Arquivo para a tag: mp3 player

Cinco gadgets que foram aposentados por causa do smartphone

by

650_1000_limpiezasmartphone-1

Cada nova tecnologia que aparece no mercado oferece avanços nas configurações e funcionalidades, mas também, de alguma forma, promove algum tipo de ruptura com os dispositivos que antes utilizávamos o tempo todo. O smartphone, com o tecnologia que foi e continua sendo, também eliminou diversos dispositivos do dia a dia (para sempre, ou talvez até a próxima moda retrô). Nesse post, vamos revisar cinco dos mais importantes dispositivos que foram aposentados pelos smartphones

 

Reprodutor de MP3

handheld-mp3-player-with-earbud-headphones-2

Se o MP3 player matou o walkman, o mesmo aconteceu com o MP3 player poucos anos depois, pelas mãos do smartphone – e sua capacidade de armazenamento. No começo as interfaces eram pobres e sua qualidade de som era duvidosa, mas aos poucos a reprodução de arquivos de som e multimídia nos telefones se tornou algo corriqueiro na vida dos usuários.

Poucos seguem usando o seu velho reprodutor de MP3, uma vez que o seu smartphone pode fazer o mesmo e muito mais, já que é capaz de reproduzir vídeos, baixar conteúdos, gravar áudio e vídeo e enviar pela internet, e muito mais. Alguns certamente afirmam que usam o seu MP3 player pela comodidade, ou por cumprir exatamente com aquilo que prometem (eu, inclusive). Não tiro a razão deles, mas temos que reconhecer que o smartphone simplesmente matou esses pequenos e notáveis players musicais.

 

Câmera de fotos/vídeos de linha média-baixa

camara-digital-canon-powershota4000-16-mp-3-inch-lcd-negra-13394-mlm3220545530_102012-f-2

A gente levava câmeras fotográficas e filmadoras em eventos especiais: casamentos, batizados, férias, aniversários, etc. Era um ritual tirar a câmera, colocar o filme e começar a capturar as imagens daqueles momentos especiais.

Os modelos digitais simplificaram e melhoraram o uso das câmeras, além de reduzir o seu tamanho, permitindo um maior transporte. Por outro lado, os smartphones cada vez mais potentes e com câmeras melhores povoaram o mercado, comendo o mercado das câmeras convencionais, principalmente pela comodidade de ter uma câmera sempre contigo, ativando suas funções com poucos comandos.

O smartphone fez muito mais estragos ao mundo da fotografia e vídeo digital, já que criou uma geração de usuários conformistas com qualquer resultado armazenado no seus dispositivos. A busca da qualidade não era a prioridade, e para aqueles que queriam os melhores resultados ainda era obrigado a comprar uma câmera dedicada.

Porém, levamos o telefone conosco para qualquer lugar, e podemos enviar as imagens do dia para nossos contatos de forma quase imediata. A consequência é que cedemos para uma qualidade audiovisual que, a pesar das melhorias dos sensores e do pós-processamento, ainda fica muito atrás das demais soluções do mercado que, por sinal, podem custar consideravelmente menos que um smartphone.

 

Pagers

1280px-motorolapager

Nas década de 1980 e 1990, todo mundo que era considerado importante levava um pager (ou BIP) consigo. Eram pequenos dispositivos que recebiam (alguns também enviavam) mensagens de texto exibidas em uma rudimentar tela.

O smartphone não só matou o pager, como aniquilou o dispositivo da face da Terra. Sem falar que disseminou a cultura de mensagens de texto como meio de comunicação preferencial. Hoje, podemos nos comunicar de forma rápida e de graça por texto, independente do sistema operacional, marca, modelo e tecnologia de codificação do interlocutor.

 

Gravador de som portátil

sony_ic-1

Hoje, gravamos entrevistas, eventos e até podcasts em novos smartphones. Mas em um passado não muito distante, muitos utilizavam um gravador portátil, pequenos dispositivos que lembravam pequenos players digitais, mas que tinham como principal finalidade a gravação de áudio em formato digital.

Nem preciso dizer que é muito mais cômodo fazer isso com um smartphone, e em pouco tempo os gravadores desapareceram do mercado.

 

Telefone fixo e móvel

435113-1

Com certeza esse último item vai surpreender muita gente. No caso do telefone fixo, a maioria dos usuários mais jovens deixaram de lado esse tipo de telefonia que reduzia a um número ou uma localização imóvel. E um smartphone oferece um grande poder de personalização que muitos buscam.

No caso da telefonia móvel, a justificativa está no sentido restrito da telefonia. Convenhamos: quantos de vocês utilizam o smartphone para telefonar para alguém como meio prioritário de comunicação?

É verdade que o smartphone nasceu como sistema telefônico, mas agora ele é tudo, menos isso. Pelo menos para os usuários mais jovens que preferem as mensagens instantâneas. Para eles, isso é mais eficaz na hora de expressar emoções e intensões.

IFA 2014 | Sony Walkman A15, um pequeno MP3 player de alta fidelidade

by

shdupk6unys5adekyi7t

A Sony apresentou na IFA 2014 o seu novo Walkman A15, um atraente MP3 player de alta resolução. Não é o primeiro player que aposta nessa frente (lembra do Pono, do Neil Young?), claramente pensada nos fãs de música mais exigentes.

O Sony Walkman NWZ-A15 suporta todos os codecs mais populares, contando com componentes de alta qualidade, tanto no design como no seu hardware. Possui 64 GB de armazenamento (expansíveis via cartão microSD) e Bluetooth integrado. É o mínimo que se pede de um dispositivo que custa US$ 300.

Sua interface de uso é muito simples, e é exibida em uma tela de LCD de 2.2 polegadas (320 x 320 pixels). Mas o mais importante é a qualidade sonora ofertada. O sucesso do Pono foi justamente em oferecer um player de música individual (separado do smartphone ou tablet), dedicado à reprodução musical de alta qualidade.

Porém, nem todos acreditam que essa suposta alta fidelidade pode ser relevante. Alguns acreditam que o áudio que vai um pouco além do CD não seja algo tão perceptível assim para a maioria das pessoas. De qualquer forma, a qualidade de áudio um player dedicado é superior ao do streaming, mas… é muito maior do que aquela oferecida pelo CD? Existe realmente um mercado para esse tipo de player?

Só o tempo vai dizer.

dghk7p1fefptaelqdxcf

Via Gizmodo

Review | MP3 Player Samsung YP-K3 – 2 GB

by

Mais um review para o blog TargetHD.net. Desta vez, tivemos a chance de testar o MP3 Player da Samsung, o YP-K3, que apesar de não ser um produto tão novo assim, se demonstra uma opção bem interessante, principalmente pelas características apresentadas.

Um grande destaque que se dá para este produto é a sua embalagem. Muito elegante, muito prática e até serve como uma opção para ser uma caixa que sirva como embalagem de presente, apenas tendo um cuidado para se passar uma fita por cima. Bom, vou explicar melhor mostrando a embalagem nas próximas fotos.

Na sua lateral, você vê o logo da Samsung, em relevo, em uma parte preta atraente e elegante. Quando removemos esta caixa preta da sua embalagem inicial…

… se revela uma elegante caixa preta, com os dizeres For You em alto relevo, perfeita para presente. OK, amarre uma fita decorativa no entorno da embalagem para aumentar a sua intensão de ser uma embalagem de presente. Mas esta é, sem dúvida, uma das melhores embalagens de gadgets que já me deparei.

Ao abrir as tampas da caixa, você vai encontrar o player perfeitamente acondicionado no centro, o que reforça o conceito da sua embalagem preta ser direcionada para presente. Você terá um filete de plástico para ajudar a remover o player da embalagem.

Em uma das laterais, você encontra o CD de programas, guia rápido de usuário e certificado de garantia. Ou seja, a papelada convencional de todo produto.

Na parte abaixo onde o player está acondicionado, você tem duas entradas para mais itens do produto…

…onde você vai encontrar os fones de ouvido e o cabo de dados/carregador.

O cabo de dados é um cabo proprietário, o que não quer dizer que vai ser um grande problema para o usuário. Afinal, outros players de sucesso no mercado possuem cabos proprietários. Mas, sempre vale aquela dica: procure não perder este cabo, caso contrário, você terá dor de cabeça.

Seus fones de ouvido são bons. Tem boa qualidade nos graves, mas são mais voltados para os agudos. Posso dizer que gosto dos fones que acompanham os produtos da Samsung, pois duram bastante e aguentam o tranco do dia-a-dia.

Começando a falar do MP3 player propriamente dito.

O player a primeira vista e simples e elegante. Seu tom em preto é bem atraente, mesmo sabendo que ele é bem propenso a atrair marcas de dedo das mais diversas. É um problema? Sim. Mas isso não tira a elegância do player.

Outro detalhe que se comprova na prática é a espessura deste aparelho. Ele realmente é bem fino. No bolso, praticamente não faz volume. Este é mais um aspecto que faz a diferença, além de remeter bem ao iPod Nano (das primeiras gerações), seu concorrente direto.

Na parte traseira, a sobriedade continua, com um preto sólido, com a marca da Samsung no verso. Ou seja, só assistência técnica que pode trocar a bateria e fazer a manutenção no aparelho. Não há nenhum sinal de parafusos no aparelho. Tudo na base do encaixe.

Na parte inferior do aparelho, há o conector do cabo USB e o conector de fone de ouvido. Na parte superior, não há nada, totalmente liso.

Obviamente, a primeira coisa que você precisa fazer ao receber o aparelho é recarregar a sua bateria. O processo é simples e relativamente rápido (leva aproximadamente duas horas para recarregar completamente, em USB 2.0). A Samsung promete autonomia máxima de bateria de 20 horas, e a sua autonomia foi bem próxima a isso. Além disso, o player tem o recurso de você programar o desligamento do player, o que faz que sua autonomia de bateria aumente um bocado durante as viagens.

O player tem uma chave na lateral que aciona o produto. Esta chave também possui a função HOLD, para travar o aparelho, para evitar comandos involuntários.

O MP3 player possui comandos de controle de arquivos de áudio, rádio, exibição de imagens (mas este é dispensável), exibição de textos e parte de configurações. Como a maioria dos players existentes no mercado, estas funções possuem o mesmo nível de customização, de modo que a maioria das pessoas não terá muitos problemas em encontrar as configurações de áudio, relógio, pastas, etc.

Um grande destaque do produto são os seus controles de toque, que são um charme a mais. Porém, para quem tem dedos gordos como o meu, pode ter alguns problemas para acionar os comandos certos. Algumas vezes, quando se pressionava a seta para cima, ele voltava em um nível no menu. Incomoda um pouco, mas é uma questão de se habituar com o controle.

Um dos exemplos dos submenus da tela de escolha de MP3.

Exemplo de tela de execução de música.

Por fim, a avaliação que fazemos do player foi: APROVADO. O player é eficiente e competente no que faz. Os seus 2 GB pode satisfazer a aqueles que buscam levar as músicas que gostam para qualquer lugar, de forma simples e prática. Além disso, é uma bela opção para presentes, ou como player alternativo para quem já leva as suas músicas pelo celular.