Arquivo para a tag: modular

OLPC tem um novo portátil híbrido, que se configura por módulos

by

XO+infinity

O One Laptop Per Child já tem um novo equipamento pronto para ser lançado nas próximas semanas. Sem maiores detalhes, o novo modelo XO-Infinity tem como principal detalhe ser um notebook modular.

O portátil permite a manipulação e troca de seus componentes, tal como acontece no Project Ara da Google. O XO-Infinity pode ser usado como laptop e como tablet, com um design similar aos seus antecessores, e o novo sistema de intercâmbio de módulos parece ser tão simples que qualquer criança será capaz de utilizá-lo, sem maiores dificuldades.

Ao que tudo indica, teremos módulos separados para troca de bateria, câmera ou processador, tornando esse OLPC um dispositivo altamente configurável e atualizável no futuro, reduzindo os seus custos de manutenção.

E por enquanto, é isso. Esperamos por mais detalhes – como por exemplo o seu preço.

xo-infinity1

Via Ink, Bits, and PixelsOne Education

 

 

Project Ara tem um concorrente: o Vsenn, focado na segurança

by

650_1000_vsenn

O Project Ara não está sozinho. A Vsenn, uma empresa fundada por um ex-funcionário da Nokia, está desenvolvendo um telefone modular mais simples que o do Google, mas pensado na segurança e privacidade do usuário.

O Vsenn tem apenas três módulos personalizáveis: bateria, processador/RAM e câmera. Além disso, o dispositivo possui carcaças intercambiáveis. A tela para todas as versões será de 4.7 polegadas (Full HD).

Mas além da modularidade e criatividade, o projeto é focado na segurança. Eles trabalham com três capas de codificação, para os dados que entram, saem e são gerenciados no dispositivo, além do acesso gratuito à uma rede VPN com nuvem próprioa. O smartphone contará com o sistema operacional Android em estado puro, com a promessa de manter o dispositivo atualizado até quatro anos após o seu lançamento.

Devemos conhecer mais sobre o projeto com o passar do tempo.

650_1000_b1yeyz2igaiw99s

Via Vsenn

Augment, um case e bateria modular para o iPhone

by

Augment-10

Dois fenômenos da moda dão as mãos no Augment: os acessórios modulares e as baterias externas para smartphones. O produto é um combo de case protetor e bateria extra, concebidos de forma modular, permitindo a conexão dos módulos quando necessário.

Seu design colorido é bem vindo, e com o iPhone dentro do case, nos lembra vagamente a família de dispositivos Lumia. O conjunto fica bem compacto, e logicamente mais alargado que o normal, mas imagino que isso não vai modificar muito a experiência de uso com o smartphone. Aparentemente, há alguns slots para a saídas de alto-falantes e microfone, para que os mesmos não fiquem bloqueados com a bateria.

O módulo de bateria conta com três indicadores em LED, e um botão que informa a quantidade de bateria restante. A capacidade da bateria externa é de 1.200 mAh, o que resulta em 60% a mais de bateria. O módulo se conecta pela porta Lightning do smartphone, mas a carga de sua energia pode ser feita via USB.

Augment-11

O Augment ainda está em processo de financiamento na Kickstarter, e se alcançar o financiamento, chegará ao mercado em agosto, pelo valor de US$ 45. Os módulos em separado tem preços de US$ 20 para a caraça, e US$ 35 para a bateria externa.

 Augment-03 Augment-05 Augment-06 Augment-08 Augment-12 Augment-04 Augment-07 Augment-09

Via Kickstarter

CES 2014 | ZTE também terá o seu celular modular: o Eco-Mobius

by

zte-mod-001-1

No meio de 2013, vimos um projeto chamado Phonebloks, que chamou a atenção por ser um celular modular, onde o usuário poderia substituir os componentes avariados com facilidade, ou atualizar o hardware para módulos mais completos. A ideia seduziu a Motorola, que incorporou o conceito na sua fila de projetos, rebatizando o mesmo de Project Ara. Pois bem, eles agora não estão sozinhos. A ZTE anunciou a sua versão de telefone modular, o Eco-Mobius.

O princípio do telefone da ZTE é o mesmo: o usuário poderá ir adquirindo componentes, e ir melhorando o hardware sem a necessidade de substituir o telefone por completo. O protótipo do modelo dos coreanos foi apresentado na CES 2014, envolto por uma vitrine muito bem vigiada.

O Eco-Mobius é composto por quatro módulos que podem ser substituídos: LCD, módulo central (processador e memória), câmera e bateria. A vantagem em utilizar um telefone com diversos módulos está no fato que, dessa forma, cada usuário pode dar a ênfase naquele aspecto que mais lhe interessa.

Os amantes da fotografia vão investir em um bom módulo de câmera, enquanto que aqueles que valorizam o desempenho vão adquirir uma CPU generosa. Mas as vantagens do modelo da ZTE não terminam por aqui: eles podem fomentar todo um mercado de segunda mão de módulos, através de uma plataforma onde os usuários poderão comprar e vender componentes entre si.

O projeto ainda não tem data de lançamento. Ainda está na fase de testes conceituais.

zte-mod-004-1 zte-mod-003-1 zte-mod-002-1 zte-mod-1 zte-mod-009-1 zte-mod-008-1 zte-mod-007-1 zte-mod-006-1 zte-mod-005-1

Motorola revela mais detalhes do conceito dos smartphones modulados Ara, e primeiros protótipos estão quase prontos

by

ara1blogpost

Se o vistoso projeto de smartphone modular desenvolvido pela Motorola em parceria com a 3D Systems despertou a sua curiosidade, esse post é para você. E saiba que o projeto está quase pronto para chegar aos desenvolvedores.

Dennis Woodside, CEO da Motorola, se reuniu via Hangout com Marques Brownlese, um popular proprietário de um canal do YouTube, e como você pode imaginar, não demorou muito para o tema Project Ara ser citado. Para o chefe da Motorola Mobility, a plataforma Moto Maker deverá ir além de uma mera capa colorida para os smartphones, mas também vai fornecer diversas funcionalidades para diferentes criações de usuários e geeks convictos.

“A ideia é que exista um esqueleto de smartphone, que seja capaz de trazer um conjunto de componentes, e que tais componentes possam ser intercambiados com outros itens”, afirmou Woodside.

O executivo foi um pouco além, indicando que os primeiros protótipos do projeto estão quase prontos, e que o produto final poderia ser comercializado através do Moto Maker com a chegada de novas opções e materiais para a plataforma de personalização. Segundo explicou o CEO, a ideia e que esta mentalidade se estenda para as demais linhas de produtos da empresa no futuro, e mesmo sem revelar detalhes mais concretos, deixou claro que a Motorola está disposta a apostar com seriedade na individualidade de cada equipamento.

Em resumo: a Motorola entende que cada usuário no futuro vai querer o smartphone para chamar de seu, com os seus recursos, funcionalidades, cores e complementos de acordo com as suas preferências e necessidades.

 

Via Techno Buffalo

Motorola apresenta o Project Ara, que propõe um smartphone modular, cujos componentes podem ser trocados facilmente

by

ara1blogpost

A Motorola rebatizou o conceito de smartphones modulares que apareceu na web com o nome de Phonebloks, apresentando o Project Ara, que por sinal, conta com a ajuda do criador do Phoneblocks, Dave Hakkens, para o seu desenvolvimento.

O anúncio feito no blog oficial da Motorola chega a ser surpreendente e muito interessante. Eles revelam que todo o projeto passou por “um profundo trabalho técnico”, e que pretendem abrir o Project Ara para a comunidade e voluntários que querem melhorá-lo. A ideia é que aqueles que quiserem possam participar do projeto, de onde estiverem, dando suas ideias e sugestões em um perfil chamado “scouts”, criado pela própria Motorola.

A ideia aqui é emular o sistema dos apps: criar um ecossistema de módulos desenvolvidos por terceiros, reduzindo as barreiras de entrada, melhorando em tempo o ritmo da inovação com o poder da comunidade. Os participantes poderão sugerir módulos de partes importantes do smartphone, incluindo processador, tela, bateria adicional, sensores, entre outros. Qualquer componente que um colaborador puder imaginar poderá ser desenvolvido e inserido como item opcional.

ara3blogpost

Os planos da Motorola passam por lançar um Module Developer’s Kit (tal como acontece hoje com os SDKs do aplicativos) já paras próximos meses (final de 2013, começo de 2014), e os colaboradores mais ativos contarão com generosos descontos na compra do smartphone, ou podem até mesmo receber o produto sem custo adicional.

Não sabemos qual será o futuro desse conceito, mas é uma ideia muito interessante, que agora conta com um respaldo sólido, o que pode tornar o futuro desse conceito algo muito promissor.

ara2blogpost

 

Via Motorola Blog

Xi3 anuncia o computador modular ChromiumPC, ou “o primeiro desktop com Chrome OS”

by

Se você acha que viu esse equipamento antes, é porque o seu desenho se baseia no Modular Computer da própria Xi3. Esse desktop é um PC modular, que pretendia permitir a troca e atualização de componentes com placas diferentes. O Chromium PC traz como principal novidade utilizar o Chrome OS, e contará com um processador de 1 ou 2 núcleos de 64 bits.

Além disso, ele pode utilizar outro sistema operacional com a mudança de um de seus módulos, e já que falamos de um desktop com processador dual-core, muito provavelmente ele deve utilizar ou Windows 7 ou Ubuntu, apesar do modelo ficar na dependência de outros componentes, como a memória RAM, por exemplo.

A data de lançamento do modelo está marcada para o dia 4 de julho, e antes disso, a fabricante promete revelar as suas especificações completas, além do seu preço de venda.

via Business Wire