Arquivo para a tag: navegadores web

Cinco conselhos para manter a segurança nos seus navegadores

by

baixar-navegador-atualizado

A segurança total é algo inalcançável. Mesmo assim, o usuário sempre tem maneiras de manter sua segurança na web nos níveis mais elevados possíveis. Esse post apresenta uma série de conselhos simples, que permitirão ao usuário navegar de forma um pouco mais segura na internet.

 

1. Manter os navegadores atualizados

É uma obviedade, mas é algo que é preciso ser lembrado sempre. Manter os navegadores web em dia inclui obter parches de segurança que ajudarão a proteger o usuário de possíveis ataques que podem danificar o sistema operacional ou o roubo de dados sensíveis do usuário.

Não leve em consideração os conselhos de pessoas que criticam as atualizações de software, pois quando os updates chegam de fontes oficiais sempre serão benéficas para o usuário.

No Windows, navegadores como Google Chrome, Firefox e Opera se atualizam de forma silenciosa, sem a intervenção do usuário. Já no caso do Internet Explorer e do Microsoft Edge, eles são atualizados junto com os updates para o Windows.

 

2. Ativar os plugins quando são necessários

Os plugins fazem uso do software de terceiros que muitas vezes dão problemas de segurança. Nesse caso, Flash e Java protagonizaram muitos capítulos negros no que se refere à segurança na web, sendo recomendados em mais de uma oportunidade a desativação total desses plugins para navegadores.

Porém, alguns usuários precisam desses plugins em determinados sites, de modo que o recomendável é configurar os navegadores para que os plugins sejam acionados quando o usuário assim desejar , e não de forma automática.

Além de oferecer certa proteção extra, há também um menor consumo de recursos pelos navegadores. Por outro lado, também é muito importante só manter ativos os plugins necessários e atualizá-los para obter as últimas melhorias de segurança. Nos casos do Java e do Flash, o usuário terá que utilizar os respectivos aplicativos, geralmente acessíveis pelo menu Iniciar.

 

3. Desativar ou eliminar complementos desnecessários

Se você tem complementos no seu navegador que você nem se lembra de ter instalado, é possível por exemplo impedir que o Google Chrome instale complementos vindos de fora da loja. Mas é sempre bom supervisar as extensões já instaladas, e no caso de encontrar uma que não lhe serve de nada, elimine o mesmo o quanto antes, pois pode se tratar de um malware.

Tal como todo software, os complementos precisam ficar atualizados, e permanecerem ativos apenas quando são úteis.

 

4. Usar um software que ofereça uma proteção para os navegadores

Muitos anti-malwares pagos para Windows oferecem proteção através de complementos e plugins para navegadores, mas no caso de não ter essa característica, sempre é possível recorrer ao software gratuito, como é o caso do Malwarebytes Anti-Exploit.

 

5. Se tudo der errado, restaure os valores padrão

Muitos navegadores web oferecem a possibilidade de restaurar os valores de fábrica, e isso é muito útil quando um navegador fugiu do controle, seja porque o usuário tem muitos complementos desnecessários, ou quando o navegador perde o seu desempenho com o passar do tempo e diversas modificações aplicadas.

Google Chrome, com 25% do mercado

by

chrome-king

Que o Google Chrome é um dos navegadores web mais utilizados do mercado, você já sabe (mesmo ele sendo um devorador de recursos do sistema operacional). Agora, que a sua liderança já ultrapassa os 25%, é uma novidade.

As estatísticas do Net Applications mostra que entre os meses de março e abril de 2015, o Google Chrome concentrou 25.68% do mercado de navegadores, contra 11.7% do Firefox, e os demais navegadores se dividem em migalhas. O líder continua a ser o Internet Explorer (da Microsoft), em suas mais diferentes versões, com mais de 55% do mercado.

Segundo o StatCounter, faz tempo que o Chrome é o líder sem os paliativos da Microsoft, e nas últimas semanas um infográfico mostra como essa liderança é efetiva na prática.

chrome-won-the-war-of-the-browsers

Via Venturebeat

Os navegadores web mais usados em dispositivos móveis (em abril de 2015)

by

navegadores-web-mais-usados-abril-2015

Google Chrome e Safari são os navegadores mais utilizados no planeta, dentro do segmento de navegadores web para dispositivos móveis (smartphones, tablets, etc). Segundo os dados da StatCounter, a diferença de dados dos dois primeiros para o terceiro é grande, mas a disputa entre os representantes do Android e iOS é intensa.

O Google Chrome é lider com 28.94% de mercado, seguido muito de perto pelo Safari, com 27.64%. De acordo com o estudo, a tendência é que o crescimento do Chrome continue, depois de ter ultrapassado o Safari em fevereiro, enquanto que o navegador da Apple mantém a sua leve queda.

Navegador% de uso
(março de 2015)
Chrome28,94%
Safari27,64%
Android18,14%
UC Browser10,75%
Opera7,15%
Nokia2,00%
Internet Explorer1,78%
Blackberry0,86%
NetFront0,49%
Otros2,24%

Interessante também é o mapa mundial que mostra os navegadores mais usados em cada país, onde mostra um contraste muito clado. Parte das principais potências mundiais usam o Safari (EUA, Canadá, França Reino Unido, Austrália, etc), enquanto que o Chrome é o líder dos países de segundo escalão (Rússia, a maioria da América Latina e Brasil, leste europeu, etc). A grande vantagem a favor do navegador padrão do Android vem da China, e o continente africano é dominado pelo Opera.

navegadores-web-mais-usados-abril-2015-mapa

É preciso deixar bem claro que essas não são estatísticas aplicadas em todo o planeta, mas sim nas regiões onde a StatCounter considera relevantes. Porém, dada a amplia disponibilidade do serviço, os dados oferecem uma boa ideia sobre como e qual é o uso dos navegadores web em todo o mundo.

Via SiliconRepublicStatCounter

Esepcial | Os melhores navegadores para tablets

by

Firefox_for_Android_tablets

Todo mundo que tem um tablet sabe o quão cômodo é deixar o computador de lado por alguns momentos para se sentar no sofá ou deixar na cama para seguir aproveitando o que a internet tem para oferecer. Houve um tempo que só havia um ou dois navegadores para tablets (no máximo), mas hoje, isso mundou. Uma lista bem completa de opções são oferecidas para buscar a preferência do usuário.

Decidimos fazer uma revisão dos melhores navegadores para tablets, que podem melhorar a sua experiência de navegação, ou complementar o uso que você já possui com o desktop. Vejamos.

Google Chrome

chrome

Com toda uma legião de seguidores, esse é um dos navegadores mais populares para desktops e dispositivos móveis. Os usuários do Chrome no PC ou Mac certamente entenderão que essa é a escolha mais útil para os tablets.

O Chrome para Android ou iPad tem uma função de sincronização que nos permitirá continuar a ler as seções que iniciamos no computador, além de compartilhar os favoritos de forma indiscriminada entre as plataformas. Além de ter um dos melhores motores de renderização e oferecer uma rica experiência de navegação, as versões móveis do Chrome incluem uma opção para visualizar sites como se estivesse em um desktop, muito útil em diversas páginas web que não ficam tão bem ajustadas no formato mobile.

Disponível para Android, iPad ou Windows

Dolphin Browser

dolphin

Dolphin é, se não o melhor, um dos melhores navegadores para tablets que podemos encontrar. Foi um dos primeiros a permitir a navegação por janelas, e desde sempre esteve na frente na hora de implementar novas inovações em seu aplicativo.

Além de contar com um gerenciador de downloads, o aplicativo conta com um completo catálogo de funcionalidades extras, como gestos e comandos de voz. Além disso, dentro das respectivas lojas de aplicativos, também vamos encontrar um bom punhado de complementos, que permite a adição de funções extras, sem falar na sincronização de dados com o navegador do desktop, através da extensão Dolphin Connect, que é compatível com os navegadores Chrome, Firefox e Safari.

Disponível para Android e iPad.

Skyfire

skyfire

Um dos navegadores mais populares do Android antes da era Flash também se transformou em uma das referências para os usuários do iPad. O Skyfire não é um dos navegadores mais versáteis, ou o que tem mais opções. Na verdade, nem me atrevo a dizer que é o melhor da lista. Porém, ele tem um diferencial que chama muito atenção, que é permitir a visualização de forma simples das páginas em qualquer plataforma, sem a necessidade do uso do Flash.

Desse modo, se o vídeo está no formato Flash e o seu tablet iPad ou Android não pode executar esse script, o Skyfire vai reproduzir esse vídeo para você, utilizando os seus servidores para converter o tal vídeo, e entregá-lo em um formato que torne a reprodução algo possível.

Disponível para iPad (eles deixaram de dar suporte para o Android).

Firefox

firefox

Desde sempre o Firefox foi um dos navegadores mais populares da internet. No Android, as coisas não são muito diferentes do que acontece nos desktops, e o Firefox é considerado por muitos o melhor navegador para tablets, especialmente para aqueles que o utilizam no computador, e tiram o máximo proveito de suas opções de sincronização.

Pese a tudo isso, muitos seguem considerando o Firefox um navegador beta no Android, e que sua performance é lenta quando comparado aos demais. Sobre a sua versão para tablets Windows, ela já inclui o suporte para a interface Metro, e é provavelmente o melhor que poderemos utilizar em tablets com Windows 8 ou superior.

Disponível para Android e Windows.

Internet Explorer

internet-explorer

Depreciado por muitos, e recentemente amado por outros tantos, a história do Internet Explorer é longa, complexa e repleta de má fama. Porém, todos sabemos muito bem que as últimas versões do navegador da Microsoft melhoraram muito (bom, é o que dizem: eu mesmo não quis arriscar).

De qualquer forma, o Internet Explorer é, ao lado da alternativa da Mozilla, o melhor navegador para um tablet com o Windows 8 e sua interface Metro, já que se adapta perfeitamente à plataforma. Vale a pena o experimento.

E para você? Qual é o navegador que você usa no seu tablet, ou qual é o melhor navegador de internet para tablets na sua opinião?