Arquivo para a tag: mac mini

Apple Mac mini, agora com processadores Intel de 4ª geração

by

mac-mini-4-gen-intel

O Mac mini não é atualizado desde 2010 (a versão Server recebeu pequenos updates em 2012), mas isso acabou hoje (16). O pequeno computador recebe novas especificações para aqueles que só precisam ter um monitor, teclado, mouse… e ele para ser feliz.

O novo Mac mini possui três opções principais de personalização, que podem ser ajustadas de acordo com o gosto do usuário. Estão disponíveis processadores Intel Core de 4ª geração (i5 ou i7), todas com Turbo Boost de até 3.5 GHz. No armazenamento, é possível escolher entre discos rígidos de 500 GB ou 1 TB, ou uma unidade FusionDrive de 1 TB, ou até o armazenamento em flash de 256 GB, 512 GB ou 1 TB, combinando com 4, 8 ou 16 GB de RAM LPDDR de 1.6 MHz.

mac-mini-traser-2014

Nos gráficos, o usuário pode escolher uma HD Graphics 5000, ou uma Iris Graphics, ambas da Intel, compatível com monitores com resolução máxima de 2560 x 1600 pixels. Suas dimensões são praticamente as mesmas da geração anterior: 19.7 x 19.7 x 3.6 cm, com peso entre 1.19 e 1.22 kg. Nas conexões, temos duas portas Thunderbolt 2 de até 20 Gb/s, quatro portas USB 3 de até 5 Gb/s, uma porta HDMI, slot para cartões SDXC, porta Gigabit Ethernet, entrada de áudio para fones de ouvido e porta infravermelho para o controle remoto (incluído), além das conectividades WiFi 802.11 ac/a/g/n e Bluetooth 4.0.

Por fim, o Mac mini conta com os pacotes iWork, iLife e o sistema operacional OS X 10.10 Yosemite.

O novo Mac mini tem preço inicial sugerido de US$ 499 (modelo com Core i5 de 1.4 GHz, 4 GB de RAM, 500 GB de HD e gráficos Intel HD Graphics 5000). Já está disponível para o mercado norte-americano, na Apple Store.

650_1000_mac_mini_2014_03 650_1000_mac_mini_2014_01

Via Apple

 

Afinal de contas… o que é o Fusion Drive dos novos iMac e Mac Mini?

by

Na semana passada, a Apple realizou o seu último keynote do ano (ou não… ninguém agora sabe o que realmente se passa na cabeça de Tim Cook…), e entre os diversos produtos apresentados, dois novos computadores receberam uma importante novidade. Os novos iMac e Mac Mini (2012) contam agora com o Fusion Drive, que é o já conhecido sistema híbrido entre HDs e SSDs, mas na visão da Apple. Ok, mas… o que realmente é o Fusion Drive?

O sistema é o resultado da integração do disco rígido e da memória Flash que já conhecemos. Aí você me pergunta: “onde o Fusion Drive é diferente dos demais discos híbridos que já conhecemos?” Eu respondo: o Fusion Drive conta com um software que gerencia o comportamento dessa unidade, tornando ela mais “inteligente” que as demais.

Os novos dispositivos de armazenamento da Apple buscam oferecer ao usuário uma maior capacidade de armazenamento, mas também contando com elevadas taxas de transferência de dados, que se não alcançam as mesmas velocidades de uma unidade SSD, ao menos vão ser mais rápidas que os discos rígidos tradicionais (de pratos), com a ajuda do gerenciamento eficiente do OS X em relação aos dados.

Como o Fusion Drive funciona?

Como já mencionei um pouco acima, o sistema conta com um HD para o armazenamento, e uma unidade SSD para o software. Porém, o que torna o Fusion Drive especial é que a Apple desenvolveu uma tecnologia que oferece um gerenciamento inteligente desses dados. Com o Fusion Drive, o sistema vai aprender, a partir do comportamento do usuário, quais são os arquivos ou programas mais utilizados por ele, para armazenar de forma automática na unidade Flash, oferecendo assim um acesso mais rápido a esse conteúdo quando necessário, e aqueles que não são tão requisitados serão automaticamente remanejados para o disco rígido, com um acesos mais lento.

Além disso, na unidade Flash estará instalado de modo padrão o sistema operacional (como já era de se esperar) e alguns aplicativos da Apple, como o iLife ou o iWork, que chegam instalados de forma padrão nos computadores Mac. Todas essas características que o Fusion Drive incorpora através do seu software terão como resultado um maior desempenho nesses computadores.

Disponibilidade do Fusion Drive

O Fusion Drive estará disponível em duas configurações:

– capacidade de 1 TB de HD e 128 GB de SSD, para o iMac de 21.5 e 27 polegadas, e para o Mac Mini.
– capacidade de 3 TB de HD e 128 GB de SSD, apenas para o iMac de 27 polegadas.

No futuro, é esperado que a Apple desenvolva a evolução do Fusion Drive, adicionando mais espaço de armazenamento via SSD e, talvez (e eu disse talvez) incorporá-lo ao MacBook Pro do futuro, para contar com um maior armazenamento, apesar de ser pouco provável ver a Apple aumentando a espessura de sua linha de portáteis em nome de uma maior capacidade para armazenamento de dados.

Via

Mac Mini (2012) também é atualizado pela Apple. Conheça todos os detalhes, em fotos oficiais

by

O pequeno notável da Apple também foi atualizado. O Mac Mini, o computador compacto da gigante de Cupertino, que para muitos é considerado sinônimo de media player perfeito (por motivos diversos) recebeu uma atualização que promete oferecer o dobro de performance para os usuários com diferentes finalidades de uso.

A principal novidade do novo Mac Mini está no seu hardware renovado, que é duas vezes mais potente que o anterior. Disponível em duas opções, com chips Intel Core i5 dual-core de 2.5 GHz ou Core i7, quad-core de 2.3 GHz, contam com o auxílio da tecnologia Turbo Boost para acelerar o processo de suas atividades para até 3.6 GHz, tornando a execução dos seus programas e tarefas algo muito mais fluído e consistente.

De forma complementar, o novo Mac Mini também conta com a tecnologia Hyper-Threadiong, onde cada núcleo executa dois threads, permitindo que o Mac OS X Mountain Lion presente no equipamento execute várias tarefas ao mesmo tempo de forma mais eficiente, além de permitir um melhor controle de consumo da memória de 1.600 MHz. Na prática, ele pode ser até duas vezes mais rápido que a versão anterior, tornando mais eficiente a reprodução de conteúdos em 3D e outros elementos gráficos mais elaborados.

O novo Mac Mini conta com um chip gráfico Intel HD Graphics 4000, que nesse modelo resulta em um desempenho com até 65% a mais de píxels, com uma maior definição para vídeos e jogos. O modelo conta com duas opções de armazenamento: 500 GB (modelo com 2.5 GHz dual-core) ou 1 TB em HD com 256 GB em SSD (modelo quad-core, com 2.3 GHz core i7),  com a nova função Fusion Drive, já presente no iMac, que combina os dois diferentes tipos de discos, administrando de forma automática como o sistema vai distribuir arquivos, aplicativos e outros recursos nesse disco híbrido. Os mais usados ficam no SSD, os menos usados, no HD.

O Mac Mini conta com 4 GB de RAM DDR3 de 1.600 MHz, mas que pode ser atualizado de forma simples, bastando um simples giro na tampa protetora na parte inferior do equipamento (essa parte, felizmente, não mudou), e pode suportar até 16 GB de RAM. É compatível com as portas Thunderbolt, USB 3.0, HDMI e Gigabit Ethernet, e segue compatível com os periféricos de sua preferência, incluindo os produtos de outros fabricantes.



Preços:

– modelo com processador Intel Core i5 dual-core de 2.5 GHz, com 500 GB de HD, por US$ 599
– modelo com processador Intel Core i7 quad-core de 2.3 GHz, com 1 TB de HD + 256 GB de SSD, por US$ 799

Via

O mundo Apple: uma pequena revisão em produtos e acessórios com o gosto da maçã

by

Desde o seu início, a Apple sempre se dedicou a oferecer ao seu público computadores de qualidade. E a partir do momento que a empresa de Cupertino começou a desenvolver eletrônicos de consumo, com o lançamento do primeiro iPod, em 2001, expandiu essa tendência a níveis quase inimagináveis na indústria. Para ser mais claro, hoje, (quase) todo mundo quer um produto da Apple, por combinar de forma muito equilibrada a beleza, a boa performance e a qualidade de construção dos seus produtos.

O chamado “Mundo Apple” possui uma vasta gama de produtos que cobrem as principais áreas de tecnologia e entretenimento doméstico. Alguns produtos são altamente recomendados para produtividade e para o ambiente profissional, e são vistos como investimento, com garantia de retorno em tempo e dinheiro para aqueles mais habilidosos em suas funcionalidades. Nesse post, vamos fazer uma revisão das principais categorias de produtos e acessórios da Apple, que estão em maior destaque no mercado. Algumas produtos podem complementar a sua experiência com os produtos que você já tem. Já outros, podem ser novas oportunidades de investimentos.

 

Magic Trackpad

A ideia do Magic Trackpad é oferecer o mesmo controle dos laptops da Apple para os seus desktops. É um sistema de apontamento multitoque que oferece um controle total aos principais recursos do Mac OS, oferecendo uma área de atuação, pelo menos, 80% maior que você teria no computador portátil. É ideal para quem quer ter uma maior precisão e agilidade na execução de comandos e programas no sistema, principalmente para o uso de entretenimento e navegação na internet, além de atividades mais profissionais, como softwares de desenho e criação musical. Se você tem um MacBook, e já se habituou aos comandos inteligentes para manipulação dos seus recursos, é um acessório que vai melhorar ainda mais o seu uso com o seu desktop Mac.

 

Teclado Apple sem fio

Elegante, compacto, fino e confortável. O teclado sem fio da Apple ocupa cerca de 24% menos de espaço do que um teclado convencional, deixando mais espaço para o seu mouse, e ocupando menos espaço na sua mesa de trabalho. Com uma proposta minimalista (e seguindo a tendência dos demais produtos de escritório da Apple) esse teclado conta com teclas de bom tamanho, oferece um digitar confortável, o que é essencial para quem vai trabalhar por muitas horas na frente do computador. Com funcionamento via Bluetooth, também pode ser uma boa opção para quem usa o Mac Mini como reprodutor multimídia, pois pode atuar como um bom controlador das principais funções do equipamento, enquanto você está no conforto da sala de sua casa.

 

Mac Mini

Ao longo dos anos, o Mac Mini foi deixando de ser usado como o computador compacto da Apple, para se tornar, em muitos casos, a principal central multimídia do usuário da Apple. E isso, não só por causa do seu tamanho, que é realmente muito compacto, mas principalmente por causa do seu hardware acima da média para suas dimensões. A Apple rapidamente entendeu isso, e hoje, o Mac Mini possui recursos especialmente otimizados para atuar nos dois campos. Para quem quer ter um computador Apple e não pode gastar muito dinheiro, essa é a opção a ser escolhida. Se você deseja um equipamento para streaming de fotos e vídeos com mais recursos que um Apple TV, essa é a opção a se considerar.

 

Apple iMac

O iMac é o desktop feito para usuários domésticos, corporativos e profissionais. Combina o desempenho robusto o suficiente para atender de forma equilibrada a grande maioria das necessidades (e as mais diferentes necessidades também) em um computador, o sistema Mac OS, que é perfeitamente alinhado ao seu hardware, que resulta em uma ótima experiência de uso, e um design de um produto com linhas compactas, que se integra muito bem em qualquer ambiente. É um pacote computacional completo, que poucos computadores no mundo conseguem oferecer.

 

MacBook (Air e Pro)

Os notebooks da Apple estão entre os mais elogiados do mundo, e por motivos diferentes. O MacBook Air é o preferido de jornalistas, blogueiros e internautas que querem um computador portátil leve, fino e elegante. Ficou tão popular que fez com que os seus concorrentes criassem uma categoria nova de portáteis para concorrer com ele, os ultrabooks. Já o MacBook Pro, mesmo não sendo tão portátil quanto o Air, foi a solução adotada pelos usuários profissionais, que gostariam de contar com o mesmo design e características de um autêntico notebook, mas com um desempenho elevado. O MacBook Pro é uma ferramenta de trabalho completa para quem quer produzir em diferentes situações, mas com a praticidade de poder usar o computador em qualquer lugar, na hora que quiser.

 

Apple TV

O equipamento especialmente dedicado à reprodução de conteúdos multimídia na sua TV não faz feio. A pequena caixinha da Apple pode reproduzir os conteúdos já presentes na Apple iTunes, além de vídeos de grandes players do mercado, como o YouTube e Neflix, sem contar com a possibilidade de você compartilhar os conteúdos presentes em outros equipamentos de sua casa com o Apple TV, de modo sem fio. Outro ótimo benefício é que você pode controlar o equipamento com o seu smartphone, player portátil ou tablet com iOS.

 

iPod (Classic, Shuffle, Nano, Touch)

O produto que deu origem a essa jornada de sucesso da Apple no mercado de eletrônicos de consumo não poderia ficar de fora. O iPod evoluiu ao longo de mais de 10 anos, se tornando mais compacto, com maior capacidade e, em alguns casos, em formatos bem intuitivos. O que torna o iPod diferente dos demais players é a sua praticidade no sincronismo das músicas, e pela sua disposição prática dos recursos no player. No caso especial do iPod Touch, o produto é uma espécie de “iPhone sem o telefone”, oferecendo a mesma experiência de uso do smartphone mais popular do mundo.

 

iPhone (iPhone 4, 4S e 5)

O produto mais popular da Apple hoje. É o smartphone mais popular do mundo, com mais de 250 milhões de usuários ativos. E contando, pois o iPhone 5 foi lançado recentemente, e os seus números iniciais de vendas já são impressionantes. Estabeleceu o padrão de como seria o smartphone nos anos seguintes, com um design elegante, com um desempenho impecável, e com uma grande gama de aplicativos. Se existe um produto que define a Apple nos últimos 10 anos, esse produto é o iPhone.

 

iPad (iPad 2 e iPad 3 ou novo iPad)

Para encerrar, o mais recente sucesso da Apple. O iPad, com as devidas proporções, repetiu o efeito do iPhone, sendo a referência de produto na sua categoria. Leve, elegante, com ótimo desempenho e funcionalidade atraente, o tablet da Apple é hoje o segundo produto mais vendido da empresa de Cupertino, e deve ter a sua popularidade ampliada, com o iminente lançamento da versão compacta do produto, o iPad Mini.

Esses são apenas alguns exemplos do tamanho do “Mundo Apple”. E olha que só falamos dos produtos considerados essenciais, e de itens oficiais da empresa. Se o tema for explorado um pouco mais, vamos encontrar uma surpreendente gama de produtos e acessórios, que certamente farão a alegria dos usuários dos produtos “com gosto de maçã”. E, para a grande maioria dos usuários, basta provar desse gosto uma vez, para querer consumir sempre.

Esse post foi oferecido por Novo Mundo.

[Gadgets do Dia] 23 de setembro de 2012

by

Começamos com uma raridade em forma de modding. Um cidadão disfarçou um Mac Mini em uma velha unidade de disco do Apple II, e decidiu colocar o produto em um leilão no eBay. Esse Mac Mini conta com um processador de 1.5 GHz, 2GB de RAM, e preço inicial de US$ 500. Para quem quer ter um computador diferente, fica a dica. (via Ubergizmo)

A Kingston apresenta o DataTraveler Locker+ G2, um pendrive que possui características que protegem os dados contra invasões. Também conta com sistema de criptografia baseada em hardware, protegendo os parâmetros mais críticos. Está disponível nas versões de 4, 8, 16 e 32 GB, com preços de R$ 59,90 (4GB), R$ 79,90 (8GB), R$ 109,90 (16GB) e R$ 239,90 (32GB). 

A Motorola apresenta esses belos fones de ouvido, o S11-FLEX HD, que possui ajuste de sua tira traseira, para uma melhor fixação,e é perfeito para os esportistas. Funciona através de conectividade Bluetooth,conta com controles no sistema one-touch, e pode ser recarregado completamente por apenas 15 minutos (autonomia de uso não foi informada). Chega ao mercado em 28 de outubro, com preço sugerido de US$ 130. (via Android Community)

A Dell apresentou os novos monitores S Series, nos modelos S2740L (27″), S2340L/M (23″) e S2240L/M (22″), nos modelos de 24, 23 e 21 polegadas. Todos oferecem com diversas opções de conectividade e, principalmente, uma tela com vidro de fora a fora (com uma pequena borda é claro). Seus preços são de US$ 400,US$ 300 e US$ 200, respectivamente. (via Dell)

Apple não vai incluir suporte para algus Macs de 64 bits no Mountain Lion

by

Os usuários de dispositivos Apple sabem que é normal que novas versões dos seus sistemas operacionais (OS X ou iOS) não suportem os dispositivos mais antigos. Logo, não é surpresa saber que o Mountain Lion oferecerá suporte para um número relativamente limitado de computadores, excluindo vários modelos de MacBook Pro e Mac Pro de 64 bits.

O motivo para que a Apple tente proibir a instalação da versão 10.8 do OS X nos modelos mais antigos está diretamente ligada aos chips gráficos, que contam com controladores de 32 bits, que são incompatíveis com o Mountain Lion. É uma pena, pois alguns computadores que foram adquiridos em 2008 não poderão utilizar o novo software.

Abaixo, uma lista dos equipamentos que poderão utilizar o Mountain Lion. Se o seu modelo não estiver listado abaixo, comece a correr para vendê-lo o quanto antes:

– iMac (metade de 2007 ou mais recente)
– MacVook (final de 2007 – de alumínio – ou começo de 2009 ou mais recente)
– MacBook Pro (meio/fim de 2007 ou mais recente)
– MacBook Air (final de 2008 ou mais recente)
– Mac Mini (começo de 2009 ou mais recente)
– Mac Pro (começo de 2008 ou mais recente)
– Xserve (começo de 2009)

Via Ars Technica e Apple

Como podem ser os novos Macs que serão apresentados na WWDC?

by

Faltam apenas algumas horas para começar o evento mais esperado pelos fãs da Apple, a WWDC 2012. Como é de praxe nas horas prévias de algo grande no mundo da tecnologia, rumores não param de circular na internet sobre as novidades que serão anunciadas em San Francisco. E talvez um dos pontos de maior expectativa está na renovação do catálogo de MacBooks.

Segundo previsões do analista da KGI Securities, Ming-Chi Kuo, o mais provável é que a Apple remova do mercado a linha de portáteis MacBook Pro de 17 polegadas, anunciando como grande novidade a apresentação de novos equipamentos de 13 e 15 polegadas, com design renovado e hardware atualizado. Entre as principais características desses novos equipamentos, podemos encontrar:

– um modelo básico de 13 polegadas, com preço inicial de US$ 1.199
– nova tela Retina Display
– sem leitor de DVD
– combinação de unidades SSD e HD para armazenamento
– peso menor, e com um menor consumo de energia que os modelos atua
– maior capacidade de bateria

Pequenos detalhes sobre os produtos parecem confirmar essas previsões. Os últimos rumores chegam do Apple Insider, que conseguiu uma lista com as referências dos novos equipamentos que serão apresentados na WWDC, e tudo leva a crer que serão anunciados um total de 14 novos equipamentos, incluindo novos modelos de MacBook Air, MacBook Pro, iMac, Mac mini e Mac Pro.

Por outro lado, a aparição na Mac App Store de aplicativos compatíveis com a resolução Retina Display (como por exemplo o FolderWatch) parecem confirmar a atualização da resolução de tela dos novos portáteis.

Os rumores também não se esquecem dos desktops, sendo o Mac Pro o centro das especulações. Os mais insistentes garantem que tais equipamentos contarão com conexões Thunderbolt e USB 3.0, processadores Intel Xeon E5 e novas placas gráficas ATI profissionais.

Será que tudo isso vai se transformar em realidade? Em algumas horas, essas dúvidas serão eliminadas.

Via Gizmologia

Rumores: aparecem as (supostas) especificações de um novo MacBook Pro, que deve ser anunciado na WWDC

by

Sabemos que a WWDC 2012 está para acontecer, e com isso, os rumores e vazamentos se tornam cada vez mais frequentes. Tomemos como exemplo um suposto MacBook Pro. Mas antes de qualquer coisa, temos que tomar toda a cautela do mundo, mas ter a máxima atenção aos dados que vamos analisar, pois são realmente muito interessantes.

Segundo o site WeiPhone, o novo MacBook Pro não contará com tela Retina, tal como se especula a alguns dias, mas sim com uma tela com a resolução de 1280 x 800. Dos demais dados, aqueles que merecem ser destacados estão no fato que os novos modelos de MacBook Pro terão processadores Ivy Bridge, com gráficos HD 4000, portas Thunderbolt e USB 3.0. De qualquer forma, se trata de um portátil muito potente em termos de produtividade, mas que pode decepcionar a aqueles que esperam um salto mais revolucionário nesta nova versão. Veja a suposta tabela de especificações abaixo.

Por outro lado, algumas fontes ainda seguem apostando que os novos MacBooks receberão sim a tão proclamada Retina Display. Segundo o site 9to5Mac, serão apresentadas duas novas versões de notebooks Apple de 15 polegadas, além de novos modelos do MacBook Air de 11 e 13 polegadas, com Retina Display. Eles também afirmam que até os novos iMacs podem contar com telas Retina Display.

A razão de tanto amor por esta tela é simples: ao incluir a Retina Display em todos os dispositivos da Apple, a empresa consegue potencializar a imagem da marca, o que por sua vez refletiria em um aumento de vendas do iPhone e iPad.

Além dos novos computadores portáteis, a WWDC também apresentaria atualizações de alguns periféricos, como teclados AirPort, mouses e trackpads. Se tudo isso for confirmado, a próxima WWDC de 9 de junho será uma das mais interessantes dos últimos tempos.

É esperar para ver.

Via WeiPhone e 9to5Mac

Mac mini é atualizado, com Core i5 e i7, Thunderbolt e AMD Radeon HD

by

Alguns acreditavam que a linha Mac mini iria desaparecer, mas a verdade é outra: eles foram atualizados. Os novos Mac mini chegam com processadores Core i5 e i7, conectividade Thunderbolt (com suporte para até 6 dispositivos), gráficos AMD Radeon HD e Mac OS X Lion como sistema operacional.

O preço da configuração mais barata, com processador Intel Core i5 de 2,3 GHz é de US$ 599. Esse modelo já vem com Turbo Boost 2.0, fazendo com que o processador funcione a 3,4 GHz. Se você quer um Mac mini com Core i7, o valor sobre para US$ 1.000.

Além disso, os novos modelos contam com Ethernet gigabit, FireWire 800, saída HDMI, SDXC, entrada e saída de áudio, quatro portas USB 2.0, WiFi e Bluetooth. Disponíveis a partir de hoje na loja online da Apple, e em breve, nas lojas físicas.

via Engadget

Antonio Lieto resolve dar lições de design para a Apple, redesenhando o MacBook e o Mac Mini

by

O designer Antonio Lieto decidiu dar algumas lições de sua área profissional para o pessoal da Apple, criando designs alternativos para dois de seus produtos, o MacBook e o Mac Mini. Ele rebatizou o portátil da empresa de Steve Jobs com o nome de MagicBook (foto acima), com uma mudança bem drástica e, ao mesmo tempo, bem interessante: a substituição do teclado físico por um teclado de toque. A superfície usada para este teclado de toque também trabalha como magic trackpad. Mas, se você não se sente confortável em digitar horas e horas em um teclado imaginário, sem problemas: com o toque de um botão, temos um teclado QWERTY desenhado na superfície, que é protegida por uma lente.

Já a sua versão de Mac Mini (abaixo) mede apenas 10 mm de grossura, e conta com um sistema de sincronização wireless na sua parte de cima. Ou seja, nada de cabos para conectar seus demais dispositivos. Além disso, você conta com um sistema de carga através de indução, para você carregar o seu iPod e seu iPhone. De quebra, Lieto colocou uma luz em tom verde na parte de baixo do dispositivo, apenas para dar um charme a mais. É óbvio que estes designs de produtos são apenas conceitos, e que muito provavelmente jamais veremos estes produtos no mercado algum dia. Mas, honestamente, esperamos que a Apple tenha aprendido a lição.



Fonte

[desktop] O novo Mac Mini também recebe suas cores Made In Colorware

by

Por apenas US$ 250 adicionais do seu preço habitual (que gira em torno de US$ 1.000), a Colorware pode personalizar o novo e pequeno Mac Mini da Apple, em uma variedade de cores e acabamentos que, com certeza, alguma destas combinações pode te convencer por completo. Ou, pelo contrário, pode fazer você se apegar em definitivo no modelo mais simples, com o branco tradicional da Apple. Será uma questão de bolso.

Fonte

[desktop] Apple Mac Mini se renova, com novo formato e novas configurações

by

Bom, terça-feira é o dia preferido da Apple para lançar novidades e atualizações em seus produtos e serviços. Hoje, não foi diferente. A Apple não só começou as reservas do novo iPhone 4, mas também resolveu atualizar o pequeno Mac Mini, que agora está menor.

O novo desktop se apresenta agora com um novo corpo unibody de alumínio (reciclável), mais estilizado e atraente. Conta agora com um processador Core 2 Duo, de 2,4 GHz, 2 GB de RAM e 320 GB de HD, como configurações iniciais. O modelo conta com medidas de 19,7 cm de largura e 3,6 cm de altura, cm o seu logotipo na cor negra, como no iMac e iPad. Na parte inferior, inclui um painel que pode ser extraído, para acesso dos componentes internos do aparelho.

Finalmente, o Mac Mini agora conta com uma porta HDMI e com um leitor de cartões SD. Tem também uma nova placa gráfica (NVIDIA GeForce 320M), que promete o dobro de desempenho que o modelo anterior. Seu consumo também está melhorado, tendo um gasto de energia 25% menor.

 

O Mac Mini com Mac OS X Snow Leopard Server também teve melhorias: tem agora um processador Intel Core 2 Duo de 2,66 GHz, duas HDs de 500 GB (a 7.200 RPM), 4 GB de RAM e suporte para clientes ilimitados.

Bom, vamos ao que interessa? O preço do novo Mac Mini nos EUA é de US$ 700. No Brasil, segundo a Apple Store Oline, seu preço será de R$ 2.700. A versão Server terá preço no Brasil por R$ 3.400. O prazo de entrega é de duas a três semanas.

Fonte

Apple anuncia as datas da WWDC 2010

by

A Apple anunciou hoje (28/04) que a próxima edição da Conferência Mundial de Desenvolvedores Apple (ou mais popularmente conhecida como WWDC) vai acontecer entre 07 e 11 de junho, no Moscone Center, em San Francisco, California, EUA. Nos cinco dias de conferência, devem ser apresentadas as primeiras soluções de desenvolvimento para iPad, além de novidades para o iPhone OS 4 e da tecnologia de núcleo do Mac OS X.

A WWDC 2010 promete ser também o local que o pessoal de Cupertino deve apresentar o tão falado iPhone 4G (mesmo porque junho é um mês muito oportuno para o lançamento de novos telefones), assim como novidades para o iPad. Talvez pintem novidades em relação a alguns equipamentos um tanto quanto antiquados, como o MacBook Air ou mac Mini.

Fonte

[modding] O que acontece quando você coloca um Mac Mini, uma cafeteira e um subwoofer em um chassi de um iMac DV?

by

Se você acha que sua capacidade de surpresa se esgotou em 2009, vamos aqui mostrar que não é bem assim. Em uma esquisita virada do pensamento humano (sim, pois não sabemos direito o que passava na cabeça do cidadão que fez isso), Klaus Diebel resolveu colocar um Mac mini, uma cafeteira e um subwoofer da JBL no chassi de um iMac DV. Não pergunte para que ou porquê, pois ninguém sabe. O que devemos aqui destacar é que tudo aí funciona, e que você tem um iMac DV que faz café enquanto você escuta música. Tá, não pense que isso sai barato, pois o Klaus investiu 300 euros neste modding. Bom, há gosto pra tudo neste mundo, não é mesmo?

Fonte

[mundo appple] A Apple lançou novos produtos. Vamos conhecê-los em detalhes.

by

Em semana de lançamento do Windows 7, quem rouba a cena é a Apple, lançando, dois dias antes, novos produtos e configurações de sua linha de computadores. E com novidades até mesmo para países que antes eram esquecidos, como, por exemplo, o Brasil (como é bom ter a Apple oficialmente instalada no país…). Ok, vamos ver estas novidades.

Os novos iMacs. Eles agora possuem telas de 21 ou 27 polegadas, totalmente widescreen, de alta definição (1920 x 1080), 4 GB de RAM e processador Intel Core 2 Duo de 3,06 GHz. Também está disponível um modelo mais “parrudo”, com processador Intel Core i5 quad-core. Os preços por aqui destes produtos não são nada modestos: começam com R$ 4.699 (modelo de 21″) e podem chegar até R$ 7.399 (modelo de 27″ com Core i5)

A segunda novidade também se refere aos iMacs. Agora, os produtos possuem mouse e teclado sem fios, em todos os modelos da linha iMac. Porém, quem merece destaque é o novo mouse da Apple, o Magic Mouse, que é sensível ao toque, tais como nos notebooks da empresa.

Já os Mac Minis não mudaram nada por fora. Porém, por dentro… agora tem processadores Intel Core 2 Duo, de 2.26 GHz e 2.53 GHz, 2 GB de RAM como memória padrão e opções de disco rígido de 160 e 320 GB. A notícia mais importante: já estão à venda no Brasil, na loja online da Apple, com opções de compra de produtos personalizados, com os seguintes preços: R$ 1999 (2.26 GHz) e R$ 2.799 (2.53 GHz).

Por fim, temos mudanças no MacBook branco. O modelo mais básico da Apple tem um design novo e configurações modificadas. Ele agora tem um gabinete de plástico, além de possuir o touchpad de vidro, igual ao do MacBook Pro. Vem com 250 GB de HD, processador Intel Core 2 Duo de 2.26 GHz e 2 GB de RAM. O preço dele é de R$ 3099.

Lembrando que: neste exato momento, apenas os modelos de Mac Mini estão à venda. Os iMacs devem chegar até dezembro, e não existe nenhuma previsão para o MacBook. Informações passadas pela própria Apple.

Fonte

[periféricos] Kanex Mini DisplayPort Adapter – HDMI também para o Mac mini

by

Ok, as apostas começaram. Terá algo que você possa ver neste novo adaptador com o desenho dos Mac mini? Pode ser que sim, pode ser que não. Porém, se você tem um modelo da geração atual, o mais natural é que você se interesse por este cabo. O novo Kanex Mini DisplayPort Adapter é um simples dispositivo que se integra à saída de vídeo DisplayPort, e áudio mini Toslink em um conector HDMI, com suporte para som LPCM, DTS, Dolby Digital, DTS-HD e Dolby True HD. Não precisa de fonte de alimentação externa e pode ser encontrado por US$ 70 no site do fabricante (ou por US$ 50, na sua versão com áudio analógico via USB).

Mais @KanexLive.com

[pra descontrair] O que fizeram com o Mac Mini? (Mac Xiitas, não leiam este post).

by

Hoje falamos muito da Apple no TargetHD. Por isso, posso me dar ao direito de me divertir um pouquinho. Se bem que, tem gente no mundo que brinca com o perigo de forma constante e iminente. Ou o cara da foto tem muita grana para usar um Mac Mini desta forma, ou ele quer criar uma verdadeira revoluão nuclear entre os usuários da empresa que, tenho quase certeza que vão se sentir ofendidos. Seria uma ação da concorrência? Vai saber, não é mesmo?

Fonte: Nova utilidade para o Mac Mini – FayerWayer Brasil