Arquivo para a tag: planos

Na TIM, agora todas as chamadas custam a mesma coisa

by

tim-logotipo-marca

A partir de agora, os usuários da operadora TIM poderão adquirir pacotes de minutos de ligações para qualquer operadora, nos modos pós-pago, pré-pago ou controle.

A partir de 1 de novembro, os novos planos entram em vigor:

 

 

Pré-pago

  • TIM Pré 150: 100 minutos para qualquer operadora + 150 MB + SMS ilimitado – R$ 7, válidos por 7 dias
  • TIM Pré 300: 100 minutos para qualquer operadora + 300 MB + SMS ilimitado – R$ 10, válidos por 7 dias

Uma vez excedido o pacote de dados, o acesso é cortado, com a opção de contratação de 50 MB adicionais para uso diário (R$ 0,99) ou 150 MB para o uso em 7 dias (R$ 3). Caso a franquia de voz se esgote, o minuto adicional é de R$ 0.25 para qualquer operadora. Também é possível contratar 50 minutos adicionais e válidos para 7 dias, por R$ 4. As chamadas recebidas em roaming nacional não são mais cobradas, e a franquia de minutos também vale para ligações interurbanas, independente da operadora.

 

Controle

  • TIM Controle 500 MB: 500 minutos em ligações para qualquer operadora + 500 MB + 500 SMS + WhatsApp sem gastar da franquia + R$ 5 em créditos – R$ 35,00 mensais
  • TIM Controle 1 GB: 500 minutos em ligações para qualquer operadora + 1 GB + 500 SMS + WhatsApp sem gastar da franquia + R$ 5 em créditos – R$ 50,00 mensais
  • TIM Controle 1,5 GB: 500 minutos em ligações para qualquer operadora + 1,5 GB + 500 SMS + WhatsApp sem gastar da franquia + R$ 5 em créditos – R$ 70,00 mensais

Esses planos tem cobrança no cartão de crédito, e o cliente não paga pelas chamadas recebidas fora do estado, e os minutos valem para números de todo o Brasil. O WhatsApp tem franquia de 3 GB de por mês, permitindo mensagens de texto, imagens, áudio e vídeo (chamadas via VoIP são cobradas da franquia normal).

 

Pós-pago

  • TIM Pós 2 GB: 1.000 minutos em ligações para qualquer operadora + 2 GB + SMS ilimitado – R$ 99 mensais (R$ 89 para RJ/ES)
  • TIM Pós 4 GB: 1.000 minutos em ligações para qualquer operadora + 4 GB + SMS ilimitado – R$ 139 mensais (R$ 99 para RJ/ES)
  • TIM Pós 6 GB: 1.000 minutos em ligações para qualquer operadora + 6 GB + SMS ilimitado – R$ 169 mensais (R$ 139 para RJ/ES)

Quando a franquia de dados chega ao fim, a velocidade de conexão é reduzida para 64 kbps. É possívle contratar uma franquia adicional de 500 MB por R$ 12, válidos por 30 dias. Os minutos são válidos para chamadas para todo o Brasil, independente da operadora, nem cobrança para recebimento de chamadas fora do estado de origem.

Via Tecnoblog

Vivo deixa planos pós de internet mais caros, e lança novo pré diário

by

vivo-logotipo

A Vivo já anuncia aos seus clientes os novos valores dos planos pós-pagos de internet. O aumento médio nos preços é de aproximadamente 8,83%, e são válidos a partir do mês de novembro.

Os novos valores para os planos SmartVivo são:

SmartVivo 1 GB: de R$ 99,99 para R$ 108,82
SmartVivo 2 GB: de R$ 169,99 para R$ 185,00
SmartVivo 4 GB: de R$ 259,99 para R$ 282,95
SmartVivo 6 GB: de R$ 349,99 para R$ 380,90
SmartVivo 8 GB: de R$ 439,99 para R$ 478,85

Os usuários do serviço MultiVivo também terão um reajuste de R$ 5 no valor do serviço (de R$ 49,99 para R$ 54,99). Os antigos planos do SmartVivo também serão reajustados.

Além disso, um novo plano pré-pago é oferecido pela Vivo, com franquia diária, com os serviços cobrados no dia que o usuário utilizar: 15 MB de internet, 300 SMS para Vivo e 15 SMS para outras operadoras por R$ 0,99/dia. Também está disponível um pacote de 15 minutos de ligações local e longa distância para números Vivo, por R$ 0,99/dia.

Via Tecnoblog

GVT e os seus novos planos de internet banda larga (em julho de 2015)

by

gvt-logo

A GVT atualizou os seus planos de internet banda larga, que agora alcança a velocidade de até 300 Mb/s. Os planos a partir de 100 Mb/s serão entregues por fibra ótica, com alta taxa de upload.

Todos os planos contam com taxa de instalação, que varia entre R$ 49,90 e R$ 200,00, de acordo com a velocidade escolhida. Os planos são de 15, 25, 35, 50, 100, 200 e 300 Mega, e variam entre R$ 79,90/mês e R$ 309,90/mês, quando contratados em um combo com linha telefônica ou TV. Caso contratados fora do plano, os preços variam entre R$ 99,90/mês e R$ 329,90/mês.

GVT_precos

A seguir, os valores dos planos fora do combo:

– 15 Mega: R$ 99,90
– 25 Mega: R$ 109,90
– 35 Mega: R$ 119,90
– 50 Mega: R$ 129,90
– 100 Mega: R$ 149,90
– 200 Mega: R$ 229,90
– 300 Mega: R$ 329,90

Alguns detalhes são observados. A diferença de valores dos planos com e sem o combo reduziu consideravelmente (de R$ 200 para R$ 20). As nova velocidades contam com uma taxa de upload que é a metade da taxa de download, muito acima da média nacional. Além disso, os planos da GVT (que agora é uma empresa Telefônica) se distanciam daqueles adotados pela Vivo, o que mostra que, pelo menos por enquanto, as marcas manterão planos separados. Ou até o momento de uma eventual eliminação da marca GVT.

Via Tecnoblog

Análise dos planos de TV da NET (em fevereiro de 2015)

by

net-logo-2013

A NET foi a operadora multiplay que mais cresceu ao longo de 2014, oferecendo propostas agressivas e serviços que, no combo, podem ser muito competitivos. A operadora conta com ampla infraestrutura para oferecer aos seus clientes uma das maiores ofertas de canais em HD do mercado, oferecendo (na teoria) canais em alta definição em todos os seus pacotes. Mas… será que os preços estão tão vantajosos assim?

Nesse post, faremos uma breve análise sobre o atual cenário de pacotes de TV disponíveis na NET. Mais uma vez, é fundamental lembrar que todas as ofertas hoje disponíveis no site são válidas apenas para as novas assinaturas – e que o preço para os usuários antigos muda consideravelmente -, e que todos os valores contam com desconto nos primeiros meses (vamos procurar inserir os valores no ato da aquisição do plano e após o período promocional).

Também é preciso levar em consideração que os valores a seguir são aqueles adotados fora do combo com os serviços de internet e telefone. A aquisição desses planos no combo também podem resultar em uma variação de valores (normalmente os preços reduzidos são adotados nos serviços de internet, mas em alguns casos os planos de TV por assinatura também podem ser afetados).

 

NET Fácil

O NET Fácil é o plano de entrada da NET, ou aquele que eu chamo de ‘apenas para constar’. Oferece os canais abertos disponíveis na região do assinante, acrescidos de apenas sete canais pagos (além dos canais de cortesia). É um pacote para quem assiste pouca TV, ou só faz questão mesmo de ter alguns canais abertos em alta definição (que também pode variar a quantidade de canais de acordo com a região).

Honestamente, é um pacote que não vale muito a relação custo/benefício. A não ser que você realmente não tenha outra opção disponível (o que é difícil, já que a SKY, que pega em todo o país, oferece um pacote semelhante no serviço SKY Livre por um valor menor), a adesão à esse pacote não é uma boa ideia. Até porque a própria NET tem (ou pelo menos tinha) a opção de ofertar um ponto apenas com os canais abertos de forma gratuita. Tente conversar com a área de fidelização da operadora para mais informações.

 

NET Essencial

Aqui temos um pequeno erro de descrição do site da NET. Quando você vê ali em cima ‘4 canais’, você rapidamente pensa ‘esses caras estão loucos’. Mas não é isso o que acontece. De fato, aqui estão disponíveis uma grande parcela de canais pagos (ou aqueles que são considerados os principais) no formato SD, além dos canais abertos do pacote NET Fácil (incluindo os canais abertos em HD). É altamente recomendado que a NET modifique a descrição desse pacote, para não induzir o consumidor ao erro, ou espantar possíveis interessados.

É um pacote recomendado para quem não se importa muito com a qualidade de imagem, mas que podem aproveitar pelo fato do equipamento contar com uma saída HDMI, o que já ajuda um bocado na hora de enviar o sinal de TV para a TV de LED que você tem em casa. Também é recomendado para quem ainda tem uma TV de tubo em casa (acredite, conheço muita gente ainda nesse grupo), como os nossos avós. Acredite, eles ficarão satisfeitos com essa opção.

Não está com um preço tão fora da realidade, porém, pode ser pouco competitivo em relação aos novos pacotes da SKY, onde o pacote mais completo da operadora em SD (com dois pontos, sendo um desses em HD com alguns canais pagos) custa apenas R$ 10 a mais do que a oferta da NET.

 

NET Mais

Aqui as coisas começam a ficar interessantes para aqueles que se preocupam em ter um plano com canais em HD. O NET Mais conta com alguns dos principais canais (no entendimento deles) no formato de alta definição, além de permitir a adição de outros considerados relevantes (como por exemplo o pacote de esportes avulso, por R$ 14.90/mês).

Para os clientes novos, essa é uma das melhores relações custo/benefício do mercado, uma vez que o valor promocional de R$ 59,90/mês é um valor bem agressivo. Lembrando: esse valor é possível no combo com outros serviços. Depois disso, esse pacote vai ficar em torno de R$ 110/mês (valor médio cobrado para os assinantes veteranos), o que ainda pode ser uma alternativa interessante, pois é um valor próximo ou menor do que os seus principais concorrentes que possuem planos similares.

É o pacote recomendado para quem quer ter de tudo um pouco, ou para quem sabe que não assiste tudo, mas quer ter todos os canais do seu principal interesse em alta definição (esportes e séries, por exemplo). Também pode ser uma forma de economizar algum dinheiro na inclusão de pacotes adicionais (Telecine, HBO, Combate, Premiere, etc).

 

NET Top HD

O plano para quem quer ter tudo, sem limites, sem miséria. Todos os canais disponíveis na base, menos os planos adicionais (Telecine, HBO, Combate, Premiere, etc), todos os canais em HD, e o fim das preocupações quando um novo canal é adicionado na operadora.

Altamente recomendado para quem tem tempo para ver TV o dia inteiro, ou para quem trabalha com isso (meu caso… ou você se esqueceu que eu tenho o SpinOff.com.br?), ou para quem pode pagar por isso. Possui uma relação custo/benefício muito interessante se comparado com os seus concorrentes, por conta da elevada quantidade de canais em alta definição, e pela qualidade de imagem ofertada.

 

NET Top HD Max

É o mesmo pacote NET Top HD, com a mesma quantidade de canais, mais com o sistema de gravação em um dos receptores e o recurso NET Now, que permite a visualização de conteúdos por streaming na TV, tablet e smartphone.

Talvez por R$ 20/mês a mais compense pegar esse pacote, principalmente se você gosta mesmo de assistir TV e não quer perder aquele seu programa preferido ou evento esportivo (meu caso). Os mesmos critérios adotados para a escolha do NET Top HD se aplicam para a escolha do HD Max.

Comparado com os seus concorrentes, pode ser um grande negócio. Apesar de contar com um equipamento com um software que ainda está defasado (a NET prometeu a atualização para 2015, com uma nova interface e uma série de melhorias, mas até o momento da produção desse post, o update ainda não aconteceu) e de qualidade inferior aos seus concorrentes diretos, o preço desse pacote com DVR é inferior à concorrência. E a relação custo/benefício acaba pesando na hora da escolha.

 

Conclusão

Os pacotes atuais da NET passam a atender bem a partir do momento em que a ênfase está nos canais pagos em alta definição (a partir do NET Mais HD). Mais uma vez é importante lembrar que os preços se tornam mais competitivos quando conjugados com os outros serviços da operadora (principalmente com o serviço de internet), e tal estratégia torna a NET uma das operadoras que mais crescem no país.

No meu caso, eu prefiro ficar com os combos. Até porque trabalho muito com internet e com a TV por assinatura. Hoje, eu pago pelos três serviços (TV + internet + telefone) o mesmo que eu pagaria apenas pela TV (com o gravador de programação) da minha antiga operadora de TV por assinatura. Tal relação de valores foi decisiva para optar pelo serviço.

Mas no final das contas, o que manda é o seu bolso. Sempre.

Para mais informações sobre os planos de TV da NET, clique aqui.

Oi passa a oferecer internet 4G em todos os planos

by

Oi-Logo

A operadora Oi atualizou os seus pacotes de acesso à internet para smartphones, tablets e via modem. Os planos pós-pagos passam a oferecer acesso à rede 4G desde os mais básicos.

Para o acesso via smartphone, o pacote mais acessível (300 MB) passa a custar R$ 19,90/mês, podendo alcançar os 5 GB de dados por R$ 59,90/mês. Para o uso em modems e tablets, o plano de 500 MB custa 29/mês, e pode alcançar o valor de R$ 119/mês, para quem aderir ao pacote de 10 GB. Para quem já é assinante de um plano de celular pós-pago, banda larga, fixo ou Oi Conta Total, pode contar com ofertas de planos mais vantajosos.

A tabela abaixo ilusta os novos planos.

oi-planos-novos-internetmodem

Todos os planos são válidos mediante fidelização de 12 meses. Os planos sem fidelidade recebem um aumento de preço significativo.

Para promover o lançamento dos novos planos, a Oi oferece a franquia de 5 GB de forma gratuita por três meses para quem optar pelo pacote de 2 GB. Também são oferecidos descontos em modems e tablets, de acordo com o plano escolhido – sendo que no plano mais caro, o modem 4G é gratuito, mediante fidelização de um ano com a operadora.

Os planos já estão disponíveis para assinatura imediata. Os assinantes também contam com acesso ilimitado à rede Oi WiFi durante um ano.

Via Tecnoblog

Estratégia da Samsung revelada: documentos internos mostram o que eles poderiam fazer sem o Android

by

samsung-galaxy-s5-hero

Os documentos internos da Samsung recém revelados não deixam margem para dúvidas: o esforço que os sul-coreanos fizeram durante anos para alcançarem o posto de principal protagonista do mercado de smartphones Android poderia ter como fim uma espécie de “golpe de estado” contra esta plataforma. É o que defende com riqueza de detalhes alguns documentos confidenciais elaborados pela própria Samsung em setembro de 2011.

A estratégia foi revelada nessa semana, durante o novo julgamento envolvendo Apple e Samsung nos tribunais californianos, onde a gigante de Cupertino exige uma indenização de US$ 2.2 bilhões por danos e prejuízos pelo uso irregular de cinco patentes. Mas o mais interessante do assunto é que os documentos da Samsung explicam quais ameaças eram necessárias “desativar” para fortalecer ainda mais a posição da Samsung no mercado de smartphones.

Apple e HTC: os rivais a serem derrotados

Que a Samsung considera a Apple um dos seus mais sérios rivais não é uma novidade. Os documentos internos dos coreanos não só reconhecem a força da dona do iPhone mas também a necessidade urgente de combatê-la e destroná-la. Isso fica bem claro no documento “Combater a Apple”, da seguinte forma:

Nosso competidor está experimentando um crescimento muito agressivo, e nosso sucesso no futuro depende do seu alcance.

Difícil ser mais taxativo sobre o assunto.

O que pode surpreender um pouco é a Samsung considerar nesse momento que a HTC é o seu segundo adversário mais importante. Não porque os taiwaneses não sejam competidores poderosos (era mais antes, e ainda que eles passem por momentos difíceis, ainda são), mas sim porque talvez outras empresas – como LG ou Sony, por exemplo – poderiam estar mais preparadas para ocupar esse posto de segundo adversário a ser observado.

650_1000_samsung-2

O que colocou a HTC nesse ponto de ameaça secundária foi, de acordo com os documentos da Samsung, a sua capacidade de inovação, a consistência das atualizações do seu hardware e software, a sólida experiência oferecida por seus produtos, e por sua agressiva política de preços (provavelmente se referem aos produtos de linha média e de entrada).

É curioso ver que a medida que propõem esses documentos para combater a HTC não passa na aposta de maior capacidade de inovação, algo que seria mais do que razoável, uma vez que a Samsung respeita o seu rival. Ou até mesmo em superar a sua capacidade tecnológica. O plano da Samsung é “combater em seu próprio terreno”, desenvolvendo dispositivos de entrada baratos e bons o suficiente.

O inimigo número três: a própria Samsung

Os documentos revelam que a Samsung também é capaz de fazer exercícios de autocrítica. O motivo pelo qual eles se consideram o terceiro adversário a ser batido se apoia na lentidão das suas atualizações de hardware e software. A própria Samsung reconhece que é difícil atualizar um catálogo de produtos tão amplo em um curto espaço de tempo, enquanto que Apple e HTC, que contam com um portfólio de produtos bem menor, conseguem implantar as novidades facilmente.

Além disso, em 2011, a Samsung estava convencida que eles não estavam fazendo um bom trabalho ao fazer com que os distribuidores e lojas de operadoras se relacionarem diretamente com os usuários na hora de escolher um produto de sua empresa ou da concorrente. Um dado muito interessante é revelado pelos documentos: em 2011, 71% das recomendações da AT&T sobre um novo produto citavam um iPhone, enquanto que apenas 18% eram recomendações de um smartphone da Samsung.

Chegou a hora de competir com a Google

Como falei no começo desse post, alguns desses documentos foram produzidos no final de 2011 (outros um pouco depois), e é evidente que a linha Galaxy é agora muito mais forte do que naquela época. Não resta dúvidas que a Samsung conseguiu aplicar algumas das propostas que eles planejaram, e o balanço atual provavelmente é muito mais positivo para os coreanos do que era há três anos. Isso nos leva a um ponto crucial, refletido também em alguns desses documentos.

A Samsung identificou a Google como o quarto adversário a ser superado, e a forma de fazer isso era se envolver com uma terceira plataforma que representasse uma alternativa consistente ao iOS e Android. Os documentos revelam que eles se viam perfeitamente capazes de alcançar posições no mercado, mas também reconheciam que não ia ser uma tarefa fácil.

Naquele momento, a Samsung já estava trabalhando com o Bada, uma plataforma que permite utilizar com relativa facilidade qualquer núcleo do Linux ou de outro sistema operacional em tempo real (RTOS), além de ter realizado alguns testes com o Tizen, cujo desenvolvimento foi feito pela Intel e Nokia.

650_1000_samsung-4

Os documentos defendem várias razões para que a Samsung se interesse no distanciamento do Android. Uma das mais contundentes é a possibilidade de controlar o ritmo de lançamento das atualizações, uma razão de muito peso, dado o tamanho de seu catálogo de smartphones. Por outro lado, eles também enaltecem a flexibilidade do Tizen, uma causalidade que, ao menos naquele momento, não estavam vendo no Android.

Não sabemos o que vai acontecer no futuro, mas esses relatórios não deixam dúvidas sobre as intensões da Samsung em 2011: aumentar o seu peso no mercado dos smartphones e se afastar do Android. O primeiro objetivo já foi alcançado, já que eles hoje são os principais vendedoras da plataforma da Google. Veremos se o segundo objetivo se concretiza, levando os seus milhões de usuários para o Tizen ou outra plataforma.

Dada as novas circunstâncias, não será mais surpresa se eles anunciarem tal movimento mais cedo ou mais tarde.

Via Apple Insider

Nextel oferece iPhone 5s no Brasil com planos que reduzem valor do aparelho para até R$ 999

by

iphone-5s-teaser

A assessoria de imprensa da Nextel informa que a operadora começa a oferecer os smartphones iPhone da Apple em seu portfólio de produtos. A oferta se destaca por oferecer modelos diferentes do dispositivo com um valor inicial sugerido de R$ 999, atrelados a diferentes planos de dados.

Por exemplo, o novo iPhone 5s de 16 GB, adquirido em conjunto com o plano 3G Smart 2500, pode ser adquirido em até 10 parcelas de R$ 99,90 (ou R$ 999 a vista). O valor do plano em questão é de R$ 299,99/mês, e oferece 2.500 minutos de chamadas para outras operadoras e telefone fixo, 10 GB de dados por mês, mensagens SMS, ligações locais entre aparelhos Nexel e ligações gratuitas à noite e aos finais de semana.

A oferta se estende para os modelos iPhone 5c de 16 GB (com o plano de 500 minutos + 5 GB de dados, por R$ 199,99/mês) e iPhone 4s de 8 GB (com o plano de 300 minutos + 3 GB de dados, por R$ 99,99/mês), replicando todos os benefícios já encontrados na compra do iPhone 5s.

IPHONE POR R$ 999,00 ou 10 x R$ 99,90

MODELO

PLANO / INTERNET

MENSALIDADE

IPHONE 4S (8GB)

300 minutos/ 3Gb

R$ 99,99

IPHONE 5C (16GB)

500 minutos / 5Gb

R$ 199,99

IPHONE 5S (16GB)

2500 minutos / 10Gb

R$ 299,99

Para mais informações, acesse: nextel.com.br.

Rumor: Lenovo deve manter os planos de lançamentos da Motorola até 2015

by

motorola-moto-g-0005

Segundo informa o site Gforgames, a Motorola já teria desenvolvido projetos para lançamentos de smartphones para até 2015, e a Lenovo teria decidido seguir em frente com esses projetos, lançando esses produtos.

Ainda não há detalhes específicos sobre esses produtos desenvolvidos pela Motorola para 2015, mas o que se imagina são as naturais evoluções dos modelos Moto X e Moto G, um novo phablet Android com tela de 6 polegadas, e um smartwatch.

A única coisa que a Lenovo deve mudar nesse primeiro momento é que alguns produtos seriam produzidos na China, e não mais na fábrica da Motorola em Fort Worth (EUA). Porém, a produção norte-americana se manteria viva, até porque a Lenovo está de olho no mercado daquele país, além de promover a sua expansão na Europa com maior consistência.

Via Gforgames

TIM lança o novo plano pós-pago Liberty Controle

by

A TIM lança mais uma oferta de plano de telefonia pós-paga em seu portfólio de produtos. Desde o dia 20 de abril, a operadora oferece o plano Liberty Controle, que combina as características dos planos Liberty e Infinity em um único pacote.

O plano oferece a comodidade do plano pós-pago, mas com um controle melhor dos gastos, como é feito no plano pré-pago. A franquia mensal é no valor de R$ 27,00, e oferece chamadas ilimitadas locais e de longa distância para números TIM fixos e móveis do Brasil. Nessa franquia, há um crédito mensal de R$ 10,00 para ser utilizado de forma livre, para chamadas e mensagens SMS com outras operadoras, ou chamadas ilimitadas para fixos, por R$ 0,50 o dia. Ao acabar esses créditos, o cliente ainda pode falar ilimitado de TIM para TIM, e ainda pode aproveitar as demais ofertas com uma simples recarga, de qualquer valor entre R$ 12,00 e R$ 100,00.

Via Assessoria de Imprensa

Clientes pós-pagos da TIM podem enviar SMS ilimitado a R$ 9,90, com o Liberty Torpedo

by

A TIM anunciou uma nova oferta de pacote ilimitado de mensagens SMS para os seus clientes pós-pagos. A partir de agora, os assinantes da modalidade TIM Liberty podem enviar SMS sem limites, para celulares de qualquer operadora, para qualquer celular do Brasil por apenas R$ 9,90 por mês, no mês que utilizar o serviço. Não é necessário nenhum tipo de ativação por parte do cliente. O serviço é cobrado no mês que for utilizado, oferecendo ao cliente um maior controle de sua conta, e com a comodidade de utilizar o serviço de envio de mensagens SMS de forma ilimitada. Além disso, as cinco primeiras mensagens de texto enviadas no mês são gratuitas.

via assessoria de imprensa