Arquivo para a tag: kim jong-un

Coreia do Norte bloqueia o acesso ao Facebook, Twitter e YouTube

by

Kim-2

Ah, a Coreia do Norte e a sua forma de “respeitar” os direitos do mundo livre. A ditadura “comunista” que seu povo vive… exceto o menino Kim, que tem todo o luxo possível. Mas isso é outra história.

A Coreia pobre mais uma vez está em evidência, e não apenas por seguir se esforçando para manter os privilégios de poucos às custas dos demais.Mas principalmente pela sua força de censura. A mais recente decisão do país proíbe o acesso de sua população a serviços populares na internet, como Facebook, Twitter e YouTube. O mais estranho é que o acesso não estava proibido oficialmente, mas pelo número ínfimo de pessoas que acessam à internet naquele país, o governo achava que aquilo não era um problema para a sua ditadura.

Porém, eles se esqueceram dos estrangeiros.

Até agora, quando um estrangeiro visitava a Coreia do Norte, poderia se conectar à internet sem problemas, enviando informações do país através das redes e aplicativos que todos conhecemos. Agora, não mais.

As coisas voltam a ficar mais tensas por lá depois dos testes armamentísticos realizados por Kim Jong-Un e sua turma. Uma realidade que devemos somar a condenação de um estudante norte-americano que visitava o país a 15 anos de trabalhos forçados por tentar roubar um pôster com propaganda política.

Como é de se imaginar, qualquer um que tentar burlar essa proibição será julgado e provavelmente condenado a penas severas, mas obviamente a “elite” do partido único do país não terá problemas para visitar sites, comprar produtos da Apple, beber licores ocidentais e realizar atividades que qualquer outro capitalista faria normalmente, todos os dias.

Via NextPowerUP!

Kim Jong-Un odeia os EUA, mas ama a Apple

by

Kim Jong-Un-Apple

O “querido líder” da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, odeia os Estados Unidos com todas as suas forças. Bom, em partes. A ideologia comunista que ele impõe ao país só vale para os outros, tal como acontece em toda e qualquer ditadura que se preze.

A Coreia do Norte é um país pobre, cujo povo é vítima de um regime totalitário e opressor, que toma atitudes mais próprias de dinastias asiáticas primitivas do que de uma sociedade do século XXI. Porém, a pobreza e o ódio aos Estados Unidos chocam totalmente com os gostos de Kim Jong-Un, que não só desfruta de luxos impossíveis às custas dos seus cidadãos, mas também gosta de utilizar produtos da Apple, como podemos apreciar nas imagens desse post um iMac e um MacBook Pro.

1-23 1-13

Este é mais um claro exemplo da falsidade e hipocrisia fanfarronesca que rodeia o regime norte-coreano, e nos ajuda a compreender por que a distribuição Linux desenvolvida pelo país tem tantas semelhanças com o OS X, incluindo o dock e as cores do sistema. Falo da Red Star OS, um sistema operacional muito limitado, que se alinha com a filosofia de vida pregada pela Coreia do Norte para os seus cidadãos.

Via Softpedia

Barack Obama anuncia sanções à Coreia do Norte em consequência dos ataques à Son

by

sony-headquarters-logo

Em um comunicado oficial, o presidente dos EUA, Barack Obama, emitiu uma ordem de execução para que se realizem sanções mais restritivas à Coreia do Norte, por conta do envolvimento do governo no ataque hacker sofrido pela Sony Pictures em novembro de 2014.

Segue:

As ações de hoje são impulsionadas pela nossa obrigação de manter a Coreia do Norte como responsável de uma conduta destrutiva e desestabilizadora. […] Apesar do fato do FBI seguir com sua investigação sobre o ciberataque contra a Sony Pictures Entertainment, esses passos reforçam que vamos adotar um amplo conjunto de ferramentas para defender as empresas norte-americanas e os cidadãos, e para responder às tentativas de violar nossos valores ou ameaçar a segurança nacional dos Estados Unidos.

Obama disse que a resposta às ações contra a Sony Pictures serão proporcionais, e o comunicado parece ser apenas o primeiro passo do que está por vir. As sanções econômicas que se aplicarão à Coreia do Norte informadas na nota são ‘um primeiro aspecto’ das ações que serão tomadas contra o regime de Kim Jong-un.

O comunicado também aponta três organizações e dez oficiais da Coreia do Norte como principais responsáveis pelo ataque, mas reforçam que as investigações do FBI continuam.

E muita água vai rolar por debaixo dessa ponte.

Via Engadget