia o iPhone 4S naquele dia.

Segundo o Bloomberg, a loja iria abrir às 7h da manhã mas às 7h15, apareceu um funcionário que avisou a todos que naquele dia, o terminal o seria vendido. E aí, tivemos a explosão de fúria das pessoas que estavam na fila, e a consequente intervenção policial. Vídeo abaixo (e, de novo: todo fanatismo é sinônimo de babaquice).

Via Bloomberg

[notícias] Polícia confisca PCs do editor da Gizmodo, pelo vazamento do iPhone 4G

by

A história do iPhone 4G começa a tomar contornos cada vez mais sérios.

Recapitulando: tudo começou quando o Engadget.com publicou fotos que foram enviadas sobre o tal aparelho. Dias depois, o Gizmodo.com publicou um vídeo do dispositivo, e os rumores de sua origem começaram a surgir. Segundo o Gizmodo, o telefone tinha sido perdido por um engenheiro da Apple em um bar, e a pessoa que encontrou, por não poder encontrar o dono (mesmo sabendo que o “grande dono” era Steve Jobs), vendeu o aparelho ao blog, por uma polpuda quantia de dinheiro.

Até aí, tudo bem. O que acontece é que tem muita gente dizendo que a venda do telefone pode ser considerada venda de um bem roubado, o que é proibido no estado da Califórnia. Por causa disso, a polícia local, de posse de uma ordem judicial, adentrou a casa de Jason Chen, editor do Gizmodo responsável pela matéria do iPhone 4G, e confiscou vários computadores. Ou seja, tudo indica que vai rolar mesmo uma ação criminal contra Jason, e esta história vai longe.

Eu, Eduardo Moreira, pobre abnegado que escreve este blog, sinto vergonha alheia profunda quando vejo notícias como esta. Isso tudo sendo motivado pela Apple, por causa de um protótipo (que pode ser redesenhado, ou de um modelo que talvez nem fosse lançado), e se valendo de uma lei de, repito, 1872! Ok, não vamos discutir as leis do estado da Califórnia. Lei é lei. Mas que é de uma mesquinheza absurda da Apple por causa de uma besteira da empresa e de seu funcionário. E repito: de onde venho, onde existem pessoas de bem e pagam seus impostos, a regra do “achado não é roubado” continua valendo.

Acredite, se quiser: o iPhone desaparecido virou caso de polícia na Califórnia

by

O assunto do iPhone 4G não poderia estar mais complicado. A partir do exato momento que o tal engenheiro da Apple (ou o empregado mais famoso da Apple desde Steve Jobs) consumiu um pouco mais de cerveja naquele bar, e fez a gentileza de perder o iPhone 4G que foi visto em todos os detalhes possíveis e imagináveis nos diversos sites e blogs da internet, o negócio tomou contornos tão complicados que virou caso de polícia, a pedido da Apple.
Pelo o que parece, o desaparecimento do iPhone poderia violar diversas leis de caráter criminal no estado da Califórnia, porém, a polícia se nega a dar declarações sobre o caso. A tal lei que a Apple se baseia data do longínquo ano de 1872, e diz que qualquer pessoa que encontre um bem que pertence à uma empresa, conhecendo seu proprietário, e usá-lo em benefício próprio, é automaticamente acusado de roubo. É, Apple, você ignora completamente o velho ditado do “achado não é roubado”…

Fonte