Arquivo para a tag: Notícias

Sony também estaria interessado nos veículos autônomos

by

sony-logo1

Segundo informa o Financial Times (através de fontes próximas ao assunto) indicam que a Sony teria investido aproximadamente US$ 842 mil na ZMP, startup japonesa de veículos autônomos. É um valor pequeno em se tratando da Sony, mas pode ser o início de futuros grandes planos relacionados ao universo automotivo.

A ideia é combinar as câmeras da Sony com os sistemas robotizados da ZMP, com o objetivo de melhorar as tecnologias de condução autônoma. Tal movimento não quer dizer que teremos um carro da Sony em concessionárias no futuro, mas sim que a integração de sua tecnologia no equipamento de veículos de outras marcas.

Shigeo Ohba, diretor geral do segmento de sensores de imagem da Sony, já reconheceu que esperava ver um importante aumento na demanda dos sensores de automação em 2017, que se manteria por pelo menos uma década. Ou seja, a melhor coisa a se fazer é investir agora nesse negócio.

Via Financial TimesCNBC

 

Sony vendeu mais de 12 milhões de Xperias no último trimestre de 2014

by

650_1000_sony-building-1

A Sony dá mostras que as últimas medidas para melhorar os seus resultados financeiros mostraram resultado. Ao longo do último trimestre de 2014, a empresa vendeu 12 milhões de unidades dos seus smartphones Xperia. Um resultado fantástico, levando em consideração os trimestres anteriores.

No mesmo período em 2013, foram vendidas 8.8 milhões de unidades, enquanto que no terceiro trimestre de 2014, a marca foi de 9.9 milhões. A campanha natalina parece ter dado certo para a Sony, onde os modelos Xperia Z3 e Xperia Z3 Compact conseguiram chamar a atenção dos usuários.

Mesmo assim, a Sony terá um prejuízo de US$ 1.45 bilhão no seu ano fiscal. Porém, são perdas menores do esperado, graças ao bom desempenho de outras divisões, como o PS4 e o segmento de sensores de imagem para as câmeras que integram boa parte dos smartphones do mercado.

Com isso, é possível prever que o primeiro trimestre de 2015 seja de lucros para a Sony, e não de perdas como previso a algumas semanas.

Via PhoneArena, Sony (PDF)

Estudo afirma que não usar o smartphone pode reduzir o quociente intelectual

by

smartphones-uso

Um estudo realizado na Univesidade de Missouri (EUA) concluiu (de forma polêmica) que o não uso dos smartphones pode reduzir o quociente intelectual do indivíduo. Mas… muita calma nessa hora. Vamos por partes (como diria o Jack).

Primeiro é preciso saber no que consiste o estudo, e como ele foi realizado. A ideia era simples: avaliar as sensações dos usuários intensivos de um mesmo modelo de smartphone (nesse caso, um iPhone), medindo sua pressão e ritmo sanguíneo, ao mesmo tempo que uma série de testes que exigiam uma certa perícia mental eram realizados.

Na primeira parte do teste, os usuários podiam usar o smartphone. Depois, os pesquisadores diziam que o Bluetooth do dispositivo estava interferindo com os instrumentos médicos que coletavam os seus dados, e que eles teriam que se distanciar do dispositivo, sem poder utilizá-lo pelo restante do estudo.

A partir daí, eles começavam a propositalmente ligar para os smartphones, de modo que os pacientes testados podiam escutar os alertas, mas sem poder responder.

O resultado disso? A maioria dos testados começavam a sofrer de um aumento do ritmo cardíaco e da pressão arterial, ao mesmo tempo que descreviam sensações de nervosismo, angústia e estresse. Mais (e o mais importante disso): todos esses sintomas foram refletidos nos resultados dos testes psicológicos que eles estavam realizando.

Quando eles não podiam acessar o smartphone para responder os alertas ou consultar algum conteúdo, os pacientes perdiam parte da concentração, pensando no que eles estavam perdendo. A consequência? Seu consciente intelectual sofria reduções consideráveis.

Pode ser algo exagerado, dependendo do nível de dependência que esse grupo de pessoas tinha em relação ao seu smartphone. Não é a primeira vez que um estudo desse tipo mostra os possíveis efeitos adversos que os smartphones (ou a falta deles) podem causar em nossas capacidades mentais. Porém, não podemos tomar os resultados ao pé da letra. Não é porque nos distanciamos dos smartphones é que ficamos mais burros. Só nos distraímos e perdemos a capacidade de concentração.

Acima de tudo, devemos ser conscientes do que representa para cada um de nós ficar longe do smartphone. Se as chamadas e mensagens perdidas te distraem enquanto você realiza outra coisa na sua vida, basta você desligar um momento o smartphone, ou colocar o dispositivo em modo silencioso.

Além disso, sempre temos qu eter em conta que as probabilidades que o mundo ao nosso redor desmorone enquanto o nosso smartphone está desligado são muito pequenas.

Via Universidade de Missouri

Mercado brasileiro de PCs registra queda de 25% no 3º trimestre de 2014

by

Latitude 13 Education Series Non-Touch Notebook

Entre julho e setembro deste ano, o Brasil vendeu cerca de 2.6 milhões de PCs, resultado 25% menor se comparado com o mesmo período de 2013. Os dados fazem parte do IDC Brazil PCs Tracker Q3, realizado pela IDC Brasil, líder em inteligência de mercado e consultoria nas indústrias de tecnologia da informação, telecomunicações e mercados de consumo em massa de tecnologia.

Segundo o estudo, 62% das vendas no terceiro trimestre de 2014 foram de notebooks (aproximadamente 1.6 milhão) – queda de 23% na comparação com o terceiro trimestre de 2013, e 38% foram de desktops (cerca de 974 mil) – queda de 28% na comparação com o terceiro trimestre de 2013.

Os números estão de acordo com as projeções da IDC e, segundo a consultoria, levaram o Brasil para a 7ª colocação entre os maiores vendedores de PCs no mundo. No segundo trimestre do ano passado, o Brasil já havia passado do 4º para o 5º lugar, e, neste terceiro trimestre foi ultrapassado por Reino Unido e Índia.

As eleições impactam diretamente o mercado de PCs, não só pelas compras do setor público mas também nos investimentos das empresas de uma forma geral. Outra questão que puxou as vendas para baixo, segundo o analista da IDC Brasil, foi a concorrência com outros produtos: antigamente, o PC era o único dispositivo que permitia o acesso à internet, e hoje, temos os tablets e smartphones, que são produtos mais baratos. Os notebooks e desktops têm uma vida útil maior do que a de outros dispositivos, o que retarda o processo de troca.

Para o 4º trimestre de 2014 a expectativa é que o volume de vendas cresça na comparação com o 3º trimestre, porém, ainda longe de ser um desempenho como o registrado em anos anteriores. Para 2015, a consultoria estima que o mercado apresente uma leve recuperação e cresça 1%.

Via assessoria de imprensa

Gartner: Samsung em queda, Apple e Xiaomi em alta no terceiro trimestre de 2014

by

smartphones-2014

A Gartner revelou os seus números referentes ao terceiro trimestre de 2014 no mercado de telefonia móvel, e os resultados mostram que o segmento não para de crescer. Foram 301 milhões de dispositivos móveis vendidas, onde 66% desse volume é de smartphones. A estimativa é que em 2018, 9 de cada 10 dispositivos vendidos se posicione dentro da categoria de telefones inteligentes.

Este crescimento veio com mudanças no top 5 entre os fabricantes que mais vendem. A Samsung continua como líder do segmento, mas com queda nas vendas de 8%. A LG ficou de fora dos cinco primeiros para dar lugar à Xiaomi, que está na quarta posição global, com uma cota de mercado de 5.2% (era de 1.5% no mesmo período em 2013), superando a Lenovo, que ficou na quinta posição, com 5%.

Captura+de+pantalla+2014-12-15+a+la(s)+23.41.36

A Apple permanece na segunda posição, mas cresceu a sua cota em relação ao ano passado em 0.6%. Hoje, sua cota global é de 12.7%. A Huawei ficou com a terceira posição, com 5.3% de mercado (no ano passado, era 4.7%).

Com isso, o clube do top 5 da Gartner tem hoje três empresas chinesas que lutam contra a norte-americana Apple e a sul-coreana Samsung.

Captura+de+pantalla+2014-12-15+a+la(s)+23.39.14

Sobre os sistemas operacionais em smartphones, o Android segue dominante, com um aumento na sua cota de 1.1%. O iOS, por sua vez, subiu de 12.1% para 12.7% (o mesmo aumento que os smartphones registrou, e isso é óbvio), enquanto que o Windows Phone registrou queda de mercado, indo de 3.6% em 2013 para 3% no mesmo período de 2014.

Via Gartner

Rovio anuncia demissões e fecha um dos seus estúdios na Finlândia

by

650_1000_angry-birds-1

A Rovio, responsável pela franquia de games Angry Birds, anunciou que vai demitir 110 dos seus 800 funcionários em todo o planeta, como parte de uma reorganização da empresa. Além disso, o seu estúdio de desenvolvimento de videogames Tampere (Finlândia) será fechado. As duas manobras são claras tentativas de ajustar custos para enfrentar um futuro não tão promissor.

As más notícias são um pouco melhores do que se esperava, quando a Rovio avisou das futuras demissões em outubro. Na época, eram estimadas 130 demissões, e o número final vai depender de como serão ocupadas as vagas remanejadas na atual distribuição de funcionários.

As operações da Rovio na Finlândia ficam centradas a partir de agora apenas em Espoo, onde a empresa tenta se recuperar de sua clara desaceleração do seu negócio. Em abril, eles já apresentaram resultados onde os lucros em relação ao ano passado foram recortados em mais da metade. Veremos se os investimentos nos canais de animação e na distribuição de vídeo retornam resultados melhores.

Via CNETRovio

GoPro anuncia início de fabricação no Brasil

by

gopro-hero-3-black-edition

A GoPro Inc. passará a fabricar suas câmeras no Brasil. O modelo HERO3+ Black Edition estará disponível com preço sugerido de R$1699,00, mais acessível para o consumidor brasileiro, nas redes Fast Shop, Fnac, Ponto Frio, além de algumas lojas Wal-Mart e outros grandes varejistas nacionais.

A estratégia da marca é se aproximar do público brasileiro, que é apaixonado por tecnologia, adota as novidades mais rápido e é conectado em tendências, além de grandes engajadores em nossas redes sociais. A fabricação local da GoPro nos permite oferecer aos clientes produtos a preços competitivos.

A HERO3+ é uma referência na tecnologia de captura de imagens. O dispositivo tem capacidade de definição de até 2.7K em 30 quadros por segundo, e uma taxa de 60 frames por segundo executados em 1080 pixels de definição, além de recursos como SuperView e Auto Low Light.

Com objetivo de ajudar os consumidores a registrar e dividir paixões sob uma perspectiva inovadora, um software de edição de vídeo para computadores, o GoPro Studio, e o aplicativo GoPro App para o compartilhamento instantâneo de fotos e vídeos via dispositivos móveis, acompanham a GoPro HERO3+ Black Edition. Além disso, os usuários GoPro podem acessar e participar de uma rede própria de conteúdo.

Via assessoria de imprensa

Vendas do PS4 mascaram o desastre da Sony no mercado mobile

by

whiteps4-2-2014-10-31-01

O último trimestre fiscal da Sony mostra que a tendência de queda no segmento móvel continua, e que o prejuízo da empresa só não é maior por conta do PlayStation 4. Com aproximadamente US$ 2.8 bilhões levantados por esse segmento, o PS4 teve um aumento de vendas de 83% em relação ao mesmo período do ano passado.

Já a divisão mobile, por outro lado, é a partir de agora – e de forma oficial a principal fonte de prejuízos da Sony. Apesar de um leve aumento nas vendas, o resultado final registra um prejuízo de US$ 1.5 bilhão, algo que acabou se convertendo em uma perda operacional de US$ 770 milhões.

Com esse cenário, a Sony decidiu demitir o CEO da divisão mobile, Kunimasa Suzuki, que foi substituído pelo vice-presidente, Hiroki Totoki.

Via Sony

2 milhões de novos iPhones reservados na China em apenas seis horas

by

iphone-6-6plus

O lançamento dos novos iPhone 6 e iPhone 6 Plus na China já pode ser considerado um grande sucesso. Lá, os smartphones só começam a ser vendidos no dia 17 de outubro, mas as três grandes operadoras do país (China Unicom, China Telecom e China Mobile) já iniciaram as reservas do produto, e os números são expressivos.

De acordo com o jornal Weifeng, foram vendidos dois milhões de unidades dos novos iPhone 6 e iPhone 6 Plus nas primeiras seis horas de disponibilidade, superando a taxa de reservas inciial da Apple nos primeiros países que receberam os novos telefones. Nos Estados Unidos e outros nove países, foram 4 milhões de reservas nas primeiras 24 horas, para depois alcançarem as 10 milhões de unidades vendidas no primeiro final de semana de disponibilidade.

O teórico número de reservas na China nas primeiras horas recebe ainda mais destaque se levarmos em conta que as reservas do produto começaram nas vésperas de uma tradicional festa do país. É claro que temos que levar em conta a dimensão do mercado chinês, mas também podemos já imaginar que os novos iPhones podem bater todos os recordes de vendas.

Estima-se que a Apple venderá entre 70 e 80 milhões de iPhones até o fim de 2014, e esse sucesso preliminar nos leva a crer que tais estimativas já se apresentam modestas.

Via TechInAsia

Microsoft: loja na 5ª avenida, e encontro secreto com o CEO da Xiaomi

by

microsoft-store-nova-york

Duas notas rápidas sobre a Microsoft (que tem várias notícias pipocando antes do evento de amanhã). A primeira delas é que a gigante de Redmond vai abrir uma de suas lojas de referência na 5ª avenida de Nova York, próxima da icônica loja da Apple em forma de cubo de cristal.

Os planos foram confirmados pelo Wall Street Journal, que informa que esta é a concretização de um plano que levou anos para ser colocado em prática. Esta será a primeira loja da Microsoft em Manhattan, e a mais nova unidade dentre as mais de 100 lojas físicas abertas nos EUA, Canadá e Porto Rico desde 2009. A loja da Microsoft ficará na 677 da 5ª avenida, enquanto que a da Apple fica na 767 na mesma avenida.

Esta é uma das zonas mais comerciais, turísticas e caras da cidade de Nova York. Ainda não há data para a sua inauguração, mas tudo indica que isso deve acontecer a tempo para as vendas de natal.

650_1000_0717_xiaomi-lei-jun_600

A segunda notícia vem da China. O CEO da Microsoft, Satya Nadella, estaria seguindo de viagem para o país asiático para se encontrar com o CEO da Xiaomi, Lei Jun (foto acima). O propósito do encontro não é revelado, mas os mais otimistas falam sobre os planos da Xiaomi em desenvolver um dispositivo Windows no futuro. Provavelmente estão mais próximos de um tablet – uma versão do MiPad – do que um smartphone.

O que torna a parceria difícil é a filosofia da Xiaomi/Mi, baseada na personalização e controle do software dos dispositivos. Porém, o que manda nesse mundo é o dinheiro, certo?

Na parte de produtos, o intercâmbio de informações pode ser algo interessante. A Xiaomi deixou de ser uma empresa pequena para ser uma das protagonistas do mercado asiático. Eles querem conquistar um mercado maior de telefonia, e conhecer o expertise das empresas ocidentais é parte fundamental desse processo.

É difícil ver a médio prazo parcerias entre Microsoft e Xiaomi, mas se algo for anunciado no futuro, esses encontros serão o começo de tudo.

Via Wall Street Journal, GizChina

Novos smartphones Android One serão apresentados no final de 2014

by

android-one-india

Uma segunda leva de smartphones Android One deve ser apresentada em dezembro, seguindo a mesma filosofia da primeira geração já presente no mercado indiano.

Um dos pontos de partida dessa primeira leva de smartphones do Android One é a similaridade no hardware, com pouquíssimas diferenças. É esperado que os novos modelos contem com uma maior variedade nas suas especificações, diferentes tamanhos de tela e capacidade de processamento. Serão dispositivos muito acessíveis no preço, de novo apostando nos mercados emergentes, como modelos das já veteranas Karbon e Spice, e da novata Intex.

android-one-hardware

Os mercados escolhidos continuam a ser os países em desenvolvimento, a pesar da Google desejar abrir o Android One para outros mercados. Por enquanto, os dispositivos Android One estão presentes na Índia, Nepal, Indonésia e Filipinas, e certamente chegarão a outros países do sudeste asiático.

Da mesma forma, será interessante ver outros fabricantes de maior impacto ingressando no projeto do Android One. Alguns dos parceiros da Google são HTC, Acer, ASUS, Lenovo, Panasonic ou Alcatel, cujos modelos desse projeto devem aparecer no mercado em 2015, talvez com um sistema operacional mais maduro e solucionando alguns dos inconvenientes encontrados na primeira versão da plataforma.

Via VR-Zone

Novo recorde da Apple: 10 milhões de unidades vendidas do iPhone 6 e 6 Plus em um final de semana

by

iphone_6_iphone_6_plus

Depois das quatro milhões de unidades reservadas nas primeiras 24 horas, a Apple acaba de anunciar que no primeiro final de semana de vendas dos novos smartphones iPhone 6 e iPhone 6 Plus, a empresa alcançou a marca de 6 milhões de unidades vendidas. Ou seja, ao longo de todo o primeiro final de semana de vendas, foram comercializados 10 milhões de unidades dos novos dispositivos.

Essa marca supera as 9 milhões de unidades vendidas pelos modelos iPhone 5s e iPhone 5c no ano passado, registrando assim um novo recorde de vendas pra a Apple. Vale lembrar que os novos iPhone 6 e iPhone 6 Plus não foram lançados na China, por problemas de última hora com alguns registros relacionados aos componentes do dispositivo, e que a segunda rodada de lançamentos deve aumentar ainda mais essa marca de vendas do novo smartphone, que já é considerada espetacular.

Ainda não há qualquer previsão para o lançamento dos novos iPhones no Brasil.

Via Apple

WSJ: Tablet Nexus 9 fabricado pela HTC tem lançamento iminente

by

650_1000_nexus-9-1

Faz algum tempo que ouvimos os rumores que o próximo tablet Nexus poderá ser fabricado pela HTC. Agora, temos o primeiro indício que isso pode acontecer em breve. O The Wall Street Journal informa que a HTC vai mesmo voltar ao mercado de tablets com o Nexus 9, o próximo tablet da Google que deve chegar ao mercado em breve.

A fonte informa que nos últimos meses, vários engenheiros vindos de Taiwan se deslocaram para San Francisco (EUA) para trabalhar exclusivamente no projeto, nos escritórios de Mountain View. É preciso levar em conta que não faz muito tempo que vazou um documento interno da NVIDIA, que revelava que a empresa de Santa Clara iria colocar o seu processador Tegra K1 no ‘HTC Nexus’, e que este seria lançado no terceiro trimestre de 2014.

Ou seja, tudo realmente se alinha para um lançamento iminente, ainda mais se levarmos em conta que falta apenas uma semana para setembro acabar. De qualquer forma, teremos um final de ano dos mais movimentados. Fiquem ligados!

Via WSJ

Microsoft elimina mais 2.100 postos de trabalho de sua estrutura operacional

by

microsoft-store-canada

O site ZDNet informa que a Microsoft definiu a demissão de 2.100 de seus funcionários. A maioria deles vieram da Nokia, mas a empresa não revelou em quais setores nesse momento eles estão trabalhando (talvez para não se criar um alarde ainda maior).

Os motivos para essa demissão em massa são os mais diversos. A empresa dirigida por Satya Nadella já preparou todo mundo que faria mudanças que ainda estão em curso, principalmente na divisão de Dispositivos e Serviços da Nokia, demitindo 25 mil funcionários vindos da empresa finlandesa, mas que não teriam nenhuma função na nova Microsoft.

Nadella já se encarregou de avisar que sua nova estratégia era tornar a Microsoft mais ágil e simples, de modo que os diferentes postos e setores da empresa precisavam se comunicar de forma mas direta e produtiva. Até agora, não alcançamos a marca de 18 mil demitidos desde que as mudanças começaram. Ou seja, mais cabeças vão rolar.

Via ZDNet

WSJ: Foxconn com problemas para atender a demanda do iPhone 6

by

lead-iphone6

Segundo fontes do The Wall Street Journal, a Foxconn, uma das empresas que está fabricando os novos iPhone 6, está enfrentando problemas para a produção do dispositivos. E, ao que aprece, a situação é mais complexa do que das outras vezes que a fábrica atrasou a produção, justamente por serem dois modelos diferentes.

A Foxconn não é a única que está fabricando os novos iPhones, mas segundo o WSJ, por enquanto mais ninguém está produzindo o iPhone 6 Plus de 5.5 polegadas. No caso do modelo de 4.7 polegadas, a Apple encomendou mais unidades, e para atender a demanda, a Foxconn teve que reforçar suas linhas de produção em Zhengzhou (China).

A Foxconn tem hoje mais de um milhão de trabalhadores na China continental, e 200 mil deles estão voltados exclusivamente na fabricação dos novos iPhones e os componentes necessários para essa tarefa. Ainda segundo a fonte, nos últimos dias, esses números foram aumentados para satisfazer a demanda.

Ao que parece, com esses recursos, a Foxconn está produzindo 140 mil unidades do iPhone 6 Plus, e 400 mil unidades do iPhone 6 por dia. São números elevados demais para serem críveis. Porém, o mais importante é que, com tudo isso, os prazos de espera confirmados pela Apple são longos: para o iPhone 6, são de 7 a 10 dias laborais, enquanto que o iPhone 6 Plus pode alcançar até quatro semanas de espera.

A verdade é uma só: não é fácil encaixar uma demanda tão brutal de um smartphone cuja versão mais barata custa US$ 699. Mas tais problemas mostram mais uma vez que a Apple é capaz de superar até mesmo as expectativas mais otimistas.

Via The Wall Street Journal