Arquivo para a tag: patente

Apple quer patentear um sistema de produção de bolsas de papel

by

apple-patente-bolsa-papel apple

A Apple há tempos registra patentes de tudo quanto é tipo de produtos e sistemas, com o objetivo de incluir essas tecnologias em seus próprios produtos. Mas de tempos em tempos vemos patentes estranhas, pouco ou muito específicas, dependendo do objeto em questão.

É o caso de uma recente solicitação de patente para um método que permite a produção de bolsas de papel de uma forma específica que pode ser utilizada em um médio prazo em várias lojas físicas da Apple.

 

Patentes sim, patentes não

 

apple-patente-tablet

 

Na solicitação, a bolsa pode “ser feita totalmente de papel, com a potencial exceção dos adesivos que unem diferentes porções da bolsa. Isso pode ajudar a reduzir qualquer impacto ao meio ambiente desde a produção até o uso eliminação da bolsa”.

Parece que o sistema de produção da Apple estaria orientado a fabricar bolsas de papel ecológicas, e o texto indica que a bolsa poderia ser produizda para compras em lojas de top de linha (…) o conteúdo da bolsa poderia ser formado por pelo menos 60% de conteúdo reciclado, o que indica para bolsas produzidas efetivamente com papel reciclado.

Nos Estados Unidos, patentear todo tipo de produtos e desenvolvimentos é algo normal, mas essa facilidade também se transforma em uma perigosa arma contra a concorrência. Patentes muito genéricas (ou absurdas) permitem que os “os trolls de patente” tirem proveito, processando todos os tipos de empresas por violação de certas propriedades intelectuais pouco específicas.

A Apple não é uma exceção: conseguiu uma patente para um retângulo com cantos arredondados, muito peculiar. Você se lembra disso?

Via The Register, USPTO

Patente da Samsung mostra Android e Windows convivendo em um único smartphone

by

patente samsung

Você consegue imaginar poder usar o Windows Mobile e o Android no mesmo smartphone? É exatamente isso que descreve a última patente da Samsung.

Ainda que não esperamos ver um dispositivo desse tipo tão cedo, a proposta é das mais interessantes, principalmente pela forma que a interface articula os dois sistemas.

 

Duas opções é sempre melhor do que uma

 

patente samsung 02

 

Não existe sistema operacional perfeito. Por isso, a ideia de poder ter dois sistemas em um mesmo dispositivo é tão atraente.

A patente foi registrada em maio de 2015, e descreve o funcionamento de uma interface que permite o gerenciamento do Android e do Windows Mobile a partir do mesmo equipamento, inclusive permitindo a troca entre as plataformas de forma rápida e simples.

A ideia da Samsung é uma espécie de evolução do Multi-Window, sistema de tela dividida presente em alguns dispositivos Galaxy, mas no lugar de trocar entre apps trocaria de sistema operacional, permitindo minimizar um dos sistemas quando o usuário quisesse, em um ícone flutuante.

O compartilhamento de arquivos aconteceria com um arrastar dos documentos de um app do Android para um do Windows Phone, inclusive com a possibilidade de contar com pastas compartilhadas para ter os arquivos sempre a mão dos dois sistemas.

Porém, sempre devemos lembrar que esta é uma patente, cuja tecnologia muito provavelmente não chegará ao mercado. Mesmo assim, é muito interessante justificaria a inclusão de 6 GB de RAM nos smartphones.

Um dos problemas do Windows Mobile desde sempre é a escassez dos aplicativos. E uma ideia como essa resolveria este problema.

Via SamMobile

Google registra patente de adesivo que salva vidas em acidentes

by

Patente-Google

A Google registrou uma patente de uma espécie de capa adesiva que é aplicada na parte frontal do carro. Seu objetivo é manter a pessoa presa em caso de colisão.

A Google aposta forte nos carros autônomos, assim como em reduzir os acidentes no trânsito a partir desses veículos, que tem como meta importante salvar vidas. Para isso, a empresa de Mountain View ataca em várias frentes, não apenas nos veículos, mas na tecnologia que os mesmos podem agregar, como ideias complementares.

A ideia faz muito sentido. Quando um atropelamento acontece, o impacto inicial pode causar um elevado dano ao atropelado (obviamente), mas em muitos casos é o segundo atropelamento produzido quando a pessoa cai ao solo, ficando na mesma trajetória do carro, que pode atropelar a pessoa de novo.

A patente quer acabar com o segundo atropelamento com essa capa adesiva, além de buscar reduzir o dano do primeiro impacto, utilizando um revestimento que iria sobre esse adesivo, que se romperia com facilidade ao receber um golpe.

Não é uma má ideia, mas que precisa ser analisada a fundo. Como acontece com toda patente, esta é apenas uma ideia, que pode chegar ou não ao mercado. No mínimo a Google já protegeu o conceito, garantindo seus direitos no futuro.

Via MercuryNews

Facebook quer transformar o seu rosto em um emoji

by

emoji

O Facebook apresentou uma interessante patente que propõe a conversão do rosto do usuário em um emoji, algo que coloca em evidência mais uma vez a enorme popularidade que esses ícones possuem.

Através dos emojis, podemos expressar uma grande quantidade de sentimentos e estados de ânimo, sem a necessidade de escrever frases completas. A ideia de usar nosso rosto para isso marca uma grande e importante mudança nessa equação. A patente propõe a adoção do um software de reconhecimento facial do Facebook para identificar o rosto nas imagens enviadas na rede social, e associá-la ao emoji correspondente.

Uma vez feito isso, o sistema utiliza as imagens para criar uma recompilação que podemos utilizar em modo de emoji. Por exemplo, se você tem uma foto onde você aparece com um amplo sorriso, a mesma é identificada pelo sistema de reconhecimento facial, que considera que podemos utilizá-la como substituto do emoji com um grande sorriso, ou a foto dessa figura.

face

Obviamente, o mesmo seria aplicável a outros ícones, sempre que uma imagem adequada esteja disponível no Facebook. Para compartilhar a imagem do emoji personalizado, não seria necessário fazer nada de especial: basta adicioná-lo como faríamos com uma figura qualquer.

A ideia é original, mas questões de privacidade precisam ser resolvidas antes de sua implementação. Veremos como o Facebook resolverá isso para colocar esse projeto em marcha.

Via SlashGear

Microsoft registra patente de roupa inteligente que interpreta sentimentos do usuário

by

Microsoft-Band

A Microsoft registrou uma patente de roupa inteligente que pode marcar um ponto de inflexão no setor de gadgets vestíveis, uma vez que seria capaz de identificar os sentimentos e o estado de ânimo do usuário, reagindo de acordo com essas informações.

O conceito impressiona, e é uma proposta tão ambiciosa que é inevitável perguntar como eles conseguiriam isso. Não é algo tão complicado assim, ao menos na teoria: a Microsoft faz referência a um conjunto de circuitos flexíveis conectados a diversos sensores, que coletam informações diversas, como por exemplo o ritmo cardíaco e a temperatura corporal do usuário.

Os dados seriam armazenados e processados em um dispositivo conectado ao wearable, como um smartphone ou tablet, e comparados progressivamente para identificar as mudanças que ajudam o sistema a identificar alterações efetivas no estado do usuário.

Patente-Microsoft

É preciso deixar claro que não falamos aqui apenas de emoções no sentido restrito, mas também de sensações e estado físico em geral. Por exemplo, se o usuário sentir frio, a roupa pode ativar um sistema integrado que ofereça mais calor, ou o contrário se o usuário estiver sentido calor.

Sem dúvida, uma ideia muito interessante, e que pode se materializar antes do imaginado, com aplicação prática no campo da medicina, com efeitos mais interessantes e de grande ajuda para pacientes com enfermidades crônicas. Além disso, podemos imaginar esse sistema no âmbito esportivo. Ou na cidade de Ponta Grossa (Paraná), onde o frio é para os fortes.

Via Softpedia

Sony quer instalar uma câmera no seu olho

by

sony-camera-olho

A Sony quer ir um passo além da Google Glass, com um projeto que tem como principal protagonista o olho do usuário. Uma patente dos japoneses aponta para essa finalidade, apesar de não haver nenhum projeto ou até mesmo a tecnologia para que essa proposta seja colocada em prática.

Patentes são formas de proteger ideias, e não garantias de produto em um futuro próximo. Mesmo assim, existe uma grande necessidade de registrar essas ideias, por mais absurdas que sejam, inclusive em um tempo onde a tecnologia é limitada para tal finalidade.

Este é o caso da Sony, que sonha com a ficção científica e chama a atenção na aposta em uma ideia desse calibre. Estamos falando de uma das principais fornecedoras de sensores fotográficos do mercado, que deseja dar um salto importante na sua tecnologia fotográfica, implantando a mesma em uma lente ocular.

sony-camera-olho-02

Vale a pena destacar que a patente foi apenas apresentada, e está em fase de aprovação. Ela se descreve como um “meio de lente de contato e armazenamento, com uma unidade de captação de imagens”. Traduzindo: uma lente que pode registrar imagens com um piscar de olhos “consciente”, com armazenamento local ou com transferência para um dispositivo externo.

Some à isso com o fato que o dispositivo contará com foco automático e estabilização de imagem para corrigir o “desfoque provocado pelo movimento do globo ocular”. Logo, estamos falando de uma lente com sensor de imagem, microprocessador, armazenamento de dados e conectividade sem fio.

Simplesmente espetacular!

Via SlashGear

Google tem sistema para injetar um computador no olho

by

google-patente

Nossos olhos parecem ser um dos centros de atenção mais importantes para as divisões de pesquisa e desenvolvimento das tecnologias. Nos últimos meses, vimos como Samsung patenteava lentes com câmera integrada, e como a Google desenvolve lentes para diabéticos.

Agora, sabemos que a Google registrou uma nova patente, com um sistema onde seria possível “injetar” um dispositivo em nosso olho para melhorar a sua visão. É algo meio futurista, meio Matrix com Minority Report, mas pode ser algo bem legal no futuro.

Na patente registrada, vemos como o dispositivo em questão estaria dentro de um fluído que seria injetado no olho para depois solidificar-se e acoplar-se no globo ocular. Nesse dispositivo, se integrariam componentes de armazenamento, sensores, componentes de transmissão de rádio, bateria e, como não, uma objetiva fotográfica.

A alimentação de energia seria feita através da captação de ondas sem fio, e na patente também há um dispositivo externo que interage com esse “computador ocular”, se comunicando através de ondas de rádio. Seria este dispositivo externo que aportaria a capacidade de processo necessário.

Não dá para prever quando essa tecnologia vai chegar ao mercado, se é que algum dia será lançada. Vale lembrar que registros de patentes servem também para as gigantes do setor se protejam no futuro, em caso de alguma ideia similar aparecer. Mas ter um computador como esse poderia ser bem interessante para muita gente, principalmente se em algum momento vier a ajudar a mudar a vida dos deficientes visuais.

Já eu sinto angústia só em pensar em tem um computador injetado no meu olho.

Via Forbes

Apple registra patente de teclado do MacBook sem teclas

by

MacBook-Teclado

Uma peculiar patente da Apple mostra um teclado para MacBook sem teclas. Esta é uma das grandes surpresas do portfólio de propriedade intelectual da gigante de Cupertino.

A imagem mostra a patente de um teclado que é uma espécie de ‘touchpad’ gigante, onde seria possível fazer diferentes configurações, de forma que seria possível utilizá-lo como um teclado convencional ou como qualquer outro sistema de controle. Esta seria a sua principal vantagem: as diferentes configurações possíveis.

A patente indica também que, ao utilizá-lo como teclado, a interface seria capaz de reconhecer a força aplicada pelo usuário, podendo inclusive incluir respostas hápticas. Ou seja, quando o usuário digitasse no touchpad, ele teria a resposta ao toque, simulando assim a sensação de um teclado físico.

Outra de suas vantagens é que, por não contar com um teclado físico, o equipamento não ficaria tão exposto à entrada de sujeira ou de líquidos, tornando a vida útil do notebook que recebe esse recurso muito maior do que a de um modelo tradicional. Mais uma vantagem que pode ser muito interessante para os usuários que adoram comer e beber diante do portátil.

patente-apple

Desde já a ideia é bem interessante, mas a patente foi solicitada em setembro de 2015. Não há qualquer esboço de que a Apple vai integrar tal funcionalidade em seus produtos, de modo que, pelo menos por enquanto, tudo o que temos é uma boa proposta no papel, e nada mais.

Via Mashable

Microsoft registra patente de PC com componentes modulares

by

Razer-modular

A Microsoft registrou a ideia de um PC com componentes modulares, algo que chama a atenção por ser centrar no uso de módulos que abrigariam diferentes grupos de componentes.

A patente foi solicitada em 2015 e tem uma ideia bem simples: o uso de diferentes módulos compactos que se manteriam unidos por um sistema de conexão magnética, o que tornaria a sua união e separação algo bem simples.

Os sistemas baseados em componentes modulares não são uma novidade. Temos o Project Ara no segmento de smartphones, além do PC modular da Acer, que tem conceito muito parecido com o da patente da Microsoft.

Microsoft_PC_Modular

Como em todas as variantes mencionadas nesse post, há uma espécie de módulo base na qual são conectadas as demais, tal como é possível ver nas imagens. No momento, não há indícios que a Microsoft vai fazer um uso prático e direto dessa patente.

Microsoft-modular-computing-device-stackable

Obviamente, isso não quer dizer que não vamos ver nada no mercado baseado nisso, mas parece sensato pensar que será assim ao menos a curto e médio prazo.

Via VentureBeat

Samsung registra patente de notebook enrolável

by

samsung-notebook-enrolável

A página Patent Yogi descobriu que a Samsung patenteou um curioso computador portátil com tela e teclado flexíveis, que se enrolarão em sua unidade principal, para que possamos transportá-lo com facilidade em qualquer lugar.

A página do Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos (USPTO) mostra o registro de um design e nada mais. Nada é informado sobre como seria o seu funcionamento, mas podemos concluir que a tela e o teclado se deslocarão da caixa da CPU, e que ambas são compostas por telas flexíveis e sensíveis ao toque.

samsung-notebook-enrolável-02

O Patent Yogi utilizou esse design para criar um vídeo (no final do post), mostrando como poderia ser esse notebook. Assim, podemos ver a sua aparência e a forma como poderiam se deslocar as duas telas da unidade principal, depois de ligar o notebook.

O fato da Samsung ter patenteado um design não quer dizer que eles pretendem levar o conceito ao mercado. Mesmo assim, mostra qual é o caminho que a empresa está seguindo para desenvolver esta e outras tecnologias.

Empresas como Samsung, LG e Apple levam anos trabalhando no desenvolvimento de telas flexíveis, e as atuais telas curvas que podemos ver em vários smartphones e tablets são apenas um passo nesse caminho. Como vemos, poderemos ter em breve dispositivos que podem ser dobrados para serem acomodados no bolso, facilitando assim o seu transporte.

 

Via Patent Yogi

Microsoft registra patente de smartphone com vários sistemas operacionais

by

microsoft-lumia-smartphones

A Microsoft registrou a patente de um smartphone que permite a escolha de mais de dois sistemas operacionais, que não viriam pré-instalados de forma direta.

Diferente do que ocorre hoje quando compramos um dispositivo dual boot, a patente da Microsoft mostra que os sistemas operacionais iriam compactados no smartphone, onde o usuário ao iniciar o dispositivo pela primeira vez poderia optar por um ou mais sistemas para serem instalados no aparelho. Os demais sistemas ficariam inoperantes.

Porém, essa não é uma decisão definitiva. A patente indica que é possível voltar à opção de escolha do sistema operacional, trocando por outro software disponível no menu de seleção.

microsoft-patente-smartphones-várias-os-01

Além disso, está disponível uma série de opções para o usuário, como a possibilidade de eliminar sistemas operacionais comprimidos que não serão utilizar, além de permitir a opção de dual boot.

É uma patente interessante, oferecendo ao usuário a flexibilidade de uso de software em um mesmo design, sem limitar o dispositivo a um sistema operacional.  Por enquanto, não há informações se um produto com essas características vai chegar ao mercado. Mas quem sabe no futuro veremos um telefone com Android, Windows 10 e algum outro sistema alternativo.

Isso é, se as batalhas legais deixarem.

microsoft-patente-smartphones-várias-os-02 microsoft-patente-smartphones-várias-os-03 microsoft-patente-smartphones-várias-os-04 microsoft-patente-smartphones-várias-os-05

Via Softpedia, USPTO, WMPowerUser

Patente da Nintendo pode indicar como será o futuro do seu próximo console

by

nintendo-old-games

Uma patente publicada recentemente pode mostrar os futuros caminhos do NX, novo console da Nintendo. Registrada em fevereiro de 2015, essa patente explica como funciona o sistema de armazenamento de um console, que nos detalhes mostra que os japoneses eliminaram um elemento até então crucial: o disco ótico. Ou seja, abandonando o formato físico para os videogames.

Se a patente da Nintendo estiver presente no próximo console, estaremos diante de um sistema que carregaria todos os seus jogos em um disco rígido e, por tabela, eliminando a venda de jogos no formato físico. Uma mudança drástica para a Nintendo, mas um movimento que outras empresas estão tomando.

Pense nas Steam Machines, que apesar de dar os seus primeiros passos, eles apostam pesado no formato digital, algo herdado da indústria dos PCs, que cada vez mais consome e compra conteúdos através de plataformas como o Steam, Gog e tantas outras. Além disso, está cada vez mais comum a prática de aquisição e download dos jogos no formato digital.

De fato, até a Sony apostou nisso com dispositivos como o PlayStation TV ou o PSP Go. Não é algo novo, mas dá algumas pistas sobre onde a Nintendo quer ir com o seu novo console. A patente não só fala da eliminação do disco ótico, mas também deixa alguns detalhes igualmente interessantes.

No documento, vemos que o disco rígido presente no console pode funcionar em duas velocidades (rápido ou lento), algo que faz muito sentido para agilizar a carga dos jogos. A patente explica que se trata de um conjunto de controladores que se encarregam de decidir qual é a velocidade a ser utilizada a cada momento. Em nenhum momento dá a entender que se trata de um híbrido como o Fusion Drive.

Por fim, temos a volta da tela touch no controle do console, mas sem detalhes sobre tamanho, funcionamento ou integração com o sistema.

Vale recordar que se trata de uma patente, ou seja, não significa que tudo estará presente no Nintendo NX. A boa notícia é que temos mais detalhes sobre o produto antes do final de 2015.

Via NeoGAF

Apple cria material que esconde as antenas do iPhone

by

iphone-6-antenna-lines

A Apple registrou uma patente de um material composto (aparentemente) por metal anodizado, que ao mesmo tempo permite que as frequências de rádio trafeguem com normalidade.

Dessa forma, é possível fabricar um novo smartphone (ou qualquer tipo de dispositivo que possa ser empregado esse material) com uma estética muito mais limpa, sem as antenas visíveis no dispositivo, uma vez que a conexão não ficará comprometida com tal proposta.

Tal como em muitas outras patentes registradas pela Apple, não sabemos se eles vão adotar esse novo material em seus futuros dispositivos. Mesmo assim, faz muito sentido que a gigante de Cupertino busque uma maneira de reformular o design minimalista dos seus produtos, aproveitando essa descoberta.

Veremos se essa solução estará presente em um suposto iPhone 7 (não digo no iPhone 6s). Favoritem esse post e voltamos a conversar daqui a um ano e meio, mais ou menos.

Via Business Insider, iClarifiedUSPTO

 

Samsung registra patente de phablet conversível com Android e Windows

by

samsung_phablet_dock_1

A Samsung apresentou uma patente que combina um phablet conversível a um portátil com Android e Windows, no mais pulo estilo do conceito do ASUS Padfone. Ou seja, um híbrido que transforma o smartphone em um ultraportátil ao conectá-lo em uma base, que inclui portas adicionais, teclado e tela touch.

O smartphone funcionaria com o sistema Android, mas quando conectado no dock ele mudaria para o Windows 10. A base não teria CPU, memória ou disco rígido, para ter um design ultrafino e facilmente transportável. Por ser uma patente, não necessariamente vai se transformar em um produto comercial. De qualquer forma, possui um design inovador, que estreou no ASUS Zenfone, e que pode ser atraente para uma parcela dos usuários.

samsung_phablet_dock_2

Não há comentários sobre a plataforma de hardware que o dispositivo móvel vai utilizar, mas podemos apostar em um dos novos SoCs móveis da Intel (Atom X3 ou X5), suportados oficialmente para Android e Windows. O site Notebook Italia comenta que esse conjunto de notebook híbrido com phabelt seria compatível com outros sistemas operacionais, como o Tizen OS. O que faz todo o sentido.

Via Notebook Italia

Google quer transformar as paredes da sua casa em telas

by

google-parede-foto-reativa-01

Uma das coisas mais legais do filme De Volta Para o Futuro II é a possibilidade de transformar as paredes da casa em telas, através de projeção de imagens. Hoje, uma nova patente do Google pode oferecer algo semelhante, através de uma pintura foto-reativa.

Essa nova patente mostra um novo sistema de projeção sobre paredes com a já citada pintura foto-reativa, onde independente da cor da parede, ela pode ser alterada depois de receber a luz projetada, transformando a parede em algo muito similar a uma tela de TV ou smartphone, tanto na resolução como na qualidade de imagem e brilho similar a um leitor de livros eletrônicos.

google-parede-foto-reativa-02

A pintura da parede funcionaria de forma similar ao que acontece com a tinta eletrônica, reagindo às projeções e deixando-as fixas até que uma nova apareça. Até se fala de projetar imagens em movimento, vídeos e temas pré-carregados, como Natal, Halloween ou qualquer outra data importante, mudando a paisagem habitual da casa.

A pintura pode ser usada em qualquer parede, dando a possibilidade de oferecer todo um cenário dentro da nossa casa, de acordo com a ocasião, já que tudo seria controlado através do nosso smartphone ou computador, com a ajuda da tecnologia de streaming sem fio do Google, presente hoje no Chromecast.

google-parede-foto-reativa-03

Com isso, estaríamos diante de uma nova forma de consumir conteúdos, já que ao ter os projetores conectados ao smartphone, poderíamos inclusive assistir TV, adicionar widgets com previsão do tempo ou resultados esportivos, e até adicionar imagens em movimento de uma paisagem de neve em pleno verão. As possibilidades são infinitas.

Obviamente, é preciso ter um pouco de cautela. O Google fala apenas de uma patente, e essa não é uma garantia que veremos um dispositivo desse tipo em um futuro próximo. Mas que é muito interessante conhecer o que eles estão planejando, não resta a menor dúvida que sim.

Via Quatz

Como seria um iPhone resistente à água?

by

iphone-agua-resistente

Um dos grandes sinais de identidade dos smarphones da Sony é a sua resistência à água. Porém, tal detalhe parece não ser de agrado da Samsung, que retirou essa opção dos seus últimos lançamentos. Para muitos usuários, esse é um fator importante, e pode ser que os futuros iPhones recebam essa mesma proteção.

Uma nova solicitação de patente da Apple descreve uma série de métodos para oferecer essa proteção. Se veremos isso algum dia em um iPhone, não dá pra dizer. Mas a possibilidade se encaixa com a filosofia de Tim Cook e sua equipe.

A patente indica como uma das opções baseadas em aplicar um revestimento de certos componentes internos – como a placa-mãe de um dos chips integrados – como uma capa hidrofóbica, algo que algumas empresas já fazem. A aplicação dessa capa quase não adiciona espessura ao conjunto resultante, o que faria com que o design externo praticamente não fosse afetado.

650_1000_patente-apple-agua

O documento da Apple fica claro que a proteção contra interferências eletromagnéticas (EMI) de seus dispositivos (iPhone, iPad ou MacBook) se mantrá, mas isso não vai impedir que essa proteção à água seja aplicada. Mesmo assim, parece que contar com as duas opções integradas no dispositivo podem apresentar problemas que precisam ser corrigidos.

Um deles é a proteção dos conectores soldados e expostos no circuito, que podem ser isolados graças ao uso de proteções de silicone no ponto em que ele se conecta nas placas. A patente, solicitada pela primeira vez em março de 2014, ainda não recebeu a aprovação da USPTO, mas temos que levar em consideração que essa funcionalidade só estará disponível nos futuros dispositivos da Apple (e em um futuro a longo prazo).

Via TechCrunchUSPTO

Nova patente da Apple promete fotos de maior qualidade em seus smartphones

by

650_1000_iphone6-camara

A Apple obteve a patente para a chamada ‘Mirror Tilr Actuation’, uma técnica baseada no uso dos espelhos que permitem melhorar os sistemas de estabilização ótica de imagens e compensar o movimento da mão dos usuários para uma melhor qualidade da imagem capturada.

Os sistemas OIS foram introduzidos nos novos iPhone 6 e iPhone 6 Plus. O iPhone 6 conta com um sistema de software, enquanto que o iPhone 6 Plus se aplica por hardware. A nova patente promete uma melhora notável para os dois sistemas.

A patente da Apple indica que o OIS ajusta a direção do campo de visão da câmera, para corrigir os possíveis movimentos da mão do usuário. Técnicas como o ‘lens barrel shift’ e a inclinação do objeto fazem que tanto o objetivo como o sensor de imagem se inclinem para ajustar esses movimentos, mas de acordo com a Apple, tais técnicas não são 100% eficazes.

O novo sistema da Apple inclui um sensor de imagem e um objetivo que tem elementos móveis colocados de forma independente uns dos outros. A inclusão dos espelhos que se inclinam de acordo com o movimento do iPhone faz com que, teoricamente, a imagem se estabilize com maior precisão do que nos sistemas OIS atuais.

Via AppleInsiderFPO

Os sensores de digitais podem eliminar o botão iniciar dos smartphones

by

650_1000_crucialtec

A empresa sul-coreana CrucialTec é uma das mais relevantes no âmbito da tecnologia de sensores de digitais, e eles acabam de obter uma patente que se descreve como um sensor que se integraria com a tela touch dos dispositivos móveis.

Se rumorava que tal característica poderia ser parte da próxima família de dispositivos Samsug Galaxy, mas não é bem assim. Em compensação, seu desenvolvimento demonstra que o recurso promete substituir o botão iniciar que a maioria dos smartphones e plataformas móveis atuais utilizam.

Essa tecnologia dispensaria o uso dese tipo de botões, permitindo ganhar um espaço vital para tornar esses produtos ainda mais compactos, mesmo com a tendência do aumento de tela. A própria Apple se vê de certo modo prejudicada: ainda que o seu sensor Touch ID funcione de forma sobressalente, a simetria no design dos seus smartphones obriga que esse sensor seja notavelmente mais volumoso que os seus rivais.

Ter um smartphone com uma tela onde basta colocar nosso dedo na mesma para autenticar o usuário e ir para a tela de início poderá ser uma das novidades dos futuros smartphones. A Apple já registrou uma tecnologia similar, o que pode indicar novidades nesse sentido nos futuros iPhones.

Via Korea Herald

Patente sugere que próximo grande projeto da Apple pode ser uma câmera de ação

by

650_1000_apple-gopro-patent

34 novas autorizações de patentes cedidas pelo Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos para a Apple escondem uma patente de uma câmera de ação, que pode ser controlada à distância.

Vale destacar que a Apple é uma das empresas que mais registra patentes todos os anos, e muitos desses projetos jamais verão a luz do mercado. Mas o mais interessante dessa patente (ingressada na USPTO em 2012) é que sua simples descoberta fizeram com que as ações da GoPro despencassem em 14%.

Outro detalhe interessante está no fato da patente conter elementos de uma patente de propriedade da Kodak, que foi adquirida pela Apple no passado.

O site Patently Apple informa que, caso essa patente algum dia veja a luz, teremos uma câmera com um mecanismo integrado que permite uma instalação simples em bicicletas, capacetes, motocicletas, pranchas de surfe e outros, podendo ser controlada à distância, seja por um controle remoto, um smartwatch, ou pelo iPhone.

650_1000_apple_gopro_cam

Também se fala que tal câmera e seu sistema será à prova d’água, permitindo a captura de fotos, vídeo e áudio de forma submersa. Um dos grandes diferenciais será o design aerodinâmico de grande durabilidade, mas é preciso mencionar que a patente só fala de um sistema de captura de imagens e um controle remoto, e não necessariamente uma câmera de ação.

Vale lembrar que a Apple tentou no passado entrar no mercado de câmeras, com resultados pobres. Por outro lado, as câmeras presentes no iPhone são excelentes. Logo, a ideia de uma câmera como dispositivo da Apple não é algo tão absurdo assim.

Enquanto isso se confirma ou novos indícios aparecem, o estrago já está feito, e muitos investidores da GoPro decidiram se retirar antes da possível entrada da Apple no seu mercado, o que sem dúvida poderia dar uma nova perspectiva de mercado para as câmeras de ação em um futuro próximo.

Via BloombergPatently Apple

Apple pensa em um futuro Apple TV controlado por gestos

by

650_1000_patente-apple-primesense

Uma patente registrada pela Apple revela uma tecnologia que cobre os aspectos básicos de um sistema de mapeamento 3D, semelhante ao Kinect, da Microsoft. Tal tecnologia é fruto da compra da PrimeSense, responsável pelo desenvolvimento do periférico do Xbox 360 e Xbox One.

Na patente, é possível ver os detalhes do sistema de projeção óptica que permite emitir um padrão de luz sobre objetos, que por sua vez faz o seguimento para a representação de objetos 3D. A distorção do padrão pode ser interpretada por um sensor óptico, e essa informação pode ser utilizada para mapear o espaço 3D, baseando-se no ângulo e grau da distorção.

As aplicações práticas para essa patente são claras: por exemplo, detectar gestos e movimentos tal como o Kinect para interação com atividades multimídia. A Apple não revela as finalidades dessa patente, mas é lógico pensar que tal interação pode estar presente em futuros produtos. O Apple TV, um dos dispositivos que está sem atualizações a mais tempo, pode ser um bom candidato para receber essa funcionalidade.

Via AppleInsiderUSPTO