Arquivo para a tag: intel skylake

ASUS VivoStick, agora com chips Intel Atom e Windows 10

by

ASUS_Vivostick-2016

O ASUS VivoStick é outro dos dispositivos que aumentam uma oferta de mini-PCs cada vez mais atraente. A sua segunda versão (devidamente atualizada) estreou oficialmente no Japão nesse final de semana, e em breve será lançada internacionalmente, com um preço sugerido de US$ 130.

Temos aqui um computador de bolso que segue a tendência de design e funcionamento do Intel Compute Stick, mas com um preço mais atraente, especialmente sobre o último modelo Skylake apresentado pela fabricante de processadores. O ASUS VivoStick conta com um microprocessador Atom x5-Z8350 com 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento. Na sua conectividade, encontramos WiFi ac, Bluetooth 4.1, portas USB 3.0 e 2.0, porta microUSB e porta combinada de microfone/fones de ouvido. També inclui uma porta HDMI, que conectado à TV ou monitor, o transforma em um computador funcional.

vivostick_02

Essa segunda geração do computador de bolso da ASUS se chama ASUS VivoStick TS10, e além dos novos processadores Intel Atom, recebe o sistema operacional Windows 10 (como não poderia deixar de ser). Se apresenta melhorado para atender as demandas e necessidades do novo software, e pode atender muito bem as necessidades de usuários domésticos e empresas que precisam de um computador básico, portátil e funcional para as necessidades mais básicas.

Não há previsão para o início da distribuição internacional, ou para o seu lançamento no Brasil.

vivostick_03

Via ASUS

MSI WT72, um luxuoso notebook com GeForce Quadro M5500

by

MSI-WT72

A MSI apresentou o seu novo notebook MSI WT72, que foi considerado uma surpresa para a GTC 2016. O modelo é uma autêntica estação de trabalho portátil, que vem acompanhada com especificações técnicas impressionantes.

O novo MSI WT72 conta como principal novidade trazer a GPU profissional da NVIDIA, a GeForce Quadro M5500, baseada no núcleo GM204, o mesmo que dá vida às placas GTX 980 e GTX 970, e equipada com 2.048 shaders, 128 unidades de texturização, 64 unidades de rasterização, bus de 256 bits com 8 GB de GDDR5, com frequências de trabalho da GPU de até 1.140 MHz, sendo sua TDP de 150W.

O modelo suporta processadores Core ou Xeon baseados em Skylake (Intel), suporta uma RAM ECC DDR4-2133 e conta com Thunderbolt 3 e USB 3.1. Sua tela é de 17.3 polegadas (resoluções 4K ou 1080p), e todos os modelos recebem uma SSD de 256 GB + HD de 1 TB a 7.200 RPM. Todo o conjunto é gerenciado pelo sistema operacional Windows 10 Pro.

Como você já deve imaginar, toda essa potência tem um preço. E um preço caro. O MSI WT72 tem no seu modelo base tela de 1080p e CPU Core i7 6700HQ, com preço inicial sugerido de US$ 5.499. A versão com processador Intel Xeon E3-1505M v3, tela 4K e 64 GB de RAM ECC DDR4-2133 custa US$ 6.899.

Via TweakTown

Giada i80, mini PC com processador Intel Skylake

by

Giada-i80

O Giada i80 é um mini PC que consegue oferecer um baixo consumo mas sem renunciar ao alto desempenho, graças ao uso dos processadores Intel Skylake, com processo de fabricação de 14 nanômetros.

O produto está disponível em duas versões que se diferenciam apenas pelo processador: o primeiro inclui um Intel Core i3 6100U com dois núcleos de 2.3 GHz, e o segundo um Intel Core i5 6200U, também com dois núcleos mas com modo turbo de até 2.8 GHz. Ambos contam com GPU integrada HD 250, suportam até 16 GB de RAM e unidades de armazenamento de 2.5 polegadas e mini PCIe/mSATA.

Sobre suas conexões, o Giada i80 possui saídas HDMI e mini DisplayPort, além de Gigabit Ethernet, quatro portas USB 3.0, slot PCIe de meia altura para placas sem fio, conector para fones de ouvido e leitor de cartões. A melhor parte é que tudo isso cabe em um produto com dimensões reduzidas e um consumo de apenas 15W e 25W, respectivamente.

O preço das duas versões do Giada i80 não foi revelado, assim como sua disponibilidade nos mercados internacionais. É uma excelente alternativa para quem não tem muito espaço para um desktop tradicional, ou para os ambientes educacionais e corporativos, que naturalmente precisam economizar espaço.

Via Liliputing

Windows 10 será o único a oferecer suporte aos novos processadores

by

windows-10-boxes

A Microsoft confirmou que, a partir de 17 de julho de 2017 (daqui a 18 meses), a empresa vai reduzir o suporte aos equipamentos baseados com Windows 7 e Windows 8.1 com processadores Skylake ou superiores, de forma que após essa data só receberão atualizações críticas e fundamentais, sempre e quanto elas não coloquem em perigo a estabilidade e a eficiência do sistema.

Para o usuário, isso quer dizer que daqui a 18 meses o suporte para esses equipamentos com tais sistemas operacionais baseados em Skylake será bem limitado. Além disso, não será possível utilizar as duas versões com Windows 10 com os novos processadores que estão chegando ao mercado, incluindo os futuros ZEN da AMD, os Kaby Lake da Intel e o Qualcomm Snapdragon 820 no Windows 10 Mobile.

É possível que mais de uma pessoa entenda que a Microsoft está forçando o usuário a atualizar o sistema operacional, mas não é bem assim. As novas gerações de processadores Intel introduziram novidades funcionais e elementos importantes para que o Windows 7 e Windows 8.1 não estavam preparados.

Com isso em mente, é normal que a Microsoft faça o anúncio de um suporte limitado aos usuários com um hardware mais atual nos sistemas operacionais antigos, ainda que obviamente esta não deixa de ser uma decisão que pode desagradar muita gente.

Via Anandtech

Novos notebooks Dell XPS 13 e XPS 15, com Intel Skylake

by

dell-xps-13-xps-15-01

A Dell apresentou os renovados notebooks XPS 13 e XPS 15, dois portáteis com linhas mais tradicionais, com perfil mais similar aos MacBooks da Apple.

Os dois modelos são leves e finos, feitos com fibra de carbono e alumínio. O XPS 15 é mais fino do que nunca, com 17 mm de espessura e peso de 1.81 kg. Outro detalhe importante é que os dois modelos incorporam uma webcam na parte inferior da tela.

A Dell incorporou nos novos XPS 13 e XPS 15 os novos processadores Intel Skylake, nas linhas i3, i5 e i7. Os notebooks podem abrigar até 16 GB de RAM e até 1 TB de armazenamento SSD (PCI-Express). O XPS 15 conta com resoluções entre 1080p e 4K, enquanto que o XPS 13 pode alcançar os 3200 x 1800 pixels de resolução.

dell-xps-13-xps-15-03

O Dell XPS 15 é um notebook de propósitos gerais, podendo atender os setores mais exigentes, como os gamers e os artísticos. Opcionalmente, pode receber gráficos NVIDIA GTX 960M. Sua tela mostra o mínimo de 100% da escala da gama de cores sRGB. Os dois modelos incorporam um conector USB Type-C/Thunderbolt 3.

O XPS 13 possui uma autonomia de bateria de até 18 horas de uso, enquanto que o XPS 15 pode trabalhar por 16 horas longe da tomada. Esses números podem variar, de acordo com o tipo de uso e configuração escolhida. Os dois modelos já estão disponíveis nos Estados Unidos, e contam com preços base de US$ 799 (XPS 13) e US$ 999 (XPS 15).

dell-xps-13-xps-15-02

ASUS ROG G11, novo desktop para games

by

ASUSROGG11

 

O ASUS ROG G11 é um novo desktop focado para os games, que recebe a sexta geração de processadores da Intel e o sistema operacional Windows 10.

Esta é uma boa opção para os usuários que não querem ter o trabalho de montar a sua máquina, além de obter alguma economia no desconto do sistema operacional (que o fabricante possui via OEM). O preço do ROG G11 não foi revelado. Mesmo assim, é uma opção a se considerar, por conta da presença dos novos processadores Intel Skylake, pelas últimas tecnologias DDR4 e USB 3.1, e pelo chassi atraente e bem integrado.

ASUSROGG11_2

O ASUS ROG G11 possui as seguintes especificações:

– Placa-mãe ASUS chipset Intel H170
– Processador Intel Core i7-6700
– Até 32 GB de RAM DDR4-2133
– Gráficos dedicados NVIDIA GeForce GTX 980 (com 4 GB)
– Discos rígidos de até 3 TB
– Até 256 GB de SSD PCIe
– Gravadora de Blu-ray
– Fonte de alimentação de 500 watts

A configuração acima pode receber outros processadores, versões com menos RAM e gravador de DVD. O ASUS ROG G11 estará disponível no mercado internacional ainda nesse mês de setembro.

Microsoft Surface Pro 4 com o Windows 10, e com o Skylake

by

microsoft-surface-3-oficial-06

O Microsoft Surface 3 confirmou a aposta da gigante de Redmond nos tablets (ou ultrabooks) híbridos. O modelo pode representar um preview daquilo que a Microsoft está preparando para o Surface Pro 4, com Windows 10. Mais: pode preparar surpresas adicionais, como a possível inclusão de portas USB-C e dos processadores Skylake da Intel.

A nova família de processadores vai substituir a Broadwell, que pode ter um ciclo de vida mais curto que o normal para dar espaço para a nova arquitetura que manterá a tecnologia de fabricação de 14 nanômetros, que promete um melhorias de desempenho e eficiência energética.

Os últimos dados indicam que a Intel tem tudo muito encaminhado: eles apresentaram na Intel Developers Conference 2015 em Shenzhen (China) equipamentos All-in-One e portáteis híbridos com design de referência que integravam versões prévias dos processadores Skylake. Um ultrabook de 12.5 polegadas muito fino e com portas USB-C apresentado no evento parece confirmar os rumores.

A Intel teria conseguido fabricar processadores com um TDP de 15W, que incluirão GPUs Iris 6100, e que estaria preparando o lançamento de diversos processadores Core i5 e Core i7 com esse TDP, que chegariam ao mercado antes do final de 2015. As melhores arquiteturas permitem um ganho notável no desempenho da GPU, mas que só poderemos comprovar na prática quando os primeiros produtos chegarem ao mercado.

Brian Krzanich confirmou em fevereiro que os chips Core M também chegarão com versão Skylake no segundo semestre do ano, mas supomos que a Microsoft vai apostar em processadores mais capazes no iminente Surface pro 4, além de outras surpresas. Alguns indícios apontam para o anúncio do novo dispositivo durante a BUILD 2015, que começa no dia 29 de abril, mas o suposto novo produto não deve chegar ao mercado antes do lançamento do Windows 10.

 

Via TFJ