Arquivo para a tag: lucro

Apple e Samsung são os únicos que ganham dinheiro com seus smartphones

by

iPhone-6s-teaser

Um estudo realizado pela Canaccord Genuit deixa claro algo que já era sabido por todos: Apple e Samsung são as que mais ganham no mercado de smartphones. Ou melhor, são as únicas que ganham dinheiro com os seus smartphones.

A Apple obteve 94% dos seus lucros no último trimestre, apesar de vender apenas 14.5% do total de smartphones do período. A Samsung apenas conseguiu 11% dos lucros no mesmo período, apesar de ter vendido 24.5% do total de smartphones.

Que? 105% entre as duas?

Isso mesmo. Existem muitas empresas que entram no gráfico com dados negativos, o que compensa a excessiva porcentagem.

13

Como se explica essa grande diferença entre unidades vendidas e lucros? No preço médio de cada smartphone vendido.

No caso da Samsung, a média de preço de venda dos seus 81 milhões de smartphones vendidos é de US$ 180, enquanto que no caso da Apple é de US$ 670.

Ou seja, o iPhone é a galinha dos ovos de ouro da Apple, que é a empresa a ser batida no setor, pelo menos em termos de rentabilidade.

Via Apple Insider

Este é o dinheiro que um usuário gera ao Facebook

by

facebook-money-dinheiro

Todo mundo sabe que o Facebook obtém seus lucros pela publicidade, mas… quanto dinheiro um usuário comum gera ao Facebook? Não dá para obter uma resposta uniforme, uma vez que os números podem variar de acordo com a nacionalidade do usuário, mas dados de um estudo da empresa eMarketer revelam ao menos como o usuário norte-americano vale para Mark Zuckerberg.

Cada usuário do Facebook nos EUA tem um valor em publicidade de US$ 48,76 por ano. O valor pode parecer pequeno, mas multiplicado por centenas de milhões de usuários… Enfim, os usuários que não são norte-americanos geram uma média de US$ 7.71 de lucros em publicidade por ano, algo muito distante dos norte-americanos, o que deixam claro que as grandes empresas de publicidade valorizam mais o marketing no Facebook dentro dos EUA do que fora dele.

O gráfico abaixo mostra uma previsão de crescimento dos lucros em publicidade, que podem alcançar nos EUA o valor de US$ 61,06 em 2016, e US$ 73,29 em 2017, enquanto que os usuários dos outros países ficariam nos valores de US$ 9,26 e US$ 10,79, respectivamente.

facebook-graph-publicity-finance

Não resta dúvidas que o Facebook explora ao extremo a sua ideia de oferecer um serviço gratuito em troca de transformar o usuário em produto, algo que outras empresas souberam explorar perfeitamente. A Google é uma prova do que estou falando.

Via The Telegraph

Na batalha dos mensageiros instantâneos, o WhatsApp lidera em usuários, e o LINE, em arrecadações

by

whatsapp-line

O Wall Street Journal publicou uma matéria sobre o desempenho do LINE fora do continente asiático, onde alguns dados merecem uma reflexão. O mais interessante dado está nos ingressos: o LINE arrecada 25 vezes mais dinheiro que o WhatsApp, através da venda de stickes, jogos e apps.

Em 2013, no seu segundo ano de existência, o LINE gerou vendas de US$ 505.8 milhões, contra apenas US$ 20 milhões do WhatsApp. O WeChat, o terceiro concorrente entre os mensageiros instantâneos, ficou entre os dois, com ingressos estimados entre US$ 32 milhões e US$ 48 milhões durante o quarto trimestre de 2013.

Segundo um cálculo da BNP Paribas, o LINE tem aproximadamente 175 milhões de usuários ativos por mês, enquanto que o WhatsApp possui 500 milhões de usuários ativos (números anunciados hoje). Já o WeChat (que baseia o seu sucesso na China, onde é líder), possui 355 milhões de usuários.

Via The Wall Street Journal

Google reporta ingressos de US$ 15.4 bilhões no primeiro trimestre fiscal de 2014

by

google

A Google revelou hoje os seus resultados financeiros do primeiro trimestre de 2014, que terminou em 31 de março. A gigante de Mountain View teve ingressos de US$ 15.4 bilhões, um aumento de 19% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Larry Page destacou que muitos segmentos registraram aumento nos ingressos, especialmente na divisão mobile e nos negócios emergentes.

Os lucros líquidos da Google no período forma de US$ 3.450 bilhões, ou US$ 6.27 por ação (+2.9% em relação ao ano aterior). Os analistas de mercado esperavam uma performance um pouco melhor: US$ 15.540 bilhões, ou US$ 6.41 por ação.

O trimestre incluiu a venda da Motorola Mobility para a Lenovo, que aparece nos livros de caixa como uma perda líquida. Agora, a Google trabalha em vários projetos relacionados ao hardware dos smartphones, como o Project Ara e o Project Tango, desenvolvidos pelos grupos de inovação que ficaram na empresa depois da venda da Motorola. Sem falar no Google Glass, que ontem (15) teve sua venda liberada para usuários comuns (mas apenas ontem).

Os ingressos da Google de suas operações internacionais alcançaram US$ 8.760 bilhões no primeiro trimestre, representando 57% dos ingressos da empresa.

Por fim, a Google revelou que conta com reservas efetivas de US$ 59.380 bilhões e 49.289 funcionários ao redor do planeta (46.170 da Google, e 3.659 que eram da Motorola) – números de 31 de março de 2014.

Via CNET

Yahoo teve redução de lucros no último trimestre, mas o seu tráfego na web aumentou

by

yahoo-logo-double

O Yahoo anunciou os seus resultados financeiros relativos ao terceiro trimestre de 2013, e os números são, no mínimo, bem interessantes.

Por exemplo, os ingressos tiveram queda de 91%, em relação ao mesmo período de 2012, o que é uma queda surpreendente, motivada pela venda no trimestre passado de parte do grupo chinês Alibaba. Por outro lado, os lucros da empresa chegaram a US$ 1.080 bilhão, o que é apenas 1% menor do que a do terceiro trimestre do ano passado. Além disso, as vendas de publicidade no período caíram apenas 7%.

Além disso, a empresa informa várias novidades, como a mudança de logo (que já vimos aqui mesmo no blog), a aquisição de empresas menores, como Bignoggins, Qwiki, Xobni, Admovate, Ztelic, Rockmelt e IQ Engines (entre outras), resultando em um total acumulado de 800 milhões de usuários em seus serviços, que representam um aumento de 20% nos últimos 15 meses (ou desde que Marissa Mayer assumiu o posto de CEO da empresa).

Trocando em miúdos, as coisas para o Yahoo não vão tão mal assim, e ainda que os seus executivos desejassem uma saúde financeira mais saudável, nós bem sabemos que toda e qualquer recuperação financeira leva um bocado de tempo para que as mudanças acabem surtindo o efeito desejado. Com isso em mente, podemos dizer que Marissa Mayer está no caminho certo.

E, com um pouco mais de sorte, ela pode anunciar em breve a compra da BlackBerry. Mas essa última observação é apenas um exercício de futurologia da minha parte, sem nenhuma base editorial ou científica para comprovar tal afirmação.

Via Yahoo!

Microsoft gera lucros recorde no seu último trimestre fiscal

by

Ballmer felizão? Com certeza! Os resultados financeiros da Microsoft registrados durante o seu último trimestre fiscal se converteram em US$ 21.46 bilhões de lucros totais, algo que aconteceu por causa principalmente da forte venda registrada dos lançamentos de seus novos produtos.

Com entradas de exportação de US$ 7.7 bilhões, lucros líquidos de US$ 6.38 bilhões e lucros diluídos por ação de US$ 0.76, os resultados financeiros registrados durante o último trimestre de 2012 foram recordes pera a empresa. O relatório financeiro aponta que boa parte desses lucros foram obtidos com a oferta de atualização do Windows, que no Brasil, alcançou o inédito preço de R$ 69. Lembrando: essa mamata acaba na semana que vem, no dia 31 de janeiro.

Steve Ballmer, CEO da Microsoft, comenta:

“Nossa grande ambição em repaginar o Windows, assim como por lançar nosso próprio tablet e o Windows Phone 8, despertou um crescente entusiasmo em nossos consumidores, permitindo ter a oportunidade sem precedentes de mostrar toda a nossa criatividade aos sócios e desenvolvedores. Com os novos dispositivos que integram o Windows, incluindo o Surface Pro e a nova suíte do Office 2013 no horizonte, vamos seguir conduzindo com emoção nossa ideia de ecossistema Windows, oferecendo o nosso software através de dispositivos e serviços de qualidade.”

As vendas da divisão do Windows foram de US$ 5.88 bilhões, o que representa um aumento de 24% em relação ao mesmo período do ano anterior. Também, não é para menos, se levarmos em conta as mais de 60 milhões de licenças do Windows 8 vendidas até agora.

A divisão de dispositivos e entretenimento registrou vendas de US$ 3.77 bilhões, o que é uma queda de 11% em relação ao mesmo período do ano anterior, mas aqui temos que levar em consideração que o Xbox 360 segue sendo o console mais vendido dos Estados Unidos, mas com um ciclo de vida que está chegando ao seu final. A maioria dos gamers começam a esperar (e guardar dinheiro) pelo novo console que a empresa deve anunciar ainda em 2013.

As vendas da divisão do Microsoft Office também registraram quedas, mas mais uma vez temos que levar em consideração que a Microsoft está prestes a lançar o novo pacote Office 2013 (dia 29 de janeiro). Logo, nos próximos meses, esses resultados devem melhorar e muito.

Vendas nas primeiras 12 horas do Black Friday Brasil 2012 já superam recorde da última edição

by

Doze horas. Apenas 12 horas foram necessárias para que o volume de vendas da Black Friday 2012 superasse as vendas da edição do ano passado. Quem informa é a ClearSale, empresa especializada em autenticação de compras virtuais. E isso, mesmo com todas as inviabilidades técnicas sofridas nas primeiras horas e os preços alterados por muitos e-commerces nacionais.

Os consumidores reclamaram (e com razão) dos descontos oferecidos por algumas ofertas. Ou eram descontos considerados “irrisórios”, ou eram descontos dados em preços que foram repentinamente inflacionados, para que ao ser aplicado o desconto, o mesmo voltasse para o seu preço de origem. Mesmo assim, isso não impediu que os internautas brasileiros comprassem mais em 12 horas de promoção do que aquilo que foi gasto nas 24 horas do evento do ano passado.

Alguns sites, como o Busca Descontos, oferecem entre suas ferramentas a opção de denunciar ofertas que estão fora da realidade do mercado. Segundo o comunicado de imprensa do site, que por sua vez administra a página Black Friday Brasil, mais de 500 supostas ofertas com preços irregulares foram bloqueadas até o momento.

Outro fator de descontentamento dos internautas é a falta de infraestrutura dos sites para receber uma grande demanda de internautas. Diversos sites de e-commerces nacionais não suportaram o volume de acessos simultâneos, e simplesmente foram derrubados pela massa de internautas ávidos por descontos. Isso mostra que as nossas lojas virtuais ainda estão despreparadas na sua infraestrutura para suportar eventos desse porte.

De qualquer forma, tudo indica que o comércio eletrônico brasileiro já alcançou o seu objetivo, que é bater a meta de vendas do ano passado. Os lojistas não poderão reclamar. Os fabricantes, muito menos. Já o consumidor… fica com aquele gosto amargo que a Black Friday é algo “para norte-americano ver”.

Samsung registra novo recorde de vendas de smartphones no terceiro trimestre de 2012: US$ 7.3 bilhões

by

O Smartphone “feito para os humanos” continua se saindo bem na sua missão de seduzir os humanos. A Samsung anunciou nessa semana um lucro recorde de US$ 7.3 bilhões nas vendas de smartphones no terceiro trimestre de 2012. A marca é a mais expressiva da empresa em sua história, porém, a própria Samsung sabe que a chegada do iPhone 5 podem representar problemas nos lucros do último trimestre de ano.

Mas, falando das boas notícias: a Samsung informa que praticamente dobrou os seus lucros no mercado de smartphones, se compararmos os números de 2012 com as marcas alcançadas em 2011. Não foram revelados todos os detalhes sobre como a fabricante sul-coreana alcançou essa marca, incluindo a quantidade de unidades vendidas do Galaxy S III e de outros modelos Android da empresa, e tais números só devem ser divulgados no anúncio oficial do relatório financeiro, que está marcado para o dia 26 de outubro.

Nesse relatório, também deve ser contabilizado o prejuízo de US$ 1 bilhão, em decorrência à decisão do tribunal da Califórnia, que decidiu a favor da Apple, na “guerra de patentes”. A Samsung está recorrendo da decisão, mas pelo menos por enquanto, é necessário incluir essa perda em seu relatório fiscal.

A Samsung espera um lucro anual superior a US$ 25 bilhões, mas a chegada do iPhone 5 pode ser um grande empecilho para esse objetivo ser alcançado. Apesar de todos os seus problemas, o novo smartphone da Apple está com um ótimo volume de vendas. Talvez o início da greve nas fábricas da Foxconn na China atrapalhe um pouco as vendas da Apple, colocando o estoque mundial em risco. Mas, pelo menos por enquanto, a própria Foxconn informa que a greve não afeta a produção do iPhone 5, e que os estoques mundiais serão abastecidos.

Mas o fato é que o Galaxy S III se tornou o smartphone Android pronto para desafiar o iPhone no mercado. As vendas do smartphone continuam muito boas, e mesmo com o processo movido pela Apple, e com a suposta exposição negativa que a Samsung foi submetida, as vendas do Galaxy S III não foram afetadas. Pelo contrário: aumentaram, em média, 16% durante o período do julgamento.

Via SlashGear

Vendas do HTC cresceram 36%, graças ao Android

by

O Android segue firme e forte no seu objetivo de se tornar o número 1 do mercado. E, com isso, traz algumas empresas no seu bonde da alegria. Que dirá a HTC, que anunciou que espera encerrar o segundo trimestre do ano com um aumento de vendas de aproximadamente 36%, e para os amantes dos números, seguem alguns dados: foram 4,5 milhões de aparelhos vendidos, contra 3,3 milhões do primeiro trimestre de 2010.

Boa parte das vendas vieram dos últimos modelos lançados pela HTC (Desire, Legend, HD Mini, Smart, EVO 4G e Droid Incredible) e, por sua vez, conta com a boa imagem do sistema operacional móvel do Google, que é outro que bater recorde atrás de recorde de vendas.

Fonte