Arquivo para a tag: iphone 6

Plug transforma o seu iPhone 6/6s em iPhone 7

by

plug

O Plug é um acessório bem simples, que permite a “conversão” de um iPhone 6/6s em um iPhone 7 em poucos segundos.

Temos aqui um conector que se introduz na porta de 3.5 mm, deixando o mesmo totalmente tapado. Na sua extremidade visível, temos um acabamento metálico na mesma cor do iPhone, de forma que o mesmo fica totalmente integrado, deixando um acabamento perfeito.

Mas antes que você fale qualquer coisa, o Plug nada mais é do que uma brincadeira bem humorada para falar da remoção do conector de 3.5 mm dos novos iPhones.

 

plug-animacao

 

Logo, o Plug não existe. Mas a ideia está aí. Vendo os tipos de produtos que chegam ao mercado, não descartamos que algum fabricante lance no futuro um acessório com proposta similar.

Pode ser que o acessório alcance o sucesso um dia. Afinal de contas, podemos considerar o mesmo como um elemento estético, que fatalmente vai despertar o interesse de alguns.

Via Plug

Apple sofre processo coletivo pelas falhas no touch do iPhone 6

by

iphone 6 bendgate teaser

Um grupo de proprietários do iPhone 6 e iPhone 6 Plus apresentaram uma ação coletiva contra a Apple em um tribunal da Califórnia.

O grupo acusa a Apple de fraude e violação das leis de proteção ao consumidor da Califórnia, alegando que a empresa era consciente dos problemas do touch da tela dos dispositivos, e se recusou a solucionar o mesmo.

“Os iPhones não são aptos para o propósito de seu uso como smartphones, por conta de sua tela touch”, de acordo com o texto da denúncia apresentada na corte federal em San José.

O iFixit avisou, mas a Apple não quis ouvir

Na semana passada, o iFixit alertou sobre esse problema, afirmando que “uma tonelada” de unidades do iPhone 6 Plus contavam com este problema, onde o touch deixa de responder ao toque, ou produzindo uma interação com erros.

O iFixit acusou a Apple de não fazer frente ao que eles consideram como um “erro de design”, pela falha na solda dos chips incluídos na placa lógica, algo que seria causado pelo movimento provocado pelo bendgate (dobra na lateral) do iPhone 6.

A notícia dessa ação coletiva não poderia vir em pior hora.

Não só os custos de possíveis indenizações, essa problema se transforma em publicidade negativa. E isso a uma semana da apresentação do iPhone 7, marcada para o dia 7 de setembro.

Lembrando: o iPhone 7 chega com a responsabilidade de frear uma queda nas vendas dos smartphones da Apple, que pode ver o seu primeiro ano de redução anual nas vendas desde o lançamento do primeiro iPhone, em 2007.

Via Reuters

iPhone 6 e 6 Plus contam com um defeito no touch da tela, e a culpa seria do Bendgate

by

iPhone 6 e iPhone 6s Plus

De acordo com o iFixit, velhas unidades do iPhone 6 e iPhone 6 Plus contam com um problema onde a tela touch não responde. O problema vem acompanhado de uma faixa cinza horizontal na parte superior da mesma.

O mais grave de tudo isso é que, de acordo com o iFixit, a Apple está consciente do problema, mas se nega a reconhecer o mesmo.

 

O que é o “Touch Disease”?

iphone 6 defeito touch

 

O defeito recebe o nome de “Touch Disease” por parte do iFixit, e teria sido detectado por técnicos e especialistas em 2015, além do próprio site especializado na desmontagem de dispositivos.

Técnicos de diferentes partes dos Estados Unidos alegam ver com certa frequência esse problema dos dispositivos de seus clientes.

Mesmo consciente do problema, a Apple não faz nada. Alguns empregados comentam com os proprietários de smartphones com defeito que a empresa não reconhece o problema, deixando como única solução recorrer à garantia, caso a mesma não tenha se encerrado.

Este é um problema muito sério. A faixa em cinza volta a aparecer ocasionalmente, e cada vez maior, ganhando mais espaço, até o ponto de deixar a tela inutilizável.

Trocar a tela pode poderia resolver o problema de vez, mas a faixa em cinza reaparece pouco tempo depois na nova tela.

Especialistas em reparação indicam um conjunto de chips controladores da tela touch na placa mãe como responsáveis pelo problema. Eles são encarregados em traduzir a pressão e as direções de entradas no dispositivo.

Os técnicos da Apple não estão preparados para trabalhar com a placa mãe, o que faz com ir até uma Apple Store com um iPhone 6 problemático se traduza em uma grande perda de tempo.

 

O que pode ter causado o problema no iPhone 6 e 6 Plus?

Duas terias sobre a origem do problema são levantadas.

90900142_9acc981a-28b7-41d1-9054-9628a09c0df6

 

A primeira estaria nos chips U2402 Meson Touch IC, que podem estar com defeito de fábrica. A segunda teoria está diretamente relacionada ao Bendgate.

O bendgate é o fenômeno de dobra do dispositivo, que pode resultar em rupturas nas soldas e uma perda de contato da tela com a placa mãe.

Nesse caso em específico (do Bendgate), o iFixit acusa a Apple de não tomar atitude alguma para o que eles consideram como “um erro de design”, já que a falha na solda dos chips presentes na placa lógica é o que provocaria o movimento de dobra do iPhone 6.

iphone 6 bendgate

 

A falha aparece no momento em que chega ao fim o período oficial de garantia de dois anos de lançamento do iPhone 6 e iPhone 6 Plus. E apesar do problema não afetar o iPhone 6s, ele aparece semanas antes do lançamento do iPhone 7, e em um momento de uma clara queda nas vendas dos smartphones da Apple.

Ainda não dá para saber se é um problema em massa, mas já estaria propagado o suficiente para que cada iPhone 6 e 6 Plus sejam considerados uma bomba relógio nas mãos dos usuários.

O iFixit recomenda recorrer à garantia do produto caso ela esteja vigente. Caso contrário, o usuário deve levar o iPhone para uma assistência técnica especializada em reparações para trocar os chips Touch IC, ou refazer a solda na área problemática.

Estes são consertos mais baratos  do que trocar a placa mãe inteira ou comprar um novo smartphone.

Vamos ver como a Apple vai responder a esse assunto.

 

 

Via iFixit

Teste de resistência a quedas: Galaxy Note 7 vs iPhone 6 vs Note 5

by

Galaxy Note 7 vs iPhone 6 vs Note 5

Zach Straley publicou um vídeo no YouTube que compara a resistência a quedas do Galaxy Note 7 com o seu predecessor (Galaxy Note 5), que recebe uma Gorilla Glass 4 e o iPhone 6, que conta com uma lâmina Dual Ion Exchange.

O Galaxy Note 7 recebeu a película de proteção Gorilla Glass 5, que promete aumentar em 80% a probabilidade de resistência a quedas de até 1,6 metros.

 

Os resultados dos testes

O vídeo mostra como o Samsung Galaxy Note 7 fracassa no segundo teste de resistência a quedas diante do seu predecessor. A parte traseira do novo modelo se quebra e acaba muito danificada, enquanto que o Note 5 sofre leves danos.

O iPhone 6 também aguenta melhor a quedas, impactando a parte traseira do dispositivo, com arranhões mas sem rupturas.

No quarto teste onde os smartphones caíam da altura de uma pessoa, também foram detectadas diferenças.

O Galaxy Note 7 quebrou os cantos e as bordas, com a tela afetada, enquanto que o Note 5 só quebrou a parte traseira, com leves danos na parte frontal.

Já o iPhone 6 acabou com sua tela destroçada depois desse teste.

No teste seguinte, os smartphones caíram da boca para baixo de uma altura de aproximadamente dois metros, com as telas impactando diretamente contra o solo.

Aqui, o Note 5 não sobreviveu. Além da tela rachada, o dispositivo deixa de responder.

Já a tela do Note 7 também acaba quebrada em um nível similar, mas segue funcionando.

O iPhone 6 acaba bem destruída com a mesma queda, perdendo o botão Home e deixando de funcionar.

 

O vencedor: Galaxy Note 7

Apesar de começar mal, o Galaxy Note 7 terminou como “vencedor” dos testes de resistência a quedas, apenas pelo fato de seguir funcionando depois dos testes. Porém, parece que o dispositivo tem mais opções de acabar quebrado que o Note 5 e o iPhone 6 em quedas de alturas mais baixas.

Vídeo dos testes a seguir.

 

Conheça a empresa que proibiu o iPhone 6 e iPhone 6s na China

by

O 100C quer proibir as vendas do iPhone 6 na China

Recentemente, publicamos aqui no blog a notícia que proibiram as vendas do iPhone 6 e iPhone 6s na China, sob a alegação que os smartphones da Apple copiavam o design de um dispositivo já comercializado na China, podendo assim causar “danos irreparáveis” nos negócios dessa empresa, já que os consumidores não seriam capazes de distinguir os modelos.

A Apple reagiu a tempo, e entrou com um recurso dessa decisão, se esquivando temporariamente da proibição das vendas. A questão ainda fica no ar, e não está claro o que vai acontecer. Levando em conta as particularidades da China, podemos dizer que tudo é possível.

Mas é interessante conhecer mais detalhes sobre o fabricante de smartphones que gerou essa confusão.

 

Quem é a Shenzhen Baili (ou Digione)?

De acordo com as primeiras informações, a empresa que processou a Apple está registrada com o nome Shenzhen Baili, uma filian da Digione. O smartphone em questão é o 100C (foto de topo desse post), que possui uma presença praticamente ridícula no mercado, mesmo na China.

Não basta esses detalhes peculiares, foi descoberto que a Shenzhen Baili e suas filias não só não passam por um bom momento, como também saíram do mercado de smartphones a algum tempo. Logo, tudo leva a crer que a medida judicial nada mais é do que uma tentativa desesperada de mais um troll de patentes, com o único objetivo de arrancar dinheiro de uma grande empresa de tecnologia.

Apesar da realidade ser clara para todo mundo, a empresa chinesa garantiu que está pensando se vai seguir com sua batalha particular com a Apple, e que pode estender o processo ao iPhone 6s, modelo que compartilha o design com o iPhone 6.

iphone-6-teaser

Para resumir: esse é um processo que não tem o menor sentido, já que as diferenças estéticas entre os dois smartphones são mais que evidentes, e praticamente qualquer pessoa com visão mediana pode diferenciar sem maiores problemas os dois modelos. Mas isso parece não importar para a Shenzhen Baili, uma empresa que não tem nada a perder com esse processo, e o que ganhar de tudo isso já será um lucro considerável.

Via SlashGear

Proibiram a venda do iPhone 6 e iPhone 6 Plus na China

by

iPhone 6

 

A Apple segue enfrentando problemas na China. Serviços como iTunes Movies e iBook Store estão proibidos no país, e agora os modelos iPhone 6 e iPhone 6 Plus estão proibidos de comercialização naquele mercado.

 

Motivos bizarros para proibir as vendas

A situação é bizarra por dois motivos. O primeiro é que a acusação que motivou a proibição se fundamenta no fato do smartphone 100C da desconhecida empresa chinesa 100+ se parecer muito com o iPhone 6, a ponto dos usuários não serem capazes de diferenciar claramente os dois.

O segundo motivo bizarro é bem sério: vem do Escritório de Propriedade Intelectual de Beijing, deixando a Apple em posição bem delicada. A seguir, uma imagem do 100C, utilizado como prova na acusação, para que vocês tirem as suas conclusões.

100c

Como você já pode imaginar a essa altura do post, a Apple já trabalha para reverter essa proibição, como o objetivo de que tudo volte a normalidade, algo que na teoria deveria ser simples de resolver, já que, honestamente, os dois dispositivos se parecem tanto quanto colocamos um ovo e uma noz lado a lado. Porém, com o histórico que a gigante de Cupertino tem na China, não podemos dar essa causa como ganha.

Via EngadgetTENAA

Um iPhone 6 com Switchboard OS

by

iPhone-6-Prototipo

Um protótipo do iPhone 6 equipado com Switchboard OS apareceu no eBay. Uma raridade que já superou a marca dos US$ 50 mil em leilão, e esse valor deve aumentar nos próximos dias.

Para quem não sabe, o Switchboard OS é um sistema operacional especial que a Apple utiliza como ferramenta de diagnóstico em seus dispositivos, algo que em teoria faz com que o smartphone seja ‘mais hackeável’, oferecendo mais possibilidades que o modelo padrão. Isso faz com que seu preço chegue a valore exorbitantes: em 2014, foi leiloado um modelo similar, que alcançou os US$ 100 mil. Veja a que ponto chega os objetos buscados e cobiçados pelos colecionadores ávidos.

1-6-1

O vendedor garante que o dispositivo está em bom estado, exceto pela marca na área superior esquerda da parte traseira. Até o número de série desse protótipo de iPhone 6 foi publicado. Muito provavelmente esse modelo vai superar a marca dos US$ 100 mil, principalmente se levarmos em conta o passar do tempo e o valor que esse leilão alcançou em poucas horas.

Pretendentes para esse raro iPhone 6 não faltam. E você? Compraria o dispositivo?

Talvez não tivesse uma serventia específica para muita gente, mas em compensação, é um produto tão singular que até é possível tentar compreender os motivos que levam esse dispositivo ser tão disputado.

1-3-5 1-4-2 1-5-2

Via MacRumors

Apple lança o seu case com bateria integrada oficial

by

apple-case-com-bateria

A Apple anunciou oficialmente o seu case com bateria integrada para os modelos iPhone 6 e iPhone 6s. A Smart Battery Case promete até 25 horas a mais de conversação, e tem preço sugerido de 119 euros.

A Smart Battery Case é um case de silicone com microfibra no seu interior, trazendo na sua parte traseira uma bateria integrada, que oferece as tais 25 horas extras de conversação, ou 18 horas de navegação. O acessório possui dois diferenciais em relação aos produtos da concorrência: a primeira é que, a partir da tela de bloqueio ou da central de notificações, é possível saber o status da bateria, e o segundo é a recarga via cabo Lightning.

A Smart Battery Case já está disponível na Apple Store, nas cores branco e preto. Cases similares para os modelos anteriores do iPhone não foram revelados.

apple-case-com-bateria-2

Via Apple

OnePlus vende cases para o iPhone, com convite para o OnePlus X

by

oneplus-funda-iphone

A OnePlus lançou um peculiar acessório pensado no smartphone da concorrência. O case Sandstore é pensado no iPhone 6 e 6s, que protege o smartphone contra quedas e arranhões. Porém, o mais curioso é que o case chega acompanhado de um convite para a compra do novo OnePlus X.

Essa é uma forma de chamar a atenção dos proprietários do iPhone, para que os mesmos ao menos deem uma olhada nas características do OnePlus X. Não é a estratégia mais rebuscada, é verdade. Mas não vamos questionar as habilidades em marketing da OnePlus, que já se demonstrou competente nesse aspecto.

 

Via Android CentralOnePlus

 

Moto X Force enfrenta o iPhone 6 e o Galaxy S6 no teste de queda

by

motorola-moto-x-force-oficial

A Motorola apresentou ontem (29) o Moto X Force, e um dos destaques do produto é a sua resistência. Para ressaltar isso, eles publicaram um vídeo com um teste de queda comparativo com dois grandes modelos top de linha: o iPhone 6 (sem fazer ênfase se é o 6Ss) ou o Galaxy S6.

Tudo muito simples e justo. três smartphones, o CEO da Motorola e um conjunto de blocos de pedra.  E nem todos se saíram bem nos testes. O vídeo mostra que tanto o iPhone como o Galaxy S6 foram muito mal, enquanto que o Moto X Force ficou praticamente ileso, mostrando uma resistência espetacular diante de um dos grandes males da vida de qualquer usuário: as quedas.

Não resta dúvidas que a resistência do Moto X Force está bem acima da média, e isento de questionamentos, pelo menos nas primeiras impressões. É um ponto positivo a Motorola ter centrado seus esforços na durabilidade do smartphone como diferencial em relação aos concorrentes, no lugar de mais pixels ou mais núcleos de processamento.

No Brasil, o Moto X Force na versão de 64 GB tem preços sugerido de 3.149.

Vídeo a seguir.

3D Touch chega ao iPhone 6 graças ao jailbreak

by

3d-touch-iphone-6-jailbreak

A tecnologia 3D Touch não é mais uma exclusividade dos novos iPhone 6s e iPhone 6s Plus. A solução chega (mais uma vez) pelas mãos do jailbreak, através de um aplicativo chamado Forcy, que ativa o menu contextual do 3D Touch, que executa diretamente as ações, sem precisar entrar no aplicativo.

Tal ação é ativada realizando um gesto no ícone, mas a última atualização do aplicativo permite ativá-lo pressionando o ícone por alguns segundos (a ação de apagar o aplicativo aparecerá se arrastarmos o ícone para cima). Além disso, uma vibração é ativada quando acionamos a função, imitando o 3D Touch dos novos iPhones.

É claro que a experiência de uso não será exatamente a mesma, mas isso mostra mais uma vez que com ajustes de código é possível obter muito mais do que imaginamos.

Vídeo demonstrativo a seguir.

 

Via DekazetaYouTube, Forcy

 

Estas são as diferenças entre o iPhone 6s e o iPhone 6

by

iphone-6s-6-diferenças

O novo iPhone 6s era dado como certo a algum tempo. O novo smartphone da Apple chega com novas especificações, mas com o mesmo relevo do iPhone 6. Para aqueles que se perguntam o que mudou exatamente, esse post mostra as diferenças, até para que você não tenha dúvidas se vale a pena comprar ou não.

 

iPhone 6SiPhone 6
Dimensões138.1 x 67 x 7.1 mm138.1 x 67 x 6.9 mm
Peso143 gramas129 gramas
Tela4,7 polegadas4,7 polegadas
Resolução1,334 x 750 (326 ppi)1,334 x 750 (326 ppi)
Tipo de telaIPS LCD, Retina HD com 3D TouchIPS LCD, Retina HD
BateriaNão InformadoNão Informado
Armazenamento16/64/128 GB16/64/128 GB
Armazenamento externoNãoNão
Câmera traseira12 MP iSight, f/2.2, 1.22µm pixel size8 MP iSight, f/2.2, 1.5µm pixel size
Câmera frontal5 MP, f/2.2 com Retina Flash1,2MP, f/2.2
Vídeo4K1080p
NFCSimSim
BluetoothV4.2v4.0
SoCApple A9 com M9 integradoApple A8
CPUND1,4 GHz dual-core
GPUNDPowerVR GX6450
RAM1 GB1 GB
WiFidual band, 802.11a/b/g/n/ac MIMOdual band, 802.11a/b/g/n/ac
Sistema operacionaliOS 9iOS 8
Outras característicasTouch ID de segunda geração, giroscópio, barômetro, FaceTime HD, Apple Pay, Live Photo, Retina Flash, 3D TouchTouch ID, giroscópio, barômetro, FaceTime HD, Apple Pay

Uma semana de autonomia no iPhone 6, com uma bateria de hidrogênio

by

iphone-bateria

A empresa britânica Intelligent Energy garante ter inventado uma bateria de hidrogênio que ofereceria uma semana de autonomia de uso para um smartphone.

A bateria funciona mediante a combinação de hidrogênio e oxigênio. É pequena e leve, podendo se adaptar aos smartphones atuais, como o iPhone 6, onde foram realizados testes sem qualquer alteração de design. A única diferença com o modelo padrão são alguns furos realizados na carcaça traseira para expulsão do calor e vapor de água, que segundo os fabricantes são ‘em quantidades imperceptíveis’.

A versão atual é somente um protótipo, mas a empresa está desenvolvendo uma versão comercial que poderia revolucionar o mercado de smartphones. Também é dito que a Apple está trabalhando com esta empresa na busca de novas soluções energéticas para alimentar os seus dispositivos.

iPhone6_bateria_2

Os responsáveis pela Intelligent Energy comentam que a sua bateria poderia estar disponível em dois anos, mas ainda existem alguns aspectos a serem resolvidos, como o da recarga da bateria de hidrogênio, que poderia ser feita através de uma tomada adaptada, similar à saída dos fones de ouvido.

As baterias de combustíveis são uma tecnologia promissora, mas até agora eram muito volumosas e caras para o mercado do consumo. Veremos se chegarão ao mercado e seu custo final.

Via EOLThe Telegraph

 

Veja o que o gálio pode fazer com o iPhone 6

by

iphone-6-antenna-lines

O gálio é um metal que, na temperatura ambiente, tende a manter-se em estado líquido graças ao seu baixo ponto de fusão, além de atacar a outros metais, como por exemplo o alumínio presente na carcaça do iPhone 6.

O vídeo no final desse post mostra como o gálio transforma o alumínio do iPhone 6 em uma capa que pode ser quebrada com uma pequena força, utilizando apenas os dedos. Obviamente, isso se aplicaria a qualquer dispositivo fabricado em alumínio. O gálio faz isso, assim como o mercúrio interfere no ouro (por exemplo), mas com resultados fisicamente menos dramáticos.

É claro que a carcaça do iPhone 6 fica totalmente arruinada. Perda total. Mas o smartphone continua funcionando normalmente, até que o autor do vídeo começa a reduzir o mesmo em pedaços.

É uma curiosidade que não deixa de ser interessante, e nos permite descobrir (de forma bem cara) uma das propriedades de um dos metais mais peculiares e pouco conhecidos do planeta.

Vídeo a seguir.

 

Via PhoneArena