Arquivo para a tag: números

Instagram afirma ter 90 milhões de usuários atívos, e 40 milhões de fotos enviadas por dia

by

Lembra quando a gente contou aqui no TargetHD que a AppStats havia divulgado uma análise que informava que o Instagram tinha perdido metade dos seus usuários ativos durante o mês de dezembro (se não leu, clique aqui e leia… depois, volte para esse post)? Pois bem, parece que as coisas não são bem assim. O próprio Instagram decidiu se pronunciar sobre o assunto, informando que sua taxa de crescimento nos últimos 30 dias (de dezembro a janeiro) foi de, pelo menos, 10%.

Segundo o site AllThingsD
, os números do Instagram seguem muito bons, mesmo com as mudanças nas condições do serviço anunciadas no mês passado. Desde o anúncio que, entre outras mudanças, eles poderiam ceder as fotos dos usuários para fins de publicidade (sem que os mesmos recebessem um centavo por isso), eles se mantiveram em silêncio sobre quantas pessoas deixaram ou permaneceram no serviço. Pois bem, segundo Kevin Systrom, cofundador do Instagram, existem na base do serviço nesse momento mais de 90 milhões de usuários ativos.

Kevin ainda afirma que o serviço “segue com um grande crescimento ao redor do mundo”, algo que pode ser comprovado com o registo de mais de 40 milhões de fotos enviadas para o serviço por dia. Não só isso: são mais de 8.500 “likes” e 1.000 comentários registrados pelos usuários… POR SEGUNDO!

Vale lembrar que os dados divulgados estão restritos aos usuários ativos, que constantemente utilizam a plataforma. Se buscarmos os números gerais – incluindo aqueles que não usam o Instagram a algum tempo – certamente teremos uma taxa estimada de usuários cadastrados que flutuam entre 100 e 200 milhões. Bom, se esses números não acalmarem um pouco aqueles mais preocupados com a audiência do serviço, não sabemos mais o que pode trazer a tranquilidade para aqueles que estavam temendo uma debandada geral de usuários preocupados em ver suas fotos em campanhas publicitárias.

Nem todos os dados foram revelados pelo executivo do Instagram. Por exemplo, a proporção de usuários do Android e o iOS, algo que sempre interessa aos investidores e usuários em geral. Ah, e aos Apple e Android Fanboys, que sempre buscam novos dados para debater com os seus opostos.

Os cinco anos do Android, em números

by

Como informei aqui no blog, o sistema operacional móvel Android comemorou cinco anos de vida ontem (5). A caminhada foi longa, e é fascinante ver o seu crescimento. Por isso, o pessoal do CNET resolveu ilustrar essa história em números e imagens, com dados que mostram o quão expressivo foi esse crescimento do sistema do Google nas plataformas móveis.

Para começar, a métrica favorita de Andy Rubin e de todos os fãs do Android: o número total de ativações de dispositivos. O Googleplaex diz que o número total já ultrapassou a marca de meio bilhão de dispositivos no meio do mês de setembro, mais ou menos no mesmo período que o CEO do Google, Eric Schmidt, afirmou que 1.3 milhão de dispositivos Android são ativados todos os dias.

Em uma conta rápida, podemos dizer que de lá para cá, já são mais de 570 milhões de ativações até hoje. Traduzindo: são quase dois dispositivos Android para cada cidadão norte-americano (lembrando que os 570 milhões são ao redor do planeta), e com essa velocidade, eles vão alcançar em breve a estimativa de um em cada dez habitantes do planeta sendo proprietário de um dispositivo Android.

Com a atual taxa de crescimento (segundo declaração de Eric Schmidt, que fique bem claro), o Android vai alcançar a marca de 1 bilhão de ativações antes de comemorar seis anos de seu lançamento. Se acontecer, é menos tempo que o Facebook levou para alcançar a mesma marca, o que é algo impressionante, uma vez que a rede de Mark Zuckerberg é gratuita, e os dispositivos com o sistema do Google precisam ser pagos pelos usuários (a maioria; alguns deles são oferecidos de graça, dependendo do plano a ser adquirido com a operadora. Mesmo assim…).

São aproximadamente 4 mil interfaces do Android disponíveis no mercado (dados do mês de maio). Nessa conta, estão inclusas as ROMs customizadas. Sobre os dispositivos, a estimativa é que pelo menos 600 dispositivos diferentes com o sistema Android estão circulando no mercado.

Sobre as versões disponíveis, as duas primeiras (1.0 e 1.1) não receberam nomes de doces, e estão praticamente extintas. A tradição de despertar a fome nos geeks começou com o Android 1.5 (Cupcake), onde o sistema ainda não era tão popular. Isso começou a mudar com a chegada da versão 2.1 (Eclair), mas apenas 3.1% dos dispositivos ativos hoje funcionam com essa versão.

A versão 2.2 (Froyo) ainda está ativa em, pelo menos, 12% dos dispositivos Android do mercado (segundo dados do Google). A grande maioria dos tablets e smartphones do mercado contam hoje com a versão 2.3 (Gingerbread), com 54% dos dispositivos em circulação. A versão é seguida de longe pela 4.0 (Ice Cream Sandiwich), com 25.8%, com um crescimento muito lento. A penúltima versão lançada, a 4.1 (Jelly Bean), conta com apenas 2.7% dos dispositivos atuais. A versão 4.2 (Jelly Bean) foi lançada recentemente, e ainda não possui dados analisados.

Por fim, outros dados considerados relevantes. Primeiro, o número de aplicativos disponíveis. Segundo a AppBrain, são 556.802 aplicativos Android disponíveis, e esse número não para de crescer. Vale observar que esse número vem de uma empresa de análise de mercado independente. Segundo o Google, o número de aplicativos Android disponíveis na Google Play já passou da marca dos 700 mil apps. E nas duas contas, não são informados quantos malwares estão disponíveis.

Outra dúvida: qual é o dispositivo Android mais popular do mercado? A resposta aqui é meio óbvia, mas é dividida em três partes. A Samsung confirma a sua hegemonia no mundo Android, ocupando as três primeiras posições na categoria “dispositivos mais populares”, com o Galaxy S II na primeira posição, o Galaxy S III na segunda posição, e o Galaxy S ocupando o terceiro posto. Além disso, 8 dos 10 dispositivos Android mais populares são smartphones da linha Galaxy. E isso explica toda a briga que os coreanos enfrentam contra a Apple nos tribunais.

Como será a trajetória do Android nos próximos cinco anos? Só o tempo vai dizer. Garanto que vou acompanhar essa história de perto, e contar minhas impressões aqui no blog, sempre que possível.

Baixa adoção inicial do Windows 8 liga o sinal amarelo para a Microsoft

by

Os números são frios, e podem ser apenas um comportamento prévio dos usuários, que não deve refletir o real comportamento dos mesmos antes do lançamento. Mas já são alarmantes o suficiente para colocar a Microsoft em sinal de alerta.

A empresa de Redmond tinha a esperança que os números iniciais de adoção do Windows 8 fossem apenas por causa do fato do sistema ainda não estar em sua versão definitiva, e da maioria não querer alterar os seus equipamentos com um produto que não está plenamente finalizado. Porém, se essa falta de interesse e entusiasmo que os usuários demonstram pela nova versão se concretizar no final do mês de outubro, a Microsoft pode estar diante de um desastre no mesmo estilo do Windows Vista.

Segundo os relatórios publicados pelo site ComputerWorld, que foram analisados pela empresa Net Applications, apenas 0.33% de todos os computadores com sistema operacional Windows no mês de setembro estão com o Windows 8 instalados. Para efeitos de comparação, um mês antes do lançamento do Windows 7, em 2009, 1.64% de todos os computadores do mundo já testavam o até então novo sistema operacional.

Isso significa que, dessa vez, a taxa de adoção para o Windows 8 é, pelo menos, cinco vezes menor que a do Windows 7. Se colocarmos isso em uma proporção maior, podemos afirmar que a adoção em massa do Windows 8 será bem menos impactante que a do Windows 7. Esses números podem ser o reflexo direto de como as pessoas se sentem com a nova versão, e que as duras críticas feitas contra à Microsoft no resultado final da combinação hardware + software do produto estão surtindo efeito junto aos usuários.

É claro que ainda não dá para tirar nenhum tipo de conclusão precipitada desse estudo, mas é importante observar que, nos últimos lançamentos de sistemas da Microsoft, eles serviram como parâmetro para medir o quanto que a próxima versão deve atingir o mercado em termos de vendas. É bom a Microsoft se cuidar, pois essa notícia, faltando menos de um mês para o lançamento do novo sistema, não é das melhores. E veio na pior hora possível.

Via ComputerWorld

Google alcança a marca de 500 milhões de dispositivos Android ativados no mundo

by

500 milhões de dispositivos Android foram ativados ao redor do planeta. O Hugo Barra, do Google, confirmou a marca, além de reforçar que mais de 1.3 milhão de novos dispositivos com o seu sistema são ativados a cada dia. Ah, ele também confirmou que a estátua do Jelly Bean finalmente foi recolocada na sede do Google, mas acho que isso não é lá tão importante, certo?

O CEO do Google, Eric Schmidt, já tinha alertado na semana passada durante o evento de lançamento dos novos smartphones da Motorola que, em breve, eles iriam alcançar a marca de meio bilhão de dispositivos ativados, além de confirmar o impressionante crescimento do sistema Android no mercado mobile. Estatísticas recentes confirmaram que a versão Ice Cream Sandwich segue substituindo o Gingerbeard nos smartphones e tablets Android ativos, com a versão 4.x presente em mais de 1/5 dos dispositivos ativos.

As novidades do Google foram divulgadas justamente no mesmo dia do anúncio do iPhone 5 da Apple, em uma tentativa clara de tentar ofuscar um pouco a apresentação do CEO da gigante de Cupertino, Tim Cook, que deve começar o evento hoje (12) falando dos números do iOS. Em um mercado onde o Android já construiu larga vantagem, principalmente nos smartphones com telas de grandes dimensões (ou maiores que as telas de 3.5 polegadas que o atual iPhone possui), a Apple espera fazer barulho com um novo iPhone com uma provável tela de 4 polegadas.

Ah, sobre a estátua: uma primeira versão da estátua do Jelly Bean acabou derretendo no sol, lá no meio do ano. Por isso, o pessoal do Google preparou uma segunda estátua, mais resistente, para que ela fique diante da sede da empresa, de forma ostentosa, para aprecio dos visitantes da empresa.

Via SlashGear

Nokia vendeu mais de 7 milhões de smartphones Lumia em 54 países

by

Um anúncio importante de novos smartphones não pode ser feito sem se apresentar alguns números referentes às vendas dos produtos. E a Nokia aproveitou o evento de Nova York para revelar ao mundo alguns dados sobre as vendas dos modelos Lumia, algo que até então era “assunto proibido” na empresa de Espoo.

Segundo o fabricante, foram vendidos um total de 7 milhões de unidades em 54 países, em 130 operadoras diferentes. Esses números podem não ser lá muito elevados, mas parecem seguir uma tendência de crescimento nos últimos meses, se comparado aos 4 milhões de unidades vendidas no segundo trimestre de 2012. Isso significa que a aventura da Nokia com o Windows Phone mal começou? Não sei…

Descobriremos isso em breve. Para muitos, o Windows Phone “estreou agora”, uma vez que o Windows Phone 8 coloca a Microsoft em pé de igualdade com os principais concorrentes do mercado em termos de recursos e especificações consideradas “básicas” para entrar na disputa dos modelos mais avançados. Além disso, a Nokia é apenas a segunda fabricante a apresentar um produto com o novo sistema (a primeira foi a Samsung), ou seja, larga na frente na disputa dessa vez. Além disso, os diferenciais que os seus smartphones apresentam (principalmente nos recursos de câmera) podem ser decisivos para que a Nokia aumente o volume de vendas.

Mas isso, só o tempo dirá.

Via TechCrunch

Facebook: 32% de ingressos, US$ 1.180 bilhão desde sua entrada na bolsa de valores

by

Depois de todo o carnaval feito quando realizou a venda do seu primeiro lote de suas ações, chegou a hora da verdade para o Facebook. E tal como exige a lei norte-americana, a empresa anunciou os seus resultados financeiros do segundo trimestre do ano fiscal (e primeiro trimestre na bolsa de valores), com números que não chegam a decepcionar.

O Facebook anunciou que arrecadou US$ 1.180 bilhão, que representam um crescimento de 32%, se comparados com os números do mesmo período do ano passado, e até um pouco melhor do que o esperado pelos analistas. O problema é que eles também informaram um prejuízo de US$ 157 milhões, comparados ao lucro de US$ 240 milhões do ano passado (baseados nas regras de contabilidade GAAP).

Algo curioso: os números mudam radicalmente, se a análise não seguir os padrões GAAP. Acredite se quiser, refeitos os cálculos, o Facebook teve um lucro de US$ 295 milhões, comparados com os US$ 285 milhões do ano passado. Indicam ainda que 84% do dinheiro gerado vem da publicidade, com um total de US$ 992 milhões durante o último trimestre, ou um aumento de 28% em relação ao ano anterior.

O Facebook ainda informou que eles contam com aproximadamente 995 milhões de usuários ativos por mês do tipo MAU (Monthly Active Users), que são aproximadamente 29% maior do que os números registrados no ano passado. Entre esses usuários, 543 milhões são usuários de dispositivos móveis, que representam um aumento de 67%. O número de usuários ativos diários é de US$ 552 milhões, ou 32% maior que o ano passado.

Não são resultados ruins. Porém, alguns investidores não pensam da mesma forma, porque as ações do Facebook caíram 10% depois do anúncio de hoje.

Via investor.fb.com

Nokia: 4 milhões de Lumias vendidos, e 826 milhões de euros de prejuízo no segundo trimestre de 2012

by

Pessoas estão tensas no quartel general da Nokia, que você vê na foto acima. Aliás, a cada vez que eles precisam apresentar o balancete financeiro trimestral, o clima de pânico toma conta na empresa inteira. O resumo financeiro do segundo trimestre de 2012 não é nada animador, e aumenta ainda mais a turbulência vivida pela fabricante finlandesa.

Segundo informa a própria Nokia, nos últimos três meses eles tiveram um prejuízo operacional de 826 milhões de euros (ou US$ 1.010 bilhão), conseguindo levantar apenas 7.5 milhões de euros em vendas. Vale destacar que a empresa conseguiu vender no período 4 milhões de unidades dos terminais Lumia. É pouco, se pensarmos em vendas globais, mas é um dado que dá esperança à empresa, pois é o dobro do volume vendido no primeiro trimestre de 2012.

A Nokia tenta ser otimista. Informou que o número de aparelhos disponíveis no mercado aumentou em relação ao último trimestre, mas muito por causa dos modelos da linha econômica Asha, que vendeu 73 milhões de unidades. Já nos valores líquidos, o montante acumulado da empresa é de apenas 4.1 bilhões de euros (ou US$ 5.1 bilhões), e diante de tal panorama, o terceiro trimestre fiscal da Nokia não deve ser dos melhores.

Para ler o relatório completo emitido pela Nokia (atenção: em PDF), clique aqui.

Via Engadget

Microsoft afirma: “Xbox 360 se transformou no console mais vendido do planeta” #E3

by

Mal encerrou a sua coletiva de imprensa na E3, a Microsoft apresentou alguns números relacionados ao Xbox 360. Don Mattrick informou aos presentes que o console acaba de assumir o posto de videogame mais vendido dos Estados Unidos, e se transformou recentemente no console número um do planeta. É, amigos… no meio de tantas demos de jogos, a Microsoft revela que alcançou o objetivo de ser o console mais bem sucedido do mercado.

Via Engadget

YouTube comemora o seu sétimo aniversário, com vídeo que mostra como a empresa supera suas próprias marcas

by

O YouTube completa sete anos de vida, e para comemorar, a empresa publicou alguns de seus números, para que eu, você e todos os fãs do Benito de Paula tenham uma ideia do quanto o serviço cresceu (e continua crescendo).

Segundo informa o seu blog oficial, a plataforma recebe 72 novas horas de vídeo por minuto (não faz muito tempo que esse valor era de 60 horas de vídeo por minuto, e volume de reprodução de vídeos é de 3 bilhões de horas por mês. Estes são apenas alguns números de amostra, que são citados no no vídeo que você vê abaixo.

E temos que comemorar sim. Afinal de contas, o YouTube permite que qualquer pessoa tenha os seus 15 minutos de fama. Ou se expresse de forma mais livre e eficiente em vídeo (isso é, se sua internet deixar).

Via Blog YouTube

HP volta a ser o principal fabricante de computadores, roubando a liderança da Apple

by

A batalha para alcançar o primeiro lugar no posto de fabricantes de computadores no mundo é bem complexa, mas dessa vez, a HP pode proclamar-se como vencedora (temporária), utilizando um informe publicado pela empresa especializada no estudo de mercado Canalys.

No documento, eles informam que a HP se transformou na fabricante com o maior número de equipamentos distribuídos, contando com 40 mil unidades a mais que as 15,8 milhões da Apple. Dito isso, temos que levar em conta que os 11, 8 milhões de iPads vendidos pela Apple são considerados como “computadores” nesse documento, e essa é uma classificação bastante discutível.

Sobre os demais fabricantes citados no estudo, temos que mencionar que os cinco primeiros colocados se completam com marcas como Lenovo, Acer e Dell, que ajudaram o mercado a crescer em 21%, se comparados ao ano anterior, e registrando a marca de 107 milhões de unidades enviadas durante o primeiro trimestre de 2012.

Os tablets representam 19% do volume total de computadores vendidos, mostrando um crescimento de 11% em relação ao mesmo trimestre do ano passado.

As notícias são boas para os fabricantes de computadores, mas a Canalys alerta que o próximo trimestre poderá registrar uma redução nesses números, por causa da instabilidade econômica global. A possibilidade que os volumes de vendas totais sejam inferiores no futuro é algo sempre presente, mas isso não quer dizer que a HP não deva comemorar as marcas registradas até o momento.

Via Canalys

iPhone 4S: 4 milhões de unidades vendidas no seu primeiro final de semana

by

A Apple publicou os números resultantes dos três primeiros dias de vendas do seu novo iPhone 4S. A empresa informa que vendeu mais de 4 milhões de unidades do smartphone desde a última sexta-feira (14/10), superando assim em mais que o dobro os números obtidos quando estreou o iPhone 4 (na sua primeira versão, lançado exclusivamente pela AT&T nos EUA pela primeira vez; dessa vez, o iPhone 4S está disponível em outras operadoras, logo, a sua distribuição foi maior).

O que parece é que o novo modelo convenceu os consumidores mais do que o esperado e, apesar da decepção que pode ter gerado em alguns, o smartphone já é um forte candidato para ser um outro grande sucesso de vendas da temporada. Por enquanto, o iPhone 4S está disponível em apenas 7 países, com previsão de estar disponível em até 70 países até o final do ano.

via Engadget

Sony Brasil apresenta o melhor resultado de sua história, com um aumento de faturamento de 65%

by

O ano de 2010 ficará marcado na história da Sony Brasil como o maior crescimento da companhia desde a sua instalação no País, em 1972. A empresa apresentou um crescimento de 65% em seu faturamento em relação a 2009. Com os importantes lançamentos da linha de televisores 3D e da linha completa e oficial de PlayStation em 2010, a Sony Brasil consolidou-se como uma das principais subsidiárias da marca no mundo. Na categoria de câmeras digitais, por exemplo, o Brasil já é o 3º maior mercado da marca, ficando atrás apenas de Estados Unidos e China.

“Este foi um período de muito crescimento para a Sony no Brasil e acreditamos que 2011 será ainda melhor. Nossa estratégia de crescimento está voltada para a ampliação do portfólio das categorias, oferecendo produtos com a qualidade reconhecida mundialmente para uma parcela ainda mais ampla de consumidores no País”, explica Ryuji Tsutsui, presidente da Sony Brasil.

“Este reposicionamento nos possibilitará atender à crescente demanda das classes C e D no Brasil, que cada vez mais procura produtos com tecnologia de última geração, mas também com ótima relação custo-benefício. Com a ajuda dos principais varejistas brasileiros, que detém um excelente conhecimento desse público, tenho certeza de que continuaremos com essa bem-sucedida estratégia”, revela Ricardo Junqueira, diretor de vendas.

O fornecimento de conteúdos e serviços de maneira integrada é um dos grandes focos de atuação da empresa para este ano fiscal. A conquista de novos púbicos consumidores, como os integrantes da classe C, e o aumento na presença em todas as regiões do Brasil são importantes pontos de trabalho neste período. Mais do que proporcionar novos produtos, a Sony tem como meta atender a desejos de consumo, incorporar novos hábitos e proporcionar experiências diferenciadas. O futuro da marca está totalmente integrado ao que é esperado pelo seu usuário final.

Uma recente pesquisa realizada em cerca de 1.200 residências brasileiras revelou os hábitos desses consumidores. “Com os insumos desta e de outras pesquisas feitas exclusivamente para o mercado nacional pudemos reposicionar diversos lançamentos, adequando-os às necessidades apontadas. Esta mudança em nossa estratégia rendeu tantos resultados positivos que a Sony Brasil já é considerada modelo de crescimento para outros países emergentes da corporação”, completa Carlos Paschoal, gerente geral de Comunicação, Marketing e Inovação.

Por meio desse estudo, a companhia ampliou a linha VAIO de notebooks, desenvolvendo modelos de entrada que garantem tecnologia de ponta com preços mais acessíveis. Ou ainda a linha Xplod de som automotivo que criou um modelo feito a partir desses resultados.

Mais produção no Brasil

Mais de 10 linhas de produtos comercializados pela Sony no País já são produzidos localmente. “Esta consolidação e ampliação de nossa presença no mercado brasileiro não é apenas sentida pelo varejo e o consumidor final. Implementamos a produção local de 100% de nossa linha de televisores e também 98% de nossa linha de câmeras Cyber-shot estão localizadas em Manaus. Cerca de 80% da linha de notebooks VAIO já são produzidas no Brasil”, explica Tsutsui.

SONY BRASIL EM NÚMEROS

– Presente no país desde 1972;
– Funcionários: mais de 2.000;
– Escritórios em São Paulo e Rio de Janeiro;
– Fábrica instalada na Zona Franca de Manaus;
– Crescimento de 65% em faturamento na operação local;
– São produzidos no Brasil TVs, câmeras digitais, filmadoras, home theaters, som automotivo, DVD players, Blu-ray players, aparelhos de áudio, notebooks e mídias.

via assessoria de imprensa

LinkedIn atinge a marca de 3 milhões de usuários no Brasil, e 100 milhões de usuários no mundo

by

O LinkedIn anunciou hoje (22/03) que alcançou a marca de 100 milhões de usuários cadastrados, o que representa um crescimento constante de aproximadamente 1 milhão de novos membros por semana, ou uma inscrição por segundo. Para o Brasil, o site informa que, no primeiro ano de sua versão em português, eles alcançaram a marca de 3 milhões de usuários cadastrados.

O LinkedIn tem mostrado um rápido crescimento de sua rede global, pois está disponível em seis idiomas e mais da metade de sua base provém de fora dos Estados Unidos. No infográfico disponível abaixo, você pode conferir algumas dados interessantes sobre o crescimento do LinkedIn. O Brasil apresenta a maior taxa de crescimento de membros, com saldo positivo de mais de 400%, em 2010.

via assessoria de imprensa

[notícias] Android Market: mais de 100 mil aplicativos e 1 bilhão de downloads

by

A popularidade do Android não está confirmada apenas na quantidade de telefones com o sistema operacional do Google disponíveis no mercado, mas também pela quantidade de programadores que decidiram dedicar seu tempo no desenvolvimento de aplicativos para este sistema. Segundo a AndroiLib, a loja virtual Market já tem mais de 100 mil aplicativos disponíveis, duplicando sua quantidade nos últimos três meses. Mais interessante ainda é saber que a quantidade de downloads, que chegou ao número de 1 bilhão de downloads, o que é um número impressionante, mesmo sem saber se a empresa está contabilizando atualizações ou apenas downloads iniciais. De qualquer modo, para se provar o crescimento da loja, durante o mês de junho de 2010 foram publicados 14 mil aplicativos novos, e em julho, já conta com mais de 10 mil novidades, e estamos apenas na metade do mês. Ou seja, o futuro do Android continua sendo rumo ao topo mesmo.

Fonte

[apple] Analistas garantem que Apple vende mais iPads do que Macs

by

Ninguém duvida mais que o iPad se transformou no novo sucesso de vendas da Apple. Tanto que as estatísticas informam que com seu lançamento internacional se aproximando, eles estariam vendendo, por enquanto, uma média de 200 mil unidades por semana. E estes são números considerados espetaculares, se você levar em conta que nos Estados Unidos são vendidos aproximadamente 110 mil computadores Macs no mesmo período.

Porém, apesar dos expressivos números, o megahit da Apple continua sendo o iPhone, que vende uma média de 246 mil unidades por semana. De qualquer modo, estes números são informados por analistas de mercado, e não são números oficiais da Apple, que deve publicar seu relatório de vendas daqui a três semanas.

Fonte