Arquivo para a tag: lg g2

Review Comparativo | LG G3 vs LG G2

by

LG-G3-Vs-LG-G2

Não faz muito tempo que testamos no TargetHD um dos melhores smartphones de 2014, o LG G3. O modelo realmente impressiona pelo design elegante, um hardware potente, recursos inteligentes e a tão sonhada memória expansível (que muitos pediram no modelo anterior). O G3 chegou ao mercado com menos de um ano de disponibilidade do LG G2, até então modelo referência da LG para o mercado de tops de linha. Mas… será que as diferenças são tão grandes assim?

Que as diferenças entre os dois modelos existem, isso é um fato. Porém, para quem já tem o LG G2 (ou pretende comprá-lo, por conta do preço reduzido), será que vale a pena a troca para o LG G3? Ou é possível economizar algum dinheiro, ficando com o modelo antigo por mais algum tempo? É isso o que esse comparativo pretende responder.

O objetivo desse post não é descobrir qual é o melhor smartphone entre os dois (até porque é evidente que o LG G3 é o modelo mais completo). Porém, queremos saber qual é o modelo mais adequado para diferentes tipos de usuários: aqueles que não possuem nenhum dos dois, aqueles que já contam com o G2, usuários com diferentes exigências em um smartphone, entre outros. No final das contas, entendo que existe mercados definidos e diferentes para os dois modelos, e cada comprador em potencial precisa fazer a sua escolha baseado no que espera do dispositivo, e nas condições do seu bolso.

 

Características Físicas

DSC03042

Apesar dos dois smartphones herdarem o mesmo conceito geral de design, os dispositivos são esteticamente diferentes, e esses contrastes são notáveis quando os modelos são colocados lado a lado. O LG G3, além de ser maior, é mais fino que o LG G2, mas mantendo praticamente a mesma largura que o modelo anterior. Por consequência disso, o modelo novo oferece um agarre tão bom (ou até melhor) que o modelo antigo. Os menos exigentes não perceberão muitas diferenças. Já quem já possui o LG G2 a algum tempo (é o meu caso), vai perceber tal detalhe com maior clareza.

DSC03088

A disposição das portas (microUSB, conector para fone de ouvido, etc) é praticamente a mesma nos dois modelos. As diferenças estão no fato que o LG G3 possui uma carcaça traseira removível, o que permite o acondicionamento do slot para SIM card na parte interna do aparelho, e não na lateral do mesmo (como acontece no LG G2), assim como o cartão microSD presente no modelo novo.

Além disso, o alto-falante do LG G3 fica na parte traseira, enquanto que no G2 está na parte inferior do dispositivo.

DSC03095

O acabamento dos dois modelos também apresenta diferenças consideráveis. O LG G3 adotou na sua parte traseira um plástico metalizado (segundo a própria LG), o que oferece um acabamento mais ‘premium’ ao dispositivo, impedindo que se note as marcas de uso no dispositivo (tanto pelos dedos do usuário como nos pequenos riscos no uso eventual). Já no G2 encontramos um plástico mate, que produz o resultado contrário, praticamente obrigando o usuário a utilizar um case protetor.

DSC03114

Os botões na parte traseira também receberam modificações. O LG G3 oferece um design de botões que se integram melhor ao corpo do aparelho, onde os botões de volume são afundados, e o botão central de liga/desliga e bloqueio de tela tem um formato circular. No geral, o conjunto de botões do G3 é de melhor localização no uso cotidiano. No LG G2, o botão central é mais ressaltado, ficando saliente em relação a parte traseira do dispositivo.

O LG G3 também possui como adicional o sensor laser, presente para reduzir drasticamente o tempo de captura das fotos, além de trabalhar em conjunto com o estabilizador óptico para melhores imagens de cenas em movimento.

 

Tela

A tela do LG G3 possui 5.5 polegadas (1440 x 2560 pixels, 539 ppp, com Gorilla Glass 3), enquanto que a tela do LG G2 fica com 5.2 polegadas (1080 x 1920 pixels, 423 ppp, com Gorilla Glass 2). As duas telas são do tipo IPS LCD. Não só pelos números, pois 0.3 polegada a mais faz diferença, mas pelo resultado final das imagens, o LG G3 apresenta aqui uma das suas diferenças mais evidentes.

DSC03134

Mais uma vez, é preciso fazer aqui uma distinção entre os usuários mais e menos exigentes. Para quem já tem o LG G2, e decidir colocar lado a lado com o LG G3, vai perceber a maior nitidez da tela do modelo mais novo. Gráficos mais perfeitos e praticamente sem serrilhados, além de oferecer uma coloração levemente mais viva. Se você já achava a tela do G2 algo muito bom, a impressão obtida com o G3 é de algo ainda melhor.

Por outro lado, é uma diferença de qualidade relativamente pequena, que só será percebida mesmo pelos mais exigentes. A maioria dos usuários vão perceber que a tela do LG G2 é igualmente excelente, com exibição final de gráficos impecável, e um resultado muito bom para todas as atividades (navegação na web, vídeos, fotos, etc). Logo, para quem não tem interesse em investir no G3 por conta disso, pode manter o seu G2 por mais algum tempo, ou economizar algum dinheiro comprando o modelo lançado no ano passado, que ainda assim estará adquirindo um smartphone com uma tela muito boa (uma das melhores no mercado mobile, para ser mais claro).

 

Sistema Operacional e Interface de Usuário

Os dois smartphones ainda contam com a versão Android 4.4.2 KitKat (sem previsões para atualização para uma versão mais recente). A diferença é que, de forma nativa, o LG G3 possui a nova interface de usuário LG Optimus UI 3.0, enquanto que o LG G2 – de forma nativa – ainda preserva a interface antiga.

Screenshot 2014 08 23 15 44 36 Review | LG G3

O LG G3 carrega algumas novidades que podem ser adicionadas ao LG G2, caso o modelo antigo esteja rooteado e com uma ROM alternativa. Por exemplo, o software de câmera minimalista do G3 está presente nas ROMs Cloudy e Optimus para o G2. Para quem já tem uma certa experiência no assunto, e já contam com o aparelho por mais de seis meses, pode ser uma boa ideia instalar uma ROM alternativa para obter não só a nova interface, mas algumas de suas vantagens e novidades de software. Aliás, é uma opção que eu recomendo fortemente, pois as melhorias são consideráveis.

ATENÇÃO: para os menos experientes, ou para quem tem receio de perder a garantia na troca da ROM, esqueça tudo o que eu escrevi no parágrafo anterior.

2013 11 15 20.32.11 Review | LG G2

Outra alternativa (menos invasiva e mais simplória) é instalar uma launcher que reproduz parte da interface do G3 no G2. Não é exatamente a mesma coisa, mas é um paliativo. Você não recebe todos os recursos do software novo, assim como suas melhorias. Nesse aspecto, a nova interface da LG, apesar de não contar com diferenças significativas na sua disposição geral, é mais integrada ao hardware, oferecendo uma experiência de uso mais prazerosa, deixando o G3 mais funcional.

 

Câmera

Os dois modelos contam com câmeras similares, com sensor de 13 megapixels e estabilizador óptico de imagem (OIS), com a vantagem do LG G3 contar com um OIS com tempo de resposta menor, e uma abertura de imagem com maior captação de luz. Outros diferenciais são a presenta do flash LED duplo e sensor de laser no modelo mais novo.

Screenshot 2014 08 30 18 12 43 Review | LG G3

Na prática, os dois modelos são capazes de capturar fotos com qualidade similar, principalmente se o usuário do G2 optar pela troca da ROM pela Cloudy G3 ou Optimus G3. O software de câmera nativo do G2 tem aquele problema de comprimir demais as imagens das fotos registradas com luz artificial ou baixa luminosidade, com o objetivo de reduzir o ruído das fotos nessas condições. Esse é um problema de software que pode ser resolvido ou com a troca da ROM ou, na pior das hipóteses, com outro aplicativo de câmera (recomendo o Camera Zoom FX, que é, na minha opinião, o melhor entre os apps pagos de câmera).

DSC01222 Review | LG G2

Na parte de vídeos, o LG G3 é capaz de gravar em 4K a 30 FPS, enquanto que o LG G2 grava vídeos a 1080p em 60 FPS. O G3 também possui sistema de slow motion a 120 FPS. Com ROMs alternativas, você consegue alguns desses recursos com o G2. Se manter a ROM stock, nada de novidades.

A câmera frontal dos dois modelos conta com a mesma resolução de 2.1 megapixels, e a regra da compressão de imagem do G2 é a mesma: se você mudar o software de câmera, a qualidade final do modelo antigo recebe uma boa melhorada. O G3 também oferece aquele recurso de registro de selfies sem precisar tocar na tela do smartphone (com contador regressivo quando a câmera identifica o gesto com a mão do usuário). Esse recurso você também só encontra no LG G2 se você instalar uma ROM alternativa no dispositivo.

 

Games

Os dois modelos desempenharam muito bem durante o período de testes os jogos que normalmente utilizo nos reviews. Nesse aspecto, a não ser que você realmente faça questão de uma tela um pouco maior (o que em muitos casos não adianta muita coisa, já que a grande maioria dos jogos não contam com resolução maior que a HD), tanto importa qual modelo você vai escolher: o desempenho para os jogos será o mesmo, ou seja, a melhor possível.

Screenshot_2014-08-30-17-02-03

Um detalhe que é importante destacar: na época em que testamos o LG G3, ele não era compatível com o jogo Real Racing 3. Não sabemos o motivo disso (pode ser pela resolução da tela, pois nos quesitos processador, GPU e RAM, não haviam motivos para que não fosse funcional). É possível que quando você estiver lendo essa análise no futuro, o jogo já esteja compatível com esse modelo. Porém, é necessário fazer esse registro, para simples observação.

 

Bateria

Os dois dispositivos contam com a mesma bateria de 3.000 mAh. Por conta disso, a autonomia de bateria do LG G3 é naturalmente menor, justamente pelo seu hardware mais potente, tela maior e com maior resolução. Porém, as diferenças de autonomia não são tão gritantes assim. É claro que com o LG G2 você tem um tempo útil maior com o dispositivo, e muita gente pode valorizar isso. Mas como o G3 possui recursos para economia de bateria que não estão presentes no modelo do ano passado, dependendo do perfil de uso, é possível alcançar o mesmo tempo de uso nos dois modelos.

2013-11-07 22.17.00

Obviamente para quem tem um uso mais exigente, ou para quem precisa ter o smartphone funcionando a maior parte do tempo, o LG G2 pode ser uma opção mais vantajosa. É mais certo que o G2 chegue ao final do dia funcionando com alguma bateria do que o G3. Mas eu repito: os resultados podem variar, de acordo com o perfil de uso.

 

Desempenho

Em linhas gerais, o LG G3 possui um desempenho mais limpo e fluído, pois harmoniza melhor a sua nova interface Optimus com o seu hardware. Porém, o LG G2 não fica muito atrás. Tudo vai depender também do tipo de software que está instalado no dispositivo: usar o G2 com a ROM stock pode significar um desempenho um pouco mais “travado”, com perda de fluidez e desempenho em alguns momentos. Isso pode ser minimizado (ou resolvido) com uma ROM alternativa.

Screenshot_2014-08-29-22-01-50

Como já destaquei nesse review, as ROMs Cloudy e Optimus se aproximam muito da experiência de uso do LG G3. Também é possível obter um desempenho melhor do que a ROM padrão com a popular CyanogenMod 11, que oferece uma experiência de uso diferente, mas potencializa os seus recursos para tornar o smartphone melhor do que já é.

Ou seja, se você está preocupado em ter nas mãos um smartphone que vai te oferecer uma performance elevada no uso diário (independente do seu nível de exigência), os dois modelos podem te entregar isso. Não necessariamente você precisa trocar o seu G2 para obter uma performance ainda maior. A não ser que você queira os recursos diferenciados do G3.

 

Outras Diferenças

Antes de concluir, vale a pena destacar que o LG G3 possui uma velocidade máxima de dados teoricamente maior que o LG G2 (150 Mbps, contra 100 Mbps). Isso não quer dizer que você vai obter essa velocidade na hora de realizar os downloads via 3G ou 4G, já que os resultados podem variar de acordo com o plano de dados contratado por você, ou com a qualidade do serviço oferecido pela sua operadora. Logo, tal fator não faz muita diferença nesse comparativo para efeitos práticos.

Além disso, o alto-falante traseiro do LG G3 é nitidamente mais potente que o alto-falante na parte inferior do LG G2. A mudança no posicionamento desse item não só oferece um benefício na espessura mais fina do modelo mais novo, mas ao que parece, também resultou em uma qualidade final de áudio melhor, o que é algo sempre bem vindo.

DSC02990

Por último, mas não menos importante, uma diferença relevante a favor do LG G3: a sua maior capacidade de armazenamento. Muitos usuários do LG G2 (ou compradores em potencial) apontavam como um dos pontos fracos do modelo lançado no ano passado a ausência de um slot para cartões microSD, deixando sua memória limitada aos 16 ou 32 GB de armazenamento. No G3, isso mudou: o microSD pode ser de até 128 GB de armazenamento, e esse é (talvez) um dos diferenciais mais relevantes a favor do modelo novo. Se você não quer se preocupar em armazenar os seus itens pessoais no dispositivo (músicas, fotos, vídeos, etc), o LG G3 é a sua escolha.

 

Conclusão

O LG G3 é uma boa evolução na proposta apresentada pelo LG G2, mas pode não conter mudanças relevantes o suficiente para justificar uma troca, ainda mais pelos valores sugeridos pelo novo modelo (preço oficial de R$ 2.299, mas é possível encontrar em promoções de e-commerces nacionais a R$ 1.499). O G2 ainda é um excelente smartphone, e para aqueles que possuem esse modelo, ainda podem aproveitá-lo por mais algum tempo – ou pelo menos até as promoções de final de ano, onde algumas lojas decidem reduzir o preço dos modelos mais novos.

DSC03139

Agora, para quem não tem o G2, e pensa em comprar um modelo top de linha, o LG G3 a R$ 1.499 é um grande negócio. É um dos melhores smartphones de 2014, oferecendo uma usabilidade excelente, um desempenho muito bom, a melhor tela do mercado mobile no momento e uma câmera muito eficiente. É claro que para aqueles que não contam com tanto orçamento para realizar esse investimento podem optar pelo LG G2, desde que estejam cientes das diferenças descritas nessa análise. Afinal de contas, ainda estamos falando de um modelo que no começo de 2014 era o top de linha da LG.

De qualquer forma, é importante deixar muito claro que tanto o LG G3 como o LG G2 são excelentes smartphones, que atendem muito bem as necessidades de usuários com diferentes perfis e necessidades. Independente de sua escolha, ela será acertada. Basta que você identifique exatamente o que você espera (ou precisa) do dispositivo de sua escolha.

Para ler o review do LG G2, clique aqui.

Para ler o review do LG G3, clique aqui.

 

19361979

LG G2

19361979

LG G3

 

Review em Vídeo

Review Comparativo | LG G2 vs LG G2 Mini

by

lg-g2-vs-lg-g2-mini

Recentemente, testamos aqui no blog o smartphone LG G2 Mini, versão compacta do modelo top de linha LG G2. Na ocasião da produção desse review, aproveitamos o fato de também contar com uma unidade do LG G2 em mãos para produzir um breve vídeo comparativo entre os dois modelos.

O objetivo desse vídeo não é determinar qual dos dois modelos é o melhor, uma vez que se olharmos de forma fria os detalhes de hardware de cada modelo, fica evidente que o LG G2 sai em vantagem. A ideia aqui é destacar as principais diferenças entre os dois modelos, se elas são muito contrastantes para um uso cotidiano, e qual modelo é o mais recomendado para diferentes perfis de usuário.

Não são todos que precisam de um smartphone top de linha, e podem muito bem se contentar com um competente intermediário, como é o caso do LG G2 Mini. Com o vídeo, podemos mostrar essas diferenças de forma mais detalhada, e com essas informações em mente, o cliente poderá tomar a melhor opção para as suas necessidades.

Vídeo a seguir.

 

LG G2 e LG G3, lado a lado (em fotos)

by

DSC02340

Como eu sou um proprietário de um LG G2, era inevitável que eu fizesse um lado a lado com o LG G3 recém lançado no Brasil. Não é um comparativo técnico, falando de todas as diferenças conceituais e de especificações, mas é apenas uma forma de mostrar ao leitor como os modelos ficaram lado a lado. Peço desculpas pela baixa qualidade das fotos, mas é o que temos para hoje. Ainda mais com um espaço tão curto de tempo, e condições abaixo do ideal para o registro de fotos.

De qualquer forma, vale aqui as minhas observações.

A primeira diferença mais evidente entre os dois modelos está no tamanho de tela do produto. Aqui, a LG utilizou uma estratégia “à  la Apple”, e aumentou a tela na sua altura. A largura dos dois dispositivos é basicamente a mesma, o que garante um bom agarre para o produto, e a mesma operatividade do modelo anterior. Quem já se acostumou com a tela com grandes dimensões do LG G2 não vai notar grandes diferenças para o LG G3. Já para aqueles que não se acostumaram, vão continuar estranhando o tamanho do dispositivo.

DSC02341

As mudanças nos gráficos da nova interface da LG são ainda mais evidentes. Os ícones são planos, e quando exibidos em uma tela Quad HD, reforçam ainda mais essa proposta visual de simplicidade.

Aliás, bem sabemos como a tela do LG G2 é boa, mas de perto, a tela do LG G3 se mostra ainda melhor. A aposta da LG em adicionar a tecnologia de suas TVs nos smartphones da empresa mais uma vez se prova muito acertada. A qualidade de imagem oferecida é muito bem vinda, e para os usuários que adoram consumir os conteúdos multimídia, a escolha é mais do que acertada.

DSC02347

Outra diferença visível está na parte traseira do dispositivo. Além da carcaça removível, o LG G3 possui uma tampa traseira com um acabamento que a LG chama de “plástico metalizado”, que (teoricamente) é mais resistente aos riscos e arranhões (ok, eu pergunto: onde está aquele material regenerativo presente no LG G Flex?). Particularmente, prefiro esse tipo de material do que o que está presente hoje no LG G2, que é mais propenso à marcas de dedo e pequenos acidentes por conta do uso.

DSC02352

Aqui, além dos botões traseiros redesenhados (com um botão central maior, e uma melhor disposição de relevo), o discreto laser ao lado do sensor da câmera do G3 são percebidos. Lembrando que esse laser ajuda a aumentar a velocidade de captura de fotos, e esta é uma das principais apostas da LG para promover o produto no mercado. Porém, só poderemos comprovar a eficiência dessa solução em um teste prático, durante os reviews.

DSC02360

Por fim, apesar do G3 manter a mesma assinatura de design do G2, ele apresenta sutis diferenças nas linhas da carcaça traseira, que são mais refinadas e elegantes. O LG G3 é mais fino e leve que o G2, oferecendo assim um agarre agradável e mais confortável para um uso mais prolongado.

Quando o LG G3 for enviado para review (esperamos que isso aconteça), faremos um comparativo mais aprofundado e detalhado dele com o LG G2. Por hora, vale repetir o bordão: é o que temos para hoje.

Review Comparativo | LG G2 vs LG G Flex

by

DSC09150

Eu tive a chance de testar o LG G2 no final do ano passado, e considerei o modelo um dos melhores de 2013. Já o LG G Flex eu testei em abril desse ano, e considerei um excelente “phablet” (sim, eu sei que tem gente que odeia esse termo…). Na época que ainda estava com o G Flex em testes, eu aproveitei a oportunidade para registrar um breve comparativo dos dois modelos, e nesse post, compartilho com vocês a minha experiência com esses dispositivos.

Apesar de demorar um pouco mais do que o desejado para colocar esse comparativo no ar, entendo que ele ainda é válido, uma vez que as informações ainda não perderam a sua validade. Além disso, a abordagem dada para esse comparativo é bem mais conceitual do que técnico, ou seja, o destaque desse comparativo é na proposta geral dos dois produtos, com o objetivo de oferecer ao leitor uma perspectiva que mostre qual produto é indicado para diferentes perfis de usuários.

DSC09159

No tamanho, a diferença entre o G2 e o G Flex é perceptível. E muito. Quando você pensa que as 5.2 polegadas do LG G2 são elevadas (e acredite: muita gente entende que o G2 é grande demais – não tiro a razão de quem pensa assim), vem o G Flex e suas 6 polegadas, e mostra que tudo pode ser ainda maior. A diferença é notável, não só no bolso do usuário, mas principalmente no seu agarre.

Segurar o LG G2, para mim, é algo bem confortável – até porque minhas mãos são grandes. O G Flex se tornou um pouco incômodo para a sustentação com uma única mão, porém, a curva do design ajuda na ergonomia, o que acaba compensando um bocado, caso a sua utilização seja um pouco mais longa. Se o design do G Flex fosse pensado em uma tela reta, talvez ele não fosse tão prazeroso na utilização diária.

Aliás, é sempre bom lembrar que essas tais 6 polegadas do G Flex é apenas uma polegada menor do que a maioria dos tablets de entrada do mercado (com tela de 7 polegadas). Apenas para tornar essa perspectiva mais explícita para os usuários, registrei algumas fotos do LG G2 com o LG G Flex e com o LG G Pad, que possui uma tela de 8.3 polegadas. Apenas para que seja feita uma ideia mais clara do quão grande o G Flex é.

DSC09181

Em resumo: de pequeno, o LG G Flex não tem nada.

Tá, é possível tornar essa perspectiva ainda mais objetiva. Vamos tirar o LG G2 do comparativo por alguns instantes, e colocar o G Flex e o G Pad lado a lado.

DSC09186

É possível melhorar ainda mais essa perspectiva comparativa.

DSC09194

Logo, se você pensa em gastar um pouco mais de dinheiro para ter um smartphone com dimensões próximas ao tablet, até mesmo para evitar ter dois dispositivos com telas com tamanhos relativamente próximos, o LG G Flex pode ser a sua escolha. Afinal de contas, com um smartphone com uma tela desse tamanho, para quê ter um tablet em casa, não é mesmo?

Trazendo o LG G2 de volta para esse comparativo…

DSC09197

Outra diferença visível entre os dois modelos está na tela. Não no tamanho, algo que já foi exaustivamente abordado, mas sim, na qualidade das duas telas.

Pelas diferenças dos materiais adotados nos dois modelos, é possível perceber claramente como a tela do LG G2 possui uma qualidade melhor, não apenas na resolução (Full HD do LG G2, contra HD do LG G Flex), mas principalmente na coloração das telas. As imagens em branco no LG G2 oferecem um tom mais próximo do ideal, com maior contraste e definição dos tons escuros do que o G Flex.

DSC09205

Para a maioria dos usuários, essa diferença não é algo que chega a incomodar, ou sequer será percebida, e nem mesmo podemos dizer que existe uma grande desvantagem para a tela do G Flex. Porém, para os mais atentos/exigentes, é uma diferença que pode ser algo considerável na hora da compra.

Aqui, temos uma espécie de “Escolha de Sofia”: escolher uma tela menor, com maior resolução e melhor exibição de cores e contraste de imagem (LG G2), ou optar por uma tela maior, com resolução menor, e uma qualidade de imagem levemente inferior (LG G Flex)? Entendo que a resposta ideal vai de acordo com os objetivos de cada um, com cada dispositivo a escolher.

DSC09211

Sobre o sistema operacional e a interface de usuário, não temos grandes mudanças ou diferenças. Os dois modelos recebem o a mesma interface altamente customizada pela LG, o que resulta nas mesmas características para a imensa maioria de ações com os dois modelos. Logo, você usa os dois dispositivos da mesma forma, e as diferenças de funcionalidade são mínimas.

DSC09213

Em termos de desempenho, os dois smartphones trabalham de forma muito próxima. Desde os testes, o LG G2 recebeu algumas atualizações (inclusive para o Android 4.4.2 KitKat), o que fez com que o smartphone ficasse mais ágil e com desempenho mais ajustado ao seu poderoso hardware, melhorando sensivelmente o seu desempenho em relação ao primeiro uso do dispositivo.

Porém, antes desse update, o LG G Flex levava alguma vantagem, por oferecer uma experiência de uso mais limpa. Mas entendo que, com o passar do tempo – e com os updates – essas diferenças de performance passam a ser menores, fazendo com que esse fator não se torne tão relevante assim para a maioria dos usuários.

DSC09221

As câmeras dos dispositivos também apresentam algumas diferenças perceptíveis. Em linhas gerais, a câmera do LG G2 me agradou mais na época dos testes, e com a atualização para o Android 4.4.2 KitKat, ela ficou um pouco melhor. A câmera do G Flex, apesar de contar com um sensor de capacidade próxima ao do G2, apresentou resultados finais de captura de imagem levemente inferiores na maioria dos testes.

Mais uma vez, temos um item onde a decisão final pode variar de usuário para usuário. Se a câmera não for um fator importante, onde o que realmente importa é um maior tamanho de tela – com um formato diferenciado, não será o sensor do LG G Flex que vai impedir a sua compra.

DSC09237

Aliás, outra diferença evidente está no formato dos dois dispositivos. A tela curva do G Flex não só oferece um design diferenciado – o que sempre chama a atenção de muitos potenciais compradores -, mas também uma sensação de maior imersão na hora de visualizar vídeos, mesmo com uma resolução inferior ao do G2.

Além disso, o formato curvo realmente faz a diferença na hora de segurar o smartphone. Pode não fazer tanta diferença na qualidade de áudio das conversas por voz, mas faz todo o sentido na hora de segurar o smartphone para essas chamadas, e até mesmo ao sustentar o aparelho para uso. O produto fica mais confortável nas mãos, compensando um pouco o seu tamanho avantajado, que pode ser um motivo real para afastar alguns usuários de sua proposta.

DSC09225

Fora isso, a última grande diferença entre os dois modelos é a presença do material regenerativo na parte traseira do LG G Flex, o que pode fazer a diferença para aqueles usuários que naturalmente querem ter o seu smartphone devidamente protegido dos pequenos incidentes do dia a dia, ou das possibilidades de riscos e arranhões naturais do cotidiano. Vi esse recurso em ação na LG Digital Experience, e se ele não elimina os arranhões por completo (algo que é um pouco impossível para qualquer smartphone), pelo menos reduz e muito as chances dos riscos se tornarem mais evidentes, desvalorizando o produto que você tem nas mãos.

Para concluir, são dois smartphones com propostas diferentes. Ambos são modelos considerados tops de linha, onde o LG G2 possui uma proposta mais sóbria, e – pelo menos depois de mais de seis meses de lançamento, e o com o LG G3 já anunciado – um preço consideravelmente menor que o LG G Flex.

Para quem é mais geek, e quer ter um smartphone com uma ótima tela, especificações técnicas bem completas e um desempenho de alta qualidade, o LG G2 é uma das melhores escolhas que você pode fazer em 2014. Se você prefere um smartphone com tamanho de tablet, especificações igualmente competentes, mas um design único e inovador, o LG G Flex é a sua alternativa.

Um modelo não desabona o outro, mas é fundamental que cada um saiba qual é a melhor opção para você. Em muitos casos, a relação custo/benefício pode passar pela possibilidade de ficar apenas com um dispositivo para fazer tudo. Já outros querem ter um gadget de cada vez, com necessidades mais específicas, e com uma mobilidade mais “discreta”. A resposta sempre vai variar de usuário para usuário.

 

LG G3 vs LG G2: o que mudou?

by

lg-g3-vs-lg-g2

A LG já tem a sua aposta top de linha para 2014 oficialmente apresentada, de modo que não temos outra escolha a não ser apresentar mais uma tabela comparativa onde é possível ver as principais diferenças dele em relação ao modelo anterior. A seguir, temos frente a frente os dados do LG G3 e do bem sucedido LG G2, que aparentemente são parecidos na primeira vista, mas que escondem diferenças que podem gerar opiniões das mais diversas.

Dê uma olhada na tabela abaixo, e decida se as diferenças jã valem o estudo para uma futura troca.

LG G3LG G2
Sistema operacionalAndroid 4.4.2Android 4.2.2
Tela5,5 polegadas5,2 polegadas
Resolução da tela2.560 x 1.440
(538 ppp)
1.920 x 1.080
(423 ppp)
Tecnologia de telaQuad HD IPSTrue Full HD IPS Plus LCD
ProcessadorQualcomm Snapdragon
801 Quad Core a 2,5 GHz
Qualcomm Snapdragon
800 Quad Core a 2,26 GHz
RAM2 GB (3 GB para mercados selecionados)2 GB
Armazenamento interno16 GB (32 GB para mercados selecionados)16 ou 32 GB
Armazenamento externomicroSDnão
WiFi802.11 a/ac/b/g/n802.11 a/ac/b/g/n
Bluetooth4.0 LE (APT-X)4.0
SIMmicroSIMmicroSIM
Câmera traseira13 MP, com estabilização e foco por laser13 MP, com estabilização
Câmera frontal2,1 MP f/2.02,1 MP (1080p)
Gravação de vídeosQuad HD1080p
NFCsimsim
SensoresA-GPS, GLONASS, acelerômetro, bússola, proximidade, giroscópioA-GPS, GLONASS, acelerómetro, brújula, proximidad, giroscopio
Bateria3.000 mAh3.000 mAh
Tamanho146.3 x 74.6 mm138.5 x 70.9 mm
Espessura8,9 mm8,9 mm
Peso151 gramas140 gramas
DiferenciaisQ-remote, modo convidado, amplificador de 1W, tecla física na parte traseira, tela QHD, recarga de bateria sem fioQ-remote, modo convidado, reprodução a 24 bit/192 kHz, tecla física na parte traseira

Review | LG G2

by

lg-g2-oficial-01

Um dos smartphones de maior destaque no segundo semestre de 2013 é o LG G2. E o dispositivo reúne atributos de sobra para receber tantos holofotes. O modelo combina as melhores soluções de software apresentadas pela LG até agora, com um hardware que o torna competente para qualquer tipo de atividade, indo das tarefas mais simples para as mais complexas sem apresentar dificuldades na transição.

Nesse review, vou mostrar as principais características do produto, com o objetivo de descobrir se ele pode mesmo ser aquele dispositivo que poderá bater de frente com os concorrentes de sua categoria, não apenas na performance, mas com uma experiência de uso elevada. O que posso adiantar é que essa foi uma das minhas melhores experiências de uso de um produto de tecnologia em 2013.

Mas… que ele entra na briga dos modelos top de linha? Ou é apenas mais um modelo superestimado, que custa R$ 2 mil e nada mais? É o que vamos descobrir juntos nesse review.

Características Físicas

DSC01139

O LG G2 traz como primeiro (e talvez principal) ponto de destaque o seu conjunto de características físicas. Afinal de contas, o modelo possui uma assinatura registrada: os botões de volume e liga/desliga do aparelho na parte traseira do dispositivo, uma solução até então inédita entre os dispositivos móveis. Mas não é só isso. Essa decisão permitiu que outras soluções de design fossem tomadas, e falaremos delas nesse segmento.

DSC01146

Para começar, o G2 é um modelo de linhas sóbrias e minimalistas. Desligado, lembra um produto moderno, agradável de se ver. Também lembra um smartphone da linha Nexus (alguns toques do Nexus 4, outros do Nexus 5), o que não chega a incomodar. Só nos faz lembrar que foi a LG que fez o dispositivo.

DSC01144

Por contar com os botões de comando na parte traseira do produto, as suas laterais são completamente lisas, Apenas com um friso prateado na lateral, reforçando o seu ar futurista, e ajudando  no objetivo de demonstrar a baixa espessura do aparelho. Com dimensões de 138.5 x 70.9 x 9.1 mm, é um dos modelos mais manejáveis que já testei em 2013.

DSC01213

O modelo possui o slot para cartões micro SIM na lateral superior esquerda, que é removida com uma chave que acompanha o kit de venda. E mais nada. Essa é a única parte removível da carcaça do aparelho. Todo o restante fica integrado ao corpo do produto e inacessível ao usuário. Lembrando: o LG G2 não possui slot para cartões microSD.

DSC01150

Na parte inferior do produto, temos o alto-falantes bem posicionados, onde a LG aproveita de forma inteligente a espessura final do dispositivo. Também estão presentes o conector para o cabo micro USB e para o fone de ouvido.

Mas o principal destaque são os botões na parte traseira do produto.

DSC01162

Confesso que achei estranho utilizar essa proposta durante a demonstração do produto no seu evento de lançamento em São Paulo. Mas isso aconteceu porque eu realmente tive pouco tempo com o produto. Depois de uma semana de uso, essa proposta faz todo o sentido, não apenas na usabilidade, mas também na segurança do dispositivo durante o seu uso.

Naturalmente, o LG G2 ganha um ponto de apoio quando segurado pelo usuário, que nada mais é do que o dedo indicador na parte traseira do aparelho. Não é incomum que o usuário posicione o indicador na parte traseira de qualquer telefone, de forma quase intuitiva. Com os botões nessa região, o acesso aos comandos para controle de volume podem ser feitos de forma funcional e natural, passando a ser uma questão de treino e boa vontade do próprio usuário.

DSC01160a

Além disso, o botão central também passa a ser de fácil acesso com poucos dias de treino. Tudo bem que você utiliza mais esse botão para bloqueio e desbloqueio de tela (além de contar com um LED de notificação alternativo no próprio botão), e mesmo assim, se você achar que as coisas ficaram complicadas na hora de desbloquear a tela do produto, um simples toque duplo na tela faz com que a mesma seja acionada para ser desbloqueada.

Como podem ver, não é uma simples proposta de design, mas sim mudanças que te tem como principal objetivo tornar a vida do usuário com o smartphone algo mais descomplicado e intuitivo.

Tela

Outro ponto de grande destaque do LG G2. A tela desse smartphone é algo simplesmente espetacular. A LG mostra que soube fazer um bom trabalho nesse aspecto, ao combinar uma tela de grandes dimensões em um produto não muito largo, aproveitando ao máximo o espaço disponível para essa tela (com bordas mínimas) e com uma qualidade de imagem final excelente.

DSC01178

A tela do LG G2 possui 5.2 polegadas, e é no padrão IPS, com resolução de 1920 x 1080 pixels e densidade de 423 pixels por polegada. Em um mundo onde os dispositivos móveis são cada vez mais utilizados para o consumo de conteúdo de vídeos e jogos com gráficos avançados, posso entender que esse será o padrão a ser adotado pelos fabricantes de dispositivos móveis. Acredito que qualquer coisa abaixo de uma resolução Full HD ou é destinada para uma linha intermediária de produtos, ou não pode ser classificado como um produto top de linha.

DSC01180

Durante o evento de lançamento do smartphone em São Paulo, a LG afirmou que adaptou algumas de suas tecnologias empregadas na fabricação das telas de TV no G2. E a prática comprova isso. A exibição de vídeos em alta definição é perfeita, a reprodução de cores são vivas, com uma qualidade de imagem que salta os olhos, e a reprodução de jogos é algo prazeroso.

DSC01182

Sem me alongar muito, é uma das melhores telas que você pode encontrar em um smartphone, sem medo de errar. Tanto na teoria, quanto na prática. Pouquíssimos concorrentes de preço apresentam números tão elevados e resultados práticos tão completos.

DSC01172

Sistema Operacional e Interface de Usuário

O LG G2 carrega o sistema operacional Android 4.2.2 Jelly Bean. Estranhamente, a LG não adotou uma versão mais atualizada do Android para o dispositivo, que possui especificações de hardware mais que suficientes para receber uma versão mais avançada do produto. A única explicação que encontro é que o modelo deve, em um futuro que espero que não seja algo muito distante, “saltar” a versão Android 4.3 para ir direto para a versão 4.4 KitKat.

2013-11-15 20.32.112013-11-15 20.32.20

Como já vimos em outros modelos da LG, o G2 carrega todas as customizações de interface para deixar o Android com a sua cara. Tal como já afirmei em outros reviews, tantas modificações podem confundir e incomodar os usuários novatos. É claro que esse problema pode ser solucionado de forma simples, com a instalação de outras interfaces (sem precisar trocar a ROM do aparelho), mas o ideal era que o usuário comum recebesse o telefone e não tivesse um choque visual ao se deparar com um verdadeiro arsenal de recursos espalhados na tela.

Por outro lado, os usuários mais veteranos vão agradecer essa mesma gama de recursos. As funcionalidades exclusivas da LG são bem vindas, e pode não parecer, mas mesmo que fiquemos com a impressão que nunca vamos usar tais recursos, é bom saber que, eventualmente (e quando necessário), eles estão lá. Além disso, é parte da assinatura da LG oferecer tais elementos de interação para o usuário.

2013-11-15 20.32.292013-11-15 20.32.50

Com isso, recursos como Quick Memo, QSlide, Quick Remote, Miracast e outros estão presentes no LG G2, oferecendo uma maior produtividade ao usuário que souber aproveitar desses recursos. Sem falar nos aplicativos pré-instalados como o LG SmartWorld, LG Backup, Editor de Vídeos, Remote Call Service e outros, que já são conhecidos dos usuários da LG.

2013-11-11 10.05.50

A principal novidade oferecida pelo LG G2 na sua interface é o recurso “deslizar para a lateral”. Com esse recurso, você pode armazenar até três aplicativos em execução na memória temporária do smartphone, para que com um movimento rápido com três dedos na tela, o usuário possa acessar os aplicativos salvos nessa memória em abas, podendo executá-los a qualquer momento.

2013-11-16 09.09.59

Com tudo isso, o sistema roda de forma fluída no smartphone. A interface é customizada sim, mas não prejudica em nada no desempenho do dispositivo. A experiência de uso oferecida pelo LG G2 é uma das mais agradáveis possíveis em um smartphone Android.

Qualidade de Áudio e Chamadas

Por conta de sua disposição dos alto-falantes na parte inferior do dispositivo, a sua reprodução de áudio é algo mais limpo e audível para as chamadas em viva-voz. Para a reprodução de músicas e atividades multimídia (vídeos e jogos), o volume da reprodução ficou um pouco abaixo do esperado.

DSC01183

O mesmo pode ser dito quando o produto é utilizado com o fone de ouvido que acompanha o kit enviado pela assessoria da LG do Brasil. São fones com um formato diferente do que aqueles que apresentamos nos modelos Optimus G e Optimus G Pro, mas oferecendo a mesma qualidade de áudio, com ótimo isolamento do ruído externo, e com um design mais anatômico, mais confortável para um uso mais prolongado.

2013-11-16 09.12.25a

A comunicação através do alto-falante para as chamadas é clara e audível mesmo em locais com muita interferência de barulho externo. Além disso, a qualidade de sinal se manteve plena na maior parte do tempo, sem apresentar variações ou quedas (lembrando que os resultados podem variar, de acordo com a região do Brasil que você vive, e da qualidade da sua operadora de telefonia móvel).

Internet

O LG G2 possui conectividade 4G, que mais uma vez não pode ser testada pelo fato da minha região não contar com o 4G. Porém, os testes com o 3G+ e/ou 3G foram muito satisfatórios. Não percebi variações, quedas ou lentidão na conexão (e, de novo, os resultados podem variar, dependendo da região onde você se encontra, e da operadora que você usa).

2013-11-08 20.47.16

Por contar com uma conexão WiFi 802.11 a/b/g/n/ac, o usuário também não terá problemas nesse aspecto, com uma qualidade maior de conexão sem fio, um maior potencial de conectividade e um resultado final mais satisfatório. Downloads de grande porte (como no caso dos itens complementares do Real Racing 3) são feitos de forma mais consistente, com velocidade maior.

Também vale o registro que todos os aplicativos mais comuns de uso com a internet (Facebook, Twitter, Instagram, Chrome, etc) funcionam sem maiores problemas. Ou seja, sem grandes novidades nesse aspecto.

GPS

Esse é mais um ponto que a LG melhorou em relação ao modelo anterior (Optimus G Pro). O GPS do LG G2 está muito bem ajustado, com um ótimo tempo de resposta, identificando rapidamente a posição do dispositivo no mapa. A presença dos recursos A-GPS e GLONASS ajudam nesse bom desempenho de localização.

2013-11-15 20.35.00

Nos testes feitos com o Google Mapas e no recurso de navegação via GPS, os dois softwares conseguiram desempenhar muito bem as suas funções. Ambos identificaram a localização do dispositivo sem demoras ou atrasos, e em testes breves de rota, o resultado foi dentro do esperado, ou seja, com uma resposta precisa e rápida.

2013-11-11 16.21.38

Acredito que o GPS não vai apresentar problemas ao trabalhar em conjunto com o seu sistema preferido de navegação. Ou seja, mais um dos pontos que a LG acerta com o LG G2.

Câmera

A câmera é um dos pontos que temos que observar com certa dose de reservas no LG G2. Para começar, devo reconhecer que a LG melhorou a qualidade da câmera presente no G2 em relação aos modelos anteriores (Optimus G e Optimus G Pro). O sensor de 13 megapixels não é o único responsável por essa melhora. Um conjunto muito interessante de recursos e funcionalidades que a câmera traseira do dispositivo oferece ajudam e muito na qualidade das imagens registradas.

DSC01222

O sensor do LG G2 traz a tecnologia OIS, de estabilização de imagens, além do recurso de foco automático em multipontos (até 9 pontos de foco) e lentes com cristal de safira. Também devemos levar em consideração os diversos modos de captura de imagem e ajustes avançados de captura de imagem, com regulagem de brilho, foco, ISO, balanço de branco, efeitos de cor, entre outros.

CAM00156

O sensor também possui um zoom digital de até 8x, algo que não oferece tantas vantagens assim na hora de capturar imagens. A não ser que você queira produzir fotos conceituais, ou quando registradas com finalidades específicas. Mas nada que exija muito do sensor, pensando em uma qualidade final mais apurada.

DSC01219

O LG G2 também possui diversos modos de cena, para situações específicas, que oferecem uma certa versatilidade na hora do registro de fotos para determinadas situações.

O resultado? Fotos de alta qualidade, em diferentes condições de luz. É evidente que temos que levar em consideração o resultado final das imagens captadas na tela do nosso computador (até porque a tela do LG G2 é boa o suficiente para “esconder” certas imperfeições das imagens), e que o resultado para muitos pode variar, dependendo do nível de exigência do usuário. Porém, não podemos negar que o produto oferece uma qualidade de captação de fotos superior em relação aos modelos anteriores.

Os usuários mais casuais (ou menos exigentes) vão ver na câmera do G2 algo mais que suficiente para suas aspirações e objetivos fotográficos em um smartphone. Também é importante lembrar que essa câmera é capaz de registrar vídeos em Full HD, a 60 FPS.

CAM00012

Sua câmera frontal possui 2.1 megapixels de resolução, e é bem competente para registros de auto-retratos casuais e vídeos informais, apesar de apresentar um pouco de saturação na hora de captar a luz pelo seu sensor. Mas em compensação, oferece resultados mais naturais do que, por exemplo, o sensor frontal do Motorola Moto X, que mesmo após a sua atualização, apresenta um excesso de utilização de filtros.

A seguir, fotos registradas durante os testes.

Durante o dia

CAM00147 CAM00150 CAM00154 CAM00162 CAM00159 CAM00166 CAM00170

Com luz artificial

CAM00143 CAM00105 CAM00134 CAM00098 CAM00125 CAM00018 CAM00007

Sem luz, com flash

CAM00092 CAM00129 CAM00093

Games

Com um hardware do seu quilate, era difícil de se imaginar que o LG G2 iria tropeçar logo nesse item, certo? E ele não me decepcionou nesse aspecto. O smartphone oferece uma excelente experiência para os gamers de plantão, desempenhando muito bem em jogos com diferentes níveis de exigências de hardware.

2013-11-16 09.39.51

Não há muito o que dizer aqui. O LG G2 é um smartphone altamente recomendado para os usuários que pensam nos games, tanto pela parte do desempenho quanto na exibição dos gráficos dos jogos. Sua tela de 5.2 polegadas em Full HD e 423 ppp faz toda a diferença na hora de exibir gráficos bem elaborados, sem engasgos, lags ou travamentos. E, de novo, seria de se estranhar se aparecesse anormalidades nesse aspecto.

2013-11-16 09.42.50 2013-11-16 09.43.00

Vale a ressalva que a temperatura da parte traseira do dispositivo aumenta um pouco durante a reprodução de jogos mais complexos (que exigem mais do seu processador e GPU). Posso considerar isso normal, levando em conta a baixa espessura do dispositivo. Logo, não estranhem se isso acontecer.

2013-11-16 09.44.29 2013-11-16 09.44.40

Para resumir: quer se divertir com jogos de diferentes características, sem se preocupar se o seu jogo será prejudicado com travamentos eventuais, o LG G2 é um modelo a ser considerado.

Multimídia

O LG G2 oferece as mesmas soluções de multimídia já apresentadas nos modelos da empresa. Ou seja, um player musical personalizado, um player de vídeo dedicado, além das presenças dos players da Google (Google Play Música e Google Play Filmes). Todos os itens otimizados para um melhor desempenho, trabalhando em conjunto com o hardware avançado da LG para o seu novo smartphone.

2013-11-16 09.12.37

As soluções de multimídia da LG seguem a proposta da interface de uso, ou seja, é bem personalizada, oferecendo uma grande gama de recursos e opções de execução, localização e personalização das listas de reprodução. Entendo que a maioria dos usuários ficará satisfeita com as opções presentes, tanto para áudio como para vídeo.

Complementa essa boa qualidade (e aqui reforço o que já foi dito antes) a qualidade de reprodução de áudio do produto, tanto nos alto-falantes integrados no dispositivo, quanto no fone de ouvido que acompanha o kit de venda. Ah, e antes que você me pergunte: sim… o LG G2 carrega consigo o rádio FM, algo que é desejado por uma boa parcela dos usuários que estudam a aquisição de um novo smartphone.

2013-11-16 09.51.11

O player de vídeo da LG permite a identificação de arquivos de legendas nas pastas de vídeo, o que facilita muito a vida de quem gosta de ver filmes e séries no smartphone. Por outro lado (e infelizmente), o espaço de armazenamento do dispositivo é limitado, o que torna essa experiência (por tabela) algo limitado para o usuário.

2013-11-16 09.51.22

Por conta de sua tela de elevada qualidade (e do seu conjunto de hardware em geral), a experiência de reprodução de vídeos é algo excelente, inclusive nos arquivos em Full HD (e não poderia ser diferente). Vale lembrar que não são todos os formatos de arquivos de vídeo que o LG G2 identifica (algo normal em qualquer smartphone), ou seja, é recomendado a instalação de codecs complementares, para a identificação de múltiplos formatos.

2013-11-15 20.36.03

Também não posso deixar de citar o Quick Remote, aplicativo da LG que transforma o aparelho em um controle remoto de acesso rápido para a sua TV, receptor de TV por assinatura, DVD, Blu-ray e outros equipamentos compatíveis. Além disso, o Editor de Vídeos está presente, para permitir ao usuário a criação de vídeos com os conteúdos armazenados no smartphone, oferecendo uma ferramenta simples de criação, com o objetivo de envio posterior desse vídeo para o YouTube, a partir do próprio dispositivo.

2013-11-15 20.33.51

Bateria

Outro ponto bastante positivo do LG G2 é a sua bateria. Por contar com um processador Qualcomm Snapdragon 800 quad-core de 2.26 GHz, e com uma generosa bateria de 3000 mAh, o smartphone não só possui uma ótima autonomia de bateria, como também consegue administrar melhor o seu consumo, de acordo com as suas necessidades.

2013-11-07 22.17.12

Em um uso regular (verificação de e-mails, redes sociais, música, fotos, etc), o G2 aguenta um dia de uso sem maiores problemas. Obviamente o consumo de bateria é maior quando o produto precisa desempenhar tarefas com maior exigência de performance (jogos e vídeos principalmente), mas o consumo de bateria não é algo considerado gritante quando são executados, tal como acontecia no LG Optimus G Pro. É algo mais racional e aceitável.

2013-11-07 22.17.00

E se levarmos em consideração o tamanho da sua tela (de novo, 5.2 polegadas) e suas especificações de hardware, a bateria do LG G2 não só é eficiente mas competente para poder administrar tudo isso de modo que o usuário termine o dia de trabalho com bateria suficiente para poder chegar em casa. Ou seja, esse é mais um ponto que precisa ser considerado na hora de tirar o cartão de crédito da carteira para comprar o produto: o seu equilíbrio para administração de consumo de energia entre os seus diferentes recursos.

Desempenho

O LG G2 possui um desempenho excelente. É um smartphone rápido na resposta de seus comandos, com uma ótima velocidade de execução de aplicativos de diferentes portes e categorias, uma excelente resposta do sistema operacional, uma grande gama de recursos exclusivos (que complementam a interface personalizada do sistema operacional), e todas as características físicas que já foram citadas nesse review.

Poderia dizer que não esperava menos do LG G2 em termos de desempenho, mas posso afirmar que ele me surpreendeu positivamente pelo equilíbrio das especificações, e por uma experiência de uso completa. É um smartphone que se apresenta como modelo premium pelo seu desempenho e alta performance.

É simplesmente um dos melhores smartphones com o sistema Android que testei em 2013, e talvez um dos melhores gadgets do ano.

DSC01141

Conclusão

O LG G2 é um dos melhores smartphones que o seu dinheiro pode comprar. É um modelo top de linha, com um desempenho e design que justificam isso. É claro que alguns usuários vão preferir um produto com uma aparência física mais resistente, ou um dispositivo que ofereça o Android em estado puro. Compreendo todas esses argumentos. Porém, na minha opinião, a experiência que o dispositivo oferece diante das minhas necessidades de usuário é mais do que excelente para colocá-lo na lista dos melhores.

Com um preço sugerido de R$ 1.999, o LG G2 se apresenta como um modelo premium, para disputar com outros modelos de sua faixa de preço. Talvez os seus botões na parte traseira, a sua proposta de design refinado e a sua carcaça externa possam ser fatores que não o tornem tão atraentes para usuários mais estabanados. Aí, sou obrigado a dizer: “tenha mais cuidado com o seu dispositivo”. Não é porque ele custa R$ 2 mil que ele tem que ser resistente à um atrapalhado, que lida com o smartphone tal como um item qualquer de sua casa.

O LG G2 é uma das melhores combinações hardware + software + design do mercado atual, e custa um pouco mais barato que os seus adversários diretos. Para quem não suporta a TouchWiz, quer uma tela com qualidade maior que a do Xperia ZQ, e não quer ver um iPhone na sua frente, o G2 pode ser uma opção mais do que interessante. Pode ser uma das melhores escolhas a serem feitas hoje.

Review em Vídeo

 04-botao-clique037-180.jpg