Arquivo para a tag: patentes inviáveis

[pra descontrair] 10 patentes de tecnologia que são inviáveis – Parte 10 de 10

by

Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Barra de sabão inovadora com montagem vibratória eletro-mecânica de baixo custo (6802819), Chu-Yuan Liao, de 12/10/2004.

Imagine um sabão com partes eletro-mecânicas dentro para que o sabão vibre. Com duas pilhas alcalinas. Para que um sabão que vibra? Enfim…

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas

[pra descontrair] 10 patentes de tecnologia que são inviáveis – Parte 09 de 10

by

Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Dispositivo de escudo anti-radiação com transmissão/recebimento sem fio para equipamentos eletrônicos como telefones celulares de uma linha diretamente próxima de campos magnéticos à altura dos olhos (6947764), Juan C. Carillo Jr e James S Carillo, de 20/09/2005.

O resumo da ópera: um aparelho que, supostamente nos protege ou bloqueia a radiação vinda de celulares, que seria colocado entre o usuário e o celular, através de bonés com ventilador, óculos ou telas eletrônicas.

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas

[pra descontrair] 10 patentes de tecnologia que são inviáveis – Parte 08 de 10

by

Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Mangueira com dispositivo de mídia eletrônico removível (6823536), Rudolph Chi Wai Yip, de 30/11/2004.

Sim, um aparelho de áudio à prova d’água no banheiro que não precise ser montado na parede do lavabo, pequeno, compacto e removível. É o melhor lugar para ter um player de áudio: na mangueirinha do chuveiro.

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas

[pra descontrair] 10 patentes de tecnologia que são inviáveis – Parte 07 de 10

by

Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Método e aparelho de reconhecimento de uma colisão com um pedestre (6784792), Bernhard Mattes e Gottfried Flik, de 31/08/2004.

Um sensor montado no capô e na traseira do carro vai detectar se você atropelou um pedestre. Como se isso não fosse necessário, pois afinal de contas, quem seria idiota a ponto de não perceber que atropelou um ser humano? Ah, me esqueci que tem pessoas assim, infelizmente.

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas

[pra descontrair] 10 patentes de tecnologia que são inviáveis – Parte 06 de 10

by

Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Teclado Emoticon (6629793), Steve Miller, de 07/10/2003.

Emoticon é coisa de miguxo, mas faz sucesso pela arte de combinar teclas. Isso dá muito trabalho, logo, fizeram um sistema de teclas para cada emoticon, economizando o tempo neste recurso tão necesário. Tem até abreviações e tudo mais… ah, inventem logo um teclado com palavras prontas, vai.

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas

[pra descontrair] 10 patentes de tecnologia que são inviáveis – Parte 05 de 10

by

Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Comunicador de voz para uma entidade local (7113911), Stephen John Hinde, Paul St. John Brittan, Marianne Hickey, Lawrence Wilcock, Guillaume Belrose e Andrew Thomas, de 26/09/2006.

Este povo todo se reuniu para desenvolver um dispositivo que permite que uma planta “fale” com você. O aparelho usa sensores de infravermelho, ou em ondas de rádio sonoras para captar tais objetos e animais. Sem mais comentários.

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas

[pra descontrair] 10 patentes de tecnologia que são inviáveis – Parte 04 de 10

by

Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Relógio para manter o tempo diferente do tempo humano (5023850), Rodney H. Metts e Barry D. Thomas, de 11/07/1991.

O tempo humano é dividido em intervalos de 24 horas. Já os animais tem outro ritmo, e como o tempo do animal é outro, por que não um relógio diferente para eles? No caso, o relógio de um cachorro, por exemplo, andaria 7 vezes mais rápido do que o do ser humano. Seria ótimo, se os cachorros soubessem ler.

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas

[pra descontrair] 10 patentes de tecnologia que são inviáveis – Parte 03 de 10

by

Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Prancha de surf a jato (D289031), Egon Monostory, de 31/03/1987.

Este é para os que tem preguiça de remar e que sim praticar esportes de forma bem radical. Uma prança de surfe à jato é tudo o que o pessoal das ondas grandes mais quer. Ou não.

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas

[pra descontrair] 10 patentes de tecnologia que são inviáveis – Parte 02 de 10

by

Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Arrumador automático de cama (4441222), Peter J. Tascarella, de 10/04/1984.

Caso sua preguiça pela manhã impere de forma consistente, você com certeza vai querer um arrumador de cama automático, com roldanas e acionadores elétricos para os lençóis se ajustarem da melhor maneira. Seria bom se não parecesse uma ratoeira.

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas

[pra descontrair] 10 patentes de tecnologia que são inviáveis – Parte 01 de 10

by

Ter uma patente é algo muito importante na vida de um inventor. É como se fosse uma vitória. Mas, em alguns casos, algumas patentes se tornam coisas tão absurdas que não podem sair do papel. Por isso, com a ajuda do Google Patent Search, listamos algumas das mais absurdas e inviáveis, só para que se tenha uma ideia do quanto à mente humana pode ser, às vezes, muito dispersa no que se refere à “noção do ridículo”.

Nome: Aparelho sensor de condutividade para fraldas (4205672), Karel Dvorak, de 03/06/1980.

O sobrenome famoso não é o aspecto mais importante desta patente, mas a utilidade desta patente. Esta fralda iria detectar automaticamente quando a fralda de seu filho precisaria de fraldas. Mas veja bem: quem imagina seu filho usando isso?

Fonte: PC Magazine Brasil : As 10 patentes tecnológicas mais malucas