Arquivo para a tag: IPTV

CES 2014 | As novas da Sony: PlayStation Now e novo serviço de TV na nuvem

by

playstation-now-devices

Como diria o nosso amigo Jack… por partes. A Sony apresentou novidades importantes ontem (07) na CES 2014, que merecem alguns registros por parte desse blog. Nesse post, vamos destacar duas que chamaram a nossa atenção. A primeira delas é o lançamento da PlayStation Now, um serviço de streaming de jogos do catálogo da Sony em seus dispositivos (PS4, PS3, PS Vita, tablets e/ou smartphones), utilizando a tecnologia da Gaikai.

O PlayStation Now será um serviço de assinatura, que vai exigir uma assinatura mensal, que até agora é desconhecida. Os testes em beta devem começar ainda nesse mês de janeiro em caráter limitado, e segundo o próprio Kaz, “permitirá realizar o streaming para o dispositivo que você quiser, onde quer que você esteja, e quando você quiser”.

A Sony disponibilizou uma área de demonstração na CES, onde foi possível testar uma versão fechada do serviço. Entre os jogos disponíveis, estavam God of War: Ascension e The Last of Us, executados em uma TV Bravia (sem console conectado, apenas recebendo o game a partir da nuvem) e um PlayStation Vita. Segundo informa o pessoal do Engadget presente no local, não foram detectados lags em nenhum dos jogos, mas devemos considerar a largura de banda excepcional que  Sony deve ter reservado para realizar as demos.

Até o momento, a Sony não revelou a lista de jogos disponíveis via PlayStation Now, mas ao menos sabemos que ao longo de 2014, os proprietários do PS4 poderão aproveitar a “retrocompatibilidade na nuvem” para jogar com os seus novos consoles os velhos sucessos do PS3. Também nãos abemos se todos os jogos do serviço estarão disponíveis para todas as plataformas suportadas.

Outro assunto abordado pela Sony é a sua nova plataforma IPTV, inicialmente disponível exclusivamente para os Estados Unidos. Andrew House, presidente da SCEA, revelou os planos da empresa para esse projeto, informando que o serviço vai oferecer programas de TV ao vivo e vídeos on demand utilizando uma solução que consolidará o consumo de mídia em todos os seus dispositivos conectados.

O sistema de TV na nuvem da Sony vai permitir que o usuário assista aos seus programas de TV favoritos utilizando o seu PlayStation 4 como porta de acesso, mas também o iPad e o seu PC, além dos tablets da Sony.

O objetivo da Sony parece ser bem claro: competir em todos os aspectos com o Xbox One da Microsoft, que praticamente dividiu as suas fichas entre os jogos e os conteúdos multimídia. Nesse caso, a Sony começa com certa desvantagem. Por outro lado, pesa ao seu favor o fato da Sony contar com os seus próprios estúdios cinematográficos e de TV produzindo filmes e séries de alta qualidade, enquanto que a Microsoft só agora começou a explorar esse lado da indústria.

Seja como for, a Sony não informa maiores detalhes sobre o serviço, cujos testes começam ainda em 2014.

Via Engadget, Engadget

Oi lança no Brasil a sua IPTV, ou TV por assinatura via internet

by

A operadora de TV por assinatura Oi lançou hoje (17) a sua opção de serviço de TV por assinatura via internet, ou na modalidade IPTV (Internet Protocol TV). O serviço está disponível para ser assistido na TV, em smartphones e tablets, permitindo a troca de canais com maior velocidade, gravação de programas preferidos, replay ao vivo na programação, e assistir um programa já exibido, além do compartilhamento de conteúdo nas redes sociais.

A Oi lança essa proposta de IPTV no mesmo período de lançamento de seu plano de banda larga de 200 Mbps via fibra ótica. A oferta do serviço de IPTV da Oi será gradativa, atendendo inicialmente os bairros da Zona Sul do Rio de Janeiro e a Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Posteriormente, a cidade de Belo Horizonte (MG) passa a receber o serviço, além de outras capitais brasileiras.

O serviço de IPTV é considerada uma tendência para o mercado mundial de TV por assinatura, pois beneficia o consumidor de forma direta ao permitir uma experiência televisiva muito mais interativa, completa e conectada. Para que o serviço de TV via internet da Oi funcione, é necessária a instalação de uma rede de fibra ótica, que vai até a casa do cliente. Ou seja, a grande maioria dos internautas da empresa que utilizam o serviço via ADSL (ou cabo tradicional) não vai poder utilizar o serviço, pelo menos, por enquanto.

Os preços dos pacotes de TV estão atrelados aos planos de internet, como se fossem composições no formato “combo”. Por exemplo, o pacote básico, com 100 canais e internet de 100 Mbps custa R$ 169,90. Já o plano com 200 Mbps com os mesmos 100 canais custa R$ 209,90. Os valores são válidos para os primeiros três meses. Depois disso, esses preços sofrem um acréscimo médio de R$ 20.

Também estão disponíveis nessa oferta os canais de filmes premium, dos grupos HBO e Tele Cine. Com esses canais, o valor mais elevado que o usuário vai pagar R$ 269,90 por mês.

Via G1 Tecnologia

Vivo lança novo serviço de TV por assinatura via IPTV, com plataforma Microsoft

by

A Telefônica/Vivo anunciou oficialmente o lançamento de sua plataforma de TV paga via IPTV, através de sua rede de fibra. O lançamento era esperado desde a metade de 2012, e conta com a Microsoft como principal parceira do projeto.

O serviço está em fase pré-comercial, e a Vivo espera que o volume de adesão dos assinantes aumente de forma exponencial durante o ano de 2013, aproveitando a expansão da rede de fibra da empresa. A Vivo também dede contar com a rede adaptada HFC, remanescente da TVA em São Paulo para expandir a oferta da nova plataforma de TV IPTV. Com isso, os cerca de 5 mil assinantes da atual plataforma de TV via IP (que conta com uma parceria com a Alcatel-Lucent) será substituída pela nova plataforma.

Inicialmente, os receptores serão oferecidos exclusivamente pela Cisco, mas a partir de 2013, a Microsoft deve abrir o código da plataforma, para que outros fabricantes de set-top boxes fabriquem produtos para a plataforma.

Outro detalhe interessante dessa nova oferta de IPTV da Vivo é a possibilidade de utilizar o Xbox 360 como set-top box do serviço, além de permitir o desenvolvimento de aplicativos específicos para essa plataforma. O receptor atual oferecido pela Cisco vai contar com serviços como o Terra TV, Sunday TV e futuramente o serviço over-the-top da própria Vivo. Além disso, os receptores da Vivo permitirão a gravação digital em todos os pontos de TV, mudança automática de canal, micro guia de programação, função PiP multicanal, entre outros recursos.

O serviço terá preço inicial de R$ 75, fora o custo da banda larga, que tem valor inicial de R$ 79 para uma conexão de 25 Mbps. Detalhe: todos os pontos terão que ser cabeados, pois o serviço não suporta o envio de sinais de áudio e vídeo via Wi-Fi.

Via Teletime

Google anuncia o Fiber oficialmente. Uma banda larga de até 1 Gbps, com serviço de TV adicional

by

Quando o Google tornou público que as duas cidades de Kansas City (no Missouri e em Kansas) seriam usadas para testes de um serviço de internet de altíssima velocidade, tudo o que pudemos fazer foi conter a nossa inveja. Mas agora que eles anunciaram o serviços de internet e TV de alta definição, temos duas alternativas: ou escancaramos essa inveja para o mundo, ou começamos a pensar em uma forma de se mudar para lá.

Todos vocês sabem muito bem que o Google apresentou ontem (26) o seu serviço de internet em banda larga, o Google Fiber, que promete uma velocidade de navegação “até 100 vezes superior” a de algumas das melhores empresas de telecomunicações dos Estados Unidos. O novo Google Fiber vai ser acessível através de um novo dispositivo, chamado Network Box, que receberá uma conexão de fibra óptica, distribuindo o sinal via Ethernet e WiFi. O grande barato disso é que, para quem escolher a versão mais modesta do serviço, com velocidade de 5 Mbps, pode receber o serviço de graça, sem cobrança de mensalidade, por pelo menos sete anos. Tudo o que precisa ser pago é a taxa de instalação, que é de US$ 300.

Mas isso não é tudo. O Google Fiber traz consigo o Google Fiber TV, que conta com mais de 500 programas de TV, que são transmitidos com uma resolução de até 1080p. Para esse serviço, o Google lançou o Storage Box, que é capaz de gravar até 500 horas de vídeo em seus 2 TB de armazenamento, e distribuir o conteúdo de vídeo através do cabo coaxial que existe em qualquer casa com TV por assinatura. Cada TV deverá ser conectada a uma TV Box, que permite o acesso ao conteúdo de vídeos, além de busca de programas dentro do serviço e em outros sistemas, como o Netflix, por exemplo.

Os usuários vão receber 1 TB de espaço de armazenamento na nuvem, por meio do Google Drive e um Nexus 7, que poderá ser usado como controle remoto. Por enquanto isso é tudo o que se sabe do Google Fiber TV, mas durante a apresentação do produto, o Google informou que melhorias estão sendo feitas no produto, como a integração com o Google+ e disponibilidade de redes para hóspedes.

Sobre o preço, eles informam que os interessados deverão pagar o preço de instalação de US$ 300, e os moradores das duas cidades de Kansas City receberão o produto de graça, já que fazem parte dos testes do serviço. Depois disso, o usuário poderá pagar pelo serviço de 1 Gbps o valor de US$ 70 mensais, ou fazer o “combo” da internet e TV por US$ 120/mês.

Vídeo do evento de lançamento abaixo.

Motorola Televation transforma o seu sinal de TV a cabo em streaming IP para a sua casa

by

A Motorola oferece um recurso bem interessante para aqueles que querem compartilhar o sinal da sua TV a cabo com outros dispositivos da sua casa, e sem precisar puxar cabos. O Televation pega o sinal coaxial da TV e converte em um streaming via IP, que pode ser visto por computadores, televisores com IP, tablets e até smartphones iOS e Android conectados à rede local da casa.

Os vídeos MPEG-2 são codificados para MPEG-4 e enviados na resolução que o dispositivo receptor possa suportar. Esta poderá ser a solução ideal para as empresas de TV a cabo para que os usuários assistam a programação ao vivo nos tablets, sem ter que perder tempo em dinheiro com outras soluções.

via Motorola

[hdtv] Amino Freedom, um sintonizador IPTV/DVR com Meego, para enfrentar o Google TV

by

Bom, a briga Meego vs Android está se apresentando muito mais interessante do que a gente esperava. Depois do golpe de mestre da Intel e da Nokia em conseguir que vários dos principais fabricantes de automóveis apostassem em seu sistema operacional móvel para o desenvolvimento de centros multimídia e navegadores, o Meego agora se prepara para fazer a sua estreia no mundo dos players multimídia online/IPTV, graças ao Freedom da Amino.

Este settop box, que foi anunciado oficialmente em 2009, foi atualizado com o Meego antes do seu lançamento, previsto para  quarto trimestre, oferecendo desta forma suporte para futuras aplicações multimídia e videogames. O Freedom conta com um processador Atom CE4100m, 1 GB de RAM, 500 GB de armazenamento, Bluetooth, slot SD e WiFi 802.11n, de modo que não só será capaz de reproduzir conteúdos 1080p a partir do seu disco rídigo ou via Ethernet, mas também através de equipamentos remotos conectados sem fio. Além disso, graças aos seus sintonizadores DVB-T2 e/ou DVB-S2, o Freedom também pode gravar os seus programas de TV favoritos em Full HD. De qualquer forma, o que realmente separa este aparelho dos demais será o seu suporte ao Flash ao Silverlight, que somados às possibilidades do Meego, pode ser um grande adversário para produtos como o Google TV.

Será? Bom, isso só o tempo dirá. Preço não foi anunciado.

Fonte

[games] ESPN poderá chegar também ao Xbox 360

by

Os amantes dos esportes estão comemorando… ou pelo menos aqueles que vivem nos Estados Unidos e possuem um Xbox 360 em casa.

A Microsoft e a Walt Disney (que é dona de 80% da ESPN) podem estar chegando a um acordo para oferecer os conteúdos esportivos do canal no Xbox 360. Obviamente, teria um custo mensal adicional para você acessar as transmissões em HD desta ESPN360. Por enquanto, não há datas oficias de chegada, nem previsões de quando este acordo pode sair das fronteiras norte-americanas. Mas parece que o acordo pode se tornar oficial a qualquer momento.

Fonte

[player multimídia] Sungala Kula, um "televisor IP de bolso" com mais perguntas do que respostas

by

A Sungale já nos mostrou faz tempo que não tem planos em lançar um player um pouco mais completo que o normal, e vendê-lo como um híbrido de produtos. Mas, para nos surpreender, eles lançam o Kula. Este dispositivo, segundo a empresa, e um IPTV WiFi portátil, que te permite se conectar “a um grande número de programas online ao redor do mundo, selecionáveis por país, idioma e gênero, como notícias, finanças e esportes, tudo isso sem cotas de acesso”.

O mais estranho disso é que eles não falam nada sobre possíveis acordos com redes de televisão ou grupos de mídia, de modo que só podemos especular que este produto é, na verdade, um reprodutor multimídia WiFi e um navegador personalizado que aponta diretamente para as trasmissões online das principais emissoras. Algo que não faz sentido, uma vez que a Sungale diz oferecer “uns 100 canais grátis” e mais de 500 com o pacote Grand Channel, que é pago. Com certeza teremos maiores informações do fabricante durante a CES 2010, porém, por enquanto, só sabemos que ele vem com 2 GB de memória interna, um leitor SDHC e compatibilidade com os formatos mais comuns de áudio, vídeo e fotos.

Fonte