Arquivo para a tag: office 2013

Novo Microsoft Office: 365, diversas versões e suas características

by

O novo Microsoft Office é uma realidade. O Office 2013 está disponível no mercado brasileiro e uma de suas grandes novidades é o Office 365 Home Premium, que promete uma oferta de recursos e funcionalidades para múltiplas plataformas, e não apenas nos computadores, algo que a empresa entende que é uma necessidade crescente entre usuários profissionais e pessoais.

Seu preço de lançamento é de R$ 179, no formato de assinatura anual (ou seja, você paga R$ 179 pelo primeiro ano de uso; nos demais anos, o valor pode variar), que permite o uso da suíte em até cinco equipamentos diferentes, incluindo computadores, smartphones e tablets, incluindo PCs e Macs. O usuário também recebe 20 GB de armazenamento extra no SkyDrive e 60 minutos de chamadas no Skype por mês.

A grande vantagem do Office 365 é que tudo o que for lançado como novidade para o sistema estará disponível para o usuário de forma automática, sem esperar um ciclo de atualização de três anos ou de instalações posteriores. As atualizações serão mais rápidas, oferecendo um suporte maior e mais dinâmico para correção de problemas e oferta de inovações.

O Office 365 Home Premium chega ao Brasil com uma oferta de lançamento, válida até 31 de março, por R$ 179 no modelo de assinatura por um ano – o equivalente a R$ 14,91 por mês. A partir de 1º de abril, o preço do produto será de R$ 199.

Novas edições para diferentes perfis

A Microsoft também disponibiliza hoje o Office 365 University, voltado para estudantes e professores universitários, por R$ 179 no modelo de assinatura válida por quatro anos – equivalente a R$ 3,73 por mês. Este público contará com todos os aplicativos do pacote Office, armazenamento em SkyDrive, ligações de Skype e atualizações inclusas no Office 365 Home Premium, por meio de uma licença que pode ser utilizada em até dois equipamentos, entre PCs, Macs e dispositivos móveis com Windows. O recurso Office Sob Demanda também estará disponível garantindo uma mobilidade ainda maior aos seus usuários.

Globalmente, a Microsoft também lança as novas versões no modelo de licenciamento permanente, para os usuários interessados em ativar sua licença em apenas um equipamento e cujas necessidades de atualização não são tão frequentes. As licenças disponíveis e preços sugeridos para o varejo são:

Office Home and Student 2013 – R$ 239
Office Home and Business 2013 – R$ 589
Office Professional – R$ 1.079

Momento de fazer as coisas que deseja

Em uma pesquisa recente divulgada pela Microsoft, 60% das pessoas disseram que não dispõe de tempo suficiente para fazer todas as coisas de que gostariam e 80% afirmaram que poderiam ser mais produtivas e dispor de mais horas por dia se fossem mais organizadas. A fim de auxiliar as pessoas a dispor de mais tempo para si mesmas, a Microsoft lança hoje o site Momento 365 (www.momento365.com.br), que oferece dicas, truques, ideias e inspiração para que pessoas de todo o mundo possam tirar o máximo proveito das funcionalidades do novo Office 365. O conteúdo do site contará com a colaboração de especialistas em Office, assim como de pessoas comuns, pais ou filhos, das mais variadas profissões, que trabalham e buscam o equilíbrio para suas vidas pessoal e profissional. De forma interativa, todos que desejarem terão a possibilidade de compartilhar suas descobertas para simplificar a rotina, multiplicar o tempo e levar a vida que desejam de modo mais produtivo e saudável.

Outras inovações do novo Office:

  • Ele funciona em múltiplos dispositivos, com toque, caneta ou teclado em PCs e tablets com Windows ou Macs.
  • Está na nuvem, então quando o usuário faz log in, todos os seus documentos e as configurações personalizadas ficam disponíveis, onde quer que ele esteja.

Entrega novos recursos, que mantêm os usuários conectados e produtivos. Entre eles estão: o Cartão de Pessoas, que agrega em um único lugar todas as informações de seus contatos, incluindo atualizações nas mídias sociais; o Modo Leitura, que otimiza seus documentos para leitura em tablets; Última Visualização, que permite abrir documentos exatamente na mesma página e local de quando ele foi visualizado pela última vez; o PDF Reflow, que permite usar informação de PDFs em documentos do Office; o Modo Apresentador, que oferece um centro de comando de apresentações no PowerPoint; e o Preenchimento Relâmpago, que elimina tempo perdido com entrada de dados, completando os campos automaticamente no Excel.

É possível experimentar o Office 365 Home Premium e o Office 365 University em www.office.com. No site recém reformulado, é possível acessar centenas de templates de design profissional, escolher entre um catálogo de aplicativos e ainda fazer assinatura do novo Office na nuvem. Os usuários que comprarem o pacote Office Home and Business 2010, Office Home and Student 2010 ou Office Professional 2010 entre 19 de outubro de 2012 e 30 de abril de 2013, poderão solicitar o seu novo Office por meio do site www.office.com/offer.

Crédito das fotos: Celso Matsuoka
Via Assessoria de Imprensa

Microsoft Office 2013 é lançado oficialmente, e já está a venda no Brasil

by

A Microsoft vai realizar hoje em Nova York, São Paulo e nas principais cidades do planeta eventos de lançamento do seu novo pacote de aplicativos de escritório, o Microsoft Office 2013. Mas para quem não pode estar no evento, ou simplesmente não pode esperar, saiba que ele já está disponível para compra para todos os usuários. Nesse post, vamos informar detalhes gerais da nova versão, e o mais importante: os preços a serem cobrados por essa atualização.

O novo Office 2013 vem alinhado com a proposta do Windows 8, e por consequência, se alinha com a ideia da Microsoft em criar um ecossistema de produtos que possuam a mesma interface visual minimalista, mas oferecendo recursos avançados, o que já é a marca registrada do pacote de escritório mias vendido do mundo. O Office segue se focando prioritariamente em usuários de escritório e estudantes, que necessitam desse pacote de aplicativos para desenvolvimento de suas atividades.

Os principais programas do Office 2013 seguem sendo o Word, o Excel e o PowerPoint, que estarão presentes em todas as versões disponíveis da suíte de aplicativos. O OnteNote, o “caderno digital” do Office, também está presente em todas as versões, uma vez que a própria Microsoft entende que esse recurso se tornou muito popular entre os usuários do serviço.

A grande novidade do Office 2013, além de uma interface renovada, é a sua maior integração com recursos na nuvem, através do Office 365. Através dele, o usuário poderá acessar o Office de qualquer lugar, enviando os seus aplicativos pelo SkyDrive (pelo menos 20 GB disponíveis para armazenamento), e podendo instalar a suíte em até cinco computadores diferentes. Outro recurso interessante para quem precisa ter o Office em mais de uma máquina é o Office on Demand, que transmite os arquivos do office para qualquer computador conectado à web no modo On Demand. Por fim, o Office 365 também marca a estreia do Skype na suíte de aplicativos, onde a Microsoft oferece até 60 minutos por mês de chamadas Skype para telefones de mais de 40 países.

Alguns e-commerces nacionais já disponibilizam para venda o Office 2013 no Brasil. Por exemplo, o Extra já preparou uma página especial para o produto, mostrando suas principais características e as opções disponíveis para compra.

Pelo menos por enquanto (mais detalhes devem ser revelados na coletiva de lançamento do produto no Brasil), as duas versões disponíveis são o Office 2013 Home & Student (Word, Excel, PowerPoint e OneNote), que custa R$ 239,00, e o Office 365 Home Premium (Word, Excel, PowerPoint, OneNote, Outlook, Publisher, Access e recursos online – para 5 dispositivos entre PCs, tablets e smartphones), que tem uma assinatura anual de R$ 179,90.

Antes que você comece a reclamar do preço (para alguns brasileiros, isso é praxe), os valores adotados para o mercado brasileiro são mais baratos do que aqueles adotados nos Estados Unidos. Lá, o pacote Office 2013 Home & Stuent tem o valor de US$ 139,99 (ou R$ 293, na cotação de US$ 1 = R$ 2,10), e a versão Office 365 Home Premium tem assinatura anual de US$ 99,99 (R$ 209, na mesma cotação do dólar). Além disso, estamos falando simplesmente do mais utilizado pacote de aplicativos de escritório do mundo. Logo, para quem é usuário regular do recurso, o valor está dentro do aceitável.

Para saber mais sobre o novo Office 2013, acesse os links abaixo:

introdução
Word 2013
PowerPoint 2013
Excel 2013
OneNote 2013

O novo pacote Office pode ser lançado em 29 de janeiro

by

Segundo garante diversas fontes de tecnologia (algumas delas nacionais), a data oficial para o lançamento do Office 2013, a nova versão da suíte de escritório da Microsoft, será no próximo dia 29 de janeiro. As pistas sobre o lançamento do novo Office vem dadas por diferentes eventos de imprensa planejados ao redor do mundo com o tema para esse produto, e todos esses eventos marcado para a última semana do mês de janeiro.

A equipe da Microsoft Brasil, por exemplo, vai realizar um evento relacionado ao Office 2013 e os serviços na nuvem do Office 365 para o dia 29 de janeiro. O mesmo deve acontecer na Alemanha, no mesmo dia. Outra pista mais contundente está relacionada a um evento no próprio campus da Microsoft em Redmond, entre os dias 22 e 24 de janeiro. O motivo do evento (que é exclusivo para sócios e parceiros da empresa) é a comemoração do pré-lançamento do novo pacote de escritório, que será apresentada por funcionários da divisão do Microsoft Office.

Charles Drengber, Gerente de Negócios da Microsoft, passou algumas informações importantes sobre o lançamento do novo pacote Office:

  • Os usuários do Office 365 receberão as notificações para atualizar a nova versão 14 dias antes da data de lançamento
  • Os clientes dos Estados Unidos serão os primeiros a receber as atualizações do Office 2013
  • O Microsoft Office Web Apps será atualizado para a última versão junto com o lançamento do Office 2013, e o aplicativo Lync incluirá suporte para vídeo chamadas em HD
  • O Office 2013 estará disponível para download online até o dia 8 de abril de 2014

O Office 2013 terminou o seu estágio de desenvolvimento a alguns meses, e desde então, está disponível para os assinantes da MSDN ou TechNet, além dos sócios da Microsoft.

No final do ano passado, algumas das novidades do Office 2013 foram reveladas, assim como os produtos que integram a nova suíte, com o objetivo de fazer os consumidores detectarem as reais necessidades que esses recursos poderão cobrir nas diferentes versões que estarão disponíveis nas lojas nas próximas semanas.

Descobrindo o novo Office 2013: versões e preços

by

Aos poucos, vamos descobrindo as novidades dos produtos incluídos no novo pacote de aplicativos de escritório da Microsoft, o Office 2013. Nesse post, vamos repassar as versões e os valores dessas suítes (valores em dólares), que devem chegar ao mercado no primeiro trimestre de 2013.

O novo Office 2013 está dividido em três versões, que são bem diferentes entre si, além de uma quarta versão, que é exclusiva para a versão Windows RT, que já virá pré-instalada nesses equipamentos, e que não está disponível para compra nas lojas. Essa versão exclusiva para o Windows RT será equivalente à versão Home and Student do Windows 7/8.

As versões comercializáveis são:

  • Office 2013 Home and Student, por US$ 139,99 (Word, Excel, PowerPoint e OneNote)
  • Office 2013 Home and Business, por US$ 219,99 (Word, Excel, PowerPoint, OneNote e Outlook)
  • Office 2013 Professional, por US$ 399,99 (Word, Excel, PowerPoint, OneNote, Outlook, Access e Publisher)

A Microsoft já anunciou que a nova versão do Office estará disponível em todo o planeta no seu lançamento, e que na maioria das lojas da Europa e dos Estados Unidos estará disponível a PKC (Product Key Card), no lugar da tradicional caixa de DVD. Com a PKC, o usuário pode simplesmente fazer o download do instalador em seu computador, e usar a nova chave de licença para ativar o produto.

Além desses pacotes de suíte de aplicativos, o novo Office incorpora duas ramificações do Office 365, denominadas Home Premium e University. Os dois segmentos incluem, além dos produtos presentes no Office 2013, os benefícios dos serviços da Microsoft na nuvem, tais como:

  • 20 GB de capacidade de armazenamento gratuito no SkyDrive
  • 60 minutos mensais de chamadas internacionais gratuitas via Skype
  • Assinatura anual de atualizações automáticas
  • Capacidade de usar o Office 2013 em até 5 PCs

O pacote do Office 365 Premium tem um preço sugerido de US$ 99,99/ano, enquanto que o Office 365 University (que é exclusivo para instituições acadêmicas) tem um valor de US$ 79,99, para um período de quatro anos.

Agora, se você está assustado com os preços cobrados pelo Office 2013, temos uma dica para passar: para os usuários que comprarem o Microsoft Office 2010 Home and Student nesse final de ano, terá a atualização para o Office 2013 garantida, de forma gratuita. É um bom negócio, se levarmos em conta que você pode ter um software oficial da Microsoft, com direito a três licenças, e ainda atualizável sem custo adicional.

Outro detalhe: o Office 2012 Home and Studend pode ser encontrado a R$ 99, dependendo do e-commerce que estiver comercializando o produto (o preço normal do pacote é de R$ 199).

Descobrindo o novo Office 2013: OneNote 2013

by

O OneNote 2013 nada mais é do que um bloco de notas digital, que permite a criação, captura, armazenamento e compartilhamento de todo o tipo de informação. Nossas notas serão salvas automaticamente na nuvem, e poderemos acessar esses dados quando necessitamos, a partir de vários dispositivos, ou através do próprio navegador de internet.

A nuvem

Com o novo OneNote 2013, poderemos salvar todos os nossos arquivos na nossa conta do SkyDrive ou SharePoint. A partir daí, poderemos ver, editar, sincronizar e compartilhar todo o nosso conteúdo, e trabalhar nesse material com familiares ou colegas de classe ao mesmo tempo.

Sincronização entre dispositivos

Ao armazenar o nosso bloco de notas na nuvem, o conteúdo vai se manter sincronizado através dos aplicativos que o OneNote 2013 terá em nossos dispositivos favoritos, incluindo o Windows 8, Windows Phone, iPhone, iPad, Android e Symbian. Também poderemos utilizar as Office Web Apps gratuitas, a partir de qualquer navegador.

Entrada a mão

Desenhar, apagar e editar suavemente com o dedo, uma caneta Stylus ou com o mouse, em qualquer dispositivo. Se você necessita compartilhar suas anotações e se preocupa com a sua (baixa qualidade de) caligrafia, o OneNote 2013 pode transformar os garranchos que você escreveu em um texto minimamente inteligível.

Recortar

A melhora na ferramenta de “enviar ao OneNote” faz com que seja mais fácil poder recortar o que estamos vendo em nossa tela, e assim, enviar uma página web ou um documento completo em uma seção do bloco de notas.

Inserção de arquivos

Com o OneNote 2013, podemos inserir imagens, vídeos e documentos em nossas notas digitais facilmente. Além disso, poderemos inserir também planilhas de cálculo do Excel ou diagramas da Visio, onde poderemos ter uma visualização prévia do conteúdo que poderá ser editado rapidamente.

Salvar automaticamente

O OneNote 2013 salva automaticamente todo o conteúdo enquanto trabalhamos, para que possamos nos concentrar exclusivamente em nossa tarefa, sem a necessidade de nos preocuparmos com a perda dos dados. Os usuários também poderão usar a ferramenta de busca instantânea, para ver cada detalhe de tudo o que criamos ou salvamos no OneNote.

Em resumo, o OneNote 2013 vai permitir a criação de notas digitais em um bloco de notas com uma aparência moderna, que elimina todo o tipo de distrações em sua interface. Sua plena integração com a nuvem permite que você obtenha todo o conteúdo que você precisa, quando necessário, e em qualquer lugar, seja em um smartphone, tablet, notebook ou desktop.

Descobrindo o novo Office 2013: Excel 2013

by

A primeira coisa que chama a atenção no novo Excel 2013 é a sua aparência visual, que é completamente nova. O programa está mais limpo, mas foi desenhado para ajudar o usuário a obter resultados com aparência profissional com facilidade e rapidez. Os consumidores encontrarão novas características que vão permitir se distanciar das típicas células ou números, e utilizar novos elementos gráficos, capazes de melhorar o reconhecimento da informação.

Ferramentas

Os usuários poderão extrair facilmente o necessário da informação importada com a ferramenta de preenchimento rápido, executando uma análise complexa mais rapidamente, se comparado com a mesma execução em uma tabela dinâmica.

  • Tabela dinâmica recomendada: o novo Excel 2013 resume nossos dados com visitas prévias de várias opções da tabela dinâmica, o que vai permitir ao usuário selecionar a opção que melhor expresse a nossa ideia.
  • Preenchimento rápido: esta nova ferramenta faz com que seja mais fácil voltar a formatar e reorganizar nossos dados. O Excel 2013 aprende e reconhece o padrão para autocompletar os dados restantes, sem a necessidade de novas células.

Gráficos

O novo botão Gráficos vai permitir ao usuário a escolha entre uma grande variedade de gráficos, que serão ideias para afinar os resultados de nossas apresentações.

  • Gráficos recomendados: o Excel 2013 nos recomendará os gráficos que melhor ilustrem nossos padrões de dados. Além disso, obteremos uma visão prévia do gráfico e suas opções, para que possamos escolher o melhor padrão, antes de salvar as mudanças.
  • Análise rápida: os consumidores poderão descobrir diversas formas de representar nossos dados visualmente. Quando o resultado é aquele considerado o ideal, é possível aplicar formatos, linhas, gráficos ou tabelas, com um simples clique do mouse.
  • Controle do formato dos gráficos: os gráficos poderão mudar de título, de design e de conjunto de elementos de forma fácil e rápida, dentro de uma interface mais interativa.

Compartilhamento

Com o Excel 2013, é mais fácil trabalhar em equipe com outras pessoas. Agora podemos compartilhar informações, enviar links de documentos aos nossos colegas de trabalho, publicar conteúdos nas redes socais ou apresentá-los online.

  • Uso compartilhado simplificado: de forma pré-determinada, nossos documentos do Excel 2013 ficam salvos na nuvem do SkyDrive ou SharePoint. A partir dali, podemos enviar para nossos colegas de trabalho um link para o mesmo arquivo, junto com as permissões de leitura ou edição.
  • Redes sociais: no novo Excel 2013, poderemos compartilhar partes de nossos documentos ou folhas de cálculo em nossas redes sociais favoritas.

Definitivamente, o novo Excel 2013 está cheio de novidades, e nos oferece novas formas de explorar nossos dados, de forma mais intuitiva. Os consumidores serão capazes de visualizar, analisar, mostrar e compartilhar os resultados do seu trabalho de uma forma até então inédita.

Descobrindo o novo Office 2013: PowerPoint 2013

by

O novo PowerPoint 2013 tem um visual mais limpo, e está preparado para ser usado em tablets, smartphones e computadores com tela sensível ao toque. Os temas agora chegam com variações, que permitirão ao usuário um ajuste mais fino às suas apresentações.

Design

Usar novos temas e variantes panorâmicos, agregar vídeos, imagens e formas, além de criar ícones personalizados, com ferramentas eficazes. Tudo isso é possível com o novo PowerPoint.

  • Tela inicial: a nova experiência de tela inicial vai ajudar o usuário no seu processo criativo, com sugestões de novos temas para apresentações.
  • Variantes de tema: os temas chegam com um conjunto de variações, como paletas de cores e famílias de fontes diferentes. No PowerPoint 2013, podemos escolher esquemas de cores alternativas, e a seguir, aplicar a aparência que desejamos com um simples clique.
  • Guias de alinhamento: basta dar uma olhada rápida nos objetos para saber se eles estão alinhados no projeto. As novas guias inteligentes aparecem de forma automática, e nos mostram informações sobre o espaçamento entre objetos.
  • Traçando o movimento: o novo PowerPoint 2013 exibe onde vai terminar o objeto em caso de utilização de um traço em movimento. Ou seja, nosso objeto original permanecerá fixo, e uma imagem fantasma se movimentará ao longo de sua rota, até o ponto final.
  • Melhoras no conteúdo multimídia: o PowerPoint 2013 é compatível com um leque maior de formatos multimídia, como .mp4 ou .mov. Com arquivos do tipo H.264 e AAC, os conteúdos serão reproduzidos em alta definição.
  • Conta-gotas de cor: podemos capturar a cor exata de um objeto na tela, e aplicar essa mesma cor em qualquer elemento com facilidade.

Visão de apresentador

Uma visão do moderador melhorada vai ajudar ao usuário a se manter organizado e centrado em nossa apresentação.

  • Zoom: teremos a capacidade de dirigir a atenção do público no ponto principal da apresentação. Ampliar um diagrama ou gráfico com um par de cliques, e reduzir na sequência, com a mesma facilidade.
  • Rede de navegação: trocar com facilidade o foco da apresentação (dentro ou fora da sequência) em um quadro onde só o usuário dono da planilha é capaz de ver. O público só vai ver aquilo que nós selecionamos durante a explanação.
  • Tela automática: quando projetamos uma segunda tela, as configurações garantem que nossa apresentação apareça na tela correta.
  • Suporte Widescreen: grande parte dos televisores do mundo possuem formatos de tela em alta definição. Por isso, o PowerPoint 2013 incorpora temas desenvolvidos no formato 16:9 para aproveitar ao máximo as possibilidades dessas telas.
  • PowerPoint Online: com o novo PowerPoint, podemos compartilhar de várias formas nossas apresentações na web. Enviando um anexos para outros dispositivos, para que sejam visualizados nas Office Web Apps, ou iniciar uma reunião através do Lync a partir de qualquer lugar.


Trabalho em equipe

Os recursos para colaboração receberam melhorias, que facilitarão o trabalho com outras pessoas envolvidas na mesma apresentação, interagindo ao mesmo tempo a partir de diferentes equipamentos.

  • Comentários: podemos escrever e seguir os comentários a partir do texto que estamos trabalhando, para que todos possam ver quem respondeu a quem e quando.
  • Co-autoria do PowerPoint Web App: poderemos trabalhar com o nosso equipamento na mesma apresentação ao mesmo tempo a partir do navegador de internet, com o PowerPoint Web App, sem ter a necessidade de contar com a versão de desktop instalada.

Além dessas novidades, o novo PowerPoint 2013, tal como os demais produtos da suíte, está otimizada para ser executada em equipamentos com tela sensível ao toque. Podemos usar os gestos típicos, como tocar, deslizar, aproximar e avançar nossas apresentações rapidamente, com simples gestos.

Descobrindo o novo Office 2013: Word 2013

by

Sem sombra de dúvidas, o Word é uma das peças fundamentais de toda a suíte do Microsoft Office. A seguir, você poderá ver que essa nova versão está centrada em melhorar os aspectos relacionados com a leitura de documentos, o trabalho em equipe e o refinamento de pequenos detalhes do software.

Melhorar a leitura

Com o novo Word 2013, os usuários vão ter uma melhor experiência de leitura na tela, graças à ausência da barra de ferramentas, que provocavam distrações desnecessárias. A saber:

  • Novo modo de leitura: o texto é redistribuído de forma automática, em colunas, para facilitar a leitura.
  • Zoom: quando os usuários visualizam tabelas, gráficos, imagens ou vídeos online, basta tocar duas vezes com o dedo, ou fazer clique no mouse para aplicar o zoom.
  • Marcar o ponto de leitura: o Word 2013 marca automaticamente o último ponto visto. Ou seja, quando voltamos a abrir aquele documento, o Word 2013 vai abrir a última página que revisamos, inclusive se abrimos o documento em um equipamento diferente.

Trabalho em equipe

O uso compartilhado de documentos revisados por várias pessoas é mais eficiente do que em qualquer outra versão do Word já lançada. Além disso, a marcação simples de uma revisão oferece uma visão clara de mudanças que foram realizadas no documento. E, se uma tarefa proposta em um comentário foi realizada, podemos fazer a marcação de concluído, e todo o grupo fica sabendo disso.

  • Responder comentários: o novo Word 2013 inclui a opção de responder comentários ao lado do texto que está sendo revisado, aumentando a produtividade na hora de fazer trabalhos em equipe.
  • Uso compartilhado simplificado: de forma predeterminada, nossos documentos serão salvos no SkyDrive ou no SharePoint. Os usuários poderão enviar um anexo do arquivo para outras pessoas do grupo, com diferentes permissões de edição e leitura.
  • Apresentação online: no novo Word 2013, os usuários poderão compartilhar seus documentos com outras pessoas, mesmo que elas não contem com o Word instalado em seu PC, através do Office Web Apps.

Melhora dos detalhes

O Word 2013 se centrou nos detalhes finais dos documentos, para que todos contem com um toque profissional, quando necessário.

  • Guias de alinhamento: com a nova versão, é possível alinhar fotos, vídeos ou diagramas no texto, de forma muito simples.
  • Distribuição dinâmica: o texto se redistribui automaticamente ao arrastar uma foto ou vídeo, mostrando uma pré-visualização de como o texto vai ficar em sua versão final.
  • Suporte ao PDF: com o Word 2013, os usuários poderão abrir e editar o conteúdo de arquivos PDF, como se eles fossem um documento qualquer do Word.

O nosso especial de posts sobre o Microsoft Office 2013 continua amanhã, quando falaremos do PowerPoint 2013.

Descobrindo o novo Office 2013: introdução

by

Mais uma série de posts temáticos no TargetHD.net. Ao longo dessa semana, vamos explorar as principais características do Office 2013 (ou Office 13, para os mais descolados), o novo pacote de programas de escritório da Microsoft, que chega ao mercado no primeiro trimestre de 2013. Como muita gente que comprou o Office 2010 nesse ano vai receber o produto gratuitamente, é importante mostrar o produto com um pouco mais de detalhes.

O novo Office 2013 inclui aplicativos inteligentes e serviços na nuvem, que conectam nossos documentos e configurações para serem acessados onde e quando necessitamos, sem empecilhos ou obstáculos. A nova versão do Office oferece aos usuários a liberdade de trabalhar como quiserem a partir dos seus PCs, Macs ou dispositivos móveis.

São três pilares fundamentais que o Office 2013 se sustenta. A saber:

1) Aplicativos Inteligentes

  • Os novos aplicativos inteligentes do Office 2013 permitem aos usuários criar, ler, compartilhar e se conectar aos seus documentos na nuvem.
  • Com os serviços do Office 2013 na nuvem, os documentos e configurações pessoais dos consumidores estarão sempre disponíveis, em qualquer lugar.
  • Na nova versão do Office, os consumidores poderão acessar os seus documentos recentes e planilhas profissionais a partir da tela inicial do produto, de forma prática e rápida.
  • O novo Office oferece uma melhor experiência de leitura, independente do tamanho de tela, fazendo com que o mesmo seja simples na hora de dar zoom no texto ou para mudar de páginas nos documentos.
  • Compartilhar documentos e apresentações do Office em tempo real é algo muito fácil: basta a pessoa contar com um navegador web instalado no dispositivo. Nem precisa ter o Office instalado no computador.
  • Capturar, organizar e compartilhar todo tipo de informação, como notas, fotos ou páginas web em um bloco de notas digital acessível, em qualquer lugar.
  • Mantenha-se conectado com a informação que nossos amigos e familiares compartilham em plataformas como Facebook ou LinkedIn.

2) A Nuvem

  • O novo Office 2013 salva os documentos no espaço de armazenamento na nuvem do SkyDrive, de modo que você pode acessar os conteúdos em vários dispositivos, sempre quando necessário.
  • Uma vez que o Office 2013 está ativo, nossas configurações pessoas e arquivos utilizados mais recentemente, ou planilhas favoritas ficam salvas em cada PC onde a sua conta Microsoft é iniciada.
  • Você poderá visualizar, editar e compartilhar todos os seus trabalhos online, com o Office Web Apps, dentro do SkyDrive.

3) Experiência Táctil

  • O novo Office 2013 está otimizado para ser executado em equipamentos com Windows 8 e tela sensível ao toque, mas também responde naturalmente com o teclado e mouse.

A versão de desenvolvimento do Office 2013 está disponível para download público, e durante o período de testes de 60 dias, os usuários poderão conhecer todas as vantagens e características do novo pacote, que como já informei no começo desse post, será lançado no começo de 2013.

Nos próximos dias, faremos uma revisão dos produtos disponíveis nessa nova suíte de escritório da Microsoft, mostrando as principais novidades e características dos produtos presentes nesse pacote.

Microsoft Office 2013 para iOS e Android confirmados para o ano que vem

by

Em um evento de imprensa realizado hoje (10) na República Tcheca, o gerente de produtos da Microsoft, Petr Bobek confirmou que a próxima versão do seu pacote de aplicativos para escritório, o Office 2013 estará disponível para as duas principais plataformas móveis do mercado, iOS e Android, já em março de 2013. O comunicado de imprensa da Microsoft também informa que o Office 2013 também estará disponível para os sistemas Windows Phone, Windows RT e Symbian.

Vale a pena lembrar que em fevereiro desse ano, muito se falou sobre o lançamento de uma versão do Office para o iPad, inclusive com supostas imagens dos aplicativos publicadas na internet. Rapidamente, a Microsoft negou a informação, mas no mês de março, a mesma Microsoft confirmou a existência de uma versão do pacote de escritório para o tablet da Apple, e que a mesma seria lançada em 10 de novembro, com o nome de Office Mobile.

O comunicado da Microsoft informa também que o Office 2013 (para computadores) estará disponível para as empresas no começo de dezembro de 2012, e que os consumidores poderão utilizá-lo no final de fevereiro de 2013. A empresa informa que “os serviços do Office 365 e outros produtos para dispositivos móveis (smartphones e tablets) serão lançados em março de 2013”.

Os representantes norte-americanos da Microsoft não confirmam, nem desmentem a disponibilidade do Office 2013 para dispositivos móveis para o final do primeiro trimestre do ano que vem, e só vai se pronunciar quando o produto em si for oficialmente anunciado, se limitando apenas a informar que “nós apenas afirmamos anteriormente que o Office Mobile vai trabalhar com os dispositivos com Windows Phone, Android, e iOS”.

Via The Verge, SlashGear

Microsoft revela os preços do Office 2013 (lá fora), a partir de US$ 100

by

A Microsoft ainda não definiu de forma oficial uma data para o lançamento do Office 2013, mas isso não quer dizer que a empresa não possa falar sobre quanto que ele vai custar no bolso dos usuários. Segundo o site ZDNet, as versões via assinatura do Office 2013 vai custar US$ 100 por ano, com acesso ao Office 365 Home Premium, e US$ 150, para o Office 365 Small Business Premium.

Vale lembrar que o Office 365 conta com os aplicativos Word, Excel, Powerpoint, OneNote, Outlook, Publisher e Acess, além de poder ser instalado em até cinco computadores. O Office 365 Small Business Premium possui todos os produtos do pacote Home Premium, acrescido dos aplicativos Lync e InfoPath.

Para os usuários que optarem em adquirir o DVD de instalação do Office 2013, pode optar por uma das três diferentes versões do produto: Office Home & Student (US$ 140), Office Home & Business (US$ 220) e Office Professional (US$ 400). A versão Office Home & Student inclui: Word, Excel, Powerpoint e OneNote; já a Office Home & Business adiciona ao conjunto o Outlook, e a versão Office Professional conta ainda com os aplicativos Publisher e Access.

Para tornar as ofertas online mais atraentes, o Office 365 Home Premium vai oferecer aos seus usuários 60 minutos grátis por mês no Skype e 20 GB de espaço de armazenamento no SkyDrive. a versão Office 365 Small Business Premium contará com 25 GB de espaço no Exchange para e-mail e calendários compartilhados, além de 10 GB de armazenamento do SharePoint. Também estão inclusos nos dois pacotes os recursos de conferência de vídeo em HD de forma gratuita.

No Brasil, os valores dos pacotes Office 2013 não foram oficialmente anunciados, mas assim que isso acontecer, publicaremos aqui no TargetHD.

Via ZDNet

Microsoft oferece informações adicionais sobre o Office 2013 e sua integração com o Windows Phone 8

by

Por algum motivo que ainda não conseguimos entender exatamente qual é, a Microsoft está oferecendo informações sobre o Office 2013 aos poucos, no modo “suaves prestações”. Mas isso não importa. Afinal de contas, é diversão garantida (no bom sentido) quando recebemos notícias sobre a nova versão do pacote de escritório mais popular do mundo.

Dessa vez, o pessoal do blog oficial do produto, o Office Next, publicou detalhes que falam das opções para compartilhar documentos, o envio de dados na nuvem, e aquele que provavelmente é o dado mais importante desse post, a integração com o Windows Phone 8. O blog informa que os documentos estarão sincronizados entre computadores e smartphones, e o que deu para entender é que até mesmo a posição de leitura de um documento será a mesma entre os dois dispositivos.

Muitos detalhes sobre o novo software da Microsoft ainda estão por ser revelados, como por exemplo as limitações do Office para Windows Phone, mas de qualquer forma, a empresa mostrou até agora elementos muito interessantes para aqueles que precisam trabalhar com folhas de cálculo por razões profissionais. Para ler todas as novidades dessa nova leva de informações sobre o Office 2013, clique aqui.

Novas do Office 2013: utilização em múltiplas plataformas e integração com o Skype

by

Ainda estamos conhecendo todos os detalhes sobre o novo Office 2013, mas alguns detalhes revelados pela Microsoft são muito animadores. Nesse post, destacamos duas dessas novidades.

A primeira delas está na integração de parte dessa nova geração do Office com dispositivos de diversos sistemas operacionais em uma única licença. Isso mesmo. Para você, que possui diferentes sistemas operacionais em casa (Windows, Windows Phone, Mac, iOS e Android), e ainda insiste em achar o pacote de escritório da Microsoft um produto “caro” (o que é algo completamente sem sentido pois, convenhamos, Office Home and Student 2010, para três computadores, a R$ 199,00, não é algo caro), saiba que com uma única licença adquirida, você poderá utilizar o Office em qualquer dispositivo de qualquer uma das principais plataformas, sem precisar comprar pacotes para sistemas específicos.

Quem informa a novidade é a diretora sênior da divisão do Office, Julia White. A grande diferença desse novo formato é que, antes, o usuário tinha uma licença para o Windows, outra para o Mac, e alguns aplicativos disponíveis para Android e iOS. Agora, tudo o que o Office pode oferecer de melhor estará disponível em todas as plataformas, e o usuário só precisa comprar uma licença de uma plataforma para aproveitar os mesmos benefícios nas outras plataformas.

Mas o Office não será 100% portado para as plataformas móveis, pois segundo a própria Julia, “isso não faz sentido”. Os aplicativos móveis precisam ser ágeis e práticos, para priorizar um melhor desempenho. Por isso, uma das soluções adotadas pela Microsoft para colocar o Office em diferentes plataformas é através dos aplciativos web, armazenados na nuvem, e acessado pelos navegadores. E é aí que o Office 365 entra em ação.

Uma vez que o novo Office será mais integrado à nuvem, todo e qualquer usuário do pacote de escritório poderá realizar as mesmas atividades dos computadores em smartphones, mas em uma plataforma adaptada aos dispositivos com telas sensíveis ao toque, com dimensões reduzidas e conectividade à web via 3G/4G. Segundo a Microsoft, esse é um dos principais benefícios que o novo Office pode oferecer. Além disso, outra importante vantagem é a constante atualização dos recursos e dos documentos produzidos, pois o seu conteúdo estará disponível aonde você for, independente do equipamento que você está utilizando.

A segunda notícia envolve na verdade o Office 365, e está na confirmação da integração com o Skype com essa plataforma online, e não apenas com o Office 2013. Ainda que isso soe um pouco estranho, o Skype, caso você tenha esquecido, faz parte dos produtos da Microsoft (a compra aconteceu em 2011). Até o momento, a Microosft deixou o Skype trabalhar por conta própria, e nesse meio tempo, a empresa de Redmond estudou qual seria a melhor forma de agregar valor ao comunicador instantâneo, e a forma escolhida foi a integração do produto nas novas versões do seu pacote Office.

E não apenas no Office 365, mas principalmente no Outlook. Se isso te parece pouco, a Microsoft também pensa em integrar o Skype com o serviço Lync, a suíte de comunicações da empresa de Redmond. E para potencializar a utilização do Skype dentro do Office, a Microsoft vai presentear os usuários pagos do Office 365 com 60 minutos de chamadas no Skype, permitindo a realização de chamadas a qualquer país do mundo, por um preço mais que reduzido.

Com esta aposta, a Microsoft claramente se diferencia da concorrência, tornando o terreno ainda mais difícil para os concorrentes do Skype no mundo de comunicadores instantâneos. Afinal de contas, pense na fatia de mercado que eles vão conquistar de aproximadamente 1 bilhão de usuários.

[Especial] Office 2013: a Microsoft apresenta o futuro do seu pacote de escritório

by

Em evento transmitido para todo o planeta via internet, a Microsoft apresentou de formo oficial a nova geração do Microsoft Office, pacote de programas de produtividade e escritório da empresa de Redmond. É hoje o produto que mais gera lucros para a empresa, sendo utilizado por aproximadamente 1 bilhão de pessoas no mundo. E o Office 2013 vem com uma missão muito específica: bater de frente com o Google Docs, que mesmo não sendo tão completo quanto a solução da Microsoft, vem sendo cada vez mais adotada pelos usuários que não necessitam de todos os recursos de um pacote de escritório, e com vantagens, pois é todo na nuvem, é simples, e é de graça.

Entre as principais novidades, vale a pena destacar o aprimoramento da interface e dos programas para uso em tablets, e sua grande integração com os softwares da suíte Office na Web. No evento realizado ontem (16) nos Estados Unidos, a Microsoft não quis falar de preços, e se concentrou em destacar os benefícios que a nova versão vai oferecer aos usuários. Os valores para o novo Office só serão revelados em setembro.

A Microsoft deixa claro que se empenhou ao máximo em integrar o Office aos seus próximos sistemas operacionais, o Windows 8 e o Windows Phone 8, com o objetivo de tornar o pacote de programas rápido e fluído, oferecendo uma experiência de uso mais intuitiva e funcional. Além disso, o Office poderá ser acessível a partir de múltiplos dispositivos, de qualquer lugar, a qualquer hora. Essa manobra é mais um claro exemplo que a Microsoft continua a integrar todo o seu ecossistema de produtos, reforçando o conceito do “tudo o que você usa no computador, você pode usar no smartphone ou tablet, e exatamente da mesma forma, sem mudar nada”.

Steve Ballmer foi o responsável por apresentar todas as novidades do novo Office, e afirmou que “este é um dos mais ambiciosos lançamentos da empresa nos últimos tempos”. Ballmer tem razão em fazer tal afirmação. Poucas vezes o pacote Microsoft Office teve uma modificação tão radical, e poucas vezes o feedback dos usuários se tornou tão fundamental para o desenvolvimento de um produto. Acredito que, nesse nível, só o Windows 8. E falando um pouco da parte visual do produto, pelo menos à primeira vista, a Microsoft fez um belo trabalho, deixando o Office mais bonito e amigável.

Ballmer ainda afirmou que o novo Office é pensado nos usuários que trabalham virtual e fisicamente com as conexões sociais. Ou seja, o Office terá recursos e ferramentas que auxiliam a integração com as redes sociais e comunicadores instantâneos, como o Skype. No novo Office, o usuário poderá conversar com outras pessoas durante a edição de um documento, enviar modificações em tempo real e inserir anotações e alterar documentos de forma colaborativa, entre outros recursos. Alguns desses elementos integrados já são encontrados no Google Docs, mas agora estão presentes no principal pacote de escritório do mercado.

O Office 2013 será parte integrante da versão RT do Windows 8, destinada aos computadores com arquitetura ARM, e isso inclui a versão para tablets, o Microsoft Surface, em versão Home and Student 2013. Outra importante mudança está no recurso de inteligência artificial no Excel, que pode “aprender” e reconhecer padrões e autocompletar dados sem a necessidade de formulários e macros, deixando todo o processo muito intuitivo.

Toda a interface dos aplicativos do Microsoft Office foi redesenhada, com alguns ajustes, como por exemplo a barra superior que passa a ser opcional, podendo ser personalizada pelo usuário, que pode colocar os botões mais utilizados em evidência. No PowerPoint, quando você precisar fazer uma apresentação utilizando um segundo monitor ou projetor, uma ferramenta permite que você controle os slides, se conectando com a audiência em tempo real, que pode mandar comentários sobre o que é apresentado diretamente na tela da sua apresentação. Mais interativo, impossível.

Outra mudança interessante está no Outlook. Agora, você pode ver de forma mais rápida os dados de um compromisso ou reunião, ou até mesmo analisar os detalhes de uma pessoa para quem você está enviando um e-mail, dispensando a necessidade de mudar de tela para ver esses dados. O usuário também contará com um aplicativo do Bing integrado ao Outlook, que pode mostrar os mapas com endereços do compromisso para onde você vai, permitindo que você organize todos os dados e informações necessárias para que você vá ao seu destino com segurança e sem margem para erros.

Já no Word 2013, merece destaque a melhor integração com os arquivos com padrão PDF, que poderão ser abertos diretamente no Word, além de poder coletar dados desses arquivos PDF para gerar gráficos, listas e tabelas. O comportamento dos arquivos PDF, na prática, será o mesmo de um documento do Word. E para tornar a sua personalização de documentos mais prática, você terá na tela de inicialização do Word os templates dos últimos documentos utilizados, caso você queira usar o mesmo padrão de documento para todos os seus arquivos futuros.

Ballmer ainda falou sobre o Office 365, ou o Office na nuvem, que foi lançado para ser uma alternativa para aqueles que querem contar com os principais recursos do Office, mas sem precisar instalar o pacote de aplicativos no computador. O recurso ganhou melhorias, como por exemplo a função de salvar os arquivos alterados no computador ou no Skydrive, permitindo que o mesmo aplicativo seja acessado sempre na última versão alterada por múltiplos dispositivos e por múltiplos colaboradores. Tal ferramenta é uma verdadeira mão na roda, e é uma vantagem em relação ao Google Docs, pois quando alteramos um arquivo no dispositivo no pacote do Google, e temos que enviá-lo para o GDocs, sempre acaba ocorrendo o famoso “conflito de versões”, principalmente quando mais de uma pessoa altera esse arquivo. A promessa do Office 365 integrado ao Office 2013 é que ele faça tudo automaticamente, mantendo a versão atualizada das alterações combinadas entre os usuários.

Para isso, o sistema vai ter acesso a um recurso chamado “documentos que eu sigo”, que é uma espécie de feed de notícias que funciona pelo aplicativo Share Point, que vai utilizar a arroba (ou a “@”) em conjunto com o nome de usuário para respostas sobre as modificações dos documentos, e as hashtags (ou “#”), para temas seguidos pelos usuários. Afinal de contas, se o software quer ter uma abordagem mais “social”, nada melhor do que adotar a mesma codificação que os usuários estão habituados a usar no dia a dia conectado.

Foram dois anos até que o Office 2013 (ou Office 15) fosse apresentado. O Office 2010, que começou a ser vendido em julho de 2010, iniciou uma proposta da Microsoft de integrar o pacote de escritório a vários usuários, sendo assim um produto de trabalho colaborativo. E a ideia é que esse conceito continue e seja aprimorado ainda mais no Office 2013. Essa é a primeira versão do Microsoft Office que terá uma versão para revisões técnicas antes do seu lançamento, o que reforça a nova proposta da Microsoft de ouvir os seus usuários antes de lançar a versão final do produto. Isso foi adotado no Windows 7, e deu muito certo. Está se repetindo no Windows 8, e pelo o que vimos até aqui, o sucesso vai se repetir. Acredito que o Office 2013 será um sucesso, pois vai ser a “cara” do consumidor, refletindo aquele que ele mais deseja ver no pacote de aplicativos.

Para fazer o download da versão Preview do Office 2013, clique aqui.

Microsoft deve apresentar o Office 15 (ou Office 2013) na próxima segunda-feira (16)

by

A Microsoft deve apresentar na próxima segunda-feira (16) a próxima atualização do seu pacote de escritório, o Microsoft Office. O Office 15 (ou Office 2013) já vem sendo exibido para usuários e programadores nos últimos meses em previews e postagens no blog de desenvolvimento da Microsoft, e segundo fontes próximas, ele está muito próximo de ser anunciado oficialmente.

O novo pacote de escritório tem a missão de continuar a trilha de sucesso do Microsoft Office. Hoje, este é o produto mais lucrativo da Microsoft, rendendo um lucro anual estimado de mais de US$ 22 bilhões. Um dos segredos desse sucesso é a oferta de um pacote Office “compacto”, com os principais programas para a maioria dos usuários (Microsoft Word, Excel e PowerPoint) pré-instalado com o Windows. Isso estimulou as vendas do pacote completo, e principalmente, da versão Home and Student, que dá direito ao usuário em instalar o Office em até três computadores.

O Office 15 deve estar disponível no mercado ainda para 2012, provavelmente no mesmo período de lançamento do Windows 8, que já foi anunciado para o final do mês de outubro. Quem informa os dados relacionados ao Office são fontes muito próximas da Microsoft, que revelaram ao USA Today os detalhes desse lançamento. Como esperado, a Microsoft se recusa a informar detalhes sobre as notícias divulgadas.

Outra estratégia que a Microsoft está visando com esse lançamento é manter os usuários corporativos. Aproximadamente 84% dos computadores do planeta executam alguma versão do Windows, e muitos dos usuários corporativos ainda executam o Windows XP em seus equipamentos. E mesmo aqueles que estão com o Windows 7 instalado ainda estão com o Office 2010 em seus equipamentos. E esse lançamento pode fazer com que os dois grupos de usuários finalmente atualizem os seus softwares.

O motivo? Segundo o analista de mercado Jack Gold, “saltar uma ou duas versões de um software pode significar uma economia considerável para o usuário”.

Além disso, a Microsoft sabe que o grande adversário do Office hoje é o Google Docs, do Google, que é uma opção gratuita, na nuvem (dispensando uma instalação no equipamento) e eficiente o suficiente para realizar as tarefas mais simples.

Via USA Today