Arquivo para a tag: jogos por streaming

CES 2014 | PlayStation Now vai obrigar o uso do DualShock para jogar

by

dualshock-ps3-01

A solução de streaming de jogos apresentada pela Sony na CES 2014 parece ser bem interessante, porém (e como já era de se imaginar), o sistema conta com algumas limitações. Ainda que restem dúvidas sobre a compatibilidade do PlayStation Now com qualquer dispositivo Android, os japoneses confirmaram através do seu vice-presidente de marketing que o serviço terá uma exigência em seu hardware: o uso obrigatório do controle DualShock.

Para os gamers que quiserem rodar os jogos do PlayStation 4, terão que utilizar um DualShock 4, enquanto que os proprietários de uma TV BRAVIA deverão fazer o uso de um DualShock 3. Isso pode afetar diretamente o quesito portabilidade para o usuário, uma vez que levar um DualShock o tempo todo consigo não é uma das coisas mais cômodas do mundo para os gamers que querem aproveitar os jogos em um tablet, por exemplo.

Mas existem motivos para essa escolha. Segundo John Koller, executivo da Sony, a escolha foi feita para “garantir a experiência de jogo que estavam destinadas a serem utilizadas de forma adequada com o controle DualShock”. Traduzindo: no entendimento da Sony, parte da graça em jogar esses títulos passa pela utilização do seu controle, e não das telas touch dos smartphones e tablets.

Além disso, o executivo garante que eles estão trabalhando para que o padrão Bluetooth do DualShock 3 possa sincronizar com a API do iOS 7, algo mais do que necessário se levarmos em conta as diversas opções de controles sem fio para os iDevices que começam a chegar ao mercado (e que, infelizmente, não poderemos utilizar com o PlayStation Now… bom, é o que parece).

Via The Verge

PlayStation 4 pode usar a tecnologia da Gaikai para rodar jogos do PS3 via streaming

by

Enquanto quarta-feira (20) não chega, os rumores sobre o suposto PlayStation 4 seguem a todo o vapor nos veículos especializados no mundo dos games, e até sendo divulgados em grandes fontes de notícias. De acordo com o Wall Street Journal, a Sony deve anunciar que o novo console vai permitir que os gamers executem os jogos do PlayStation 3 através da tecnologia de streaming da Gaikai.

É sempre bom lembrar que a Sony comprou a Gaikai no ano passado pela bagatela de US$ 380 milhões. A tecnologia de streaming do futuro console deve ser detalhada durante a apresentação da próxima quarta-feira, e as fontes do WSJ são as famosas “fontes anônimas familiarizadas com os planos da empresa”.

De acordo com essas mesmas fontes, além de rodar seus jogos com as mídias físicas tradicionais (discos físicos em Blu-ray, provavelmente), o sistema de streaming de jogos via cloud computing promete ser a grande novidade desse novo console. Assumindo que essa informação seja verdadeira, o recurso tem os seus prós e contras. Se por um lado o sistema de jogos na nuvem pode ser acessado em qualquer lugar e sem a necessidade de mídias físicas (tornando assim a aquisição de jogos algo mais prático e barato), por outro lado, os usuários podem encarar o inconveniente de ter que comprar os jogos novamente no formato virtual, uma vez que (muito provavelmente) a Sony não vai permitir a retrocompatibilidade dos títulos do PS3 no PS4.

É claro que ainda existe a possibilidade da Sony oferecer algum tipo de desconto ou outros benefícios para os gamers que já possuem os títulos para PS3, para reduzir os custos dos jogos via streaming. Até agora, nenhuma informação adicional for revelada, nem mesmo detalhes sobre como esse serviço vai funcionar exatamente. E tudo indica que esses mistérios só serão revelados na próxima quarta-feira.

As fontes também informam que a Sony deve também apresentar novidades para o PlayStation Move, com novas câmeras para um melhor desempenho.

O evento da Sony na quarta-feira acontece em Nova York. Fiquem ligados! O TargetHD vai te manter atualizado sobre as novidades apresentadas pela gigante japonesa.

Ouya: jogos por streaming via OnLive e edição limitada na última semana de arrecadação de fundos

by

Depois de arrasar na Kickstarter e ultrapassar em muito a sua meta de US$ 950 mil para financiar o seu projeto, a Ouya parece estar atenta de que este é o seu momento, e os seus criadores seguem atualizando os seus milhares de “investidores” ao redor do planeta sobre o estágio de desenvolvimento do console, cujas especificações técnicas (em parte) foram conhecidas, inclusive o seu controle oficial.

O console “livre” conseguiu a façanha de arrecadar mais de US$ 6 milhões em doações, e chamou a atenção de diversos desenvolvedores e empresas ligadas ao mundo dos videogames, dentre as quais destaco nesse post a OnLive, que fechou um acordo com a startu-up de Julie Uhrman para oferecer um serviço de jogos por streaming para o Ouya, quando o mesmo chegar ao mercado.

A OnLive é conhecida por oferecer jogos na nuvem para computadores e diversos dispositivos, como televisores e set-top boxes, e vai oferecer ao console de US$ 99 o mesmo catálogo de títulos presente em suas outras versões, que é um amplo leque de jogos para escolha, através do formato de assinatura, pagamento único ou até uma demonstração de 30 minutos. O OnLive permite que o usuário jogue nem nenhum tipo de armazenamento de conteúdo na unidade de armazenamento do equipamento do cliente, mantendo todas as nossas partidas salvas e perfis de jogo na nuvem, com opções para recuperar as partidas exatamente do mesmo ponto que você parou, a qualquer momento, e em qualquer equipamento que conte com uma conexão de banda larga compatível com o serviço.

Além disso, como o tempo de arrecadação ainda não terminou, e o dinheiro que a Ouya possui é exorbitante, a empresa pode se dar ao luxo de pensar em ideias mais sofisticadas, ou mimos especiais para os gamers mais empolgados no projeto. O console segue aberto, e você não vai pagar nada pelos jogos, mas se você investir na página do console na Kickstarter até o dia 9 de agosto com a quantia de US$ 140, vai receber uma edição especial do console na cor café, escolhida especialmente pelo designer Yves Behar, um dos “pais” do Ouya.

A cor do console da edição limitada é só uma parte de suas novidades, pois eles anunciaram também que chegaram a um acordo com o Vevo, para oferecer vídeos musicais por demanda. Como era de se esperar, o console não poderá ser usado apenas para jogos, mas pode se converter em uma central de entretenimento completa.

O Ouya se apresenta como um novo paradigma no mercado de consoles domésticos, oferecendo um sistema aberto para todo o tipo de desenvolvedores e prometendo jogos gratuitos aos usuários, tanto nas versões de testes e versão de compra, como em jogos no estilo “Freemium”, onde o jogo em si não requer nenhum tipo de pagamento, mas os seus complementos, que ampliam a experiência do jogo, são pagos.

O console Ouya vai contar com um SoC NVIDIA Tegra 3 com quatro núcleos ARM e GPU GeForce, gerenciados pelo sistema operacional Android Ice Cream Sandwich (ou até mesmo o Jelly Bean), o que poderia resultar em um catálogo de jogos muito casuais, ou talvez de baixa qualidade, mas graças ao acordo com a OnLive e outros distribuidores de conteúdo para games de renome, as possibilidades desse sistema doméstico prosperar se multiplicarão.

Resumindo: o Ouya (aparentemente) tem tudo para ser um bom investimento para qualquer gamer que está cansado dos jogos das plataformas da Microsoft, Sony e Nintendo. Afinal de contas, quem não quer jogos em streaming na sala de casa, sem a necessidade de um computador?

Via Pocket-Lint e Kickstarter

Sony adquire o serviço de jogos na nuvem Gaikai

by

A conhecida empresa de jogos por stream Gaikai vai ter que abrir espaço em seus cofres para receber a quantia de dinheiro que vai entrar na sua conta. A Sony decidiu adquirir o serviço pela bagatela de US$ 380 milhões. E se o valor parece elevado para você, saiba que o especulado da venda era de US$ 500 milhões.

E quais são os planos da Sony com esta empresa? Segundo Andrew House, responsável máximo da Sony Computer Entertainment, a união “do talento dos engenheiros da Gaikai com o conhecimento da plataforma de jogos” da Sony, será possível levar aos usuários “uma experiência de jogos por stream sem precedentes”.Os elogios da Gaikai também foram rasgados, onde o seu CEO, David Perry, afirmou ser “uma honra” ajudar a Sony a desenvolver o seu ecossistema.

Nenhuma das duas empresas revela os detalhes do que a Sony vai fazer com a Gaikai depois da compra, que certamente terá que receber a aprovação das autoridades antes de se tornar efetiva. Também não especificaram como a Sony vai lidar com o fato que a Gaikai vai prover os serviços para as marcas rivais, como Samsung e LG.

Via Engadget

Samsung integrará o serviço Gaikai em suas novas Smart TVs

by

Usuários e analistas se perguntam a algum tempo por que a Samsung não lançou o seu próprio console, assim como fez a Sony, combinando a produção de todo o tipo de eletrodomésticos e produtos de eletrônicos de consumo com o ócio digital mais puro. Depois de tantas palavras sem sentido, a resposta parece ser simples…

Porque ela não precisa fazer isso.

E com os serviços de jogos na nuvem… agora, menos que nunca. O Gaikai, o serivço de jogos via streaming rival do OnLive, mas orientado aos fabricantes de hardware, será integrado nas futuras TVs da Samung, através da sigla SCG (Samsung Cloud Gaming), mais precisamente no Smart Hub dos televisores Smart TV e da série 7000, começando pelos modelos comercializados nos Estados Unidos.

A tecnologia é, por essência, a mesma presente nas TVs da LG (que também tem um acordo com o Gaikai), mas com uma interface especialmente adaptada para a Samsung. Desta forma, todos os televisores da Samsung poderão acessar o catálogo de jogos na nuvem do Gaikai, tornando possível jogar com os últimos títulos do PC direto na TV, utilizando apenas um controle para que tudo funcione.

Este importante acordo precisou de nove meses de negociações e muito trabalho, que segundo David Perrym inclui a compra da largura de banda de 24 centros de dados do Gaikai por parte da Samsung, para garantir a conexão de seus televisores ao catálogo de jogos, enquanto que o Gaikai se compromete a seguir ampliando suas instalações para poder oferecer um serviço de boa qualidade para os futuros proprietários de uma TV Samsung.

Por enquanto, nem Samsung, nem Gaikai fala sobre a expansão do serviço para fora dos Estados Unidos.

Via Engadget

OnLive App para o iPad é lançado, mas não é algo animador

by

A OnLive, plataforma de jogos por streaming, lançou o seu aplicativo oficial para o iPad. Porém, antes que você comece a comemorar, temos que dizer que ele não faz exatamente o que é esperado dele. Por enquanto, ele é apenas uma janela, onde você pode acessar os conteúdos e jogos da OnLive, e apenas no modo espectador, sem poder participar dos jogos.

Os desenvolvedores alegam que, por enquanto, o aplicativo serve apenas para comprovar que o streaming chega em condições aceitáveis ao tablet da Apple e que, mais pra frente, será lançado um aplicativo completo, para poder jogar sem maiores problemas. A versão para Android ainda está em beta, mas o próprio Andy Rubin se mostra otimista com a ideia de ter sua plataforma no sistema do Google.

Fonte