Arquivo para a tag: indiegogo

X-Connect, um carregador universal magnético para smartphones

by

x-connect

O X-Connect é um carregador magnético desenvolvido pela Asap, que foi um sucesso no Indiegogo por ser compatível com os três padrões de porta mais populares do mercado (USB Type C, microUSB e Lightning), oferecendo uma conexão rápida e simples através do seu ímã de neodímio, em um sistema que lembra muito os carregadores MagSafe da Apple.

Esse carregador magnético foi desenvolvido para ser compatível com vários dispositivos, evitando sustos quando removemos o cabo, ou que o mesmo não fique bem introduzido no conector, impedindo uma recarga correta do dispositivo.

 

X-Connect: como ele funciona?

 

x-connect-01

 

Seu funcionamento é diferente dos carregadores normais, já que exige o uso de um mini-conector na porta de recarga do dispositivo, para depois conectar o cabo magnético. Desse modo, o smartphone está sempre pronto para a recarga, mas com o inconveniente de bloquear a porta no uso de um carregador diferente. A boa notícia é que, para conectar, basta aproximar o cabo, e no caso do microUSB, temos uma conversão para uma porta reversível.

O pack inclui três pontas diferentes com as já citadas portas USB Type C, microUSB e Lightning, que serão compatíveis com qualquer smartphone. A Asap garante que o X-Connect é suficientemente forte para sustentar um iPad Air, mas muito flexível para ser desconectado rapidamente.

 

x-connect-02

 

O X-Connect deve chegar ao mercado em março de 2017.

 

 

Via Indiegogo

iBackPack, a verdadeira mochila tecnológica

by

ibackpack

A iBackPack é uma mochila em fase de financiamento no Indiegogo, que traz consigo tudo o que é necessário para você sobreviver neste mundo tecnológico e cheio de dispositivos.

Entre suas características, conta com um hotspot WiFi móvel e uma grande bateria para carregar seus gadgets.

 

iBackPack: principais características

 

ibackpack-02

 

O produto é uma espécie de canivete suíço das mochilas.

Conta com um design à prova d’água com mais de 30 compartimentos, incluindo alguns secretos. Também conta com bloqueio de sinal RFID e compatibilidade com as normas da TSA para equipamentos de mão, com fechadura certificada.

A iBackPack conta com um dispositivo MiFi no seu interior, que oferece a conexão WiFi para até seis dispositivos, com a ajuda de um SIM Card que distribui a internet 3G ou 4G, além de duas baterias externas de 20.000 mAh e 8.000 mAh, que vão recarregar nossos dispositivos.

Temos quatro portas USB externas à prova d’água, que estão conectadas às baterias, além de um alto-falante Bluetooth para conectar nosso smartphone ou tablet para reprodução musical.

 

ibackpack-03

 

Além de tudo isso, a mochila ainda recebe uma bússola, clip giratório para uma câmera GoPro, guias para cabos, orifícios para passar os cabos e deixá-los ocultos, além de um design que permite uma rápida abertura para inspeção em aeroportos.

Vale destacar que a mochila conta com um sistema antifurto via GPS e alarme, que é ativado por um aplicativo compatível com iOS e Android. Porém, o GPS não está incluído no modelo base, e deve ser adquirido separadamente.

A versão básica da iBackPack é de US$ 225, e os demais recursos podem ser retirados ou adicionados. Eliminando a opção de MiFi faz com que seu preço caia para US$ 169.

A campanha no Indiegogo já foi superada, e os primeiros envios devem acontecer em dezembro de 2016.

 

 

 

Via iBackPack

FLI Charge, um carregador sem fio universal

by

FLI Charge

O FLI Charge é um dispositivo que faz uso da tecnologia de recarga sem fio por condução, que oferece opções interessantes na hora de oferecer essa capacidade aos smartphones. Você não precisa ter um dispositivo compatível com essa tecnologia, já que o acessório resolve a questão.

 

Oferecendo recarga sem fio para todos os públicos

A solução conta com uma superfície de recarga que permite carregar vários dispositivos por vez, com diferentes necessidades de carga, e sem precisar colocar em uma posição especial, ou seja, as superfícies precisam estar em contato.

Para que esse contato entre o smartphone e a superfície exista, podemos acessar aos cases que o fabricante também oferece para diferentes smartphones. A solução é engenhosa, porque oferece a capacidade de condutividade necessária para recarregar o dispositivo.

Isso faz com que a solução não seja nativa ou direta (você precisa de um case ou de um pequeno acessório), mas os seus fabricantes acreditam que as vantagens do produto devem superar esse pequeno obstáculo.

A campanha do FLI Charge no Indiegogo mostra que o público tem um grande interesse no produto: o objetivo de financiamento foi superar com pouco tempo de campanha, e o pack básico custa US$ 99, com as primeiras entregas acontecendo em outubro.

 

Via FLI Charge

Paperlike: tela de tinta eletrônica para o seu computador

by

Paperlike-02

A empresa Dasung anunciou o Paperlike, solução muito interessante para quem passa muitas horas diante de um monitor, lendo uma grande quantidade de textos.

Temos aqui um monitor de 13.3 polegadas com tela de tinta eletrônica, o mesmo elemento que foi tão bem recebido nos leitores de livros eletrônicos. O produto ainda é um projeto publicado no Indiegogo, mas que chegará ao mercado por conseguir o triplo de investimentos necessários em poucos dias.

O Paperlike foi concebido para trabalhar como monitor secundário ou auxiliar, já que apesar de oferecer importantes vantagens, possui limitações consideráveis. Ler um livro nessa tela é muito cômodo, mas o monitor só é capaz de trabalhar em branco e preto, e mesmo com uma resolução de 1600 x 1200 pixels, suas frequências de atualização são baixas, mesmo com as melhorias introduzidas em comparação com os e-books.

Desse modo, podemos entender melhor o que esperar do produto e o uso real que podemos dar à ele: um excelente monitor secundário. A Dasung ainda não tem um design definitivo do dispositivo, de modo que a foto que ilustra o post não representa o produto final, algo que deve ser levado em consideração para evitar equívocos em uma decisão de apoiar ou não o projeto.

O Paperlike custa na pré-venda US$ 799, e tem chegada ao mercado prevista para o mês de agosto. Seu preço final será de US$ 995.

 

Via Indiegogo

GOLE1, um computador de bolso com Windows 10 e Android

by

GOLE1

O GOLE1 é um computador portátil com tela touch e dual boot entre Windows 10 e Android. Seu hardware e suas conexões permitem o uso de um monitor e periféricos para trabalho em escritório, mas a tela touch e bateria interna oferece a usabilidade em qualquer lugar.

A tela de 5 polegadas (1280 x 720 pixels) é pequena para um software como o Windows 10, mas vale lembrar que é uma tela do tipo IPS. Se você prefere usar o produto com uma tela maior, saiba que o GOLE1 conta com uma saída HDMI.

GOLE1-01

O GOLE1 conta com um hardware Intel Atom da família Cherry Trail (x5-Z8300), 2 GB ou 4 GB de RAM, 32 GB ou 64 GB de armazenamento e bateria de 2.600 mAh, que promete uma autonomia de uso de apenas duas horas. Na parte de conectividade, encontramos WiFi, Bluetooth 4.0, quatro portas USB (uma USB 3.1), porta microUSB para recarga da bateria, slot para cartões microSD e porta Ethernet. Suas dimensões completas são de 13,4 x 9,1 x 2 centímetros, com peso de 200 gramas.

O produto é um pouco maior que um smartphone, de modo que é certeza que é possível levá-lo no bolso com certa comodidade. O dispositivo também é compatível com módulos (para unidade SSD de 2.5 polegadas), ampliando suas possibilidades.

O GOLE1 permite a troca do Windows 10 para o Android através de um aplicativo chamado “switch to Android”, que reinicia o equipamento já com o Android 5.1.

GOLE1-02

O projeto está nesse momento em fase de crowdfunding no Indiegogo, e sua configuração mais básica custa US$ 80, enquanto que o modelo superior sai por US$ 100. Quando chegar ao mercado, os valores serão de US$ 100 e US$ 130, respectivamente. É um preço muito baixo para um produto com licença Windows, mas que não deve subir uma vez que a Microsoft quer fomentar o uso do sistema operacional em dispositivos móveis.

A seguir, um vídeo com uma demonstração do protótipo do produto em funcionamento.

GOLE1-03 GOLE1-04

Meizu Gravity, um alto-falante “flutuante”

by

Gravity_06-ed

A Meizu apresenta um singular alto-falantes sem fio, o Meizu Gravity. Seu design faz com que, se contemplado a partir de determinados ângulos, o alto-falante parece que está flutuando. Mas esta não é a única novidade interessante: o produto foi apresentado via Indiegogo.

Ou seja, ele vai buscar o financiamento coletivo para entrar em produção. O lançamento também resulta em um Meizu Gravity comercializado em todo o planeta, por um preço inicial sugerido de US$ 199 (nas lojas vai custar US$ 249), com entregas previstas para dezembro de 2016.

Diferente de outros projetos lançados com essa filosofia, a Meizu conta com os recursos necessários para iniciar a fabricação do produto de forma bem simples. O design do Gravity é uma criação de Kosho Tsuboi, um jovem e reconhecido designer japonês, que criou um singular pé de apoio transparente que sustenta o alto-falante.

Gravity_meizu

Esse pé dá a sensação de que, de acordo com o local que olhamos para o produto, ele parece estar suspenso. Além do prisma e um espelho que serve de tela de visualização da reprodução (a partir de qualquer smartphone com Bluetooth), o alto-falante conta com um design assimétrico. Colaboram com o projeto os especialistas da empresa Dirac. Os dois alto-falantes de 1.25 polegadas e 10W estão conectados ao chip amplificador TAS 5754M da Texas Instruments.

O hardware conta também com um processador Allwinner R16 quad-core Cortex-A7, 512 MB de RAM e 4 GB de armazenamento, além de conectividade WiFi 802/11 b/g/n e Bluetooth. Tudo é gerenciado pelo sistema operacional Android 4.4.2, trabalhando de forma nativa com serviços como Spotify, Last.fm ou SoundCloud.

 

Via Meizu Gravity (Indiegogo)

O mini-console portátil GPD Win atualizou suas especificações

by

GPD-WIN

O GPD Win é um projeto interessante, que conseguiu superar amplamente a sua meta de arrecadação na campanha de financiamento no IndieGoGo, onde nesse momento eles estão muito próximos de alcançar os US$ 400 mil. Para seguir incentivando os usuários e dar um último impulso na reta final dessa campanha, a empresa por trás do projeto introduziu algumas melhorias.

Nenhuma dessas mudanças resultam em grandes diferenças, mas conseguem melhorar o acabamento final do GPD Win. Uma das mudanças mais relevantes está no processador, que passa a ser um Atom x5-Z8550, além de adicionar um Bluetooth 4.1 e integrar um botão dedicado ao controle do Xbox de série. Tal botão vai na parte superior direita do teclado.

As demais especificações ficam alteradas, o que nos deixa com a configuração final a seguir:

– Tela de 5.5 polegadas (720p)
– Processador Intel Atom x5-Z8550 com processador de quatro núcleos
– GPU Intel HD com 12 unidades de execução
– 4 GB de RAM
– 64 GB de armazenamento (expansível)
– Conexões WiFi e Bluetooth
– Portas USB e conector microUSB
– Bateria de 6.000 mAh
– Windows 10

Vale lembrar que ainda é possível reservar uma unidade do GPD Win por US$ 299 no IndieGoGo, mas as primeiras unidades não começam a chegar aos compradores antes de outubro de 2016.

Via Liliputing

iTron, bateria de 9000 mAh que se recarrega em 18 minutos

by

iTron-01

A iTron é uma bateria que promete algo bem difícil: recarregar os seus 9.000 mAh em apenas 18 minutos.

O produto foi conhecido na última CES em fase de desenvolvimento, mas recentemente decidiu iniciar a sua fase de financiamento, e é um sucesso absoluto, com mais de 300% de arrecadação. A bateria oferece dois grandes diferenciais: uma base de carga para recarregar a bateria de forma simples, além de contar com três portas USB para recarregar outros dispositivos. Uma dessas portas é equipada com a tecnologia Quick Charge 2.0, enquanto que as demais possuem uma saída de 5V/2A.

O segundo diferencial é a bateria em si, com 9.000 mAh de capacidade, com a tecnologia DUBI 1.0, que permite recarregá-la completamente (de 0% a 100%) em apenas 18 minutos. Outras baterias com a mesma capacidade levam nove horas para a mesma missão.

iTron-03

A tecnologia DUBI 1.0 utiliza 100 watts de potência, os quais são distribuídos em quatro canais que abastecem cada célula da bateria ao mesmo tempo, e isso faz com que não exista sobrecarga de energia nem superaquecimento, inclusive seus credores mencionam que as células do iTron são similares aos que usam a Tesla nos seus carros.

Por outro lado, a bateria conta com apenas uma porta USB com Quick Charge 2.0, além de um indicador LED de carga da bateria e uma porta micro USB 5V/1A para recarga de forma tradicional, quando a base não está disponível.

O iTron pode ser adquirido via crowdfunding no Indiegogo, por um preço de US$ 79. A previsão de chegada é para o mês de maio.

iTron-02

Via Simpiz

O mítico Sinclair ZX Spectrum se transforma em um console portátil

by

Sinclair ZX Spectrum Vega-01

O Sir Clive Sinclair, criador dos míticos computadores Spectrum, apresentou no ano passado o Sinclair ZX Spectrum Vega, que nada mais era do que um controle que rodava em qualquer TV mais de 1.000 jogos originais do mítico computador do anos 1980, e depois do seu sucesso na Indiegogo, ele decidiu voltar a tentar um novo console portátil: Sinclair ZX Spectrum Vega Plus.

O produto está se apresentando com uma aparência muito mais moderna do que o modelo apresentado no pano passado, onde é possível rodar o catálogo de jogos na sua tela integrada ou em uma TV. O projeto é realizado pela start-up Retro Computers, que tem Clive Sinclair como acionista, e seu design é de responsabilidade de Rick Dickinson, encarregado pelos ZX 80, ZX 81 e ZX Spectrum originais.

Na página do projeto eles esclarecem que o desenvolvimento do console já está concluindo, com um protótipo totalmente funcional. Eles precisam de 100 mil libras para iniciar a produção.

Sinclair ZX Spectrum Vega-02

Na parte frontal do dispositivo, encontramos uma tela LCD, quatro botões de ação primária, três de ação secundária, um pad direcional e botões de liga/desliga/menu. Na lateral superior temos os botões de volume, porta de recarga, slot microSD e entrada para fones de ouvido.

No seu interior, um software próprio para rodar os 1.000 jogos originais inclusos, além de gerenciar o slot microSD para utilizar as ROMs de qualquer jogo criado para o Spectrum. Com isso, o catálogo pode saltar para até 14 mil jogos.

Se tudo der certo, o ZX Spectrum Vega Plus começa a chegar aos seus investidores em setembro, nas cores preto, branco, azul e vermelho, por um preço inicial sugerido de 100 libras (ou 129 euros).

 

Via Indiegogo

Boomerang, um case modular com cabo retrátil integrado

by

Boomerang

O Boomerang é um novo projeto de case modular que busca financiamento no Indiegogo, e conta com um cabo retrátil de 60 cm integrado ao seu corpo, que é capaz de carregar a bateria do smartphone, além de sincronizar os seus dados.

É um sistema tão simples que nos permite ir extraindo o cabo por seções, até ter a longitude que necessitemos e que logo é recolhido com um simples pressionar de botão. Além disso, inclui uma porta micro-USB, caso queremos utilizar um outro cabo externo.

Boomerang-02

Além disso, o Boomerang é um case modular, onde a metade superior pode se separar para colocar diferentes módulos ou complementos que podem melhorar as funções do smartphone. O “Boost Top” é um desses complementes, e é uma bateria (sem capacidade especificada) que pode recarregar o smartphone sem a necessidade de remoção do cabo. No futuro, mais acessórios serão apresentados.

O Boomerang está buscando financiamento no Indiegogo, e deve ser distribuído primeiro nos Estados Unidos e no Canadá no segundo trimestre de 2016, com preço sugerido de US$ 60 para o case compatível com iPhones, e US$ 20 adicionais para o Boost Top com bateria recarregável.

 

 

Via Boomerang

NutriRay3D, um acessório que faz o seu smartphone contar as calorias de sua comida

by

nutriray3d

O NutriRay3D é um acessório com tecnologia laser, que escaneia diretamente a comida para fazer uma análise precisa e concreta das calorias e valores nutricionais da comida que está no seu prato.

O resultado pode não ser 100% preciso, mas nos testes realizados, o NutriRay3D teve uma taxa de acerto que variou entre 87,5% e 91%, podendo identificar até o momento aproximadamente 9 mil tipos de alimentos. É sem dúvida um projeto interessante, que parece estar bem avançado, e pode ser de grande utilidade para quem quer cuidar do seu peso ou seguir dietas.

O NutriRay3D está em fase de financiamento, e custa US$ 199.

 

Via IndieGoGo

SyncPhone, um PC em formato de smartphone com Windows 10

by

SyncPhone

A startup Nurve Technologies iniciou uma campanha no Indiegogo para financiar o SyncPhone, um dispositivo em formato de smartphone, mas que na verdade é um PC no seu hardware. O dispositivo executaria diretamente o Windows 10 para PC, e não o modo mobile do sistema da Microsoft.

Não sabemos quais as vantagens reais de usar o Windows 10 do desktop em um dispositivo com tela de 5.4 polegadas, ainda mais com a função Continuum do Windows 10 funcionando tão bem. De qualquer forma, o SyncPhone será oferecido em três versões (standard, S e Pro), utilizando os novos processadores Intel Atom. Seus preços serão de US$ 199, US$ 299 e US$ 499.

O SyncPhone Pro terá um hardware impressionante (pelo menos no papel): processador Intel Atom x7 Z8700 quad-core a 2.4 GHz, 8 GB de RAM e 128 GB de SSD. Esse modelo contaria com suporte ao lápis ótico, e todos incluiriam suporte ao dual SIM, WiFi ac e LTE.

Não é provável que o projeto alcance os US$ 750 mil solicitados para o financiamento. De qualquer forma, é uma proposta apresentada: um PC completo com Windows 10 no formato de um smartphone.

 

Via Indiegogo

PuzzlePhone inicia a sua campanha de financiamento

by

puzzlephone

O PuzzlePhone é um smartphone modular semelhante ao Project Ara, onde é possível configurá-lo por peças, de forma que o usuário decida como vai personalizá-lo e atualizá-lo no futuro. A empresa responsável pelo projeto iniciou a sua campanha de financiamento no Indiegogo, esperando que as pessoas se apaixonem por ele e apostem nesse smartphone Android.

O PuzzlePhone é composto por três módulos independentes e substituíveis: a Espinha, formada por uma tela LCD de 5 polegadas, a borda e os alto-falantes, o Cérebro, onde fica o processador e a câmera, e o Coração, com a bateria e as demais especificações secundárias.

Por um valor mínimo de US$ 333, é possível ter um equipamento com processador octa-core, 3 GB de RAM, tela de 1080p, câmera traseira de 12 MP, câmera frontal de 5 MP, 16 GB de armazenamento e chassi de plástico na cor negra. Por US$ 444, você recebe 32 GB de armazenamento e detalhes de metal. Por US$ 777, você recebe 64 GB de armazenamento, e detalhes em cobre.

O PuzzlePhone só chega ao mercado em setembro de 2016, e eles precisam de US$ 250 mil para iniciarem a produção.

 

Via The VergeIndiegogo

 

Saygus, um smartphone com 464 GB de armazenamento!

by

saygus-464GB

É tão impressionante, que parece até ser um projeto fake. De qualquer forma, deixamos o registro que o Saygys V Squared é um projeto de smartphone que apareceu no Indiegogo, que se descreve como um dispositivo top de linha que se diferencia dos demais por contar com nada menos que (até) 464 GB de armazenamento.

Isso pode ser considerado uma loucura dentro do mercado mobile, mas ao mesmo tempo é o sonho de muitos usuários que ficam limitados aos 16, 32 ou 64 GB de armazenamento. E mesmo com os slots para cartões microSD, pelo menos por enquanto, a maioria só vai até os 128 GB de armazenamento.

Isso acaba – em partes – com o Saygus V Squared, que só consegue os citados 464 GB de armazenamento porque conta com 64 GB internos para aplicativos e sistema operacional, e dois slots para cartões microSD de até 200 GB cada, para os dados do usuário. Uma solução que até agora nenhum fabricante tentou inserir em seus modelos.

O Saygus V Squared possui uma tela de 5 polegadas (1080p), Soc Snapdragon 801, 3 GB de RAM, certificação IPX7 (resistência a água e poeira), som Harman Kardon 3D, leitor de digitais, câmeras de 21 e 13 megapixels, bateria de 3.100 mAh e sistema operacional Android 5.1 Lollipop.

Para iniciar a sua produção, o projeto precisava arrecadar US$ 1 milhão, mas eles superaram essa marca 25 dias antes do término da campanha. O smartphone será fabricado na China, onde os seus responsáveis contam com acordos com diferentes fabricantes para uma produção que aspira um lançamento mundial.

Se tudo der certo – sem surpresas desagradáveis (aka produto falso), o Saygus V Squared deve chegar ao mercado no terceiro trimestre de 2015, com um preço sugerido de US$ 650.

 

Via Indiegogo

Primeiro filme p0rn no espaço está em fase de crowdfunding

by

xpeli-para-adultos

O PornHub pretende criar o primeiro filme para adultos no espaço. Para isso, criou uma campanha de crowdfunding no Indiegogo que pretende arrecadar quase US$ 3.5 milhões para a missão.

A campanha tem o título Sexploration, e pretende transformar os atores Eva Lovia e Johnny Sins em astronautas, que vão ao espaço, vestirão trajes espaciais, e gravarão suas aventuras sexuais fora da Terra. O objetivo do PornHub (além da sacanagem) e aprender como funcionam as relações sexuais na atmosfera.

O financiamento pretende cobrir o transporte para os atores, técnicos e um equipamento de vídeo apropriado. Os prêmios para quem colaborar com o projeto são ver o filme antes dos outros e entrevistar os atores. Para quem pagar US$ 150 mil, o souvenir é receber os trajes utilizados pelos atores. Devidamente lavados (assim espero).

A campanha termina em 30 dias, e por enquanto ainda não fez muito barulho. Vale lembrar que a atividade sexual no espaço é outro assunto importante a ser resolvido pelas agências espaciais se o objetivo final for a colonização do Universo. Ou que pelo menos as noites na Estação Espacial Internacional não sejam tão solitárias assim.

Via Indiegogo

Moky coloca um touch invisível sobre o teclado

by

Moky-01

A Synaptics quer colocar uma superfície touch na barra de espaço do teclado. Moky é o nome da criatura que pode surpreender você.

O Moky é um teclado Bluetooth que se parece como qualquer outro, mas possui como grande diferencial ter toda a sua superfície das teclas ser uma superfície touch, resultando assim em um touchpad/trackpad gigante, compatível com vários tipo de gestos.

O teclado conta com sensores infravermelhos que detectam os movimentos acima das teclas, de modo que teremos que separar nossos dedos delas para realizar outras opções, enquanto seguimos escrevendo. Para que o gadget não fique louco na hora de reconhecer os movimentos, o usuário terá que indicar quando estamos usando o teclado ou o trackpad, com um botão que ativa os sensores infravermelhos.

Moky-02

A empresa coreana por trás do Moky colocou o projeto no IndieGoGo para obter um financiamento. Seu preço sugerido é de US$ 69, e se alcançar sua meta, começa a ser distribuído em outubro.

 

Via IndieGoGo

Blu quer lançar o ‘smartphone dos sonhos’

by

blu-smartphone-dos-sonhos

A Blu publicou um projeto no Indiegogo de um smartphone que podemos chamar de ‘dispositivo dos sonhos’, já que é em forma de bracelete e totalmente flexível.

A ideia é muito ambiciosa, inclusive na sua meta de arrecadação, que é de nada menos que US$ 1 milhão. Até o momento da produção desse post, eles arrecadaram pouco mais de US$ 60 mil. No seu design, o vídeo no final do post fala por si, e deixa qualquer geek embasbacado, mas sem deixar de lado a qualidade interna dos seus componentes.

O smartphone da Blu possui uma tela OLED flexível de 5.3 polegadas (1080p), duas baterias de íons flexíveis, SoC Snapdragon 810, 4 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, câmera de 13 megapixels sem flash e conectividade 4G.

O que impressiona na campanha de financiamento do Indegogo é o preço final do produto, que tem como preço base US$ 319, uma pechincha perto do valor final de US$ 799 que serão cobrados daqueles que não apoiaram a campanha.

blu-smartphone-dos-sonhos-02

Não sabemos se esse projeto vai alcançar a sua meta de financiamento, mas aos interessados, basta clicar aqui para obter mais detalhes. Se a meta for alcançada, a sua data estimada de lançamento é para o mês de agosto de 2016.

Couchlet adiciona portas USB no seu sofá

by

couch-usb-ports

O Couchlet é um projeto do Indiegogo que permite a instalação de portas USB no seu sofá, permitindo que você carregue o seu gadget enquanto assiste televisão.

Quantas vezes você já se sentou no sofá e teve que deixar o seu smartphone carregando longe de você, uma vez que os cabos e carregadores não eram longos o suficiente? O Couchlet resolve esse problema, instalando portas USB nos espaços onde normalmente não são muito aproveitados no móvel.

couchlet-2

O Couchlet conta com um cabo de seis pés para energizar as portas USB. O projeto tem preço sugerido de apenas US$ 16, e os primeiros envios estão previstos para acontecer no mês de dezembro.

 

Via Indiegogo

Coolest Clock projeta as horas na parede, e muito mais

by

650_1000_coolest-clock-1

O Coolest Clock é um relógio de parede que não se limita a mostrar as horas. Até porque ele não conta com as tradicionais partes mecânicas de um relógio de parede. No lugar disso, ele possui um sistema de projeção que exibe as horas e outros tipos de informações, de forma personalizada.

É possível controlar a aparência e as funções do relógio a partir de um aplicativo para dispositivos móveis. O Coolest Clock pode adotar vários formatos, além de exibir atualizações do Facebook, Twitter, feeds de notícias de várias fontes, mostrar a localização em um mapa, citações famosas, previsão do tempo, lista de tarefas e lembretes, alarmes e – é claro – as horas em diferentes fusos.

A campanha de arrecadação no IndieGogo foi um sucesso, e eles seguem arrecadando fundos até o dia 29 de março. O Coolest Clock custa hoje US$ 179, e tem previsão de envio das primeiras unidades para o mês de dezembro.

 

Via Coolest Clock @ Indiegogo

Jolla Tablet volta ao Indiegogo, com muito mais armazenamento

by

jolla_tablet

O Jolla Tablet voltou para a plataforma de crowdfunding Indiegogo, para se apresentar em uma nova versão, que conta agora com 64 GB de armazenamento interno (no lugar de 32 GB), além do slot para cartões microSD de até 128 GB, além de uma leve redução de bateria, que sai de 4.450 mAh para 4.300 mAh.

A Jolla avisa no seu anúncio que por conta de uma limitação de licenças, as unidades com mais de 32 GB formatadas no Jolla Tablet não podem ser lidos em dispositivos Windows com suporte para microSDXC. Mas além disso – e junto com as mudanças já mencionadas -, a empresa também se encarregou de reforçar a tela do produto, além de adicionar um giroscópio e uma bússola no dispositivo.

Existe a opção de atualizar a versão antiga pela nova, por US$ 25 adicionais, custo esse disponível apenas para quem adquiriu a primeira versão em 2014. Para quem vai comprar o Jolla Tablet de 64 GB agora, o seu custo é de US$ 249. A nova campanha está ativa até o final de fevereiro.

 

Via CNETIndiegogo