Arquivo para a tag: miitomo

Miitomo gera lucros para a Nintendo com vendas in-app

by

miitomo

A Nintendo perdeu muito tempo no mercado de games, sem saber se reinventar. Antes, dominava o mundo dos consoles. Hoje, com um fraco desempenho do Wii U, a empresa busca novas formas de aumentar seus lucros. Os avatares virtuais estão ajudando, e o seu único jogo na plataforma móvel, o Miitomo, já gera lucros com os seus quatro milhões de usuários ativos.

O jogo com aspiração social tem pouco tempo de mercado, mas já conta com quatro milhões de usuários ao redor do planeta que jogam e gastam dinheiro dentro do aplicativo. São números impressionantes para o seu crescimento: na última semana, o Miitomo teve 2.6 milhões de downloads nas duas plataformas disponíveis (iOS e Android), sendo mais popular entre os usuários do iPhone, em uma relação de 2 por 1 entre os dois sistemas.

Desses, mas de 350 mil usuários aderem ao Miitomo por dia, e deixam estatísticas que já conhecemos de outras redes sociais. Muitos deles só se conectam uma vez depois de instalado e abandonam o jogo. A média de acessos entre os que ficam é de duas a três conexões diárias, ficando em média oito minutos por conexão.

Mas o que interessa mesmo para a Nintendo é como eles gastam dinheiro no aplicativo. As receitas do Miitomo são estimadas em US$ 280 mil semanais, com 80% dessas receitas vindo de usuários do iOS.

O Miitomo ainda tem muito a crescer, e o seu sistema de jogo pode engajar muitos usuários de diversas idades, o que pode gerar milhões por mês para a Nintendo, que parece ter encontrado nos Miis uma ótima forma de obter lucros com um investimento muito baixo. Vamos acompanhar de perto essa jornada, que pode inspirar muitas empresas a finalmente darem o salto para as plataformas móveis. Tal como fez a Capcom e a Sony recentemente.

Pelo visto, os dispositivos móveis são o nicho da moda a ser explorado. Definitivamente.

Via Android Authority

Miitomo, primeiro jogo da Nintendo para smartphones, chega em 17 de março

by

miitomo-marzo

A Nintendo revelou novos detalhes sobre o Miitomo, o primeiro jogo da empresa para as plataformas iOS e Android.

O jogo chega ao mercado no dia 17 de março, e no mesmo dia também estreia o novo programa de recompensas, o My Nintendo, que vai substituir o já encerrado Nintendo Club. O novo programa funcionará com dois tipos de pontuação: o pontos silver podem ser alcançados completando objetivos dentro dos jogos móveis, enquanto que os pontos gold são recebidos ao comprar conteúdos para o Nintendo 3DS e Wii U. Os primeiros servem para os conteúdos digitais, enquanto que o segundo podem ser trocados por descontos em jogos na eShop.

Depois do Miitomo, outros quatro jogos serão lançados ao longo de 2016, com data limite para esses lançamentos prevista para março de 2017. O conceito tanto do jogo como do serviço de recompensas não contam com reais atrativos aos usuários. Porém, estamos falando da Nintendo, a mesma que vendeu 10 milhões de bonequinhos em apenas três meses.

Com eles, tudo é possível, ao que tudo indica.

Via The Verge 

Miitomo é o primeiro “jogo” (?) da Nintendo para smartphones

by

Miitomo

A Nintendo anunciou oficialmente o desenvolvimento do seu primeiro jogo para smartphones. E não é o Mario, e nem é um jogo que poderemos jogá-lo a curto prazo, já que o Miitomo não estará disponível até março de 2016.

Dada a importância histórica do anúncio, era de se esperar “algo mais” e “mais pronto”, mas é o que temos para hoje. O Miitomo é praticamente um Tomodachi Life online, girando em torno dos icônicos avatares Mii da Nintendo, permitindo aos jogadores interagirem com outros Miis em tempo real, pela internet. É uma espécie de Second Life para Miis, de forma bem resumida. O jogo será free-to-play, com complementos opcionais disponíveis através de compras in-app.

O tipo de jogo escolhido e o lançamento tardio decepciona aos gamers e aos investidores, o que resultou uma queda das ações da Nintendo na bolsa de 7.5% depois do seu anúncio. A empresa programou o lançamento de cinco jogos para smartphones para 2016, e fatalmente eles devem utilizar as suas franquias mais conhecidas.

Miitomo-02

Este é apenas o começo de uma mudanças de estratégia completa, diante da negativa de entrar no mercado de smartphones antes. Usuários, analistas e investidores reclamaram disso por anos, mas a Nintendo quis proteger suas próprias plataformas, reservando seus jogos exclusivamente para elas. As consequências foram drásticas. Ainda que seja um setor diferente, a Nintendo tem na Microsoft um bom espelho para olhar, já que a mesma leva aplicativos e serviços para todo o tipo de plataformas, mesmo que sejam rivais.

A Nintendo precisa se reinventar para seguir sendo uma gigante no setor. Os jogos para smartphones podem compensar a queda nas vendas dos consoles portáteis, e o lançamento do Nintendo NX pode superar o fiasco do Wii U, com uma máquina de maior potência, que pode rodar os jogos de outros desenvolvedores, além os da própria Nintendo.

Via SlashGear